Grupos de medicamentos

18.300 visualizações

Publicada em

2 comentários
24 gostaram
Estatísticas
Notas
  • @Hiago Ricardo Moura não consigo baixar isso
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Bom dia, não consegui fazer download se possível me manda esse arquivo no e-mail: hiago.farm25@gmail.com
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
18.300
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
76
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
647
Comentários
2
Gostaram
24
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Grupos de medicamentos

  1. 1. GRUPOS DE MEDICAMENTOS UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES UNIDADE ACADÊMICA DE CIÊNCIAS DA VIDA FARMACOLOGIA Professor Esp. Francisco José Gonçalves Figueiredo
  2. 2. GRUPOS DE MEDICAMENTOS 1. Medicamentos que atuam no sistema circulatório; 2. Medicamentos que atuam no sangue e sistema hematopoiético; 3. Medicamentos que atuam no sistema respiratório; 4. Medicamentos que atuam no sistema digestório; 5. Medicamentos que atuam no sistema geniturinário; 6. Medicamentos que atuam na nutrição; 7. Medicamentos antialérgicos;
  3. 3. GRUPOS DE MEDICAMENTOS 10. Antibióticos; 11. Antifúngicos; 12. Antivirais; 13. Antiparasitários.
  4. 4. Medicamentos que atuam no sistema circulatório • Cardiotônicos: Usados para aumentar a força contrátil do coração. Exemplos: deslanósido (Cedilanide®) digoxina dobutamida (Dobutrex®) dopamina (Revivan®)
  5. 5. Medicamentos que atuam no sistema circulatório • Antiarrítmicos: Usados nas arritmias cardíacas. Exemplos: procainamida (Procamide®) amiodarona (Ancoron®)
  6. 6. Medicamentos que atuam no sistema circulatório • Anti-hipertensivos: Atuam regulando a pressão arterial. Exemplos: atenolol (Atenol®) captopril (Capoten®) clonidina (Atensina®) metildopa (Aldomet®) prazosina (Minipress®)
  7. 7. Medicamentos que atuam no sistema circulatório • Vasodilatadores: Aumentam o débito sanguíneo, melhorando a circulação do sangue nos tecidos. Exemplos: bametano (Vasculat®) cinarizina (Stugeron®)
  8. 8. Medicamentos que atuam no sistema circulatório • Antianginosos: Reduzem a crise de angina no peito. Exemplos: nifedipino (Adalat®) verapamil (Dilacoron®) propatilnitrato (Sustrate®)
  9. 9. Medicamentos que atuam no sangue e no sistema hematopoiético • Antianêmicos: Repõem a carência de ferro, ácido fólico e vitamina B12. Exemplos: sulfato ferroso cianocobalamina ácido fólico (Acfol®) ácido folínico (Leucovorin®)
  10. 10. Medicamentos que atuam no sangue e no sistema hematopoiético  Os preparados de ferro se incorporam a hemoglobina.
  11. 11. Medicamentos que atuam no sangue e no sistema hematopoiético • Anticoagulantes: Prolongam o tempo de coagulação do sangue. Exemplos: Ação direta (quebram o trombo) – heparina; Ação indireta (inibem a síntese de vitamina K) – varfarina (Marevan®).
  12. 12. Medicamentos que atuam no sangue e no sistema hematopoiético • Coagulantes: Usados para estancar hemorragias, restabelecendo a hemostasia. Exemplo: fator IX de coagulação (Bebulin®).
  13. 13. Medicamentos que atuam no sangue e no sistema hematopoiético • Antitrombóticos: Previnem a formação de trombos, diminuindo a adesividade das plaquetas. Exemplos: dalteparin (Fragmin®) ticlopidina (Ticlid®)
  14. 14. Medicamentos que atuam no sangue e no sistema hematopoiético • Fibrinolíticos: Dissolvem trombos. Exemplo: estreptoquinase (Kabiquinase®).
  15. 15. Medicamentos que atuam no sangue e no sistema hematopoiético • Antifibrinolíticos: Ajudam a controlar hemorragia grave. Exemplo: ácido aminocapróico (Ipsilon) ácido tranexâmico (Transamin).
  16. 16. Medicamentos que atuam no sangue e no sistema hematopoiético • Hemostípticos: Reduzem a permeabilidade capilar, diminuindo a sua fragilidade. Exemplos: aminaftona (Capilarema) escina (Reparil)
