Memórias de uma cobradora

LOUCAs MEMÓRIAS DE UMA
COBRADORA LOUCA EM UM
ÔNIBUS LOUCO NA LOUCA
CIDADE DE SÃO PAULO. ..

lA ...
No consultório com a psiquiatra. ..
Com medo e cansada do stress do dia-dia,  Valneti resolve procurar ajuda psicológica, 
prevendo que a qualquer momento fic...
v: 

: :na em
i um
¡kkfliz a _.  '

*à FNÊVÊE Lil» “ : lp: 
tag:  if* - LH
@qqr v. , ñ  'p' ' _ Mu! 
"h i_ 
.  . - _x_
i- ...
“. ..Era mais um dia,  igual a tantos otttrosm. 

'mn-vita 

l
l
.. .corredor lotado,  empurra-empurra. ..
.. or
7 hoüilm
loiüuitr. . axu-w
comum
muuuito. . ow
um¡ hm
61m atacam», 
x mu. .
.. .passageiro cheirando mal. ..

í "í

7/
.. .o povo morrendo de sono. .. Se
amontoando. ..

Além (ln meu nmhrrx

sçrnr do;  llxivçsscirx»

lczihu qu:  ;igucnlur o
...
.. .passageiro com o brilho nos olhos e feliz por ter encontrado um lugar
para sentar. ..

"Inu-n em»
M144::  »nas
é lili-...
()Í| ¡.1_ng'; u;I ppm. :

que Li cm um'
Tmln n ill. : : l lllüxllh'. 
Lwwisa.  Su Çlliiüxllll'
x ou . muÉu-Iilui Ll

uu ll...
e então começou a confusão. .. A bagunça dos outros passageiros acordou o
folgado. ..

     

F -<

l. 
s_“

: :É a



E
l Qmllhâ» il! - QNQ! "

A»

'mamã

E «qnt-a Ways-grante-
 113'

C Rin» o- z

y I
'Mal
1
L7'
q _
l fait:  .naum Eh v-urik~n«
íquú -w knvw níitn_r. ti_nij, nnílttf'

: Ia-ou
.  . A . 

an_
.. .pllX0ll Sllü arma. ..
Gma- uma
tmn'
tlunlàm'

51h B? 
ammqnu

Ei¡ «uma
éter. 
ülinm i
it¡ sugpn
u!  numa¡

“ «Irmã

mit-u. ,
mano
'taum-L'
gritou ao motorista:  "Pare esta P. .. eles vão descer agora. ..

› itens 'VI'- u
mlm llllill o
ulinl'

É
. , __ I
: Í - '...
.. .os baderneiros e alguns passageiros não pensaram duas vezes,  desceram
desesperados do ônibus. ..

ñ'
&E531; 

 

 

Í...
e o cara que estava incomodado com o passageiro folgado mudou de idéia e
ofereceu o lugar ao seu lado para que ele se sent...
:taum nel-f. 

tnildglll'

Sã? 

)¡l1n. |.. 

N?
“O medo também forma grandes amigos! ”

i -
No consultório. ..

_nr- »mas

. mm Plin
C1¡ ; milk 31'. :

Imllim . .
e quando uma bêbada me agrediu! ...
“. ..tud0 começou quando a bêbada subiu no ônibus. ..

 

J. 

? t

V _ , ,

W.  i' a
JW'.  ,Ív
"u.  f. 
'Ju '11

r". ..
....
chegou me cumprimentado. ..

l

Manila'
olítaruqglôktlll
a:  ;a1 Lar-limao'
sentou no primeiro banco vazio que encostou e dormiu. ..

_l-; I u uma? 
,kumltltü ç
. l-; nnqnuusf
' _kumurd
Quando acordei a criatura
para pagar a passagem. ..
tomou mais um gole e 

 

_n_ . a. meu. .. . -

 

O
S(

l “É . . F. 
L1: s “
Se liga aí
cobradora,  eu

. m
n
. m
. .u
. .D
O
h
n
e_
f. ..,
.. . 001110 DãO CIICOIIÍTOII,  me 30115011.. .

*ÍÍÉE
'. Í

"vtuwí . Innlinw
_njn, n_ln, tíra«

ln1ín¡¡1?n. _.: un« 

7.!
me agrediu. ..

