Allan Kardec

62.708 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Turismo
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
62.708
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
56.959
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
196
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Allan Kardec

  1. 1. ALLAN KARDEC
  2. 2. Seu nome: Hippolyte Léon Denizard Rivail . Seu pseudônimo, Allan Kardec , assumido pelo Professor Rivail para distinguir sua obra pedagógica de seu esforço na codificação da Doutrina Espírita , trabalho realizado sob a inspiração do Plano Espiritual. A escolha deste nome, conforme narra o próprio Kardec , deve-se à descoberta de que, em uma de suas existências, ele habitara entre os druidas, na Gália, justamente com essa identidade.
  3. 3. Nascido na França, em 3 de outubro de 1804 , foi estudante da Escola Pestalozzi, na Suíça, fase que marca profundamente seus ideais educativos. Esta influência o levou a optar profissionalmente pela área da educação, à qual se entregou de corpo e alma até completar 50 anos, quando então passou a se interessar cada vez mais pelos fenômenos espirituais que, na época, causavam frenesi nos círculos da alta sociedade, que se reunia para observar as mesas girantes, entre outros eventos de origem desconhecida naquele momento.
  4. 4. A princípio, Kardec atribuiu estes eventos ao fenômeno conhecido como magnetismo animal, alvo de suas pesquisas em 1854. Apenas um ano depois passou a integrar os grupos que se reuniam em torno destes acontecimentos. Ele passa, a partir daí, a pesquisar com empenho e persistência as causas destes fatos aparentemente sobrenaturais.
  5. 5. Habituado às investigações teórico-experimentais realizadas no universo acadêmico, Kardec aplica este mesmo método aos fenômenos espirituais, com o objetivo de se aprofundar no conhecimento de suas origens. Ao alcançar estas fontes, ele se certifica da veracidade destas ocorrências.
  6. 6. Percebendo a complexidade das respostas oferecidas pelo movimento das mesas, ele conclui, em seus estudos meticulosos, que há realmente uma interferência dos espíritos nestas comunicações rudimentares.
  7. 7. Convencido, ele mergulha nesta realidade espiritual e se dedica, de 1855 a 1869, à Codificação Espírita , sob a orientação dos Espíritos Superiores, liderados pelo Espírito da Verdade , lançando assim as sementes do que viria a ser conhecido como Espiritismo , doutrina que se baseia em três alicerces – a Religião , a Ciência e a Filosofia . Unem-se assim o conhecimento empírico e o espiritual.
  8. 8. Kardec iniciou sua missão em 1857, com a publicação de O Livro dos Espíritos , seguido do lançamento da Revista Espírita , no ano de 1858. Neste mesmo período ele fundou a Sociedade Parisiense de Estudos Espíritas . Vieram depois: O Livro dos Médiuns (1861), O Evangelho Segundo o Espiritismo (1864), O Céu e o Inferno (1865), A Gênese (1868).
  9. 9. O codificador da Doutrina Espírita desencarnou em 31 de março de 1869, aos 65 anos. Em sua lápide lê-se a seguinte frase em francês: “ Nascer, morrer, renascer ainda e progredir sem cessar, tal é a lei”.
  10. 10. FORMATAÇÃO: Mima (Wilma) Badan [email_address] MÚSICA: Spring Sonata para violino e piano (Beethoven) (Repasse com os devidos créditos)

×