SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 31
Baixar para ler offline
9
1 INTRODUÇÃO
Os grandes avanços obtidos pelo surgimento das indústrias beneficiaram ao ser
humano, pois gerou empregos e possibilitou a expansão comercial. Contudo, tais avanços
contribuiu para o elevado índice de poluição, ocasionando destruição da fauna e da flora
comprometendo a existência da vida no planeta.
Com o crescimento industrial surgi uma diversidade de produtos resultando no
aumento do consumismo, gerando poluição no meio ambiente, criando condições
desfavoráveis que levam ao desenvolvimento de doenças, promovem o aquecimento global,
levam a contaminação de lençóis freáticos, entre outros fatores prejudiciais a vida de todos.
Isso faz com que o meio ambiente seja vitima de uma sociedade consumista que aumenta a
cada dia a poluição ambiental.
A qualidade de vida está diretamente ligada às relações homem/natureza,
portanto, a mudança de “velhos” hábitos permite o individuo de desenvolver e sensibilizar de
forma individual ou coletiva ações que podem ajudar a solucionar os problemas ambientais.
Cabem às instituições de ensino dá o primeiro passo por meio da sensibilização, instruindo o
aluno sobre as contribuições que ele pode exercer perante a sociedade, mostrando-lhe a
princípio como evitar ou como amenizar os prejuízos ao ambiente causado pelo excesso de
lixo.
Uma das alternativas para sensibilização coletiva da importância da preservação
do meio foi a realização de palestras e oficina de reciclagem de papel para alunos do 3° ano
“A” da escola pública de Escola de Ensino Médio Filgueiras Lima composta por 40 alunos,
abordando os atuais problemas ambientais destacando a importância da reciclagem de papel
para o cotidiano. O projeto Palestra e oficina de reciclagem de papel contribuiu para formação
da sensibilização ambiental aos alunos, expondo a importância e os benefícios da reciclagem
de papel na preservação ambiental para que desde cedo, possam desenvolver este pensamento
e assim, transmiti-los para gerações futuras.
10
2.2 OBJETIVOS
2.1 OBJETIVO GERAL
Analisar as contribuições da palestra e oficina de reciclagem de papel na formação dos
discentes da Escola de Ensino Médio Filgueiras Lima sobre Educação Ambiental.
2.2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS
 Avaliar a eficiência da palestra e oficinas de reciclagem de papel como atividade
pratica em relação aos conceitos de Educação ambiental;
 Sensibilizar os alunos para o ato de reciclar papel;
 Difundir temáticas de Educação Ambiental na escola utilizando palestras e oficina de
reciclagem de papel.
11
3 REFERENCIAL TEORICO
3.1 EDUCAÇÃO AMBIENTAL
A educação ambiental é um componente fundamental para formação de
indivíduos conscientes, preocupados com ações indevidas e o que elas podem provocar ao
meio ambiente. Ela é o processo em que homem constrói valores e noções que são
direcionadas para a conservação do meio em que vivemos benefício de uso comum da
população, fundamental a uma saudável qualidade de vida e sustentabilidade (LEI N°9795/99
– Política Nacional de Educação Ambiental).
Uma das principais conclusões e proposições assumidas em reuniões
internacionais foi a recomendação de investir numa mudança de mentalidade, conscientizando
os grupos humanos da necessidade de adotar novos pontos de vista e novas posturas diante
dos dilemas e das constatações feitas nessas reuniões.
Por ocasião da Conferência Internacional Rio/92, cidadãos representando
instituições de mais de 170 países assinaram tratados nos quais se reconhece o papel central
da educação para a “construção de um mundo socialmente justo e ecologicamente
equilibrado”, o que requer “responsabilidade individual e coletiva em níveis local, nacional e
planetário”. E é isso o que se espera da Educação Ambiental no Brasil, assumida como
obrigação nacional pela Constituição promulgada em 1988 (PCN, 1997).
No Brasil e no mundo as questões ambientais tem se tornado um assunto cada vez
mais preocupante, pelo aumento da degradação ambiental e pelo desequilíbrio que pode
ocasionar a qualidade de vida do homem. Atualmente a sociedade possui privações de
melhores condições ambientais, tal fato resulta do consumo de matérias primas e energia,
colocando em risco a vida do planeta (CASTRO, 2011). O reduzido conhecimento do ser
humano sobre o futuro do nosso planeta, quase sempre, está associado a grandes catástrofes
ambientais.
O planeta esta num ponto crítico devido ao aumento no consumo dos recursos
naturais, bem como pelo uso excessivo de produtos provenientes da natureza o que dificulta a
vida na terra, uma vez que tais recursos são esgotáveis. Se pensarmos na educação ambiental,
visando a sustentabilidade devemos considerar todos os setores a sociedade: economia,
política e saúde (SOARES; MATTOS, 2013).
12
A sociedade precisa se educar, mudar seus atos e suas ações, estabelecer limites
de consumo, isso deve ser considerado não só pelos indivíduos de uma maneira particular,
mas também pelas grandes empresas que devem produzir produtos ecologicamente corretos,
que diminuam os impactos ao meio ambiente.
Por seu caráter interdisciplinar e participativo o tema Educação Ambiental pode
contribuir para a construção de um processo educativo, ocasionando a permanente avaliação
crítica, a adequação dos conteúdos à realidade local e o envolvimento dos discentes em ações
concretas de transformação desta realidade (SOARES; MATTOS, 2013). Esse é um tema que
deve ser trabalhado de forma participativa, em que o discente assume um papel fundamental
no processo de ensino/aprendizagem, participando na resolução dos problemas ambientais,
buscando soluções e atuando ativamente como transformador através do desenvolvimento e
da construção de novas atitudes, valorizando a ética e o exercício cidadã (MEDEIRO;
CREVEIRO, 2010).
A Educação Ambiental não só sugere propostas pedagógicas centradas na
sensibilização, na mudança de comportamento e na participação dos discentes, mas também
proporciona a ampliação de conhecimentos e de condições básicas para estimular a inserção
dos indivíduos com parte integrante do meio ambiente (PERETTI, 2011). A educação
ambiental nas escolas colabora para a formação de alunos conscientes, capacitados para atuar
de forma a modificar a realidade da problemática ambiental. Com isso, é importante que seja
repassada pela escola informações e conceitos do tema em questão para trabalhar mais ações
práticas do que teóricas, que propicie aos envolvidos no processo, ações voltadas à
conservação e preservação ambiental.
O papel do professor é ser mediador dos temas transversais como a Educação
Ambiental, para isso ele deverá desenvolver um trabalho de qualidade com seus alunos uma
vez que o processo de construção de conhecimentos é constante. Para que isso aconteça o
professor e os discentes precisam cada vez mais de informações para juntos construírem uma
consciência global das questões referentes ao meio ambiente e assim adotar posições e valores
para sua proteção e melhoria do meio ambiente (MEDEIROS; MENDONÇA, 2011).
Praticar a Educação Ambiental nas escolas públicas tem se mostrado uma tarefa
extenuante. Grandes dificuldades são encontradas nas atividades de sensibilização e
formação, na inclusão de atividades e na manutenção da continuidade dos projetos já
existentes (ROSIMARI, 2004). Alguns fatores interferem para que a essas dificuldades
permaneçam, como o tamanho da escola, o número de alunos e de professores, disposição dos
professores em passar por treinamentos, disposição da diretoria de implantar um projeto
13
ambiental que altere o cotidiano da escola, além de obstáculos à implementação da Educação
Ambiental (ANDRADE, 2009).
3.2 RECICLAGEM
O acumulo de resíduos solidos é um dos maiores problemas enfrentado pelo nosso
planeta, contudo, o lixo é composto de materiais que podem ser reutilizados. Contudo o lixo
só continuará sendo um problema se não houver tratamento adequado e para que isso
aconteça é necessário incentivar a sociedade a reciclar, mudar o estilo de vida, praticando a
redução, reutilização e reciclagem. É importante ressaltar que o lixo produzido pelo homem, é
apenas uma pequena parte, da grande quantidade de lixo que são gerados todos os dias.
Reciclagem é um termo bastante utilizado para nomear o reaproveitamento de
materiais já utilizados como matéria prima para a produção de novos materiais, com o intuito
de minimizar a utilização de fontes naturais que muitas vezes não são renováveis.
Ela tornou-se popular na década de 1980, quando foi evidenciado que as fontes de
petróleo e de outras matérias-primas não renováveis estavam se esgotando rapidamente.
Abrange diversos campos tanto ambiental, como econômico e social. No meio ambiente a ela
diminui a poluição e evita o desgaste da natureza para a produção de novos materiais. Na
economia, colabora para a redução do uso dos recursos naturais. Na visão ecológica, ela é
eficiente, pois ao reciclar, conserva-se e evita-se a extração de grandes quantidades de
matérias-primas da natureza, além de evitar a necessidade de aterros e lixões. Há também
grande economia de energia e água, que seriam utilizados na produção de novos produtos
beneficiando diretamente a sociedade, pois leva a geração de novos empregos.
No Brasil a reciclagem teve início a partir do século XX e tornou-se popular em
função da preservação ecológica, importante para diminuir o acumulo de lixo e para reduzir a
poluição do ar, da água e do solo.
Hoje, o consumo de papel é grande e é decorrente principalmente de atividades
que são desenvolvidos nos diferentes setores da sociedade, exigindo da população medidas
que visem reduzir o uso dos recursos naturais para fabricação do papel. A reciclagem é uma
atividade importante para a redução do desmatamento de árvores utilizadas na fabricação do
papel. Com isso há uma redução de 50% dos impactos causados ao meio ambiente, pois
reduz o consumo de água e de energia, além de não degradar a natureza com o corte de
árvores. Outra maneira de amenizar tais impactos causados pela fabricação de papel
industrializado é produzido-los através de madeiras de reflorestamento que pode ajudar a
14
amenizar o desmatamento e preservar as florestas. Isso beneficia diretamente o ser humano,
pois a retirada de árvores para fabricação do papel reduz a taxa de O2 que é um gás essencial à
vida no planeta (IDEC, 2013).
Uma alternativa importante para a preservação da natureza é realização de
palestras e de oficinas de reciclagem de papel para alunos de escolas publicas de Ensino
Médio. Utilizando uma metodologia que abranja diversos pontos da educação ambiental, de
uma forma que os problemas ambientais enfrentados pelo nosso planeta sejam enfatizados em
um processo participativo de ensino/aprendizagem onde os alunos participem ativamente em
busca de soluções para os problemas ambientais.
3.3 PAPEL
O papel nem sempre foi o apoio da escrita, mas sempre foi um material de grande
importância para o homem, que sempre buscou se expressar através da escrita mesmo antes da
existência do papel. Antigamente o homem utilizava as folhas de palmeiras para escrever, os
esquimós utilizavam ossos de baia e dentes de foca e os livros eram feitos com conchas e
cascos de tartaruga (MEIRELES, C. 2013).
O papiro foi inventado pelos egípcios e mesmo sendo muito frágil, milhares de
documentos produzidos em papiro resistiriam por muito tempo. O pergaminho era muito mais
resistente, pois se tratava de pele de animal, geralmente carneiro, bezerro ou cabra, contudo
tinham um custo muito elevado.
A palavra papel é originária do latim "papyrus". Esse nome foi dado a partir do
vegetal da família Cyperaceas com o nome cientifico (Cyperua papyrus), onde a medula dos
caules era empregada, como suporte da escrita, pelos egípcios, há 2 400 anos antes de Cristo.
Entretanto, os chineses foram os primeiros que fabricaram o papel como o que utilizamos
hoje, a partir de fibras de bambu e da seda. A técnica de produção de papel foi mantida em
segredo pelos chineses, por cerca de 500 anos. Os japoneses conheceram-na no século VII, e
já em 770 produziram a primeira publicação que era uma oração budista impressa em bloco
batido, e fizeram cerca de 1.000.000 de exemplares. O processo de fabricação do papel
continuou artesanal até o séc. XVIII. A partir daí, o processo de fabricação do papel foi sendo
aperfeiçoado e hoje existem máquinas que podem produzir grandes quantidades de papel em
poucos minutos (HAYASAKA, E).
Atualmente a composição do papel é mais complexa do que a composição inicial:
é composta de fibras vegetais, celulose que é um polissacarídeo construído a partir de
15
monômeros de-D-Glucose. A D-Glucose (C6H12O6) é um polissacarídeo contendo 5 grupos
álcool(OH) e um grupo aldeído (COH) no carbono 1 (SOUZA; LÍRIA; JÚNIOR; CEZÁRIO,
2011).
Apesar de o papel ser de grande importância na vida do ser humano, usado
indevidamente, pode agredir a natureza, causando graves prejuízos. Toneladas de papéis
diariamente são consumidas em excessos, gerando lixo e causando problemas que afetam a
água, o ar e o solo.
Os impactos ambientais causados pela produção de papéis industrializados, ao
meio ambiente são desastrosos. Para cada tonelada de papel fabricado, é consumido mais água
do que qualquer outra atividade industrial o que acarreta no uso abusivo dos recursos naturais
podendo levar a uma provável escassez desses recursos. A energia utilizada na produção de
papel esta em 5° lugar das que mais consomem energia, e são necessárias duas a três
toneladas de árvores para a produção de papel, sendo que muitas dessas árvores são retiradas
ilegalmente de áreas preservadas (FERRAZ, J.2013).
As árvores utilizadas para a produção de papel industrial são principalmente o
eucalipto (Eucalyptus globulus) e o pinho (Araucaria angustifolia), ambos têm origem na
Europa e na Austrália. São árvores de fácil crescimento, levam de 6 a 7 anos para atingir a
idade de corte, podendo ser encontrada em diversas regiões do Brasil.
16
4 PROCEDIMENTO METODOLÓGICO
4.1 TIPO DE ESTUDO
O estudo foi numa abordagem quantitativa. A opção por um trabalho de cunho
exploratório encontra respaldo em Gil (2010) quando ele defende que a pesquisa exploratória
envolve levantamento bibliográfico, aplicação de questionário ou ainda entrevista com
pessoas que tiveram experiências práticas com o problema pesquisado e a análise de exemplos
que estimulam a compreensão.
A pesquisa descritiva apresenta uma experiência, uma situação, um fenômeno ou
processo nos mínimos detalhes. A grande contribuição das pesquisas descritivas é
proporcionar novas visões sobre uma realidade já conhecida. De acordo com Gil (2008), as
pesquisas descritivas possuem como objetivo a descrição das características de uma
população, fenômeno ou de uma experiência.
A pesquisa quantitativa é utilizada nos casos onde é necessário um estudo
exploratório para a obtenção de um conhecimento mais profundo do problema da pesquisa, ou
ainda quando se deseja um diagnóstico inicial de uma situação e, principalmente, nos estudos
experimentais e pesquisas de campo (MEZZAROBA; MONTEIRO, 2006).
4.2 CENÁRIO DA PESQUISA
A pesquisa foi realizada na Escola de Ensino Médio Filgueiras Lima que está
localizada na Rua Vereador Nelson de Sousa Alencar, S/N, no Bairro Veneza, Iguatu – CE. O
município de Iguatu localiza-se no Alto Jaguaribe, na região centro-sul do Ceará, distante
cerca de 380 km da capital do Estado. Considerada cidade pólo da região, com 96.495
habitantes, segundo IBGE (2010).
4.3 SUJEITOS DA PESQUISA
A Escola Ensino Médio Médio Filgueiras Lima é composta por dois 3° anos nos
turnos manha e tarde, mas para a pesquisa foi realizada apenas com uma das turmas, pois a
17
escola não disponibilizou as duas turmas porque estava havendo simulados do enem. Foram
convidados a participar da pesquisa os alunos do 3º
ano “A”.
4.4 INSTRUMENTOS DE COLETA DE DADOS
A coleta de dados foi realizada nas seguintes etapas:
A) Aplicação do Questionário pré-palestra e oficina de reciclagem de papel:
Os dados foram coletados no mês de agosto de 2013.
B) Aplicação do Questionário pós-palestra e oficina de reciclagem de papel:
Os dados foram coletados no mês de setembro de 2013.
O questionário pré e pós-palestra e oficina de reciclagem de pape foi mesmo e conteve 10
perguntas subjetivas (Apêndice A) que foi aplicado aos alunos do 3° ano “A” presentes na
sala de aula no dia da pesquisa. Segundo Gil (2010), pode-se definir questionário como a
técnica de investigação composta por um número significante de questões apresentadas por
escrito às pessoas. O questionário foi respondido de forma manuscrita por cada participante.
