Obras básicas

758 visualizações

Publicada em

CURSO DO ESDE DO GRUPO ESPÍRITA ALLAN KARDEC- LAVRAS MG

Publicada em: Espiritual
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
758
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
64
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Obras básicas

  1. 1. Obras Básicas Verdadeira enciclopédia de ensinamentos transcendentais, a Codificação [...] foi o fruto, sazonado e bendito, de um plano arquitetado na Espiritualidade, havendo um de seus elaboradores concretizado a parte que lhe cabia desempenhar, já encarnado na Terra - Allan Kardec. Nº01
  2. 2. Espiritismo é uma filosofia de bases científicas e consequências ético-morais. Anete Guimarães Definição de espiritismo por Erasto Nº02
  3. 3.  As obras básicas do Espiritismo são contadas em número de 5, foram escritas por Allan Kardec, baseado nos ensinos transmitidos pelos Espíritos, e nas observações que o educador lionês fez acerca dos fenômenos do mundo espiritual.  A ordem de publicação das obras da codificação não foi arbitrária. Obedecia à orientação da equipe de Espíritos Superiores que assistiam Kardec. Nº03
  4. 4.  A Codificação Espírita compreende as seguintes obras, obedecendo à ordem de publicação: O Livro dos Espíritos (18 de abril de1857); O Livro dos Médiuns (janeiro de 1861); O Evangelho Segundo o Espiritismo (abril de 1864); O Céu e o Inferno (agosto de 1865); A Gênese (janeiro de 1868). Nº04
  5. 5. De onde vim? Livro dos Espíritos Livro 1º – 1 a 75 Quem sou? Introdução + Gênese + Livro dos Médiuns + Evangelho + Céu e Inferno Questões de 1 a 1019 O que sinto? Livro dos Espíritos Livro 2º – 76 a 613 Por que sofro? Livro dos Espíritos Livro 3º – 614 a 919 Para onde vou? Livro dos Espíritos Livro 4º – 920 a 1019 Nº05
  6. 6. O Livro dos Espíritos trata dos princípios da Doutrina Espírita sobre a imortalidade da alma, a natureza dos Espíritos e suas relações com os homens, as leis morais, a vida presente, a vida futura e o porvir da Humanidade. Allan Kardec: O Livro dos Espíritos – Folha de Rosto. O Livro dos Médiuns contém o ensino especial dos Espíritos sobre a teoria de todos os gêneros de manifestações, os meios de comunicação com o mundo invisível, o desenvolvimento da mediunidade, as dificuldades e os tropeços que se podem encontrar na prática do Espiritismo. Allan Kardec: O Livro dos Médiuns – Folha de Rosto. Nº06
  7. 7. O Evangelho Segundo o Espiritismo oferece a explicação das máximas morais do Cristo em concordância com o Espiritismo e suas aplicações às diversas circunstâncias da vida. Allan Kardec: O Evangelho Segundo Espiritismo – Folha de Rosto. O Céu e o Inferno apresenta um [...] exame comparado das doutrinas sobre a passagem da vida corporal à vida espiritual, sobre as penalidades e recompensas futuras, sobre os anjos e demônios, sobre as penas, etc, ...e exemplos sobre as diferentes situações nos Espíritos desmaterializados. Allan Kardec: O Céu e o Inferno – Folha de Rosto. Nº07
  8. 8. Em A Gênese consta que a Doutrina Espírita há resultado do ensino coletivo e concordante dos Espíritos. A Ciência é chamada a constituir a Gênese de acordo com as leis da Natureza. Allan Kardec: A Gênese – Folha de Rosto. Nº08
  9. 9. 1. O Livro dos Espíritos (18 de abril de 1857) 2. O Livro dos Médiuns (janeiro de 1861) (abril de 1864) 4.O Céu e o Inferno (agosto de 1865) 5. A Gênese (janeiro de 1868) 3. O Evangelho segundo o Espiritismo Nº09
  10. 10.  1ª edição publicada em 18 de abril de 1857, contendo 531 questões, respondidas pela equipe espiritual liderada pelo Espírito da Verdade;  2ª edição lançada em 18 de março de 1860, considerada por Kardec como definitiva, contendo 1.019 questões;  As mensagens foram recebidas pelas médiuns Caroline e Julie Baudin, pela Senhorita Japhet e por outros médiuns. Nº10
  11. 11. Em suma, O Livro dos Espíritos é um repositório de princípios fundamentais de onde emergem inúmeras «tomadas» para outras tantas especulações, conquistas e realizações. Nele estão os germes de todas as grandes ideias que a humanidade sonhou pelos tempos afora, mas os Espíritos não realizam por nós o nosso trabalho. Em nenhum outro cometimento humano vê-se tão claramente os sinais de uma inteligente, consciente e preestabelecida coordenação de esforços entre as duas faces da vida – a materializada (encarnada) e a desmaterializada (desencarnada). Nº11
  12. 12.  Segunda obra da Codificação, publicada em janeiro de 1861;  O Livro dos Médiuns é a obra básica da Ciência Espírita; graças a ele, o Espiritismo firmou-se como Ciência Experimental.  Ensino especial dos Espíritos sobre a teoria de todos os gêneros de manifestações, os meios de comunicação com o mundo invisível, o desenvolvimento da mediunidade, as dificuldades e os tropeços que se podem encontrar na prática do Espiritismo. Nº12
