SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 5
Baixar para ler offline
EBI de Mourão
                                          Ficha Informativa com atividades: PARATEXTOS
                                                              Professora Vanda Barreto


PARATEXTOS
      Paratextos são elementos que estão para além do texto, ou seja,
informações que acompanham uma obra e que contribuem para a motivação
da sua aquisição ou leitura.
      Consideram-se paratextos, entre outros, os seguintes:


            1. A CAPA:
      Revestimento inicial de um livro (em papel, cartão, pele...) onde surge a
indicação do título, do(s) nome(s) do(s) autor(es), do editor, da coleção e por
vezes a ilustração apelativa e ilustrativa do conteúdo da obra.


            2. A CONTRACAPA:
      Revestimento final do livro (em papel, cartão, pele...) onde surgem
informações sobre o autor, um excerto da obra ou ainda uma síntese ou
comentário crítico do livro, o que torna apetecível a sua leitura.


            3. A LOMBADA:
      Parte do livro que segura a capa e contracapa, funcionando como um
dorso. Pode conter o nome do autor, o título e outros elementos.


            4. O TÍTULO:
      Elemento paratextual fundamental de identificação de um texto:
          a) não literário - o título expressa o conteúdo semântico geral e
dominante      do   texto,   sendo   simultaneamente    informativo    e   apelativo;
corresponde geralmente a uma frase e reparte-se pelos seguintes tipos: título
síntese (sem verbo conjugado); títulos descritivos (com verbo conjugado);
títulos sugestivos (predominam a função fática e apelativa; vulgarmente, sem
verbo);
          b) literário - o título pode realçar, explícita ou implicitamente, uma
categoria da narrativa (personagem, ação, espaço, tempo) e classificar a obra
quanto ao género literário; ou pode, numa formulação evasiva, exigir esforços


                                      Página 1
EBI de Mourão
                                        Ficha Informativa com atividades: PARATEXTOS
                                                            Professora Vanda Barreto


de interpretação acrescidos ao leitor, conduzindo-o ao levantamento de
hipóteses de leitura a invalidar no processo de interpretação da obra.


          5. O ÍNDICE:
      Listagem discriminada da denominação de unidades ou elementos
constitutivos de uma publicação, com indicação da página respetiva e com uma
determinada ordem. O Índice pode estar no início ou no fim da obra.
      a) os elementos surgem referenciados pela ordem em que surgem no
corpo da obra - índice geral (segue-se, portanto a ordem da paginação);
       b) os elementos inventariados são nomes de autores citados e surgem
ordenados alfabeticamente - índice onomástico;
       c) os elementos listados são assuntos tratados em momentos diversos
do texto e ordenam-se alfabeticamente - índice ideográfico ou remissivo.


          6. A NOTA DE RODAPÉ:
      Conjunto de anotações/observações, necessárias à compreensão de um
texto, surgindo, geralmente, em formato ligeiramente mais reduzido, no fundo
da página, separadas por um filete ou no fim da publicação. Tem, entre outras
finalidades, a de indicar a fonte das citações, acrescentar indicações
bibliográficas de reforço e informações suplementares ou marginais ao texto
principal, assim como alargar e/ou circunscrever afirmações do texto.
      Deves conhecer o significado de algumas referências como:
      op. cit. (obra já citada);
      id. ou idem: o(a) mesmo(a) autor(a) e obra;
      ibid. ou ibidem: o(a) mesmo(a) autor(a) e obra e passagem do livro.


          7. O PREFÁCIO:
      Elemento paratextual reservado:
      a) à exposição das motivações, circunstâncias, objetivos, justificações
de opções, etapas que presidiram à constituição de uma produção textual,
dada a público (da responsabilidade do autor);



                                    Página 2
EBI de Mourão
                                            Ficha Informativa com atividades: PARATEXTOS
                                                                Professora Vanda Barreto


        b) à apreciação valorativa da obra, de âmbito literário ou científico, e do
mérito do autor (segmento redigido por alguém, que não o autor, dado como
conhecedor da obra, da área temática em que aquela se inscreve e,
possivelmente, do percurso de trabalho aí implicado).


