Correio de luz julho-2014

400 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
400
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
225
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Correio de luz julho-2014

  1. 1. RISOTO DIA 27!!! Valor R$ 5,00 JÁ ENCOMENDOU O SEU? NÃO PERCA TEMPO, COMPRE LOGO!!!
  2. 2. EXPOSIÇÕES PÚBLICAS DOUTRINÁRIAS Terças-feiras às 20:00h Sábados às 15:00h Dia Expositior Tema 05 MARIZA (S.E.IRMÃ ROLICA) MARIZA (S.E.IRMÃ ROLICA) 12 MARGARETE(S.E. JOANA DEÂNGELIS) EGOISMO 19 INEZ LIVRE 26 PAULO MILINDRES Apoio Espiritual - Evangelho Segundo Espiritismo Segundas-Feiras das 20:00h às 20:45h ALÔ GÁS (55) 3032.0292 (55) 9652.6967 (55) 9972.4365 Dia Expositor Tema 01 FIGUEIREDO(A.E.OSCARPITHAN) CARACTERESDA PERRFEIÇÃO 08 EVANI (S.E.AMOR A JESUS) A LEI DEJUSTIÇA 15 LILIA (S.E.FRANCISCOCOSTA) OS NOSSOSFILHOSIMITTAM NOSOSEXEMPLOS 22 DULCIMAR (S.E.MENNABARRETO) FAMÍLIA 29 ROSANGELA(S.E. MENNABARRETO AS NOSSASQUALIDADESMORAIS Dia Expositior Tema 07 MARLENE / MARIA Obediência e Resignação CAP 09 E.S.E. 14 PAULO A Cólera CAP 09 E.S.E. 21 CARMEM Perdoai Para Que Deus Vos Perdoe CAP 10 E.S.E. 28 ANA MARIA Reconciliar-se com os Adversários CAP 10 E.S.E. PROJETO PRÓ-CONSTRUÇÃO POUPANÇA BANRISUL Nº. 4185311002 - AG.0369 SOCIEDADE ESPÍRITA SEMENTES DE LUZ Sede Própria – Fundada em 1º de maio de 1999 CNPJ nº 03739978/0001-68 – Filiada a FERGS sob. o nº 434 End.: Rua Apóstolo Lucas, 135 – Núcleo Central Nova Santa Marta Cep.97037-172 – Santa Maria/RS
  3. 3. A Religião do Futuro? Na questão 798 de “O Livro dos Espíritos”, Allan Kardec pergunta se “o Espiritismo tornar-se-á uma crença popular ou ficará circunscrito a algumas pessoas”, e Léon Denis em seu livro “No Invisível”, questiona se “o Espiritismo se tornará a religião do futuro”. Sintetizando a resposta dos Espíritos e a conclusão a que chegou o “filósofo da Doutrina Espírita”, podemos assegurar: não necessariamente se tornará a religião do futuro, mas certamente os princípios espíritas farão parte de todas as religiões, uma vez que estes princípios estão em a Natureza. Eis o resumo da Doutrina Espírita apresentado por Kardec em discurso proferido em novembro de 1868 à Sociedade de Estudos Espíritas de Paris: ... Crer num Deus todo poderoso, soberanamente justo e bom. Crer na imortalidade da alma e na sua preexistência como única justificativa do presente. Crer na pluralidade das existências como meio de expiação, de reparação e de progresso intelectual e moral. Crer na perfectibilidade dos seres mais imperfeitos. Na igual recompensa do bem e do mal, “a cada um segundo as suas obras”. Crer na igualdade da justiça para todos. Crer no livre-arbítrio, deixando ao homem a escolha entre o bem e o mal. Crer nas relações entre os planos da matéria e do espírito. Na solidariedade que religa todos os seres passados, presentes e futuros, encarnados e desencarnados; considerar a vida terrestre como transitória e uma das fases da vida do Espírito, que é eterno; aceitar corajosamente as provações, em vista do futuro mais feliz que o presente; praticar a caridade em todos os sentidos; esforçar-se para tornar-se melhor a cada dia; submeter todas as crenças ao livre exame da razão e não pela fé cega; respeitar todas as crenças sinceras e não violentar a consciência de ninguém, enfim, o Espiritismo é a religião que pode conciliar todos os cultos, com todas as maneiras de adorar a Deus... Quanto à resposta que os Espíritos deram a Kardec, acrescentaram que “o Espiritismo terá grandes lutas a sustentar, mais ainda contra o interesse que contra a convicção, porque não é preciso dissimular que há gente interessada em combatê-lo, uns por amor-próprio, outros por causas inteiramente materiais”. Entretanto, como nada pode obstar o progresso, e como os princípios espíritas estão em a natureza, fazendo parte das leis sábias, eternas e imutáveis do Criador, temos a convicção de que, num futuro talvez não muito distante, vamos ver sacerdotes das várias denominações, sem abrir mão dos seus cultos, ensinando a reencarnação, as leis de causa e efeito, a pluralidade dos mundos habitados e o intercâmbio entre os mundos da matéria e do Espírito em seus Templos, Mesquitas, Sinagogas e Igrejas. RESTAURANTE LA CAVE VIANDAS E MARMITEX Almoço das 11:00H às 13:30H Fone: 3212-9291
