Affonso Reidy

4.805 visualizações

Publicada em

A escola de estudo se encontra no Conjunto Habitacional Pedregulhos, que proporcionava moradia, mercado, posto de saúde, escolas tanto maternais como fundamentais, e áreas de esporte e lazer para funcionários públicos de baixa renda; hoje muitas dessas não têm mais o funcionamento que tinham antes, pois ao decorrer do tempo foi virando um local meio "abandonado". Uma das escolas presentes no local leva o nome do Arquiteto que projetou todo o local - Affonso Reidy.

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.805
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
190
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Affonso Reidy

  1. 1. Escola Conjunto Residencial Pedregulhos Affonso Eduardo Reidy Gregório Andrade Ra: A719JF- 5 Julio Cesar Ra: A4038- 5Universidade Paulista – UNIP Marina C. Jorge Ra: A50EFA-6 Thaís D.C. Feliciano Ra: A510II-6Arquitetura e Urbanismo5º Sem/ 3º Ano – Turma PQDisciplina: Projeto de Edifício MultifuncionalProfª Edilene Donadon Paula F. Silva
  2. 2. . INTRODUÇÃOConjunto Residencial Prefeito Mendes de Moraes (mais conhecido como Pedregulho)Situado: Rua Capitão Félix, 50 – Morro do Pedregulho, São Cristóvão – RJ.SituadoProjetado: Affonso Eduardo ReidyProjetadoProjeto Paisagístico: Roberto Burle Marx PaisagísticoPainéis Artísticos: Portinari, Burle Marx, Anísio Medeiros. ArtísticosSituação Fundiária: Terreno com propriedade da União, cuja titularidade o estado do Rio de FundiáriaJaneiro reivindica desde 1981, para poder regularizar a ocupação das unidades pelos moradores.Terreno com 52.142 M2, e taxa de ocupação de 17,3%.Conjunto habitacional construído em 1947, pelo departamento de habitação popular do distritoFederal.Destinado aos funcionário públicos de baixa renda, com administração da CEHAB-RJ desde 1978.Considerado Patrimônio histórico e arquitetônico de projeção internacional pelo município, masainda em processo de tombamento pelo IPAN - Instituto do Patrimônio Histórico eArtístico Nacional.Com o projeto, foi possível que 384 Famílias de baixa renda ocuparam as unidades residenciaise possuem apenas um termo de ocupação precário fornecido pela CEHAB-RJ.Com o passar do tempo, o prédio foi “abandonado” pelo poder público, sendo assim desprovidode cuidados necessários para que fosse possível manter a estrutura e seu todo de modoadequado.Fazendo assim, com que ocorressem modificações na estrutura do prédio, que foram realizadaspor seus moradores, sem que houvesse o respeito com as regras, para que seu valor históricofosse mantido.
  3. 3. . IMPLANTAÇÃO, ENTORNO E ACESSOSO terreno destinado à implantação do conjunto habitacional, que pertence a União, possui uma área totalde 52.142,00 m2 e a taxa de ocupação final do projeto ficou em 17,3%. A conformação do terreno éirregular e sua topografia bastante acidentada apresentando em certo ponto um desnível de cerca de 50metros que de forma sinuosa, cruza toda a extensão transversal do terreno.O Conjunto Habitacional está localizado no bairro de São Cristóvão e tem em seu entorno importantesfábricas e estabelecimentos industriais. O terreno está situado na encosta do morro do Pedregulho, ondeestão localizados os principais reservatórios de água da cidade, segundo o livro Affonso Eduardo Reidy.Está localizado a 15 minutos de automóvel do centro urbano do RJ, tendo seus principais acessos pelaAvenida Brasil, Avenida Governador Carlos Lacerda, Rua Prefeito Olympio de Melo e passando perto daLinha Vermelha, como podemos ver no mapa.
