SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 28
VARIAÇÕES LINGUÍSTICAS
PORTUGUÊS NO MUNDO
PORTUGUÊS NO MUNDO
AMÉRICA Brasil
ÁFRICA Guiné-Bissau, Cabo Verde, Angola,
Moçambique, São Tomé e Príncipe
ÁSIA Macau (território português),
Goa, Damão, Diu (Índia)
OCEANIA Timor Leste
ILHAS
ATLÂNTICAS
PRÓXIMAS DA
COSTA AFRICANA
Açores e Madeira, parte do Estado
português
O que é Língua?
• Linguagem é
tudo o que
comunica
• Língua é um tipo
de linguagem
que utiliza as
palavras
EVOLUÇÃO DA LÍNGUA
Mas, por que as pessoas falam a
língua portuguesa de forma
“diferente”?
VARIAÇÕES LINGUÍSTICAS
-Como você planta algodão?
-Uai. É igual a mio. Abre a cova e tampa.
-A senhora colhe alguma coisa aqui na horta?
-Cói. Cói fejão, cói mio, cói farinha.
-Como é que você planta arroz?
-Vai abrindo os caminhos com a enxada e a
gente vai
caminhando.
ASSIS, Rosa Maria. Comportamento lingüístico do dialeto rural.
Belo Horizonte, 1982.
VARIAÇÕES LINGUÍSTICAS
Dicionário dos Mano
Mano não vai embora, se manda.
Mano não briga, arranja treta.
Mano não entende, se liga.
Mano não entra, cai pra dentro.
Mano não tá apaixonado, tá a fim.
Mano não tem namorada, tem mina.
Mano não se dá mal, a casa cai.
Mano não tem amigos, tem uns camaradas.
(Extraído da internet, 2003)
SAMBA DO APPROACH
Zeca Baleiro
Venha provar o meu brunch
Saiba que eu tenho
approach Na hora
do lunch
Eu ando de ferryboat
Eu tenho savoir – faire
Meu
temperamento é light
Minha casa é hi – tech
Toda hora rola um
insight Já fui fã
do Jethro Tull
Hoje me amarro no Slash
Minha vida agora é
cool Meu
passado é que foi trash
Fica ligada no link
Depois do décimo drink
Só um bom e velho
engov Eu tirei o
meu green card
E fui pra Miami Beach
Posso não ser pop star
Mas já sou um
noveau riche Eu
tenho sex – appeal
Saca só o meu background
Veloz como Damon Hill
Tenaz como
Fittipaldi Não
dispenso um happy end
Quero jogar no dream team
De dia um macho man
E de noite uma
ENEM
GABARITO A
“Com que roupa eu vou...”
AS VARIAÇÕES...
DADOS IMPORTANTES:
A sociedade é dinâmica:
transforma-se transforma o modo
de as pessoas se relacionarem;
Como consequência,
surgem tipos de variações que
as línguas apresentam, e que
dependem de fatores específicos,
tais como condição social, faixa
etária, diferenças existentes entre
uma região e outra,
AS VARIAÇÕES...
 Variações diafásicas
Variações que se estabelecem em função do contexto
comunicativo, ou seja, a ocasião determina o modo como o
falante se dirige ao interlocutor - se deve ser formal ou
informal.
 Variações diatópicas
Variações ocorridas em razão das diferenças regionais, como,
a palavra “abóbora”, que pode adquirir acepções semânticas
(relacionadas ao significado) em algumas regiões que
divergem umas das outras, como é o caso de “jerimum”.
AS VARIAÇÕES...
 Variações diastráticas 
Variações que ocorrem em virtude da convivência entre os 
grupos sociais. Como exemplo podemos citar a linguagem dos 
advogados, dos surfistas, da classe médica, dos internautas, 
dos meninos de rua, dos médicos etc.
A questão da Variação Linguística
Variação regional (diatópica)
Diferenças linguísticas observadas entre pessoas
de regiões distintas
• Velocidade máxima: O buzú avionado
• A morte pede carona: A misera quer pongar
• Ghost: O encosto
• Corra que a polícia vem aí: Se pique que os homi tão descendo
• Velozes e furiosos: Ariscos e virados no estopô
• Esqueceram de mim: Me crocodilaram
ROLANDO NA NET: E se os tradutores dos títulos de 
filmes fossem baianos...
Variação regional (diatópica)
Variação regional (diatópica)
A divisão dialetal do Brasil , Antenor Nascentes
Variação regional (diatópica)
Variação Social (diastrática)
Em toda comunidade de fala, há sempre variação linguística.Isso quer dizer
que qualquer comunidade, seja pequena, como um distrito semirrural
pertencente a um município, ou grande, como uma capital, um estado ou
um país, sempre apresentará variação linguística, que decorre de vários
fatores como:
Variação Social
Variação de registro (diafásica)
Diz respeito ao uso que se faz da língua em função da situação em que o
usuário e o interlocutor estão envolvidos
Variação de Registro
Pronominais
Dê-me um cigarro
Diz a gramática
Do professor e do aluno
E do mulato sabido
Mas o bom negro e o bom branco
Da Nação Brasileira
Dizem todos os dias
Deixa disso camarada
Me dá um cigarro.
(Oswald de Andrade)
Variação de Registro
FÁVERO, Leonor L. et al. Oralidade e escrita. São Paulo: Cortez, 2005. p. 74
Variação de Registro
Aula variações linguísticas