Realização da palestra e oficina de reciclagem de papel:
A palestra e oficina de reciclagem de papel teve como finalidade inserir praticas de
sustentabilidade no cotidiano escolar dos educandos e disseminar a preservação do meio
ambiente. A palestra foi realizada em 50 minutos e logo após houve a oficina de reciclagem
de papel que teve duração de 50 minutos no mês de setembro de 2013.
4.5 ANÁLISE DOS DADOS
Os dados foram analisados por meio da utilização de técnicas estatística, e foram
utilizados gráficos. De acordo com Marconi e Lakatos (2006), análise é uma tentativa de
evidenciar as relações existentes entre o fenômeno estudado e outros fatores. Já a
interpretação, significa a exposição do material apresentado, em relação aos objetivos
propostos e a relação com o tema.
Os gráficos têm por objetivos dar um conhecimento da situação real do atual
problema estudado. No que diz respeito às tabelas, estas auxiliam na apresentação dos dados,
facilitando o leitor a compreensão e interpretação desses (MARCONI; LAKATOS, 2006).
18
4.6 ASPECTOS ÉTICOS E LEGAIS DA PESQUISA
A pesquisa obedeceu a Resolução 196/96 do Conselho Nacional de Saúde do
Ministério da Saúde sobre Pesquisa Envolvendo Seres Humanos, incorporando, sob a ótica do
indivíduo e das coletividades, os quatros referenciais básicos da bioética: autonomia,
benevolência, justiça e não maleficência, visando assegurar os direitos e deveres que dizem
respeito à comunidade científica, aos sujeitos da pesquisa e ao Estado (GUATHIER et al.,
1998).
No que diz respeito à autonomia, os sujeitos foram esclarecidos quanto à natureza
e os objetivos do estudo quando foram convidados a participar da pesquisa; e após terem
aceitado participar, foi oficializado o termo de Consentimento Livre e Esclarecido
(APÊNDICE B).
Com relação ao princípio de beneficência, os alunos levaram o instrumento de
coleta de dados para casa, tendo a total comodidade para preencher com os pais, garantindo o
conforto e liberdade.
Quanto ao princípio de justiça, a escolha desses sujeitos como objeto de estudo
vai ao encontro de gerar discussões e decisões que apontem práticas e atividades que
contribuam para a melhoria da qualidade de vida desses alunos.
Após a assinatura do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido foi dado
andamento a coleta de dados. Ao término da pesquisa a mesma será encaminhada à instituição
de realização desta, a fim de contribuir com o conhecimento científico dos profissionais de
educação.
19
5 RESULTADOS E DISCUSSÕES
Os questionários foram aplicados para um total de 40 alunos, sendo que apenas 34
responderam ao questionário, e (06) foram entregues em brancos. Os resultados foram
analisados com base nos questionários que foram respondidos.
Na análise dos resultados obtidos através da aplicação dos questionários antes e
depois da palestra e oficina, observa-se algumas mudanças, tanto no conhecimento do
discente em relação à preservação do meio ambiente quanto na qualidade das respostas
expostas nos questionários pelos alunos, obtendo-se resultados satisfatórios.
Nos resultados obtidos através questionário aplicado após a palestra e oficina,
observa-se uma maior preocupação e necessidade dos discentes em preservar o meio
ambiente.
PRIMEIRO QUESTIONAMENTO: O QUE VOCÊ ENTENDE POR MEIO AMBIENTE?
QUESTIONÁRIO PRÉ-PALESTRA QUESTIONÁRIO PÓS-PALESTRA
Figura 1: Percentual das respostas dos discentes
quando questionados sobre o que entendem
por meio ambiente.
De acordo com os resultados obtidos através da primeira pergunta do questionário
aplicado antes da palestra, observou-se que, quando os discentes foram abordados sobre o que
59%
33%
8%
É tudo aquilo
que
representa a
nossa fauna
e flora
Meio
ambiente
esta ligado
ao local em
que vivemos
Branco
42%
53%
5%
É tudo aquilo que nos
rodeia
É o conjunto de seres
vivos, como a fauna e a
flora, que são
responsaveis pelo
equilibrio ambiental
Branco
Figura 2: Percentual das respostas dos discentes
quando questionados sobre o que entendem
por meio ambiente.
20
se entende por meio ambiente, 59% das repostas relacionou o tema diretamente com a
natureza. Os alunos definem que o meio ambiente “É tudo aquilo que representa a nossa
fauna e flora”. Sendo que 33% dos alunos definiram que o “Meio ambiente esta ligado ao
local em que vivemos”. De acordo com a pesquisa, sente-se a necessidade de trabalhar esse
tema na formação dos discentes através de conceitos mais intensificados.
Nos resultados obtidos no questionário respondido após a palestra, observou-se
uma qualidade das respostas obtidas pelos alunos sobre o conceito de meio ambiente. Em
42% das respostas obtidas meio ambiente “É tudo aquilo que nos rodeia, 53% dos discentes
responderam que meio ambiente “É o conjunto de seres vivos, como a fauna e a flora, que
são responsáveis pelo equilíbrio ambiental”.
Após a realização da oficina de reciclagem de papel, houve uma melhora na
qualidade das respostas sobre o de meio ambiente podendo ser considerado satisfatório.
Pesquisas semelhantes revelam que resultados obtidos no questionário aplicado antes da
palestra, 61% das respostas dos discentes definem o meio como um lugar de belíssimas
paisagens, onde os homens tem que mantê-lo limpo para sua sobrevivência, onde não existe
poluição, 31% define o meio ambiente como o lugar onde vivem os homens e os animais, por
outro lado 6% relaciona o meio ambiente com o meio urbano, 2% foram respostas em branco
(SANTOS, NASCIMENTO; 2005).
Cardoso (2013), define o meio ambiente como um espaço com seus componentes
bióticos e abióticos e suas interações em que um ser vivo se desenvolve, trocando energia e
interagindo com ele, sendo transformado e transformando-o.
O meio ambiente é um lugar que pode ser determinado ou percebido, aonde há
uma interação com os campos sociais e ambientais. Tais relações naturais e sociais estão
interligadas em um meio físico, o que ocasiona transformações na natureza. O homem ocupa
e utiliza espaços e recursos que a natureza dispõe, para sua sobrevivência, mas este uso muitas
vezes é inadequado, sendo continuo e exagerado, tornando o ser humano o principal
responsável pela degradação ambiental (SANTOS, R. 2005).
SEGUNDO QUESTIONAMENTO: VOCÊ ACHA IMPORTANTE PRESERVAR O MEIO
AMBIENTE? JUSTIFIQUE SUA RESPOSTA.
21
QUESTIONÁRIO PRÉ-PALESTRA QUESTIONÁRIO PÓS-PALESTRA
A Figura 3: Percentual das respostas dos discentes
quando questionados sobre a importância de se
preservar o meio ambiente.
Os resultados representados na figura 3 mostram que quando os participantes da
pesquisa foram abordados sobre a importância de preservar o meio ambiente, 100% dos deles
respondeu sim e deram a seguinte justificativa: “ Sim. porque sem ele nós não vivemos”. Os
participantes descrevem a importância de preservar o meio ambiente sendo ele essencial para
a existência da fauna e da flora para gerações futuras.
Nos resultados obtidos no questionário após aplicação da palestra, em relação à
importância de se preservar o meio ambiente, os discentes permaneceram em uma média de
conhecimento satisfatório, pois as respostas obtidas mostraram-se coerentes. 100%
responderam que“ Sim, por que sem ele não conseguiríamos sobreviver”.
(MOREIRA, G. 2009) aborda esse tema da preservação do meio ambiente como a
garantia que assegura a vida para as futuras gerações vem tomando conta da coletividade
progressivamente.
Atualmente, vivemos em um mundo de consumismo, praticamente tudo o que
consumimos precisa de embalagem. Mas tais embalagens causam grandes impactos ao meio
ambiente ocasionando prejuízos e escassez dos recursos naturais. Tais processos agridem não
só o meio, mas afeta diretamente quem esta nele. São vários os exemplos de agressão à
natureza mais o maior esta na poluição. A produção de industrializados libera poluentes
atmosféricos e tais materiais não se decompõe no meio (MARQUES, K. 2011).
100% Sim, porque
sem ele não
vivemos
100%
Sim, por que
sem ele não
conseguiriam
os sobreviver
A Figura 4: Percentual das respostas dos discentes
quando questionados sobre a importância de se
preservar o meio ambiente.
22
TERCEIRO QUESTIONAMENTO: DE QUE MANEIRA VOCÊ PODE CONTRIBUIR PARA
PRESERVAR O MEIO AMBIENTE?
QUESTIONÁRIO PRÉ-PALESTRA QUESTIONÁRIO PÓS-PALESTRA
A figura 5: Percentual das respostas dos discentes
quando questionados sobre o de que maneira
poderiam contribuir para preservar meio ambiente.
A figura 5 mostra a resposta dos discentes antes da palestra em relação à forma
como eles podem contribuir para a preservação do meio ambiente. Observa-se que 47% dos
discentes responderam que a forma para contribuir para a preservação do meio ambiente é
“Não jogar lixo nas ruas, não desmatando e evitando as queimadas”. Os discentes relataram
na maioria das repostas que o lixo é um dos maiores poluidores da natureza e 53% afirmaram
que é “cuidando melhor do ambiente reciclando mais não desperdiçando água”.
Já nos resultados obtidos após a palestra, em relação de que maneira os
participantes poderiam contribuir para a preservação do meio ambiente, analisou-se que 47%
dos discentes responderam que “Respeitando o meio ambiente não jogando (papel, vidro,
borracha, metal) nas ruas, lagos, florestas e etc.”, 23% responderam que “Reutilizando e
reciclando coisas” e houve um índice muito elevado de respostas em branco, com 30% das
respostas. Neste questionamento houve um retrocesso na evolução da aprendizagem e na
qualidade das respostas sobre questão dos problemas ambientais.
A maneira para se preservar o meio ambiente, está no ato reciclar o lixo. Com tais
ações preservamos o meio ambiente e contribuímos para uma melhor qualidade de vida. Ao
47%
53%
Não jogar lixo
nas ruas, não
desmatar,
evitar as
queimadas
Cuidando
melhor do
ambiente
reciclando
mais não
desperdiçand
o água
73%
27%
Respeitando o
meio ambiente
não jogando
(papel, vidro,
borracha, metal)
nas ruas, lagos,
florestas e etc.
Reutilizando e
reciclando coisas
A figura 6: Percentual das respostas dos discentes
quando questionados sobre o de que maneira
poderiam contribuir para preservar meio ambiente.
23
reaproveitarmos o lixo contribuímos para o uso adequado dos recursos naturais e evitamos
doenças causadas pela poluição (MARILIA. 2013).
A preservação do meio ambiente pode e deve ser explorada no âmbito escolar,
mas exige do docente uma prática pedagógica interdisciplinar trabalhada como sugerido nos
Parâmetros Curriculares Nacionais (BRASIL, 2000). Tal prática abrange várias metodologias
que resultam em um processo de ensino e aprendizagem de qualidade promovendo a
sensibilização coletiva sobre a necessidade da conservação e preservação não só do meio, mas
dos recursos naturais (ALVES, L. 2010).
A responsabilidade pela preservação do ambiente e da qualidade de vida, não
pode ser deixada apenas sob-responsabilidade governamental e de especialistas, mas, tem de
ser assumida por todos aqueles que ainda acreditam na capacidade de o homem encontrar
soluções para seus problemas (ALVES, L. 2010).
QUARTO QUESTINAMENTO: NA SUA OPINIÃO, QUEM SÃO OS PRINCIPAIS RESPONSÁVEIS
PELOS PROBLEMAS AMBIENTAIS?
QUESTIONÁRIO PRÉ-PALESTRA QUESTIONÁRIO PÓS-PALESTRA
A Figura 7: Percentual das respostas dos discentes
quando questionados sobre quem são os principais
responsáveis pelos problemas ambientais.
Quando os discentes foram abordados sobre quem são os principais responsáveis
pelos problemas ambientais 76% deles responderam que éramos “nós mesmos, por não
cuidar do nosso ambiente e as fabricas por jogar poluentes no meio ambiente” e 21% dos
76%
21%
3%
Nós mesmos, por
não cuidar do nosso
ambiente as fabricas
por jogar poluentes
no meio ambiente
A poluição e o
desmatamento
Branco
77%
23%
Nós mesmos
que não
preservamos o
meio
ambiente que
vivemos
Poluição,
desmatament
o
A Figura 8: Percentual das respostas dos discentes
quando questionados sobre quem são os principais
responsáveis pelos problemas ambientais.
24
alunos responderam que o principal responsável pelos problemas ambientais é “A poluição e
o desmatamento”.
Os resultados obtidos após a palestra, em relação quais são os principais
responsáveis pelos problemas ambientais, mostrou que 77% das respostas foram “Nós
mesmos que não preservamos o meio ambiente que vivemos”. Já 23% responderam
“Poluição, desmatamento”.
Segundo Medeiros (2012), o principal responsável pelos problemas ambientais
enfrentados atualmente, é o homem que agride o meio ambiente, gerando toneladas de lixo,
causando efeito estufa, destruído solo e poluindo a água.
O crescimento populacional e o acelerado desenvolvimento industrial das cidades
resultam no aumento da poluição e do uso dos recursos naturais. As atividades resultantes das
ações humanas contra o meio ambiente resultam em poluição o que ocasiona a proliferação de
doenças, aquecimento global e fatores prejudiciais à vida humana (MARQUES, K.2010).
QUINTO QUESTIONAMENTO: CITE EXEMPLOS DE PROBLEMAS AMBIENTAIS?
QUESTIONÁRIO PRÉ-PALESTRA QUESTIONÁRIO PÓS-PALESTRA
A figura 9: Percentual das respostas dos
discentes quando questionados sobre quem são os
principais responsáveis pelos problemas ambientais.
94%
6% O lixo nas ruas,
poluição do ar, água,
desmatamento, lixos
tóxicos que jogam em
qualquer lugar
Branco
62%
30%
8%
Poluição,des
matamento,q
ueimadas
Aquecimento
global,
extinção de
animais e etc
Branco
A figura 10: Percentual das respostas dos
discentes quando questionados sobre quem são os
principais responsáveis pelos problemas ambientais.
25
Nota-se que 94% das repostas dos discentes foi o lixo nas ruas, poluição do ar,
água, desmatamento, lixos tóxicos que jogam em qualquer lugar. Os alunos afirmaram que o
maior problema ambiental está na poluição, dentre deles citaram a poluição do ar e solo.
Os resultados obtidos no questionário após a palestra, quando foi pedido que os
alunos citassem de problemas ambientais, 62% dos participantes responderam “Poluição,
desmatamento, queimadas,.jJá 30% responderam “Aquecimento global, extinção de animais e
etc”.
Outros resultados mostram que 35% das respostas dos alunos citam o a poluição
através do lixo como exemplos de problemas ambientais, seguindo da poluição dos rios 22%,
poluição do ar 20%, poluição sonora 13%, desmatamento e queimadas 8%, respostas
inadequadas 2% (SANTOS, R. 2005).
SANTOS (2005) cita como exemplo de problemas ambientais a poluição que é
resultante das atividades diárias do ser humano, o que contribui para poluição do ar, da água,
do solo e a proliferação de doenças, além de causar impactos na flora e fauna, resultando em
extinções, comprometendo o bem estar do planeta.
SEXTO QUESTIONAMENTO: O QUE É EDUCAÇÃO AMBIENTAL?
QUESTIONÁRIO PRÉ-PALESTRA QUESTIONARIO PÓS-PALESTRA
A figura 11: Percentual das respostas dos discentes
quando questionados sobre o que é Educação Ambiental.
31%
48%
21%
É educar
mostrando e
informando o
que é certo
Preservação
da natureza
Branco
50%
33%
17%
É o que nos ensina e
influencia a
preservar e cuidar
do ambiente em que
vivemos.
É preservar o
ambiente, não
colocar lixo nas ruas
e cuidar da natureza
Branco
A figura 12: Percentual das respostas dos discentes
quando questionados sobre o que é Educação Ambiental.
26
Na sexta pergunta analisou-se que, quando os participantes foram questionados
sobre o que é educação ambiental, 31% das repostas obtidas afirmou que é educar mostrando
e informando o que é certo, 48% definiram educação ambiental como a preservação da
natureza.
Os resultados obtidos no após a palestra mostrou que quando os discentes foram
novamente perguntados sobre o que é educação ambiental, 50% responderam que é o que nos
ensina e influencia a preservar e cuidar do ambiente em que vivemos. Já 33% responderam
que a educação ambiental é preservar o ambiente, não colocar lixo nas ruas.
CRAVEIRO (2010) define Educação ambiental como processos de valores sociais
e atitudes voltadas para conservação e preservação do meio ambiente, construídos pelos
indivíduos e a coletividade.
Estudos revelam que 50% dos questionados conceitua a educação ambiental como
a educação que visa ensinar, educar e inserir a prática de preservar o meio em que vivem,
40% dos participantes conceituou a educação ambiental como a prática da cidadania e 10%
definiram a educação ambiental como um tema a ser desenvolvido (MARQUES, 2011).
SETIMO QUESTIONAMENTO: A SUA ESCOLA DESENVOLVE PROJETOS OU ATIVIDADES
SOBRE EDUCAÇÃO AMBIENTAL?QUAIS?
QUESTIONÁRIO PRÉ-PALESTRA QUESTIONÁRIO PÓS-PALESTRA
A figura 13 Percentual das respostas dos discentes
Quando questionados se a sua escola desenvolve
projetos ou atividades sobre educação ambiental?Quais?
56%34%
5% 5%
Sim, reciclagem de
papel
Não, desenvolve
outros tipos de
projetos, mas nenhum
ambiental
Não sei
Branco
42%
39%
5%
14%
Sim,
reciclagem,
plantação
Não
Não sei
Branco
