A importancia da educação ambiental nas empresas

604 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
604
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A importancia da educação ambiental nas empresas

  1. 1. SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO TECNOLOGIA EM GESTÃO AMBIENTAL ADRIANE MARTINS DA SILVA A IMPORTANCIA DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NAS EMPRESAS CUIABA 2013/1
  2. 2. ADRIANE MARTINS DA SILVA A IMPORTANCIA DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NAS EMPRESAS Trabalho apresentado ao Curso Tecnologia em Gestão Ambiental da UNOPAR - Universidade Norte do Paraná, para a disciplina de Atividades Interdisciplinares: Portfólio Grupo. CUIABÀ 2
  3. 3. 2013/1 1. INTRODUÇÃO Temas relacionados com o meio ambiente estão se tornaram mais pertinentes a cada dia, por conta dos enormes impactos provocados pelo modo de vida da sociedade contemporânea. Toda a população já vem sofrendo com os impactos ambientais, em especial as pessoas que vivem a margens da sociedade, por terem menos recursos e serem mais vulneráveis. A situação do planeta já é eminentemente catastrófica. Entre as principais causas estão a forte onda de consumismo descontrolado, juntamente com o desenvolvimento acelerado e a dinâmica de urbanização predatória. 3
  4. 4. 2. DESENVOLVIMENTO O planeta já vem emitindo pedidos de socorro a um bom tempo, mas a grande maioria sempre negligenciou o fato de que deveria cuidar melhor do ecossistema. Hoje as consequências são evidentes, na realidade não são problemas novos, mas estão se tornando mais críticos a cada dia. Entre estes problemas esta a contaminação dos recursos hídricos, desertificação destruição da camada de ozônio, aquecimento global desaparecimento de florestas e de espécies animais, escassez e falta de água potável. A população pode diminuir o impacto ambiental poupando os recursos naturais, contendo o desperdício, Investindo em tecnologias de reaproveitamento e reciclagem de materiais em desuso, avaliando o comportamento como consumidores, não consumir bens e serviços que degradem a natureza, preocupando-se com o equilíbrio ambiental e com a justiça social. Todos precisam se conscientizar que o meio ambiente não é uma fonte inesgotável de recursos. Nem assegura o crescimento econômico permanente, há uma relação entre o consumo e a sustentabilidade da vida e que a produção industrial descontrolada ameaça a vida no Planeta. À medida que a ignorância vai perdendo força, a informação vai circulando e atraindo novos colaboradores para este movimento coletivo de conscientização ambiental. Por este motivo é fundamental uma educação ambiental crítica e transformadora. A educação ambiental é uma forma abrangente de educação que se propõe a todos os cidadãos, inserindo a variável meio ambiente em suas dimensões física, biológica, química, política, econômica e cultural em todas as disciplinas no ciberespaços, na multimídia e na internet. De acordo com Costa (2004, p.221): A Educação Ambiental trata-se do processo de aprendizagem e comunicação de problemas relacionados à interação dos homens com seu ambiente natural. É o 4
  5. 5. instrumento de formação de uma consciência por meio do conhecimento e da reflexão sobre a realidade ambiental. Na sua forma mais simples, a educação ambiental tem por objetivo mostrar a importância do ambiente em que vivemos que deve ser preservado como um tesouro que temos a responsabilidade de guardar, e que não devemos destruir nem desperdiçar. Cuidar do meio ambiente pode ser entendido como mais um dos princípios morais e éticos que também são objeto de preocupação dos educadores. Freirre (1980, p.26) ressalta a necessidade da conscientização: ...porque esta consiste no desenvolvimento crítico da consciência. A conscientização implica, pois, que ultrapassemos a esfera espontânea de compreensão da realidade, para chegarmos a uma esfera crítica na qual a realidade se dá com o objetivo cognoscível e na qual o homem assume uma posição epistemológica. A função principal de trabalhar com o tema meio ambiente nas formas transversais nas escolas, tem o intuito de contribuir para a formação de cidadãos conscientes, aptos para escolherem e atuarem na realidade sócio-ambiental de forma comprometida com a vida, com o bem-estar de cada um e da sociedade, local e global como um todo. A sociedade não pode ser conivente com o descaso do poder publico. Por que grandes problemas ocorrem quando o corpo d’água recebe sistematicamente esgotos sanitários