FACULDADE DE EDUCAÇÃO DE BACABAL – FEBAC
Credenciamento MEC/Portaria: 472/07 Resolução: 80/07
IMPORTÂNCIA DA LÍNGUA INGLES...
:A LÍNGUA INGLESA NO MUNDO
OLD ENGLISH (500 - 1100 A.D.)
Old English, às vezes também denominado Anglo-Saxon, comparado ao...
English,os substantivos declinam e têm gênero (masculino, feminino e neutro), e os
verbos são conjugados.
MIDDLE ENGLISH (...
que alcançava 20% das terras do planeta. O British Empire chegou a ficar
conhecido como "the empire where the sun never se...
versão original, ou seja, americana. Consequentemente, em especial
os jovens que assistem TV irão aprender muito do vocabu...
A seguir, apresentamos uma lista das palavras mais comuns. Na primeira coluna,
colocamos a palavra em inglês americano, na...
mean Nasty mesquinha
movie theater Cinema cinema
pants, trousers Trousers calças compridas
parking lot car park estacionam...
FORMAÇÃO DE PALAVRAS EM INGLÊS
SUFIXOS
 Sufixo: -able, -ful, -y, -ive, -ous
Função: Adjetivo (cheio de)
Exemplo: comforta...
 Préfixo: -re
Função: verbo (mais uma vez, de novo)
Exemplo: reuse, revise, reinvest
PHRASAL VERBS
Phrasal verbs ou prepo...
PHALSES FRIENDS (FALSOS COGNATOS)
São palavras que se assemelham com a nossa língua na grafia, porém diferem no
seu signif...
READING STRATEGIES (ESTRATÉGIAS DE LEITURA)
LEMBRE-SE:
 Leitura de textos em inglês não é trabalho de decifração, mas de
...
 Traduções são escolhas. Isso quer dizer que dificilmente haverá uma única
tradução correta e possível. Podemos comunicar...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Inglês instrumental

372 visualizações

Publicada em

Inglês instrumental

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
372
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Inglês instrumental

  1. 1. FACULDADE DE EDUCAÇÃO DE BACABAL – FEBAC Credenciamento MEC/Portaria: 472/07 Resolução: 80/07 IMPORTÂNCIA DA LÍNGUA INGLESA NOS DIAS ATUAIS O inglês é:  Uma língua internacional;  A língua dos estudos;  A língua das viagens;  A língua dos negócios;  A língua da comunicação com todo o mundo;  A língua da internet; ESTRANGEIRISMO Estrangeirismo é o processo que introduz palavras vindas de outros idiomas na língua portuguesa. O estrangeirismo possui duas categorias: 1) Com aportuguesamento: a grafia e a pronúncia da palavra são adaptadas para o português. Exemplo: deletar (do inglês – delete) 2) Sem aportuguesamento: conserva-se a forma original da palavra. Exemplo: mouse (do inglês "mouse") Curso: TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET Período:2014.2 Carga Horária: 54 Disciplina: INGLÊS INSTRUMENTAL Professor (a): GLAUY MARCIA GOMES DE AGUIAR FEBACFACULDADE DE EDUCAÇÃO DE BACABAL
  2. 2. :A LÍNGUA INGLESA NO MUNDO OLD ENGLISH (500 - 1100 A.D.) Old English, às vezes também denominado Anglo-Saxon, comparado ao inglês moderno, é uma língua quase irreconhecível, tanto na pronúncia, quanto no vocabulário e na gramática. Para um falante nativo de inglês hoje, das 54 palavras do Pai Nosso em Old English, menos de 15% são reconhecíveis na escrita, e provavelmente nada seria reconhecido ao ser pronunciado. A correlação entre pronúncia e ortografia, entretanto, era muito mais próxima do que no inglês moderno. No plano gramatical, as diferenças também são substanciais. Em Old
  3. 3. English,os substantivos declinam e têm gênero (masculino, feminino e neutro), e os verbos são conjugados. MIDDLE ENGLISH (1100 - 1500) O elemento mais importante do período que corresponde ao Middle English foi, sem dúvida, a forte presença e influência da língua francesa no inglês. Essa verdadeira transfusão de cultura franco-normanda na nação anglo-saxônica, que durou três séculos, resultou principalmente num aporte considerável de vocabulário. Isto demonstra que, por mais forte que possa ser a influência de uma língua sobre outra, esta influência normalmente não vai além de um enriquecimento de vocabulário, dificilmente afetando a pronúncia ou a estrutura gramatical. O passar dos séculos e as disputas que acabaram ocorrendo entre os normandos das ilhas britânicas e os do continente, provocam o surgimento de um sentimento nacionalista e, pelo final do século 15, já se torna evidente que o inglês havia prevalecido. Até mesmo como linguagem escrita, o inglês já havia substituído o francês e o latim como língua oficial para documentos. Também começava a surgir uma literatura nacional. MODERN ENGLISH (apartir de 1500) O Modern English representou um período de padronização