Revolta da vacina

4.127 visualizações

Publicada em

0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.127
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
166
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revolta da vacina

  1. 1. Revolta daVacinaTrabalho de História3º “A”Componentes:CarmeluciaDébora SousaJaqueline SantosLyssa MartinsThais PáduaMaicon Milhomem
  2. 2. Tópicos:IntroduçãoCaracterísticasObjetivosCriação das Brigadas Mata-MosquitosA Campanha da Vacinação ObrigatóriaRevolta Popular A Revolta na LiteraturaConsequências
  3. 3. IntroduçãoSéculo XXRio de Janeiro10 a 16 de novembro 1904ReurbanizaçãoCidades em situação PrecáriaEpidemiasA Campanha de Vacinação
  4. 4. CaracterísticasAs Doenças Tropicais Que Assolavam O Rio DeJaneiro.As Epidemias constantes nacidade eram: Varíola Febre Amarela Cólera Tuberculose Peste
  5. 5. ObjetivoProjeto deSaneamentoBásicoPresidente Rodrigo Alves Oswaldo CruzCampanha deVacinaçãoObrigatóriaAcabou sendo chefe doDepartamento Nacionalde Saúde Publica.
  6. 6. Criação das BrigadasMata-Mosquitos
  7. 7. Campanha de VacinaçãoObrigatóriaNovembro de 1904Foi aplicada de formaautoritária e violentaConcentrações (portos) deVacinações
  8. 8. Bota - AbaixoRegularização da LeiPara cumprir seu objetivo Oswaldo cruz,encaminhou ao congresso a propostade lei de obrigatoriedade da vacina em31 de outubro.
  9. 9. Revolta Popular Estopim Ocorreram manifestaçõesde militares; A participação da A Políciae a Marinha.
  10. 10. As Barricadas DosManifestantes.
  11. 11. A Presença da Revolta naLiteratura e nas TelasLima Barreto
  12. 12. Consequências O Desfecho final para apopulação foi de váriasmortes, muitas pessoasferidas e centenasdeportadas para o Acre nailha das cobras. A Questionada Lei daVacina obrigatória foirevogada.
  13. 13. O centro da cidade não era mais local para a camada pobre, a cidade após areforma urbana ficou sendo um local de luxo e refinamento onde apenas aburguesia poderia desfrutar.
  14. 14. Fim...

×