PAUSAMOACYR SCLIARProf. Vander (EE Gleba XV)Oficina 2 –Olharapurado paraa diversidadeMELHOR GESTÃOMELHOR ENSINO16/06/2013
SITUAÇÃO DE APRENDIZAGEM1. Público alvo: 8ª série/9º ano2. Objetivos: desenvolver estratégias de leitura, reconhecer a tip...
1. ATIVAÇÃO DE CONHECIMENTOS DE MUNDO;ANTECIPAÇÃO OU PREDIÇÃO; CHECAGEM DEHIPÓTESES Vocês sabem o significado da palavra ...
2. LOCALIZAÇÃO DE INFORMAÇÕES; COMPARAÇÃODE INFORMAÇÕES; GENERALIZAÇÕES O que fazia Samuel “todos” os domingos para seiso...
PRODUÇÃO DE INFERÊNCIAS LOCAIS;PRODUÇÃO DE INFERÊNCIAS GLOBAIS Locais: Quem são as personagens do texto? Onde se passa a...
4.1 – RECUPERAÇÃO DO CONTEXTODE PRODUÇÃO;Vocês conheciam o autor? Biografia...Onde foi divulgada? (situação de comunicação...
5 - PERCEPÇÃO DAS RELAÇÕES DEINTERTEXTUALIDADE; PERCEPÇÃO DAS RELAÇÕESDE INTERDISCURSIVIDADE.CotidianoChico BuarqueTodo di...
6 - PERCEPÇÃO DE OUTRAS LINGUAGENS;ELABORAÇÃO DE APRECIAÇÕES RELATIVAS AVALORES ÉTICOS E OU POLÍTICOS.Você gostou do texto...
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ROJO, Roxane. Letramento e capacidades de leitura para acidadania. São Paulo: SEE: CENP, 2004....
Pausa   - Moacyr Scliar - Situação de Aprendizagem
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Pausa - Moacyr Scliar - Situação de Aprendizagem

398 visualizações

Publicada em

Situação de Aprendizagem desenvolvida como parte da formação do Curso MGME - Melhor Ensino Melhor Gestão

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
398
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
67
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pausa - Moacyr Scliar - Situação de Aprendizagem