e unificação da língua. O advento da imprensa em 1475 e a criação de um sistema postal em 1516 possibilitaram a disseminação do dialeto de Londres - já então o centro político, social e econômico da Inglaterra. A disponibilidade de materiais impressos também deu impulso à educação, trazendo o alfabetismo ao alcance da classe média. AMERICAN ENGLISH A esperança de alcançar prosperidade e os anseios por liberdade de religião foram os fatores que determinaram a colonização da América do Norte. A chegada dos primeiros imigrantes ingleses em 1620, marca o início da presença da língua inglesa no Novo Mundo. À época da independência dos Estados Unidos, em 1776, quando a população do país chegava perto de 4 milhões, o dialeto norte-americano já mostrava características distintas em relação aos dialetos das ilhas britânicas. O contato com a realidade de um novo ambiente, com as culturas indígenas nativas e com o espanhol das regiões adjacentes ao sul, colonizadas pela Espanha, provocou um desenvolvimento de vocabulário diverso do inglês britânico. O INGLÊS COMO LÍNGUA DO MUNDO Fatos históricos recentes explicam o atual papel do inglês como língua do mundo. Em primeiro lugar, temos o grande poderio econômico da Inglaterra nos séculos 18, 19 e 20, alavancado pela Revolução Industrial, e a consequente expansão do colonialismo britânico. Esse verdadeiro império de influência política e econômica atingiu seu ápice na primeira metade do século 20, com uma expansão territorial
  4. 4. que alcançava 20% das terras do planeta. O British Empire chegou a ficar conhecido como "the empire where the sun never sets" devido à sua vasta abrangência geográfica, provocando uma igualmente vasta disseminação da língua inglesa. Em segundo lugar, o poderio político-militar do EUA a partir da segunda guerra mundial e a marcante influência econômica e cultural resultante, acabaram por deslocar o francês como língua predominante nos meios diplomáticos e solidificar o inglês na posição de padrão das comunicações internacionais. American x British Introdução O inglês é falado de maneiras diferentes nos dois lados do Atlântico. Com o passar dos anos, as diferenças entre o inglês britânico e o americano levantaram debates e discussões fervorosas. O inglês britânico moderno é altamente influenciado pelo inglês americano, fazendo com que muitos contrastes desapareçam. A pronúncia é, em alguns casos, bem diferente, mas a grande maioria dos cidadãos americanos e britânicos entendem facilmente uns aos outros. Antes de focarmos as diferenças mais importantes entre os dois principais tipos de inglês, ressaltamos que estas diferenças são de importância mínima, e, com a internacionalização em andamento do nosso mundo moderno, pode-se afirmar que elas estão diminuindo. Durante a maior parte do século XIX, alguns cidadãos ingleses defendiam a opinião de que os americanos estavam "maculando" ou "corrompendo" sua língua-mãe. Se interpretarmos "maculando" e "corrompendo" por "mudando", então estes puristas ingleses estavam mesmo corretos. No entanto, eles não entendiam que a mudança é o destino inevitável de todas as línguas vivas. Ainda assim, as suas reações parecem compreensíveis. Talvez os orgulhosos cidadãos do país colonizador se consideravam os "guardiões" da língua inglesa. Porém, mesmo os próprios "guardiões" não estavam imunes a ataques dos seus irmãos "Ianques". Até mesmo nos dias atuais você ainda irá ouvir pessoas comparando o inglês britânico e o americano e discutindo qual é o "melhor tipo de inglês". Tais discussões, todavia, revelam no final das contas nada mais que uma preferência pessoal de alguém. Defender que uma variedade qualquer de inglês é superior a outra é o mesmo que dizer que carne assada é melhor que frango à milanesa. Há alguns autores, por exemplo, que sustentam que a versão falada do inglês americano está se tornando cada vez mais dominante por diversas razões. Um exemplo que ilustra por que o inglês americano tem um maior impacto sobre o inglês britânico que vice-versa: quando você vai para o Reino Unido e liga a TV, você vê muitos programas e filmes americanos os quais, obviamente, são transmitidos em sua
