A GESTÃO SUSTENTÁVEL DE RESÍDUOS NA      CIDADE DO RIO DE JANEIROA busca da sustentabilidade ambiental e econômica        ...
A Cidade do Rio de Janeiro e a COMLURB• Rio: território e população:• 1.100 km2 e 6 milhões de habitantes• COMLURB:   – 20...
A Cidade do Rio de Janeiro e a COMLURB• Serviços extraordinários de responsabilidade da COMLURB      • Limpeza e desinfecç...
COLETA DOMICILIAR
REMOÇÃO DE LIXO PÚBLICO
LIMPEZA DE LAGOAS ECOLETA NAS ILHAS DA BARRA
REMOÇÃO GRATUITA DE ENTULHO E BENS INSERVÍVEIS
LIMPEZA DE PRAIAS
LIMPEZA DE FEIRA LIVRE
LIMPEZA DE ENCOSTAS
LIMPEZA DE EVENTOS (CARNAVAL E REVEILLON)
EMERGENCIAIS
PODA E DESTOCA
LIMPEZA EM COMUNIDADES COM UPP
COLETA SELETIVA
LIMPEZA E COLETA PREDIAIS
Fabricação de ferramentas e                              mobiliárioMANUTENÇÃO DE MOBILIÁRIO DAS PRAÇAS
Seropédica
Agenda Sustentável da         COMLURB• Marco Legal• Estudos• Em Implantação• Em Operação e Instalados
MARCOS LEGAIS• POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS  Estabelece princípios, objetivos e instrumentos para  uma gestão int...
MARCOS LEGAIS•   DECRETO DE RESÍDUOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL    Obrigatoriedade da utilização de agregados reciclados em    ob...
MARCOS LEGAIS• RESOLUÇÃO CONJUNTA SMAC-COMLURB  SOBRE O USO DO COMPOSTO  Utilização do composto FERTILURB produzido  pela ...
ESTUDOS            GERAÇÃO DE ENERGIA NA USINA DO CAJU                          organic fraction/ RDF    organic fraction ...
REDUÇÃO DE EMISSÕES E MEDIDAS PARA                 OTIMIZAÇÃO DA FROTA         (Em colaboração com a Fundação Clinton)• Co...
ESTUDOSRECICLAGEM DE RCC em ATT´s – Áreas de Triagem e Transbordo  • Missões -       Até 400 t/dia  • Caju -          Até ...
ESTUDOS       EFICIÊNCIA ENERGÉTICA EM TODAS         AS INSTALAÇÕES DA EMPRESAa) Estudo do consumo das unidadesb) Perfil d...
CONTRATO DE CONCESSÃO DE COLABORAÇÃO FINANCEIRA NÃO REEMBOLSÁVEL                  R$ 28.000.000,00                     R$ ...
Fonte: Comlurb; IPP                                                    1.558 g/hab.dia                                    ...
Roteiro daColeta Seletiva
EM IMPLANTAÇÃOPROGRAMA DE RECICLAGEM - BNDES
EM IMPLANTAÇÃOPROGRAMA DE RECICLAGEM - BNDES
EM IMPLANTAÇÃOCESTAS COLETORAS DE FIBRA DE COCO
EM IMPLANTAÇÃOCESTAS COLETORAS DE MADEIRA PLÁSTICA
EM IMPLANTAÇÃOCARRINHOS DE VARRIÇÃO DE FIBRA DE COCO
EM IMPLANTAÇÃOVASSOURAS COM CERDAS DE PET CANULADO E        CEPO DE FIBRA DE COCO
EM IMPLANTAÇÃOCAPTAÇÃO E PURIFICAÇÃO DOBIOGÁS DE GRAMACHO
EM IMPLANTAÇÃOCAPTAÇÃO E PURIFICAÇÃO DO BIOGÁS DE GRAMACHO
EM IMPLANTAÇÃOCAPTAÇÃO E PURIFICAÇÃO DO BIOGÁS DE GRAMACHO
Receitas acessórias: vendade 100.000 a 200.000 m3/dia de gás (>92% CH4) àPetrobras/REDUC
EM OPERAÇÃORECUPERAÇÃO DE 100 HECTARES DE MANGUEZAL
EM OPERAÇÃO      NOVO ATERRO SANITÁRIO DA CIDADE•   Proteção ambiental•   Recuperação do biogás•   Reciclagem do RCC•   Ap...
