Periodo simples e_composto

1.433 visualizações

Publicada em

Sugestão de aula de Matemática para o Ensino Médio Integrado da Fundação de Apoio à Escola Técnica. Produzido pela Diretoria de Desenvolvimento da Educação Básica e Técnica/FAETEC.

Publicada em: Educação
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.433
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
124
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Periodo simples e_composto

  1. 1. Autora: Vania Patalano
  2. 2. Vamos começar?Você já parou para pensar que escrever um texto é algo muito parecidocom a montagem de um quebra-cabeça?Em um texto, as peças do quebra-cabeça são as frases e as ideias queelas expressam. Se soubermos uni-las de forma harmoniosa, o texto ficaráagradável e compreensível para o leitor. Mas... se não conseguirmosconectar bem as ideias, o resultado ficará confuso e a mensagem,prejudicada.E então? Como se faz para escrever textos que expressem o nosso pensamento de forma clara ?Bem...o primeiro passo a ser dado é conhecer os termos que têm a função de conectar as ideias.Feito isso, já começamos a trilhar um bom caminho.Nesta aula, portanto, você aprenderá sobre os períodos simples e compostos e entenderá aimportância dosVamos em frente? Afinal, quem não quer se fazer entender?conectivos.
  3. 3. Fique por dentroCerto dia, a técnica em eletrônica, Márcia, chegou decidida a pedir um aumento de salário ao seusuperior. Em uma folha de papel, ela escreveu:Eu desejo umaumento de salário.Ela foi muito objetiva, não foi? Pois é, ela redigiu um período simples, ou seja, uma oração quecontém apenas um verbo. No caso, o verbo desejar.
  4. 4. Mas, e se ela tivesse feito de outra maneira? Como, por exemplo:Neste caso, ela juntou duas ideias: a de que trabalha muito e a de que deseja um aumento de salário.De fato, ela utilizou dois verbos: trabalhar e desejar. Além disso, usou também um elemento deligação entre as orações, isto é, empregou o conectivo E para construir um período composto.Então...você já deve ter percebido que um período simples contém apenas um verbo e que umperíodo composto pode ter dois ou mais.Trabalho muito nesta empresa e desejoum aumento de salário.
  5. 5. A Márcia disse que desejaum aumento de salário.O que você percebeu? Se você notou que ele usou dois verbos e escreveu um período composto,você acertou. Parabéns!Mas... atenção! Os dois exemplos anteriores de períodos compostos unem as orações do mesmojeito?Os conectivos foram os mesmos?Há alguma diferença entre esses períodos compostos?É claro que sim! O primeiro é um período composto por coordenação e o segundo, por subordinação.Mas, afinal, qual é a diferença entre eles?Agora, observe a frase que o chefe da Márcia falou na reunião da diretoria:
  6. 6. No período composto por coordenação, as orações sãoindependentes, isto é, as ideias que elas contêm sãoplenas e apenas se coordenam por meio de uma conjunçãocoordenativa.
  7. 7. Veja o exemplo:A reciclagem do lixo eletrônico evita a contaminação do ambiente pormetais pesados. (oração independente)A reciclagem do lixo eletrônico diminui a superlotação de lixões eaterros sanitários. (oração independente)A reciclagem do lixo eletrônico evita a contaminação do ambiente por metais pesados ediminui a superlotação de lixões e aterros sanitários. (as ideias das duas orações foramsomadas pela conjunção aditiva E)
  8. 8. No período composto por subordinação, uma oraçãodepende da outra, uma será a principal e a outra será asubordinada. Uma não existe sem a outra e o conectivo queas ligará será uma conjunção subordinativa (na maioria dasvezes será a conjunção integrante QUE).
  9. 9. Preste atenção ao exemplo:O engenheiro explicou ... ( mas explicou O QUÊ ? )que a reciclagem do lixo eletrônico evita a contaminação do ambientepor metais pesados.
  10. 10. Viu só como essas palavras tão pequenas (as conjunções) são fundamentaispara a escrita? Como elas coordenam e subordinam as ideias?Logo...essa é a hora de estudá-las!Clique em :http://www.brasilescola.com/gramatica/conjuncoes-coordenativas.htmhttp://www.brasilescola.com/gramatica/conjuncoes-subordinativas.htmEembora