  5. 5. versão original, ou seja, americana. Consequentemente, em especial os jovens que assistem TV irão aprender muito do vocabulário e expressões idiomáticas norte-americanos, que são facilmente internalizados e utilizados como se fossem de sua própria língua. Além do mais, o inglês britânico moderno é muito mais passível de ser influenciado pelo inglês americano do que o contrário, pois, se você mora nos E.U.A. e assiste TV, raramente verá um programa ou filme britânico. Hoje em dia, o inglês se tornou uma Língua Franca, falado com muitos sotaques por muitas pessoas no mundo. Em vista dessa diversidade cultural a noção de que o inglês britânico é o "melhor tipo de inglês" é claramente ultrapassada. O inglês britânico é simplesmente uma dentre as muitas variedades singulares de inglês que existem hoje. Para completar, as poucas diferenças que existem entre o inglês britânico e o americano tendem muito mais a enriquecer a comunicação do que a torná-la mais lenta. Antes de entrarmos em detalhes sobre o tema inglês britânico, vamos primeiramente clarificar o termo inglês britânico. Para atendermos às nossas propostas, iremos utilizar o termo inglês britânico para nos referirmos somente ao inglês falado na Inglaterra. Tal distinção é necessária pela simples razão de que o termo inglês britânico pode ser mal interpretado. Talvez ele possa ser entendido como um termo genérico para todas ou qualquer variedade de inglês falado nas Ilhas Britânicas, que são formadas por Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda. A ideia de que estes países formam uma cultura ou grupo linguístico homogêneno é errônea. Os irlandeses, escoceses e galeses provavelmente ficariam ofendidos caso fossem chamados de ingleses. Diferentemente da Inglaterra, cuja maioria dos habitantes são de origem anglo-saxônica, as populações da Irlanda, Escócia e País de Gales são predominantemente de origem celta. A única maneira de sermos justos ao Inglês Irlandês, Escocês ou Galês seria discutirmos separadamente cada um deles. 1. Diferenças de Vocabulário Se você estiver na Inglaterra e quiser comprar doces, você terá que pedir sweets. Nos Estados Unidos, uma pessoa pede dessert (sobremesa) depois do jantar, ao passo que uma pessoa na Inglaterra pedirá um sweet ou uma dessert (ambos os termos significando sobremesa.) Há uma história de um inglês que visitava Nova Iorque pela primeira vez e parou um homem para perguntar--lhe como se chegava ao underground. A resposta que ele recebeu do nova-iorquino foi bastante direta e rude. "Não sei. Por que você não tenta se matar?" O nova-iorquino achou, de modo errôneo, que o inglês estava interessado em se encontrar com o próprio Lúcifer. Pouco sabia o nova-iorquino que no inglês britânico, o underground (também conhecido como tube) é nada mais nada menos que o subway.
  6. 6. A seguir, apresentamos uma lista das palavras mais comuns. Na primeira coluna, colocamos a palavra em inglês americano, na segunda, seu equivalente britânico, e na terceira, a tradução para o português: American British Portuguese airplane Aeroplane avião apartment Flat apartamento area code dialing code código de área bar Pub bar, taverna candy Sweets doces cookie/cracker Biscuit biscoito crib Cot berço crazy Mad louco crosswalk pedestrian/zebra crossing faixa de pedestre diaper Nappy fralda drugstore, pharmacy chemist's farmácia, drogaria elevator Lift elevador eraser rubber, eraser borracha (escolar) fall/autumn Autumn outono first floor, second floor ground floor, first floor térreo, primeiro piso... flashlight Torch lanterna french fries Chips batatas fritas garbage/trash Rubbish lixo gas/gasoline Petrol. gasolina/combustível highway, freeway main road, motorway estrada, rodovia hood (of a car) Bonnet capô intersection Crossroads cruzamento (de rodovias ou ruas) mad Angry enfurecido mailbox pillar box caixa de correio
  7. 7. mean Nasty mesquinha movie theater Cinema cinema pants, trousers Trousers calças compridas parking lot car park estacionamento railroad Railway ferrovia rest-room, bathroom (public) toilet toalete, banheiro (em restaurantes, hotéis etc.) sidewalk Pavement calçada schedule, timetable Timetable horário store/shop Shop loja subway Underground metrô truck lorry, van caminhão vacation holiday(s) férias zee Zed "zê" - o nome da letra "z" 2. Diferenças de Pronúncia Talvez a maior das diferenças entre o inglês britânico e o americano esteja na pronúncia. O inglês britânico possui também um ritmo diferente, fazendo com que tenha uma pronúncia mais "cortada" e enfática. O inglês americano, por outro lado, tende a ter uma pronúncia mais rápida. 3. Diferenças Gramaticais Para uma melhor compreensão das diferenças gramaticais é necessário um estudo abrangente da gramática da Língua Inglesa.