EM OPERAÇÃONOVO ATERRO SANITÁRIO DA CIDADE
EM OPERAÇÃONOVO ATERRO SANITÁRIO DA CIDADE
EM OPERAÇÃOCOLETA DE ORGÂNICOS EM GRANDES FONTESGERADORAS PARA PRODUÇÃO DE COMPOSTO
EM OPERAÇÃOUSO DE COMPOSTO NO PROGRAMA DE REFLORESTAMENTO DO MUNICÍPIO
EM OPERAÇÃOUSO DE COMPOSTO NO PROGRAMA DE REFLORESTAMENTO DO MUNICÍPIO
EM OPERAÇÃOPRODUÇÃO DE CDR PARA A USINA PILOTO DE GERAÇÃO         DE ENERGIA A PARTIR DO LIXO
EM OPERAÇÃOAPROVEITAMENTO DE ÁGUA DE CHUVA DAS ESTAÇÕES DE TRANSFERÊNCIA
EM OPERAÇÃOUTILIZAÇÃO DA ÁGUA DE REUSO NA LIMPEZA DE RUAS E FEIRAS LIVRES
EM OPERAÇÃOEQUIPAMENTOS ALTERNATIVOS PARA COLETA EM      COMUNIDADES DE BAIXA RENDA
EM OPERAÇÃOEQUIPAMENTOS ALTERNATIVOS PARA COLETA EM      COMUNIDADES DE BAIXA RENDA
EM OPERAÇÃOCARROS ELÉTRICOS
EM OPERAÇÃOUTILIZAÇÃO DE 50.000 CONTÊINERES VERDE PARA COLETA DOMICILIAR
EM OPERAÇÃOEQUIPAMENTOS URBANOS FEITOS COM MADEIRA PLÁSTICA
EM OPERAÇÃOEQUIPAMENTOS URBANOS FEITOS COM MADEIRA PLÁSTICA
Consulte mais informações sobre   Meio Ambiente e Resíduos Sólidos na Internet:http://www.rio.rj.gov.br/web/comlurb/    ww...
A Gestão Sustentável de Resíduos na Cidade do Rio de Janeiro - José Henrique Penido Monteiro
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A Gestão Sustentável de Resíduos na Cidade do Rio de Janeiro - José Henrique Penido Monteiro

1.064 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.064
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
33
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A Gestão Sustentável de Resíduos na Cidade do Rio de Janeiro - José Henrique Penido Monteiro

  1. 1. A GESTÃO SUSTENTÁVEL DE RESÍDUOS NA CIDADE DO RIO DE JANEIROA busca da sustentabilidade ambiental e econômica com responsabilidade social José Henrique Penido Monteiro COMLURB – Cia. Municipal de Limpeza Urbana Rio de Janeiro Junho/2012
  2. 2. A Cidade do Rio de Janeiro e a COMLURB• Rio: território e população:• 1.100 km2 e 6 milhões de habitantes• COMLURB: – 20.100 empregados – 9.000 toneladas/dia de resíduos – Orçamento de 1 bilhão de reais por ano – Serviços sob sua responsabilidade: • Coleta de resíduos domiciliares e varrição de logradouros • Coleta marítima em ilhas da lagoa de Jacarepaguá • Remoção gratuita de entulho e bens inservíveis • Coleta e limpeza em comunidades de baixa renda com equipamentos especiais • Transferência e destinação final de lixo • Tratamento: compostagem e produção de CDR
  3. 3. A Cidade do Rio de Janeiro e a COMLURB• Serviços extraordinários de responsabilidade da COMLURB • Limpeza e desinfecção de 5 hospitais da rede pública municipal • Destinação final de resíduos biológicos da rede pública municipal (incineração e autoclavagem) • Limpeza interna e externa de 1051 escolas municipais • Preparação de alimentos em 350 escolas municipais • Limpeza do espelho d´água das lagoas • Limpeza de 58 km de praias • Poda de 600.00 árvores públicas • Manutenção de 1.000 praças e parques • Limpeza de prédios públicos (Centro Administrativo) • Controle de vetores (roedores e caramujo africano) • Fabricação de vassouras, utensílios e equipamentos urbanos (brinquedos, fraldários, etc.)
