Niterói
28/11 a 12/12/15
www.dizjornal.com
Edição Online Para Um Milhão e Oitocentos Mil Leitores
16 Mil Exemplares Impres...
Niterói
28/11 a 12/12/15
www.dizjornal.com
2
Cultura
Paulo Roberto Cecchetti prcecchetti@ig.com.br
annaperet@gmail.com
DIZ...
Niterói
28/11 a 12/12/15
www.dizjornal.com
3
Documento
dizjornal@hotmail.com
Edição na internet para Hum milhão e 800 mil ...
Niterói
28/11 a 12/12/15
www.dizjornal.com
4
Informes
Expediente
Edgard Fonseca Comunicação Ltda.
R Otavio Carneiro 143/70...
Niterói
28/11 a 12/12/15
www.dizjornal.com
5
InternetLaio Brenner - dizjornal@hotmail.com
Por um “Ano Rosa Melhor”
O
s mes...
Niterói
28/11 a 12/12/15
www.dizjornal.com
6
Edgard Fonseca
edgard.fonseca22@hotmail.com
Edição na internet para Hum milhã...
Niterói
28/11 a 12/12/15
www.dizjornal.com
7
Edição na internet para Hum milhão e 800 mil leitores
Após o sucesso do lança...
Niterói
28/11 a 12/12/15
www.dizjornal.com
8
Renda Fina
Aniversariantes da Edição
Jurema Melo Porto Lenita Rabelo Leandro ...
Niterói
28/11 a 12/12/15
www.dizjornal.com
9
Conexões
erialencar.arte@gmail.com
E! Games
dizjornal@hotmail.com
Jêronimo Fa...
Niterói
28/11 a 12/12/15
www.dizjornal.com
10
Fernando Mello - fmelloadv@gmail.com
Fernando de Farias Mello
ATENÇÃO PARAA ...
Niterói
28/11 a 12/12/15
www.dizjornal.com
Pela Cidade
11
Edição na internet para Hum milhão e 800 mil leitores
Obra reúne...
Niterói
28/11 a 12/12/15
www.dizjornal.com
Em Foco
12
Edição na internet para Hum milhão e 800 mil leitores
Ouvidoria Itin...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Dizjornal142

415 visualizações

Publicada em

Edição 142

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
415
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Dizjornal142

  1. 1. Niterói 28/11 a 12/12/15 www.dizjornal.com Edição Online Para Um Milhão e Oitocentos Mil Leitores 16 Mil Exemplares Impressos Circula por 15 dias ThaisLeite*beleza:WagnerMoraes*foto:JulioCerino 2ª Quinzena Nº 142 de Novembro Ano 08 de 2015 Diz: Todo Mundo Gosta Diretor Responsável: Edgard Fonseca Zona Sul, Oceânica e Centro de Niterói Página 03 Municipal Uma Guarda Arrecadadora
  2. 2. Niterói 28/11 a 12/12/15 www.dizjornal.com 2 Cultura Paulo Roberto Cecchetti prcecchetti@ig.com.br annaperet@gmail.com DIZ pra mim... (que eu conto) Anna Carolina Peret Edição na internet para Hum milhão e 800 mil leitores Whisky Anuncio Módulo 1A ANUNCIE AQUI R$ 200,00 Por inserção ou 12 inserções por R$ 1.080,00 em 6 mensais de R$ 360,00 EDITORA DizDiz3628-0552 • 3628-5252 www.dizjornal.com Edição de Livros sem Custo Nas últimas semanas, uma verdadeira polêmica surgiu na Internet após a postagem de uma foto da atriz Vera Fischer. Alguns disseram que ela está envelhe- cendo. Oh, Meu Deus! Santa novidade! Quem não está? Que pobreza de espírito criticar a passagem do tempo... Todos – sim, amigos, todos nós – somos reféns do tempo! E não há como se livrar dele. Vamos envelhecer, en- rugar, deteriorar. É natural. Não há nada de esquisito nisso. Obviamente, podemos esco- lher envelhecer de diversas formas. O dinhei- ro, nesse momento, pode ajudar a esticar o rosto, a alisar as formas e a remediar alguns males. Entretanto, não há financiamento para a juventude eterna. Ela não está à venda. E é bom que não esteja. Afinal, se ao rejuvenes- cer, perdêssemos também nossas memórias, aprendizados e lições, a vida não serviria de nada! Ao “amadurecer” – expressão de mi- nha preferência – nos tornamos melhores. O ser humano é como um bom whisky... Quanto mais o tempo passa, melhor fica! Depois de todo o debate em torno desta questão, fiz uma retrospectiva Hollywoodia- na! Fui averiguar a idade dos meus atores pre- diletos e há quanto tempo eu os acompanho. Comecei a investigar e a perceber que, quan- to mais o tempo passa, mais eu gosto deles! E, eu aposto que, após uma breve leitura des- te texto, você também lembrará com muito carinho de pelo menos um desses rostinhos que citarei aqui. Vamos começar com um ator que eu adoro! Bruce Willis é lembrado pelos incontáveis filmes de ação nos quais ele atuou: “Pulp Fiction - Tempo de Violência”, “Duro de Matar”, “Armageddon”, “O Quin- to Elemento”, etc. Nem todas as pessoas viram todos os filmes, po- rém, com certeza lembram-se des- se rosto marcante. Pois bem, nos anos 1990, ele ainda não era ca- reca, tinha o corpo mais sequinho e menos marquinhas no rosto... Mas e daí? Trata se de um grande ator, filmando cerca de três longas por ano. Além disso, hoje com 60 anos, esbanja carisma e continua muito sexy. Quem nega? Outro que apenas melhora com o tempo é Samuel L. Jackson. Deus, quantas produções eu já assisti com ele? Impossível contabilizar: “Tempo de Ma- tar”, “Shaft”, “A Negociação”, “Star Wars”, “Django Livre”, etc. Ele está em plena forma, também continua como figurinha fácil nas te- lonas e sempre mostrando um talento conta- giante. Assim como Morgan Freeman! Como não mencionar aqui o ator de “Um Sonho de Liberdade”, “Menina de Ouro”, “Invictus”, “Amistad”, etc.? Dá pra acreditar que, aos 78 anos, só em 2015 Freeman já rodou cinco películas? Vamos falar um pouquinho das mulheres! E, ninguém melhor para citar do que a musa Meryl Streep! Ela simplesmente já foi indicada ao Oscar 19 vezes... E ganhou três! Prota- gonista de inesquecíveis produções como “As Pontes de Madison”, “As Horas”, “Kramer vs. Kramer”, “As Filhas de Marvin”, “O Diabo Veste Prada”, “A Dama de Ferro”, entre ou- tros. Aos 66 anos, Meryl é sinônimo de su- cesso! Sua idade está estampada no seu rosto, assim como todo o seu talento e sua trajetória incomparável. Eu duvido que ela troque sua experiência de vida por menos alguns anos... Afinal, ela brilha! Não podemos deixar de falar de Helen Mirren. Como eu adoro essa atriz! Aos 70 anos, contabiliza produções de tirar o fôlego: “A Rainha”, “Intrigas de Esta- do”, “Garotas do Calendário”, “Hitchcock”, “Assassinato em Gosford Park”, etc. Verda- deiro sinônimo de perfeição e exemplo a ser seguido. E há muitos outros... Judi Dench, Clint Eastwood, Ma- ggie Smith, Pierce Brosnan, Susan Sarandon, Diane Kea- ton, Tommy Lee Jones, Glenn Close, Dustin Hoffman, John Malkovich, Anthony Hopkins, Al Pacino, Harrison Ford, Fran- ces McDormand, etc. E quan- tos nomes eu não citei? E nada de aposentadoria para eles! Não estou defendendo a Vera. Estou indo além... Estou defendendo o meu, o seu, o nosso direito de ficarmos velhos! Não me sinto com a idade que tenho. Sinto-me mui- to mais jovem. E não digo fisicamente. Digo psicologicamente. Fisicamente, já comecei a sentir restrições. Mas eu estou viva, apren- dendo diariamente a arte de ser