A figura 14 Percentual das respostas dos discentes
Quando questionados se a sua escola desenvolve
projetos ou atividades sobre educação ambiental?Quais?
27
Na sétima questão observou-se que, quando os discentes foram perguntados sobre
se sua escola desenvolve projetos ou atividades sobre educação ambiental, 56% responderam
que sim através reciclagem de papel, 34% responderam que a escola não desenvolve esse tipo
de atividade e 5% responderam não sei.
Nos resultados obtidos após a palestra, observou-se que 42% dos alunos
responderam que sim, reciclagem e plantação, já 39% responderam que não, 5%
responderam “não sei”.
Segundo (LOUREIRO, 2003) os projetos que existem nas escolas sempre estão
relacionados com a coleta seletiva. Estes acabam reproduzindo uma educação ambiental
voltada para a reciclagem, sem discutir a relação produção/consumo.
A questão ambiental esta presente em várias disciplinas e deveria estar sendo
trabalhada em cada uma delas. Para que isso aconteça é necessário que tal tema seja inserido
de forma integrada, tanto com os docentes, como para os discentes (Lopes, 2000).
Estudos semelhantes revelam que quando os participantes foram questionados se a
escola utiliza metodologias para o desenvolvimento de questões ambientais, 40%
responderam que o tema é trabalhado através de projetos desenvolvidos ao longo do ano
letivo. Cabe observar que alguns projetos não são concluídos e chegam ao final de forma
fragmentada. Já 35% dos entrevistados responderam que o tema é desenvolvido por meio da
interdisciplinarmente e 25% dos participantes, dizem que a questão ambiental vem sendo
trabalhada de forma descontextualizada (Marques, K. 2011).
28
OITAVO QUESTIONAMENTO: VOCÊ SABE O QUE É RECICLAGEM?
QUESTIONÁRIO PRÉ-PALESTRA QUESTIONÁRIO PRÉ-PALESTRA
A figura 15: Percentual das respostas dos discentes
quando questionados se eles sabiam o que é reciclagem.
Quando questionados se sabem o que é reciclagem, 94% dos discentes
responderam que sim, é você voltar a utilizar algo que se tinha perdido no lixo,
reaproveitamento de coisas que para nós não tinha mais valor e 3% responderam não.
Nos resultados obtidos no questionário pós-palestra observou-se que quando os
discentes foram abordados sobre a definição de reciclagem, 85% responderam que é a
transformação de lixo em novos produtos, já 9% responderam que é uma forma de diminuir
os problemas ambientais e 6% deixaram a pergunta em branco.
Estudos mostram que quando os entrevistados foram questionados sobre o que é
reciclagem, 56% responderam que é o reaproveitamento do lixo, 25% responderam
inadequadamente a pergunta, 11% dizem que servem para reduzir o lixo e gerar empregos,
4% diz que a reciclagem é muito importante para o meio ambiente e 4% não responderam
(Marques, K. 2011). As questões ambientais tais como a reciclagem não são só de caráter
informativo, mas de desenvolvimento de ações, hábitos e atitudes que influencie na formação
do individuo e que defenda o uso sustentável dos recursos naturais não renováveis (
SANTOS, R.. 2005).
94%
3% 3%
Sim, é você voltar a
ultlizar algo que se
tinha perdido no lixo.
Reaproveitamento de
coisas que para nós não
tinha mais valor
Não
Branco
85%
9% 6%
É a
transformação
de lixo em
novos
produtos.
É uma forma
de diminuir os
problemas
ambientais
Branco
A figura 16: Percentual das respostas dos discentes
quando questionados se eles sabiam o que é reciclagem.
29
NONO QUESTIONAMENTO: DÊ EXEMPLOS DE MATERIAIS QUE PODEM SER RECICLADOS.
QUESTIONÁRIO PRÉ-PALESTRA QUESTIONÁRIO PÓS-PALESTRA
A figura 17: Percentual das respostas dos discentes
foram solicitados a darem exemplos de materiais que
podem ser reciclados.
Reciclar garrafas pets e papel foi a resposta de 100% dos discentes antes da
palestra. Após a palestra, 97% responderam garrafas pet, papéis, papelão e outros, já 3%
responderam materiais orgânicos. Reciclagem é resultado de um processo no qual os materiais
que poderiam ir para o lixo são resgatados e transformados em novos objetos. Tais objetos
podem ser papéis, garrafa pet, papelão e outros. Os benefícios são diversos, reduz a
quantidade de lixo, preservam os recursos naturais, evitam a extração de água e economiza
água e energia (GRIPPI. 2001).
Estudos mostram que quando os alunos são solicitados a dar exemplos de matérias
que poderiam ser reciclados 23% responderam papéis e papelão, 22% responderam garrafas
pet e plásticos, 21% disseram que matais, 18% falaram em vidro,11% em pneu, 5%
mencionaram pilhas e baterias (Marques, K. 2011).
100%
Garrafa Pet e
papel 97%
3%
Garrafas pet,
papéis,
papelão e
outros.
Materiais
orgânicos
A figura 18: Percentual das respostas dos discentes
foram solicitados a darem exemplos de materiais que
podem ser reciclados.
30
DÉCIMO QUESTIONAMNETO: VOCÊ ACHA IMPORTANTE RECICLAR PAPEL? POR QUÊ?
QUESTIONÁRIO PRÉ-PALESTRA QUESTIONÁRIO PRÉ-PALESTRA
A figura 19: Percentual das respostas dos discentes foram
questionados sobre a importância de reciclar papel.
96% dos discentes responderam que “sim, por que desenvolve mais empregos e
ajuda a preservar o meio ambiente” e 2% responderam que “não, porque não”.
Nos resultados obtidos no questionário aplicado após a palestra, observou-se que
quando os discentes foram questionados sobre a importância de reciclar papel 97%
responderam que “sim por que diminuir o desmatamento”.
Em estudos semelhantes observou-se que 46% das respostas dizem que a
reciclagem além de ser uma fonte de renda ela ensina as pessoas a reutilizarem o lixo, 23%
dizem reduz o desperdício e a quantidade de lixo que seriam lançados aos lixões, 14%
responderam que não deixa o meio ambiente poluído, 15 foram respostas inadequadas 2% em
branco (Marques, Keite. 2011). Atualmente, tudo o que consumimos necessita de embalagem
de papel. Tais embalagens causam prejuízos sérios ao meio ambiente: consomem recursos
naturais; causam poluição no processo de produção; e criam um enorme problema quando se
torna lixo, por isso sente-se a necessidade de trabalhar o tema em sala de aula (RIBEIR.1994).
96%
2%2%
Sim, por que
desenvolve mais
empregos e ajuda
a preservar o
meio ambiente
Não, porque não
Branco
97%
3%
Sim, por que
diminui o
desmatament
o
Branco
A figura 20: Percentual das respostas dos discentes foram
questionados sobre a importância de reciclar papel.
31
6 CONCLUSÃO
Através da pesquisa realizada na Escola de Ensino Médio Filgueiras Lima,
conclui-se que é indispensável para a formação dos alunos a inserção de práticas de Educação
Ambiental no âmbito escolar, pois os resultados analisados revelam que os entrevistados
mostram-se preocupados com o meio ambiente. O trabalho que foi desenvolvido com os
discentes mostrou-se eficiente, pois após a palestra e a oficina de reciclagem de papel os
discentes mostraram um melhor domínio em relação ao tema Educação Ambiental e
reciclagem de papel obtendo-se respostas satisfatórias no segundo questionário. Tal resultado
viabiliza a sensibilização e a mudança de comportamento por parte dos alunos. Dessa forma,
faz-se necessário que a escola continue inserindo práticas de Educação Ambiental tendo um
papel fundamental para formação cidadã dos discentes, com função mudar a relação homem-
meio ambiente.
32
7 REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFICAS
ANDRADE, MIGUEL ÂNGELO. Educação ambiental no centro estadual de educação
continuada – cesec – betim / mg. 2009. Disponivel em:<
http://www.pucminas.br/graduacao/cursos/arquivos/ARE_ARQ_REVIS_ELETR2010052516
4240.pdf?PHPSESSID=da34ce52f4e332d26f3b427f5e3a7951> Acesso em: 24 maio 2013.
BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais: Meio ambiente e Saúde. Brasil. Secretaria de
Educação Fundamental. Volume 09. Brasília. 128p. 1997.
CASTRO, M. A reciclagem no contexto escolar. 2004. Disponivel em: <
www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/pde/arquivos/448-4.pdf>. Acesso em: 22 abril 2013.
FERRAZ, J. O papel nosso de cada dia. Disponivel em:<
http://www.cnpma.embrapa.br/down_hp/408.pdf>. Acesso em: 25 maio 2013.
HAYASAKA, E. A origem do Papel. Disponivel em:<
http://www2.ibb.unesp.br/museu_escola/ensino_fundamental/origami/documentos/indice_ori
gami_papel.htm>. Acesso em: 25 maio 2013.
JÚNIOR, C. Composição química do papel. 2011. Disponivel em:<
http://professorcezariojr.blogspot.com.br/2011/08/curiosidades-xviii.html>. Acesso em: 20
maio 2013.
MEDEIROS, A.; MENDONÇA, MARIA M. A Importância da educação ambiental na
escola nas séries iniciais. 2011. Disponivel em:<
http://revista.fmb.edu.br/index.php/fmb/article/view/2/2>. Acesso em: 09 maio 2013.
MEDEIROS, J. Mudanças climáticas e desenvolvimento sustentável.
MEIRELES, C. A Origem do Papel. Disponivel em:<
http://catarinameireles.no.sapo.pt/A_Origem_do_Papel.htm>. Acesso em: 15 maio 2013.
33
PERETTI, V. Educação ambiental nas séries iniciais do ensino fundamental. 2012.
Disponivel em:<
http://www.unicruz.edu.br/seminario/artigos/humanas/EDUCA%C3%87%C3%83O%20AM
BIENTAL%20NAS%20S%C3%89RIES%20INICIAIS%20DO%20ENSINO%20FUNDAM
ENTAL.pdf>. Acesso em: 24 abril 2013.
ROSIMARI A.. A Educação Ambiental na Escola. 2004. Disponivel em:<
http://www.cdcc.usp.br/ciencia/artigos/art_26/eduambiental.html> Acesso em: 11 maio 2013.
SOARES, G; MATTOS, J. A importância da educação ambiental nas escolas. 2013.
Disponivel em:< http://www.pedagogiaaopedaletra.com.br/posts/a-importancia-da-educacao-
ambiental-nas-escolas-2/>. Acesso em: 02 maio 2013.
SOUZA, L. Composição química do papel. Disponivel em:<
http://www.mundoeducacao.com.br/quimica/composicao-quimica-papel.htm.> Acesso em: 16
maio 2013.
_______: IDEC. O papel e os impactos de sua produção no ambiente. 2013. Disponivel
em:< http://www.ecolnews.com.br/papel.htm> Acesso em: 03 jinho 2013.
_______, Produção de papel – custos e consequências. Disponivel em:<
http://tiposdepapel.com/producao-de-papel-custos-e-consequencias/> Acesso em: 26 maio
2013.
_______. Responsabilidade Social. Disponivel em:<
http://www.softtrade.com.br/Sobre/ResponsabilidadeSocial.aspx>. Acesso em: 03 junho
2013.
_______. Disponivel em:< http://www.fascinioegito.sh06.com/papiros.htm>. Acesso em 01de
junho de 2013
34
UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ - UECE
FACULDADE DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIAS E LETRAS DE IGUATU - FECLI
CURSO DE LICENCIATURAEM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS
APÊNDICE A – QUESTIONÁRIO
Este questionário busca avaliar o conhecimento dos alunos do 3° ano do Ensino Médio
da Escola de Ensino Médio Filgueiras Lima sobre meio ambiente e reciclagem de papel. Os
dados aqui anotados serão utilizados na elaboração de minha monografia de conclusão do
Curso de Licenciatura em Ciências Biológicas.
Não é necessário identificar seu nome.
Obrigado pela colaboração.
Héryman Paulino
QUESTÕES:
1. O que você entende por meio ambiente?
_______________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________
2. Você acha importante preservar o meio ambiente? Justifique sua resposta.
_______________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________
3. Na sua opinião, quem são os principais responsáveis pelos problemas ambientais?
_______________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________
4. Cite exemplos de problemas ambientais.
_______________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________
5. O que é Educação Ambiental?
_______________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________
6. Você sabe o que é reciclagem?
35
_______________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________
7. Você acha importante reclicar o papel? Por quê?
_______________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________
8. De que maneira você pode contribuir para preservar o meio ambiente?
_______________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________
9. Dê exemplo de materiais que podem ser reciclados.
_______________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________
10. A sua escola desenvolve projetos ou atividades sobre Educação Ambiental? Quais?
_______________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________
36
APÊNDICE B - TERMO DE AUTORIZAÇÃO PARA REALIZAÇÃO DA PESQUISA
UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ-UECE
FACULDADE DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIAS E LETRAS DE IGUATU-FECLI
CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS
Eu, Antônia Héryman Paulino de Oliveira estou realizando um estudo, sob orientação da
Professora Dra. Alana Cecília de Menezes Sobreira, com a finalidade de contribuir para
formação dos discentes da Escola de Ensino Médio Filgueiras Lima localizada no município
de Iguatu-Ce, através de palestras e oficinas de reciclagem de papel, para mostrar a
importância da conservação do meio ambiente. Desse modo solicitamos, por meio deste, a
autorização para a realização da pesquisa, intitulada “EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO
AMBITO ESCOLAR: OFICINA DE RECICLAGEM DE PAPEL COMO ATIVIDADE
PRATICA NA ESCOLA DE ENSINO MÉDIO FILGUEIRAS LIMA” à Direção da
referida Escola.
Eu, __________________________________________________ RG n°
__________________________________ ciente das informações recebidas, concordo com a
coleta de dados da pesquisa intitulada “EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO AMBITO
ESCOLAR: OFICINA DE RECICLAGEM DE PAPEL COMO ATIVIDADE
PRATICA NA ESCOLA DE ENSINO MÉDIO FILGUEIRAS LIMA” que será realizada
sob responsabilidade de Antônia Héryman Paulino de Oliveira graduanda do curso de
Ciências Biológicas da Universidade Estadual do Ceará/UECE – Faculdade de Educação,
Ciências e Letras de Iguatu/FECLI, pois fui informada de que em nenhum momento, a
instituição estará exposta a riscos causados pela liberação do estudo.
Estou ciente também de que os resultados encontrados no estudo serão usados apenas
para fins científicos. Fui informado de que a instituição não terá nenhum tipo de despesa ou
gratificação pela referida participação nesta pesquisa, e de que terei acesso aos resultados
publicados em períodos científicos.
Tendo exposto concordo voluntariamente em autorizar a execução da pesquisa na
Escola de Ensino Médio Filgueiras Lima.
__________________________________
Diretor Geral- Francisco Barreto de Oliveira Filho
Pedagoga- Joelma Uchoa Pinheiro
37
_______________________________
Antônia Héryman Paulino de Oliveira
38
APÊNDICE C - TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE E ESCLARECIDO
UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ-UECE
FACULDADE DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIAS E LETRAS DE IGUATU-FECLI
CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS
Prezado (a) Sr. (a):
Eu, Antônia Héryman Paulino de Oliveira, acadêmica do XIII semestre do Curso de
Graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual do Ceará (UECE), Faculdade
de Educação Ciências e Letras de Iguatu (FECLI), sob orientação da profª. Dra. Alana Cecília
de Menezes Sobreira, estou desenvolvendo uma pesquisa cujo título é “EDUCAÇÃO
AMBIENTAL NO AMBITO ESCOLAR: OFICINA DE RECICLAGEM DE PAPEL
COMO ATIVIDADE PRATICA NA ESCOLA DE ENSINO MÉDIO FILGUEIRAS
LIMA” que tem como objetivo geral: avaliar os níveis de conhecimentos dos alunos do 3º
ano da Escola de Ensino Médio Filgueiras Lima no município de Iguatu-CE a respeito da
preservação do meio ambiente, após palestras e oficinas de reciclagem de papel.
Por essa razão, o Sr. (a) está sendo convidado (a) a participar da pesquisa. Sua
participação consistirá em responder a um questionário, com quinze questões. O tipo de
procedimento apresenta um risco mínimo que será reduzido mediante esclarecimentos
detalhados sobre o intuito e objetivos desta pesquisa. Os benefícios esperados com o estudo
são no sentido de contribuir para a disseminação de conhecimentos a toda a comunidade
acadêmica, principalmente aos gestores das escolas, professores, visto que esses dados podem
contribuir para o desenvolvimento de estratégias que impacte na educação desses alunos.
Todas as informações fornecidas por você serão utilizadas somente para esta
pesquisa. Suas respostas serão confidenciais e seu nome não aparecerá no questionário e nem
quando os resultados forem apresentados.
A sua participação na pesquisa é voluntária. Caso você autorize a participação, não receberá
nenhuma compensação financeira, também não sofrerá qualquer prejuízo se não aceitar ou se
desistir após ter iniciado a pesquisa. Se o (a) Sr. (a) estiver de acordo deverá assinar esse
Termo.
Iguatu - Ce, _______ de ________________ de 2013.
__________________________________________
Assinatura do Responsável
39
__________________________________________
Assinatura do Pesquisador

