Biomoleculas

660 visualizações

Publicada em

Quimica

Publicada em: Ciências
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
660
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Biomoleculas

  1. 1. Escola Estadual Des.André Vidal de Araújo Diretor:Rosival Barbosa Professor(a): Alunos:Marcos Gabriel Soaresde Oliveira BeatrizSalesdaConceição Serie:3º ano Turma: 04 Manaus-AM Química “Biomoléculas”
  2. 2. Escola EstadualDes. André Vidal de Araújo Diretor: Rosival Barbosa Professor (a) Alunos: Marcos Gabriel Soares de Oliveira Beatriz Sales da Conceição Serie: 3º ano Turma: 04 Tema: Biomoléculas Manaus-AM Trabalho solicitado pela Professora de Química:__________ para obtenção de nota parcial para 1º bimestre.
  3. 3. Introdução Um grande número de moléculas representa o que chamamos de biomoléculas, sendo que todas estas têm em comum o fato de serem provenientes dos organismos vivos e serem geradas ou utilizadas no processo de sustentação da vida. Por questões práticas, históricas e pelas funções que desempenham nos organismos, muitas das biomoléculas são agrupadas em classes, assim temos: lipídeos, carboidratos, proteínas, ácidos nucléicos, vitaminas e muitos outros compostos formados pela combinação de diversos dos compostos citados e outros compostos. Neste trabalho será relatado as classes de compostos descritos acima.
  4. 4. Biomoléculas Aminoácidos Os aminoácidos, também denominados de peptídeos, representam a menor unidade elementar na constituição de uma proteína. Estruturalmente, são formados por um grupamento carboxila (COOH), um grupamento amina (NH2) e radical que determina um dos vinte tipos de aminoácidos. Podem serclassificados seguindo dois princípios:pelas propriedadesfuncionais dos radicais, classificaçãomais geral; ou pela necessidadede cada organismo, classificação específicaao hábito nutricional conforme a espécie. 1) Pela propriedade funcional → por este critério são diferenciados em apolares (valina, alanina, leucina, triptofano, glicina, isoleucina, fenilalanina, metionina e prolina), polares (serina, tirosina, cisteina, glutamina, treonina e asparagina) e os tipos que acumulam carga positiva ou negativa (ácido aspártico,lisina, arginina, histidina e ácido glutâmico). 2) Pela necessidadenutricional → É variável de espéciepara espécie,obedecendo a capacidade que cada um possui de sintetizar os aminoácidos ou adquiri-los através da alimentação. Para os seres humanos, são subdivididos em aminoácidos essenciais,aqueles que o metabolismo não consegue produzir, e somente pela ingestão de alimentos conseguimossuprir sua carência; e aminoácidos não essenciais,sintetizados pelo organismo a partir de outros. A formação de uma proteína: O encadeamento dos aminoácidos se estabelecepormeio de ligações peptídicas, mantidas entre o grupo carbonila de um aminoácido e o grupo amina de seu adjacente. À medidaque o RNAr (ribossomo)percorre o filamento de RNAm (mensageiro),e realiza a leitura dos códons,acrescentando gradativamente os aminoácidos transportados pelo RNAt (transportador) na cadeia polipeptídica,vai então surgindo uma proteína. A sequênciados aminoácidos na proteína determina a forma da mesmae, consequentemente,a sua função, ou seja, para o bom funcionamento orgânico é necessário um coordenadoe eficiente processo de tradução.
  5. 5. Glicídios Os glicídios são biomoléculas orgânicas formadas hidrogênio, oxigênio e carbono. Glicídios, ou carboidratos, são moléculas orgânicas com estrutura formada por átomos de hidrogênio e oxigênio e, eventualmente, de outros elementos, como nitrogênio. De origem predominantemente vegetal, além de exercerem função energética, podem desempenhar papel estrutural. Essas moléculas podem ser classificadas como monossacarídeos, dissacarídeos ou polissacarídeos, deacordo com sua complexidade estrutural. As primeiras, de fórmula geral (CH2O)n, são as mais simples, e denominadas de acordo com o número de carbonos que possuem. Triose, tetrose, pentose, hexosee heptose são os nomes dados a monossacarídeos detrês, quatro, cinco, seis e sete carbonos, respectivamente. A glicose, principalglicídio utilizado como fonte de energia, é uma hexose, fabricada por meio da fotossíntesepor organismos autotróficos. Já a ribosee desoxirribosee ribosesão pentoses que participam da constituição de ácidos nucleicos. Os dissacarídeos são o resultado da união entre dois monossacarídeos por meio de uma ligação denominada glicosídica, com liberação de uma molécula de água - processo este conhecido como “síntese por desidratação”. A sacarose(glicose+ frutose), lactose (glicose + galactose), e maltose (glicose + glicose) são as mais conhecidas. A sacarose, umaçúcar extremamente doce, é encontrada em vegetais como a beterraba e cana-de-açúcar. Presentede forma significante em nosso dia a dia, é ela que adoça nossos cafés, bolos e doces em geral. Lipídios Os lipídios são compostos com estrutura molecular variada, apresentando diversas funções orgânicas:reserva energética (fontedeenergia para osanimaishibernantes),isolante térmico (mamíferos), além de colaborar na composição da membrana plasmática das células (os fosfolipídios). São substâncias cuja característica principal é a insolubilidade em solventes polares e a solubilidade em solventes orgânicos(apolares), apresentando natureza hidrofóbica, ou seja, aversão à molécula de água. Essa característica é de fundamental importância, mesmo o organismo possuindo considerável concentração hídrica. Isso porque a insolubilidade permite uma interface mantida entre o meio intra e extracelular.