feliz... Não quero viver para sempre. Eu quero é viver bem. Afinal, eternidade nunca foi – e nem será – sinônimo de felicidade. Assim como, ruga nunca foi antônimo de jovialidade! Desejo uma semana com menos preconceito e mais grandeza de espírito... Até mais! - A presidente do Cenáculo Fluminense de História e Letras/CFHL, Professora Matilde Carone Slaibi Conti, recepcionou amigos e intelectuais para o Momento Lírico-cultural no dia 27 de novembro, no Bistrô Beira Mar, em Icaraí. - O psicanalista, escritor e artista plástico Carlos Eduardo Leal está expondo “Cores do Inconsciente” na Sala de Cultura Leila Diniz (Rua Heitor Carrilho, nº 81 -Centro - Nite- rói). A exposição, com entrada franca, fica aberta até 23 de dezembro, de 2ª a 6ª, das 10 às 17 horas. - O Teatro da UFF (Rua Miguel de Frias, nº 9 - Icaraí) apresenta a peça “Silêncio!” com Suzana Faini e grande elenco. Até 29 de no- vembro, sábado às 21 h; domingo, às 20 h. - Dia 30 de novembro, 2ª feira, às I5 horas, comemoração dos 15 anos da inauguração da sede da ASPI/UFF (Associação dos Pro- fessores Inativos da Universidade Federal Fluminense), Rua Passo da Pátria, nº 19 - São Domingos - Niterói. Imperdível! - A incansável mestra Mag- nólia Brasil Nascimento (foto) recebeu da Universidade Fe- deral Fluminense/UFF o título ..................................................................de Professora Emérita. Mais que merecido! - Dois registros: 1º) Quero de público agradecer a jornalista Renata Palmier pelo convite para uma entrevista no Canal Unitevê, quando pude explanar os inúmeros movimentos culturais que venho realizando na cidade de Niterói. 2º) Muitíssimo obrigado Luiz Cláu- dio Guimarães e Guilherme Kolla pela ajuda imprescindível na colocação da placa e do busto em bronze do saudoso jornalista Luís Antônio Pimentel, na Praça Getúlio Vargas, em Icaraí.Quadro da expo Cores do Inconsciente
  3. 3. Niterói 28/11 a 12/12/15 www.dizjornal.com 3 Documento dizjornal@hotmail.com Edição na internet para Hum milhão e 800 mil leitores Estacionar irregularmente nas vagas constitui infração no Códi- go de Trânsito Brasileiro, Artigo 181 (multa e guincho). Entre- tanto, em Niterói, a Nitrans não observa as normas específicas de sinalização de vagas. O usuário não tem a informação pre- cisa e existem situações adversas, como a imposição e extorsão dos flanelinhas, que não são reprimidos pela Guarda Munici- pal. O município já sofre com o “loteamento” das vagas sob concessão para empresas que faturam exorbitantemente, visto Uma Guarda Municipal Arrecadadora N a atualidade este quesito se transformou em meio de faturamento para empresas e principalmente para a municipalidade, que apenas intensifica a “fiscalização” como meio de re- ceita. Ao invés de organizar este tema de disciplina, a prefeitura não só permite como estimula o seu “Departamento de Trânsito” a multar e rebocar os carros da população. Tornou-se uma cidade desa- gradável e temerária para quem possui um automó- vel. Ao contrário do que se poderia esperar do “poder público” em respeitar quem já paga IPVA, que é um imposto anual e inexplicável, pois não se sabe exatamente a destinação desta arrecadação, que é estadual. A municipalidade que deveria proteger e assegurar o direito do cidadão vive como se armasse ciladas para os usuários, com o único propósito: fa- turar, se é que não poderíamos dizer, extorquir. Esta é outra receita de destino obscuro, principalmente pelas práticas. Todoniteroiensesabequeexisteaindústriadasmultas e reboques. Não se pode afirmar que exista uma com- binação criminosa entre a Guarda Municipal e os fla- nelinhas, mas, existem coincidências muito suspeitas. Nas imediações da Cantareira, em São Domingos, existe uma prática, que inclusive está atrapalhando os restaurantes e bares da Região: quando se chega à localidade não existe a presença da Guarda Muni- cipal. Aí, o motorista é abordado por um grupo de flanelinhas, nem sempre de forma amistosa. Insistem que as “vagas estão disponíveis e seguras”, prin- cipalmente nas ruas transversais, onde estacionar em nada atrapalha o fluxo do trânsito. O individuo vai jantar ou para seu lazer, ciente de estar seguro da guarda do seu carro, principalmente porque o pagamento pela vaga é sempre antecipado e com preço estipulado, que varia de cinco a dez reais. Assim que todas as vagas são ocupadas, os flaneli- nhas somem da área, e como num passe de mágica, aparecem os Guardas Municipais e agentes do Trân- sito. Indiscriminadamente começam a multar, e inva- riavelmente começam a rebocar os carros. Não têm apelo, nem explicações, exceto que os rebocados irão pagar os “124 reais” pelo “deslocamento”. Em muitos casos, curiosamente, é fácil reaver o carro. Basta pagar o reboque. Não há burocracia, nem se percebe diretamente a aparência oficial da operação. Rebocou, pagou e acabou-se o episódio. Que venha o próximo. As multas são frequentes e os Guardas parecem es- tar preparados para respostas: sempre estão cober- tos de razão. Entretanto, a nossa reportagem avis- tou na Rua Lemos Cunha um flanelinha cobrando quatro reais pelas vagas da rua nas imediações do Campo de São Bento. Dirigimo-nos a uma dupla de Guardas Municipais que andava pelas proximidades. Eles desconsideraram a nossa denúncia e disseram: “isso não é problema nosso. Procurem a Polícia Mi- litar. Isso é extorsão. É problema de polícia!” Então retrucamos: “Vocês estão autorizados a multar e re- primir motoristas, mas enfrentar infratores na área de trânsito,não é problema dos senhores?” Eles mal responderam: “É assim que funciona”. Sob o pretexto de ordenamento urbano a população está à mercê de uma “Nitrans” que deveria ser um departamento de orientação e de função didática, para tornar-se um órgão temido e rejeitado pela po- pulação, que vê na entidade a constante ameaça re- pressora e arrecadadora, o que é muito pior. Não nos lembramos de que em outros governos a Guarda Municipal gozasse de imagem tão ruim pe- rante a população, quando era afetivamente festeja- da. Faz-nos crer que é uma questão de administra- ção e de má influência. E ainda pensam em armar esta Guarda com armas de fogo. Estes e outros comportamentos antevêm o que acontecerá. Lamentavelmente. que o Rio de Janeiro, com demandas e custos maiores, cobra aproximadamente 44% mais barato pelas vagas, sem contar os diferentes períodos. Estacionar em Niterói passou a ser problema de uns anos para cá, quando a frota de automóveis cresceu e a atenção e disci- plina com as vagas de estacionamento não acompanharam o desenvolvimento da cidade. São escassas e tornaram-se dispu- tadas e muito caras.
