SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 30
PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS
Prof. Marcelo Caetano
O QUE SÃO AS PROJEÇÕES
CARTOGRÁFICAS?
•Os sistemas de projeções constituem-se de
uma fórmula matemática que transforma as
coordenadas geográficas, a partir de uma
superfície esférica, em coordenadas planas,
mantendo correspondência entre elas.
•O uso deste artifício geométrico das
projeções consegue reduzir as deformações,
mas nunca eliminá-las.
PLANISFÉRIO
Características das Projeções
• Eqüidistantes – mantém as distâncias lineares (a
partir de um centro), mas apresentam distorções
nas áreas e nas formas.
• Equivalentes – apresentam formas distorcidas,
mas as áreas mantém o mesmo valor da área real
(as formas ficam prejudicadas).
• Conformes – procuram manter os ângulos,
conservando assim as formas terrestres (mas
apresentam distorções nas áreas).
Tipos mais comuns de projeções
PROJEÇÃO CILÍNDRICA
• Na projeção cilíndrica, a superfície terrestre é
projetada sobre um cilindro tangente ao elipsóide
que então é longitudinalmente cortado e planificado.
PROJEÇÃO CÔNICA
• Na projeção cônica, a superfície terrestre é projetada
sobre um cone tangente ao elipsóide que então é
longitudinalmente cortado e planificado.
Nesta projeção os meridianos convergem para os pólos e os
paralelos são arcos concêntricos situados a igual distância uns
dos outros. São utilizados para mapas de países de latitudes
médias.
PROJEÇÃO AZIMUTAL
• São projeções sobre um
plano tangente ao
esferóide em um ponto.
• No tipo normal (ou polar),
o ponto de tangência
representa o pólo norte
ou sul e os meridianos de
longitude são linhas retas
radiais que partem deste
ponto enquanto paralelos
de latitude aparecem
como círculos
concêntricos.
A distorção no mapa aumenta conforme se distancia do ponto
de tangência. Considerando que distorção é mínima perto do
ponto de tangência, as projeções azimutais são apropriadas para
representar áreas que têm extensões aproximadamente iguais
nas direções norte-sul ou leste-oeste.
MERCATOR X PETERS
DIFERENTES VISÕES DO “MUNDO”
• São os mapas-múndi mais usados.
• Ambos feitos a partir de projeções cilíndricas.
MERCATOR (1569) PETERS (1973)
PROJEÇÃO DE MERCATOR
• Excelente para a navegação.
• É uma cilíndrica conforme.
• Perfeita nos ângulos e formas.
• Distorcido nas áreas, com as terras próximas ao
Pólos (elevadas latitudes) desproporcionalmente
maiores.
• Coloca a Europa no centro do mapa
(Eurocentrismo).
• Cilíndrica equivalente.
• Perfeito nas áreas (o tamanho de cada nação ou
continente)
• Distorcido nos ângulos e formas
• Propostas de Peters:
1. Valorização do mundo subdesenvolvido, mostrando sua
área real.
2. Ressaltar a idéia que por trás de cada mapa, sempre
existe um conteúdo Político-Ideológico.
PROJEÇÃO DE PETERS
PROJEÇÃO DE MOLLWEIDE
PROJEÇÃO DE GOODE
PROJEÇÃO DE ROBINSON
Afilática
• São mapas esquemáticos, sem escala
cartográfica.
• São representações em que as áreas sofrem
deformações matematicamente calculadas,
tornando-se diretamente proporcionais a um
determinado critério que se está
considerando.
• Vejamos exemplos:
ANAMORFOSES
PIB DAS UFs EM 1990
PAÍSES:
INVESTIMENTOS EM PESQUISA EM 2000

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (19)

Cartografia
CartografiaCartografia
Cartografia
 
Projeções cartográficas ( terceiro ano e pré)
Projeções cartográficas ( terceiro ano e pré)Projeções cartográficas ( terceiro ano e pré)
Projeções cartográficas ( terceiro ano e pré)
 
Projeções de Mercator e de Peters
Projeções de Mercator e de PetersProjeções de Mercator e de Peters
Projeções de Mercator e de Peters
 