  11. 11. Navegando...A coordenação e a subordinação estão presentes em vários momentos de nossas vidas. Vamos veralguns deles e aprender um pouco mais sobre esses conceitos?Você já observou os movimentos de um robô? Você percebeu como eles são coordenados?Então...os robôs são máquinas construídas para executar movimentos coordenados e pré-programados.Robô humanoidePara ler e aprender mais sobre Robôs e Robótica, leia emVale a pena. É muito interessante.http://pt.wikipedia.org/wiki/Rob%C3%B4Robô industrial
  12. 12. Com certeza você já ouviu alguém dizer que a “mulher é inferior ao homem”, não ouviu? Poisé...durante muitos séculos, acreditava-se que essa relação de subordinação era “natural”, ou seja, queo macho era um ser superior e a fêmea inferior.Felizmente, esse “papo” não “cola” mais nos dias de hoje. Por isso, vamos conhecer algumas mulheresque lutaram contra essa ideia de subordinação e se transformaram em grandes cientistas, realizandoimportantes descobertas.Bertha Lutz, bióloga brasileira, e uma das pioneiras do movimentofeminista em nosso país.www.sohistoria.com.br/biografias/berta/Clique em:http://super.abril.com.br/galerias-fotos/15-mulheres-se-tornaram-grandes-cientistas-710168.shtml#0
  13. 13. Agora é sua vez!1. Tente completar os textos abaixo com os conectivos indicados.enquanto – quando – e – masa) Foi só no século 19 que apareceram as primeiras geladeiras. O inventor americano JacobPerkins patenteou, em 1834, a primeira máquina refrigeradora que usava éter em um ciclode compressão de vapor (mais tarde, o líquido foi substituído por amônia e hidrogênio). Asgeladeiras eram restritas aos ricos até a metade do século 20, ___________começaram ase popularizar.Teste os seusconhecimentos.
  14. 14. c) Antes do surgimento da eletricidade e do gás, as pessoas usavam lenha, carvão e palha paraesquentar as casas. Os mais pobres chegavam a usar esterco, que queimava muito bem, masobviamente exalava um cheiro detestável. A lareira foi inventada no século 12, na Itália, ___________em países do norte da Europa as pessoas dormiam perto dos fogões a lenha. Ricos usavam um tipo decobertor de metal, que era recheado com brasas e colocado entre os lençóis antes que a pessoa fossedormir. Os mais pobres dormiam, muitas vezes, nos estábulos e nas estâncias com animais, paraesquentar-se.b) O costume de banhos é a prova de que não são exatamente os tempos que determinam astradições, ---------------- o caráter de cada povo. Já no século 19 – enquanto os europeus fugiam daágua como se ela fosse praga –, os banhos públicos eram um dos programas favoritos dos japoneses.Na Europa medieval, as casas tinham tinas com água _______ eram usadas para a limpeza dealgumas partes do corpo. A ideia de banhar-se com frequência era tão absurda que, quando PedroÁlvares Cabral chegou ao Brasil, em 1500, ficou espantado ao ver que os índios entravam na águamais de dez vezes por dia.
  15. 15. ( ) Se a dependência de insumos importados diminuísse, a indústria eletroeletrônica brasileiraproduziria televisores a custos menores.( ) O preço de venda de aparelhos de telefonia móvel é elevado em nosso país porque o setoreletroeletrônico ainda depende da importação de seus componentes.( ) A medida que a importação de componentes diminui, a indústria eletroeletrônica temcondições de fabricar computadores com preços mais convidativos.( ) Disjuntores, plugues e tomadas são produtos produzidos pela indústria eletroeletrônica,assim como os alarmes e câmeras de segurança instalados em residências ou estabelecimentoscomerciais.( ) A motivação para novos investimentos no setor eletroeletrônico aumentará quando houveruma política de ampliação do mercado interno.2 .Correlacione as relações abaixo especificadas com as respectivas orações.a) Relação de causab) Relação de condiçãoc) Relação de tempod) Relação de comparaçãoe) Relação de proporção.
  16. 16. GABARITO1. a) quandob) mas, ec) enquanto2.BAEDCConfira suasrespostas!
  17. 17. ReferênciasBibliográficasBUOGO, Ana Lúcia. Linguagens, códigos e suas tecnologias. v.1/Ana Lúcia Buogo, Edna MariaSantana Magalhães, Júlia Fernandes Lopes. Rio de Janeiro: Fundação CECIERJ, 2011.CUNHA, C., CINTRA,L.Nova gramática do português contemporâneo. 5 ed. Rio de Janeiro:Lexikon, 2008.GIACOMOZZI,G. Estudos de gramática/ Gilio Giacomozzi, Gildete Valério, Cláudia Reda Fenga.São Paulo: FTD, 1999.

×