E ção Online Diz: Todo Mundo Gosta di Para Um Milhão e Duzentos Mil Leitores 
Niterói 
20/09 a 27/09/13 
www.dizjornal.com...
Niterói 
20/09 a 27/09/13 
Edição na internet para Hum milhão e 200 mil leitores 
www.dizjornal.com 
DIZ pra mim... (que e...
Niterói 
20/09 a 27/09/13 
www.dizjornal.com 
3 
Documento 
dizjornal@gmail.com 
Edição na internet para Hum milhão e 200 ...
Niterói 
20/09 a 27/09/13 
www.dizjornal.com 
4 
Informes 
D! Nutrição 
Edição na internet para Hum milhão e 200 mil leito...
Niterói 
20/09 a 27/09/13 
www.dizjornal.com 
5 
Internet 
Juliana Demier - juliana.demier@gmail.com 
“Não me Ignore Jamai...
Niterói 
20/09 a 27/09/13 
www.dizjornal.com 
6 Edgard Fonseca 
edgard.fonseca22@gmail.com 
Edição na internet para Hum mi...
Niterói 
20/09 a 27/09/13 
Edição na internet para Hum milhão e 200 mil leitores 
A Onda da Razão 
Pode parecer romântico ...
Niterói 
20/09 a 27/09/13 
Edição na internet para Hum milhão e 200 mil leitores 
www.dizjornal.com 
8 
Renda Fina 
15 Ano...
Niterói 
20/09 a 27/09/13 
www.dizjornal.com 
9 
T! News 
Terapeuta Holística 
thatiana.ncunha@gmail.com 
E! Games 
contat...
Niterói 
20/09 a 27/09/13 
www.dizjornal.com 
10 
Fernando de Farias Mello 
Fernando Mello - fmelloadv@gmail.com 
O Candid...
Niterói 
20/09 a 27/09/13 
www.dizjornal.com Pela Cidade 
11 
Edição na internet para Hum milhão e 200 mil leitores 
Proje...
Niterói 
20/09 a 27/09/13 
www.dizjornal.com 
Em Foco 
dizjornal@gmail.com 
12 
Edição na internet para Hum milhão e 200 m...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Diz116

398 visualizações

Publicada em

jornal diz politica

Publicada em: Governo e ONGs
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
398
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Diz116

  1. 1. E ção Online Diz: Todo Mundo Gosta di Para Um Milhão e Duzentos Mil Leitores Niterói 20/09 a 27/09/13 www.dizjornal.com Desigualdades 16 Mil Exemplares Impressos Zona Sul, Oceânica e Centro de Niterói Jornal Plural Ano 06 Nº 116 de Setembro de 2014 D i r e t o r R e s p o n s á v e l: E d g a r d F o n s e c a Página 03 3ª Semana A n a C l a r a M u n i z * B e l e z a: K á t i a L e i t e - p h * F o t o: J u l i o Ce r i n o
  2. 2. Niterói 20/09 a 27/09/13 Edição na internet para Hum milhão e 200 mil leitores www.dizjornal.com DIZ pra mim... (que eu conto) - O lançamento conjunto dos autores Cris Seixas e Carlos Rosa, dentro do projeto cultural “Escritores ao Ar Livro” foi um sucesso. Na foto, o autor com seu con-frade da ANL-Academia Niteroiense de Letras, Sávio Soares de Sousa. - A exposição “Ressonâncias”, no Museu do Ingá (Rua Presidente Pedreira, 78 - Ingá), por motivo de expressiva procura, foi prorrogada até 28 de setembro. En-trada gratuita. Mais informações: museu-doingaeducativo@ gmail.com - A Galeria de Arte La Salle (Rua Gastão Gonçalves, 79, Santa Rosa) promove a poética sustentável com os artistas Alfre-do Borret e Christian Pierini. A exposição tem visitação gratuita e vai até 10 de ou-tubro. 2 Cultura Paulo Roberto Cecchetti prcecchetti@ig.com.br Anna Carolina Peret annaperet@gmail.com zaram a união recentemente e já estão há quase 10 anos jun-tos! Esta é a primeira vez que eles contracenam desde “Sr. e Sra. Smith”, que marcou o início do relacionamento entre eles. “By The Sea” teve como diretora, roteirista e produtora a própria Angelina, que, acu-mula também o papel de pro-tagonista, dando vida a uma ex-bailarina que viaja junto ao esposo, pela França, no intuito de salvar o casamento. Ainda não há data de estreia defini-da, mas eu já estou aguardan-do, ansiosa, o lançamento. Quem gosta de ação e de certo descompro-misso com a verdade receberá agora uma boa notícia: as gravações do novo 007 terão início em dezembro deste ano! Este será o 24º filme da série que terá, a princípio, suas primeiras locações em Londres, nos estúdios Pinewood. Denominado, provisoriamente ,de “Devil May Care”, o longa terá Daniel Craig mais uma vez como James Bond. Além disso, é de Sam Mendes (“Beleza America-na” e “Soldado Anônimo”) a direção, o que nos leva a crer que o filme deverá ser um sucesso, visto que ele acertou em cheio e obteve grande sucesso de bilheteria em “007 - Operação Skyfall”, faturando mais de Creio que jamais ficarei conformada em saber que Niterói tem apenas dois cinemas. Reclamarei sempre, com o mesmo discurso, tal qual um disco quebrado. Temos dois cinemas e três teatros. E pon-to! Somos quase quinhentos mil habitantes e nossas fontes de cultura são visivelmente es-cassas. Sim, não nego a existência de proje-tos alternativos autônomos que visam mudar, de alguma forma, esses números. Entretanto, o que vejo, é a falta de interesse e investi-mentos na cultura. Infelizmente, amigos, não posso dizer que os demais setores recebem o devido aporte financeiro ou a essencial aten-ção. Estamos, sim, vivendo um momento de falta: falta saúde, educação, geração de em-pregos e, especialmente, vergonha na cara de quem deveria mudar esse quadro e não o faz. Nestas circunstâncias, a cultura, obviamente, fica em último plano. Bem, vou fugir um pouco das minhas lamen-tações. Quando começo a ficar muito triste com a realidade, vou voando para a ficção e tento respirar. E, em uma dessas minhas escapadas, tive a feliz notícia de que um ca-sal de Hollywood, que tanto gosto, voltou a atuar junto. “Brangelina”, como é conhecida a dupla Angelina Jolie e Brad Pitt, vive no cinema situação oposta à da vida real. Nas telonas, estão crise no relacionamento, no drama “By The Sea”. Já, fora dos estúdios, os dois parecem estar radiantes, afinal, oficiali-um bilhão de