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Projeto.meio.ambiente.saude
Projeto.meio.ambiente.saudeProjeto.meio.ambiente.saude
Projeto.meio.ambiente.saude
Suely Santos
 
Atividades de fixaçao sobre protozoarios porifero e cnidários
Atividades de fixaçao sobre protozoarios porifero e cnidáriosAtividades de fixaçao sobre protozoarios porifero e cnidários
Atividades de fixaçao sobre protozoarios porifero e cnidários
Eleonora Centena
 
3ª p.d 2013 (ciências - 5º ano)
3ª p.d   2013 (ciências - 5º ano)3ª p.d   2013 (ciências - 5º ano)
3ª p.d 2013 (ciências - 5º ano)
Cidinha Paulo
 
Prova de Ciências 5º ano
Prova de Ciências 5º anoProva de Ciências 5º ano
Prova de Ciências 5º ano
Jasmine Leme
 

Mais procurados (20)

Projeto do Meio Ambiente - 9º ano
Projeto do Meio Ambiente - 9º anoProjeto do Meio Ambiente - 9º ano
Projeto do Meio Ambiente - 9º ano
 
Projeto lixo
Projeto lixoProjeto lixo
Projeto lixo
 
Projeto.meio.ambiente.saude
Projeto.meio.ambiente.saudeProjeto.meio.ambiente.saude
Projeto.meio.ambiente.saude
 
Plano de ação - Descarte Consciente de Pilhas e Baterias
Plano de ação - Descarte Consciente de Pilhas e BateriasPlano de ação - Descarte Consciente de Pilhas e Baterias
Plano de ação - Descarte Consciente de Pilhas e Baterias
 
Projeto Meio Ambiente
Projeto Meio AmbienteProjeto Meio Ambiente
Projeto Meio Ambiente
 
Projeto Reciclagem
Projeto ReciclagemProjeto Reciclagem
Projeto Reciclagem
 
Atividades de ciências avaliação com os descritores
Atividades de ciências avaliação com os descritoresAtividades de ciências avaliação com os descritores
Atividades de ciências avaliação com os descritores
 
COMBATE À DENGUE
COMBATE À DENGUECOMBATE À DENGUE
COMBATE À DENGUE
 
Semana do Meio Ambiente
Semana do Meio AmbienteSemana do Meio Ambiente
Semana do Meio Ambiente
 
Hortas: 500 perguntas, 500 respostas
Hortas: 500 perguntas, 500 respostasHortas: 500 perguntas, 500 respostas
Hortas: 500 perguntas, 500 respostas
 
Meio ambiente aula 2 ano.
Meio ambiente aula 2 ano.Meio ambiente aula 2 ano.
Meio ambiente aula 2 ano.
 
Projeto Reciclagem
Projeto ReciclagemProjeto Reciclagem
Projeto Reciclagem
 
Atividades aquecimento global e efeito estufa (1)
Atividades aquecimento global e efeito estufa (1)Atividades aquecimento global e efeito estufa (1)
Atividades aquecimento global e efeito estufa (1)
 
Poluição - Texto e atividade de Ciências
Poluição  - Texto e atividade de Ciências Poluição  - Texto e atividade de Ciências
Poluição - Texto e atividade de Ciências
 
Atividade de Ciências - Coleta seletiva
Atividade de Ciências  - Coleta seletivaAtividade de Ciências  - Coleta seletiva
Atividade de Ciências - Coleta seletiva
 
Projeto água
Projeto águaProjeto água
Projeto água
 
Projeto Terra, Planeta Água?
Projeto Terra, Planeta Água?Projeto Terra, Planeta Água?
Projeto Terra, Planeta Água?
 
Atividades de fixaçao sobre protozoarios porifero e cnidários
Atividades de fixaçao sobre protozoarios porifero e cnidáriosAtividades de fixaçao sobre protozoarios porifero e cnidários
Atividades de fixaçao sobre protozoarios porifero e cnidários
 
3ª p.d 2013 (ciências - 5º ano)
3ª p.d   2013 (ciências - 5º ano)3ª p.d   2013 (ciências - 5º ano)
3ª p.d 2013 (ciências - 5º ano)
 
Prova de Ciências 5º ano
Prova de Ciências 5º anoProva de Ciências 5º ano
Prova de Ciências 5º ano
 

Semelhante a Educação ambiental no ambito escolar oficina de reciclagem de papel como atividade prática na escola de ensino médio filgueiras lima antônia hérym

Relatório parcial da prática de estágio iii
Relatório parcial da prática de estágio iiiRelatório parcial da prática de estágio iii
Relatório parcial da prática de estágio iii
Valdecir Silva
 
A importancia da educação ambiental nas empresas
A importancia da educação ambiental nas empresasA importancia da educação ambiental nas empresas
A importancia da educação ambiental nas empresas
Adriane Martins da Silva
 
Bicastiradentes meioambiente reciclagem
Bicastiradentes meioambiente reciclagemBicastiradentes meioambiente reciclagem
Bicastiradentes meioambiente reciclagem
temastransversais
 
EDUCAÇÃO AMBIENTAL: INSTRUMENTO DE FORMAÇÃO DE CIDADÃO CONSCIENTE ÉTICO NAS R...
EDUCAÇÃO AMBIENTAL: INSTRUMENTO DE FORMAÇÃO DE CIDADÃO CONSCIENTE ÉTICO NAS R...EDUCAÇÃO AMBIENTAL: INSTRUMENTO DE FORMAÇÃO DE CIDADÃO CONSCIENTE ÉTICO NAS R...
EDUCAÇÃO AMBIENTAL: INSTRUMENTO DE FORMAÇÃO DE CIDADÃO CONSCIENTE ÉTICO NAS R...
christianceapcursos
 
CONCIENTIZAÇÃO SOBRE A GERAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS E ORGÂNICOS NO MEIO AMBIEN...
CONCIENTIZAÇÃO SOBRE A GERAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS E ORGÂNICOS NO MEIO AMBIEN...CONCIENTIZAÇÃO SOBRE A GERAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS E ORGÂNICOS NO MEIO AMBIEN...
CONCIENTIZAÇÃO SOBRE A GERAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS E ORGÂNICOS NO MEIO AMBIEN...
cefaprodematupa
 

Semelhante a Educação ambiental no ambito escolar oficina de reciclagem de papel como atividade prática na escola de ensino médio filgueiras lima antônia hérym (20)

EDUCAÇÃO AMBIENTAL E A CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE 2022.pdf
EDUCAÇÃO AMBIENTAL E A CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE 2022.pdfEDUCAÇÃO AMBIENTAL E A CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE 2022.pdf
EDUCAÇÃO AMBIENTAL E A CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE 2022.pdf
 
paper uniasselvi pronto para ser lido e apresentado
paper uniasselvi pronto para ser lido e apresentadopaper uniasselvi pronto para ser lido e apresentado
paper uniasselvi pronto para ser lido e apresentado
 
Elisier e mayara
Elisier e mayaraElisier e mayara
Elisier e mayara
 
Artigo educação ambiental(1)
Artigo educação ambiental(1)Artigo educação ambiental(1)
Artigo educação ambiental(1)
 
tema livre-pb
tema livre-pbtema livre-pb
tema livre-pb
 
Relatório parcial da prática de estágio iii
Relatório parcial da prática de estágio iiiRelatório parcial da prática de estágio iii
Relatório parcial da prática de estágio iii
 
4403 14375-1-pb
4403 14375-1-pb4403 14375-1-pb
4403 14375-1-pb
 
Pre projeto ufrr
Pre projeto ufrrPre projeto ufrr
Pre projeto ufrr
 
A EDUCAÇÃO AMBIENTAL: NO CONTEXTO ESCOLAR1
A EDUCAÇÃO AMBIENTAL: NO CONTEXTO ESCOLAR1A EDUCAÇÃO AMBIENTAL: NO CONTEXTO ESCOLAR1
A EDUCAÇÃO AMBIENTAL: NO CONTEXTO ESCOLAR1
 
A EDUCAÇÃO AMBIENTAL: NO CONTEXTO ESCOLAR
A EDUCAÇÃO AMBIENTAL: NO CONTEXTO ESCOLARA EDUCAÇÃO AMBIENTAL: NO CONTEXTO ESCOLAR
A EDUCAÇÃO AMBIENTAL: NO CONTEXTO ESCOLAR
 
A importancia da educação ambiental nas empresas
A importancia da educação ambiental nas empresasA importancia da educação ambiental nas empresas
A importancia da educação ambiental nas empresas
 
Bicastiradentes meioambiente reciclagem
Bicastiradentes meioambiente reciclagemBicastiradentes meioambiente reciclagem
Bicastiradentes meioambiente reciclagem
 
EDUCAÇÃO AMBIENTAL: INSTRUMENTO DE FORMAÇÃO DE CIDADÃO CONSCIENTE ÉTICO NAS R...
EDUCAÇÃO AMBIENTAL: INSTRUMENTO DE FORMAÇÃO DE CIDADÃO CONSCIENTE ÉTICO NAS R...EDUCAÇÃO AMBIENTAL: INSTRUMENTO DE FORMAÇÃO DE CIDADÃO CONSCIENTE ÉTICO NAS R...
EDUCAÇÃO AMBIENTAL: INSTRUMENTO DE FORMAÇÃO DE CIDADÃO CONSCIENTE ÉTICO NAS R...
 
A educação ambiental no contexto escolar Maria Ana Pereira da Silva
A educação ambiental no contexto escolar Maria Ana Pereira da Silva A educação ambiental no contexto escolar Maria Ana Pereira da Silva
A educação ambiental no contexto escolar Maria Ana Pereira da Silva
 
Coromandel meio ambiente g3
Coromandel meio ambiente g3Coromandel meio ambiente g3
Coromandel meio ambiente g3
 
CONCIENTIZAÇÃO SOBRE A GERAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS E ORGÂNICOS NO MEIO AMBIEN...
CONCIENTIZAÇÃO SOBRE A GERAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS E ORGÂNICOS NO MEIO AMBIEN...CONCIENTIZAÇÃO SOBRE A GERAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS E ORGÂNICOS NO MEIO AMBIEN...
CONCIENTIZAÇÃO SOBRE A GERAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS E ORGÂNICOS NO MEIO AMBIEN...
 
Agrotoxicos
AgrotoxicosAgrotoxicos
Agrotoxicos
 
Portfolio_Trilha_Meio_Ambiente_e_Sociedade.pdf
Portfolio_Trilha_Meio_Ambiente_e_Sociedade.pdfPortfolio_Trilha_Meio_Ambiente_e_Sociedade.pdf
Portfolio_Trilha_Meio_Ambiente_e_Sociedade.pdf
 
2962 9012-1-pb artigo sobre coleta com universitarios
2962 9012-1-pb artigo sobre coleta com universitarios2962 9012-1-pb artigo sobre coleta com universitarios
2962 9012-1-pb artigo sobre coleta com universitarios
 
EDUCAÇÃO AMBIENTAL: O DESAFIO DA ESCOLA DE CONSCIENTIZAR OS ALUNOS SOBRE OS I...
EDUCAÇÃO AMBIENTAL: O DESAFIO DA ESCOLA DE CONSCIENTIZAR OS ALUNOS SOBRE OS I...EDUCAÇÃO AMBIENTAL: O DESAFIO DA ESCOLA DE CONSCIENTIZAR OS ALUNOS SOBRE OS I...
EDUCAÇÃO AMBIENTAL: O DESAFIO DA ESCOLA DE CONSCIENTIZAR OS ALUNOS SOBRE OS I...
 

