O MARKETING POLÍTICOCONSTRUÍNDO O SUJEITO ENQUANTO CANDIDATO
“ E ao príncipe, ao qual falta este conhecimento, falta o primeiro requisito que um comandante  deve ter, pois é isso que ...
I. CONH CE       E NDO O M K TING                AR E
MARKETING: Segundo a American Marketing Association,Marketing é o processo de planejar e executar    concepção, estabeleci...
PRODUTO:    Refere-se ao que os profissionais demarketing oferecem ao cliente.                  PREÇO:     Refere-se à qua...
PONTO DE DISTRIBUÍÇÃO:     Canais de distribuição, refere-se a comoprodutos ou serviços são entregues ao mercadopara torna...
ESTRATÉGIA:      Arte de aplicar os meios disponíveis comvistas à consecução de objetos. Arte de explorarcondições favoráv...
PROPAGANDA:     Não se pode mais pensar em propagandacomo um fenômeno isolado. Ela faz parte dopanorama geral da comunicaç...
PUBLICIDADE:     A publicidade tem origem no latim“publicus”, que designa a qualidade do que épúblico, genericamente o sig...
I I.   O   MARKETING   POLÍTICO
PRODUTO          O CANDIDATO PROMOÇÃO       COMO DIVULGÁ-LO   PREÇO       CUSTO DA CAMPANHA  PONTO DE       LOCAIS COMODIS...
A PRO PA G A N D A     PO LÍ T I C A   N OSREG I MES   A U T O RI T Á R I O S
H I T L E R                Disse:“A propaganda permitiu-nos conservaro poder. A propaganda nos possibilitará         conqu...
A expressão corporal é um processo decomunicação que também foi utilizado para odesenvolvimento de uma empatia capaz deexe...
A PROPAGANDA COMUNISTA      “ O marxismo poderia ser caracterizadopelo seu poder de difusão, trata-se de umafilosofia capa...
Os bolchevistas trabalharam com doistipos de enviados: o propagandista e oagitador. A eles estava a missão de fazer apropa...
O    SURGIMENTODO    MARKETING     POLÍTICO    AMERICANO
Em 1954, o candidato do Partido Republicano  EISENHOUER, chama a agência BBDO,  para fazer sua campanha à Casa Branca.   O...
Na eleição de 1960, JohnKennedy (Partido Democrata) XRichard        Nixon      (PartidoRepublicano), enfrentaram-se.      ...
AREPÚBLIC ABRASILEIRA
PRESIDENTES BRASILEIROS
PRESIDENTES BRASILEIROS
PRESIDENTES BRASILEIROS
GETÚLIO DORNELES VARGAS      Getúlio, usou e muito os meios de comunicaçãoda época para defesa de seu Governo e para cultu...
O DIP – distribuía cartilhas  com imagens de Vargas     para as crianças. Getúlio foi considerado o    PAI dos POBRES.
Desfile (parada) estudantil seguindo o modelo Nazista.
JUCELINO          KUBITSCHEK     O construtor da nova capital,apresentou o Plano de Metas, prometeu:              50 anos ...
JK, utilizou importantes estratégias de comunicação.      Algumas delas são utilizadas ainda hoje.
JK, desfilando em carro aberto no Rio     de Janeiro antes da eleição.
JK, lançando os comitês femininos
JÂNIO          QUADROS       Eleito permaneceu apenas 8 meses no cargo.       As propagandas de Jânio, já utilizavam atele...
Jânio, sempre usou atitudes “pitorescas”para definir seu tipo político.     A marca de sua campanha era umavassoura. Segun...
Jânio, em uma de suas aparições públicasno período eleitoral.
J A N GO    Com a renúncia de Jânio, João Goulart –JANGO, teve problemas para assumir oGoverno. Após ter assumido, promove...
No Rio Grande do Sul, o entãoGovernador Leonel de Moura Brizola, cunhadode Jango usou a rádio como forma de pressãopara ga...