            8. O POSFÁCIO:
        Elemento paratextual de esclarecimento ou advertência que surge, na
parte   final   de   uma   obra,   em     secção       autónoma,   sem     que   tenha
necessariamente de ser escrito pelo autor. Aparece, por norma, assinado e
com indicação do local e data de redação.


            9. O GLOSSÁRIO:
        Consiste     num   dicionário     ou   lista    de   vocabulário     ordenado
alfabeticamente que explica palavras pouco comuns ou com alguma
especificidade.
        1. Dicionário que repertoria palavras raras ou pouco conhecidas,
acompanhadas de uma pequena definição ou de uma tradução.
        2. Léxico formado de termos utilizados por um autor, por uma ciência ou
uma técnica, dentro de um domínio especializado.


            10. A BIBLIOGRAFIA:
        Enumeração das obras a que direta ou indiretamente se faz referência
num texto de natureza científica. Esta secção, localizada na parte final de um
trabalho, deve conter todos os dados bibliográficos necessários, dispostos por
ordem alfabética do apelido do autor, obedecendo a determinadas regras
gerais. Na referência de livros, utilizam-se cinco tipos que diferem apenas na
disposição das informações relativas à obra, mas qualquer desses tipos
deverão obrigatoriamente mencionar os seguintes elementos e pela ordem
seguinte:
        - Nome do autor (apelido em maiúsculas, seguido de nome próprio em
minúsculas);



                                        Página 3
EBI de Mourão
                                            Ficha Informativa com atividades: PARATEXTOS
                                                                Professora Vanda Barreto


       - Um texto ou capítulo extraído de uma obra, entres aspas;
       - Título e subtítulo da obra destacados em itálico, ou quando
manuscrito, sublinhado;
       - Número do Volume caso se trate de um livro pertencente a uma obra
com vários volumes;
       - nº de edição (indicação facultativa, se houver várias),
       - nome da editora,
       - local de edição (se não consta no livro, escrever s.l., sem local),
       - data de edição (se no livro não consta, escrever s.d., sem data),
       - número de páginas e eventual número de volumes de que a obra se
compõe (indicação facultativa),
       - coleção (indicação facultativa),
       - tradução (se o livro está em língua estrangeira e existe uma tradução
portuguesa, especifica-se o nome do tradutor, o título português, local de
edição, editor, data de edição - indicação facultativa).
       Exemplos:
       SEARLE, John, Speech Acts. An Essay in the Philosophy of Language,
Cambridge, Cambridge University Press, 1969.


       REIS, Carlos e LOPES, Ana Cristina M., «Conto», Dicionário de
Narratologia, 7ª edição, Livraria Almedina, Coimbra, 2002, pp. 78-81.


       ATIVIDADES:


A. Observa os diversos paratextos que compõem um livro e indica se as frases
   seguintes são verdadeiras ou falsas.
1) Um índice onomástico é um índice que segue a ordem da paginação.
2) A capa e contracapa devem ser apelativas.
3) O título é geralmente longo e complexo.
4) O   glossário   é   uma    lista   de    palavras    pouco    usuais,    ordenadas
   alfabeticamente e com a devida explicação.



                                      Página 4
EBI de Mourão
                                          Ficha Informativa com atividades: PARATEXTOS
                                                              Professora Vanda Barreto


5) A capa e a contracapa de um livro não são relevantes.
6) Só o autor pode escrever o prefácio.
7) O Índice tem de vir obrigatoriamente no início da obra.
8) As notas de rodapé servem para esclarecer, completar ou especificar uma
   informação.
9) O posfácio consiste num texto de esclarecimento ou comentário situado no
   início do livro.
10) O posfácio é sempre datado.


B. Com os elementos indicados, organiza corretamente as indicações
   biográficas.
      Publicações Dom Quixote, Novos Contos da Montanha, Miguel Torga,
Lisboa, pp. 99-106, «O sésamo», Fevereiro de 2002, 5ª edição.