Mais de bio_fecli

Ig504 psicologia do desenvolvimento
Ig504   psicologia do desenvolvimentoIg504   psicologia do desenvolvimento
Ig504 psicologia do desenvolvimento
bio_fecli
 
Ig503 técnicas de transmissão do conhecimento biológico
Ig503   técnicas de transmissão do conhecimento biológicoIg503   técnicas de transmissão do conhecimento biológico
Ig503 técnicas de transmissão do conhecimento biológico
bio_fecli
 
Ig502 física para ciências biológicas
Ig502   física para ciências biológicasIg502   física para ciências biológicas
Ig502 física para ciências biológicas
bio_fecli
 
Ig501 química geral e orgânica
Ig501   química geral e orgânicaIg501   química geral e orgânica
Ig501 química geral e orgânica
bio_fecli
 
Ig500 biologia celular
Ig500   biologia celularIg500   biologia celular
Ig500 biologia celular
bio_fecli
 
Agrofloresta e escola uma experiência de educação e sustentabilidade ambienta...
Agrofloresta e escola uma experiência de educação e sustentabilidade ambienta...Agrofloresta e escola uma experiência de educação e sustentabilidade ambienta...
Agrofloresta e escola uma experiência de educação e sustentabilidade ambienta...
bio_fecli
 
Ictiofauna local um estudo prático com os principais peixes de importância co...
Ictiofauna local um estudo prático com os principais peixes de importância co...Ictiofauna local um estudo prático com os principais peixes de importância co...
Ictiofauna local um estudo prático com os principais peixes de importância co...
bio_fecli
 
Consumo sustentável a percepção e a prática de estudantes do curso de ciência...
Consumo sustentável a percepção e a prática de estudantes do curso de ciência...Consumo sustentável a percepção e a prática de estudantes do curso de ciência...
Consumo sustentável a percepção e a prática de estudantes do curso de ciência...
bio_fecli
 
Excesso de peso e obesidade em alunos do ensino fundamental de iguatu ce cont...
Excesso de peso e obesidade em alunos do ensino fundamental de iguatu ce cont...Excesso de peso e obesidade em alunos do ensino fundamental de iguatu ce cont...
Excesso de peso e obesidade em alunos do ensino fundamental de iguatu ce cont...
bio_fecli
 
Convivência com humanos e o risco iminente de transmissão de doenças na comun...
Convivência com humanos e o risco iminente de transmissão de doenças na comun...Convivência com humanos e o risco iminente de transmissão de doenças na comun...
Convivência com humanos e o risco iminente de transmissão de doenças na comun...
bio_fecli
 
Conhecimento sobre parasitoses com os alunos do 6º ano da escola professora a...
Conhecimento sobre parasitoses com os alunos do 6º ano da escola professora a...Conhecimento sobre parasitoses com os alunos do 6º ano da escola professora a...
Conhecimento sobre parasitoses com os alunos do 6º ano da escola professora a...
bio_fecli
 
Análise do conhecimento dos alunos da escola de ensino fundamental joão rocha...
Análise do conhecimento dos alunos da escola de ensino fundamental joão rocha...Análise do conhecimento dos alunos da escola de ensino fundamental joão rocha...
Análise do conhecimento dos alunos da escola de ensino fundamental joão rocha...
bio_fecli
 
Ações educativas no meio escolar uma abordagem sobre a hanseníase patrícia ...
Ações educativas no meio escolar uma abordagem sobre a hanseníase   patrícia ...Ações educativas no meio escolar uma abordagem sobre a hanseníase   patrícia ...
Ações educativas no meio escolar uma abordagem sobre a hanseníase patrícia ...
bio_fecli
 
A aplicabilidade da oficina de reciclagem como prática pedagógica diogo lui...
A aplicabilidade da oficina de reciclagem como prática pedagógica   diogo lui...A aplicabilidade da oficina de reciclagem como prática pedagógica   diogo lui...
A aplicabilidade da oficina de reciclagem como prática pedagógica diogo lui...
bio_fecli
 
Perfil do desenvolvimento das usinas e oleaginosas mais utilizadas no estado ...
Perfil do desenvolvimento das usinas e oleaginosas mais utilizadas no estado ...Perfil do desenvolvimento das usinas e oleaginosas mais utilizadas no estado ...
Perfil do desenvolvimento das usinas e oleaginosas mais utilizadas no estado ...
bio_fecli
 
Participação dos pais na vida escolar dos filhos um estudo a partir da realid...
Participação dos pais na vida escolar dos filhos um estudo a partir da realid...Participação dos pais na vida escolar dos filhos um estudo a partir da realid...
Participação dos pais na vida escolar dos filhos um estudo a partir da realid...
bio_fecli
 
O uso de oficinas como mediação na relação ensino aprendizagem em ciências na...
O uso de oficinas como mediação na relação ensino aprendizagem em ciências na...O uso de oficinas como mediação na relação ensino aprendizagem em ciências na...
O uso de oficinas como mediação na relação ensino aprendizagem em ciências na...
bio_fecli
 
O papel da escola como promotora de saúde percepção de professores e alunos d...
O papel da escola como promotora de saúde percepção de professores e alunos d...O papel da escola como promotora de saúde percepção de professores e alunos d...
O papel da escola como promotora de saúde percepção de professores e alunos d...
bio_fecli
 
O uso das tecnologias como ferramentas pedagógicas nas aulas de biologia ma...
O uso das tecnologias como ferramentas pedagógicas nas aulas de biologia   ma...O uso das tecnologias como ferramentas pedagógicas nas aulas de biologia   ma...
O uso das tecnologias como ferramentas pedagógicas nas aulas de biologia ma...
bio_fecli
 
O conhecimento dos alunos do ensino médio do ceja de iguatu, ceará, sobre ani...
O conhecimento dos alunos do ensino médio do ceja de iguatu, ceará, sobre ani...O conhecimento dos alunos do ensino médio do ceja de iguatu, ceará, sobre ani...
O conhecimento dos alunos do ensino médio do ceja de iguatu, ceará, sobre ani...
bio_fecli
 

Mais de bio_fecli (20)

Ig504 psicologia do desenvolvimento
Ig504   psicologia do desenvolvimentoIg504   psicologia do desenvolvimento
Ig504 psicologia do desenvolvimento
 
Ig503 técnicas de transmissão do conhecimento biológico
Ig503   técnicas de transmissão do conhecimento biológicoIg503   técnicas de transmissão do conhecimento biológico
Ig503 técnicas de transmissão do conhecimento biológico
 
Ig502 física para ciências biológicas
Ig502   física para ciências biológicasIg502   física para ciências biológicas
Ig502 física para ciências biológicas
 
Ig501 química geral e orgânica
Ig501   química geral e orgânicaIg501   química geral e orgânica
Ig501 química geral e orgânica
 
Ig500 biologia celular
Ig500   biologia celularIg500   biologia celular
Ig500 biologia celular
 
Agrofloresta e escola uma experiência de educação e sustentabilidade ambienta...
Agrofloresta e escola uma experiência de educação e sustentabilidade ambienta...Agrofloresta e escola uma experiência de educação e sustentabilidade ambienta...
Agrofloresta e escola uma experiência de educação e sustentabilidade ambienta...
 
Ictiofauna local um estudo prático com os principais peixes de importância co...
Ictiofauna local um estudo prático com os principais peixes de importância co...Ictiofauna local um estudo prático com os principais peixes de importância co...
Ictiofauna local um estudo prático com os principais peixes de importância co...
 
Consumo sustentável a percepção e a prática de estudantes do curso de ciência...
Consumo sustentável a percepção e a prática de estudantes do curso de ciência...Consumo sustentável a percepção e a prática de estudantes do curso de ciência...
Consumo sustentável a percepção e a prática de estudantes do curso de ciência...
 
Excesso de peso e obesidade em alunos do ensino fundamental de iguatu ce cont...
Excesso de peso e obesidade em alunos do ensino fundamental de iguatu ce cont...Excesso de peso e obesidade em alunos do ensino fundamental de iguatu ce cont...
Excesso de peso e obesidade em alunos do ensino fundamental de iguatu ce cont...
 
Convivência com humanos e o risco iminente de transmissão de doenças na comun...
Convivência com humanos e o risco iminente de transmissão de doenças na comun...Convivência com humanos e o risco iminente de transmissão de doenças na comun...
Convivência com humanos e o risco iminente de transmissão de doenças na comun...
 
Conhecimento sobre parasitoses com os alunos do 6º ano da escola professora a...
Conhecimento sobre parasitoses com os alunos do 6º ano da escola professora a...Conhecimento sobre parasitoses com os alunos do 6º ano da escola professora a...
Conhecimento sobre parasitoses com os alunos do 6º ano da escola professora a...
 
Análise do conhecimento dos alunos da escola de ensino fundamental joão rocha...
Análise do conhecimento dos alunos da escola de ensino fundamental joão rocha...Análise do conhecimento dos alunos da escola de ensino fundamental joão rocha...
Análise do conhecimento dos alunos da escola de ensino fundamental joão rocha...
 
Ações educativas no meio escolar uma abordagem sobre a hanseníase patrícia ...
Ações educativas no meio escolar uma abordagem sobre a hanseníase   patrícia ...Ações educativas no meio escolar uma abordagem sobre a hanseníase   patrícia ...
Ações educativas no meio escolar uma abordagem sobre a hanseníase patrícia ...
 
A aplicabilidade da oficina de reciclagem como prática pedagógica diogo lui...
A aplicabilidade da oficina de reciclagem como prática pedagógica   diogo lui...A aplicabilidade da oficina de reciclagem como prática pedagógica   diogo lui...
A aplicabilidade da oficina de reciclagem como prática pedagógica diogo lui...
 
Perfil do desenvolvimento das usinas e oleaginosas mais utilizadas no estado ...
Perfil do desenvolvimento das usinas e oleaginosas mais utilizadas no estado ...Perfil do desenvolvimento das usinas e oleaginosas mais utilizadas no estado ...
Perfil do desenvolvimento das usinas e oleaginosas mais utilizadas no estado ...
 
Participação dos pais na vida escolar dos filhos um estudo a partir da realid...
Participação dos pais na vida escolar dos filhos um estudo a partir da realid...Participação dos pais na vida escolar dos filhos um estudo a partir da realid...
Participação dos pais na vida escolar dos filhos um estudo a partir da realid...
 
O uso de oficinas como mediação na relação ensino aprendizagem em ciências na...
O uso de oficinas como mediação na relação ensino aprendizagem em ciências na...O uso de oficinas como mediação na relação ensino aprendizagem em ciências na...
O uso de oficinas como mediação na relação ensino aprendizagem em ciências na...
 
O papel da escola como promotora de saúde percepção de professores e alunos d...
O papel da escola como promotora de saúde percepção de professores e alunos d...O papel da escola como promotora de saúde percepção de professores e alunos d...
O papel da escola como promotora de saúde percepção de professores e alunos d...
 
O uso das tecnologias como ferramentas pedagógicas nas aulas de biologia ma...
O uso das tecnologias como ferramentas pedagógicas nas aulas de biologia   ma...O uso das tecnologias como ferramentas pedagógicas nas aulas de biologia   ma...
O uso das tecnologias como ferramentas pedagógicas nas aulas de biologia ma...
 
O conhecimento dos alunos do ensino médio do ceja de iguatu, ceará, sobre ani...
O conhecimento dos alunos do ensino médio do ceja de iguatu, ceará, sobre ani...O conhecimento dos alunos do ensino médio do ceja de iguatu, ceará, sobre ani...
O conhecimento dos alunos do ensino médio do ceja de iguatu, ceará, sobre ani...
 

Último

Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
profbrunogeo95
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Kelly Mendes
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
GisellySobral
 

Último (20)

MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdfMESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
 
13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
 
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoDados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
 
São Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptx
São Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptxSão Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptx
São Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptx
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja
 

Educação ambiental no ambito escolar oficina de reciclagem de papel como atividade prática na escola de ensino médio filgueiras lima antônia hérym