OS    GOVERNOS             MILITARES      Durante a ditadura militar, houve também apropaganda governamental. Esta assumiu...
Adesivo de campanha publicitária desenvolvidapelo Governo Militar para contra os Movimentos de    Resistência ao Regime. –...
Cartaz de 7 de setembro,passa a idéia de que o Governo éforte e bom para seu povo.      Processo de doutrinação e aalienaç...
FERNANDO COLLOR         DE MELLO      Ao eleger-se governador do Estado dasAlagoas, Collor de Mello começa a prepararseu p...
O apoio que Collor recebeu da mídia pode ser afirmado noseguinte trecho de Lattman-Weltman (1994:23):       “... outra sim...
FERNANDO HENRIQUE     CARDOSO - F H C     O sociólogo, foi senador, ministro daFazenda no governo Itamar Franco, “Pai” doR...
F H C - deu um bom espaço para os publicitários no comando de suas campanhas a              Presidência do Brasil.        ...
I I I.   A   CAMPANHA         ELEITORAL
Conceito de Campanha Eleitoral      É o período destinado a propaganda decandidatos, e de seus projetos para conquistarem ...
A construção dosujeito enquanto   candidato
A construção de uma candidaturatem início na identificação de umdeterminado nome com sua comunidadee possibilidade de lide...
A imagem esperada     O candidato é aquele ser humano,que amanhece com um sorriso noslábios e quando anoitece ele ainda nã...
Como ser o líder esperado...     “Todo o príncipe deve desejar serconsiderado piedoso e não cruel, no entantodeve ter cuid...
material do livro Eu Vereador.
stakeholdersIndivíduo e grupos que podeminfluenciar decisões de marketing eserem influenciados por ele.
I V.   A   IMPORTÂNCIADA     PESQUISA ELEITORAL
Pesquisa Quantitativa:Faz a tabulação de números e resultados.                      Pesquisa Qualitativa:     Verifica a m...
Manhanelli (1988:107)       “O questionário deverá ser claro e objetivo. Aeficiência do resultado depende basicamente da f...
V. O CANDIDATO E A MÍDIA
OS VEÍCULOS E O CANDIDATOOs veículos não são “stakeholders” para o candidato, mas possuem o poder de informar a estes sobr...
A campanha só começa oficialmente            no período eleitoral...     Mas antes disso, o candidato deve pensar nasconve...
“Detalhes tão pequenos de nós dois”Programa Eleitoral:* Programa de Rádio* Programa de TelevisãoRoupas que devem serusadas...
Considerações Gerais...
Dedico este trabalho       a pessoas importantespara minha vida e minha faculdade...
PAI...A vida o levou para longe, maso amor e as lembranças oeternizaram neste mundo.PAI, a saudade é imensa, ecomo eu quer...
MÃE...Para mim, tu sempre foi umexemplo de força e coragem. Eu teadmiro muito, e me orgulho em serteu filho. Coragem, dete...
DONA DELTA eDR. JOSÉ...Você são pessoas que se tornarammuito importante para mim,nestes últimos anos, foram muitasas alegr...
DONA DELTA eDR. JOSÉ...Vocês estiveram presentes emmuitos momentos importantesda minha faculdade, situaçõesem que a vida n...
Agradeço a quem tornou  este trabalho possível...Sem vocês esta monografia não teria sido realizada...
Artestampa/Sulgraf   Dora Denise Vaz Silveira       Fernanda Pigoso       Helena Coradini       Jacira Medronha       Luci...
Especialmente...
Maria José, muito obrigado épouco. Não apenas comoprofessora, mas comoorientadora. Senti que fizeste domeu o nosso sonho.T...
Eu sempre acreditei na        política...Ainda tenho a certeza que através dela poderemos    mudar o mundo...
O que é lamentável é comoos homens se transformam para poder usufruir dela.