  4. 4. COLETA DOMICILIAR
  5. 5. REMOÇÃO DE LIXO PÚBLICO
  6. 6. LIMPEZA DE LAGOAS ECOLETA NAS ILHAS DA BARRA
  7. 7. REMOÇÃO GRATUITA DE ENTULHO E BENS INSERVÍVEIS
  8. 8. LIMPEZA DE PRAIAS
  9. 9. LIMPEZA DE FEIRA LIVRE
  10. 10. LIMPEZA DE ENCOSTAS
  11. 11. LIMPEZA DE EVENTOS (CARNAVAL E REVEILLON)
  12. 12. EMERGENCIAIS
  13. 13. PODA E DESTOCA
  14. 14. LIMPEZA EM COMUNIDADES COM UPP
  15. 15. COLETA SELETIVA
  16. 16. LIMPEZA E COLETA PREDIAIS
  17. 17. Fabricação de ferramentas e mobiliárioMANUTENÇÃO DE MOBILIÁRIO DAS PRAÇAS
  18. 18. Seropédica
  19. 19. Agenda Sustentável da COMLURB• Marco Legal• Estudos• Em Implantação• Em Operação e Instalados
  20. 20. MARCOS LEGAIS• POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS Estabelece princípios, objetivos e instrumentos para uma gestão integrada de resíduos sólidos.• RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE DA CIDADE• PLANO MUNICIPAL DE GESTÃO INTEGRADA É o conjunto de ações voltadas para a busca de soluções para os resíduos sólidos, de forma a considerar as dimensões política, econômica, ambiental, cultural e social, com controle social e sob a premissa do desenvolvimento sustentável.
  21. 21. MARCOS LEGAIS• DECRETO DE RESÍDUOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL Obrigatoriedade da utilização de agregados reciclados em obras e serviços de engenharia realizados pelo Município do Rio de Janeiro.• DECRETO QUE CRIA O GRUPO CARIOCA DE MUDANÇAS CLIMÁTICAS Institui o Fórum Carioca de Mudanças Climáticas, instância de caráter consultivo, com o objetivo de conscientizar e mobilizar a sociedade e o governo do Município do Rio de Janeiro para discutirem os problemas decorrentes das mudanças do clima e promover o desenvolvimento sustentável, contribuindo para o crescimento econômico, a preservação ambiental e o desenvolvimento social.
  22. 22. MARCOS LEGAIS• RESOLUÇÃO CONJUNTA SMAC-COMLURB SOBRE O USO DO COMPOSTO Utilização do composto FERTILURB produzido pela COMLURB nas ações de reflorestamento da SMAC.• RESOLUÇÃO DO GRUPO DE PODA Cria e nomeia o Grupo de Trabalho para elaboração de proposta de aproveitamento de Resíduos de Poda de Arborização Pública.
  23. 23. ESTUDOS GERAÇÃO DE ENERGIA NA USINA DO CAJU organic fraction/ RDF organic fraction anaerobic digestion 714,78 tpd 214,43 tpd 49,32 tpd 89,35% of income 30,00% 23,00% 26,80% of income 6,16% of income RDF biogas compost 500,35 tpd 4.932 Nm³/dia 17,26 tpd 70,00% 100 Nm³/t org 35,00% 62,54% of income 55% methane 2,16% of incomeMSW (tpd) great volumes / metal aerobic digestion Incineration plant 8,00 tpd 165,11 tpd Caju Plant 800 1,00% 517 tpd 77,00% 1,00% of income 20,64% of income recyclables not screened compost mass loss 39,60 tpd Cooperative: 480 82,56 tpd 82,56 tpd 5,00% employees 50,00% 50,00% 4,95% of income 10,32% of income 10,32% of income humidity loss reject screened compost 37,62 tpd 16,51 tpd 66,05 tpd 5,00% 20,00% 80,00% 4,70% of income 2,06% of income 8,26% of income
  24. 24. REDUÇÃO DE EMISSÕES E MEDIDAS PARA OTIMIZAÇÃO DA FROTA (Em colaboração com a Fundação Clinton)• Combustíveis alternativos:  Biodiesel  Diesel de cana  Etanol  Gás natural• Medidas independentes da motorização Adequação ao padrão Euro V Híbrido-hidráulico Direção verde Pneu ecológico Otimização Otimização dos roteiros (controle de frota e peso em tempo real)
  25. 25. ESTUDOSRECICLAGEM DE RCC em ATT´s – Áreas de Triagem e Transbordo • Missões - Até 400 t/dia • Caju - Até 600 t/dia • Gericinó - Até 400 t/dia