C. Observa, agora, os vários paratextos que compõem o livro de leitura
   obrigatória.
      a) Descreve os elementos da capa, da lombada e da contracapa.
      b) Refere os elementos incluídos na folha de rosto.
      c) Consulta a ficha técnica e indica o título original da obra e o nome do
          tradutor.
      d) Lê a sinopse e/ou o texto introdutório e indica:
                  o texto que serviu de inspiração à obra (9ºano);
                  o nome de algumas personagens;
                  o elemento central da narrativa.




                                     Página 5

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Resumo resenha parafrases_artigos_cientificos
Resumo resenha parafrases_artigos_cientificosResumo resenha parafrases_artigos_cientificos
Resumo resenha parafrases_artigos_cientificosLuiza Lira
 
Modelo de fichamento de leitura
Modelo de fichamento de leituraModelo de fichamento de leitura
Modelo de fichamento de leituraDiego Fruscalso
 
Metodologia científica fichamentos
Metodologia científica   fichamentosMetodologia científica   fichamentos
Metodologia científica fichamentosVitoria Cancelli
 
Fichamento, Seminário e Debate.
Fichamento, Seminário e Debate.Fichamento, Seminário e Debate.
Fichamento, Seminário e Debate.João Gabriel Sousa
 
Resumos e fichamentos - TCC - versão pública
Resumos e fichamentos - TCC - versão públicaResumos e fichamentos - TCC - versão pública
Resumos e fichamentos - TCC - versão públicaErika Zuza
 
Fichamento
FichamentoFichamento
FichamentoLxa Alx
 
04 resumo,resenha,fichamento
04 resumo,resenha,fichamento04 resumo,resenha,fichamento
04 resumo,resenha,fichamentoJoao Balbi
 
Aula fichamento e resenha
Aula  fichamento e resenhaAula  fichamento e resenha
Aula fichamento e resenhaArisdelia
 
Apostila comunicacao-e-expressao
Apostila comunicacao-e-expressaoApostila comunicacao-e-expressao
Apostila comunicacao-e-expressaoAnne Clea Lima
 
Planificação 7º ano 2013-14
Planificação 7º ano 2013-14Planificação 7º ano 2013-14
Planificação 7º ano 2013-14Isabel Almeida
 

Mais procurados (20)

Resumo resenha parafrases_artigos_cientificos
Resumo resenha parafrases_artigos_cientificosResumo resenha parafrases_artigos_cientificos
Resumo resenha parafrases_artigos_cientificos
 
Modelo de fichamento de leitura
Modelo de fichamento de leituraModelo de fichamento de leitura
Modelo de fichamento de leitura
 
Fichamento
FichamentoFichamento
Fichamento
 
Fichamentos
FichamentosFichamentos
Fichamentos
 
Metodologia científica fichamentos
Metodologia científica   fichamentosMetodologia científica   fichamentos
Metodologia científica fichamentos
 
Como realizar o fichamento
Como realizar o fichamentoComo realizar o fichamento
Como realizar o fichamento
 
Como Fazer Fichamento
Como Fazer FichamentoComo Fazer Fichamento
Como Fazer Fichamento
 
Fichamento, Seminário e Debate.
Fichamento, Seminário e Debate.Fichamento, Seminário e Debate.
Fichamento, Seminário e Debate.
 
Resumos e fichamentos - TCC - versão pública
Resumos e fichamentos - TCC - versão públicaResumos e fichamentos - TCC - versão pública
Resumos e fichamentos - TCC - versão pública
 
Fichamento
FichamentoFichamento
Fichamento
 
Fichamento
FichamentoFichamento
Fichamento
 
04 resumo,resenha,fichamento
04 resumo,resenha,fichamento04 resumo,resenha,fichamento
04 resumo,resenha,fichamento
 
Fichamento e artigo acadêmico
Fichamento e artigo acadêmicoFichamento e artigo acadêmico
Fichamento e artigo acadêmico
 
Artigo cientifico
Artigo cientificoArtigo cientifico
Artigo cientifico
 
Resumo acadêmico
Resumo acadêmicoResumo acadêmico
Resumo acadêmico
 
Fichamento
FichamentoFichamento
Fichamento
 
Aula fichamento e resenha
Aula  fichamento e resenhaAula  fichamento e resenha
Aula fichamento e resenha
 