O Marketing Político é aforma de levar a técnica e a    beleza a política... Os defeitos são obras dos         homens!
Mas ainda acredito nos homens como políticos...   O que eles precisamaprender é como cantar um         HINO...
Pois no dia em que todoseles souberem cantar esteHINO, o Brasil será uma         terra deORDEM e PROGRESSO.
Apresentação  monografia
Apresentação  monografia
Apresentação  monografia
Apresentação  monografia
Apresentação  monografia
Apresentação  monografia
Apresentação  monografia
Apresentação  monografia
Apresentação  monografia
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação monografia

428 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
428
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação monografia

  1. 1. O MARKETING POLÍTICOCONSTRUÍNDO O SUJEITO ENQUANTO CANDIDATO
  2. 2. “ E ao príncipe, ao qual falta este conhecimento, falta o primeiro requisito que um comandante deve ter, pois é isso que ensina a encontrar o inimigo, ocupar os alojamentos, conduzir osexércitos, organizar as batalhas campais, apertar o cerco, com vantagens para ti.” NICOLAU MAQUIAVÉL
  3. 3. I. CONH CE E NDO O M K TING AR E
  4. 4. MARKETING: Segundo a American Marketing Association,Marketing é o processo de planejar e executar concepção, estabelecimento de preços,promoções e distribuição de idéias, produtos e serviços a fim de criar trocas que satisfaçam metas individuais e organizacionais.
  5. 5. PRODUTO: Refere-se ao que os profissionais demarketing oferecem ao cliente. PREÇO: Refere-se à quantidade de dinheiro ououtros recursos que os profissionais demarketing por aquilo que oferecem.
  6. 6. PONTO DE DISTRIBUÍÇÃO: Canais de distribuição, refere-se a comoprodutos ou serviços são entregues ao mercadopara tornarem disponíveis para trocas. PROMOÇÃO: Ou comunicação, refere-se a como osprofissionais de marketing informam,convencem e lembram os clientes sobreprodutos e serviços.
  7. 7. ESTRATÉGIA: Arte de aplicar os meios disponíveis comvistas à consecução de objetos. Arte de explorarcondições favoráveis com fim de alcançarobjetivos específicos. Aurélio Buarque de Holanda Ferreira
  8. 8. PROPAGANDA: Não se pode mais pensar em propagandacomo um fenômeno isolado. Ela faz parte dopanorama geral da comunicação e está emconstante envolvimento com fenômenosparalelos, onde colhe subsídios. Armando Sant´Anna
  9. 9. PUBLICIDADE: A publicidade tem origem no latim“publicus”, que designa a qualidade do que épúblico, genericamente o significado é divulgar,tornar público.
  10. 10. I I. O MARKETING POLÍTICO
  11. 11. PRODUTO O CANDIDATO PROMOÇÃO COMO DIVULGÁ-LO PREÇO CUSTO DA CAMPANHA PONTO DE LOCAIS COMODISTRIBUÍÇÃO COMITÊS E EVENTOS
  12. 12. A PRO PA G A N D A PO LÍ T I C A N OSREG I MES A U T O RI T Á R I O S
  13. 13. H I T L E R Disse:“A propaganda permitiu-nos conservaro poder. A propaganda nos possibilitará conquistar o mundo”
  14. 14. A expressão corporal é um processo decomunicação que também foi utilizado para odesenvolvimento de uma empatia capaz deexercer o domínio e manipulação necessários aosinteresses do füher.
  15. 15. A PROPAGANDA COMUNISTA “ O marxismo poderia ser caracterizadopelo seu poder de difusão, trata-se de umafilosofia capaz de propagar-se entre massas, deinício porque repousa numa dialética que podeser reduzida à sua extrema simplicidade, sem sedeformar absolutamente. Sant´Anna (1999:49)
  16. 16. Os bolchevistas trabalharam com doistipos de enviados: o propagandista e oagitador. A eles estava a missão de fazer apropaganda e agitação necessária para cadagrupo que compõe a grande massa. Pois omesmo tema pode ser usado dependendo dosargumentos para convencer pessoas declasses e condições de vida diferentes.