  • 1. 9 1 INTRODUÇÃO Os grandes avanços obtidos pelo surgimento das indústrias beneficiaram ao ser humano, pois gerou empregos e possibilitou a expansão comercial. Contudo, tais avanços contribuiu para o elevado índice de poluição, ocasionando destruição da fauna e da flora comprometendo a existência da vida no planeta. Com o crescimento industrial surgi uma diversidade de produtos resultando no aumento do consumismo, gerando poluição no meio ambiente, criando condições desfavoráveis que levam ao desenvolvimento de doenças, promovem o aquecimento global, levam a contaminação de lençóis freáticos, entre outros fatores prejudiciais a vida de todos. Isso faz com que o meio ambiente seja vitima de uma sociedade consumista que aumenta a cada dia a poluição ambiental. A qualidade de vida está diretamente ligada às relações homem/natureza, portanto, a mudança de “velhos” hábitos permite o individuo de desenvolver e sensibilizar de forma individual ou coletiva ações que podem ajudar a solucionar os problemas ambientais. Cabem às instituições de ensino dá o primeiro passo por meio da sensibilização, instruindo o aluno sobre as contribuições que ele pode exercer perante a sociedade, mostrando-lhe a princípio como evitar ou como amenizar os prejuízos ao ambiente causado pelo excesso de lixo. Uma das alternativas para sensibilização coletiva da importância da preservação do meio foi a realização de palestras e oficina de reciclagem de papel para alunos do 3° ano “A” da escola pública de Escola de Ensino Médio Filgueiras Lima composta por 40 alunos, abordando os atuais problemas ambientais destacando a importância da reciclagem de papel para o cotidiano. O projeto Palestra e oficina de reciclagem de papel contribuiu para formação da sensibilização ambiental aos alunos, expondo a importância e os benefícios da reciclagem de papel na preservação ambiental para que desde cedo, possam desenvolver este pensamento e assim, transmiti-los para gerações futuras.
  • 2. 10 2.2 OBJETIVOS 2.1 OBJETIVO GERAL Analisar as contribuições da palestra e oficina de reciclagem de papel na formação dos discentes da Escola de Ensino Médio Filgueiras Lima sobre Educação Ambiental. 2.2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Avaliar a eficiência da palestra e oficinas de reciclagem de papel como atividade pratica em relação aos conceitos de Educação ambiental;  Sensibilizar os alunos para o ato de reciclar papel;  Difundir temáticas de Educação Ambiental na escola utilizando palestras e oficina de reciclagem de papel.
  • 3. 11 3 REFERENCIAL TEORICO 3.1 EDUCAÇÃO AMBIENTAL A educação ambiental é um componente fundamental para formação de indivíduos conscientes, preocupados com ações indevidas e o que elas podem provocar ao meio ambiente. Ela é o processo em que homem constrói valores e noções que são direcionadas para a conservação do meio em que vivemos benefício de uso comum da população, fundamental a uma saudável qualidade de vida e sustentabilidade (LEI N°9795/99 – Política Nacional de Educação Ambiental). Uma das principais conclusões e proposições assumidas em reuniões internacionais foi a recomendação de investir numa mudança de mentalidade, conscientizando os grupos humanos da necessidade de adotar novos pontos de vista e novas posturas diante dos dilemas e das constatações feitas nessas reuniões. Por ocasião da Conferência Internacional Rio/92, cidadãos representando instituições de mais de 170 países assinaram tratados nos quais se reconhece o papel central da educação para a “construção de um mundo socialmente justo e ecologicamente equilibrado”, o que requer “responsabilidade individual e coletiva em níveis local, nacional e planetário”. E é isso o que se espera da Educação Ambiental no Brasil, assumida como obrigação nacional pela Constituição promulgada em 1988 (PCN, 1997). No Brasil e no mundo as questões ambientais tem se tornado um assunto cada vez mais preocupante, pelo aumento da degradação ambiental e pelo desequilíbrio que pode ocasionar a qualidade de vida do homem. Atualmente a sociedade possui privações de melhores condições ambientais, tal fato resulta do consumo de matérias primas e energia, colocando em risco a vida do planeta (CASTRO, 2011). O reduzido conhecimento do ser humano sobre o futuro do nosso planeta, quase sempre, está associado a grandes catástrofes ambientais. O planeta esta num ponto crítico devido ao aumento no consumo dos recursos naturais, bem como pelo uso excessivo de produtos provenientes da natureza o que dificulta a vida na terra, uma vez que tais recursos são esgotáveis. Se pensarmos na educação ambiental, visando a sustentabilidade devemos considerar todos os setores a sociedade: economia, política e saúde (SOARES; MATTOS, 2013).
  • 4. 12 A sociedade precisa se educar, mudar seus atos e suas ações, estabelecer limites de consumo, isso deve ser considerado não só pelos indivíduos de uma maneira particular, mas também pelas grandes empresas que devem produzir produtos ecologicamente corretos, que diminuam os impactos ao meio ambiente. Por seu caráter interdisciplinar e participativo o tema Educação Ambiental pode contribuir para a construção de um processo educativo, ocasionando a permanente avaliação crítica, a adequação dos conteúdos à realidade local e o envolvimento dos discentes em ações concretas de transformação desta realidade (SOARES; MATTOS, 2013). Esse é um tema que deve ser trabalhado de forma participativa, em que o discente assume um papel fundamental no processo de ensino/aprendizagem, participando na resolução dos problemas ambientais, buscando soluções e atuando ativamente como transformador através do desenvolvimento e da construção de novas atitudes, valorizando a ética e o exercício cidadã (MEDEIRO; CREVEIRO, 2010). A Educação Ambiental não só sugere propostas pedagógicas centradas na sensibilização, na mudança de comportamento e na participação dos discentes, mas também proporciona a ampliação de conhecimentos e de condições básicas para estimular a inserção dos indivíduos com parte integrante do meio ambiente (PERETTI, 2011). A educação ambiental nas escolas colabora para a formação de alunos conscientes, capacitados para atuar de forma a modificar a realidade da problemática ambiental. Com isso, é importante que seja repassada pela escola informações e conceitos do tema em questão para trabalhar mais ações práticas do que teóricas, que propicie aos envolvidos no processo, ações voltadas à conservação e preservação ambiental. O papel do professor é ser mediador dos temas transversais como a Educação Ambiental, para isso ele deverá desenvolver um trabalho de qualidade com seus alunos uma vez que o processo de construção de conhecimentos é constante. Para que isso aconteça o professor e os discentes precisam cada vez mais de informações para juntos construírem uma consciência global das questões referentes ao meio ambiente e assim adotar posições e valores para sua proteção e melhoria do meio ambiente (MEDEIROS; MENDONÇA, 2011). Praticar a Educação Ambiental nas escolas públicas tem se mostrado uma tarefa extenuante. Grandes dificuldades são encontradas nas atividades de sensibilização e formação, na inclusão de atividades e na manutenção da continuidade dos projetos já existentes (ROSIMARI, 2004). Alguns fatores interferem para que a essas dificuldades permaneçam, como o tamanho da escola, o número de alunos e de professores, disposição dos professores em passar por treinamentos, disposição da diretoria de implantar um projeto
  • 5. 13 ambiental que altere o cotidiano da escola, além de obstáculos à implementação da Educação Ambiental (ANDRADE, 2009). 3.2 RECICLAGEM O acumulo de resíduos solidos é um dos maiores problemas enfrentado pelo nosso planeta, contudo, o lixo é composto de materiais que podem ser reutilizados. Contudo o lixo só continuará sendo um problema se não houver tratamento adequado e para que isso aconteça é necessário incentivar a sociedade a reciclar, mudar o estilo de vida, praticando a redução, reutilização e reciclagem. É importante ressaltar que o lixo produzido pelo homem, é apenas uma pequena parte, da grande quantidade de lixo que são gerados todos os dias. Reciclagem é um termo bastante utilizado para nomear o reaproveitamento de materiais já utilizados como matéria prima para a produção de novos materiais, com o intuito de minimizar a utilização de fontes naturais que muitas vezes não são renováveis. Ela tornou-se popular na década de 1980, quando foi evidenciado que as fontes de petróleo e de outras matérias-primas não renováveis estavam se esgotando rapidamente. Abrange diversos campos tanto ambiental, como econômico e social. No meio ambiente a ela diminui a poluição e evita o desgaste da natureza para a produção de novos materiais. Na economia, colabora para a redução do uso dos recursos naturais. Na visão ecológica, ela é eficiente, pois ao reciclar, conserva-se e evita-se a extração de grandes quantidades de matérias-primas da natureza, além de evitar a necessidade de aterros e lixões. Há também grande economia de energia e água, que seriam utilizados na produção de novos produtos beneficiando diretamente a sociedade, pois leva a geração de novos empregos. No Brasil a reciclagem teve início a partir do século XX e tornou-se popular em função da preservação ecológica, importante para diminuir o acumulo de lixo e para reduzir a poluição do ar, da água e do solo. Hoje, o consumo de papel é grande e é decorrente principalmente de atividades que são desenvolvidos nos diferentes setores da sociedade, exigindo da população medidas que visem reduzir o uso dos recursos naturais para fabricação do papel. A reciclagem é uma atividade importante para a redução do desmatamento de árvores utilizadas na fabricação do papel. Com isso há uma redução de 50% dos impactos causados ao meio ambiente, pois reduz o consumo de água e de energia, além de não degradar a natureza com o corte de árvores. Outra maneira de amenizar tais impactos causados pela fabricação de papel industrializado é produzido-los através de madeiras de reflorestamento que pode ajudar a
  • 6. 14 amenizar o desmatamento e preservar as florestas. Isso beneficia diretamente o ser humano, pois a retirada de árvores para fabricação do papel reduz a taxa de O2 que é um gás essencial à vida no planeta (IDEC, 2013). Uma alternativa importante para a preservação da natureza é realização de palestras e de oficinas de reciclagem de papel para alunos de escolas publicas de Ensino Médio. Utilizando uma metodologia que abranja diversos pontos da educação ambiental, de uma forma que os problemas ambientais enfrentados pelo nosso planeta sejam enfatizados em um processo participativo de ensino/aprendizagem onde os alunos participem ativamente em busca de soluções para os problemas ambientais. 3.3 PAPEL O papel nem sempre foi o apoio da escrita, mas sempre foi um material de grande importância para o homem, que sempre buscou se expressar através da escrita mesmo antes da existência do papel. Antigamente o homem utilizava as folhas de palmeiras para escrever, os esquimós utilizavam ossos de baia e dentes de foca e os livros eram feitos com conchas e cascos de tartaruga (MEIRELES, C. 2013). O papiro foi inventado pelos egípcios e mesmo sendo muito frágil, milhares de documentos produzidos em papiro resistiriam por muito tempo. O pergaminho era muito mais resistente, pois se tratava de pele de animal, geralmente carneiro, bezerro ou cabra, contudo tinham um custo muito elevado. A palavra papel é originária do latim "papyrus". Esse nome foi dado a partir do vegetal da família Cyperaceas com o nome cientifico (Cyperua papyrus), onde a medula dos caules era empregada, como suporte da escrita, pelos egípcios, há 2 400 anos antes de Cristo. Entretanto, os chineses foram os primeiros que fabricaram o papel como o que utilizamos hoje, a partir de fibras de bambu e da seda. A técnica de produção de papel foi mantida em segredo pelos chineses, por cerca de 500 anos. Os japoneses conheceram-na no século VII, e já em 770 produziram a primeira publicação que era uma oração budista impressa em bloco batido, e fizeram cerca de 1.000.000 de exemplares. O processo de fabricação do papel continuou artesanal até o séc. XVIII. A partir daí, o processo de fabricação do papel foi sendo aperfeiçoado e hoje existem máquinas que podem produzir grandes quantidades de papel em poucos minutos (HAYASAKA, E). Atualmente a composição do papel é mais complexa do que a composição inicial: é composta de fibras vegetais, celulose que é um polissacarídeo construído a partir de
  • 7. 15 monômeros de-D-Glucose. A D-Glucose (C6H12O6) é um polissacarídeo contendo 5 grupos álcool(OH) e um grupo aldeído (COH) no carbono 1 (SOUZA; LÍRIA; JÚNIOR; CEZÁRIO, 2011). Apesar de o papel ser de grande importância na vida do ser humano, usado indevidamente, pode agredir a natureza, causando graves prejuízos. Toneladas de papéis diariamente são consumidas em excessos, gerando lixo e causando problemas que afetam a água, o ar e o solo. Os impactos ambientais causados pela produção de papéis industrializados, ao meio ambiente são desastrosos. Para cada tonelada de papel fabricado, é consumido mais água do que qualquer outra atividade industrial o que acarreta no uso abusivo dos recursos naturais podendo levar a uma provável escassez desses recursos. A energia utilizada na produção de papel esta em 5° lugar das que mais consomem energia, e são necessárias duas a três toneladas de árvores para a produção de papel, sendo que muitas dessas árvores são retiradas ilegalmente de áreas preservadas (FERRAZ, J.2013). As árvores utilizadas para a produção de papel industrial são principalmente o eucalipto (Eucalyptus globulus) e o pinho (Araucaria angustifolia), ambos têm origem na Europa e na Austrália. São árvores de fácil crescimento, levam de 6 a 7 anos para atingir a idade de corte, podendo ser encontrada em diversas regiões do Brasil.
  • 8. 16 4 PROCEDIMENTO METODOLÓGICO 4.1 TIPO DE ESTUDO O estudo foi numa abordagem quantitativa. A opção por um trabalho de cunho exploratório encontra respaldo em Gil (2010) quando ele defende que a pesquisa exploratória envolve levantamento bibliográfico, aplicação de questionário ou ainda entrevista com pessoas que tiveram experiências práticas com o problema pesquisado e a análise de exemplos que estimulam a compreensão. A pesquisa descritiva apresenta uma experiência, uma situação, um fenômeno ou processo nos mínimos detalhes. A grande contribuição das pesquisas descritivas é proporcionar novas visões sobre uma realidade já conhecida. De acordo com Gil (2008), as pesquisas descritivas possuem como objetivo a descrição das características de uma população, fenômeno ou de uma experiência. A pesquisa quantitativa é utilizada nos casos onde é necessário um estudo exploratório para a obtenção de um conhecimento mais profundo do problema da pesquisa, ou ainda quando se deseja um diagnóstico inicial de uma situação e, principalmente, nos estudos experimentais e pesquisas de campo (MEZZAROBA; MONTEIRO, 2006). 4.2 CENÁRIO DA PESQUISA A pesquisa foi realizada na Escola de Ensino Médio Filgueiras Lima que está localizada na Rua Vereador Nelson de Sousa Alencar, S/N, no Bairro Veneza, Iguatu – CE. O município de Iguatu localiza-se no Alto Jaguaribe, na região centro-sul do Ceará, distante cerca de 380 km da capital do Estado. Considerada cidade pólo da região, com 96.495 habitantes, segundo IBGE (2010). 4.3 SUJEITOS DA PESQUISA A Escola Ensino Médio Médio Filgueiras Lima é composta por dois 3° anos nos turnos manha e tarde, mas para a pesquisa foi realizada apenas com uma das turmas, pois a
  • 9. 17 escola não disponibilizou as duas turmas porque estava havendo simulados do enem. Foram convidados a participar da pesquisa os alunos do 3º ano “A”. 4.4 INSTRUMENTOS DE COLETA DE DADOS A coleta de dados foi realizada nas seguintes etapas: A) Aplicação do Questionário pré-palestra e oficina de reciclagem de papel: Os dados foram coletados no mês de agosto de 2013. B) Aplicação do Questionário pós-palestra e oficina de reciclagem de papel: Os dados foram coletados no mês de setembro de 2013. O questionário pré e pós-palestra e oficina de reciclagem de pape foi mesmo e conteve 10 perguntas subjetivas (Apêndice A) que foi aplicado aos alunos do 3° ano “A” presentes na sala de aula no dia da pesquisa. Segundo Gil (2010), pode-se definir questionário como a técnica de investigação composta por um número significante de questões apresentadas por escrito às pessoas. O questionário foi respondido de forma manuscrita por cada participante. Realização da palestra e oficina de reciclagem de papel: A palestra e oficina de reciclagem de papel teve como finalidade inserir praticas de sustentabilidade no cotidiano escolar dos educandos e disseminar a preservação do meio ambiente. A palestra foi realizada em 50 minutos e logo após houve a oficina de reciclagem de papel que teve duração de 50 minutos no mês de setembro de 2013. 4.5 ANÁLISE DOS DADOS Os dados foram analisados por meio da utilização de técnicas estatística, e foram utilizados gráficos. De acordo com Marconi e Lakatos (2006), análise é uma tentativa de evidenciar as relações existentes entre o fenômeno estudado e outros fatores. Já a interpretação, significa a exposição do material apresentado, em relação aos objetivos propostos e a relação com o tema. Os gráficos têm por objetivos dar um conhecimento da situação real do atual problema estudado. No que diz respeito às tabelas, estas auxiliam na apresentação dos dados, facilitando o leitor a compreensão e interpretação desses (MARCONI; LAKATOS, 2006).