  17. 17. • Calmantes da tosse e antitussígenos: Acalmam a tosse improdutiva, agindo sobre os centros deflagladores da tosse no SNC ou diretamente na árvore respiratória. Exemplos: Opiáceos: xarope de codeína; Não-opiáceos: dropropizina (Notuss) dextrometorfano (Silencium); Medicamentos que atuam no sistema respiratório
  18. 18. • Mucolíticos: Diminuem a aderência das secreções. Exemplos: ambroxol (Mucosolvan) acetilcisteína (Fluimucil) bromexina (Bisolvon) Medicamentos que atuam no sistema respiratório
  19. 19. • Expectorantes: Favorecem a tosse produtiva, promovem a eliminação das secreções. Exemplos: guaifenesina (Polaramine Expectorante) Medicamentos que atuam no sistema respiratório
  20. 20. Medicamentos que atuam no sistema respiratório • Broncodilatadores Dilatam os brônquios, promovendo aerificação da árvore respiratória. Exemplos: salbutamol (Aerolin®) terbutalina (Brycanil®) fenoterol (Berotec®) ipratrópio (Atrovent®) teofilina (Aminofilina®)
  21. 21. Medicamentos que atuam no sistema digestório • Antiácidos: Neutralizam a acidez do estômago. Exemplos: bicarbonato de sódio hidróxido de alumínio
  22. 22. Medicamentos que atuam no sistema digestório • Antieméticos: Impedem o refluxo do vômito. Exemplos: bromoprida (Digesan®) dimenidrato (Dramin®) metoclopramida (Plasil®)
  23. 23. Medicamentos que atuam no sistema digestório • Laxativos ou estimulantes instestinais: Drogas de ação suave sobre o intestino. Exemplo: mucilóide hidrófilo de psilio (Metamucil®).
  24. 24. Medicamentos que atuam no sistema digestório • Purgativos: Drogas de ação enérgica sobre o intestino. Exemplo: óleo de rícino (Laxol)
  25. 25. Medicamentos que atuam no sistema digestório • Estimulantes do peristaltismo Estimulam o movimento do intestino. Exemplos: bisacodil (Dulcolax) picossulfato de sódio (Guttalax)
  26. 26. Medicamentos que atuam no sistema digestório • Antidiarréicos Diminuem ou eliminam a diarréia. Exemplos: elixir paregórico difenoxilato (Lomotil) loperamida (Imosec)
  27. 27. Medicamentos que atuam no sistema digestório • Antifiséticos Alteram a tensão superficial dos gases intestinais. Exemplo: dimeticona (Luftal®)
  28. 28. Medicamentos que atuam no sistema digestório • Bloqueadores de secreção gástrica Bloqueiam a secreção de suco gástrico, diminuindo a gastrite e a úlcera. Exemplos: lansoprazol (Lanz®) ranitidina (Zyliun®) omeprazol (Losec®)
  29. 29. Medicamentos que atuam no sistema geniturinário • Diuréticos Aumentam o volume urinário. Exemplos: hidroclorotiazida (Clorana®) furosemida (Lasix®)
  30. 30. Medicamentos que atuam no sistema geniturinário • Antissépticos urinários Inibem ou reduzem o crescimento microbiano somente nas vias urinárias. Exemplo: fenazopiridina (Pyridium®)
  31. 31. Medicamentos que atuam no sistema geniturinário • Ocitotóxicos ou estimulantes uterinos Provocam contração uterina, sendo usados para induzir o parto, inibir a hemorragia pós-parto e pós- aborto e provocar a involução do útero. Exemplos: oxitocina (Syntocinon®) ergometrina (Ergotrate®)
  32. 32. Medicamentos que atuam no sistema geniturinário • Relaxantes uterinos Usados para inibir o parto prematuro. Exemplos: isoxuprina (Inibina®) piperidolato (Dactil OB®)
  33. 33. Medicamentos que atuam na nutrição • Sais minerais – sódio, potássio, fósforo, cálcio, ferro e iodo; • Estimulantes do apetite – ciproeptadina (Periatin®) • Vitaminas: • Hidrossolúveis – B1, B6, C; • Lipossolúveis – A, E, D, K;
  34. 34. Medicamentos antialérgicos • Anti-histamínicos Bloqueiam a ação da histamina. Exemplos: carbinoxamina (Clistin®) dexclofeniramina (Polaramine®) prometazina (Fenergan®)
  35. 35. Medicamentos antialérgicos • Corticóides Hormônios da supra-renal, com propriedades antiinflamatórias, antialérgicas e anti-reumáticas potentes. Exemplos: prednisona (Meticorten®) triancinolona (Oncilon®) dexametasona (Decadron®) metilprednisolona (Solumedrol®)