  17. 17. O SURGIMENTODO MARKETING POLÍTICO AMERICANO
  18. 18. Em 1954, o candidato do Partido Republicano EISENHOUER, chama a agência BBDO, para fazer sua campanha à Casa Branca. Os Democratas o acusam de se vender como um sabonete.
  19. 19. Na eleição de 1960, JohnKennedy (Partido Democrata) XRichard Nixon (PartidoRepublicano), enfrentaram-se. Kennedy, saiu-se melhor nodebate pela TV, mais corado,sorridente e confiante. Nixon, saiu-se mal natelevisão, mas no rádio suaspropostas foram melhorcompreendidas. Kennedy ganhou a eleição.
  20. 20. AREPÚBLIC ABRASILEIRA
  21. 21. PRESIDENTES BRASILEIROS
  22. 22. PRESIDENTES BRASILEIROS
  23. 23. PRESIDENTES BRASILEIROS
  24. 24. GETÚLIO DORNELES VARGAS Getúlio, usou e muito os meios de comunicaçãoda época para defesa de seu Governo e para cultuarsua imagem. O modelo de propaganda de Vargas, eramuito semelhante ao nazista. O DIP – Departamento de Imprensa ePropaganda, além de cuidar da imagem do Governo,censura os meios de comunicação.
  25. 25. O DIP – distribuía cartilhas com imagens de Vargas para as crianças. Getúlio foi considerado o PAI dos POBRES.
  26. 26. Desfile (parada) estudantil seguindo o modelo Nazista.
  27. 27. JUCELINO KUBITSCHEK O construtor da nova capital,apresentou o Plano de Metas, prometeu: 50 anos em 5 Getúlio deu o voto a mulher, mas JK, foio primeiro a ter comitês femininos. Estes liderados por sua esposa SaraKubitschek.
  28. 28. JK, utilizou importantes estratégias de comunicação. Algumas delas são utilizadas ainda hoje.
  29. 29. JK, desfilando em carro aberto no Rio de Janeiro antes da eleição.
  30. 30. JK, lançando os comitês femininos
  31. 31. JÂNIO QUADROS Eleito permaneceu apenas 8 meses no cargo. As propagandas de Jânio, já utilizavam atelevisão e o rádio, embora ainda não houvesse ohorário eleitoral do T.S.E. – Tribunal SuperiorEleitoral. A eleição para vice-presidente era separada. E o eleito foi João Goularte.
  32. 32. Jânio, sempre usou atitudes “pitorescas”para definir seu tipo político. A marca de sua campanha era umavassoura. Segundo ele para varrer a corrupção. Dono de uma excelente oratória, eraprofessor de Língua Portuguesa.
  33. 33. Jânio, em uma de suas aparições públicasno período eleitoral.
  34. 34. J A N GO Com a renúncia de Jânio, João Goulart –JANGO, teve problemas para assumir oGoverno. Após ter assumido, promoveuimportantes reformas sociais. Foi deposto pelo Golpe Militar de 31 deMarço de 1964.
  35. 35. No Rio Grande do Sul, o entãoGovernador Leonel de Moura Brizola, cunhadode Jango usou a rádio como forma de pressãopara garantir a posse do vice de Jânio.
  36. 36. OS GOVERNOS MILITARES Durante a ditadura militar, houve também apropaganda governamental. Esta assumiu umcaracter de intimidação e alienação das massas. O modelo de propaganda era os já utilizadospelos regimes de exceção. Um dos órgão encarregados destapropaganda era a Assessoria Especial de RelaçõesPúblicas – AERP. AERP
  37. 37. Adesivo de campanha publicitária desenvolvidapelo Governo Militar para contra os Movimentos de Resistência ao Regime. – Grupos como MR8
  38. 38. Cartaz de 7 de setembro,passa a idéia de que o Governo éforte e bom para seu povo. Processo de doutrinação e aalienação das massas.