  4. 4. Niterói 28/11 a 12/12/15 www.dizjornal.com 4 Informes Expediente Edgard Fonseca Comunicação Ltda. R Otavio Carneiro 143/704 - Niterói/RJ. Diretor/Editor: Edgard Fonseca Registro Profíssional MT 29931/RJ Distribuição, circulação e logística: Ernesto Guadelupe Diagramação: Eri Alencar Impressão: Tribuna | Tiragem 16.000 exemplares Redação do Diz R. Cônsul Francisco Cruz, nº 3 Centro - Niterói, RJ - Tel: 3628-0552 |9613-8634 CEP 24.020-270 dizjornal@hotmail.com www.dizjornal.com Os artigos assinados são de integral e absoluta responsabilidade dos autores. D! Nutrição clara.petrucci@dizjornal.com | Instagram: Clara PetrucciEdição na internet para Hum milhão e 800 mil leitores Distribuidora Guadalupe 25 Anos de bons serviços Jornais Alternativos - Revistas - Folhetos - Encartes Demonstração de Placas Sinalizadoras Entrega de Encomendas e Entregas Seletivas Niterói - Rio de Janeiro - São Gonçalo - Itaboraí - Magé - Rio Bonito - Maricá - Macaé eguada@ar.microlink.com.br guada@ar.microlink.com.br 99625-5929 | 98111-0289 3027-3281 | 2711-0386 (sec.elet. 7867-9235 ID 10*73448 DG Nenhum Esforço é Em Vão F alar de reeducação alimentar é como falar de política. Precisa de tempo para a mudança. Exige uma transição gradual que muitos no meio do caminho desistem, e há aqueles que fa- zem a mudança radical e um belo dia explodem e jogam tudo para o alto. Nem uma coisa nem outra são em vão! Todo gesto de mudan- ça é válido e o que não vale é desistir! Possuo pacientes que eu sei que não se- guem à risca o que lhe foi prescrito, e mes- mo assim possuem resultados positivos; e possuo pacientes que seguindo todas as orientações obtém o mesmo resultado. O importante é que a semente da saúde foi plantada no seu corpo. Uns demoram mais, outros menos, mas o resultado sempre vem! Estou escrevendo isso por estarmos pró- ximos às festas de fim de ano e pode- mos ainda sim transformar nossas vidas. Substitua o pão branco pelo integral, o queijo prato por cotage, o suco industriali- zado por uma fruta, aumente a ingestão de líquidos... Traga alguma mudança saudável para você, se esforce sempre para ser me- lhor, mesmo que o resultado venha devagar. O ato de cuidar de si refletirá imediatamen- te! O tempo passa rápido, quando se der conta, já terá um ano de mudança, e você não se reconhecerá quando olhar no espe- lho ou parar para lembrar como era antes. Comece já sua mudança! Comissão de Educação Defende Gestão Democrática Agestão democrática das escolas da Rede Estadual foi o tema da audiência pública Comissão de Educação da Alerj no último dia 25. Em pauta, a aprovação do Projeto de Lei 584 de 2015, que preten- de envolver toda a comunidade escolar no processo de escolha de diretores e direto- res-adjuntos das unidades. O presidente do Colegiado, deputado Comte Bittencourt, se comprometeu a apresentar na próxima semana o substituti- vo ao PL original, já com as emendas feitas pelos parlamentares e aprovadas na Casa. O deputado defende que a votação da ma- téria deva acontecer ainda este ano. "O Plano Nacional de Educação e a Consti- tuição Estadual já preveem a gestão demo- crática, com consulta a comunidade esco- lar. Agora é preciso que outros deputados votem favoravelmente ao PL de autoria do deputado Carlos Minc. Há muitos anos que a Comissão defende essa matéria, e preten- demos viabilizar a implantação do modelo, através do entendimento entre o Executi- vo e o Legislativo. A Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec), por exemplo, insti- tuiu recentemente um processo de consulta para a escolha das direções das suas uni- dades que comprovou o êxito da medida", explicou Comte. Semana Nacional do Doador OHemorio promoveu coleta de sangue móvel na Cinelândia, Centro do Rio de Janeiro, nos dias 25 e 26 de novembro. Foi um even- to pela Semana Nacional do Doador de Sangue. Muitas pessoas compa- reçam na ação da coleta de bolsas de sangue, que serão distribuídas para o atendimento de cerca de 200 uni- dades de saúde em todo o estado. O Secretário de Estado de Saúde, Felipe Peixoto, compareceu à aber- tura do evento para apoiar a campanha. - ”Percebemos que a população se solidariza com os pacientes que têm necessidade de transfusão de sangue, mas temos que convocar ainda mais doares para o Hemorio, pois a demanda é crescente. Com a Semana do Doador, ob- servamos que muitas das pessoas que participam doam sangue pela primeira vez. O nosso desejo é que se tornem doadores contínuos e