  1. 1. PAUSAMOACYR SCLIARProf. Vander (EE Gleba XV)Oficina 2 –Olharapurado paraa diversidadeMELHOR GESTÃOMELHOR ENSINO16/06/2013
  2. 2. SITUAÇÃO DE APRENDIZAGEM1. Público alvo: 8ª série/9º ano2. Objetivos: desenvolver estratégias de leitura, reconhecer a tipologianarrativa, com ênfase em conto; explorar, desenvolver e ampliarcapacidades de leitura; Ampliar o plano das ideias dosalunos, relacionando o tema do conto com outras disciplinas, comoarte, filosofia, sociologia e história, promovendo assim ainterdisciplinaridade.3. Conteúdos: elementos da narrativa, leitura de narrativas.4. Competências e habilidades: inferir elementos danarrativa, reconhecer elementos da narrativa, analisar característicasdo conto e desenvolver competência leitora.5. Estratégias: análise e comparação do conto, fazendo intervençõespor meio de estratégias de leitura e da leitura compartilhada.6. Recursos: Caderno do professor, livro didático, internet, áudio eimagens.7. Avaliação: Leitura e análise de contos, utilizando questões quecontemplem as estratégias de leitura, segundo Roxane Rojo.
  3. 3. 1. ATIVAÇÃO DE CONHECIMENTOS DE MUNDO;ANTECIPAÇÃO OU PREDIÇÃO; CHECAGEM DEHIPÓTESES Vocês sabem o significado da palavra “Pausa”? Por que o texto que leremos tem o título “Pausa”? Que tipo de enredo (assunto) o texto com o título“Pausa” abordará? Você conhece um conto? Como vocês reconhecem que o texto lido é umconto?Quais as características do gênero? (A unidadede tempo é um pouco mais de doze horas, A unidade de espaço queprevalece é o hotel pequeno e sujo, A unidade dramática é a tentativa defuga feita pelo executivo Samuel da sua rotina, O número de personagens ébem reduzido: Samuel ou Isidoro (protagonista), a esposa do Samuel, ogerente do hotel e duas mulheres gordas que estavam no hotel)
  4. 4. 2. LOCALIZAÇÃO DE INFORMAÇÕES; COMPARAÇÃODE INFORMAÇÕES; GENERALIZAÇÕES O que fazia Samuel “todos” os domingos para seisolar? O que representa o despertador na vida dopersonagem? Como imaginam a relação conjugal de Samuel esua esposa? Que tipo de hotel era aquele; e o que Samuel(Isidoro) ia fazer lá?
  5. 5. PRODUÇÃO DE INFERÊNCIAS LOCAIS;PRODUÇÃO DE INFERÊNCIAS GLOBAIS Locais: Quem são as personagens do texto? Onde se passa a narrativa? Globais: No texto “todos os domingos tu sais cedo” e “Por que nãovens almoçar”; este discurso nos remete a que região do Brasil? Que pistas o texto nos dá sobre a relação de convivência docasal? No trecho “Ao no chegar no último andar, duas mulheresgordas, de chambre floreado, olharam-no com curiosidade: _ Aqui meubem! _ uma gritou e riu, um cacarejo curto.” Qual o significado daexpressão “cacarejo”?
  6. 6. 4.1 – RECUPERAÇÃO DO CONTEXTODE PRODUÇÃO;Vocês conheciam o autor? Biografia...Onde foi divulgada? (situação de comunicação)Para quem?Qual a finalidade do texto? (intenção)Quem seria um possível leitor desse texto?Qual será sua intenção com a leitura?(ler para estudar, trabalhar, entreter-se, buscarinformação, atualizar, orientar-se, refletir)4.2 - DEFINIÇÃO DE FINALIDADES EMETAS DA ATIVIDADE DA LEITURA
  7. 7. 5 - PERCEPÇÃO DAS RELAÇÕES DEINTERTEXTUALIDADE; PERCEPÇÃO DAS RELAÇÕESDE INTERDISCURSIVIDADE.CotidianoChico BuarqueTodo dia ela faz tudo sempre igual:Me sacode às seis horas da manhã,Me sorri um sorriso pontualE me beija com a boca de hortelã.Todo dia ela diz que é preu mecuidarE essas coisas que diz toda mulher.Diz que está me esperando projantarE me beija com a boca de café.Todo dia eu só penso em poderparar;Meio-dia eu só penso em dizer não,Depois penso na vida pra levarE me calo com a boca de feijão.Seis da tarde, como era de seesperar,Ela pega e me espera no portãoDiz que está muito louca pra beijarE me beija com a boca de paixão.Toda noite ela diz preu não meafastar;Meia-noite ela jura eterno amorE me aperta preu quase sufocarE me morde com a boca de pavor.Todo dia ela faz tudo sempre igual:Me sacode às seis horas da manhã,Me sorri um sorriso pontualE me beija com a boca de hortelã.Todo dia ela diz que é preu me cuidarE essas coisas que diz toda mulher.Diz que está me esperando pro jantarE me beija com a boca de café.Todo dia eu só penso em poder parar;Meio-dia eu só penso em dizer não,Depois penso na vida pra levarE me calo com a boca de feijão.Seis da tarde, como era de se esperar,Ela pega e me espera no portãoDiz que está muito louca pra beijarE me beija com a boca de paixão.Toda noite ela diz preu não me afastar;Meia-noite ela jura eterno amorE me aperta preu quase sufocarE me morde com a boca de pavor.Todo dia ela faz tudo sempre igual:Me sacode às seis horas da manhã,Me sorri um sorriso pontualE me beija com a boca de hortelã.Encontramos uma relação com o texto “Pausa”, de MoacyrScliar? Que sentimentos temos após ouvirmos a letra?
  8. 8. 6 - PERCEPÇÃO DE OUTRAS LINGUAGENS;ELABORAÇÃO DE APRECIAÇÕES RELATIVAS AVALORES ÉTICOS E OU POLÍTICOS.Você gostou do texto? Você se identifica com opersonagem? Em que? De acordo com a rotina dospersonagens, vocês perceberam semelhanças/diferençascom o seu cotidiano?Que tipos de “PAUSAS” observamos? Você se identifica com asimagens e por quê?
  9. 9. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ROJO, Roxane. Letramento e capacidades de leitura para acidadania. São Paulo: SEE: CENP, 2004. DOLZ, Joaquim; SCHNEUWLY, Bernard. Gêneros eprogressão em expressão oral e escrita – elementos parareflexão sobre uma experiência suíça (francófona). In:Gêneros orais e escritos na escola. Campinas: Mercado dasLetras, 2010. Caderno do professor: língua portuguesa, ensino fundamental– 6ª série, volume 2: Situação de Aprendizagem 1 - Relatosde Experiência Vivida e Situações Comunicativas, pág 13-15.

×