  13. 13. Mais de cem anos depois de publicado, O Livro dos Médiuns é ainda o roteiro seguro para médiuns e dirigentes de sessões práticas, e os doutrinadores encontram em suas páginas abundantes ensinamentos, preciosos e seguros, que a todos habilitam à nobre tarefa de comunicação com os Espíritos, sem os perigos da improvisação, das crendices e do empirismo rotineiro, fruto do comodismo e da fuga ao estudo. Nº13
  14. 14.  Publicado em abril de 1864;  Enquanto O Livro dos Espíritos apresenta a filosofia Espírita, O Livro dos Médiuns a Ciência Espírita e O Evangelho Segundo o Espiritismo oferece a base do aspecto religioso, com seus fundamentos morais.  O Evangelho Segundo o Espiritismo compõe-se de 28 capítulos, 27 dos quais dedicados à explicação das máximas de Jesus, sua concordância com o Espiritismo e sua aplicação às diversas situações da vida e o capítulo 28 é uma coletânea de preces espíritas. Nº14
  15. 15. Podem dividir-se em cinco partes as matérias contidas nos Evangelhos: Os atos comuns da vida do Cristo; Os milagres; As predições; As palavras que foram tomadas pela Igreja para fundamento de seus dogmas; e o ensino moral. As quatro primeiras têm sido objeto de controvérsias; a última, porém, conservou-se constantemente inatacável.  Diante desse Código Divino, a própria incredulidade se curva. Nº15
  16. 16.  Lançado em 1º de agosto de 1865;  Denominado também “A Justiça Divina Segundo o Espiritismo”, este livro oferece o exame comparado das doutrinas sobre a passagem da vida corporal à vida espiritual.  O Céu e o Inferno coloca ao alcance de todos o conhecimento do mecanismo pelo qual se processa a Justiça Divina, em concordância com o princípio evangélico: “A cada um, segundo suas obras”. Nº16
  17. 17. É o guia do viajor, antes de entrar num país novo. A vida de além-túmulo aí se desdobra sob todos os seus aspectos, como um vasto panorama; Cada um aí colherá novos motivos de esperança e de consolação, e novos suportes para firmar a fé no futuro e na justiça de Deus. Nº17
  18. 18.  Lançado em 06 de janeiro de 1868, fechando assim, o ciclo das Obras da Codificação.  Esta nova obra, esclarece Kardec, é mais um passo no terreno das conseqüências e das aplicações do Espiritismo. Conforme seu título o indica, ela tem por objeto o estudo dos três pontos até agora diversamente interpretados e comentados: a Gênese, os Milagres e as Predições, em suas relações com as leis reveladas a partir da observação dos fenômenos espíritas”. Nº18
  19. 19. A caridade, sua base inabalável, dele fez o laço das almas eternas; A ciência..., A solidariedade..., A progressão..., O espírito liberal dele farão o traço de união das almas fortes. [...] A questão de origem que se liga à Gênese é para todos apaixonante. Um livro escrito sobre esta matéria deve, em consequência, interessar a todos os espíritos sérios. Nº19
  20. 20. Outras publicações  Este livro foi publicado somente 21 anos após a desencarnação de Allan Kardec.  Ao lado das obras da Codificação Espírita que formam o “Pentateuco Kardequiano”, Obras Póstumas constitui valiosa contribuição ao esclarecimento de vários temas fundamentais do Espiritismo.  Na segunda parte Kardec relata, com detalhes, sua iniciação no Espiritismo, a revelação de sua missão, a identificação de seu Guia espiritual, além de outros fatos relacionados a acontecimentos pessoais. Nº20
  21. 21.  Este livro apresenta as Noções Elementares do mundo invisível, pelas manifestações dos Espíritos.  Com o resumo dos princípios da Doutrina Espírita e respostas às principais objeções que podem ser apresentadas  Contém a Biografia de Allan Kardec por Henri Sausse 1859 Nº21
  22. 22.  A Revista Espírita editada por Allan Kardec é composta de 12 volumes, referentes aos anos de 1858 a 1869. Nessa Revista, Kardec explicava à luz da Doutrina Espírita os fatos que aconteciam na época; publicava mensagens, escrevia artigos, refutava os detratores do Espiritismo, enfim é um manancial de informações para o estudante do Espiritismo. Nº22
  23. 23. O Espírito Hilário Silva no livro "O Espírito de Verdade" (FEB), nos conta uma história acontecida na França do tempo de Kardec de um livreiro que manda para Kardec um livro ricamente encadernado e narra na dedicatória que estava quase para se suicidar pulando da ponte no rio Sena, quando tocou em algo que caiu no chão, era "O Livro dos Espíritos“ - curioso ele leu o livro, pois que, no mesmo estava escrito na folha de rosto: Nº23
  24. 24. Nº24

×