dólares. Além de Craig, estão também escalados Ralph Fiennes (“O Lei-tor” e “O Jardineiro Fiel”) e Penélope Cruz (“Volver” e “Vanilla Sky”), a qual será Bond Girl mais velha de todos os filmes produzi-dos – porém, com beleza e talentos que dão banho em muitas “novinhas”! A expectativa é de que o lançamento ocorra em outubro de 2015. E para quem gosta de clássicos do cinema e seus respectivos remakes, esta informação é de arrepiar, acelerar o coração! Foi confir-mada a refilmagem de “Ben-Hur” e a mesma contará com Morgan Freeman no elenco. O ator é o primeiro a ter seu nome confirma-do, entretanto, há rumores de que o papel principal será de Tom Hiddleston. Não o conhece? Aposto que sim! Trata-se de um talento, até certo ponto, recém-descoberto. Além de já ter trabalhado com Woody Allen em “Meia-Noite em Paris”, ele dá vida à Loki nas franquias “Os Vingadores” e “Thor”. Quem dirigirá a película é Timur Bekmam-betov (“Abraham Lincoln: Caçador de Vam-piros” e “O Procurado”) que promete ser o mais fiel possível à obra literária de Lew Wallace, “Ben-Hur: Uma história dos tem-pos de Cristo”, dando grande ênfase tam-bém ao lado religioso. Se o épico original venceu 11 estatuetas no Oscar, em 1959, Bekmambetov tem, nesse momento, em suas mãos, a chance de aumentar esse número! Depois de falar de cinema, é hora de voltar à realidade que, como frisei antes, não anda nada satisfatória. A mesma, inclusive, me remete à canção dos “Titãs”, denominada “Comida”. Aliás, façam-me o favor de avisar para os políticos, de que já passou o tempo em que “população” era sinônimo de “mas-sa de manobra”. Somos pensantes. Temos consciência. E não nos basta o “pão e circo”! Queremos mais, muito mais... E fecho essa edição, com uma bela canção e proponho reflexão: “A gente não quer só comida/A gente quer comida, diversão e arte / A gen-te não quer só comida / A gente quer saída para qualquer parte / Você tem sede de quê? / Você tem fome de quê?”. Você tem fome de quê? - A sala Michelangelo do Instituto Italiano di Cultura (Av. Presiden-te Roosevelt, 1063 – São Francisco) pro-move "História da Mú-sica", todas as 4ªs, das 19h30 às 21h, até 12 de novembro. Um en-contro musical com Bach, Mozart, Bee-thoven, Paganini, en-tre outros. Mais infor-mações: 3617-0306 ou 97685-2351. Carlos Rosa e Sávio Soares Beethoven
  3. 3. Niterói 20/09 a 27/09/13 www.dizjornal.com 3 Documento dizjornal@gmail.com Edição na internet para Hum milhão e 200 mil leitores Desigualdades Um convite para orações exposto numa faixa na grade da 1ª Igreja Batista de Niterói, resultou numa intimação feita pela Fiscalização de Posturas da Prefeitura de Niterói. Na intimação exige-se a comprovação da aprovação do projeto e a licença para publicidade. Definitivamente, embora a fiscalização esteja agindo dentro da lei, suscita uma discussão maior, que é a desigualdade de exigências e condutas da municipalidade em relação aos contribuintes. Uns gozam de pri-vilégios inexplicáveis, enquanto outros, como o caso da igreja, que não está vendendo nada e nem divulgando evento que possa resultar em dúvidas quanto a possíveis arrecadações financeiras, está sendo tratada na base da “dura lei”. Quais seriam os critérios que norteiam estas ações e condutas fiscais, desde que, a olhos vivos, outros fazem verdadeiras badernas publicitárias e ainda são protegidos por guardas de trânsito e até com a presença da Guarda Municipal. Vejamos um dos casos mais gritantes em Niterói, que repetidas vezes de-nunciamos e que de nada adiantou. ”Arrepiando a lei” as placas do supermer-cado Guanabara, no Centro, são usadas em postes da iluminação pública, nas calçadas em forma de cavaletes, com a desculpa de estarem norteando os clientes para evi-tar engarrafamentos nos dias das famosas promoções de venda da empresa. É claro que temos um histórico de fatos desagra-dáveis, com tumultos e grandes engarrafa-mentos com essas promoções, a ponto de ocasionar um episódio de fechamento da loja pelo então secretário de Segurança do município Wolney Trindade, para estancar, momentaneamente, o imenso descontrole popular que havia. Este fato também cau-sou desavenças na administração municipal que resultou na saída e troca do secretário de Segurança. O mais curioso é que após as tais “liqui-dações do Guanabara”, as placas permane-cem por semanas sem que ninguém fiscali-ze, intime ou tome qualquer providência, enquanto uma organização empresarial po-derosa como o supermercados Guanabara, continua usufruindo de uma real e desme-dida publicidade. A igreja Batista apenas convocou os fies para orações em prol da cidade. E ainda bem que existem pessoas dispostas a reza-rem pela cidade, que está atingindo níveis de violência que só a “providência divina” será capaz de proteger a população. Será que consideraram o pedido de oração pela cidade, uma provocação ou afirmação de que as coisas vão mal no município. Será que estamos falando de marketing de ima-gem e uma convocação para orações possa ser interpretada como “estado de desespe-ro?” Outro dia a nossa reportagem assistiu um fiscal tomar os folhetos de uma pessoa que fazia propaganda de uma car-tomante. Pois é... Cartomante está sujando a cidade, como outros tantos, vendedores e compradores de ouro, tatua-dores, cursos de preparação para exames da OAB, e outros tantos. Entretanto, desiguais são as distribuições de folhetos pu-blicitários dos lançamentos imobiliários em Icaraí, e outros locais da Zona Sul. Essa distribuição é per-mitida e licenciada legalmente, desde que constem as quantidades e outras exigências legais. O que se vê são folhetos sofistica-dos e sem qualquer