PORTUGUÊS PARA MECÂNICAAutora:Vania PatalanoO uso davírgula
Vamos começar?Você já imaginou se nós falássemos sem parar?Faça uma tentativa e veja por quanto tempo você aguenta até per...
Mas... e na escrita? Como é que se faz?Na escrita, temos que utilizar os sinais de pontuação para nos aproximarmos da melo...
Fique por dentro
Para entender melhor, veja oquadro a seguir:Para separar o nome do lugar nas datas Ex. Rio de Janeiro, 10 de abril de 2013...
Antes do E, a vírgula só será possível quando as orações tiverem sujeitos diferentes.Luis enviou seu currículo para a Ligh...
Ih.... Não tem jeito.Para aprendermos ausar a vírgula, épreciso relembrarum pouco deanálise sintática.
Então, vamos lá?É só clicar em http://canaldoensino.com.br/blog/115-video-aulas-gratuitas-de-lingua-portuguesapara fazer u...
Navegando...Bem. Depois de tanta informação sobre vírgulas... Que tal uma “pausa breve” para relaxar?Afinal, se você quer ...
Clique em www.youtube.com/watch?v=McEUmsMXUrg para assistir à versãocinematográfica original. É de 1931 e é genial!
Aprenda um pouco sobre esta ficção de terror escrita pela romancista inglesa Mary Shelley emwww.infopedia.pt/$frankenstein
Agora é sua vez!Teste os seusconhecimentos.Que tal praticar um pouco? É fazendo que se aprende.1. Nas orações que se segue...
2 . No texto abaixo há três vírgulas que foram colocadas indevidamente. Será que você consegueidentificá-las?Benjamin Fran...
GabaritoExercício 1•São Paulo (SP),•crítico, aplicado, atencioso [.....] ,pois•,pois [...] ,ou seja,•,por exemplo,•,aquela...
Referências BibliográficasBUOGO, Ana Lúcia. Linguagens, códigos e suas tecnologias. V.1/ AnaLúcia Buogo, Edna Maria Santan...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

virgula. pptx

712 visualizações

Publicada em

Sugestão de aula de Português para o Ensino Médio Integrado da Fundação de Apoio à Escola Técnica. Produzido pela Diretoria de Desenvolvimento da Educação Básica e Técnica/FAETEC.

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
712
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
102
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
43
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