  4. 4. Evangelho no lar e no coração “Quando o Evangelho penetra o lar, o coração abre mais facilmente a porta ao Mestre Divino.” Emmanuel A importância do lar na educação moral É no lar que os Espíritos se reencontram, sob o mesmo teto, na condição de pais, filhos e irmãos; nesse ambiente, são oferecidas as oportunidades de novo aprendizado moral, possibilitando aos reencarnados exercitarem no campo afetivo, a fraternidade, a solidariedade, enfim, os sentimentos derivados do amor. Assim, a função educadora e regeneradora da família é extremamente delicada e importante, quando se atribui à reencarnação a oportunidade de ascensão na escala evolutiva, através de novas experiências, no campo intelectual e moral. Coerente com essa visão, afirma Emmanuel: “A melhor escola, ainda é o lar, onde a criatura deve receber as bases do sentimento e do caráter.” Vários Espíritos de escol se manifestaram sobre a validade e conveniência da reunião em torno do Evangelho de Jesus, no lar; dentre eles podemos citar: Emmanuel: “O culto do Evangelho no Lar não é uma inovação. É uma necessidade em toda parte, onde o Cristianismo lance raízes de aperfeiçoamento e sublimação. (…) Quando o ensinamento do Mestre vibre entre as quatro paredes de um templo doméstico, os pequeninos sacrifícios tecem a felicidade comum.” Bezerra de Menezes: “Trabalhemos pela implantação do Evangelho no Lar, quando estiver ao alcance de nossas possibilidades. (…) Trazer as claridades da Boa Nova ao templo da família é aprimorar todos os valores que a experiência terrestre nos pode oferecer.” Os espíritas, em particular, precisam compreender a necessidade do culto do Evangelho no Lar. Pelo menos, semanalmente, é aconselhável se reúna com os familiares ou com alguns parentes capazes de entender a importância da iniciativa, em torno da Doutrina Espírita, à Luz do Evangelho do Cristo e, sob a cobertura moral da oração. Joanna de Ângelis, também se manifestou a respeito desse assunto e esclarece: “Pelo menos uma vez por semana, reúne a tua família e felicita-a com o Espiritismo, criando, assim, e mantendo, o culto evangélico, para que a diretriz do Mestre seja eficiente rota de amor à sabedoria em tua casa. E prossegue: E se desejares felicidade, na Terra, incorpora-o ao teu lar, criando um clima de felicidade geral. Acende o sol do Evangelho em casa, reúne-te com os teus para orar e jamais triunfarão trevas em teu lar, em tua família, em teu coração.
  5. 5. “A prece torna melhor o homem? “Sim, porquanto aquele que ora com fervor e confiança se faz mais forte contra as tentações do mal e Deus lhe envia bons Espíritos para assisti-lo. É este um socorro que jamais se lhe recusa, quando pedido com sinceridade.” (O Livro dos Espíritos, questão 660.) “Através da prece, o homem atrai o concurso dos bons Espíritos, que vêm apoiá-lo em suas boas resoluções, e inspirar-lhe bons pensamentos. Adquire, assim, a força moral necessária para vencer as dificuldades e reentrar no caminho reto, se dele se afastou; e também assim pode desviar de si os males que atrairia por sua própria falta.” (O Evangelho Segundo o Espiritismo – cap. XXVII, item 11.)
  6. 6. 466. Por que permite Deus que Espíritos nos excitem ao mal? “Os Espíritos imperfeitos são instrumentos próprios a por em prova a fé e a constância dos homens na prática do bem. Como Espírito que és, tens que progredir na ciência do infinito. Daí o passares pelas provas do mal, para chegares ao bem. A nossa missão consiste em te colocarmos no bom caminho. Desde que sobre ti atuam influências más, é que as atrais, desejando o mal; porquanto os Espíritos inferiores correm a te auxiliar no mal, logo que desejes praticá-lo. Só quando queiras o mal, podem eles ajudar-te para a prática do mal. Se fores propenso ao assassínio, terás em torno de ti uma nuvem de Espíritos a te alimentarem no íntimo esse pendor. Mas outros também te cercarão, esforçando-se por te influenciarem para o bem, o que restabelece o equilíbrio da balança e te deixa senhor dos teus atos.” A.K.: É assim que Deus confia à nossa consciência a escolha do caminho que devamos seguir e a liberdade de ceder a uma ou outra das influências contrárias que se exercem sobre nós. Allan Kardec – O Livro dos Espíritos, q.466.
  7. 7. Maria N. F. de Lima ------dia 5 Janaina Medianeira-------dia 21

×