numeração ou controle. Qual a que razão? Dar lucros ao mercado imobiliário pode? Rezar pega mal? Atualmente para se ter a aprovação de um projeto de construção civil, seja lá do que for, tem que passar primeiro pelo exame da secretaria do Meio Ambiente. Se liberado, aí é que vai para aprovação da secretaria de Urbanismo. Está cer-tíssimo! Embora, mais oneroso e demorado seja o correto. Entretanto, lá no Morro da Viração, uma casa vai sendo construída a despeito da ausência de licenças atuais, das avarias ambientais, das multas que já foram aplicadas e do que mais quiser. Qual a razão? Que poderes são estes que seguem ao “Arrepio da Lei”. Paralisada por de-terminação da prefeitura, esta obra recebeu licenças das secretarias de Urbanismo e de Meio Ambiente no ano de 2010. O atual vice-prefeito, Axel Grael, em 2013 solicitou o processo para analisar o licenciamento. Ele declarou que a cons-trução não deveria ter sido autorizada no local, por se tratar de área de preservação ambiental. A prefeitura interditou a obra, mas sempre se vê um movimento por lá. Depois de pronta vai fazer o quê? Em Pendotiba acabou de ser lançado um novo Condomínio. Os ambientalistas gritam que derrubaram árvores, que afastaram a fauna e a flora extinguiu-se. Mas, a publici-dade do empreendimento está nas ruas, in-dependente de fiscalização, órgãos ambien-tais e o simples cumprimento de exigências mínimas da Lei. Como se pode educar uma juventude que assiste a todos esses “descaminhos” como se ainda estivéssemos no país do “sabe com quem está falando?” Desigualdades geram desigualdades maio-res. Depois não adianta lamentar... Construção no morro da Viração
  4. 4. Niterói 20/09 a 27/09/13 www.dizjornal.com 4 Informes D! Nutrição Edição na internet para Hum milhão e 200 mil leitores clara.petrucci@dizjornal.com | Instagram: Clara Petrucci III Encontro de Corais ASPI-UFF Aleitamento Materno e Suplementação para Recém Expediente Nascidos Edgard Fonseca Comunicação Ltda. Rua Otavio Carneiro 143/704 Niterói/RJ. Diretor Responsável: Edgard Fonseca Editor: Edgard Fonseca Registro Profíssional MT 29931/RJ Distribuição e circulação: Ernesto Guadelupe Diagramação: Erisvelton Santana Impressão: Tribuna RJ Tiragem 16.000 exemplares Redação do Diz End: Rua Cônsul Francisco Cruz, nº 3 Centro - Niterói, RJ Tel: 3628-0552 | 36285252 | 9613-8634 Correspondência para Administração Rua Cônsul Francisco Cruz, nº 3 Centro - Niterói, - CEP 24.020-270 dizjornal@gmail.com www.dizjornal.com Os artigos assinados são de integral e absoluta responsabilidade dos autores. Essa semana vi em uma rede social a prescrição de um pediatra para um bebê de três meses: papinha, mel, leite de vaca e industrializados, indiscrimi-nadamente . Confesso que fiquei bastante assustada, pois quando estudamos na facul-dade nutrição materno e infantil, buscamos cálculos, avaliações detalhadas do histórico da mãe, das condições de saúde do bebê e suas necessidades. Analisamos desde a quantidade das mamadas e inserção gradual de nutrientes a alimentos, pois o bebê ainda não possui sua flora intestinal formada, en-zimas digestivas completas e internamente, o aparelho digestório ainda é imaturo. Mui-ta coisa ainda está sendo gradativamente maturada. O risco de uma prescrição inadequada pode gerar consequências para o resto da vida, pois a resposta imunológica alérgica pode ser irreversível. Venho através desta coluna alertar a impor-tância do leite materno e da amamentação natural. Tentem sempre, ao máximo, ama-mentar e não utilizar recursos industria-lizados; lógico que eles existem para nos ajudar, mas com uma prescrição adequada e por um profissional especializado, capaci-tado e não de forma indiscriminada. Quero deixar claro que não estou conde-nando a atitude dos pediatras, mas sim de um profissional isolado que poderia ter qualquer profissão e poderia fazer o mes-mo. O trabalho em equipe é a melhor so-lução. Ainda bem que hoje é cada vez mais consciente para todos os profissionais a ação multidisciplinar. Não deixe de estar atenta ao seu bebê e a sua gestação para não correr riscos de gerar problemas para o resto da vida na da saúde do seu filho. Cuide de quem você ama e procure estar sempre ciente do que estão dando como alimento ao seu filho. Projeto Peixe Vivo Apresenta Clube de Leitura Jovem Em outubro, o Clube de Leitura Jo-vem debate o livro “Grandes espe-ranças”, de Charles Dickens, um dos mais importantes escritores de língua inglesa. O livro é considerado pela críti-ca um dos melhores textos do autor, que também escreveu clássicos como Oliver Twist e David Copperfield. O evento será no dia 25 de setembro, quinta feira, com entrada gratuita, às 18h, na Livraria Icaraí (Rua Miguel de Frias, 9, em Niterói). Será no Instituto La Salle, no Auditório, (8º andar), à 17h dos dias 24, 25 e 26 de setembro, o III Encontro de Corais ASPI-UFF. O evento é promovido pela Univer-sidade Federal Fluminense e o Unilasalle e numa parceria com o Proex e apoio do CEAX. O endereço é Rua Gastão Gonçalves ,79 – Santa Rosa – Niterói. Denise Pinaud Depois de um fim de semana com rap, rock, música folclórica e MPB, o projeto Peixe Vivo traz para o Teatro da UFF uma seleção de grandes bandas e cantores da Universidade Federal Fluminense. Os shows começaram na sexta-feira, dia 19, com o blues de Bernardo Fajoses e o hard rock da Stonegrind. Com influência de James Brown, Secos & Molhados, e Caetano Velo-so, os meninos da Altas Transas dividem o palco, no sábado, com a alternativa da Parola. No domingo, Denise Pinaud e Daniele Barbosa apresentam dois shows repletos de MPB, bossa nova e música regional.