  36. 36. Medicamentos que atuam no Sistema Nervoso Central • Analgésicos: Medicamentos utilizados para diminuir ou eliminar a dor, provocando também a queda da temperatura em pacientes febris. • Narcóticos: para dores profundas, podem causar dependência e euforia. Ex.: morfina, buprenorfina, petidina. • Não-narcóticos: suprimem a dor superficial. Ex.: ácido acetilsalicílico, paracetamol, dipirona.
  37. 37. Medicamentos que atuam no Sistema Nervoso Central • Antiinflamatórios Reduzem ou eliminam a inflamação. Exemplos: diclofenaco sódico (Voltaren®) nimesulide (Nisulide®) benzidamina (Benflogin®)
  38. 38. Medicamentos que atuam no Sistema Nervoso Central • Sedativos e hipnóticos São depressores do SNC. Diminuem a agitação e o nervosismo, podendo até provocar sono. Exemplos: Fenobarbital (Gardenal®) Flurazepam (Dalmadorm®) Midazolam (Dormonid®)
  39. 39. Medicamentos que atuam no Sistema Nervoso Central • Psicotrópicos: Capazes de atuar seletivamente sobre as células nervosas que regulam os processos psíquicos do homem, como sedar, estimular ou alterar o humor, o pensamento e o comportamento. Dividem-se em: neurolépticos, ansiolíticos e antidepressivos.
  40. 40. Medicamentos que atuam no Sistema Nervoso Central 1. Neurolépticos ou Antipsicóticos Exercem ação sobre a excitação e agressividade, bem como sobre a atividade delirante e alucinatória. Exemplos: haloperidol (Haldol®) clorpromazina (Amplictil®) flufenazina (Anatensol®)
  41. 41. Medicamentos que atuam no Sistema Nervoso Central 2. Ansiolíticos Atuam na ansiedade e na tensão com pacientes com problemas neurológicos. Exemplos: diazepam bromazepam lorazepam
  42. 42. Medicamentos que atuam no Sistema Nervoso Central 3. Antidepressivos Diminuem a depressão, porém, para ter efeitos positivos, devem ser usados por algumas semanas, no mínimo. Exemplos: amitriptilina (Tryptanol®)
  43. 43. Medicamentos que atuam no Sistema Nervoso Autônomo • Adrenérgicos ou Simpatomiméticos; • Antiadrenérgicos ou Simpatolíticos; • Colinérgicos ou Parassimpatomiméticos; • Anticolinérgicos ou Parassimpatolíticos.
  44. 44. Antibióticos Medicamentos produzidos por organismos vivos ou de maneira sintética para atuar sobre infecções bacterianas. • Dividem-se em: • Bacteriostáticos e bactericidas. • Penicilinas, Cefalosporinas, β-lactâmicos, Anfenicóis, Polipeptídeos, Macrolídeos e Aminociclitóis.
  45. 45. Antifúngicos Utilizados no tratamento de micoses. Exemplos: anfotericina B fluconazol cetoconazol (Nizoral) fluocitosina (Ancotil) nistatina (Micostatin)
  46. 46. Antivirais Utilizados no tratamento e profilaxia de viroses. Exemplos: aciclovir (Zovirax) didanosina (Videx) ganciclovir
  47. 47. Antiparasitários Atuam sobre parasitas, provocando a sua expulsão ou morte, sem lesar de forma grave o hospedeiro. Tratamentos para: • Teníase: niclosamida (Atenase®); • Ascaridíase: mebendazol (Pantelmin®) e embonato de pirantel (Ascarical®); • Esquistossomose: praziquantel (Cisticid®); • Doença de Chagas: benzonidazol (Rochagam®);
  48. 48. Antiparasitários • Leishmaniose: antimoniato de meglumina (Glucantime®); • Malária: cloroquina e pimimetamina; • Giardíase: furazolidona (Giarlan®) e metronidazol (Flagyl®).
  49. 49. Alguns cuidados importantes na assistência de Enfermagem • Analgésicos • Controlar a respiração do paciente, pois o uso contínuo de analgésicos estimula a ventilação pulmonar, podendo levar a uma alcalose respiratória. • Hipnóticos • Controlar rigorosamente P.A., pulso e respiração, pois os hipnóticos podem deprimir o centro respiratório e centro vasomotor.
  50. 50. Alguns cuidados importantes na assistência de Enfermagem • Antibióticos • Colher material para exames de laboratório, quando solicitados, antes de iniciar o tratamento. Controlar líquidos ingeridos e eliminados. • Insulina • Agitar o frasco, pois trata-se de uma suspensão. • Mudar o local de aplicação para evitar a lipodistrofia. • Usar agulhas 10 x5. CUIDADOS GERAIS: REAÇÕES E CHOQUE.

×