Analise de Redes Sociais, Sucesso Académico e Facebook

1.224 visualizações

Publicada em

Apresentação realizada no III Congresso Internacional ticEDUCA 2014

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.224
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
349
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Objetivo principal não é estudo sobre os conteúdos publicados na rede

    Mas

    No envolvimento dos alunos na rede :
    - participação operacionalizada pelo nº de interações realizadas


    Conceitos- chave a negrito

  • _
  • Aulas em sala de aula decorrem de acordo com os modelos…..

    Orientado ao projeto : alunos trabalham em grupo num projeto q posteriormente irão apresentar à turma

    Expositivo: aulas lecionadas com recurso a apresentações eletrónicas

    Página: construção de um saber coletivo com base na partilha de informações e interações

    Moderadores: é ambiente virtual de aprendizagem –

    Função: organizar e dinamizar página ( construindo atividades pedagógicas e incentivando participação
  • Páginas Grupo: complemento à aprendizagem em sala de aula

    Realizar atividades recorreram aplicações disponíveis no Facebook

    Atividades função dos conteúdos abordados na sala de aula
  • Alunos com perfil no Facebook antes do projeto:
    Turma A – apenas um aluno não tinha perfil
    Turma E – todos os alunos
  • Inquérito em formato digital
  • Elaborados de acordo com os métodos de ensino
    Projeto nº5 (Apresentação eletrónica sobre a unidade didática e a respetiva apresentação

  • Considera-se interação - publicações, comentários, partilha de recursos media e likes

    Total de interações: turma A - 879
    turma E - 2149


    Como complemento às matrizes e com recurso software netdraw – sociogramas

    Sociogramas – base n nº interações recebidas (g entrada) e emitidas (g saída)

    Turma A – sociograma em forma de estrela, significa estrutura hierárquica nas relações

    Assumem papel central: nº 9, 12, 16, 6, 10, 5, 1 e 18 ---- papel de prestigio e maior influencia na organização interações

    Turma E – sociograma apresenta rede circularmente organizada significa maioria a elementos exerce um papel de elevada preponderância
    releva equidade entre os participantes ,
    trabalho coparticipado e coesão na rede
  • Utilização Unicet para calcular

    Análise sociocentrada : indicadores sociométricos analisados: Densidade, Intermediação; Reciprocidade; Centralização; Proximidade e Inclusividade
  • Operacionalização das variáveis


    Variáveis:

    Rendimento académico: unidade: Internet, numa escala de 1 a 5

    Moderação: Variável dicotómica, moderador – Função dinamizar o grupo a rede social (organizando a página e criando e gerindo atividades pedagógicas)

    Índice de Centralidade: dos alunos, baseado nos graus de entrada e saída de cada..

    2 turmas de dimensões diferentes- Análise de variância (Roland Fisher)

    Software utilizado SPSS
  • Relação entre C… e M….

    Através Análise de Variância

    Turma A:

    - diferenças entre os alunos moderadores e não moderadores e os graus de entrada e saída – não são estatisticamente significativos, são mt próximos

    - a variável moderador não exerceu influência significativa nos índice de centralidade

    Turma E:

    - existem diferenças entre os alunos moderadores e não moderadores e os graus de saída – nos de entrada não

    - o papel moderador exerceu influência nos graus de saída (nas participações emitidas)

  • Analisar associação entre centralidade e variável classificação

    Tabela: coeficiente de correlação de Pearson

    Existe correlação entre índice de centralidade dos alunos e a class.

    - a mais elevada e estatisticamente significativa nos graus de entrada
  • A análise de variância revelaram um efeito de interação estatisticamente significativo p.67

    Classificação: escala de 1 a 5

    Turma A : alunos moderadores não existiram diferenças significativas

    Turma E: alunos moderadores tiveram diferença significativas c classificações superiores
  • Contornado através 1

    Ideal – ao longo dos 3 períodos
  • Considerações finais:

    Com base nos Resultados aferidos c a execução do projeto:

    Concluímos:

    Matriz sociométrica – turma E modelo de ensino expositivo + participações dos alunos na rede social (sentem + necessidade de partilha)

    turma A modelo de ensino perspetiva construtivista – interações na rede
  • No resultados da análise de variância entre:

    Variável dicotómica (Moderado /não moderador) e o indicador de centralidade (baseado nos graus de saída e entrada de cada aluno rede
  • Com base na análise de variância realizada entre:

    Classificação escolar e o índice de centralidade

    Concluímos…. Face aos que emitiram mais participações


    Influência do papel de moderador nos rendimentos escolares

    resultados distintos nas turmas

    Concluímos …

    Significa: turma E(modelo expositivo) – alunos moderadores exerceram papel com mais responsabilidade , dinamizaram a rede

    refletiu-se nos resultados



  • Alunos chamados a moderar … sendo responsáveis pela interação e partilha dentro rede

    Concluímos que:

    A inclusão desta ferramenta: é uma mais valia : construção do saber coletivo : + autonomia, responsabilidade e melhores resultados

    Ponto de partida para futuros projetos e estudos de investigação

    sobre Colaboração online e redes sociais como ferramentas pedagógicas – processo aprendizagem alunos
  • Analise de Redes Sociais, Sucesso Académico e Facebook