Resenha
ResenhaResenha
Resenha
 
Apostila comunicacao-e-expressao
Apostila comunicacao-e-expressaoApostila comunicacao-e-expressao
Apostila comunicacao-e-expressao
 
Planificação 7º ano 2013-14
Planificação 7º ano 2013-14Planificação 7º ano 2013-14
Planificação 7º ano 2013-14
 

Semelhante a Paratextos

Como fazer um fichamento
Como fazer um fichamentoComo fazer um fichamento
Como fazer um fichamentoLxa Alx
 
Trabalho final de a.p.14.15
Trabalho final de a.p.14.15Trabalho final de a.p.14.15
Trabalho final de a.p.14.15ap3bmachado
 
Fichas e técnicas trabalho escrito
Fichas e técnicas   trabalho escritoFichas e técnicas   trabalho escrito
Fichas e técnicas trabalho escritoBeco
 
Aula 27.10.18
Aula  27.10.18Aula  27.10.18
Aula 27.10.18maloa
 
Como apresentar um trabalho escrito
Como apresentar um trabalho escritoComo apresentar um trabalho escrito
Como apresentar um trabalho escritoCamila Clivati
 
D1 - Fernanda Rocha Valim - Introdução a Pesquisa Científica - Aula 2 - Regra...
D1 - Fernanda Rocha Valim - Introdução a Pesquisa Científica - Aula 2 - Regra...D1 - Fernanda Rocha Valim - Introdução a Pesquisa Científica - Aula 2 - Regra...
D1 - Fernanda Rocha Valim - Introdução a Pesquisa Científica - Aula 2 - Regra...Jordano Santos Cerqueira
 
MODELO-DE-ARTIGO-CIENTIFICO RONI.doc
MODELO-DE-ARTIGO-CIENTIFICO RONI.docMODELO-DE-ARTIGO-CIENTIFICO RONI.doc
MODELO-DE-ARTIGO-CIENTIFICO RONI.docAnaCarolinaVCSantos
 
MODELO DE ARTIGO CIENTIFICO DE TCC FAVENI
MODELO DE ARTIGO CIENTIFICO DE TCC FAVENIMODELO DE ARTIGO CIENTIFICO DE TCC FAVENI
MODELO DE ARTIGO CIENTIFICO DE TCC FAVENIcantaAcara
 
MODELO-DE-ARTIGO-CIENTIFICO-2.doc
MODELO-DE-ARTIGO-CIENTIFICO-2.docMODELO-DE-ARTIGO-CIENTIFICO-2.doc
MODELO-DE-ARTIGO-CIENTIFICO-2.docdyeisin
 
Como elaborar um trabalho de pesquisa
Como elaborar um trabalho de pesquisaComo elaborar um trabalho de pesquisa
Como elaborar um trabalho de pesquisaBibJoseRegio
 
Como elaborar trabalho pesquisa
Como elaborar trabalho pesquisaComo elaborar trabalho pesquisa
Como elaborar trabalho pesquisaBibJoseRegio
 
Guião referências bibliográficas
Guião referências bibliográficasGuião referências bibliográficas
Guião referências bibliográficasAnaigreja
 
Contruindo monografia
Contruindo monografiaContruindo monografia
Contruindo monografiaHEIDYJEAN
 

Semelhante a Paratextos (20)

Como fazer um fichamento
Como fazer um fichamentoComo fazer um fichamento
Como fazer um fichamento
 
Trabalho final de a.p.14.15
Trabalho final de a.p.14.15Trabalho final de a.p.14.15
Trabalho final de a.p.14.15
 
Apostila2
Apostila2Apostila2
Apostila2
 
Fichas e técnicas trabalho escrito
Fichas e técnicas   trabalho escritoFichas e técnicas   trabalho escrito
Fichas e técnicas trabalho escrito
 
Resumo das normas da abnt
Resumo das normas da abntResumo das normas da abnt
Resumo das normas da abnt
 