  • 10. 18 4.6 ASPECTOS ÉTICOS E LEGAIS DA PESQUISA A pesquisa obedeceu a Resolução 196/96 do Conselho Nacional de Saúde do Ministério da Saúde sobre Pesquisa Envolvendo Seres Humanos, incorporando, sob a ótica do indivíduo e das coletividades, os quatros referenciais básicos da bioética: autonomia, benevolência, justiça e não maleficência, visando assegurar os direitos e deveres que dizem respeito à comunidade científica, aos sujeitos da pesquisa e ao Estado (GUATHIER et al., 1998). No que diz respeito à autonomia, os sujeitos foram esclarecidos quanto à natureza e os objetivos do estudo quando foram convidados a participar da pesquisa; e após terem aceitado participar, foi oficializado o termo de Consentimento Livre e Esclarecido (APÊNDICE B). Com relação ao princípio de beneficência, os alunos levaram o instrumento de coleta de dados para casa, tendo a total comodidade para preencher com os pais, garantindo o conforto e liberdade. Quanto ao princípio de justiça, a escolha desses sujeitos como objeto de estudo vai ao encontro de gerar discussões e decisões que apontem práticas e atividades que contribuam para a melhoria da qualidade de vida desses alunos. Após a assinatura do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido foi dado andamento a coleta de dados. Ao término da pesquisa a mesma será encaminhada à instituição de realização desta, a fim de contribuir com o conhecimento científico dos profissionais de educação.
  • 11. 19 5 RESULTADOS E DISCUSSÕES Os questionários foram aplicados para um total de 40 alunos, sendo que apenas 34 responderam ao questionário, e (06) foram entregues em brancos. Os resultados foram analisados com base nos questionários que foram respondidos. Na análise dos resultados obtidos através da aplicação dos questionários antes e depois da palestra e oficina, observa-se algumas mudanças, tanto no conhecimento do discente em relação à preservação do meio ambiente quanto na qualidade das respostas expostas nos questionários pelos alunos, obtendo-se resultados satisfatórios. Nos resultados obtidos através questionário aplicado após a palestra e oficina, observa-se uma maior preocupação e necessidade dos discentes em preservar o meio ambiente. PRIMEIRO QUESTIONAMENTO: O QUE VOCÊ ENTENDE POR MEIO AMBIENTE? QUESTIONÁRIO PRÉ-PALESTRA QUESTIONÁRIO PÓS-PALESTRA Figura 1: Percentual das respostas dos discentes quando questionados sobre o que entendem por meio ambiente. De acordo com os resultados obtidos através da primeira pergunta do questionário aplicado antes da palestra, observou-se que, quando os discentes foram abordados sobre o que 59% 33% 8% É tudo aquilo que representa a nossa fauna e flora Meio ambiente esta ligado ao local em que vivemos Branco 42% 53% 5% É tudo aquilo que nos rodeia É o conjunto de seres vivos, como a fauna e a flora, que são responsaveis pelo equilibrio ambiental Branco Figura 2: Percentual das respostas dos discentes quando questionados sobre o que entendem por meio ambiente.
  • 12. 20 se entende por meio ambiente, 59% das repostas relacionou o tema diretamente com a natureza. Os alunos definem que o meio ambiente “É tudo aquilo que representa a nossa fauna e flora”. Sendo que 33% dos alunos definiram que o “Meio ambiente esta ligado ao local em que vivemos”. De acordo com a pesquisa, sente-se a necessidade de trabalhar esse tema na formação dos discentes através de conceitos mais intensificados. Nos resultados obtidos no questionário respondido após a palestra, observou-se uma qualidade das respostas obtidas pelos alunos sobre o conceito de meio ambiente. Em 42% das respostas obtidas meio ambiente “É tudo aquilo que nos rodeia, 53% dos discentes responderam que meio ambiente “É o conjunto de seres vivos, como a fauna e a flora, que são responsáveis pelo equilíbrio ambiental”. Após a realização da oficina de reciclagem de papel, houve uma melhora na qualidade das respostas sobre o de meio ambiente podendo ser considerado satisfatório. Pesquisas semelhantes revelam que resultados obtidos no questionário aplicado antes da palestra, 61% das respostas dos discentes definem o meio como um lugar de belíssimas paisagens, onde os homens tem que mantê-lo limpo para sua sobrevivência, onde não existe poluição, 31% define o meio ambiente como o lugar onde vivem os homens e os animais, por outro lado 6% relaciona o meio ambiente com o meio urbano, 2% foram respostas em branco (SANTOS, NASCIMENTO; 2005). Cardoso (2013), define o meio ambiente como um espaço com seus componentes bióticos e abióticos e suas interações em que um ser vivo se desenvolve, trocando energia e interagindo com ele, sendo transformado e transformando-o. O meio ambiente é um lugar que pode ser determinado ou percebido, aonde há uma interação com os campos sociais e ambientais. Tais relações naturais e sociais estão interligadas em um meio físico, o que ocasiona transformações na natureza. O homem ocupa e utiliza espaços e recursos que a natureza dispõe, para sua sobrevivência, mas este uso muitas vezes é inadequado, sendo continuo e exagerado, tornando o ser humano o principal responsável pela degradação ambiental (SANTOS, R. 2005). SEGUNDO QUESTIONAMENTO: VOCÊ ACHA IMPORTANTE PRESERVAR O MEIO AMBIENTE? JUSTIFIQUE SUA RESPOSTA.
  • 13. 21 QUESTIONÁRIO PRÉ-PALESTRA QUESTIONÁRIO PÓS-PALESTRA A Figura 3: Percentual das respostas dos discentes quando questionados sobre a importância de se preservar o meio ambiente. Os resultados representados na figura 3 mostram que quando os participantes da pesquisa foram abordados sobre a importância de preservar o meio ambiente, 100% dos deles respondeu sim e deram a seguinte justificativa: “ Sim. porque sem ele nós não vivemos”. Os participantes descrevem a importância de preservar o meio ambiente sendo ele essencial para a existência da fauna e da flora para gerações futuras. Nos resultados obtidos no questionário após aplicação da palestra, em relação à importância de se preservar o meio ambiente, os discentes permaneceram em uma média de conhecimento satisfatório, pois as respostas obtidas mostraram-se coerentes. 100% responderam que“ Sim, por que sem ele não conseguiríamos sobreviver”. (MOREIRA, G. 2009) aborda esse tema da preservação do meio ambiente como a garantia que assegura a vida para as futuras gerações vem tomando conta da coletividade progressivamente. Atualmente, vivemos em um mundo de consumismo, praticamente tudo o que consumimos precisa de embalagem. Mas tais embalagens causam grandes impactos ao meio ambiente ocasionando prejuízos e escassez dos recursos naturais. Tais processos agridem não só o meio, mas afeta diretamente quem esta nele. São vários os exemplos de agressão à natureza mais o maior esta na poluição. A produção de industrializados libera poluentes atmosféricos e tais materiais não se decompõe no meio (MARQUES, K. 2011). 100% Sim, porque sem ele não vivemos 100% Sim, por que sem ele não conseguiriam os sobreviver A Figura 4: Percentual das respostas dos discentes quando questionados sobre a importância de se preservar o meio ambiente.
  • 14. 22 TERCEIRO QUESTIONAMENTO: DE QUE MANEIRA VOCÊ PODE CONTRIBUIR PARA PRESERVAR O MEIO AMBIENTE? QUESTIONÁRIO PRÉ-PALESTRA QUESTIONÁRIO PÓS-PALESTRA A figura 5: Percentual das respostas dos discentes quando questionados sobre o de que maneira poderiam contribuir para preservar meio ambiente. A figura 5 mostra a resposta dos discentes antes da palestra em relação à forma como eles podem contribuir para a preservação do meio ambiente. Observa-se que 47% dos discentes responderam que a forma para contribuir para a preservação do meio ambiente é “Não jogar lixo nas ruas, não desmatando e evitando as queimadas”. Os discentes relataram na maioria das repostas que o lixo é um dos maiores poluidores da natureza e 53% afirmaram que é “cuidando melhor do ambiente reciclando mais não desperdiçando água”. Já nos resultados obtidos após a palestra, em relação de que maneira os participantes poderiam contribuir para a preservação do meio ambiente, analisou-se que 47% dos discentes responderam que “Respeitando o meio ambiente não jogando (papel, vidro, borracha, metal) nas ruas, lagos, florestas e etc.”, 23% responderam que “Reutilizando e reciclando coisas” e houve um índice muito elevado de respostas em branco, com 30% das respostas. Neste questionamento houve um retrocesso na evolução da aprendizagem e na qualidade das respostas sobre questão dos problemas ambientais. A maneira para se preservar o meio ambiente, está no ato reciclar o lixo. Com tais ações preservamos o meio ambiente e contribuímos para uma melhor qualidade de vida. Ao 47% 53% Não jogar lixo nas ruas, não desmatar, evitar as queimadas Cuidando melhor do ambiente reciclando mais não desperdiçand o água 73% 27% Respeitando o meio ambiente não jogando (papel, vidro, borracha, metal) nas ruas, lagos, florestas e etc. Reutilizando e reciclando coisas A figura 6: Percentual das respostas dos discentes quando questionados sobre o de que maneira poderiam contribuir para preservar meio ambiente.
  • 15. 23 reaproveitarmos o lixo contribuímos para o uso adequado dos recursos naturais e evitamos doenças causadas pela poluição (MARILIA. 2013). A preservação do meio ambiente pode e deve ser explorada no âmbito escolar, mas exige do docente uma prática pedagógica interdisciplinar trabalhada como sugerido nos Parâmetros Curriculares Nacionais (BRASIL, 2000). Tal prática abrange várias metodologias que resultam em um processo de ensino e aprendizagem de qualidade promovendo a sensibilização coletiva sobre a necessidade da conservação e preservação não só do meio, mas dos recursos naturais (ALVES, L. 2010). A responsabilidade pela preservação do ambiente e da qualidade de vida, não pode ser deixada apenas sob-responsabilidade governamental e de especialistas, mas, tem de ser assumida por todos aqueles que ainda acreditam na capacidade de o homem encontrar soluções para seus problemas (ALVES, L. 2010). QUARTO QUESTINAMENTO: NA SUA OPINIÃO, QUEM SÃO OS PRINCIPAIS RESPONSÁVEIS PELOS PROBLEMAS AMBIENTAIS? QUESTIONÁRIO PRÉ-PALESTRA QUESTIONÁRIO PÓS-PALESTRA A Figura 7: Percentual das respostas dos discentes quando questionados sobre quem são os principais responsáveis pelos problemas ambientais. Quando os discentes foram abordados sobre quem são os principais responsáveis pelos problemas ambientais 76% deles responderam que éramos “nós mesmos, por não cuidar do nosso ambiente e as fabricas por jogar poluentes no meio ambiente” e 21% dos 76% 21% 3% Nós mesmos, por não cuidar do nosso ambiente as fabricas por jogar poluentes no meio ambiente A poluição e o desmatamento Branco 77% 23% Nós mesmos que não preservamos o meio ambiente que vivemos Poluição, desmatament o A Figura 8: Percentual das respostas dos discentes quando questionados sobre quem são os principais responsáveis pelos problemas ambientais.
  • 16. 24 alunos responderam que o principal responsável pelos problemas ambientais é “A poluição e o desmatamento”. Os resultados obtidos após a palestra, em relação quais são os principais responsáveis pelos problemas ambientais, mostrou que 77% das respostas foram “Nós mesmos que não preservamos o meio ambiente que vivemos”. Já 23% responderam “Poluição, desmatamento”. Segundo Medeiros (2012), o principal responsável pelos problemas ambientais enfrentados atualmente, é o homem que agride o meio ambiente, gerando toneladas de lixo, causando efeito estufa, destruído solo e poluindo a água. O crescimento populacional e o acelerado desenvolvimento industrial das cidades resultam no aumento da poluição e do uso dos recursos naturais. As atividades resultantes das ações humanas contra o meio ambiente resultam em poluição o que ocasiona a proliferação de doenças, aquecimento global e fatores prejudiciais à vida humana (MARQUES, K.2010). QUINTO QUESTIONAMENTO: CITE EXEMPLOS DE PROBLEMAS AMBIENTAIS? QUESTIONÁRIO PRÉ-PALESTRA QUESTIONÁRIO PÓS-PALESTRA A figura 9: Percentual das respostas dos discentes quando questionados sobre quem são os principais responsáveis pelos problemas ambientais. 94% 6% O lixo nas ruas, poluição do ar, água, desmatamento, lixos tóxicos que jogam em qualquer lugar Branco 62% 30% 8% Poluição,des matamento,q ueimadas Aquecimento global, extinção de animais e etc Branco A figura 10: Percentual das respostas dos discentes quando questionados sobre quem são os principais responsáveis pelos problemas ambientais.
  • 17. 25 Nota-se que 94% das repostas dos discentes foi o lixo nas ruas, poluição do ar, água, desmatamento, lixos tóxicos que jogam em qualquer lugar. Os alunos afirmaram que o maior problema ambiental está na poluição, dentre deles citaram a poluição do ar e solo. Os resultados obtidos no questionário após a palestra, quando foi pedido que os alunos citassem de problemas ambientais, 62% dos participantes responderam “Poluição, desmatamento, queimadas,.jJá 30% responderam “Aquecimento global, extinção de animais e etc”. Outros resultados mostram que 35% das respostas dos alunos citam o a poluição através do lixo como exemplos de problemas ambientais, seguindo da poluição dos rios 22%, poluição do ar 20%, poluição sonora 13%, desmatamento e queimadas 8%, respostas inadequadas 2% (SANTOS, R. 2005). SANTOS (2005) cita como exemplo de problemas ambientais a poluição que é resultante das atividades diárias do ser humano, o que contribui para poluição do ar, da água, do solo e a proliferação de doenças, além de causar impactos na flora e fauna, resultando em extinções, comprometendo o bem estar do planeta. SEXTO QUESTIONAMENTO: O QUE É EDUCAÇÃO AMBIENTAL? QUESTIONÁRIO PRÉ-PALESTRA QUESTIONARIO PÓS-PALESTRA A figura 11: Percentual das respostas dos discentes quando questionados sobre o que é Educação Ambiental. 31% 48% 21% É educar mostrando e informando o que é certo Preservação da natureza Branco 50% 33% 17% É o que nos ensina e influencia a preservar e cuidar do ambiente em que vivemos. É preservar o ambiente, não colocar lixo nas ruas e cuidar da natureza Branco A figura 12: Percentual das respostas dos discentes quando questionados sobre o que é Educação Ambiental.
  • 18. 26 Na sexta pergunta analisou-se que, quando os participantes foram questionados sobre o que é educação ambiental, 31% das repostas obtidas afirmou que é educar mostrando e informando o que é certo, 48% definiram educação ambiental como a preservação da natureza. Os resultados obtidos no após a palestra mostrou que quando os discentes foram novamente perguntados sobre o que é educação ambiental, 50% responderam que é o que nos ensina e influencia a preservar e cuidar do ambiente em que vivemos. Já 33% responderam que a educação ambiental é preservar o ambiente, não colocar lixo nas ruas. CRAVEIRO (2010) define Educação ambiental como processos de valores sociais e atitudes voltadas para conservação e preservação do meio ambiente, construídos pelos indivíduos e a coletividade. Estudos revelam que 50% dos questionados conceitua a educação ambiental como a educação que visa ensinar, educar e inserir a prática de preservar o meio em que vivem, 40% dos participantes conceituou a educação ambiental como a prática da cidadania e 10% definiram a educação ambiental como um tema a ser desenvolvido (MARQUES, 2011). SETIMO QUESTIONAMENTO: A SUA ESCOLA DESENVOLVE PROJETOS OU ATIVIDADES SOBRE EDUCAÇÃO AMBIENTAL?QUAIS? QUESTIONÁRIO PRÉ-PALESTRA QUESTIONÁRIO PÓS-PALESTRA A figura 13 Percentual das respostas dos discentes Quando questionados se a sua escola desenvolve projetos ou atividades sobre educação ambiental?Quais? 56%34% 5% 5% Sim, reciclagem de papel Não, desenvolve outros tipos de projetos, mas nenhum ambiental Não sei Branco 42% 39% 5% 14% Sim, reciclagem, plantação Não Não sei Branco A figura 14 Percentual das respostas dos discentes Quando questionados se a sua escola desenvolve projetos ou atividades sobre educação ambiental?Quais?
