O Papel da logística reversa no aproveitamento do "lixo eletrônico"

1.908 visualizações

Publicada em

Apresentação referente ao seminário ministrado dia 24/05/2013 na Fatec-PG, pelos alunos Brunno Curis, Isabela Bovecchio, Ana Henrrique e Janaína Paixão, do curso de Tecnologia em Gestão Empresarial, abordando o tema "O PAPEL DA LOGÍSTICA REVERSA NO REAPROVEITAMENTO DO LIXO ELETRÔNICO".

O objetivo do trabalho foi através conceitos práticos abordar questões referente a solucionar problemas atuais em nossa sociedade, de forma que ao mesmo tempo efetuando uma gestão eficiente com foco na geração de valor no modelo de negócios aliando a impactos positivos na comunidade, por meio de aplicação de conhecimentos de logística reversa.

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.908
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
29
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O Papel da logística reversa no aproveitamento do "lixo eletrônico"

  1. 1. O PAPEL DALOGÍSTICA REVERSANO REAPROVEITAMENTO DO“LIXO ELETRÔNICO” – UM ESTUDO NOSETOR DE COMPUTADORESNatalie LavezVivian Manzano de SouzaPaulo Roberto LeiteAna HenriqueBrunno CurisIsabella BovecchioJanaína PaixãoGestão EmpresarialProfª Adélia da Silva Saraiva
  2. 2. IntroduçãoUm grave problema é o destino dos “lixoseletrônicos”.Os “lixos eletrônicos” contêm substâncias tóxicas:mercúrio, cádmio e chumbo.Leis e normas surgem a fim de controlar a poluição.Exemplo: Iniciativas e Diretrizes da UniãoEuropéia (2007): controla e acompanha resíduos, e apoluição do processo produtivo pode gerar.
  3. 3. IntroduçãoNo Brasil: Resolução CONAMA 401/2008: Seuprincipal foco é o descarte de pilhas e baterias.AVANÇO PARA UMA LEGISLAÇÃO DERESPONSABILIDADE SOCIAL
  4. 4. IntroduçãoNações Unidas: existe um projeto que objetivaa criação de padrões mundiais de reciclagem, poisapenas 11 % do “lixo eletrônico” é reciclado nomundo.Obsolescência: Causa problemas para asempresas, sociedade e meio ambiente.SURGE A LOGÍSTICA REVERSA
  5. 5. Objetivos Gerais•Identificar fatores da logística relevantes para acadeia reversa do setor informática.•Conhecer o setor gerador “lixo eletrônico.”•Entender o fluxo da cadeia reversa.
  6. 6. Objetivos Específicos• Como aplicar o conhecimento da logísticareversa na modernidade;•Gerar impactos positivos na sociedade;
  7. 7. Logística reversa (lR)DefiniçãoPara Demajorovic, et al (2011) afirmam que LRtrata-se da responsabilidade das empresas emrelação aos produtos pós-consumo, assegurando queestes sejam recolhidos e encaminhados parareaproveitamento ou destinação segura.
  8. 8. Composição dosprodutos de informáticaTabela 1: Materiais na composição do computador.Fonte: PNUAN apud Lavarez, Souza, Leite (2011)Metais Ferrosos 32%Plástico 23%Metais não-ferrosos (chumbo, cádmio, berílio, mercúrio) 18%Vidro 15%Placas eletrônicas (ouro, platina, prata e paládio) 12%
  9. 9. MetodologiaOs procedimentos metodológicos utilizados na pesquisa envolve estudo decaso baseado em entrevistas e visitas técnicas.Tabela 2: Empresas estudadas.Fonte: Autoria própria, 2013Cada caso é apresentado com uma breve descrição das empresas eapresentação dos resultados das entrevistas e das visitas realizadas.Empresas Atividade comercialItautec Produtora de produtos de informática.San LienRecicladoras de produtos eletrônicosSir Company
  10. 10. Estudo de caso: Itautec• Comercialização de um milhão de computadores (2008).• Implantação de certificação ISO 14001 nas fábricas deManaus e São Paulo.• Programa de retorno juntamente com empresas quepossuem contrato de utilização do produto.•Pontos de coletas de reciclagem em instalações dasunidades de assistências técnicas destinadas a pessoasfísicas.
  11. 11. Fluxograma da logística reversa daItautec.Figura 2 Fluxograma de logística reversa da Itautec Fonte: Elaborado pelos autores (2008).
  12. 12. Reutilização de componentes(peças).Triagem domaterialSeleciona-se oscomponentes quepodem serreutilizados.Estoque de peçaspara futurosreparos nas redesde assistênciatécnica.
  13. 13. Estudo de caso: San Lien• Coleta e recebe sucata e placas de eletrônicos (computadores,telefonia, máquinas, etc).• Recebe materiais de sucateiros, através três galpões: um emJacareí, e dois em São Paulo.• Compra as sucatas de duas maneiras: lotes de produtos descartadosno estado em que se encontram na empresa ou lotes de placassegregadas pelas empresas fornecedoras.• A empresa recicla todo o material, principalmente as placas limpas, paratransformar em matéria-prima (ferro, vidro, plástico, etc),destinando a exportação.
  14. 14. Logística reversa da San Lien• Figura 3: Fluxograma de logística reversa da San Lien Fonte:Elaborado pelos autores (2008).Figura 3: Fluxograma de logística reversa da San Lien Fonte: Elaborado pelos autores (2008).
  15. 15. Estudo de caso: Sir Company•Empresa especializada em coleta seletiva, reciclagem,logística reversa, armazenagem, reparos, educaçãoambiental, suporte de pós-venda, laudos técnicos,certificados de descaracterização, palestras, cursos,entre outras atividades.•Realiza um programa de logística reversa com umcomponente específico de computador, osprocessadores da marca AMD.
  16. 16. Logística reversa da SirCompanypós-venda (defeito)Destrói as peçasSeparação dos resíduospara reciclagempós-consumo (desgaste)Destrói as peçasSeparação dos resíduospara reciclagem
  17. 17. Impactos SociaisContaminação por MERCÚRIO:• Absorvido pelos animais aquáticos;• Pode ser transferido de mãe/filho;Contaminação por CHUMBO:• Absorvido pelos animais aquáticos;• Pode acarretar cardiopatias, doençasgastrointestinais, renais, entre outras.
  18. 18. Considerações FinaisA origem do retorno é tipicamente do setorempresarial pela obsolescência ou descarte naprópria indústria, sendo que a contribuição dodescarte correto dos equipamentos é possível, com aaplicação adequada do conhecimento de logísticareversa.
  19. 19. Referências BibliográficasDEMAJOROVIC, J. et al. Logística reversa: como as empresas comunicam odescarte de baterias e celulares? Revista de Administração de Empresas –RAE. São Paulo, n. 2, p. 165-178, mar/abr. 2012NHAN, A.N.N.P; SOUZA, C.G.; AGUIAR, R.A.A. Logística reversa no Brasil: avisão dos especialistas. XXIII Enc. Nac. de Eng. de Produção. Ouro Preto,p. 1-8, outubro, 2003SILVA, A.P.M.; ROHLFS, D.B. Impactos à saúde humana e ao meioambiente causados pelo descarte inadequado de pilhas e bateriasusadas. Programa de pós-graduação em Biociências Florenses – PontifíciaUniversidade Católica de Goiás: 2011

×