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguísticaDenise
 
Variações Linguísticas
Variações LinguísticasVariações Linguísticas
Variações Linguísticas7 de Setembro
 
Variação linguistica aulão
Variação linguistica   aulãoVariação linguistica   aulão
Variação linguistica aulãoeeepadrianonobre
 
Aula 04 variacao linguistica
Aula 04   variacao linguisticaAula 04   variacao linguistica
Aula 04 variacao linguisticaMarcia Simone
 
Gêneros Textuais
Gêneros TextuaisGêneros Textuais
Gêneros TextuaisEdna Brito
 
Linguagem, língua, escrita e oralidade
Linguagem, língua, escrita e oralidadeLinguagem, língua, escrita e oralidade
Linguagem, língua, escrita e oralidadeKaren Olivan
 
SEMANA 04 - LÍNGUA PORTUGUESA – 2ª SÉRIE – GÊNEROS DISCURSIVOS E DIGITAIS
SEMANA 04 - LÍNGUA PORTUGUESA – 2ª SÉRIE – GÊNEROS DISCURSIVOS E DIGITAISSEMANA 04 - LÍNGUA PORTUGUESA – 2ª SÉRIE – GÊNEROS DISCURSIVOS E DIGITAIS
SEMANA 04 - LÍNGUA PORTUGUESA – 2ª SÉRIE – GÊNEROS DISCURSIVOS E DIGITAISGernciadeProduodeMat
 
GêNero Textual Carta
GêNero Textual CartaGêNero Textual Carta
GêNero Textual Cartaguest4f8ac9b
 
6º ano E. F. II - Variação Linguística
6º ano E. F. II - Variação Linguística6º ano E. F. II - Variação Linguística
6º ano E. F. II - Variação LinguísticaAngélica Manenti
 
AULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação - PRONTO
AULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação  - PRONTOAULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação  - PRONTO
AULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação - PRONTOMarcelo Cordeiro Souza
 
Elementos da narrativa
Elementos da narrativaElementos da narrativa
Elementos da narrativaAna Castro
 

Mais procurados (20)

Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguística
 
Variedades linguísticas
Variedades linguísticasVariedades linguísticas
Variedades linguísticas
 
Variações Linguísticas
Variações LinguísticasVariações Linguísticas
Variações Linguísticas
 
Variação linguistica aulão
Variação linguistica   aulãoVariação linguistica   aulão
Variação linguistica aulão
 
Aula 04 variacao linguistica
Aula 04   variacao linguisticaAula 04   variacao linguistica
Aula 04 variacao linguistica
 
Generos textuais
Generos textuaisGeneros textuais
Generos textuais
 
Gêneros Textuais
Gêneros TextuaisGêneros Textuais
Gêneros Textuais
 
Linguagem, língua, escrita e oralidade
Linguagem, língua, escrita e oralidadeLinguagem, língua, escrita e oralidade
Linguagem, língua, escrita e oralidade
 