  6. 6. Os lipídios podem ser classificadosem óleos (substânciasinsaturadas)egorduras(substâncias saturadas), encontradosnosalimentos, tanto de origem vegetal quanto animal, por exemplo: nas frutas(abacatee coco), na soja, na carne, no leite e seus derivadose também na gema de ovo. Em geral, todos os seres vivos são capazes de sintetizar lipídios, no entanto algumas classes só podem ser sintetizadas por vegetais, como é o caso das vitaminas lipossolúveis e dos ácidos graxos essenciais. A formação molecular mais comum dos lipídeos, constituindo os alimentos, é estabelecida através do arranjo pela união de um glicerol (álcool) ligado a três cadeias carbônicas longas de ácido graxo. Dentre os lipídeos, recebem destaque os fosfolipídios, os glicerídeos, os esteroides e os cerídeos. Cerídeos → classificados como lipídios simples, são encontrados na cera produzida pelas abelhas (construção da colmeia), na superfície das folhas (cera de carnaúba) e dos frutos (a manga). Exerce função de impermeabilização e proteção. Polímeros Polímeros são macromoléculas em que existe uma unidade que se repete, chamada monômero.O nome vem do grego: poli = muitos + meros = partes, ou seja, muitas partes. A reação que forma os polímeros é chamada de polimerização. Para demonstrara importância do estudo dos polímeros,basta mencionarmos que a variedade de objetos a que temos acesso hoje se deve à existência de polímeros sintéticos,como por exemplo:sacolas plásticas,para-choques de automóveis, canos para água, panelas antiaderentes, mantas, colas, tintas, chicletes,etc. Nesta seção você vai saber como a polimerização acontece e como os químicos produzem polímeros.Vai conhecertambém a diversidade de polímeros existentes atualmente e como os mesmos foram obtidos.E ainda: a conscientização ambiental para o controle do descarte destes materiais no meio ambiente. Não perca a oportunidade de navegar sobre o universo dos polímeros! Proteínas As proteínas são macromoléculas orgânicas formadas pela sequência de vários aminoácidos,unidos por ligações peptídicas (cadeiapolipeptídica).Desempenha diversas funções no organismo, sendo:estrutural, hormonal, enzimática, imunológica, nutritiva e de transporte citoplasmático. Dependendoda capacidade metabólica, alguns seres vivos, como por exemplo,os
  7. 7. vegetais (seres autotróficos),conseguem sintetizar todos os polipeptídeos necessários ao equilibrado funcionamento do organismo. No entanto, os animais (seres heterotróficos),requerem os nutrientes essenciais através do hábito alimentar, suprindo as restrições metabólicas. A sequência de aminoácidos da proteína Uma proteína pode conter milhares de aminoácidos,com sequênciadessas unidades determinada pela informação genéticacontida no gene, um seguimento da molécula cromossômica.Portanto, todo o funcionamento de um organismo é conduzido pelo controle das moléculas de DNA. A partir do DNA ocorrem as transcrições,com a fabricação de RNAs: transportadores,ribossômicose mensageiros.Esseselementos,cada um com incumbência peculiar no auxílio do processo de tradução, proporcionam a produção de uma ou várias proteínas. Portanto, as proteínas sintetizadas possuem características próprias, desempenhando funções específicas no organismo.Qualquer anormalidade genética, transcricional ou traducional (mutações ou eventuais erros), incidem diretamente sobre a proteína, comprometendoa forma e o funcionamento desta. Problemas assim podem ser desencadeados portrês formas: deleçãode um aminoácido decorrente de uma síndrome genéticatransmitida ao mecanismo de transcrição; ou uma simples troca de aminoácidos (substituição errônea), pela colocaçãode outro aminoácido que não deveria ser introduzido em tal posiçãona cadeia peptídica;ou pela inversão da posiçãomodificando a ordem sequencialdos aminoácidos,as duas últimas relacionadas à transcrição ou também tradução. Essas alterações normalmente podem resultar na inativação da proteína. A estrutura das proteínas A sequênciados aminoácidos em uma proteína representaa estrutura primária, responsávelpelas propriedades da molécula. Em decorrênciaà existência de pontes de hidrogênio entre o hidrogênio (carga positiva +) de um aminoácido com o oxigênio ou nitrogênio (carga negativa -) de um outro aminoácido não adjacente, é proporcionadauma torção na cadeia filamentosa, assumindo a proteína uma forma de helicoidal. Uma proteína não apresenta necessariamente aspecto linear helicoidal. As propriedadesquímicas dos aminoácidos podem ter efeitos de atração ou repulsão uns para com os outros, principalmente pelo estabelecimento de pontes bissulfeto (ligação envolvendo dois átomos de enxofre de aminoácidos cisteina), causando flexões (dobras)sobre si mesma,chamada de estrutura terciária.
  8. 8. Conclusão Podemosconcluir que o estudo das biomoléculas é fundamental para o desenvolvimento escolare cientifico da sociedade,pois com ela é possível abranger o conhecimento especificode cada uma das biomoléculas,podendo trazer muitos benefíciose até mesmo a cura de muitas doenças existentes,com pesquisas detalhadas nas proteínas é capaz de acharem vários antídotos que podem servir de remédios para nos tornarem mais imunes a doenças virais, como a gripe e etc.
  9. 9. Bibliografia Sites: www.brasilescola.com http://www.notapositiva.com/pt/trbestbs/biologia/10_importancia_biomolecula_d.htm

×