SlideShare uma empresa Scribd logo
ACONSELHAMENTO
GENÉTICO E
DIAGNÓSTICO PRÉNATAL
Há um aconselhamento genético quando é detectado
antes ou durante a gravidez um determinado problema
nos pais ou no feto!
Tipos de aconselhamento genético
Rotina do serviço de aconselhamento genético:
Principais indicações para o aconselhamento
genético:
Técnicas para diagnóstico pré e pós-natal de
alterações genéticas:
Amniocentese:
Cariotipagem e Bandamento G para determinação de
alterações numéricas e estruturais:
Ultra-sonografia:
Fetoscopia:
Aconselhamento Genético
Aconselhamento Genético
Aconselhamento Genético
Aconselhamento Genético
Aconselhamento Genético
Aconselhamento Genético

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Combinado gh;lhrh tratamento analógico crianças
Combinado gh;lhrh tratamento analógico criançasCombinado gh;lhrh tratamento analógico crianças
Combinado gh;lhrh tratamento analógico criançasVan Der Häägen Brazil
 
Baixa Estatura Familial pode ocorrer segundo um padrão familiar chama se baix...
Baixa Estatura Familial pode ocorrer segundo um padrão familiar chama se baix...Baixa Estatura Familial pode ocorrer segundo um padrão familiar chama se baix...
Baixa Estatura Familial pode ocorrer segundo um padrão familiar chama se baix...Van Der Häägen Brazil
 
Baixa estatura familial pode ocorrer segundo um padrão familiar; chama se bai...
Baixa estatura familial pode ocorrer segundo um padrão familiar; chama se bai...Baixa estatura familial pode ocorrer segundo um padrão familiar; chama se bai...
Baixa estatura familial pode ocorrer segundo um padrão familiar; chama se bai...Van Der Häägen Brazil
 
Quando criança podem ter fatores que influenciam no tratar do crescer estatural.
Quando criança podem ter fatores que influenciam no tratar do crescer estatural.Quando criança podem ter fatores que influenciam no tratar do crescer estatural.
Quando criança podem ter fatores que influenciam no tratar do crescer estatural.Van Der Häägen Brazil
 
Crescer;Diagnóstico Baixa Estatura Patológica não deve ser Baseado em Única M...
Crescer;Diagnóstico Baixa Estatura Patológica não deve ser Baseado em Única M...Crescer;Diagnóstico Baixa Estatura Patológica não deve ser Baseado em Única M...
Crescer;Diagnóstico Baixa Estatura Patológica não deve ser Baseado em Única M...Van Der Häägen Brazil
 

Mais procurados (6)

Gestação múltipla
Gestação múltiplaGestação múltipla
Gestação múltipla
 
Combinado gh;lhrh tratamento analógico crianças
Combinado gh;lhrh tratamento analógico criançasCombinado gh;lhrh tratamento analógico crianças
Combinado gh;lhrh tratamento analógico crianças
 
Baixa Estatura Familial pode ocorrer segundo um padrão familiar chama se baix...
Baixa Estatura Familial pode ocorrer segundo um padrão familiar chama se baix...Baixa Estatura Familial pode ocorrer segundo um padrão familiar chama se baix...
Baixa Estatura Familial pode ocorrer segundo um padrão familiar chama se baix...
 
Baixa estatura familial pode ocorrer segundo um padrão familiar; chama se bai...
Baixa estatura familial pode ocorrer segundo um padrão familiar; chama se bai...Baixa estatura familial pode ocorrer segundo um padrão familiar; chama se bai...
Baixa estatura familial pode ocorrer segundo um padrão familiar; chama se bai...
 
Quando criança podem ter fatores que influenciam no tratar do crescer estatural.
Quando criança podem ter fatores que influenciam no tratar do crescer estatural.Quando criança podem ter fatores que influenciam no tratar do crescer estatural.
Quando criança podem ter fatores que influenciam no tratar do crescer estatural.
 
Crescer;Diagnóstico Baixa Estatura Patológica não deve ser Baseado em Única M...
Crescer;Diagnóstico Baixa Estatura Patológica não deve ser Baseado em Única M...Crescer;Diagnóstico Baixa Estatura Patológica não deve ser Baseado em Única M...
Crescer;Diagnóstico Baixa Estatura Patológica não deve ser Baseado em Única M...
 