  26. 26. ESTUDOS EFICIÊNCIA ENERGÉTICA EM TODAS AS INSTALAÇÕES DA EMPRESAa) Estudo do consumo das unidadesb) Perfil de consumoc) Adequação tarifária da eletricidaded) Levantamento dos equipamentos instalados e seus respectivos regimes de funcionamento (Selo Procel)e) Hábitos de consumo dos usuáriosf) Ações e metas para a economia da energia
  27. 27. CONTRATO DE CONCESSÃO DE COLABORAÇÃO FINANCEIRA NÃO REEMBOLSÁVEL R$ 28.000.000,00 R$ 22.000.000,00 Cessão de 6 terrenos para Construção de 6 Centrais de Triagem / construção de Centrais de Triagem máquinas e equipamentos Coleta seletiva domiciliar e em Melhoria da estrutura produtiva e de instituições municipais comercialização das cooperativas Transporte de reciclados até as Capacitação, assessoria de gestão e Centrais de Triagem formação de rede de comercialização a ser formada pelas cooperativas Instalação de Ecopontos Regularização documental e ambiental Divulgação do Programa das cooperativas Divulgação do Programa Projeto de Ampliação da Coleta Seletiva
  28. 28. Fonte: Comlurb; IPP 1.558 g/hab.dia 3.268 g/hab.dia 1.297 g/hab.dia 1.780 g/hab.dia 1.613 g/hab.diaMatéria OrgânicaPapel / PapelãoPlástico VidroMetalOutros Perfil do RSU
  29. 29. Roteiro daColeta Seletiva
  30. 30. EM IMPLANTAÇÃOPROGRAMA DE RECICLAGEM - BNDES
  31. 31. EM IMPLANTAÇÃOPROGRAMA DE RECICLAGEM - BNDES
  32. 32. EM IMPLANTAÇÃOCESTAS COLETORAS DE FIBRA DE COCO
  33. 33. EM IMPLANTAÇÃOCESTAS COLETORAS DE MADEIRA PLÁSTICA
  34. 34. EM IMPLANTAÇÃOCARRINHOS DE VARRIÇÃO DE FIBRA DE COCO
  35. 35. EM IMPLANTAÇÃOVASSOURAS COM CERDAS DE PET CANULADO E CEPO DE FIBRA DE COCO
  36. 36. EM IMPLANTAÇÃOCAPTAÇÃO E PURIFICAÇÃO DOBIOGÁS DE GRAMACHO
  37. 37. EM IMPLANTAÇÃOCAPTAÇÃO E PURIFICAÇÃO DO BIOGÁS DE GRAMACHO
  38. 38. EM IMPLANTAÇÃOCAPTAÇÃO E PURIFICAÇÃO DO BIOGÁS DE GRAMACHO
  39. 39. Receitas acessórias: vendade 100.000 a 200.000 m3/dia de gás (>92% CH4) àPetrobras/REDUC
  40. 40. EM OPERAÇÃORECUPERAÇÃO DE 100 HECTARES DE MANGUEZAL
  41. 41. EM OPERAÇÃO NOVO ATERRO SANITÁRIO DA CIDADE• Proteção ambiental• Recuperação do biogás• Reciclagem do RCC• Aproveitamento dos resíduos de poda• Geração de energia – 30MW
  42. 42. EM OPERAÇÃONOVO ATERRO SANITÁRIO DA CIDADE
  43. 43. EM OPERAÇÃONOVO ATERRO SANITÁRIO DA CIDADE
  44. 44. EM OPERAÇÃOCOLETA DE ORGÂNICOS EM GRANDES FONTESGERADORAS PARA PRODUÇÃO DE COMPOSTO
  45. 45. EM OPERAÇÃOUSO DE COMPOSTO NO PROGRAMA DE REFLORESTAMENTO DO MUNICÍPIO
  46. 46. EM OPERAÇÃOUSO DE COMPOSTO NO PROGRAMA DE REFLORESTAMENTO DO MUNICÍPIO
  47. 47. EM OPERAÇÃOPRODUÇÃO DE CDR PARA A USINA PILOTO DE GERAÇÃO DE ENERGIA A PARTIR DO LIXO
  48. 48. EM OPERAÇÃOAPROVEITAMENTO DE ÁGUA DE CHUVA DAS ESTAÇÕES DE TRANSFERÊNCIA
  49. 49. EM OPERAÇÃOUTILIZAÇÃO DA ÁGUA DE REUSO NA LIMPEZA DE RUAS E FEIRAS LIVRES
  50. 50. EM OPERAÇÃOEQUIPAMENTOS ALTERNATIVOS PARA COLETA EM COMUNIDADES DE BAIXA RENDA
  51. 51. EM OPERAÇÃOEQUIPAMENTOS ALTERNATIVOS PARA COLETA EM COMUNIDADES DE BAIXA RENDA
  52. 52. EM OPERAÇÃOCARROS ELÉTRICOS
  53. 53. EM OPERAÇÃOUTILIZAÇÃO DE 50.000 CONTÊINERES VERDE PARA COLETA DOMICILIAR
  54. 54. EM OPERAÇÃOEQUIPAMENTOS URBANOS FEITOS COM MADEIRA PLÁSTICA
  55. 55. EM OPERAÇÃOEQUIPAMENTOS URBANOS FEITOS COM MADEIRA PLÁSTICA
  56. 56. Consulte mais informações sobre Meio Ambiente e Resíduos Sólidos na Internet:http://www.rio.rj.gov.br/web/comlurb/ www.web-resol.org

×