  5. 5. Niterói 20/09 a 27/09/13 www.dizjornal.com 5 Internet Juliana Demier - juliana.demier@gmail.com “Não me Ignore Jamais” Cada vez tenho uma impres-são maior que hoje em dia os filhos crescem mais rápido que há uns 20 anos. Não era mãe naquela época, mas era filha, e acho que demorei bem mais a crescer do que as “adolescentes” de nove anos que vejo por aí. Não estudei isso, mas acho que o acesso à informação e a possibilida-de de ficar conectado conversando sem gastar créditos por tempos infi-nitos, deve ter alguma relação forte com esse comportamento. Na minha época (hoje estou com essa “vibe”) não tinha celular, então era preciso estar num lugar próximo de casa, com conhecidos e, de pre-ferência, com o bom e velho telefone fixo pra me localizar. Mas hoje, com smartphones cada vez maiores em mãos cada vez me-nores, o papo é outro, isso quando tem. Adolescentes, munidos de seus smartphones e dedos frené-ticos, se falam praticamen-te por sinais e abreviações e ignoram os chamados dos pais e mães que tentam usar o equipamento para falar com eles. Diante disso, uma mãe americana, cansada de ser ignorada pelos filhos, que não atendiam seus chama-dos, criou um aplicativo que simplesmente bloqueia as funções do smartphone da molecada enquanto sua ligação ou mensagem não for atendida. O Ignore no More (não ig-nore nunca mais) é um app que desconecta remota-mente Sem Conexão as funções do smar-tphone e só deixa habilitada uma lista pré-selecionada de contatos. Enquanto eles não ligarem de volta, nada de papo na internet. ORAÇÃO A SANTO EXPEDITO Festa 19 de abril. Comemora-se todo dia 19 Se vc. está com algum Problema Difícil e , precisa de aparentemente sem Solução Ajuda Urgente , peça a Santo Expedito. Ele é o Santo dos Negócios que precisam de pronta solução e cuja invocação nunca é tardia. ORAÇÃO : Meu Santo Expedito da Causas Justas e Urgentes, socorrei-me nesta hora de aflição e desespero. Intercedei junto ao Nosso Senhor Jesus Cristo! Vós que sois o Santo dos Aflitos, Vós que sois o Santo das Causas Urgentes, protegei-me, ajudai-me, Dai-me Força, Coragem e Serenidade. Atendei o meu pedido: (fazer o pedido) Ajudai-me a superar estas Horas Difíceis, protegei-me de todos que possam me prejudicar; Protegei minha família, atendei o meu pedido com urgência. Devolvei-me a Paz a Tranqüilidade Serei grato pelo resto da minha vida e levarei seu nome a todos que têm fé. Obrigado. Rezar 1 Padre Nosso,1 Ave Maria e Fazer o sinal da cruz. “para que os pedidos sejam atendidos é necessário que sejam justos”. Santo Expedito Agradeço a Santo Expedito a Graça Alcançada. Parece uma atitude desesperada... E é. A mãe passou meses com desen-volvedores até conseguir construir esse app que está disponível, por enquanto, só pra Android. E parece que deu certo, pelo menos pra mãe, que garante que seu filho atende ligações e responde mensa-gens bem mais rápido que antes. Já pra ele, deve estar sendo bem difí-cil... Moral da história: não dê um smar-tphone pro seu filho ou baixe o app. Mentirinha... Não tem moral... Mas tem um exemplo do ponto a que chegamos... Sem Alô Até mais!
