Cartografia odete

3.801 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.801
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2.450
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
43
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cartografia odete

  1. 1. VICTOR COUTINHO MACHADO
  2. 2. ORIENTAÇÃO – ROSA DOS VENTOS
  3. 3. Orientação pelo Sol e Lua A Partir de observações feitas pelo ser humano, constatou-se que todos os dias esse astro surge, ao amanhecer, sempre num lado do horizonte, e desaparece, ao anoitecer, no lado oposto, e a Lua também. Baseado nessa observação, foi determinado um conjunto de pontos de referência, os pontos cardeais: Norte(N), Sul(S), Leste(E ou L) e Oeste(W ou O).
  4. 4.  Observando a imagem percebemos que o sol nasce sempre do mesmo lado (Leste) e se põe (Oeste).
  5. 5. Orientação pela bússola A Bússola é um instrumento de orientação que se parece com um relógio. Possui uma agulha imantada na ponta que gira sobre um eixo, onde está desenhada uma rosa-dos-ventos. A Agulha imantada aponta sempre para o pólo norte magnético, que atua como um grande imã.
  6. 6. GPS (Global Positioning System) Sistema de posicionamento global, um receptor conectado a uma rede de satélites artificiais, informando a localização exata de um ponto na superfície do planeta através de uma extensa rede de paralelos e meridianos espalhados pelo planeta.
  7. 7. Localização no espaço geográfico Coordenadas geográficas – Conjunto de linhas imaginárias traçadas sobre os mapas e globos que representam a superfície da Terra. Essas linhas são chamadas de Meridianos e Paralelos.
  8. 8.  Paralelos – Linhas imaginárias horizontais que circundam o planeta no sentido Leste-Oeste, dividindo o planeta em dois hemisférios: Norte e Sul. O Principal paralelo é a Linha do Equador. Meridianos – São linhas imaginárias verticais que circundam o planeta no sentido Norte-Sul, dividindo o planeta em dois hemisférios: Oriental (Leste) e Ocidental (Oeste). O principal meridiano é o de Greenwich.
  9. 9. FUSOS HORÁRIOS NO MUNDO180º 165º 150 135º 120º 105º 90º 75º 60º 45º 30º 15º 0 15º 30º 45º 60º 75º 90º 105º 120º 135º 150º 165º 180º Fonte: http://www.plantelturismo.com.br/fusohorario.htm
  10. 10. Cálculo para Oeste-Leste Hemisférios diferentes soma-se as longitudesCidade A (Longitude 140ºW): são 6 horasCidade B (Longitude 30º E): são ............Determine o horário na cidade B.140º + 30º = 170ºSoma-se as longitudes, pois as cidade situam-se em hemisférios diferentes.170º dividido por 15º (a quantia de cada fuso horário) tem-se o seguinte resultado: 11 e multiplica-se por 15 e acha-se 165º e diminui-se de 170º e sobra 5º de resto, logo multiplica-se por 4, pois 4 min é o valor de 1º grau que corresponde à 60 min ou seja 1 hora dividida por 15 e o resultado é 20 minutos, logo na cidade B são 11 horas e 20 minutos a mais que na cidade A, ou 17h 20 min.
  11. 11. Cálculo para hemisférios iguais, diminui-se as longitudes.Cidade A (Longitude 30º W): são 18:00 horasCidade B (Longitude 140º W): são ............Determine o horário na cidade B.140º - 30º = 110ºSubtrai-se as longitudes, pois as cidade situam-se em hemisférios iguais.110º dividido por 15º (a quantia de cada fuso horário) chega-se ao seguinte resultado: 7 e multiplica-se por 15 e acha-se 105º e diminui-se de 110º e acha-se 5º de resto, logo multiplica-se por 4, pois 4 min é o valor de 1ºem 15º (um fuso) que corresponde à 60 min ou seja 1 hora e resultando em 20 minutos, logo na cidade B são 7 horas e 20 minutos a menos que na cidade A, ou 10h 40 min.Ou 17:60 – 7:20 = 10:40 min
  12. 12. Fusos Horários no Brasil
  13. 13. Estações do Ano
  14. 14. PROJEÇÕESCARTOGRÁFICAS
  15. 15. O QUE SÃO AS PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS?Os sistemas de projeções constituem-se de uma fórmula matemática que transforma as coordenadas geográficas, a partir de uma superfície esférica, em coordenadas planas, mantendo correspondência entre elas. O uso deste artifício geométrico das projeções consegue reduzir as deformações, mas nunca eliminá-las.