    1. 1. ANÁLISE DE REDES SOCIAIS E O SUCESSO ACADÉMICO: um estudo com Grupos de alunos no Facebook Neuza Pedro e Ana Marta Dias
    2. 2. INTRODUÇÃO AO PROJETO Objetivo central: Compreender o impacto que a colaboração e comunicação online, realizado através da rede social Facebook, têm nos resultados da aprendizagem dos alunos, na disciplina de Introdução às Tecnologias de Informação e Comunicação (ITIC). 2
    3. 3. INTRODUÇÃO AO PROJETO Questões:  De que forma as atividades pedagógicas desenvolvidas em redes sociais online, podem promover a comunicação entre os alunos e potenciar o seu rendimento escolar?  Encontram-se diferenças na participação dos alunos na rede social, de acordo com modelos de ensino-aprendizagem adotados em sala de aula? Os alunos que exercem um papel de moderador são elementos centrais na rede social? A variável moderação influência o rendimento escolar? 3
    4. 4. DESCRIÇÃO DO PROJETO •Duração: 4 semanas - Ano Letivo de 2011/2012 •Disciplina: ITIC, Unidade Didática: A Internet •Participantes: Alunos de 2 turmas do 9º ano 4
    5. 5. DESCRIÇÃO DO PROJETO Turma A  Escola do concelho de Cascais  Método de ensino:metodologia orientada ao projeto  Criação de um grupo fechado no Facebook - 2 moderadores semanais  Participantes na rede social: 21 (20 alunos e 1 professora) Turma E  Escola do concelho de Oeiras  Método de ensino: Perspetiva tradicionalista, método expositivo  Criação de um grupo fechado no Facebook - 2 moderadores semanais  Participantes na rede social: 19 (18 alunos e 1 professora) Colaboração Online, a análise de redes sociais e o sucesso académico dos alunos 5
    6. 6. Atividades pedagógicas nos Grupos do Facebook: Colaboração Online, a análise de redes sociais e o sucesso académico dos alunos 6 DESCRIÇÃO DO PROJETO Página da turma E – Exemplo de atividades: Passatempo a frase; Votação do Logotipo; Dúvidas para a ficha de avaliação.
    7. 7. DESCRIÇÃO DO PROJETO Turma A  Partilha de vídeos;  Construção e partilha de imagens;  Votações dos passatempos;  Publicações esporádicas;  Edição colaborativa de ficheiros de texto. Turma E Colaboração Online, a análise de redes sociais e o sucesso académico dos alunos 7 Atividades pedagógicas: • Passatempos: construção de rimas e frases; preencher espaços etc; • Partilha de vídeos; • Construção e partilha de imagens; • Votações dos passatempos; • Publicações esporádicas.
    8. 8. CARATERIZAÇÃO DOS ALUNOS Turma A  Género: Turma E Colaboração Online, a análise de redes sociais e o sucesso académico dos alunos 8 47% 53% • Género: LEGENDA: Feminino Masculino (14/16 anos) 56% 44%
    9. 9. METODOLOGIA Inquérito por questionário Colaboração Online, a análise de redes sociais e o sucesso académico dos alunos 9 Instrumentos de recolha de dados: Métodos de análise de Redes Sociais
    10. 10. RESULTADOS Turma A Turma E 11 Sociogramas turmas A e E
    11. 11. RESULTADOS Indicador Sociométrico: Colaboração Online, a análise de redes sociais e o sucesso académico dos alunos 12 Tabela com os valores de centralização
    12. 12. RESULTADOS Análise dos efeitos das seguintes variáveis: • Rendimento académico; • Moderação da página; • Índice de Centralidade. Colaboração Online, a análise de redes sociais e o sucesso académico dos alunos 13
    13. 13. RESULTADOS Centralidade e Moderação: Tabela: Centralidade, na turma A e E - análise à influência da variável moderação 14
    14. 14. RESULTADOS Centralidade e Classificação escolar: Tabela: Correlação entre a classificação escolar e a centralidade (graus de entrada e saída) Colaboração Online, a análise de redes sociais e o sucesso académico dos alunos 15
    15. 15. RESULTADOS Moderação e Classificação escolar: Tabela: Influência da variável moderação, na turma A e E, na classificação média dos alunos Colaboração Online, a análise de redes sociais e o sucesso académico dos alunos 16
    16. 16. CONCLUSÃO Adesão: Atividades pedagógicas no Facebook têm grande adesão por parte dos alunos em ambos os modelos de ensino e aprendizagem  Com mais incidência no modelo de ensino expositivo Redes sociais como ferramenta pedagógica Colaboração Online, a análise de redes sociais e o sucesso académico dos alunos 18
    17. 17. CONCLUSÃO Moderação e participação: - Metodologia de ensino orientada ao projeto: o papel de moderador não influenciou a sua participação na rede social. - Modelo de ensino expositivo: o papel de moderador influenciou a sua emissão de mais participações na rede social. Mais responsabilidade na dinamização da rede Colaboração Online, a análise de redes sociais e o sucesso académico dos alunos 19
    18. 18. CONCLUSÃO Classificação escolar: Nas redes sociais, os alunos que receberam mais interações evidenciaram melhores resultados escolares: Estímulo ao envolvimento e investimento dos alunos nas atividades escolares Os alunos moderadores: Modelo de ensino expositivo classificação superior Metodologia de ensino orientada ao projeto classificação idêntica Colaboração Online, a análise de redes sociais e o sucesso académico dos alunos 20
    19. 19. CONCLUSÃO Em suma: Colaboração online, através do Facebook Impacto positivo nos resultados académicos Mais relevante:  Modelos de ensino expositivo  Alunos participação mais proativa na rede. Colaboração Online, a análise de redes sociais e o sucesso académico dos alunos 21

    ×