  6. 6. Niterói 20/09 a 27/09/13 www.dizjornal.com 6 Edgard Fonseca edgard.fonseca22@gmail.com Edição na internet para Hum milhão e 200 mil leitores Uma Opção de Voto A cidade de Niterói vive um mo-mento muito especial, agravado pelos desmandos do governo da União. Para que possamos manter o equilíbrio de forças e ter poder de re-ação é preciso preservar as forças dos contrários. Somente assim teremos voz e mando o bastante para nos manter-mos na luta e recuperarmos o comando da cidade. A minha opção de voto recai sobre o deputado Comte Bittencourt, por, em primeiro lugar, reconhecer ao longo destes anos uma substancial parcela de trabalho em prol da cidade, além do Estado do Rio, nesse exercício de sete mandatos seguidos. Comte tem uma história de luta, ape-sar dos opositores tentarem ofuscar o brilho, pelas causas da educação. Ele é um educador e presidente da Comissão de Educação da ALERJ. É só verificar o que está documentado. Não é preciso polemizar e nem reiterar aquilo que é evidente e incontestável. Tumulto do Malafaia Não me canso de dizer que a dis-tribuição de títulos, medalhas e moções de aplausos indiscrimi-nadamente pela Câmara de Vereadores de Niterói, além de desvirtuar as finalidades, resulta em desacordos e beligerâncias. A questão deve ter certa lógica de me-recimento e não apenas agraciamento de correligionários e parceiros. Nessa sexta feira, 19, seria a entrega de um título ao pastor Silas Malafaia, por in-dicação do também pastor e vereador Ro-naldo, mas resultou em confusão. Não quero nem discutir o mérito da ques-tão, ou o merecimento ou desmerecimen-to do Pastor Malafaia. O erro está na apro-vação de algo que de antemão se sabe que vai render conflito. Qual é a relação entre Malafaia e Niterói? O que tem feito pelo município para mere-cer aplausos, títulos e outros mimos? Mas, Comte já exerceu a função de secretário municipal de Educação com uma folha de realizações que o credencia e o faz ainda mais responsável por seus man-datos. Em todos os grandes fatos políticos de Niterói, Comte esteve presente. Até vi-ce- prefeito ele já aceitou ser, para con-tribuir para manutenção deste equilíbrio a que me refiro. A presença de Comte na ALERJ é fun-damental, não só para as contribuições estaduais, mas para as próximas elei-ções municipais quando reavermos a cidade elegendo Felipe Peixoto para prefeito de Niterói. Eu voto no Comte e qualquer pessoa que queira o melhor para Niterói, deve votar também, com a certeza que es-taremos fortalecendo o campo político que sempre quis e sempre teve um tra-balho voltado para o bem desta nossa cidade. Quem acredita em mim, vota com cons-ciência e se fortalece estrategicamente. como é da corrente de pensamento e religião do Pastor Ronaldo, foi aprovada a homenagem entre seus pares. Aprovou, deve recebê-la, independente dos protestos que possa resultar. Tentar impedir a entrega é antidemocrático. Se não era para aprovar que se tentasse através da via política, impedir o feito. O Malafaia, que naturalmente tem as-sessoria, nem apareceu para receber qualquer coisa. Mas, mesmo assim, os partidos mais radicais, junto com mani-festantes afins tentaram impedir a entre-ga. Os simpatizantes das causas homosse-xuais tem o direito de protestar, pois o Malafaia os demoniza o tempo todo. Mas, tentar impedir algo aprovado em plenário é exagero. Que o título seja en-tregue sob protestos. Mas, sem impedir o ato. Deputado Comte Bittencourt Thatiana Cunha
  7. 7. Niterói 20/09 a 27/09/13 Edição na internet para Hum milhão e 200 mil leitores A Onda da Razão Pode parecer romântico e até www.dizjornal.com 7 Clínica Dr. Helder Machado Urologia Tratamento de Caá Rlcauiloo LRaesnearl Atendee Pmaortsi c UuNlaIrMED Atendimento 24H pelo tels: 8840-0001 e 9956-1620 Rua Dr. Celestino, 26 Centro - Niterói. Tels: 2620-2084 / 2613-1747 matematicamente improvável. Entretanto, para que o Brasil saia da vala negra onde se encontra teremos que ter a frieza e a percep-ção que somente com muito trabalho e gestão profissional, teremos em dois anos a reversão deste quadro ca-ótico que nos encontramos. Que ninguém se engane! Está tudo maquiado, para estar tudo dominado. Está surgindo a chamada “Onda da Razão”, que é o reconhecimento prático que nem Marina Silva, des-preparada e desamparada, e nem a Dilma com seus reprováveis com-portamentos administrativos poderão modificar a pior situação que o país enfrentou nos últimos anos. Estamos quebrados, desmoralizados e apare-lhados por agentes da destruição. É como uma “divisão de botim” como diria Leonel Brizola. Cada um que pegar o seu, e mais e mais... Que se dane a Pátria, que se dane quem fica sem nada. Eles estão com os dentes na nossa carne e vamos sangrar sem defesa. Temos Aécio Neves como opção. Nunca fui PSDB ou qualquer outro partido. Contestei a gestão de Ferna-do Henrique Cardoso, embora tenha a consciência e a dignidade de reconhe-cer que através de muitos feitos puse-mos este país num rumo. Com muito ainda a se fazer, mas no rumo certo. Rendo homenagens a Itamar Franco que propiciou a chegada do Plano Real e que nos salvou. Vieram os anos Lula e a destruição da estabilidade. Por fim, ainda entregou, irresponsavelmente, o país na mão da Dilma Rousseff que nunca soube di-reito como se administra um gabinete, que dirá uma Nação. Aí está! Um país em frangalhos e sem defesas adequa-das. Ameaçado por tudo e todos os “companheiros”, incluindo os vizi-nhos e os estrangeiros que trouxeram para engrossar fileiras. Ainda dá tempo de evitar o pior. Va-mos votar em Aécio e disputar o se-gundo turno. Assim o país terá uma chance. ZAPS... ... Déa Lúcia Amaral comemorou seu aniversário, no último dia 17,quarta-feira, acompanhada do casal, Maria Cláudia e Alkamir Issa, no restaurante Ícaro em Icaraí. Que viva muito! ... Lara Balbi vai casar. Advogada, excelente dançarina e professo-ra de dança. Aprendiz de feiticeira e jogadora de sinuca. Sempre foi a companheira na cerveja e na sinuca. Com o casamento es-pero que continue a jogar, embora a possibilidade da maternidade tenha que ensinar a bailar e jogar sinuca para os novos rebentos. Que venham! ... No meio de tanta química alimentar, no horizonte, está vindo aí para o mercado os “cookies” funcionais, tudo muito natureba e de um sabor fantástico. Anotem aí “BIBI JOE’S” vai arrebentar.