salvem muitas vidas” – afirmou o secretário de estado de Saúde, Felipe Peixoto. OMinistério da Saúde decretou Estado de Emergência em Saúde Pública após perceber um aumento dos casos de micro- cefalia no Nordeste do Brasil. Com intuito de mapear possíveis casos de Zika vírus para estudar sua relação com as sequelas em bebês, a secretaria de Es- tado de Saúde do Rio de Janeiro publicou uma resolução estadual que torna obrigató- Notificação Obrigatória de Gestantes ria e imediata a notificação de casos de ges- tantes com manchas vermelhas na pele. Para notificar basta enviar um e-mail para o endereço notifica@saude.rj.gov.br , ligar para os telefones (21) 2333-3993, (21) 2333-3996, (21) 98596-6553 ou pre- encher o formulário online disponível no sites www.riocomsaude.com.br e formsus. datasus.gov.br. Secretário de Saúde Felipe Peixoto Luiz Barros Deputado Conte Bittencourt Divulgação
  5. 5. Niterói 28/11 a 12/12/15 www.dizjornal.com 5 InternetLaio Brenner - dizjornal@hotmail.com Por um “Ano Rosa Melhor” O s meses de conscientização sobre o câncer de mama, o “Outubro Rosa” e do câncer de próstata em novembro já passa- ram, porém essa doença, que atinge milhares de mulheres e homens todos os anos, deve ser uma preocupação atemporal. Pensando nisso a Unicamp, através de uma pesquisa inédita, desenvolveu um equipamento que pode detectar a formação do câncer de mama seis me- ses antes de algum nódulo aparecer. O dispositivo, que tem o tamanho de uma moeda, possui 64 sensores. Se- gundo os pesquisadores, quando ele recebe sangue, transforma reação quí- mica em corrente elétrica e a partir de gráficos, ele mostra a concentração de uma proteína que se multiplica quan- do a doença aparece. “Meses antes de desenvolver o cân- cer de mama, essa proteína começa a ser liberada no sangue. Baseada nessa pro- posta, o dispositivo é capaz de detectar essa proteína em concentrações bem bai- xas”, afirmou a equipe de pesquisada. ORAÇÃOASANTO EXPEDITO Festa 19 de abril. Comemora-se todo dia 19 Se vc. está com algum , precisa de , peça a Santo Expedito. Ele é o Santo dos Negócios que precisam de pronta solução e cuja invocação nunca é tardia. Problema Difícil e aparentemente sem Solução Ajuda Urgente ORAÇÃO Obrigado. : Meu Santo Expedito da Causas Justas e Urgentes, socorrei-me nesta hora de aflição e desespero. Intercedei junto ao Nosso Senhor Jesus Cristo! Vós que sois o Santo dos Aflitos, Vós que sois o Santo das Causas Urgentes, protegei-me, ajudai-me, Dai-me Força, Coragem e Serenidade. Atendei o meu pedido: (fazer o pedido) Ajudai-me a superar estas Horas Difíceis, protegei-me de todos que possam me prejudicar; Protegei minha família, atendei o meu pedido com urgência. Devolvei-me a Paz a Tranqüilidade Serei grato pelo resto da minha vida e levarei seu nome a todos que têm fé. Rezar 1 Padre Nosso,1 Ave Maria e Fazer o sinal da cruz. “para que os pedidos sejam atendidos é necessário que sejam justos”. Agradeço a Santo Expedito a Graça Alcançada.Santo Expedito Dr. Helder Machado Urologia Tratamentode Cálculo Renal a Raio Laser Rua Dr. Celestino, 26 Centro - Niterói. Tels:2620-2084 /2613-1747 Clínica Atendemos UNIMED eParticular Atendimento 24H pelo tels: 8840-0001e9956-1620 Foram quatro anos de pesquisa do de- partamento de química da Unicamp em parceria com a equipe de engenharia elétrica para que um microchip pudesse ter contato com um líquido sem provo- car um curto-circuito dos componentes. A nanotecnologia empregada é de fácil adaptação a outros equipamentos, como um smartphone, por exemplo. Segundo o pesquisador Lauro Tatsuo Kubota, a tec- nologia pode ser utilizada fora dos labo- ratórios. “Pode ser no próprio consultório médico ou em casa”, explica. O equipamento pode se tor- nar uma prevenção ao tipo de câncer que mais mata mu- lheres no mundo, de acordo com a Organização Mundial de Saúde. São mais de 8 mi- lhões de mortes todo ano. E que segundo estimativas no Brasil surge um caso a cada 9 minutos e metade dos diag- nósticos acontece em estágio avançado, onde o tratamento é mais difícil. O ideal é que o diagnóstico da doença seja dado antes dela se tornar palpável, antes de ser percebida pela paciente. Porém o dispositivo tem que ser aprovado pelo Conselho de Ética da Unicamp e não existe previsão até que o teste possa ser realizado em sangue humano. O que nos resta e esperar e torcer para que o dispo- sitivo seja aprovado e possa ser utilizado para salvar milhares de vidas. Inté!
