O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Ecologia industrial e prevenção da poluição ciências do ambiente - apresentação

611 visualizações

Publicada em

Trabalho acadêmico da disciplina de Ciências do Ambiente do curso de Engenharia Mecânica da Fanor / DeVry

Publicada em: Engenharia
  • Seja o primeiro a comentar

Ecologia industrial e prevenção da poluição ciências do ambiente - apresentação

  1. 1. Fanor – Faculdades Nordeste Disciplina: Ciências do Ambiente Professora: Giovana Lopes da Silva Curso: Engenharia Mecânica Equipe: Caio Cezar de Jesus Lemos Carlos Rodolfo de Sousa Costa Joelton Rodrigues Victor Thays Mirela Meireles de Oliveira
  2. 2. Ecologia Industrial e Prevenção da Poluição: Uma Contribuição ao Debate Regional Autores: Maerbal Marinho Asher Kiperstok
  3. 3. Introdução O artigo fala de dois termos bastante usados no que diz respeito aos processos industriais de determinados produtos e da produção dos resíduos resultantes de tais processos. Esses termos são: Ecologia Industrial e Prevenção da Poluição. A ECOLOGIA INDUSTRIAL visa, igualmente como a PREVENÇÃO DA POLUIÇÃO, prevenir a poluição, reduzindo a demanda por matérias primas, água e energia da natureza, porém, enfatiza a sua obtenção através de sistemas integrados de processos ou indústrias, de forma que resíduos ou subprodutos de um processo possam servir como matéria de outros. Difere, nesse ponto, da produção mais limpa que prioriza os esforços dentro de cada processo, isoladamente, colocando a reciclagem externa entre as últimas opções a considerar.
  4. 4. Introdução Tanto a Ecologia Industrial quanto a Prevenção da Poluição visam prevenir a poluição na fonte, sendo que, para uma, a fonte é essencialmente cada processo, e para a outra pode ser um conjunto de processos industriais.
  5. 5. A Ecologia Industrial A integração adequada de diferentes empresas de forma que os resíduos e subprodutos gerados por uma delas possam servir de matérias-primas para as outras, reduziria a devolução para à natureza. Da mesma forma, a sua utilização como matéria prima reduziria a demanda por novos recursos naturais.
  6. 6. A Ecologia Industrial A lógica de processamento interno de materiais e energia com a recuperação de valores incorporados a elementos que seriam rejeitos de alguns processos, por sua utilização como alimentação de outros, é que leva a associação com a ecologia.
  7. 7. Ciclo de Vida A Análise do Ciclo de Vida constitui-se em um elemento essencial para a Ecologia Industrial como ferramenta indispensável para o melhor acompanhamento dos ciclos e a identificação de alternativas de interação de processos.
  8. 8. “Ecossistemas” Industriais Os “Parques Ecoindustriais” são previstos como zonas industriais organizadas para funcionarem como sistemas integrados dentro da perspectiva de processamento interno prevista.
  9. 9. “Ecossistemas” Industriais As bases previstas para a implantação dos ecossistemas industriais são: Informação técnica, instrumentos econômicos e regulamentação. Porém, existem alguns desafios e riscos que podem vir a ser barreiras para a formação de um ecossistema industrial como: 1. A quebra da cadeia de suprimentos se um dos participantes fechar ou modificar a sua produção. É preciso haver um grau de variedade ou de flexibilidade que evite essa situação; 2. Difusão de informações privadas; 3. Riscos devidos à não-uniformidade dos resíduos ou subprodutos e a produtos tóxicos; 4. Barreiras legais.
  10. 10. A Economia de Serviços • A economia baseada na venda de serviços ao invés da venda de produtos, é proposta como um fator de vantagens ambientais e econômicas sob diversos aspectos. Implica em uma considerável mudança em toda a sociedade que, em grande escala, passaria a pagar pelos benefícios que obtém dos produtos, como do seu aluguel, por exemplo, e não pelo seu produto em si; • O aluguel, ao invés da venda de muitos produtos, reduziria a sua devolução ao ambiente pela maior durabilidade dos produtos e pelo aumento da taxa de reuso ou reciclagem de produtos de uma nova geração para reinserção no mercado.
  11. 11. Experiências e Pesquisas Realizadas ou em Desenvolvimento Alguns exemplos para alimentar a discussão sobre o futuro da relação entre a atividade produtiva e o meio ambiente: • Parque Industrial de Kalundborg, na Dinamarca; • Centro de Pesquisa e Informações Sociopolíticas, Bélgica; • Parque Industrial de Burnside, Dartmouth, Canadá;
  12. 12. Experiências e Pesquisas Realizadas ou em Desenvolvimento Quanto aos processos de fabrico, os chassis em aço é constituído por peças estampadas e soldadas por pontos. Os chassis em alumínio é constituído por peças extrudidas, fundidas e estampadas, posteriormente soldadas por Mig ou soldadura por pontos ou unidas por rebites. Quanto à pintura, este é um processo que representa um elevado impacto ambiental, devido à elevada energia consumida e os resíduos produzidos.
  13. 13. Prevenção da Poluição e Ecologia Industrial: Críticas e Comparações A Favor da Prevenção da Poluição: • Tem um histórico de resultados a apresentar e seus mecanismos já conseguiram um significativo ganho ambiental nos processos produtivos; • A Ecologia Industrial, que ainda não tem resultados a apresentar, teria uma fundamentação teórica vaga, aumentaria riscos e não incentivaria a inovação tecnológica. A Favor da Ecologia Industrial: • Valorização da reciclagem;
  14. 14. Considerações Sobre a Polêmica dos Defensores da Produção Mais Limpa e a Ecologia Industrial Produção Mais Limpa e Ecologia Industrial são duas correntes que de fato representam mais do que apenas duas correntes do pensamento ambiental, apresentam algumas diferenças significativas. Muitos as consideram complementares. As diferenças marcantes estão na ênfase dada à reciclagem e consequentemente, a menos exigência de eficiência na utilização de matérias em cada processo pela Ecologia Industrial, e o aumento dos riscos decorrentes dos procedimentos por ela admitidos.
  15. 15. Aplicação Regional dos Conceitos de Prevenção da Poluição e Ecologia Industrial O polo petroquímico de Camaçari – BA apresenta-se como uma oportunidade de alto potencial para atingir níveis elevados de ecoeficiência. Várias das características desejáveis de “ecoparques” podem ser nele encontradas. Contudo, não se tem conhecimento de iniciativas de articulação entre as empresas de forma a otimizar-se o desempenho ambiental do conjunto com medidas preventivas.
  16. 16. Conclusão Estão sendo iniciadas atividades de Produção Mais Limpa, porém, por outro lado, não se está implementando o conceito da ecologia industrial. Dessa maneira, pode-se estar deixando de lado oportunidades adicionais que possam desembocar em soluções de menor impacto ambiental e menor custo.
  17. 17. Ecologia Industrial e Ciências do Ambiente Os conceitos expostos e debatidos nesse trabalho vão ao encontro do objetivo da disciplina Ciências do Ambiente, onde o engenheiro deve buscar novos meios e criar novos mecanismos para planejar ações de prevenção ao meio ambiente visando a despoluição de áreas atingidas por resíduos gerados na produção de determinados produtos da indústria e etc.
  18. 18. Obrigado !

×