_.  If-Wnvtf- . mhtinr
. huiuuuufst.  :taxista: 
ta!  t: - ímrm _ijmuítçll
h dll"? 
Eu não
roubei

n;  '- 'l-l--r
f 
E Que sonho
l

doido!  Ainda
vou ficar

 Ã 'l ' ' a
q"  iy› . Í
loucaL--r ,  r °
 . -1 'f
.  z
¡ . 
r .  , ¡ l

x
FICHA TÉCNICA

COBRADORA FOTÓGRAFOS
KÁTIA FERNANDES KATIA FERNANDES

ANA sELMA RIOs
PSICOLÓGA ESTER MIRANDA
ANA sELMA RIOs...
Memórias de uma cobradora
Memórias de uma cobradora
Memórias de uma cobradora
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Memórias de uma cobradora

1.120 visualizações

Publicada em

Fotonovela realizada pelos meus alunos e alunas de Tecnologia Educacional, do Curso de Pedagogia da Faculdade Sumaré, unidade Tatuapé, outubro de 2007.

Publicada em: Negócios, Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.120
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
26
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
17
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Memórias de uma cobradora

  1. 1. Memórias de uma cobradora LOUCAs MEMÓRIAS DE UMA COBRADORA LOUCA EM UM ÔNIBUS LOUCO NA LOUCA CIDADE DE SÃO PAULO. .. lA "- ULT CEI -- *r - . ..L , '“ r . a” ': ' . , c A. ; 7 - “Js-; á-“r í làül Em . _. . .- . ... ... ... . . .-. ..__. ... ... .
  2. 2. No consultório com a psiquiatra. ..
  3. 3. Com medo e cansada do stress do dia-dia, Valneti resolve procurar ajuda psicológica, prevendo que a qualquer momento ficaria louca com as coisas que aconteciam. “tatilda _muitu m Illiiimutna¡ En* m¡ amem ! maul-n lontmu. . 'x . . _gts . .
  4. 4. v: : :na em i um ¡kkfliz a _. ' *à FNÊVÊE Lil» “ : lp: tag: if* - LH @qqr v. , ñ 'p' ' _ Mu! "h i_ . . - _x_ i- l . .í ' 4-' " . i
  5. 5. “. ..Era mais um dia, igual a tantos otttrosm. 'mn-vita l l
  6. 6. .. .corredor lotado, empurra-empurra. ..
  7. 7. .. or 7 hoüilm loiüuitr. . axu-w comum muuuito. . ow um¡ hm 61m atacam», x mu. .
  8. 8. .. .passageiro cheirando mal. .. í "í 7/
  9. 9. .. .o povo morrendo de sono. .. Se amontoando. .. Além (ln meu nmhrrx sçrnr do; llxivçsscirx» lczihu qu: ;igucnlur o n-_ulmllczrtr
  10. 10. .. .passageiro com o brilho nos olhos e feliz por ter encontrado um lugar para sentar. .. "Inu-n em» M144:: »nas é lili-dll
  11. 11. ()Í| ¡.1_ng'; u;I ppm. : que Li cm um' Tmln n ill. : : l lllüxllh'. Lwwisa. Su Çlliiüxllll' x ou . muÉu-Iilui Ll uu ll : Luc
  12. 12. e então começou a confusão. .. A bagunça dos outros passageiros acordou o folgado. .. F -< l. s_“ : :É a E
  13. 13. l Qmllhâ» il! - QNQ! " A» 'mamã E «qnt-a Ways-grante- 113' C Rin» o- z y I 'Mal 1 L7' q _
  14. 14. l fait: .naum Eh v-urik~n« íquú -w knvw níitn_r. ti_nij, nnílttf' : Ia-ou . . A . an_
  15. 15. .. .pllX0ll Sllü arma. ..