Aula 27.10.18
Aula  27.10.18Aula  27.10.18
Aula 27.10.18
 
Artigos cientificos
Artigos cientificosArtigos cientificos
Artigos cientificos
 
Como apresentar um trabalho escrito
Como apresentar um trabalho escritoComo apresentar um trabalho escrito
Como apresentar um trabalho escrito
 
D1 - Fernanda Rocha Valim - Introdução a Pesquisa Científica - Aula 2 - Regra...
D1 - Fernanda Rocha Valim - Introdução a Pesquisa Científica - Aula 2 - Regra...D1 - Fernanda Rocha Valim - Introdução a Pesquisa Científica - Aula 2 - Regra...
D1 - Fernanda Rocha Valim - Introdução a Pesquisa Científica - Aula 2 - Regra...
 
Bibliobeiriz gp-referencias-bibliograficas1
Bibliobeiriz gp-referencias-bibliograficas1Bibliobeiriz gp-referencias-bibliograficas1
Bibliobeiriz gp-referencias-bibliograficas1
 
Normas abnt resumos
Normas abnt   resumosNormas abnt   resumos
Normas abnt resumos
 
MODELO-DE-ARTIGO-CIENTIFICO RONI.doc
MODELO-DE-ARTIGO-CIENTIFICO RONI.docMODELO-DE-ARTIGO-CIENTIFICO RONI.doc
MODELO-DE-ARTIGO-CIENTIFICO RONI.doc
 
MODELO DE ARTIGO CIENTIFICO DE TCC FAVENI
MODELO DE ARTIGO CIENTIFICO DE TCC FAVENIMODELO DE ARTIGO CIENTIFICO DE TCC FAVENI
MODELO DE ARTIGO CIENTIFICO DE TCC FAVENI
 
MODELO-DE-ARTIGO-CIENTIFICO-2.doc
MODELO-DE-ARTIGO-CIENTIFICO-2.docMODELO-DE-ARTIGO-CIENTIFICO-2.doc
MODELO-DE-ARTIGO-CIENTIFICO-2.doc
 
Como elaborar um trabalho de pesquisa
Como elaborar um trabalho de pesquisaComo elaborar um trabalho de pesquisa
Como elaborar um trabalho de pesquisa
 
Como elaborar trabalho pesquisa
Como elaborar trabalho pesquisaComo elaborar trabalho pesquisa
Como elaborar trabalho pesquisa
 
Ficha de registo de leitura- sugestoes de atividades
Ficha de registo de leitura- sugestoes de atividadesFicha de registo de leitura- sugestoes de atividades
Ficha de registo de leitura- sugestoes de atividades
 
Guião referências bibliográficas
Guião referências bibliográficasGuião referências bibliográficas
Guião referências bibliográficas
 
Referências
ReferênciasReferências
Referências
 
Contruindo monografia
Contruindo monografiaContruindo monografia
Contruindo monografia
 

Mais de Vanda Marques (20)

Planif Anual 7.docx
Planif Anual 7.docxPlanif Anual 7.docx
Planif Anual 7.docx
 
A Tempestade
A TempestadeA Tempestade
A Tempestade
 
Poesias 7
Poesias 7Poesias 7
Poesias 7
 
A pontuação
A pontuaçãoA pontuação
A pontuação
 
A notícia
A notíciaA notícia
A notícia
 
As lendas
As lendasAs lendas
As lendas
 
Funções sintáticas 1
Funções sintáticas 1Funções sintáticas 1
Funções sintáticas 1
 
Formação de palavras
Formação de palavrasFormação de palavras
Formação de palavras
 
Ilha dos Amores
Ilha dos AmoresIlha dos Amores
Ilha dos Amores
 
A história da língua
A história da línguaA história da língua
A história da língua
 
Inês de castro
Inês de castroInês de castro
Inês de castro
 
Despedidas em belém
Despedidas em belémDespedidas em belém
Despedidas em belém
 
Contextualizando os lusiadas
Contextualizando os lusiadasContextualizando os lusiadas
Contextualizando os lusiadas
 
Consílio
ConsílioConsílio
Consílio
 
Adamastor
AdamastorAdamastor
Adamastor
 
A tempestade
A tempestadeA tempestade
A tempestade
 
A epopeia
A epopeiaA epopeia
A epopeia
 
Contextualizando os lusiadas
Contextualizando os lusiadasContextualizando os lusiadas
Contextualizando os lusiadas
 
