História da terapia ocupacional

9.797 visualizações

Publicada em

1 comentário
9 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
9.797
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
94
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
103
Comentários
1
Gostaram
9
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

História da terapia ocupacional

  1. 1. História da Terapia Ocupacional Érika Cristina Diniz Terapeuta Ocupacional Rede de Reabilitação Lucy Montoro - Jaú
  2. 2. Na Reabilitação Física : a profissão Terapia Ocupacional teve origem nos Estados Unidos, no fim da 1ª Guerra Mundial, quando veteranos retornaram de suas atividades militares com diversas seqüelas e necessidades de reabilitação. Na Saúde Mental : os ditos vagabundos, mendingos, desordeiros eram “recolhidos” em abrigos para a proteçao da população. Nesses lugares existia o trabalho como meio de tratamento. 1791 - Dr. Philippe Pinel então diretor do asilo de Bicêtre (França) instituiu a terapia através da ocupação iniciando assim, a reforma psiquiátrica que posteriormente foi difundida pela Europa e América. Surgimento da Terapia Ocupacional :
  3. 3. 1911 - Juliano Moreira diretor da Assistência a Psicopatas no Rio de Janeiro, passou a impulsionar a terapia ocupacional através da ocupação humana com a criação da colônia para mulheres onde a mesma era executada com maior intensidade. 1915 - em Chicago-EUA, William Rusch Dunton publicou o livro Terapia Ocupacional: um manual para enfermeiras, nascendo então o termo Terapia Ocupacional e a primeira escola de formação na profissão .
  4. 4. 1940 – Surge no Brasil os primeiros programas para incapacitados físicos, decorrente do Movimento Internacional de Reabilitação. 1940 – Hospital das Clínicas da FMUSP já realizava um programa de laborterapia (tratamento pelo trabalho) com os pacientes internados, sob o cuidado do Serviço Social, com o objetivo de diminuir o tempo de internação. 1946 – no Rio de Janeiro, foi criado o Serviço de Terapia Ocupacional no Centro Psiquiátrico Nacional, cuja direção ficou ao encargo da Dra. Nise da Silveira. Dra. Nise da Silveira - Dedicou sua vida à psiquiatria e manifestou-se radicalmente contrária às formas agressivas de tratamento de sua época. (confinamento em hospitais psiquiátricos, eletro choque, etc)
  5. 5. 1948 - A profissão de Terapia Ocupacional foi reconhecida na Europa. 1951 - Foi criada a Federação Mundial de Terapia Ocupacional 1951 – A ONU enviou para a América Latina emissários responsáveis por encontrar um local adequado para a implantação de um Centro de Reabilitação. 1951 – Hospital das Clinicas foi o escolhido para a implantação deste Centro de Reabilitação, pois lá já existia um setor de recuperação vinculado ao Centro Médico da FMUSP. DESTAQUE: Neyde Hauck, estudou Terapia Ocupacional na Universidade de Nova Iorque, ela era assistente social e enfermeira do Hospital das Clinicas e acabou por ser a escolhida para assumir o setor de TO.
  6. 6. 1953 – Inaugurada a Clínica de Ortopedia e Traumatologia - a partir desses programas, começaram a surgir vários cursos de formação técnica como o de Fisioterapia e Terapia Ocupacional que tinham duração de 1 ano. 1959 – Iniciou-se a formação de “técnicos de alto padrão” em Fisioterapia e Terapia Ocupacional. 1963 – Aprovação do curriculo mínimo do curso de Terapia Ocupacional e Fisioterapia da Associação Brasileira Beneficente de Reabilitação (ABBR). 1964 – o curso de Terapia Ocupacional da USP passou a ter 3 anos de duração, nesta época a formação estava muito ligada a Reabilitação Física.
  7. 7. 13 de outubro de 1969 - Decreto-Lei nº 938, foram definidas as atribuições do Terapeuta Ocupacional e a formação de nível superior é reconhecida, ficando o Ministério da Saúde incumbido da fiscalização do exercício profissional. 1973 - A universidade de Fortaleza - UNIFOR realizou seu primeiro vestibular, tendo como uma de suas opções a Terapia Ocupacional (na época integrada à Fisioterapia). Sendo a pioneira no Estado Ceará, hoje conta com quase 700 graduados na profissão. 1977 / 1978 - O Curso de Graduação em Terapia Ocupacional da UFSCar foi reconhecido sob o parecer nº. 427/83 de 02.09.83, do Conselho Federal de Educação.
  8. 8. 2003 – 1ª Turma de Terapia Ocupacional na UNESP – Marília. 2004 – Reconhecimento do Curso de Terapia Ocupacional na Universidade do Sagrado Coração – USC. 2005 – 1ª Turma de Terapia Ocupacional do Centro Universitário de Araraquara – UNIARA.
  9. 9. O Símbolo:
  10. 10. O Símbolo: O símbolo baseia-se nos os princípios teórico-práticos da profissão, sendo a atividade humana o eixo principal, relacionado ao recurso terapêutico: relação - paciente x atividade x terapeuta. FOGO: está vinculado a natureza e representa a fonte de energia necessária para realizar toda atividade. SHEKINAH / SERPERTE: relacionada a sabedoria, harmonia e desenvolvimento universal. CIRCULO: representa a livre criação, o infinito e o universo, que está relacionado a algo que não tem começo nem fim – no caso a ocupação humana. DELTA ou TRIANGULO: representa a tríade da terapeutica ocupacional: paciente x terapeuta x atividade.
  11. 11. Obrigada!

×