  8. 8. Niterói 20/09 a 27/09/13 Edição na internet para Hum milhão e 200 mil leitores www.dizjornal.com 8 Renda Fina 15 Anos de Camila Ventura Aniversariantes da Edição Dea Lucia Lula Basto Thatiana Cunha Mauricio Guimarães Renato Moreth Julio Cerino Camila Mainier Ventura fez 15 anos numa festa entre parentes e amigos. Filha dos dentistas Paulo e Regina Mainier Ventura, que vibravam com os festejos para a filha mais velha. A festa foi no sábado passado, dia 13 na casa de veraneio do casal. A beleza da aniversariante ficou a cargo de Katia Leite, que acerta sempre. Imagens gravadas pelo casal Julio e Raquel Cerino. Camila Ventura Paulo Ventura dança com a filha
  9. 9. Niterói 20/09 a 27/09/13 www.dizjornal.com 9 T! News Terapeuta Holística thatiana.ncunha@gmail.com E! Games contato@erisveltonsantana.com erisveltonsantana.com Acupuntura, Yoga, Meditação, Shiatsu, Reiki, RPG Respiração e Drenagem Linfática Rua Miguel de Frias, 40 - Icaraí, Niterói - (21) 2717-9117 Instinto Assassino Após 17 anos o jogo “Killer Instinct” que se consagrou na Nintendo ganha sua se-quência exclusiva para o Xbox One. Assim com o título original, o novo “Killer” se apoia em fórmulas já consagradas para funcionar, adicio-nando sua própria pitada de origi-nalidade com personalidades mar-cantes e foco nos combos. O jogo possui gráficos bonitos e muitas opções para personalizar o visual dos lutadores pecando apenas por chegar meio “cru” as lojas com poucos personagens e arenas. Além de não possuir um modo arcade convencional e uma área de treino mais completa. O primeiro trailer mostrou que “Killer Instinct” é muito semelhante, em termos de qualidade, ao excelente “Street Fi-ghter IV”. Desde o estilo visual, passando pela velocidade das partidas até a confi-guração de botões, mecânica dos com-bos e as disputas entre Jago, Sabrewulf e companhia lembram demais os emba-tes entre Ryu, Ken e a turma da Capcom. Ainda assim, “Killer Instinct” consegue ter personalidade própria ao resgatar o exagero quase cômico típico da série e o carinho tão grande aos combos. Neste aspecto, o jogo encontra um bom equilíbrio, tornando os combos fáceis o bastante para qualquer um reali-zar facilmente, mas com complexidade e profundi-dade o bastante para que aqueles que dominam o sistema vejam vantagem em se dedicar a ele. “Killer Instinct” se es-força para mostrar o poder do novo conso-le da Microsoft. Luta-dores grandes na tela, cenários complexos e um exuberante show de partículas e efeitos especiais dominam as lutas. Para alguns, pode parecer exagerado de-mais – como as bolas de fogo de jago. Ainda assim, não deixa de fazer parte do estilo do game e, de quebra, serve como demonstração dos gráficos incriveis do Xbox One. Ainda bem que a Microsoft já anunciou que chegará efeitos desta espécie no futuro por meio de constantes atualizações, renovan-do o jogo ao longo do tempo. Mesmo assim, sou da opinião de que é sempre melhor segurar o jogo mais um tempo em desenvolvimento e lançar logo um produto completo e variado do que ir soltando aos poucos. É esperar pra ver. Até a próxima! Transtornos de Ansiedade Já falei da ansiedade e vou, posteriormente, tratar da síndrome do pânico, fobias, transtor-no obsessivo - compulsi-vo. Farei isso porque nos dias de hoje, infelizmente, temos conhecimento de várias pessoas que sofrem de algumas das patologias citadas. Não exagerando, estamos vivenciando uma epidemia se contarmos que alguns dos casos por se manifestarem de manei-ra mais sutil, não são per-cebidos pelas vítimas e por isso, ficam sem o tratamento adequado. Tratam somente os casos mais extremados. As principais causas dos transtornos de an-siedade são os desequilíbrios energético e bioquímico entre os neurotransmissores es-timulantes e calmantes do sistema nervoso, que é provocado por deficiências nutricio-nais ou pela ingestão de substâncias impró-prias. Daí, a importância em ficar atento ao que é ingerido, porém uma mente inquieta também pode ter sua contribuição para a manifestação da ansiedade. Para o professor Arlindo Fiorentin, uma pessoa ansiosa é aquela que não vive no equilíbrio entre os tempos: “uma pessoa ansiosa tem forte tendência de ficar conec-tada com o futuro e, por isso, vive o pre-sente de forma mecânica, automática, e isso é muito nocivo”. E, para tentar compreender os mecanismos fisiológicos, bioquí-micos, psicológicos e energéticos dos transtornos da an-siedade, suas pos-síveis causas e sin-tomas, acontece no próximo dia 27, no Instituto Ortobio, em Icaraí, o even-to que irá ajudar a lidar com esses transtornos. Serão três profis-sionais de diferen-tes áreas reunidos: João Vinicius Rabe, psicólogo; Arnaldo V. Carvalho, fundador da Escola de Shiatsu Shiem e Arlindo Fio-rentin, instrutor de meditação, reeducação respiratória e Yoga Integrado, que irão pro-mover às pessoas que sofrem dos distúrbios de ansiedade a compreensão dos motivos e principalmente, ajudá-las a tomarem cons-ciência de que elas próprias podem ame-nizar ou mesmo se livrar de tais distúrbios utilizando procedimentos simples, práticos e econômicos. “Por conta própria e com segurança, você pode fazer muito em relação a transtornos de ansiedade, utilizando procedimentos simples e econômicos como estímulos de transformação, shiatsu emocional, equilí-brio nutricional, respiração e meditação e presentificação”, explica Fiorentin. Mais informações: 9.8106-1991 e 2717- 9117. Namastê!