Projeções cartográficas
Projeções cartográficasProjeções cartográficas
Projeções cartográficas
 
Projeções cartográficas
Projeções cartográficasProjeções cartográficas
Projeções cartográficas
 
Projeções cartograficas
Projeções cartograficasProjeções cartograficas
Projeções cartograficas
 
Projecoes cartograficas
Projecoes cartograficasProjecoes cartograficas
Projecoes cartograficas
 
Projeções Cartográficas
Projeções CartográficasProjeções Cartográficas
Projeções Cartográficas
 
Projeções cartográficas
Projeções cartográficasProjeções cartográficas
Projeções cartográficas
 
5 projecoes cartograficas
5 projecoes cartograficas5 projecoes cartograficas
5 projecoes cartograficas
 
Projecoes cartograficas aula_11_07_09
Projecoes cartograficas aula_11_07_09Projecoes cartograficas aula_11_07_09
Projecoes cartograficas aula_11_07_09
 
Projeções cartográficas
Projeções cartográficasProjeções cartográficas
Projeções cartográficas
 
PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS
PROJEÇÕES CARTOGRÁFICASPROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS
PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS
 
Cartografia
CartografiaCartografia
Cartografia
 
Cartografia Básica
Cartografia Básica Cartografia Básica
Cartografia Básica
 
Projeçoes cartograficas
Projeçoes cartograficasProjeçoes cartograficas
Projeçoes cartograficas
 
Projecoes cartograficas
Projecoes cartograficasProjecoes cartograficas
Projecoes cartograficas
 
Tipos de Projeções
Tipos de ProjeçõesTipos de Projeções
Tipos de Projeções
 
Projeções cartográficas 1º Ano EM
Projeções cartográficas 1º Ano EMProjeções cartográficas 1º Ano EM
Projeções cartográficas 1º Ano EM
 

Destaque

Formação do território brasileiro!
Formação do território brasileiro!Formação do território brasileiro!
Formação do território brasileiro!Marcelo Caetano
 
Formação do território brasileiro
Formação do território brasileiroFormação do território brasileiro
Formação do território brasileiroRicardo Alex de Sousa
 
Formação do território brasileiro
Formação do território brasileiroFormação do território brasileiro
Formação do território brasileiroIone Rocha
 
Brasil territorio e fronteiras 7º ano
Brasil territorio e fronteiras   7º anoBrasil territorio e fronteiras   7º ano
Brasil territorio e fronteiras 7º anoProfessor
 
LOCALIZAÇÃO E FORMAÇÃO DO TERRITÓRIO BRASILEIRO
LOCALIZAÇÃO E FORMAÇÃO DO TERRITÓRIO BRASILEIROLOCALIZAÇÃO E FORMAÇÃO DO TERRITÓRIO BRASILEIRO
LOCALIZAÇÃO E FORMAÇÃO DO TERRITÓRIO BRASILEIRODANUBIA ZANOTELLI
 
A formação do território brasileiro 7º ano
A formação do território brasileiro 7º anoA formação do território brasileiro 7º ano
A formação do território brasileiro 7º anoNilberte Correia
 

Destaque (8)

Urbanização novo
Urbanização novoUrbanização novo
Urbanização novo
 
Favela nova
Favela novaFavela nova
Favela nova
 
Formação do território brasileiro!
Formação do território brasileiro!Formação do território brasileiro!
Formação do território brasileiro!
 
Formação do território brasileiro
Formação do território brasileiroFormação do território brasileiro
Formação do território brasileiro
 
Formação do território brasileiro
Formação do território brasileiroFormação do território brasileiro
Formação do território brasileiro
 
Brasil territorio e fronteiras 7º ano
Brasil territorio e fronteiras   7º anoBrasil territorio e fronteiras   7º ano
Brasil territorio e fronteiras 7º ano
 