  39. 39. FERNANDO COLLOR DE MELLO Ao eleger-se governador do Estado dasAlagoas, Collor de Mello começa a prepararseu projeto para ser Presidente do Brasil. A maior, e uma das mais caras campanhaspresidências que o Brasil já viu.
  40. 40. O apoio que Collor recebeu da mídia pode ser afirmado noseguinte trecho de Lattman-Weltman (1994:23): “... outra similitude evidente é a forma de construção das sentenças. Em praticamente toda a mostra o padrão é igual: “Collor faz”, “Collor diz”, “Collor não faz”, “Collor não aceita”, etc. O protagonista aparece sempre em primeiro plano, só e sempre em ação. E, o que talvez, seja ainda mais significativo, sempre envolvido em disputas e conflitos, sempre em busca de um objetivo.
  41. 41. FERNANDO HENRIQUE CARDOSO - F H C O sociólogo, foi senador, ministro daFazenda no governo Itamar Franco, “Pai” doReal. Eleito e Re-eleito Presidente do Brasil
  42. 42. F H C - deu um bom espaço para os publicitários no comando de suas campanhas a Presidência do Brasil. FHC – utilizou técnicas modernas de propaganda e o melhor do Marketing Político. Deixando os “caciques políticos” de fora dos comandos da área deNizan Guanaes comunicação.
  43. 43. I I I. A CAMPANHA ELEITORAL
  44. 44. Conceito de Campanha Eleitoral É o período destinado a propaganda decandidatos, e de seus projetos para conquistarem umcargo eletivo, mediante o voto popular. Para Rech (200:97): “ Campanha eleitoral –disputa de candidatos rivais e de suas respectivasorganizações políticas, por cargos determinados paraobter a confiança do eleitor”.
  45. 45. A construção dosujeito enquanto candidato
  46. 46. A construção de uma candidaturatem início na identificação de umdeterminado nome com sua comunidadee possibilidade de liderança frente aoexpressivo número de votantes parapoder disputar uma eleição. Algunsnomes nascem junto a comunidade esão capitaneados pelos partidospolíticos. Outros são trabalhados apartir das próprias agremiações paraserem levados a aprovação popular.
  47. 47. A imagem esperada O candidato é aquele ser humano,que amanhece com um sorriso noslábios e quando anoitece ele ainda nãodeixou de sorrir, por algum motivo quenão sabemos ao certo. No entanto, eletem uma assessoria que fica quasesempre estressada por ele.
  48. 48. Como ser o líder esperado... “Todo o príncipe deve desejar serconsiderado piedoso e não cruel, no entantodeve ter cuidado para não usar mal estapiedade”,(Maquiavel), pois se o candidatodemonstrar fraquezas e se deixar pelo domínio dogrupo, de parte das pessoas que o cercam, certamenteele ficará a mercê das decisões de seus correligionários,e mais cedo ou mais tarde isto passa a ser conhecidopelos eleitores que já não contemplam mais como umverdadeiro líder .
  49. 49. material do livro Eu Vereador.
  50. 50. stakeholdersIndivíduo e grupos que podeminfluenciar decisões de marketing eserem influenciados por ele.
  51. 51. I V. A IMPORTÂNCIADA PESQUISA ELEITORAL
  52. 52. Pesquisa Quantitativa:Faz a tabulação de números e resultados. Pesquisa Qualitativa: Verifica a maneira de pensar de um grupo.
  53. 53. Manhanelli (1988:107) “O questionário deverá ser claro e objetivo. Aeficiência do resultado depende basicamente da formacomo o questionário é elaborado (mesmo os tolos sãocapazes de responder quando interrogados, maspoucos são capazes de fazer habilmente umapergunta). A arte de fazer perguntas implica umverdadeiro estudo psicológico.”