  10. 10. Niterói 20/09 a 27/09/13 www.dizjornal.com 10 Fernando de Farias Mello Fernando Mello - fmelloadv@gmail.com O Candidato 3 O Candidato saiu contrariado da reunião com o diretor de uma em-presa que faz pesquisas junto aos eleitores que recusou qualquer tipo de ne-gociação com ele. Foi quando o Candidato disse meio atravessado que “outro já havia tomado o espaço, não é?!?”, o que fez o tal diretor levantar-se bruscamente e dar um murro na mesa e vociferou: - “o único corrupto aqui nesta empresa é você, uma visita indesejada. Queira se retirar!” Fingindo não se importar, o Candidato saiu com passos apressados, resmungando baixinho. Chegou ao carro e gritou com o pobre assessor: - Vamos embora desta em-presa vendida e sem escrúpulos! Imediatamente, sua mente procurou o sig-nificado da palavra escrúpulo, sem qual-quer resultado. Ele, enfim, nada sabia da existência do escrúpulo em seu dicionário interno. Mas, disse tal palavra como se sig-nificasse algo positivo no seu contexto. A sua revolta cresceu mais ainda quando viu numa calçada da zona norte da cidade vários cavaletes seus tombados. Mandou parar o carro, desceu e foi em direção a um bar onde estavam vários apoiadores de muitos partidos em animado bate-papo. Partiu para a ignorância e perguntou quem era o irresponsável que tomava conta do seu cavalete. Um silêncio esquisito se for-mou e foi quebrado pela voz animada de um locu-tor de rádio que ao fundo estava lendo horóscopo. Uns doze pares de olhos se voltaram para ele e mui-tos o olharam de cima para baixo, quando uma senho-ra obesa deu um passo à frente. Ele não perdoou e foi logo cobrando o por-quê dela não estar ao lado dos cavaletes. Recebeu como resposta: - é porque aquele f(*) de candidato não nos pagou a semana passada. Por que, você veio pagar ou só reclamar? Aproveitando a deixa e percebendo que tinha se dado mal na abordagem grosseira e prepotente, o Candidato tirou dinheiro do bolso e, corajosamen-te, afirmou que era o can-didato do cavalete e que tinha vindo porque havia mandado fazer o paga-mento, mas que o dinheiro “sumiu no ca-minho”. Em seguida, pediu desculpas pelo atraso e ratificou seu pedido de votos. Nisso, não sendo bobo nem nada e apro-veitando- se da oportunidade, pagou uma rodada de cerveja para todos os presen-tes e chegou até mesmo a beber um copo, ainda que com nojo porque percebeu que era lavado “no dedo”, sem esponja. Rece-beu do pessoal vários tapinhas nas costas e um jovem pediu que comprasse uma moto usada, porque queria trabalhar como moto-taxista. O Candidato prometeu “ver o caso com carinho”. Saiu como um herói, mas preocupado. Percebeu que não vinha tratando muito bem o pessoal da campanha eleitoral. Pen-sou, pensou e resolveu fazer um churrasco no domingo, no seu sítio, convidando ex-clusivamente seus assessores e familiares. Comprou bolas de plástico e bonecas e fez um sorteio. Claro que todas as crianças ganharam. Tiveram o sabor de uma vitó-ria pré-preparada e não sabiam. Este era o sonho do Candidato. Ganhar e ganhar, sempre. Essa tentativa de mudança no comporta-mento melhorou o seu clima de campanha. Passou a visitar diariamente os pontos onde havia mais bandeiras e cavaletes. Pagava cafezinhos e sanduíches para os presentes no bar ou padaria mais próxima. Abraçava a todos e pedia votos. A semana da eleição estava chegando e o Candidato resolveu despachar a sua esposa para as Ilhas Maldivas. Alegou que estava muito estressado e que o seu comporta-mento em casa não estava de acordo com um pai de família responsável. Assim que um assessor informou que o avião havia partido, correu para os braços da amante. Depois, foi direto para casa. No caminho olhou para a lua, que parecia desafiar o es-curo espaço. Fez um pedido: queria ganhar mais um mandato para enriquecer definiti-vamente. Lembrou dos seus filhos, mas já era muito tarde para vê-los. Dormiu! Fernando Mello, Advogado www.fariasmelloberanger.com.br e-mail: fmelloadv@gmail.com PALÁCIO T IRADENTES: LUGAR DE MEMÓRI A DO PARLAMENTO BRASILEIRO. Putz!
