Literatura 1) Trovadorismo

4.876 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.876
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
156
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Literatura 1) Trovadorismo

  1. 1.   O trovadorismo foi a primeira manifestação literária da língua portuguesa.  Surgiu em plena Idade Média, período em que Portugal estava no processo de formação nacional.  Os trovadores eram artistas de origem nobre  Poesias cantadas  As cantigas são divididas em: Satíricas (Cantigas de Maldizer e Cantigas de Escárnio) e Líricas (Cantigas de Amor e Cantigas de Amigo). Trovadorismo (1189-1418)
  2. 2.
  3. 3.
  4. 4.   Através delas, os trovadores faziam sátiras diretas, chegando muitas vezes a agressões verbais. Em algumas situações eram utilizados palavrões. O nome da pessoa satirizada podia aparecer explicitamente na cantiga ou não. Cantigas de Maldizer:
  5. 5.   Nestas cantigas o nome da pessoa satirizada não aparecia. As sátiras eram feitas de forma indireta, utilizando-se de duplos sentidos. Cantigas de Escárnio
  6. 6.   Neste tipo de cantiga o trovador destaca todas as qualidades da mulher amada, colocando-se numa posição inferior (de vassalo) a ela. O tema mais comum é o amor não correspondido. As cantigas de amor reproduzem o sistema hierárquico na época do feudalismo, pois o trovador passa a ser o vassalo da amada (suserana) e espera receber um benefício em troca de seus “serviços” (as trovas, o amor dispensado, sofrimento pelo amor não correspondido). Cantigas de Amor:
  7. 7.   No mundo non me sei parelha, entre me for como me vai, Cá já moiro por vós, e - ai! Mia senhor branca e vermelha. Queredes que vos retraya Quando vos eu vi em saya! Mau dia me levantei, Que vos enton non vi fea! E, mia senhor, desdaqueldi, ai! Me foi a mi mui mal, E vós, filha de don Paai Moniz, e bem vos semelha Dhaver eu por vós guarvaia, Pois eu, mia senhor, dalfaia Nunca de vós houve nem hei Valia dua correa. Cantiga da Ribeirinha - Mulher tida como inatingível.
  8. 8.   Enquanto nas Cantigas de Amor o eu-lírico é um homem, nas de Amigo é uma mulher (embora os escritores fossem homens). A palavra amigo nestas cantigas tem o significado de namorado. O tema principal é a lamentação da mulher pela falta do amado. Cantigas de Amigo:
  9. 9. Ai flores, ai flores do verde pinho se sabedes novas do meu amigo, ai deus, e u é? Ai flores, ai flores do verde ramo, se sabedes novas do meu amado, ai deus, e u é? Se sabedes novas do meu amigo, aquele que mentiu do que pôs comigo, ai deus, e u é? Se sabedes novas do meu amado, aquele que mentiu do que me há jurado ai deus, e u é?  D.Diniz Exemplo de Cantiga de Amigo - Tinham como cenário a vida campesina ou nas aldeias, e geralmente exprimiam o sofrimento da mulher separada de seu amado.
  10. 10.  3- (UM-SP) Nas cantigas de amor, a) o trovador expressa um amor à mulher amada, encarando-a como um objeto acessível a seus anseios. b) o trovador velada ou abertamente ironiza personagens da época. c) o “eu-lírico” é feminino, expressando a saudade da ausência do amado. d) o poeta pratica a vassalagem amorosa, pois, em postura platônica, expressa seu amor à mulher amada. e) existe a expressão de um sentimento feminino, apesar de serem escritas por homens Exercícios de Vestibulares
  11. 11.  4- (Mackenzie - SP) Sobre a poesia trovadoresca em Portugal, é incorreto afirmar que: a) refletiu o pensamento da época, marcada pelo teocentrismo, o feudalismo e valores altamente moralistas. b) representou um claro apelo popular à arte, que passou a ser representada por setores mais baixos da sociedade. c) pode ser dividida em lírica e satírica. d) em boa parte de sua realização, teve influência provençal. e) as cantigas de amigo, apesar de escritas por trovadores, expressam o eu-lírico feminino.
  12. 12.  5- (UEL - PR) Sobre a cultura medieval ocidental, considere as seguintes afirmativas: I - A maioria dos "não-romanos" desconhecia a escrita e utilizava-se da oralidade para orientar a vida social. II - No campo da Filosofia verificou-se a influência do pensamento escolástico, que retomou o debate entre fé e razão. III - A arquitetura medieval caracterizou-se pela presença de grandes construções inspiradas em motivos religiosos, como mosteiros e igrejas. IV - O heroísmo da cavalaria e o amor, temas característicos da poesia trovadoresca, tornaram-se comuns na literatura medieval. Assinale a alternativa correta. a) Apenas as afirmativas III e IV são verdadeiras. b) Apenas as afirmativas II, III e IV são verdadeiras. c) Apenas as afirmativas I, II e III são verdadeiras. d) Apenas as afirmativas I, III e IV são verdadeiras. e) Todas as afirmativas são verdadeiras.
  13. 13.  6- (Fuvest-SP) O Trovadorismo, quanto ao tempo em que se instala: a) tem concepções clássicas do fazer poético. b) é rígido quanto ao uso da linguagem que, geralmente, é erudita. c) estabeleceu-se num longo período que dura 10 séculos. d) tinha como concepção poética e epopéia, a louvação dos heróis. e) reflete as relações de vassalagem nas cantigas de amor.
  14. 14. 7- (Fuvest-SP) Interpretando historicamente a relação de vassalagem entre homem amante/mulher amada, ou mulher amante/homem amado, pode-se afirmar que: a) o Trovadorismo corresponde ao Renascimento. b) o Trovadorismo corresponde ao movimento humanista. c) o Trovadorismo corresponde ao Feudalismo. d) o Trovadorismo e o Medievalismo só poderiam ser provençais. e) tanto o Trovadorismo como o Humanismo são expressões da decadência medieval.
  15. 15.  www.youtube.com/watch?v=kWQCYl6XpI8 Vídeo aula recomendado:

×