não tratados. O grande problema do excesso de material orgânico é a eutroficação, substâncias tóxicas à vida aquática e a saúde da população. Problema este que pode ser resolvidos com a criação, ampliação de redes de esgoto e tratamentos para estas redes. O lixo sólido também é um grande problema, que pode ser amenizado por meio de serviço de coleta, coleta seletiva, limpeza dos logradouros, instalação de aterros sanitários e reciclagem. Também é dever do governo assegurar o controle e monitoramento de resíduos de agrotóxicos no meio ambiente e nos alimentos, viabilizarem a transição para uma agricultura sustentável que reduza o uso de agrotóxicos e outros poluentes capacitarem profissionais de saúde para que levem a um adequado balanceamento da dieta da população. Destaca, Ferrarar (1996), de forma contundente que: o anonimato e a irresponsabilidade do espaço público agasalham e estimulam ação igualmente obrigada: o lixo descoberto amontoam-se nos valões, os animais mortos poluem o ar e a água, os latões de lixo preservam as habitações, mas são despejados com tranqüilidade nos espaços mais próximos ou na própria esquina da rua. Independente da vizinhança essas cenas, localizadas por muitos fotógrafos (nas cidades brasileiras) são constatadas como problemas ambientais locais, mas caracterizadas como estigmas da pobreza ambiental pela qual os moradores não se sentem responsável. O espaço é público e público deve ser a responsabilidade; desincumbe o desenvolvimento o indivíduo de sua parcela de participação nos destinos ou nas 5
  6. 6. características ambientais do seu lugar urbanos. Ou seja, o espaço público não é percebido como coletivo, como o lugar de práticas associativas e indivíduo resiste a organizar-se como cidadão (75) Os empresários tende a atuar em um cenário que lhe proporciona desafios cada vez maiores. Inovar na melhoria de seus serviços para uma execução ecologicamente correta. O que contribuirá para atender as necessidades do seu cliente, para o desenvolvimento da comunidade a que pertence e em especial como do meio ambiente. O empresário tem que enxergar no meio ambiente uma aliada na conquista e na satisfação dos atuais e novos clientes. As empresas podem investir mais na idéia de sustentabilidade. A reciclagem, por exemplo, além de reduzir o consumo de recursos naturais, poupa água e energia diminuindo o volume de lixo e poluição e é uma forma de atividade econômica rentável. Nos mais diversos ambientes, como nas indústrias, empresas bancos, escolas, padarias devemos ter um cuidado minucioso com os lixos perigoso, tóxico ou radiativo. Que é caso das pilhas as baterias que possuem altas concentrações de metais pesados. Os pneus que além de conter metais pesados, possuem também hidrocarbonetos e substâncias contaminantes cloradas e as lâmpadas fluorescentes contêm mercúrio, metal pesado altamente prejudicial ao meio ambiente e à saúde. Já os consumidores contribuem optando por produtos fabricados em condições ambientais adequadas, exigir que as empresas produzissem produtos de limpeza que não poluam o ambiente. No quesito agricultura dar preferência orgânica, que é ecológica sem fertilizantes químicos nem agrotóxicos e que tem por princípio preservar o meio ambiente. 6
  7. 7. 3. CONSIDERAÇÕES FINAIS Segundo as análises foi constatado a nescessidade de conscientizar a todos, das reais situações ambientais. Entre as possiciveis medidas que podem ser tomadas esta a organização de palestras com o intuito de firmar conceitos sobre: sustentabilidade e responsabilidade social. Ficou em evidencia também a necessidade buscar constantemente o desenvolvimento econômico e também a preservação do ecossistema. Pois o recurso para resolver este problema está em todas as atitudes que tomamos evidentemente que cada país conta com a sua própria política e com sua forma singular de pensar e buscar soluções para seus problemas ambientais. Mas apenas isso muitas vezes não se é suficiente para impedir as agressões ambientais é necessário a constante colaboração de cada indivíduo. 7
  8. 8. 4. REFERENCIAS BIBLOGRÁFICAS COSTA, M. V.O currículo nos limiares do contemporâneo. Rio de Janeiro: DP e A, 1988. FERRARA, L. D´Alessio. As cidades legíveis: Percepção Ambiental e cidania. In Vicente Del Rio; Livia de Oliveira, Percepção Ambiental: a experiência brasileira. São Paulo. Studio Nobel; 1996. Cap.4, p.71 FREIRRE. P. Concientização: Teoria e pratica da libertação uma introdução ao pensamento de Paulo Freirre. São Paulo: Morrais 1980.102p. 8

×