Paráfrase
ParáfraseParáfrase
Paráfrase
 
Variação linguística 1
Variação linguística 1Variação linguística 1
Variação linguística 1
 
SEMANA 04 - LÍNGUA PORTUGUESA – 2ª SÉRIE – GÊNEROS DISCURSIVOS E DIGITAIS
SEMANA 04 - LÍNGUA PORTUGUESA – 2ª SÉRIE – GÊNEROS DISCURSIVOS E DIGITAISSEMANA 04 - LÍNGUA PORTUGUESA – 2ª SÉRIE – GÊNEROS DISCURSIVOS E DIGITAIS
SEMANA 04 - LÍNGUA PORTUGUESA – 2ª SÉRIE – GÊNEROS DISCURSIVOS E DIGITAIS
 
Variação Linguística
Variação LinguísticaVariação Linguística
Variação Linguística
 
Origem da língua portuguesa
Origem da língua portuguesaOrigem da língua portuguesa
Origem da língua portuguesa
 
Gêneros textuais
Gêneros textuaisGêneros textuais
Gêneros textuais
 
GêNero Textual Carta
GêNero Textual CartaGêNero Textual Carta
GêNero Textual Carta
 
6º ano E. F. II - Variação Linguística
6º ano E. F. II - Variação Linguística6º ano E. F. II - Variação Linguística
6º ano E. F. II - Variação Linguística
 
AULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação - PRONTO
AULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação  - PRONTOAULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação  - PRONTO
AULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação - PRONTO
 
Elementos da narrativa
Elementos da narrativaElementos da narrativa
Elementos da narrativa
 
Português Enem
Português EnemPortuguês Enem
Português Enem
 
Concepões de língua, linguagem, norma e fala
Concepões de língua, linguagem, norma e falaConcepões de língua, linguagem, norma e fala
Concepões de língua, linguagem, norma e fala
 

Semelhante a Aula variações linguísticas

Slides língua portuguesa apresentação
Slides língua portuguesa apresentaçãoSlides língua portuguesa apresentação
Slides língua portuguesa apresentaçãoblogdoalunocefa
 
Variação ling.
Variação ling.Variação ling.
Variação ling.lollynakimi
 
Fatores responsáveis pela variação linguística
Fatores responsáveis pela variação linguísticaFatores responsáveis pela variação linguística
Fatores responsáveis pela variação linguísticaJohnJeffersonAlves1
 
Produção de Material Didático e Multimeios
Produção de Material Didático e MultimeiosProdução de Material Didático e Multimeios
Produção de Material Didático e MultimeiosLOCIMAR MASSALAI
 
Trabalhando noções de variação linguística
Trabalhando noções de variação linguísticaTrabalhando noções de variação linguística
Trabalhando noções de variação linguísticaCristianoGaio1
 
Slide sobre as linguagens, aula para - 1º ANO
Slide sobre as linguagens, aula para   - 1º ANOSlide sobre as linguagens, aula para   - 1º ANO
Slide sobre as linguagens, aula para - 1º ANOy6bf72znm9
 
Variacões linguísticas conceito
Variacões linguísticas conceitoVariacões linguísticas conceito
Variacões linguísticas conceitoMarcela Santos
 
Variação Linguística e Preconceito Linguístico.pptx
Variação Linguística e Preconceito Linguístico.pptxVariação Linguística e Preconceito Linguístico.pptx
Variação Linguística e Preconceito Linguístico.pptxJaineCarolaineLima
 
Variao lingustica-1234443479839338-3
Variao lingustica-1234443479839338-3Variao lingustica-1234443479839338-3
Variao lingustica-1234443479839338-3Tuh Caldas
 