  6. 6. Niterói 28/11 a 12/12/15 www.dizjornal.com 6 Edgard Fonseca edgard.fonseca22@hotmail.com Edição na internet para Hum milhão e 800 mil leitores H á semanas atrás escrevi aqui uma análise a respeito das eleições da Ordem dos Advogados-Niterói onde afirmei que as oposições perdem elei- ções por se dividirem. Na minha avaliação, o Antonio José Barbosa (situação) poderia vencer as eleições, apesar do desgaste, por existirem duas campanhas de oposição. Uma delas, apesar do esforço empreendi- do, teria muito menos chance de vencer o candidato da situação. Sugeri uma aliança com o Claudio Vianna, franco favorito a vencer, desde que a outra chapa de opo- sição não lhe tirasse os preciosos votos dos insatisfeitos. Avaliei que era legítima esta candidatura, mas, ainda que involun- tariamente, estava funcionando como for- ça auxiliar da situação. Uma analise que se confirmou com exatidão. Antonio José venceu, num universo de vo- tos válidos de 4.891, por uma diferença de 160 votos do segundo colocado, Claudio Vianna. O terceiro colocado, Gustavo Fus- caldo, teve 727 votos, ou seja, 14,87% dos votos, contra 40,94% do Claudio Vianna e 44,16 % do vencedor Antonio José Barbo- sa. Claudio Vianna perdeu por uma diferença aproximada de 3%. Que falta fez os 14,8% do terceiro colocado... Confirmada a Previsão Acertei na minha análise, que nada tinha de pessoal ou tendenciosa, como fui acusado pela família do candidato da outra chapa de oposição. Ficou provado o resultado que se confirmou precisamente. Os 14,87% dos votos obtidos pelo Gustavo Fuscaldo deu a vitória à situação, desde que, quem votou nele não votaria no Antonio José Barbosa. Democracia tem esta característica. A can- didatura do Fuscaldo, como eu disse an- teriormente, era legítima. Fez bonito para um iniciante? Fez. Mas, condenou a classe a conviver por mais três anos com o con- tinuísmo infértil, mesmice, submissão ao Judiciário e conflitos internos. Para a classe foi muito ruim. Impediu a mudança. Mas, vamos aguardar e novamente confirmar o que digo. Antonio José fez alianças com as quais não terá condições de conviver e governar. Ga- nhou mas não vai governar. Uma espécie de Dilma Rousseff da OAB. Ele, (Antonio José) com o seu comporta- mento personalista e ditatorial, acredita que poderá neutralizar e isolar estes “novos parceiros”. Desta vez vai ser mais difícil. Eles são duros de roer e são profissionais em fazer política. O tempo é o senhor da razão e da justiça, por mais contraditório que seja. Mandar Ele Manda, Mas, Pagar... O governo estadual, por não dispor de recursos para a manutenção, anunciou o fechamento de quatro bibliotecas, incluindo a de Niterói. Seria por tempo indeterminado, o que implicaria em impedir o funcionamento da Academia Fluminense de Letras, cuja sede própria é o segundo andar do mesmo prédio, com entrada comum. Duas das três bibliotecas fechadas no Rio tiveram o socorro do prefeito Eduardo Paes que garantirá por mais um ano o funciona- mento destas unidades. O prefeito de Niterói, imitando o prefeito do Rio, Eduardo Paes, se dispôs a “susten- tar” a Biblioteca de Niterói. Mais um gesto de efeito, fazendo marketing pessoal. Não vai cumprir o prometido e teremos futura- O executivo de Niterói mostrou no domingo passado o seu autên- tico DNA petista. Foi para a TV dar entrevista com script montado e dire- cionado. Deve ter feito um curso intensivo com o Lula. Aprendeu as técnicas de fuga e recolocação dos seus defeitos nos outros. Fala com desenvoltura para negar dificulda- des e falsear a verdade. Segundo suas afirmações todos os proble- mas da saúde em Niterói se devem ao fato de pessoas de outros municípios estarem buscando os postos de saúde da cidade, congestionando os serviços. A intenção é desqualificar a saúde do Estado e atacar o seu mais temido opositor, o secretário de Saúde Felipe Peixoto. De forma velada e ardilosa faz parecer que a saúde do Estado vai mal e que cria demandas para Niterói. Uma inverdade absoluta entre as tantas que diariamente vocifera. Com todas as dificul- dades financeiras que passa o país, vítima da roubalheira e desgoverno do seu parti- do, o PT, a secretaria de Saúde do Estado está dando provas de reação às dificulda- des, mostrando a imensa capacidade ge- rencial do Felipe Peixoto que está “tirando água de pedra” e fazendo a máquina fun- cionar apesar das dificuldades financeiras que atravessa o governo do Rio de Janeiro. E por Falar em Prefeito... mente um novo problema. A questão é simples: se o município tivesse disponibilidade financeira não estaria com o pagamento dos terceirizados (RPA) atra- sados, os postos de saúde não estariam na penúria que se encontram, com falta de medicamentos básicos (hipertensivos, anti- diabéticos, antipsicóticos, ansiolíticos, anti- histamínicos e muitos outros insumos); ou mesmo pagar aos jornais da cidade onde ele anuncia freneticamente e distribui be- nesses, como pequenos cargos municipais (que não precisa trabalhar). Mandar ele manda, mas, pagar é outro pro- blema... Felizmente, somos um jornal independente e nunca recebemos um centavo desta pre- feitura. A manobra acusatória é mentira de perna curta. Como todos sabem, o município de São Gonçalo, vizinho mais próximo, tem uma rede hospitalar estadual que atende muito bem ao município, suprindo as de- ficiências da rede municipal e ainda ajuda os municípios vizinhos. O Hospital Estadual Azevedo Lima em Niterói é que dá suporte a Niterói, com sua rede hospitalar munici- pal em grandes dificuldades. E este apren- diz do Lula, diz que o Estado não faz os repasses, o que também não procede. Tenta “carimbar” no opositor que ele tanto teme, as suas maiores ingerências. Diz-se aliado do governador, mas indiretamente o ataca o tempo todo. Quem tem um aliado dessa espécie não precisa de inimigos. Como se não bastassem os vexames causados pela prisão do senador Delcídio Amaral, líder do governo do PT, o partido divulga uma nota que mais parecia ataque de inimi- go. Como já não dá mais para enganar o povo com o expediente de transformar ladrões em heróis do povo brasileiro, se escusou de dar qualquer apoio a um fiel defensor da sigla. Eles merecem mesmo é que o Delcídio, jogado às feras, faça uma delação premiada entregue o resto da “diretoria da quadrilha”. Quem sabe não vai ser a hora do Chefão. Que Papel Feio... Claudio Vianna Gustavo Fuscaldo Felipe Peixoto e Pezão, as vítmas preferidas