  • 19. 27 Na sétima questão observou-se que, quando os discentes foram perguntados sobre se sua escola desenvolve projetos ou atividades sobre educação ambiental, 56% responderam que sim através reciclagem de papel, 34% responderam que a escola não desenvolve esse tipo de atividade e 5% responderam não sei. Nos resultados obtidos após a palestra, observou-se que 42% dos alunos responderam que sim, reciclagem e plantação, já 39% responderam que não, 5% responderam “não sei”. Segundo (LOUREIRO, 2003) os projetos que existem nas escolas sempre estão relacionados com a coleta seletiva. Estes acabam reproduzindo uma educação ambiental voltada para a reciclagem, sem discutir a relação produção/consumo. A questão ambiental esta presente em várias disciplinas e deveria estar sendo trabalhada em cada uma delas. Para que isso aconteça é necessário que tal tema seja inserido de forma integrada, tanto com os docentes, como para os discentes (Lopes, 2000). Estudos semelhantes revelam que quando os participantes foram questionados se a escola utiliza metodologias para o desenvolvimento de questões ambientais, 40% responderam que o tema é trabalhado através de projetos desenvolvidos ao longo do ano letivo. Cabe observar que alguns projetos não são concluídos e chegam ao final de forma fragmentada. Já 35% dos entrevistados responderam que o tema é desenvolvido por meio da interdisciplinarmente e 25% dos participantes, dizem que a questão ambiental vem sendo trabalhada de forma descontextualizada (Marques, K. 2011).
  • 20. 28 OITAVO QUESTIONAMENTO: VOCÊ SABE O QUE É RECICLAGEM? QUESTIONÁRIO PRÉ-PALESTRA QUESTIONÁRIO PRÉ-PALESTRA A figura 15: Percentual das respostas dos discentes quando questionados se eles sabiam o que é reciclagem. Quando questionados se sabem o que é reciclagem, 94% dos discentes responderam que sim, é você voltar a utilizar algo que se tinha perdido no lixo, reaproveitamento de coisas que para nós não tinha mais valor e 3% responderam não. Nos resultados obtidos no questionário pós-palestra observou-se que quando os discentes foram abordados sobre a definição de reciclagem, 85% responderam que é a transformação de lixo em novos produtos, já 9% responderam que é uma forma de diminuir os problemas ambientais e 6% deixaram a pergunta em branco. Estudos mostram que quando os entrevistados foram questionados sobre o que é reciclagem, 56% responderam que é o reaproveitamento do lixo, 25% responderam inadequadamente a pergunta, 11% dizem que servem para reduzir o lixo e gerar empregos, 4% diz que a reciclagem é muito importante para o meio ambiente e 4% não responderam (Marques, K. 2011). As questões ambientais tais como a reciclagem não são só de caráter informativo, mas de desenvolvimento de ações, hábitos e atitudes que influencie na formação do individuo e que defenda o uso sustentável dos recursos naturais não renováveis ( SANTOS, R.. 2005). 94% 3% 3% Sim, é você voltar a ultlizar algo que se tinha perdido no lixo. Reaproveitamento de coisas que para nós não tinha mais valor Não Branco 85% 9% 6% É a transformação de lixo em novos produtos. É uma forma de diminuir os problemas ambientais Branco A figura 16: Percentual das respostas dos discentes quando questionados se eles sabiam o que é reciclagem.
  • 21. 29 NONO QUESTIONAMENTO: DÊ EXEMPLOS DE MATERIAIS QUE PODEM SER RECICLADOS. QUESTIONÁRIO PRÉ-PALESTRA QUESTIONÁRIO PÓS-PALESTRA A figura 17: Percentual das respostas dos discentes foram solicitados a darem exemplos de materiais que podem ser reciclados. Reciclar garrafas pets e papel foi a resposta de 100% dos discentes antes da palestra. Após a palestra, 97% responderam garrafas pet, papéis, papelão e outros, já 3% responderam materiais orgânicos. Reciclagem é resultado de um processo no qual os materiais que poderiam ir para o lixo são resgatados e transformados em novos objetos. Tais objetos podem ser papéis, garrafa pet, papelão e outros. Os benefícios são diversos, reduz a quantidade de lixo, preservam os recursos naturais, evitam a extração de água e economiza água e energia (GRIPPI. 2001). Estudos mostram que quando os alunos são solicitados a dar exemplos de matérias que poderiam ser reciclados 23% responderam papéis e papelão, 22% responderam garrafas pet e plásticos, 21% disseram que matais, 18% falaram em vidro,11% em pneu, 5% mencionaram pilhas e baterias (Marques, K. 2011). 100% Garrafa Pet e papel 97% 3% Garrafas pet, papéis, papelão e outros. Materiais orgânicos A figura 18: Percentual das respostas dos discentes foram solicitados a darem exemplos de materiais que podem ser reciclados.
  • 22. 30 DÉCIMO QUESTIONAMNETO: VOCÊ ACHA IMPORTANTE RECICLAR PAPEL? POR QUÊ? QUESTIONÁRIO PRÉ-PALESTRA QUESTIONÁRIO PRÉ-PALESTRA A figura 19: Percentual das respostas dos discentes foram questionados sobre a importância de reciclar papel. 96% dos discentes responderam que “sim, por que desenvolve mais empregos e ajuda a preservar o meio ambiente” e 2% responderam que “não, porque não”. Nos resultados obtidos no questionário aplicado após a palestra, observou-se que quando os discentes foram questionados sobre a importância de reciclar papel 97% responderam que “sim por que diminuir o desmatamento”. Em estudos semelhantes observou-se que 46% das respostas dizem que a reciclagem além de ser uma fonte de renda ela ensina as pessoas a reutilizarem o lixo, 23% dizem reduz o desperdício e a quantidade de lixo que seriam lançados aos lixões, 14% responderam que não deixa o meio ambiente poluído, 15 foram respostas inadequadas 2% em branco (Marques, Keite. 2011). Atualmente, tudo o que consumimos necessita de embalagem de papel. Tais embalagens causam prejuízos sérios ao meio ambiente: consomem recursos naturais; causam poluição no processo de produção; e criam um enorme problema quando se torna lixo, por isso sente-se a necessidade de trabalhar o tema em sala de aula (RIBEIR.1994). 96% 2%2% Sim, por que desenvolve mais empregos e ajuda a preservar o meio ambiente Não, porque não Branco 97% 3% Sim, por que diminui o desmatament o Branco A figura 20: Percentual das respostas dos discentes foram questionados sobre a importância de reciclar papel.
  • 23. 31 6 CONCLUSÃO Através da pesquisa realizada na Escola de Ensino Médio Filgueiras Lima, conclui-se que é indispensável para a formação dos alunos a inserção de práticas de Educação Ambiental no âmbito escolar, pois os resultados analisados revelam que os entrevistados mostram-se preocupados com o meio ambiente. O trabalho que foi desenvolvido com os discentes mostrou-se eficiente, pois após a palestra e a oficina de reciclagem de papel os discentes mostraram um melhor domínio em relação ao tema Educação Ambiental e reciclagem de papel obtendo-se respostas satisfatórias no segundo questionário. Tal resultado viabiliza a sensibilização e a mudança de comportamento por parte dos alunos. Dessa forma, faz-se necessário que a escola continue inserindo práticas de Educação Ambiental tendo um papel fundamental para formação cidadã dos discentes, com função mudar a relação homem- meio ambiente.
  • 24. 32 7 REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFICAS ANDRADE, MIGUEL ÂNGELO. Educação ambiental no centro estadual de educação continuada – cesec – betim / mg. 2009. Disponivel em:< http://www.pucminas.br/graduacao/cursos/arquivos/ARE_ARQ_REVIS_ELETR2010052516 4240.pdf?PHPSESSID=da34ce52f4e332d26f3b427f5e3a7951> Acesso em: 24 maio 2013. BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais: Meio ambiente e Saúde. Brasil. Secretaria de Educação Fundamental. Volume 09. Brasília. 128p. 1997. CASTRO, M. A reciclagem no contexto escolar. 2004. Disponivel em: < www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/pde/arquivos/448-4.pdf>. Acesso em: 22 abril 2013. FERRAZ, J. O papel nosso de cada dia. Disponivel em:< http://www.cnpma.embrapa.br/down_hp/408.pdf>. Acesso em: 25 maio 2013. HAYASAKA, E. A origem do Papel. Disponivel em:< http://www2.ibb.unesp.br/museu_escola/ensino_fundamental/origami/documentos/indice_ori gami_papel.htm>. Acesso em: 25 maio 2013. JÚNIOR, C. Composição química do papel. 2011. Disponivel em:< http://professorcezariojr.blogspot.com.br/2011/08/curiosidades-xviii.html>. Acesso em: 20 maio 2013. MEDEIROS, A.; MENDONÇA, MARIA M. A Importância da educação ambiental na escola nas séries iniciais. 2011. Disponivel em:< http://revista.fmb.edu.br/index.php/fmb/article/view/2/2>. Acesso em: 09 maio 2013. MEDEIROS, J. Mudanças climáticas e desenvolvimento sustentável. MEIRELES, C. A Origem do Papel. Disponivel em:< http://catarinameireles.no.sapo.pt/A_Origem_do_Papel.htm>. Acesso em: 15 maio 2013.
  • 25. 33 PERETTI, V. Educação ambiental nas séries iniciais do ensino fundamental. 2012. Disponivel em:< http://www.unicruz.edu.br/seminario/artigos/humanas/EDUCA%C3%87%C3%83O%20AM BIENTAL%20NAS%20S%C3%89RIES%20INICIAIS%20DO%20ENSINO%20FUNDAM ENTAL.pdf>. Acesso em: 24 abril 2013. ROSIMARI A.. A Educação Ambiental na Escola. 2004. Disponivel em:< http://www.cdcc.usp.br/ciencia/artigos/art_26/eduambiental.html> Acesso em: 11 maio 2013. SOARES, G; MATTOS, J. A importância da educação ambiental nas escolas. 2013. Disponivel em:< http://www.pedagogiaaopedaletra.com.br/posts/a-importancia-da-educacao- ambiental-nas-escolas-2/>. Acesso em: 02 maio 2013. SOUZA, L. Composição química do papel. Disponivel em:< http://www.mundoeducacao.com.br/quimica/composicao-quimica-papel.htm.> Acesso em: 16 maio 2013. _______: IDEC. O papel e os impactos de sua produção no ambiente. 2013. Disponivel em:< http://www.ecolnews.com.br/papel.htm> Acesso em: 03 jinho 2013. _______, Produção de papel – custos e consequências. Disponivel em:< http://tiposdepapel.com/producao-de-papel-custos-e-consequencias/> Acesso em: 26 maio 2013. _______. Responsabilidade Social. Disponivel em:< http://www.softtrade.com.br/Sobre/ResponsabilidadeSocial.aspx>. Acesso em: 03 junho 2013. _______. Disponivel em:< http://www.fascinioegito.sh06.com/papiros.htm>. Acesso em 01de junho de 2013
  • 26. 34 UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ - UECE FACULDADE DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIAS E LETRAS DE IGUATU - FECLI CURSO DE LICENCIATURAEM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS APÊNDICE A – QUESTIONÁRIO Este questionário busca avaliar o conhecimento dos alunos do 3° ano do Ensino Médio da Escola de Ensino Médio Filgueiras Lima sobre meio ambiente e reciclagem de papel. Os dados aqui anotados serão utilizados na elaboração de minha monografia de conclusão do Curso de Licenciatura em Ciências Biológicas. Não é necessário identificar seu nome. Obrigado pela colaboração. Héryman Paulino QUESTÕES: 1. O que você entende por meio ambiente? _______________________________________________________________________________ _______________________________________________________________________________ 2. Você acha importante preservar o meio ambiente? Justifique sua resposta. _______________________________________________________________________________ _______________________________________________________________________________ 3. Na sua opinião, quem são os principais responsáveis pelos problemas ambientais? _______________________________________________________________________________ _______________________________________________________________________________ 4. Cite exemplos de problemas ambientais. _______________________________________________________________________________ _______________________________________________________________________________ 5. O que é Educação Ambiental? _______________________________________________________________________________ _______________________________________________________________________________ 6. Você sabe o que é reciclagem?
  • 27. 35 _______________________________________________________________________________ _______________________________________________________________________________ 7. Você acha importante reclicar o papel? Por quê? _______________________________________________________________________________ _______________________________________________________________________________ 8. De que maneira você pode contribuir para preservar o meio ambiente? _______________________________________________________________________________ _______________________________________________________________________________ 9. Dê exemplo de materiais que podem ser reciclados. _______________________________________________________________________________ _______________________________________________________________________________ 10. A sua escola desenvolve projetos ou atividades sobre Educação Ambiental? Quais? _______________________________________________________________________________ _______________________________________________________________________________
  • 28. 36 APÊNDICE B - TERMO DE AUTORIZAÇÃO PARA REALIZAÇÃO DA PESQUISA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ-UECE FACULDADE DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIAS E LETRAS DE IGUATU-FECLI CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Eu, Antônia Héryman Paulino de Oliveira estou realizando um estudo, sob orientação da Professora Dra. Alana Cecília de Menezes Sobreira, com a finalidade de contribuir para formação dos discentes da Escola de Ensino Médio Filgueiras Lima localizada no município de Iguatu-Ce, através de palestras e oficinas de reciclagem de papel, para mostrar a importância da conservação do meio ambiente. Desse modo solicitamos, por meio deste, a autorização para a realização da pesquisa, intitulada “EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO AMBITO ESCOLAR: OFICINA DE RECICLAGEM DE PAPEL COMO ATIVIDADE PRATICA NA ESCOLA DE ENSINO MÉDIO FILGUEIRAS LIMA” à Direção da referida Escola. Eu, __________________________________________________ RG n° __________________________________ ciente das informações recebidas, concordo com a coleta de dados da pesquisa intitulada “EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO AMBITO ESCOLAR: OFICINA DE RECICLAGEM DE PAPEL COMO ATIVIDADE PRATICA NA ESCOLA DE ENSINO MÉDIO FILGUEIRAS LIMA” que será realizada sob responsabilidade de Antônia Héryman Paulino de Oliveira graduanda do curso de Ciências Biológicas da Universidade Estadual do Ceará/UECE – Faculdade de Educação, Ciências e Letras de Iguatu/FECLI, pois fui informada de que em nenhum momento, a instituição estará exposta a riscos causados pela liberação do estudo. Estou ciente também de que os resultados encontrados no estudo serão usados apenas para fins científicos. Fui informado de que a instituição não terá nenhum tipo de despesa ou gratificação pela referida participação nesta pesquisa, e de que terei acesso aos resultados publicados em períodos científicos. Tendo exposto concordo voluntariamente em autorizar a execução da pesquisa na Escola de Ensino Médio Filgueiras Lima. __________________________________ Diretor Geral- Francisco Barreto de Oliveira Filho Pedagoga- Joelma Uchoa Pinheiro
  • 30. 38 APÊNDICE C - TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE E ESCLARECIDO UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ-UECE FACULDADE DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIAS E LETRAS DE IGUATU-FECLI CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Prezado (a) Sr. (a): Eu, Antônia Héryman Paulino de Oliveira, acadêmica do XIII semestre do Curso de Graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual do Ceará (UECE), Faculdade de Educação Ciências e Letras de Iguatu (FECLI), sob orientação da profª. Dra. Alana Cecília de Menezes Sobreira, estou desenvolvendo uma pesquisa cujo título é “EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO AMBITO ESCOLAR: OFICINA DE RECICLAGEM DE PAPEL COMO ATIVIDADE PRATICA NA ESCOLA DE ENSINO MÉDIO FILGUEIRAS LIMA” que tem como objetivo geral: avaliar os níveis de conhecimentos dos alunos do 3º ano da Escola de Ensino Médio Filgueiras Lima no município de Iguatu-CE a respeito da preservação do meio ambiente, após palestras e oficinas de reciclagem de papel. Por essa razão, o Sr. (a) está sendo convidado (a) a participar da pesquisa. Sua participação consistirá em responder a um questionário, com quinze questões. O tipo de procedimento apresenta um risco mínimo que será reduzido mediante esclarecimentos detalhados sobre o intuito e objetivos desta pesquisa. Os benefícios esperados com o estudo são no sentido de contribuir para a disseminação de conhecimentos a toda a comunidade acadêmica, principalmente aos gestores das escolas, professores, visto que esses dados podem contribuir para o desenvolvimento de estratégias que impacte na educação desses alunos. Todas as informações fornecidas por você serão utilizadas somente para esta pesquisa. Suas respostas serão confidenciais e seu nome não aparecerá no questionário e nem quando os resultados forem apresentados. A sua participação na pesquisa é voluntária. Caso você autorize a participação, não receberá nenhuma compensação financeira, também não sofrerá qualquer prejuízo se não aceitar ou se desistir após ter iniciado a pesquisa. Se o (a) Sr. (a) estiver de acordo deverá assinar esse Termo. Iguatu - Ce, _______ de ________________ de 2013. __________________________________________ Assinatura do Responsável