LINGUAGEM - VARIAÇÃO LINGUÍSTICA - NÍVEIS DE LINGUAGEM - edição 2022.pptx
LINGUAGEM -  VARIAÇÃO LINGUÍSTICA  -  NÍVEIS DE LINGUAGEM - edição 2022.pptxLINGUAGEM -  VARIAÇÃO LINGUÍSTICA  -  NÍVEIS DE LINGUAGEM - edição 2022.pptx
LINGUAGEM - VARIAÇÃO LINGUÍSTICA - NÍVEIS DE LINGUAGEM - edição 2022.pptxJaineCarolaineLima
 
sec-ii-variac387c383o-linguc38dstica.pptx
sec-ii-variac387c383o-linguc38dstica.pptxsec-ii-variac387c383o-linguc38dstica.pptx
sec-ii-variac387c383o-linguc38dstica.pptxirmaosbatista2023
 
LINGUAGEM - VARIAÇÃO LINGUÍSTICA - NÍVEIS DE LINGUAGEM - edição 2022.pptx
LINGUAGEM -  VARIAÇÃO LINGUÍSTICA  -  NÍVEIS DE LINGUAGEM - edição 2022.pptxLINGUAGEM -  VARIAÇÃO LINGUÍSTICA  -  NÍVEIS DE LINGUAGEM - edição 2022.pptx
LINGUAGEM - VARIAÇÃO LINGUÍSTICA - NÍVEIS DE LINGUAGEM - edição 2022.pptxOsnilReis1
 
Variao lingustica-1234443479839338-3
Variao lingustica-1234443479839338-3Variao lingustica-1234443479839338-3
Variao lingustica-1234443479839338-3Orniane Pinheiro
 
Variedadeslingusticas 120330142710-phpapp02
Variedadeslingusticas 120330142710-phpapp02Variedadeslingusticas 120330142710-phpapp02
Variedadeslingusticas 120330142710-phpapp02Fernanda Oliveira
 
Roteiro autoral -_07_a_11_de_dezembro
Roteiro autoral -_07_a_11_de_dezembroRoteiro autoral -_07_a_11_de_dezembro
Roteiro autoral -_07_a_11_de_dezembroescolacaiosergio
 

Semelhante a Aula variações linguísticas (20)

Slides língua portuguesa apresentação
Slides língua portuguesa apresentaçãoSlides língua portuguesa apresentação
Slides língua portuguesa apresentação
 
Variação ling.
Variação ling.Variação ling.
Variação ling.
 
Fatores responsáveis pela variação linguística
Fatores responsáveis pela variação linguísticaFatores responsáveis pela variação linguística
Fatores responsáveis pela variação linguística
 
Produção de Material Didático e Multimeios
Produção de Material Didático e MultimeiosProdução de Material Didático e Multimeios
Produção de Material Didático e Multimeios
 
Trabalhando noções de variação linguística
Trabalhando noções de variação linguísticaTrabalhando noções de variação linguística
Trabalhando noções de variação linguística
 
Slide sobre as linguagens, aula para - 1º ANO
Slide sobre as linguagens, aula para   - 1º ANOSlide sobre as linguagens, aula para   - 1º ANO
Slide sobre as linguagens, aula para - 1º ANO
 
Variação Linguística - APP
Variação Linguística - APPVariação Linguística - APP
Variação Linguística - APP
 
comunicação.pdf
comunicação.pdfcomunicação.pdf
comunicação.pdf
 
Variedades dialetais bagno_2011 (2)
Variedades dialetais bagno_2011 (2)Variedades dialetais bagno_2011 (2)
Variedades dialetais bagno_2011 (2)
 
Variacões linguísticas conceito
Variacões linguísticas conceitoVariacões linguísticas conceito
Variacões linguísticas conceito
 
Variação Linguística e Preconceito Linguístico.pptx
Variação Linguística e Preconceito Linguístico.pptxVariação Linguística e Preconceito Linguístico.pptx
Variação Linguística e Preconceito Linguístico.pptx
 
Variao lingustica-1234443479839338-3
Variao lingustica-1234443479839338-3Variao lingustica-1234443479839338-3
Variao lingustica-1234443479839338-3
 