  16. 16. Gma- uma tmn' tlunlàm' 51h B? ammqnu Ei¡ «uma éter. ülinm i it¡ sugpn u! numa¡ “ «Irmã mit-u. , mano 'taum-L'
  17. 17. gritou ao motorista: "Pare esta P. .. eles vão descer agora. .. › itens 'VI'- u mlm llllill o ulinl' É . , __ I : Í - 'a l r Í _v rkrv-Ç¡ x, é' j' . .tia ' q _ . . f *! |.¡¡ 1P' xl¡ i - ' @'33 *u* . Al
  18. 18. .. .os baderneiros e alguns passageiros não pensaram duas vezes, desceram desesperados do ônibus. .. ñ' &E531; Í . .' l - . ... _.. n' ° ' *- o n . JK, . ' . .**f' ~. ._. ... ... . Í- "t3. _. “u, É, ¡_c fi¡ v, *'. v'. , à ' '-1' . M"" 4.* . - ' . Ã . '- '- . _› '/ .'- . ' . ' p, . . ' K 5 l -¡'. o. - , . Í. ›) _| s -. .' -. ou , ' I k. _ ¡)'. ¡' ¡ ° ' ~ O 'g u' ° ¡. -f 'l . i. - . _ _O 'v o a , l- g ¡'¡¡ . 4 . ¡¡ . 0~' ' '. 'Cg 'fl' Í 'v_ u s ' f, -1 . , ' o, ' 1"' Í , Q u . ¡ . . . ):. v ¡ _v. . .. O U . oe 7 . Õ '- Í ' ' lp O. c. '. _'- ¡. A” n: x " n ' l' ã . .J _. u _o . ._ _ 4' __ . ' z . _ ' ' ; v : .'- . , . . - , _ , _ . . ›, , _ . q - 1 ' n * . r' ' '- ' O w ' ' _
  19. 19. e o cara que estava incomodado com o passageiro folgado mudou de idéia e ofereceu o lugar ao seu lado para que ele se sentasse. " n hm u. uma! ! @É
  20. 20. :taum nel-f. tnildglll' Sã? )¡l1n. |.. N?
  21. 21. “O medo também forma grandes amigos! ” i -
  22. 22. No consultório. .. _nr- »mas . mm Plin C1¡ ; milk 31'. : Imllim . .
  23. 23. e quando uma bêbada me agrediu! ...
  24. 24. “. ..tud0 começou quando a bêbada subiu no ônibus. .. J. ? t V _ , , W. i' a JW'. ,Ív "u. f. 'Ju '11 r". .. . *' 'Jimh _ -g- É_ | - › M; "i. e»
  25. 25. chegou me cumprimentado. .. l Manila' olítaruqglôktlll
  26. 26. a: ;a1 Lar-limao'
  27. 27. sentou no primeiro banco vazio que encostou e dormiu. .. _l-; I u uma? ,kumltltü ç . l-; nnqnuusf ' _kumurd
  28. 28. Quando acordei a criatura para pagar a passagem. ..
  29. 29. tomou mais um gole e _n_ . a. meu. .. . - O S( l “É . . F. L1: s “
  30. 30. Se liga aí cobradora, eu . m n . m . .u . .D O h n e_ f. ..,
  31. 31. .. . 001110 DãO CIICOIIÍTOII, me 30115011.. . *ÍÍÉE '. Í "vtuwí . Innlinw _njn, n_ln, tíra« ln1ín¡¡1?n. _.: un« 7.!
  32. 32. me agrediu. .. _. If-Wnvtf- . mhtinr . huiuuuufst. :taxista: ta! t: - ímrm _ijmuítçll
  33. 33. h dll"? Eu não roubei n; '- 'l-l--r
  34. 34. f E Que sonho l doido! Ainda vou ficar à 'l ' ' a q" iy› . Í loucaL--r , r ° . -1 'f . z ¡ . r . , ¡ l x
  35. 35. FICHA TÉCNICA COBRADORA FOTÓGRAFOS KÁTIA FERNANDES KATIA FERNANDES ANA sELMA RIOs PSICOLÓGA ESTER MIRANDA ANA sELMA RIOs KLEBER MAIA ClDÁLlA BÊBADA IzILDA OLIVEIRA EsTER MIRANDA IVIONTAGEM DA APRESENTAÇÃO PAssAcEIRO PUxA-sACO CIDALIA KLEBER MAIA ANA sELMA RIOs KATIA FERNANDES PASSAGEIROS Ew PÉ CIDALIA PARTICIPAÇÃO ESPECIAL COMO ANA sELMA RIOs PAssACEIRo FOLGADO EsTER MIRANDA RENATO MIRANDA IZILDA OLIVEIRA

×