Bibliotecas Conclusões

373 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
373
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
36
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Bibliotecas Conclusões

  1. 1. A Biblioteca Escolar e o Paradigma Digital Centro de Recursos Digitais da Biblioteca Escolar @
  2. 2. A Realidade de Algumas Bibliotecas Escolares <ul><li>“ Era uma vez “ </li></ul><ul><li>Nas aulas de Formação Cívica, os alunos encontravam-se a debater o tema : “ Bulimia e Anorexia “. </li></ul><ul><li>– Ó professora, podíamos fazer um trabalho!? – sugeriu o Francisco. </li></ul><ul><li>Para o efeito, a professora requisitou, por diversas vezes, a biblioteca e divulgou informações de como se elaborava um trabalho escrito. Mas, no final, os trabalhos ficaram aquém do que se esperava: os alunos limitaram-se a recolher informação da internet , não trabalharam os dados recolhidos e não apresentaram conclusões. </li></ul>
  3. 3. <ul><li>Os alunos utilizam cada vez menos os recursos “tradicionais” da biblioteca escolar, quer seja a nível da aprendizagem, quer seja como ocupação dos seus tempos livres. </li></ul><ul><li>Os alunos cada vez mais recorrem à Internet : </li></ul><ul><li>- Pesquisa de informação para elaborarem trabalhos escolares, mas essa informação, na maior parte dos casos, não é trabalhada. Os alunos limitam- -se a “ colar” o resultado da sua pesquisa. </li></ul><ul><li>Como meio de entretenimento privilegiado ( jogos e chats ). </li></ul><ul><li>Em síntese, esta realidade não contribui para que os alunos adquiram novas competências. </li></ul>
  4. 4. Uma Nova Realidade ... Incutir nos alunos hábitos de trabalho que fomentem com qualidade a sua expressão criativa, nomeadamente: -no desenvolvimento de projectos interdisciplinares que integrem os diferentes recursos de uma biblioteca escolar; privilegiando um produto final digital de qualidade, atractivo e de fácil divulgação. - no envolvimento dos alunos em projectos digitais que promovam a sua expressão pessoal, a partilha de interesses e de vivências ( blogs e redes sociais ) - no apoio e aconselhamento de ocuparem o seu tempo de lazer em jogos interactivos didáctico-pedagógicos. -
  5. 5. Biblioteca Digital Uma Prática Possível …
  6. 6. Quem Somos Nós? <ul><li>Projecto Interdisciplinar: </li></ul><ul><li>Formação Cívica </li></ul><ul><li>Língua Portuguesa </li></ul><ul><li>Educação Musical </li></ul><ul><li>EVT </li></ul><ul><li>TIC </li></ul><ul><li>EMR </li></ul>
  7. 7. Formação Cívica <ul><li>Autobiografia / apresentação do aluno / apresentação da turma </li></ul>
  8. 8. Língua Portuguesa <ul><li>Retrato físico e psicológico </li></ul><ul><li>Escrita expressiva e lúdica </li></ul>
  9. 9. Educação Musical <ul><li>Divulgação das músicas preferidas dos alunos </li></ul>
  10. 10. EVT <ul><li>Retrato físico dos alunos </li></ul><ul><li>Tratamento de imagens </li></ul><ul><li>Desenho livre </li></ul>
  11. 11. TIC <ul><li>Tratamento das informações em suporte digital </li></ul><ul><li>Divulgação dos trabalhos </li></ul>
  12. 12. EMR <ul><li>Reflexão sobre o tema “Eu e os Outros” : </li></ul><ul><li>- a solidariedade; </li></ul><ul><li>- o respeito pela diferença; </li></ul><ul><li>- a socialização. </li></ul>
  13. 13. Informar Sobre o Quê? <ul><li>Numa biblioteca escolar devemos incutir nos nossos alunos capacidade crítica que lhes permita seleccionar e gerir a informação. </li></ul><ul><li>Canalizar os nossos alunos para os sites mais adequados. </li></ul>
  14. 14. Política de Aquisição de Recursos… € <ul><li>O material digital não materializado permite uma maior divulgação a um menor custo. </li></ul><ul><li> = € € </li></ul><ul><li>= € </li></ul>
  15. 15. Formandas: Isabel Rodrigues Manuela Rosa

×