  7. 7. Niterói 28/11 a 12/12/15 www.dizjornal.com 7 Edição na internet para Hum milhão e 800 mil leitores Após o sucesso do lançamento do seu livro “OS 5S do Coração”, na livraria Travessa, no Barra Shopping, José Haddad, faz noite de autógrafo em Niterói, no dia 30 de novembro, segunda-feira, às 19h, na Livraria Saraiva, no terceiro piso, Plaza Shopping, centro de Niterói. Obra ensina a transformar fracassos em experiências para alcançar o sucesso. Haddad des- taca que a “Linguagem do Coração” é a ferramenta mais importante e poderosa. Lançamento do “5S do Coração” José Haddad com Ricardo Quintieri, diretor financeiro do Ceperj e Delmo Morani, presidente do Ceperj Black Fraude Neste emaranhado de di- ficuldades financeiras o comercio está apelando para tudo. Inclui-se, como micos amestrados, imitarem as pro- moções americanas, onde a cultura e a ética são outras. Ninguém acredita mais em tantas manobras dos esper- tinhos. Os preços, na maio- ria das lojas, não condizem com a temática. Não existem descontos atraentes e a im- possibilidade dos pequenos e médios comerciantes de com- petirem com as grandes redes. Como todo mundo sabe, só é possível vender barato quem compra barato. Somente as grandes corporações, do tipo Casas Bahia e Ricardo Eletro, podem ter grandes estoques comprados a preços competitivos. O pequeno comercio é sempre prejudicado, pois du- rante estes finais de semana ficam querendo pegar carona na promoção, mas não dispõe de estoques, capacidade de dar descontos e não anunciam. Fica tudo num arremedo de parcas vendas, melancolicamente negativas. Prêmio Arquiteto e Urbanista do Ano Um projeto é desenvolvido em par- ceria com o Instituto Vital Brazil e já beneficiou mais de 150 famílias do Morro Vital Brazil, em Niterói, a arquite- ta Mariana Estevão, fundadora da ONG Soluções Urbanas e idealizadora do Pro- jeto Arquiteto de Família, recebeu o Prê- mio Arquiteto e Urbanista do Ano 2015 da FNA, na última quinta-feira (26.11), em cerimônia em Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Festa no Tucanafro Samba, cultura e política acompanham a vida do povo fluminense. Pensando nisso, o Tucanafro Niterói resolveu inovar no mês que é celebrada a cultura afro-brasileira em diversos municípios do Brasil. Nada melhor do que passar uma tarde com os percussio- nistas mirins do Grupo Instituto do Samba - coordenador Bebeto Sorriso e o Bloco Afro Olodumaré e ainda ter a oportunidade de conhecer o melhor da cultura afro-brasileira em uma feira de africanidades. O evento acontecerá na tarde de sábado, a partir das 14h, no dia 28/11, no Ginásio do Clube AFTAE - Av. Washington Luís, 21 - Centro, Niterói. Entrada franca. Classificação livre. Adeus Natal Ocomércio do 1º quarteirão da Rua Moreira Cesar está desesperado. As vendas per- didas até o momento são irrecuperáveis. Como esta obra ainda vai demorar para ser concluída, a possibilidade do imenso prejuízo nas vendas de Natal está se configurando. Tanta conversa, tanto marketing, para estragar a vida dos empresários na hora da maior dificuldade. Se alguém votou no PT está pagando caro pelo arrependimento. Quem não votou, perde por tabela e dará o troco na próxima eleição. Mariana Estevão
  8. 8. Niterói 28/11 a 12/12/15 www.dizjornal.com 8 Renda Fina Aniversariantes da Edição Jurema Melo Porto Lenita Rabelo Leandro Portugal Dulce Galindo Graça Xavier Nicoleta Rebel Edição na internet para Hum milhão e 800 mil leitores Inauguração do Busto de Luiz Antonio Pimentel Niterói Fashion Weed Live Eliane Salgado e Camille Carvalho Vera Veloso e Sueli Bustamante A escultora Jô Grassini, a esposa do Pimentel Zuleica Hallais Wash e o poeta Paulo Roberto Cecchetti O presidente da Enitur José Haddad e o vereador Bruno Lessa Fausto & Valéria E. Fonseca
  9. 9. Niterói 28/11 a 12/12/15 www.dizjornal.com 9 Conexões erialencar.arte@gmail.com E! Games dizjornal@hotmail.com Jêronimo Falconi Módulo PB R$ 240,00Por inserção ou 12 inserções por R$ 2.590,00 em 6 mensais de R$ 432,00 Anuncie Aqui Educação in Game H á algumas semanas atrás comentei sobre o pontencial educador dos games e seu uso como forma de alertar a respeito do consumo coinciente da água (DizJornal 137). A estória agora se repete, porém do outro lado do atlân- tico, mas precisamente através de Miguel Oliveira, um estudante português que de- senvolveu um game afim de alertar sobre os horrores da escravidão no Brasil. Uma verdadeira aula de história para os desme- moriados. No jogo “Thralled” (“escravizada”) o ga- mer controla Isaura, uma escrava originária do Congo que foge de seu cativeiro, locali- zado em Pernambuco, no século XVIII, em busca de seu filho. O game é um jogo de plataforma com quebra-cabeças em que é necessário guiar Isaura e seu filho para se- gurança, escapando de seus caçadores. De acordo com o criador, “Thralled” tem uma estética um tanto surreal, com objetivo de fazer com que o jogador tente vivenciar o estado de opressão e terror deste triste pe- ríodo da História. O jogo já está em desenvolvimento há mais de quatro anos, porém só em 2013 que chamou a atenção de “Kellee Santiago”, conceituada desenvolvedora independente que trabalhou em jogos aclamados como “Flower” e “Journey”, que estava na fabri- cante de console Ouya. Miguel Oliveira fez um acordo com a companhia e “Thralled” seria lançado com exclusividade para a pla- taforma... Isto é, até a Ouya ser adquirida pela Razer que retirou qualquer tipo de fi- nanciamento, e o game teve sua produção interrompida. No momento, Miguel está estudando ou- tras formas de reiniciar o desenvolvimento, principalmente ao contatar e negociar com produtoras de menor porte. Ainda sem maiores detalhes sobre como anda esta ini- ciativa, contudo em última instância, pode lançar um projeto de financiamento públi- co, como o próprio Kickstarter. Apesar de todos os obstaculos, o criador confia no projeto e na capacidade do game de ressoar com o público como em outras mídias, assim como na possibilidade de alcançar o público de seu próprio país. É torcer para que o projeto seja finalizado em breve. Até a próxima! Entregue aos Criminosos Uma tentativa de assalto a uma mulher na Rua Noronha Torrezão, em Santa Rosa, um ciclista que estava passando foi o atingido. Conclusão: Zona Sul de Niterói por volta de 10h30 da noite é impossível transitar. Ninguém mais tem segurança. E vem este prefeito marqueteiro dizer que está tudo bem... Bem pra quem? Só se for para ele que vive cercado de seguranças. Melhor se- ria que ele cumprisse seu papel de gerente da cidade que está entregue aos criminosos. Ô Prefeiturinha Venal! São sete horas da noite. Jardim São João, em frente à biblioteca. Não há mais movi- mento que justifique a Guarda Municipal está multando os carros estacionados re- centemente. Eles são dos donos de barra- cas que estão levando ou trazendo merca- dorias. Esta Guarda deveria tomar conta de outras situações, como a segurança, nem que fosse do patrimônio público. Ficar ge- rando receitas adicionais para a prefeitura é demais... Ô prefeiturinha venal !! O povo está vendo! Anões Pervertidos Moro em São Francisco há muitos anos. Nunca vi uma desordem igual a esta, im- posta pela prefeitura em fazer show na Praia. Tanto lugar para fazer esta bagunça e trouxeram para cá estes vândalos, que certamente não são daqui. E sem ônibus estão andando em direção ao Centro. Se o prefeito das Neves e seus anões pervertidos acham que conquistam o nosso eleitorado, se engana. A cada evento deste ele faz com sua rejeição (que já é grande) aumente. Uma Porcaria Só. Afinal, de quem é a res- ponsabilidade pelos es- gotos da cidade? Esta Rua Coronel Gomes Machado fede. O esgoto escorre pela rua há meses!!! Se é da Águas de Niterói, deveria existir uma fiscali- zação da prefeitura. Mas, pelo visto, é tudo junto e misturado. Ou seja: uma porcaria só.