  8. 8. FORMAÇÃO DE PALAVRAS EM INGLÊS SUFIXOS  Sufixo: -able, -ful, -y, -ive, -ous Função: Adjetivo (cheio de) Exemplo: comfortable, beautiful, guilty, creative, ambitious (comfortável, bonita, culpado, criativo, ambicioso)  Sufixo: -less Função: Adjetivo (sem) Exemplo: hopeless, homeless, endless,wireless(sem esperança, sem lar, sem fim, sem fio)  Sufixo: -less Função: Adjetivo (sem) Exemplo: hopeless, homeless, endless,wireless(sem esperança, sem lar, sem fim, sem fio)  Sufixo: -y, -ty, -ness Função: substantivo (transforma adjetivos e verbos) Exemplo: discovery certainty, happiness (descoberta, certeza, felicidade)  Sufixo: -ly Função: Advérbio (-mente) Exemplo: especially, quickly (especialmente, rapidamente)  Sufixo: -em, - ize Função: verbo (transforma substantivos e adjetivos) Exemplo: strengthen, memorize (fortalecer, memorizar) PREFIXOS  Prefixo: -dis, -um, -in, -im, il, ir Função: Adjetivo ou substantivo (sem) Exemplo: dishonest, impossible, incapable, uncomfortable, illegal, irrational.
  9. 9.  Préfixo: -re Função: verbo (mais uma vez, de novo) Exemplo: reuse, revise, reinvest PHRASAL VERBS Phrasal verbs ou prepositional verbs são verbos em inglês compostos de um verbo e uma preposição ou um advérbio. VERBO SIGNIFICADO PHRASAL VERB SIGNIFICADO Look Olhar Look for Look after Procurar Cuidar Give Dar Give up Give back Desistir Devolver Blow Soprar Blow out Blow up Apagar Estourar Get Conseguir, obter, ganhar... Get along Get along with Get in Get off Get back Get out Get up Get over Progredir Dar-se bem com Entrar Partir, ir embora Regressar, voltar Sair Levantar da cama Recuperar-se Let Deixar Let down Let out Desanimar Sair
  10. 10. PHALSES FRIENDS (FALSOS COGNATOS) São palavras que se assemelham com a nossa língua na grafia, porém diferem no seu significado. INGLÊS – PORTUGUÊS PORTUGUÊS – INGLÊS Actually – na verdade Atualmente – nowadays Amass – acumular Amassar - crush Attend – assistir, participar Atender – to answer Collar – gola Colar – necklace College – faculdade Colégio – school Costume – fantasia Costume – habit Data – dados (informações) Data - date Enroll – inscrever-se Enrolar – to roll Exit – saída Êxito – success Exquisite – belo Esquisito – strange Fabric – tecido Fábrica – factory Legend – lenda Legenda – subtitle Lunch – almoço Lanche – snack Notce – perceber Noticia – News Parents – pais Parentes – relatives Prejudice – preconceito Prejuízo – damage Pretend – fingir Pretender – to intend Push – empurrar Puxar – to pull TRANSPARENT WORDS (PALAVRAS TRANSPARENTES) Palavras que são idênticas ao português, tanto na grafia quanto no seu significado.
  11. 11. READING STRATEGIES (ESTRATÉGIAS DE LEITURA) LEMBRE-SE:  Leitura de textos em inglês não é trabalho de decifração, mas de compreensão;  Há muito mais de dedução de significados do que tradução de palavras. Quanto menos você utilizar o dicionário, melhor;
  12. 12.  Traduções são escolhas. Isso quer dizer que dificilmente haverá uma única tradução correta e possível. Podemos comunicar a mesma ideias de maneiras diferentes;  O mais importante é captar o significado geral;  Divirta-se;

×