Destaque

Destaque (9)

3EM #12 Evolução: intro (2016)
3EM #12 Evolução: intro (2016)3EM #12 Evolução: intro (2016)
3EM #12 Evolução: intro (2016)
 
Bio 12 genética - hereditariedade ligada ao sexo (daltonismo)
Bio 12   genética - hereditariedade ligada ao sexo (daltonismo)Bio 12   genética - hereditariedade ligada ao sexo (daltonismo)
Bio 12 genética - hereditariedade ligada ao sexo (daltonismo)
 
Genética humana
Genética humanaGenética humana
Genética humana
 
Genética Humana
Genética HumanaGenética Humana
Genética Humana
 
Regulação do Património Genético
Regulação do Património GenéticoRegulação do Património Genético
Regulação do Património Genético
 
Resumo Genética | Biologia 12º Ano
Resumo Genética | Biologia 12º AnoResumo Genética | Biologia 12º Ano
Resumo Genética | Biologia 12º Ano
 
Património genético - resumo
Património genético - resumoPatrimónio genético - resumo
Património genético - resumo
 
Genética introdução
Genética introduçãoGenética introdução
Genética introdução
 
Slide Genética
Slide GenéticaSlide Genética
Slide Genética
 

Mais de Lyssa Martins

Direito na Mesopotâmia
Direito na MesopotâmiaDireito na Mesopotâmia
Direito na MesopotâmiaLyssa Martins
 
Legalização das Drogas no Brasil
Legalização das Drogas no BrasilLegalização das Drogas no Brasil
Legalização das Drogas no BrasilLyssa Martins
 
Karl marx e o direito
Karl marx e o direitoKarl marx e o direito
Karl marx e o direitoLyssa Martins
 
A Urbanização de Balsas/MA
A Urbanização de Balsas/MAA Urbanização de Balsas/MA
A Urbanização de Balsas/MALyssa Martins
 
Energia Geotérmica
Energia Geotérmica Energia Geotérmica
Energia Geotérmica Lyssa Martins
 
História do maranhão
História do maranhãoHistória do maranhão
História do maranhãoLyssa Martins
 
Maranhão - Império
Maranhão - ImpérioMaranhão - Império
Maranhão - ImpérioLyssa Martins
 
Indústria Contemporanea no Brasil
Indústria Contemporanea no BrasilIndústria Contemporanea no Brasil
Indústria Contemporanea no BrasilLyssa Martins
 
Manifesto Antropófagico
Manifesto AntropófagicoManifesto Antropófagico
Manifesto AntropófagicoLyssa Martins
 
Movimento Estudantil
Movimento EstudantilMovimento Estudantil
Movimento EstudantilLyssa Martins
 
Um Mundo Sem as Armas Nucleares
Um Mundo Sem as Armas NuclearesUm Mundo Sem as Armas Nucleares
Um Mundo Sem as Armas NuclearesLyssa Martins
 

Mais de Lyssa Martins (16)

Direito na Mesopotâmia
Direito na MesopotâmiaDireito na Mesopotâmia
Direito na Mesopotâmia
 
Legalização das Drogas no Brasil
Legalização das Drogas no BrasilLegalização das Drogas no Brasil
Legalização das Drogas no Brasil
 
Karl marx e o direito
Karl marx e o direitoKarl marx e o direito
Karl marx e o direito
 
A Urbanização de Balsas/MA
A Urbanização de Balsas/MAA Urbanização de Balsas/MA
A Urbanização de Balsas/MA
 
Energia Geotérmica
Energia Geotérmica Energia Geotérmica
Energia Geotérmica
 
Poluição da Água
Poluição da ÁguaPoluição da Água
Poluição da Água
 
História do maranhão
História do maranhãoHistória do maranhão
História do maranhão
 
Maranhão - Império
Maranhão - ImpérioMaranhão - Império
Maranhão - Império
 
Futurismoo
FuturismooFuturismoo
Futurismoo
 
Indústria Contemporanea no Brasil
Indústria Contemporanea no BrasilIndústria Contemporanea no Brasil
Indústria Contemporanea no Brasil
 
Manifesto Antropófagico
Manifesto AntropófagicoManifesto Antropófagico
Manifesto Antropófagico
 
Pl 122
Pl 122Pl 122
Pl 122
 
Biologia molucos
Biologia   molucosBiologia   molucos
Biologia molucos
 
Revolta da vacina
Revolta da vacinaRevolta da vacina
Revolta da vacina
 
Movimento Estudantil
Movimento EstudantilMovimento Estudantil
Movimento Estudantil
 
Um Mundo Sem as Armas Nucleares
Um Mundo Sem as Armas NuclearesUm Mundo Sem as Armas Nucleares
Um Mundo Sem as Armas Nucleares
 

Último

Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfssuser06ee57
 
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-carloseduardogonalve36
 
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docxCONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docxEduardaMedeiros18
 
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco LeiteOs Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leiteprofesfrancleite
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalcarlaOliveira438
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfcarloseduardogonalve36
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxMartin M Flynn
 
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_AssisMemórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assisbrunocali007
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Rosana Andrea Miranda
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaCludiaRodrigues693635
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorialNeuroppIsnayaLciaMar
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....LuizHenriquedeAlmeid6
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfrarakey779
 
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfGRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfrarakey779
 
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdfLabor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdfemeio123
 
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaaCarolineFrancielle
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptxlucioalmeida2702
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimentoApresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimentoPedroFerreira53928
 

Último (20)

Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
 
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
 
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docxCONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
CONTO-3º-4º-E-5ºANO-A-PRINCESA-E-A-ERVILHA[1] (1).docx
 
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco LeiteOs Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
 
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_AssisMemórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
 
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfGRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
 
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdfLabor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
 
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimentoApresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
 

Aconselhamento Genético