Consílio
ConsílioConsílio
Consílio
 
Texto a abóbada
Texto a abóbadaTexto a abóbada
Texto a abóbada
 

Paratextos

  • 1. EBI de Mourão Ficha Informativa com atividades: PARATEXTOS Professora Vanda Barreto PARATEXTOS Paratextos são elementos que estão para além do texto, ou seja, informações que acompanham uma obra e que contribuem para a motivação da sua aquisição ou leitura. Consideram-se paratextos, entre outros, os seguintes: 1. A CAPA: Revestimento inicial de um livro (em papel, cartão, pele...) onde surge a indicação do título, do(s) nome(s) do(s) autor(es), do editor, da coleção e por vezes a ilustração apelativa e ilustrativa do conteúdo da obra. 2. A CONTRACAPA: Revestimento final do livro (em papel, cartão, pele...) onde surgem informações sobre o autor, um excerto da obra ou ainda uma síntese ou comentário crítico do livro, o que torna apetecível a sua leitura. 3. A LOMBADA: Parte do livro que segura a capa e contracapa, funcionando como um dorso. Pode conter o nome do autor, o título e outros elementos. 4. O TÍTULO: Elemento paratextual fundamental de identificação de um texto: a) não literário - o título expressa o conteúdo semântico geral e dominante do texto, sendo simultaneamente informativo e apelativo; corresponde geralmente a uma frase e reparte-se pelos seguintes tipos: título síntese (sem verbo conjugado); títulos descritivos (com verbo conjugado); títulos sugestivos (predominam a função fática e apelativa; vulgarmente, sem verbo); b) literário - o título pode realçar, explícita ou implicitamente, uma categoria da narrativa (personagem, ação, espaço, tempo) e classificar a obra quanto ao género literário; ou pode, numa formulação evasiva, exigir esforços Página 1
  • 2. EBI de Mourão Ficha Informativa com atividades: PARATEXTOS Professora Vanda Barreto de interpretação acrescidos ao leitor, conduzindo-o ao levantamento de hipóteses de leitura a invalidar no processo de interpretação da obra. 5. O ÍNDICE: Listagem discriminada da denominação de unidades ou elementos constitutivos de uma publicação, com indicação da página respetiva e com uma determinada ordem. O Índice pode estar no início ou no fim da obra. a) os elementos surgem referenciados pela ordem em que surgem no corpo da obra - índice geral (segue-se, portanto a ordem da paginação); b) os elementos inventariados são nomes de autores citados e surgem ordenados alfabeticamente - índice onomástico; c) os elementos listados são assuntos tratados em momentos diversos do texto e ordenam-se alfabeticamente - índice ideográfico ou remissivo. 6. A NOTA DE RODAPÉ: Conjunto de anotações/observações, necessárias à compreensão de um texto, surgindo, geralmente, em formato ligeiramente mais reduzido, no fundo da página, separadas por um filete ou no fim da publicação. Tem, entre outras finalidades, a de indicar a fonte das citações, acrescentar indicações bibliográficas de reforço e informações suplementares ou marginais ao texto principal, assim como alargar e/ou circunscrever afirmações do texto. Deves conhecer o significado de algumas referências como: op. cit. (obra já citada); id. ou idem: o(a) mesmo(a) autor(a) e obra; ibid. ou ibidem: o(a) mesmo(a) autor(a) e obra e passagem do livro. 7. O PREFÁCIO: Elemento paratextual reservado: a) à exposição das motivações, circunstâncias, objetivos, justificações de opções, etapas que presidiram à constituição de uma produção textual, dada a público (da responsabilidade do autor); Página 2