LOCALIZAÇÃO E FORMAÇÃO DO TERRITÓRIO BRASILEIRO
LOCALIZAÇÃO E FORMAÇÃO DO TERRITÓRIO BRASILEIROLOCALIZAÇÃO E FORMAÇÃO DO TERRITÓRIO BRASILEIRO
LOCALIZAÇÃO E FORMAÇÃO DO TERRITÓRIO BRASILEIRO
 
A formação do território brasileiro 7º ano
A formação do território brasileiro 7º anoA formação do território brasileiro 7º ano
A formação do território brasileiro 7º ano
 

Semelhante a Projeções cartográficas: tipos e características

Semelhante a Projeções cartográficas: tipos e características (19)

ProjeçõEs2010
ProjeçõEs2010ProjeçõEs2010
ProjeçõEs2010
 
PROJECOES CARTOGRAFICAS, Projeção Plana ou Azimutal e Projeção Plana Polar. P...
PROJECOES CARTOGRAFICAS, Projeção Plana ou Azimutal e Projeção Plana Polar. P...PROJECOES CARTOGRAFICAS, Projeção Plana ou Azimutal e Projeção Plana Polar. P...
PROJECOES CARTOGRAFICAS, Projeção Plana ou Azimutal e Projeção Plana Polar. P...
 
Cartografia.
Cartografia.Cartografia.
Cartografia.
 
Geografia cartografia projeções cartográficas
Geografia   cartografia projeções cartográficasGeografia   cartografia projeções cartográficas
Geografia cartografia projeções cartográficas
 
Aula - Projeções Cartográficas.ppt ggggg
Aula - Projeções Cartográficas.ppt gggggAula - Projeções Cartográficas.ppt ggggg
Aula - Projeções Cartográficas.ppt ggggg
 
Cartografia odete
Cartografia odeteCartografia odete
Cartografia odete
 
Geofísica
GeofísicaGeofísica
Geofísica
 
Slides rivancley
Slides   rivancleySlides   rivancley
Slides rivancley
 
Cartografia
CartografiaCartografia
Cartografia
 
CARTOGRAFIA
CARTOGRAFIACARTOGRAFIA
CARTOGRAFIA
 
Cartografia
CartografiaCartografia
Cartografia
 
Cartografia
CartografiaCartografia
Cartografia
 
Projeções cartográficas
Projeções cartográficasProjeções cartográficas
Projeções cartográficas
 
Cartografia: A linguagem dos mapas
Cartografia: A linguagem dos mapasCartografia: A linguagem dos mapas
Cartografia: A linguagem dos mapas
 
Meios de orientação geográfica
Meios de orientação geográficaMeios de orientação geográfica
Meios de orientação geográfica
 
Cartografia 1º ano
Cartografia 1º anoCartografia 1º ano
Cartografia 1º ano
 
Projeções e escala Cartográfica
Projeções e escala CartográficaProjeções e escala Cartográfica
Projeções e escala Cartográfica
 
Aulas 05 e 06 - Elementos da Cartográfia - II
Aulas 05 e 06 - Elementos da Cartográfia - IIAulas 05 e 06 - Elementos da Cartográfia - II
Aulas 05 e 06 - Elementos da Cartográfia - II
 
Projecoes cartograficas
Projecoes cartograficasProjecoes cartograficas
Projecoes cartograficas
 

Mais de Marcelo Caetano

Mais de Marcelo Caetano (10)

Relevo novo
Relevo novo Relevo novo
Relevo novo
 
Geotecnologias
GeotecnologiasGeotecnologias
Geotecnologias
 
Migrações novo
Migrações novoMigrações novo
Migrações novo
 
Economia do SUL e outros quetais...
Economia do SUL e outros quetais...Economia do SUL e outros quetais...
Economia do SUL e outros quetais...
 
Blocos com logo!
Blocos com logo! Blocos com logo!
Blocos com logo!
 