virgula. pptx

  1. 1. PORTUGUÊS PARA MECÂNICAAutora:Vania PatalanoO uso davírgula
  2. 2. Vamos começar?Você já imaginou se nós falássemos sem parar?Faça uma tentativa e veja por quanto tempo você aguenta até perder o fôlego.Cansou logo, não é?Pois é...quando falamos, precisamos fazer algumas pausas, dar intervalos para que os outros possamnos entender.
  3. 3. Mas... e na escrita? Como é que se faz?Na escrita, temos que utilizar os sinais de pontuação para nos aproximarmos da melodia e daentonação da fala.Nesta aula, você irá estudar um sinalde pontuação, que, em geral, aspessoas têm muita dificuldade parausar quando escrevem um texto.Você vai aprender as situaçõesmais comuns em que se deveutilizar esta pausa breve: a
  4. 4. Fique por dentro
  5. 5. Para entender melhor, veja oquadro a seguir:Para separar o nome do lugar nas datas Ex. Rio de Janeiro, 10 de abril de 2013.Para separar termos semelhantes de umaenumeraçãoEx. Na área de eletrotécnica aprende-se sobregeração, transmissão, distribuição earmazenamento de energia elétrica.Para separar orações introduzidas pelasconjunções coordenadas como o MAS, PORÉM,POIS, PORTANTO, LOGO, POR ISSO, menos oE.Ex.: Um exemplo de um bom condutor elétricosão os metais, pois eles são compostos por umacamada externa de átomos, denominadoselétrons livres.Para separar orações que foram invertidas Ex.: Quando a luz do sol é interceptada por umagota d`água da atmosfera, surge um arco-íris.Para isolar vocativo Ex. Chefe, posso dar uma sugestão para apauta da próxima reunião?Para isolar aposto Ex. O sol, fonte primária de energia, enviadiariamente para a Terra dez mil vezes maisenergia do que a humanidade consome.Para isolar expressões explicativas, tais como:ISTO É, OU SEJA, OU MELHOR, POREXEMPLO.Ex. O mais importante benefício ao meioambiente da geração eólica, ou seja, a energiaproveniente dos ventos, é a não-emissão dedióxido de carbono na atmosfera.Para isolar orações explicativas Ex. O para-raio, que foi inventado no século 18,é o equipamento mais indicado para proteger asedificações das descargas elétricas vindas daatmosfera.
  6. 6. Antes do E, a vírgula só será possível quando as orações tiverem sujeitos diferentes.Luis enviou seu currículo para a Light, e João foi contratado pela Petrobrás.sujeito sujeitoNunca se coloca vírgula entre o sujeito e o predicado, mesmo que o sujeito seja extenso.Empresas de manutenção de equipamentos elétricos X são excelentes campos de trabalho.sujeito predicadoNunca se usa vírgula entre o verbo e seu complemento.Empresas de manutenção de equipamentos elétricos oferecem X boas oportunidades de trabalho.verbo objeto direto
  7. 7. Ih.... Não tem jeito.Para aprendermos ausar a vírgula, épreciso relembrarum pouco deanálise sintática.
  8. 8. Então, vamos lá?É só clicar em http://canaldoensino.com.br/blog/115-video-aulas-gratuitas-de-lingua-portuguesapara fazer uma boa revisão.
  9. 9. Navegando...Bem. Depois de tanta informação sobre vírgulas... Que tal uma “pausa breve” para relaxar?Afinal, se você quer ser um eletrotécnico “antenado”, precisa saber que a energia elétrica não estápresente apenas em máquinas e equipamentos.Ela também está na literatura.Se não fosse a energia elétrica, o monstro mais famoso da literatura universal nunca teria existido.Seu nascimento só foi possível após o recebimento de uma intensa descarga elétrica.Aposto como você já sabe quem é este monstro. É ele mesmo!
  10. 10. Clique em www.youtube.com/watch?v=McEUmsMXUrg para assistir à versãocinematográfica original. É de 1931 e é genial!
  11. 11. Aprenda um pouco sobre esta ficção de terror escrita pela romancista inglesa Mary Shelley emwww.infopedia.pt/$frankenstein
  12. 12. Agora é sua vez!Teste os seusconhecimentos.Que tal praticar um pouco? É fazendo que se aprende.1. Nas orações que se seguem estão faltando vírgulas. Vamos colocá-las?a) São Paulo (SP) 15 de março de 2013.b) O perfil do eletrotécnico deverá ser critico aplicado atencioso e bem correto em suas atividades poiseste profissional será responsável por todas as atividades eletro-eletrônicas do meio em que seencontra.c) Na Antiguidade os chineses já possuíam o conhecimento de alguns materiais que podiam atrairoutros. Eles utilizavam esses materiais em bússolas quando estavam se deslocando em missõesmilitares pois a bússola se orientava no sentido do eixo terrestre ou seja o norte-sul magnético que selocaliza bem próximo do norte-sul geográfico da Terra.d) A mola metálica de uma lanterna elétrica por exemplo não só permite o caminho elétrico para acorrente como também mantém no lugar sob pressão as pilhas em seu interior.e) A corrente contínua aquela que circula sempre em um único sentido está presente nas pilhas ebaterias.
  13. 13. 2 . No texto abaixo há três vírgulas que foram colocadas indevidamente. Será que você consegueidentificá-las?Benjamin Franklin foi o primeiro a projetar um experimento para tentar provar a natureza elétrica do relâmpago.Em julho de 1750, Franklin, propôs que a eletricidade poderia ser drenada de uma nuvem por um mastrometálico. Se o mastro fosse isolado do solo e um observador aproximasse do mesmo um fio aterrado, uma faíscasaltaria do mastro para o fio quando uma nuvem eletrificada estivesse perto. Se isto ocorresse, estaria provadoque as nuvens são eletricamente carregadas e, consequentemente, que os relâmpagos também são umfenômeno elétrico. Em maio de 1752, Thomas-François D’Alibard demonstrou que a sugestão de Franklin estavacerta e que os relâmpagos, portanto, eram um fenômeno elétrico. Em junho de 1752, Franklin realizou, outroexperimento com o mesmo propósito, seu famoso experimento com uma pipa. Ao invés de utilizar um mastrometálico, ele usou uma pipa, porque ela poderia alcançar maiores altitudes, e poderia ser usada em qualquerlugar. Novamente, faíscas saltaram de uma chave colocada na extremidade do fio preso à pipa em direção a suamão.pit935.blogspot.com
  14. 14. GabaritoExercício 1•São Paulo (SP),•crítico, aplicado, atencioso [.....] ,pois•,pois [...] ,ou seja,•,por exemplo,•,aquela que circula sempre em um único sentido,Exercício 22ª linha – Franklin,propôs – não se usa vírgula entre o sujeito e o predicado.9ª linha – Franklin realizou, outro experimento – não se usa vírgula entre o verbo e seucomplemento.11ª linha - , e poderia – não se coloca vírgula antes do E quando o sujeito é o mesmo.Confira suasrespostas!
  15. 15. Referências BibliográficasBUOGO, Ana Lúcia. Linguagens, códigos e suas tecnologias. V.1/ AnaLúcia Buogo, Edna Maria Santana Magalhães, Júlia Fernandes Lopes. Riode Janeiro: Fundação CECIERJ, 2011.CUNHA, C., CINTRA, L. Nova gramática do português contemporâneo. 5ed. Rio de Janeiro: Lexikon, 2008.GIACOMOZZI, G. Estudos de gramática/Gilio Giacomozzi, GildeteValério, Cláudia Reda Fenga. São Paulo: FTD, 1999.

×