  10. 10. Niterói 28/11 a 12/12/15 www.dizjornal.com 10 Fernando Mello - fmelloadv@gmail.com Fernando de Farias Mello ATENÇÃO PARAA MUDANÇA Novos e-mails do Jornal Diz Redação dizjornal@hotmail.com | contato@dizjornal.com Editoria edgardfonseca22@hotmail.com Fernando Mello, Advogado www.fariasmelloberanger.com.br e-mail: fmelloadv@gmail.com Humor à Brasileira N ós brasileiros não perdemos tempo quando acontece algo importan- te no mundo e logo criamos uma piadinha. Seja de mau gosto ou não, que também pode ter ou não graça. Foi assim quando o homem pisou na Lua, quando o Papa morreu, quando levamos de 7 a 1 da Alemanha. Gargalhamos de nós mesmos e acabamos por refletir sobre o as- sunto, deduzindo de forma séria no nosso interior o que está certo ou não. O brasileiro é assim mesmo. Está sempre procurando uma saída humorística para tudo, até para coisa séria. Na verdade, somos todos uma espécie de Chalie Hebdo, aquele famoso jornal satírico francês que foi alvo de carnificina jihadista no início deste ano. Sim, após os atentados de Paris com mais de 120 inocentes mortos friamente e a tiros de AK 47, o jornal Charlie Hebdo fez sátira, mostrando uma figura humana toda perfu- rada de balas, mas saindo champagne pe- los furos e a frase, em livre tradução: “Eles têm as armas. Eles que se f... Nós temos o champagne!” O brasileiro aproveitou o lamen- tável atentado e, assim, começa- ram as piadinhas. Principalmente aquelas piadas que vêm pelo Fa- cebook, Whatsapp e etc. Uma delas mostrou um jato mi- litar e uma bomba vermelha e preta. Era uma imagem da Dilma transformada em bomba e a frase “França lança arma de destruição em massa contra o Estado Islâ- mico”. Coitada da Dilma. Virou arma de destruição em massa. Se bem que, metaforicamente, Dilma estraçalhou o nosso Brasil com uma administração pública de 5ª categoria. Dilma, realmen- te, se transformou numa bomba para todos, não é? A última da Dilma foi um decre- to no qual em suas linhas diz que a culpa pelo tsunami de lama de Mariana foi da natureza. Isso livra a poderosa Vale da culpa. Um ab- surdo... Já outra ima- gem que recebi, fez uma horrível comparação física do terro- rista mentor dos atentados em Paris com o Deputado Federal Jean Willis, avisan- do às autoridades européias que o terrorista “pode estar disfarçado de Deputado Federal e que, na dúvida se é ele ou não, façam o que deve ser feito”. Uma maldade com o ex- BBB que agora é o Depu- tado mais odiado pelo De- putado Jair Bolsonaro, seu colega de farda, digo, de plenário. Mas, tudo que está nos jor- nais, nas redes sociais, faz parte da liberda- de de expressão, essa coisa maravilhosa que podemos desfrutar hoje. Se a nossa liberdade de expressão não exis- tisse, estaríamos terrivelmente vivendo um retrocesso nos nossos direitos. Aliás, a internet vem incomodando e muito o pessoal do PT, que não se conforma com as coisas que circu- lam pela grande rede e sonha, isso mesmo, sonha em censurar a inter- net. Tem muito humor na internet, muita mentira e invenção, claro. Tem boa- tos de todo tipo e só acredita quem é muito, mas muito inocente, mes- mo! Dos boatos mais famosos, que me lembro, é o do humorista Aragão (Didi) que já “morreu” umas 10 ve- zes. Tônica Carrero, a famosa atriz, já foi “morta” umas seis vezes. Ela está viva e com 93 anos. A “morte” mais recente foi a do “ga- roto” propaganda da Bombril, Car- los Moreno. Teve desmentido e tudo. Mas, neste caso, acho até que foi uma invenção do tipo “morte-marketing”... Enfim, o nosso humor é ótimo e que se mantenha assim. Mas, poderíamos também tratar com seriedade os problemas brasileiros e cobrar dos responsáveis as soluções. Com a mesma seriedade.agoratodocelular tem,pelomenos, trêsmodos:normal, silenciosoefazendo barulhopelosseus direitos. #carteiradadobem carteiradadobem.com.br Alerj. Aqui você tem poder. Baixe na
  11. 11. Niterói 28/11 a 12/12/15 www.dizjornal.com Pela Cidade 11 Edição na internet para Hum milhão e 800 mil leitores Obra reúne artigos de pesquisadores e pro- dutores culturais sobre o Rio Oescritor André Diniz lança a publicação “Boca Coleti- va” (Al Farabi Editorial – preço: R$ 20), no dia 30 de novembro, a partir das 19h, no Restaurante Família Paludo (Avenida Quintino Bocaiúva, 247), em São Francisco, com direito a grande roda de samba e choro. Em formato de livro/revista, a obra traz a cidade do Rio de Janeiro como espaço de todos, sendo o pano de fundo para 12 artigos assinados por professores universitários, pesqui- sadores e produtores de cultura do eixo Rio-Niterói. Falam de um Rio que foi palco do carnaval do IV Centená- rio, revivido pelo historiador Luiz Antônio Simas; revisita- das pelo professor da UERJ, Maurício Barros de Castro; do espetáculo Rosa de Ouro, das mesas do Zicartola, revisto pelos pesquisadores da música popular e escritores, Diogo Cunha e André Diniz, que lembra também dos 100 anos de Orlando Silva, entre outros. Nas 150 páginas da Boca Coletiva, o Rio é uma cidade que se apresenta como a alma carioca de manifestações sociais e artísticas tão diversas quanto suas desigualdades históricas. Uma roda de Samba e Choro com músicos renomados ani- mam a noite de autógrafos. Lançamento da “Boca Coletiva” Dia Mundial de Luta Contra a AIDS O dia 1º de dezembro é o Dia Mundial de Luta Contra a AIDS. Organizada para ajudar a superação dos desafios que a epidemia da AIDS apresenta para a sociedade, a Pastoral da AIDS, serviço da Igreja Católica do Brasil, quer unir forças para diminuir o número de infecções e garantir vida digna para todas as pessoas que vivem e convivem com HIV/AIDS. Cerca de 150 mil brasileiros convivem com HIV sem sa- ber, pois nunca fizeram o teste de HIV/AIDS. Grande parte da população nunca se testou. Muitas pessoas recebem o diagnóstico quando já estão doentes. Por causa disso, 17% vão a óbito no 1º ano do diagnóstico. O diagnóstico pre- coce torna o tratamento mais eficiente, aumenta a chance de viver com qualidade de vida. O teste de HIV está disponível na rede de saúde e é gratui- to, seguro e sigiloso. No Dia Mundial de luta contra a AIDS haverá palestras e debates, serão entregues panfletos, realização de teste rá- pido para HIV, Sífilis e Hepatites B e C. Procure um Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) ou uma das diversas unidades