LINGUAGEM - VARIAÇÃO LINGUÍSTICA - NÍVEIS DE LINGUAGEM - edição 2022.pptx
LINGUAGEM -  VARIAÇÃO LINGUÍSTICA  -  NÍVEIS DE LINGUAGEM - edição 2022.pptxLINGUAGEM -  VARIAÇÃO LINGUÍSTICA  -  NÍVEIS DE LINGUAGEM - edição 2022.pptx
LINGUAGEM - VARIAÇÃO LINGUÍSTICA - NÍVEIS DE LINGUAGEM - edição 2022.pptx
 
sec-ii-variac387c383o-linguc38dstica.pptx
sec-ii-variac387c383o-linguc38dstica.pptxsec-ii-variac387c383o-linguc38dstica.pptx
sec-ii-variac387c383o-linguc38dstica.pptx
 
LINGUAGEM - VARIAÇÃO LINGUÍSTICA - NÍVEIS DE LINGUAGEM - edição 2022.pptx
LINGUAGEM -  VARIAÇÃO LINGUÍSTICA  -  NÍVEIS DE LINGUAGEM - edição 2022.pptxLINGUAGEM -  VARIAÇÃO LINGUÍSTICA  -  NÍVEIS DE LINGUAGEM - edição 2022.pptx
LINGUAGEM - VARIAÇÃO LINGUÍSTICA - NÍVEIS DE LINGUAGEM - edição 2022.pptx
 
Variao lingustica-1234443479839338-3
Variao lingustica-1234443479839338-3Variao lingustica-1234443479839338-3
Variao lingustica-1234443479839338-3
 
Variedadeslingusticas 120330142710-phpapp02
Variedadeslingusticas 120330142710-phpapp02Variedadeslingusticas 120330142710-phpapp02
Variedadeslingusticas 120330142710-phpapp02
 
variaeslingusticas-150714203732-lva1-app6891.pptx
variaeslingusticas-150714203732-lva1-app6891.pptxvariaeslingusticas-150714203732-lva1-app6891.pptx
variaeslingusticas-150714203732-lva1-app6891.pptx
 
Variações linguísticas
Variações linguísticasVariações linguísticas
Variações linguísticas
 
Roteiro autoral -_07_a_11_de_dezembro
Roteiro autoral -_07_a_11_de_dezembroRoteiro autoral -_07_a_11_de_dezembro
Roteiro autoral -_07_a_11_de_dezembro
 

Mais de Curso Letrados

Mais de Curso Letrados (6)

Aula texto
Aula textoAula texto
Aula texto
 
Aula patrimônio cultural
Aula patrimônio culturalAula patrimônio cultural
Aula patrimônio cultural
 
Aula gêneros textuais
Aula gêneros textuaisAula gêneros textuais
Aula gêneros textuais
 
Aula fonologia e acentuação
Aula fonologia e acentuaçãoAula fonologia e acentuação
Aula fonologia e acentuação
 
Aula figuras de linguagem
Aula figuras de linguagemAula figuras de linguagem
Aula figuras de linguagem
 
Aula dissertação
Aula dissertaçãoAula dissertação
Aula dissertação
 

Último

6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptxErivaldoLima15
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptxpamelacastro71
 
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzparte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzAlexandrePereira818171
 
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxRevolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxHlioMachado1
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfErasmo Portavoz
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxAntonioVieira539017
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxJMTCS
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.HildegardeAngel
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
A população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoadoA população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoadodanieligomes4
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 

Último (20)

6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
 
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzparte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
 
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxRevolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
A população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoadoA população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoado
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 