  54. 54. V. O CANDIDATO E A MÍDIA
  55. 55. OS VEÍCULOS E O CANDIDATOOs veículos não são “stakeholders” para o candidato, mas possuem o poder de informar a estes sobre a situação de cada candidato, e criar a imagem positiva para o pretendente a um cargo eletivo.
  56. 56. A campanha só começa oficialmente no período eleitoral... Mas antes disso, o candidato deve pensar nasconvenções no desenvolvimento de sua imagem,nos apoios políticos e financeiros... E principalmente se pode mesmo ser eleito!
  57. 57. “Detalhes tão pequenos de nós dois”Programa Eleitoral:* Programa de Rádio* Programa de TelevisãoRoupas que devem serusadas: A relação pós eleição
  58. 58. Considerações Gerais...
  59. 59. Dedico este trabalho a pessoas importantespara minha vida e minha faculdade...
  60. 60. PAI...A vida o levou para longe, maso amor e as lembranças oeternizaram neste mundo.PAI, a saudade é imensa, ecomo eu queria que vocêestivesse aqui... Mas onde vocêestiver olha para mim... E sepossível eu não queria mesentir tão só, sem a tuapresença, que talvez quandoaqui na terra eu não tenhapercebido o quanto eu mesentia protegido por ti.EU TE AMO!
  61. 61. MÃE...Para mim, tu sempre foi umexemplo de força e coragem. Eu teadmiro muito, e me orgulho em serteu filho. Coragem, determinaçãoessa é a minha mãe. Uma rocha paraenfrentar os problemas, a tristezaque a vida nos dá, porém sem jamaisdeixar de ter um coração capaz deacolher o mundo.COM TODO O MEU AMOR!
  62. 62. DONA DELTA eDR. JOSÉ...Você são pessoas que se tornarammuito importante para mim,nestes últimos anos, foram muitasas alegrias que compartilhamos ealgumas tristezas que dividimos.
  63. 63. DONA DELTA eDR. JOSÉ...Vocês estiveram presentes emmuitos momentos importantesda minha faculdade, situaçõesem que a vida não permitiuque meu PAI estivesse e asaúde de minha MÃE aimpossibilitou de ver cadamomento. Por tudo isso eulhes agradeço com todo ocarinho que nos ensina a serfeliz.
  64. 64. Agradeço a quem tornou este trabalho possível...Sem vocês esta monografia não teria sido realizada...
  65. 65. Artestampa/Sulgraf Dora Denise Vaz Silveira Fernanda Pigoso Helena Coradini Jacira Medronha Luciana Sanches Plácido Antônio de Bacco Jr. Rosana Vaz Silveira Rosanne Gomes Machado Sandra Royes Bittencout Suzel MedinaCom todo o carinho a professora Maria de Lourdes Henriques
  66. 66. Especialmente...
  67. 67. Maria José, muito obrigado épouco. Não apenas comoprofessora, mas comoorientadora. Senti que fizeste domeu o nosso sonho.Transformando cada palavra,cada capitulo em realidade.Nossas conversas, nossosdesabafos, esperanças em todosos tons de uma Eterna amizade.Onde quer que estejamos esteseu pupilo não esquecerá amestra.Valeu MARIA JOSÉ.Obrigado!
  68. 68. Eu sempre acreditei na política...Ainda tenho a certeza que através dela poderemos mudar o mundo...
  69. 69. O que é lamentável é comoos homens se transformam para poder usufruir dela.
  70. 70. O Marketing Político é aforma de levar a técnica e a beleza a política... Os defeitos são obras dos homens!
  71. 71. Mas ainda acredito nos homens como políticos... O que eles precisamaprender é como cantar um HINO...
  72. 72. Pois no dia em que todoseles souberem cantar esteHINO, o Brasil será uma terra deORDEM e PROGRESSO.

×