  16. 16. PLANISFÉRIO
  17. 17. TIPOS MAIS COMUNS DE PROJEÇÕESA maioria dos mapas é feita a partir da projeção dos meridianos e paralelos curvos da esfera terrestre numa das figuras geométricas abaixo.
  18. 18. PROJEÇÃO CILÍNDRICA Na projeção cilíndrica, a superfície terrestre é projetada sobre um cilindro tangente ao elipsóide que então é longitudinalmente cortado e planificado.
  19. 19. Nesta projeção os meridianos e os paralelos sãolinhas retas que se cortam em ângulos retos. Nelaas regiões polares aparecem muito exageradas. Osmapas-múndi são feitos em projeções cilíndricas.
  20. 20. PROJEÇÃO CÔNICA Na projeção cônica, a superfície terrestre é projetada sobre um cone tangente ao elipsóide que então é longitudinalmente cortado e planificado.
  21. 21. Nesta projeção os meridianos convergem para os pólos e os paralelos são arcos concêntricos situados a igual distância uns dos outros. São utilizados para mapas de países de latitudes médias.
  22. 22. PROJEÇÃO AZIMUTAL São projeções sobre um plano tangente ao esferóide em um ponto. No tipo normal (ou polar), o ponto de tangência representa o pólo norte ou sul e os meridianos de longitude são linhas retas radiais que partem deste ponto enquanto paralelos de latitude aparecem como círculos concêntricos.
  23. 23. A distorção no mapa aumenta conforme se distancia doponto de tangência. Considerando que distorção é mínima perto do ponto de tangência, as projeções azimutais são apropriadas para representar áreas que têm extensões aproximadamente iguais nas direções norte-sul ou leste- oeste.
  24. 24. Projeção AzimutalCentrada na Cidade de São Paulo
  25. 25. OUTRAS PROJEÇÕESPROJEÇÃO DE MOLLWEIDE
  26. 26. Projeção de Goode
  27. 27. Características das Projeções• Eqüidistantes – mantém as distâncias lineares (apartir de um centro), mas apresentam distorçõesnas áreas e nas formas.• Equivalentes – apresentam formas distorcidas,mas as áreas mantém o mesmo valor da área real(as formas ficam prejudicadas).• Conformes – procuram manter os ângulos,conservando assim as formas terrestres (masapresentam distorções nas áreas).
  28. 28. MERCATOR X PETERS DIFERENTES VISÕES DO “MUNDO” São os mapas-múndi mais usados. Ambos feitos a partir de projeções cilíndricas. MERCATOR (1569) PETERS (1973)
  29. 29. PROJEÇÃO DE MERCATOR Excelente para a navegação. É uma cilíndrica conforme. Perfeita nos ângulos e formas. Distorcido nas áreas, com as terras próximas ao Pólos (elevadas latitudes) desproporcionalmente maiores. Coloca a Europa no centro do mapa (Eurocentrismo).
  30. 30. PROJEÇÃO DE PETERS Cilíndrica equivalente. Perfeito nas áreas (o tamanho de cada nação ou continente) Distorcido nos ângulos e formas África no centro Propostas de Peters:1. Valorização do mundo subdesenvolvido, mostrando sua área real.2. Ressaltar a idéia que por trás de cada mapa, sempre existe um conteúdo Político-Ideológico.
  31. 31. EXERCÍCIOS 1. APRESENTE CARACTERÍTICAS DA PROJEÇÃO DE MERCATOR Excelente para a navegação. É uma cilíndrica conforme. Perfeita nos ângulos e formas. Distorcido nas áreas, com as terras próximas ao Pólos (elevadas latitudes) desproporcionalmente maiores. Coloca a Europa no centro do mapa (Eurocentrismo). Os meridianos e paralelos se cruzam formando ângulos de 90°, o que distorce mais as porções terrestres próximas aos polos e menos as porções próximas ao equador.
  32. 32. 2. ABAIXO TEMOS PROJEÇÕES BÁSICAS DA TÉCNICA CARTOGRÁFICA, DASQUAIS SE DERIVAM A MAIORIA DOS MAPAS CONHECIDOS.IDENTIFIQUE CADA UMA DELAS DA ESQUERDA PARA DIREITAPROJEÇÃO CILÍNDRICA – PROJEÇÃO CÔNICA – PROJEÇÃO AZIMUTAL
  33. 33. 3. CITE DOIS RECURSOS TECNOLÓGICOS, UTILIZADOSATUALMENTE NA CONFECÇÃO DE MAPAS IMAGENS DE SATÉLITE – FOTOGRAFIAS AÉREAS

×