Agricultura brasil com logo
Agricultura brasil com logoAgricultura brasil com logo
Agricultura brasil com logo
 
Lua novo
Lua  novoLua  novo
Lua novo
 
Aspectos do censonovo
Aspectos do censonovoAspectos do censonovo
Aspectos do censonovo
 
Relevo brasil fundamental
Relevo brasil fundamentalRelevo brasil fundamental
Relevo brasil fundamental
 
Europa - características naturais
Europa - características naturaisEuropa - características naturais
Europa - características naturais
 

Último

ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxIsabelaRafael2
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOMarcosViniciusLemesL
 
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino FundamentalCartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamentalgeone480617
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoPRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoSilvaDias3
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptxpamelacastro71
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfSlides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfpaulafernandes540558
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira partecoletivoddois
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfdio7ff
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfEyshilaKelly1
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 

Último (20)

ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
 
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino FundamentalCartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoPRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfSlides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppttreinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 

Projeções cartográficas: tipos e características

  • 1.
  • 3.
  • 4.
  • 5. O QUE SÃO AS PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS? •Os sistemas de projeções constituem-se de uma fórmula matemática que transforma as coordenadas geográficas, a partir de uma superfície esférica, em coordenadas planas, mantendo correspondência entre elas. •O uso deste artifício geométrico das projeções consegue reduzir as deformações, mas nunca eliminá-las.
  • 7. Características das Projeções • Eqüidistantes – mantém as distâncias lineares (a partir de um centro), mas apresentam distorções nas áreas e nas formas. • Equivalentes – apresentam formas distorcidas, mas as áreas mantém o mesmo valor da área real (as formas ficam prejudicadas). • Conformes – procuram manter os ângulos, conservando assim as formas terrestres (mas apresentam distorções nas áreas).
  • 8. Tipos mais comuns de projeções
  • 9. PROJEÇÃO CILÍNDRICA • Na projeção cilíndrica, a superfície terrestre é projetada sobre um cilindro tangente ao elipsóide que então é longitudinalmente cortado e planificado.
  • 10.
  • 11. PROJEÇÃO CÔNICA • Na projeção cônica, a superfície terrestre é projetada sobre um cone tangente ao elipsóide que então é longitudinalmente cortado e planificado.
  • 12. Nesta projeção os meridianos convergem para os pólos e os paralelos são arcos concêntricos situados a igual distância uns dos outros. São utilizados para mapas de países de latitudes médias.
  • 13.
  • 14. PROJEÇÃO AZIMUTAL • São projeções sobre um plano tangente ao esferóide em um ponto. • No tipo normal (ou polar), o ponto de tangência representa o pólo norte ou sul e os meridianos de longitude são linhas retas radiais que partem deste ponto enquanto paralelos de latitude aparecem como círculos concêntricos.
  • 15. A distorção no mapa aumenta conforme se distancia do ponto de tangência. Considerando que distorção é mínima perto do ponto de tangência, as projeções azimutais são apropriadas para representar áreas que têm extensões aproximadamente iguais nas direções norte-sul ou leste-oeste.
  • 16.
  • 17.
  • 18. MERCATOR X PETERS DIFERENTES VISÕES DO “MUNDO” • São os mapas-múndi mais usados. • Ambos feitos a partir de projeções cilíndricas. MERCATOR (1569) PETERS (1973)
  • 19. PROJEÇÃO DE MERCATOR • Excelente para a navegação. • É uma cilíndrica conforme. • Perfeita nos ângulos e formas. • Distorcido nas áreas, com as terras próximas ao Pólos (elevadas latitudes) desproporcionalmente maiores. • Coloca a Europa no centro do mapa (Eurocentrismo).
  • 20. • Cilíndrica equivalente. • Perfeito nas áreas (o tamanho de cada nação ou continente) • Distorcido nos ângulos e formas • Propostas de Peters: 1. Valorização do mundo subdesenvolvido, mostrando sua área real. 2. Ressaltar a idéia que por trás de cada mapa, sempre existe um conteúdo Político-Ideológico. PROJEÇÃO DE PETERS
  • 24.
  • 25.
  • 26.
  • 27.
  • 28. • São mapas esquemáticos, sem escala cartográfica. • São representações em que as áreas sofrem deformações matematicamente calculadas, tornando-se diretamente proporcionais a um determinado critério que se está considerando. • Vejamos exemplos: ANAMORFOSES
  • 29. PIB DAS UFs EM 1990