das redes públicas de saúde e faça o exame de diagnóstico do HIV/AIDS. Converse com amigos, colegas de trabalho e outras pessoas de sua convivência pessoal. A informação é a melhor arma contra AIDS. Câmara de Niterói Vai Homenagear Sambistas Representantes do mais autêntico gênero mu- sical do país, o samba, serão homenageados na segunda-feira, 30 novem- bro, às 17 horas, durante sessão solene na Câmara de Vereadores de Niterói. Compositores, interpre- tes, carnavalescos e diri- gentes de blocos e esco- las de samba receberão o Diploma Personalidade do Samba – Vereador Car- los Magaldi, criado esse ano pela Mesa Diretora da Casa; e ainda o Troféu Ismael Silva, maior condecoração do le- gislativo para aqueles que atuam na área do samba e do carnaval. “Esse evento é feito tradicionalmente pela Câmara de Ni- terói e era organizado pelo vereador Carlos Magaldi, co- vardemente assassinado esse ano. Aprovamos uma delibe- ração legislativa criando um diploma que recebeu o seu nome, para homenagear os amantes do samba. Foi uma singela homenagem que resolvemos fazer para perpetuar todo o trabalho de Magaldi na área do samba”, afirmou Paulo Bagueira, presidente da Câmara, um dos envolvidos no projeto. Serão homenageados: Jorginho do Império e Tia Surica; os carnavalescos Milton Cunha e Maria Augusta; os dirigentes e fundadores da União das Escolas de Samba de Niterói, Ito Machado e Ney Ferreira; e produtores do carnaval ca- rioca como Manoel Alves. Figuras tradicionais do carnaval como Bebeto Sorriso, que hoje mantém uma escola de percussão para crianças ca- rentes, Carlinhos Pandeiro de Ouro, que há mais de cinco décadas dá aulas de samba pelo mundo, e blocos de car- naval também serão homenageados com o Diploma Perso- nalidade do Samba. Vereador Carlos Magaldi
  12. 12. Niterói 28/11 a 12/12/15 www.dizjornal.com Em Foco 12 Edição na internet para Hum milhão e 800 mil leitores Ouvidoria Itinerante Pelos Municípios Idealizado pela Secretaria de Estado de Saúde, o serviço móvel amplia o atendimento aos usuários do SUS, indo até os municípios do Estado. I dentificar as questões e demandas da população é um dos principais movimentos para a melhoria contínua do atendimento na rede de saúde pública. A Secretaria de Estado de Saúde ampliou o atendimento da Ouvidoria através do serviço itinerante. A terceira edição aconteceu em São Gonçalo, na Praça do Rodo, no dia 24 corrente. A Ouvidoria Itinerante já esteve no Rio de Janeiro – na Central do Brasil, e em Nova Iguaçu, totalizando cerca de 180 atendimentos. A intenção é que a Ouvidoria Itinerante percorra todas as regiões do Estado.O objetivo do projeto é ouvir demandas, críticas e sugestões da população sobre o Sistema Único de Saúde (SUS) no Estado, estreitando a relação entre governo e usuários. A estrutura conta com uma van adaptada para o atendimento que é promovido por oito ouvidores - profissionais da área administrativa, psicologia e assistência social. Niterói já está na programação imediata, no mês de dezembro, onde a população terá a Para impulsionar as doações de sangue para o Hemorio o escritório carioca da agência Mullen Lowe Brasil criou o Hemo- pics – aplicativo mobile de edição de fotos que aplica um filtro nas imagens proporcio- nal ao estoque de sangue do Hemorio na- quele momento. Atualmente, apenas 1,5% da população do estado do Rio de Janeiro doa sangue regu- larmente. No Hemorio, o déficit chega a 40%. O Hemopics é uma plataforma para mostrar ao doador a importância da sua doação. Por meio do aplicativo, ao tirar uma foto, o usuário saberá o nível de estoque de san- gue durante a Semana Nacional do Doador de Sangue, incentivando seus seguidores a participarem do movimento de doação de sangue, por meio do compartilhamento da imagem em suas redes sociais. O aplicativo está disponível para download gratuito na AppStore e, em breve, no Goo- glePlay. Paramaisinformações,acesse:www. facebook.com/hemoriodoesangue<http:// www.facebook.com/hemoriodoesangue>. Hemorio Lança Aplicativo Novembro Azul OHospital Estadual Azevedo Lima -HEAL, em Niterói, marcou o Dia Mundial de Comba- te ao Câncer de Próstata, (17.11) com uma ação muito criativa. Além de mobilizar funcionários a chegarem para o trabalho ves- tindo a cor do Novembro Azul, a unidade preparou duas sessões de selfies com o bigode símbolo da campanha e mensagens para sensibilizar amigos e familiares em redes digitais como Facebook e WhatsApp. A ação tem o objetivo de conscientizar homens sobre a importância de, uma vez ao ano, procurar um urologista e fazer o exame preventivo da doença que se desenvolve lentamen- te e continua registrando milhares de vítimas em todo o mundo. Para a ação específica pelo Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata, o Azevedo Lima criou um ambiente para fotos no hall do térreo, disponibilizando bigodes e placas com mensagens direcionadas ao pai, irmão, marido, filho, tio, avô, primo, amor e até ao chefe. As frases têm três informações básicas: "Quero você fora desta estatística!”, “Já fez seu exame? Homem que é homem se cuida!” e “Recado pra você: prevenção”. O evento foi um sucesso e além dos funcionários da unidade, conseguiu, de forma simpá- tica, atingir os familiares dos pacientes. oportunidade de relatar as suas carências e juntos, Estado e usuários, irão encontrar os meios adequados de sanar as dificuldades existentes. Estas operações são coordenadas pela SES com supervisão direta e presença do secretário estadual Felipe Peixoto. – “O objetivo da nossa equipe de ouvidores é recolher as deman- das, críticas e sugestões da população de todo o Estado sobre os problemas da saúde e encaminhá-las aos setores responsáveis, estando mais perto de quem precisa e é atendido pelas nossas unidades. Eu considero nosso programa, que é inédito, de extrema impor- tância para melhorar os nossos serviços e resolver os problemas apontados cara a cara. Acredito no diálogo e tenho certeza que um canal direto para quem enfrente o problema e quem está na outra ponta é o caminho certo para uma gestão participativa e que quer acertar e dar o melhor atendimento numa área tão importante como é a saúde” – disse o secretário estadual de Saúde, Felipe Peixoto. Luiz Barros Secretário Felipe supervisiona pessoalmente os eventos da Ouvidoria Chefes

×