  • 3. EBI de Mourão Ficha Informativa com atividades: PARATEXTOS Professora Vanda Barreto b) à apreciação valorativa da obra, de âmbito literário ou científico, e do mérito do autor (segmento redigido por alguém, que não o autor, dado como conhecedor da obra, da área temática em que aquela se inscreve e, possivelmente, do percurso de trabalho aí implicado). 8. O POSFÁCIO: Elemento paratextual de esclarecimento ou advertência que surge, na parte final de uma obra, em secção autónoma, sem que tenha necessariamente de ser escrito pelo autor. Aparece, por norma, assinado e com indicação do local e data de redação. 9. O GLOSSÁRIO: Consiste num dicionário ou lista de vocabulário ordenado alfabeticamente que explica palavras pouco comuns ou com alguma especificidade. 1. Dicionário que repertoria palavras raras ou pouco conhecidas, acompanhadas de uma pequena definição ou de uma tradução. 2. Léxico formado de termos utilizados por um autor, por uma ciência ou uma técnica, dentro de um domínio especializado. 10. A BIBLIOGRAFIA: Enumeração das obras a que direta ou indiretamente se faz referência num texto de natureza científica. Esta secção, localizada na parte final de um trabalho, deve conter todos os dados bibliográficos necessários, dispostos por ordem alfabética do apelido do autor, obedecendo a determinadas regras gerais. Na referência de livros, utilizam-se cinco tipos que diferem apenas na disposição das informações relativas à obra, mas qualquer desses tipos deverão obrigatoriamente mencionar os seguintes elementos e pela ordem seguinte: - Nome do autor (apelido em maiúsculas, seguido de nome próprio em minúsculas); Página 3
  • 4. EBI de Mourão Ficha Informativa com atividades: PARATEXTOS Professora Vanda Barreto - Um texto ou capítulo extraído de uma obra, entres aspas; - Título e subtítulo da obra destacados em itálico, ou quando manuscrito, sublinhado; - Número do Volume caso se trate de um livro pertencente a uma obra com vários volumes; - nº de edição (indicação facultativa, se houver várias), - nome da editora, - local de edição (se não consta no livro, escrever s.l., sem local), - data de edição (se no livro não consta, escrever s.d., sem data), - número de páginas e eventual número de volumes de que a obra se compõe (indicação facultativa), - coleção (indicação facultativa), - tradução (se o livro está em língua estrangeira e existe uma tradução portuguesa, especifica-se o nome do tradutor, o título português, local de edição, editor, data de edição - indicação facultativa). Exemplos: SEARLE, John, Speech Acts. An Essay in the Philosophy of Language, Cambridge, Cambridge University Press, 1969. REIS, Carlos e LOPES, Ana Cristina M., «Conto», Dicionário de Narratologia, 7ª edição, Livraria Almedina, Coimbra, 2002, pp. 78-81. ATIVIDADES: A. Observa os diversos paratextos que compõem um livro e indica se as frases seguintes são verdadeiras ou falsas. 1) Um índice onomástico é um índice que segue a ordem da paginação. 2) A capa e contracapa devem ser apelativas. 3) O título é geralmente longo e complexo. 4) O glossário é uma lista de palavras pouco usuais, ordenadas alfabeticamente e com a devida explicação. Página 4
  • 5. EBI de Mourão Ficha Informativa com atividades: PARATEXTOS Professora Vanda Barreto 5) A capa e a contracapa de um livro não são relevantes. 6) Só o autor pode escrever o prefácio. 7) O Índice tem de vir obrigatoriamente no início da obra. 8) As notas de rodapé servem para esclarecer, completar ou especificar uma informação. 9) O posfácio consiste num texto de esclarecimento ou comentário situado no início do livro. 10) O posfácio é sempre datado. B. Com os elementos indicados, organiza corretamente as indicações biográficas. Publicações Dom Quixote, Novos Contos da Montanha, Miguel Torga, Lisboa, pp. 99-106, «O sésamo», Fevereiro de 2002, 5ª edição. C. Observa, agora, os vários paratextos que compõem o livro de leitura obrigatória. a) Descreve os elementos da capa, da lombada e da contracapa. b) Refere os elementos incluídos na folha de rosto. c) Consulta a ficha técnica e indica o título original da obra e o nome do tradutor. d) Lê a sinopse e/ou o texto introdutório e indica: o texto que serviu de inspiração à obra (9ºano); o nome de algumas personagens; o elemento central da narrativa. Página 5