  11. 11. Niterói 20/09 a 27/09/13 www.dizjornal.com Pela Cidade 11 Edição na internet para Hum milhão e 200 mil leitores Projeto de Lei Discutirá Instalação de Radares Eletrônicos O vereador Bruno Lessa (PSDB) apresentou na Câmara de Niterói o projeto de lei que obriga a Prefeitura Municipal a realizar audiên-cias públicas para a instalação de radares na cidade. Segundo o autor, o objetivo do projeto é fazer com que a população também possa opinar e ajudar o poder público antes da instalação do equi-pamento. A Prefeitura deverá, pelo projeto, explicar as necessidades e os benefícios da instala-ção para a localidade: “muitos moradores reclamam de radares instalados em locais que não contribuem, efetivamente, para a fiscalização e, às vezes, são pegos de sur-presa por desconhecerem a existência dos mesmos, por isso, acho importante que a população seja ouvida antes da sua coloca-ção”, justifica. Biblioteca Parque no Horto do Fonseca Os deputados Felipe Peixoto (PDT) e Comte Bittencourt (PPS) ingressaram com indi-cação na Alerj, solicitando ao Governo do Estado a restauração do Palácio Euclides da Cunha para abrigar a segunda biblioteca parque da cidade e a quinta no estado. Será nos moldes já existentes no Centro de Niterói e do Rio, na Rocinha e em Manguinhos. É a maior área verde da Zona Norte de Niterói (cerca de 250 mil metros quadrados), no centenário Horto do Fonseca que poderá ser ponto de encontro para os amantes da leitura e para aqueles que procuram um lugar tranquilo para estudar. “Recentemente conheci esse projeto em 2012, quando estive na Colômbia, e fiquei sim-plesmente encantado com a ideia. Ter uma biblioteca nesse formato em nossa cidade será um grande ganho para a população. Em especial, para quem mora na Zona Norte, onde ainda são poucas as opções de entretenimento. Além disso, não podemos esquecer que a educação e a cultura são os pilares de nossa sociedade” - disse Felipe Peixoto. Direção do Huap se Reúne com a Comissão de Urgência e Emergência dos Municípios da Região Metropolitana SUS de hierarquização do sistema e de referência e contra-referência do paciente com o objetivo de garantir ao cidadão acesso aos serviços do sistema pú-blico Conforme o acordo formado na reunião com a Comissão de Urgência e Emergência dos Municípios serão discutidos os tipos de procedimentos que serão referenciados para o Huap e os que serão contra- referen-ciados O Huap funciona como uma Unidade de Emergência Regulada e Referenciada, em razão da sua especificidade como hospital universitário e contratualização com o Sis-tema O modelo de gestão adotado em 2008 Milagravas Na última segunda-feira, 15, foi realiza-da no Hospital Universi-tário Antônio Pedro uma reunião de trabalho entre a direção do Huap e os representantes das Secre-tarias de Saúde da Região Metropolitana 2, para esta-belecer critérios de atendi-mento, seguindo o modelo de saúde. para os municípios. Único de Saúde. O Teatro Municipal de Niterói recebe nessa terça-feira (23 de setembro), o monólogo Milagravas, encenado por Lucí-lia Dowslley. O espetáculo é mais um pro-jeto que nos brinda com poesia. A jornalista, fotógrafa, poeta e atriz se de-safiou a pisar no palco do Teatro Municipal de Niterói e se apresenta como atriz. Escrito por Vinicius Soares e contendo poemas de Lucília Dowslley, Milagravas é um texto que diz a simples e contundente verdade: toda palavra é um milagre, algo mágico que transforma quem as lê e ouve. O texto foi escrito através de pesquisas poéticas, tendo como referências o livro “Mila-grário Pessoal” – José Eduardo Agualusa e poemas de Fernando Pessoa e, como vertente principal, o poema “Louco” de Lucília Dowslley. Pelo projeto, a audiência pública terá que acontecer no prazo mínimo sete dias no bairro onde deverá ser instalado o equipamento e ter uma ampla divulgação para garantir uma maior participação popular. E, é previsto também que o parecer do engenheiro de trânsito res-ponsável pela indicação da instalação seja apresentado na ocasião pelo poder público, juntamente, com o estudo de engenharia com as justificativas. A população poderá, caso discorde, apre-sentar outras possibilidades que deverão ser recebidas e analisadas pela prefeitura. “Qualquer alteração no trânsito tem reflexo no cotidiano da população, por isso, nada mais justo do que lhe conceder o direito de participação nas decisões sobre o assunto”, finalizou. observa o conceito de hierarquização e re-ferência e contra- referência prevista pelo SUS na Política Nacional de Urgência e Emergência e no Plano Estadual de Atendi-mentos as Urgências e Emergências. Presentes na reunião estavam o diretor mé-dico do Huap, Haberlandh Sodré Lima; o diretor geral do Huap, Tarcisio Rivello; a secretária de saúde de Niterói, Solange Re-gina de Oliveira; o secretário de saúde de Itaboraí, Edilson dos Santos; a coordenado-ra de urgência e emergência de Silva Jardim, Flávia Espíndola Kiuchi; ; a subsecretária de saúde de Silva Jardim, Tereza Fernandes e o chefe do serviço de emergência do Huap, Anibal Dragão.
  12. 12. Niterói 20/09 a 27/09/13 www.dizjornal.com Em Foco dizjornal@gmail.com 12 Edição na internet para Hum milhão e 200 mil leitores Clube Espanhol Lotou e Aplaudiu Comte Bittencourt e Pezão Num encontro em que reuniu as lideranças e moradores da Região Oceânica de Niterói para referendar as campanhas do go-vernador Pezão e do deputado Esta-dual Comte Bittencourt, o deputado Felipe Peixoto fez um relato das ati-vidades em prol da Região e mostrou como participam de cada atividade e realizações de obras. Felipe apontou o governador como o grande respon-sável pelas melhorias de toda região, desde o “Asfalto na Porta e do Bairro Novo”. Voltou a salientar que as obras realizadas são de inteira responsabi-lidade e financiamento de 100% do Estado. Os pedidos de obras partiram dele e em alguns casos do deputado Comte Bittencourt, somando-se as interferências pessoais do vereador Bruno Lessa, morador da Região e in-terlocutor municipal dessas questões. Felipe Peixoto elencou números e re-alizações desde quando foi secretário regional da região, como vereador e deputado. Ele atribui ao grupo de que faz parte, o trabalho conjunto de prospecção e desenvolvimento de melhorias para Região Oceânica. Disse que sem o governador Pezão e sua gestão pessoal, essas obras não teriam sido realizadas. Falou também que quando pede votos para Pezão e Comte, o faz na certeza da continui-dade de realizações e benefícios que aí estão de forma incontestável. Que quando se lembrarem dele, lembrem-se de Pezão e Comte Bittencourt que são na verdade os grandes parceiros em todos os empreendimentos pelo desenvolvimento de Niterói. Aclamado e querido, o deputado Fe-lipe Peixoto comprovou que é a lide-rança maior dentro da Região Oceâ-nica, assim como em todo município. Plenário cheio Comte discursa ao lado de Felipe Comte Bittencourt, Felipe Peixoto, Renê Barreto, Silvio e Bruno Lessa e Pedro Cascon

×