Aula variações linguísticas

  • 3. PORTUGUÊS NO MUNDO AMÉRICA Brasil ÁFRICA Guiné-Bissau, Cabo Verde, Angola, Moçambique, São Tomé e Príncipe ÁSIA Macau (território português), Goa, Damão, Diu (Índia) OCEANIA Timor Leste ILHAS ATLÂNTICAS PRÓXIMAS DA COSTA AFRICANA Açores e Madeira, parte do Estado português
  • 4. O que é Língua? • Linguagem é tudo o que comunica • Língua é um tipo de linguagem que utiliza as palavras
  • 6. Mas, por que as pessoas falam a língua portuguesa de forma “diferente”?
  • 7. VARIAÇÕES LINGUÍSTICAS -Como você planta algodão? -Uai. É igual a mio. Abre a cova e tampa. -A senhora colhe alguma coisa aqui na horta? -Cói. Cói fejão, cói mio, cói farinha. -Como é que você planta arroz? -Vai abrindo os caminhos com a enxada e a gente vai caminhando. ASSIS, Rosa Maria. Comportamento lingüístico do dialeto rural. Belo Horizonte, 1982.
  • 8. VARIAÇÕES LINGUÍSTICAS Dicionário dos Mano Mano não vai embora, se manda. Mano não briga, arranja treta. Mano não entende, se liga. Mano não entra, cai pra dentro. Mano não tá apaixonado, tá a fim. Mano não tem namorada, tem mina. Mano não se dá mal, a casa cai. Mano não tem amigos, tem uns camaradas. (Extraído da internet, 2003)
  • 9. SAMBA DO APPROACH Zeca Baleiro Venha provar o meu brunch Saiba que eu tenho approach Na hora do lunch Eu ando de ferryboat Eu tenho savoir – faire Meu temperamento é light Minha casa é hi – tech Toda hora rola um insight Já fui fã do Jethro Tull Hoje me amarro no Slash Minha vida agora é cool Meu passado é que foi trash Fica ligada no link Depois do décimo drink Só um bom e velho engov Eu tirei o meu green card E fui pra Miami Beach Posso não ser pop star Mas já sou um noveau riche Eu tenho sex – appeal Saca só o meu background Veloz como Damon Hill Tenaz como Fittipaldi Não dispenso um happy end Quero jogar no dream team De dia um macho man E de noite uma
  • 10. ENEM
  • 12. “Com que roupa eu vou...”
  • 13. AS VARIAÇÕES... DADOS IMPORTANTES: A sociedade é dinâmica: transforma-se transforma o modo de as pessoas se relacionarem; Como consequência, surgem tipos de variações que as línguas apresentam, e que dependem de fatores específicos, tais como condição social, faixa etária, diferenças existentes entre uma região e outra,
  • 14. AS VARIAÇÕES...  Variações diafásicas Variações que se estabelecem em função do contexto comunicativo, ou seja, a ocasião determina o modo como o falante se dirige ao interlocutor - se deve ser formal ou informal.  Variações diatópicas Variações ocorridas em razão das diferenças regionais, como, a palavra “abóbora”, que pode adquirir acepções semânticas (relacionadas ao significado) em algumas regiões que divergem umas das outras, como é o caso de “jerimum”.
  • 15. AS VARIAÇÕES...  Variações diastráticas  Variações que ocorrem em virtude da convivência entre os  grupos sociais. Como exemplo podemos citar a linguagem dos  advogados, dos surfistas, da classe médica, dos internautas,  dos meninos de rua, dos médicos etc.
  • 16.
  • 17. A questão da Variação Linguística
  • 18. Variação regional (diatópica) Diferenças linguísticas observadas entre pessoas de regiões distintas
  • 19. • Velocidade máxima: O buzú avionado • A morte pede carona: A misera quer pongar • Ghost: O encosto • Corra que a polícia vem aí: Se pique que os homi tão descendo • Velozes e furiosos: Ariscos e virados no estopô • Esqueceram de mim: Me crocodilaram ROLANDO NA NET: E se os tradutores dos títulos de  filmes fossem baianos... Variação regional (diatópica)
  • 20. Variação regional (diatópica) A divisão dialetal do Brasil , Antenor Nascentes
  • 22. Variação Social (diastrática) Em toda comunidade de fala, há sempre variação linguística.Isso quer dizer que qualquer comunidade, seja pequena, como um distrito semirrural pertencente a um município, ou grande, como uma capital, um estado ou um país, sempre apresentará variação linguística, que decorre de vários fatores como:
  • 24. Variação de registro (diafásica) Diz respeito ao uso que se faz da língua em função da situação em que o usuário e o interlocutor estão envolvidos
  • 25. Variação de Registro Pronominais Dê-me um cigarro Diz a gramática Do professor e do aluno E do mulato sabido Mas o bom negro e o bom branco Da Nação Brasileira Dizem todos os dias Deixa disso camarada Me dá um cigarro. (Oswald de Andrade)
  • 26. Variação de Registro FÁVERO, Leonor L. et al. Oralidade e escrita. São Paulo: Cortez, 2005. p. 74