  4. 4. . ÁREAS E PROGRAMA O conjunto possui três escolas e uma delas que se encontra ao lado do ginásio suporta 200 alunos. O local também dispõe de um ginásio de esportes e piscina olímpica na sua área de lazer.O conjunto possui 3 blocos de apartamento, sendo que nobloco A, contem 7 pavimentos com 260 M de extensão,localizado a meia encosta, com 272 apartamentos contendo;um pavimento intermediário com uso comum.- Já no Bloco B1 e B2 – contem 80 M de extensão, com 56unidades habitacionais cada.- E também há a existência de um outro prédio comapartamentos depois da passagem subterrânea que foifeita para evitar que pedestres tivessem que atravessar.- Um posto de saúde que hoje se encontra fechado por seuestado de precariedade.- Uma lavanderia e um mercado, que foram desativados ehoje se encontra sob administração da Fundação Leão XIII.- Há também grande presença de área verde em todo oconjunto como é possível observar em todas as fotos.
  5. 5. . FLEXIBILIDADE E USO DE ESPAÇOINTERNO A disposição dos espaços internos e externos da escola foram projetados de forma a facilitar o acesso e a passagem dos alunos e transeuntes. As salas de aula foram dispostas no andar superior sobre pilotis, facilitando assim o transito sob as mesmas. No térreo, as áreas de laser, o pátio da escola, ginásio e piscina foram dispostas próximas uma das outras de forma a facilitar o acesso dos estudantes às mesmas.A biblioteca fica posicionada no mesmo bloco dassalas de aula, no andar superior, no canto maisafastado do pátio e demais áreas de laser, afastandoassim também este ambiente do barulho.
  6. 6. . FLUXOS INTERNOS DE CIRCULAÇÃO O fluxo interno de circulação na escola e no entorno do conjunto, é restrito a atividade desenvolvida, as salas e os apartamentos são em fileiras com corredores que dão acesso a eles, os banheiros da escola estão localizados ao fundo do corredor. O fluxo vertical é feito por escadas principais que dão acesso a todos os pavimentos dos blocos.
  7. 7. . MODULAÇÃO E EIXOS ESTRUTURAIS/CONSTRUTIVOS Uma das primeiras construções a usar concreto armado no Brasil. A escola foi construída sob pilotis, todas as paredes são de alvenaria composta por tijolos e concreto. A sustentação dos blocos é feita Por vários pilares redondo com Vigas atravessando toda a extensão do prédio. A altura do prédio termina na laje, sem telhado.
  8. 8. . ABERTURAS NO ESPAÇO E EDIFÍCIONo edifício escolar, as salas de aula são localizadas no andar de cima, e para uma melhor ventilação assalas têm por acesso um corredor único, sendo este um terraço. Este terraço, ainda por uma questão deaproveitamento dos ventos para impedir a insolação das salas, é revestido no seu limite por uma paredede cerâmica vazada, permitindo assim a penetração dos ventos para o corredor e para dentro das salasde aula. Há também, na frente de cada sala de aula, aberturas na parte superior da parede de frente parao corredor, além das janelas das salas, que são para permitir a circulação das correntes de vento dentrodas salas. Os ambientes escolares foram construídos sobre pilotis, permitindo assim que haja a passagemde ventos pelo edifício, permitindo assim aventilação também dos outros edifícios doconjunto habitacional.As entradas da escola infantil estãoLocalizadas no pavimento térreo ou no4º pavimento, onde duas passarelasconectam a parte mais alta do pavimentotérreo à colina. O 4º pavimento é umespaço parcialmente aberto, tem umparque infantil, Escritórios deadministração municipal e uma escolainfantil com sala Para os professores.
  9. 9. . CIRCULAÇÃO VERTICAL E HORIZONTALA circulação do conjunto tem como principal característica a total separação entre pedestres e automóveis.Observando as imagens abaixo podemos perceber que a circulação vertical se da por uma rampa, e nãoexistem legendas de escadas, portanto não temos como ter certeza da existência delas.A circulação horizontal se da pelos corredores, que dão acesso às salas de aula, banheiros e a secretariae também pelo pátio da escola.As edificações são feitas sob pilotis, o que deixa livre para circulação o solo.
  10. 10. . SETORIZAÇÃO DE BLOCOS 1 LEGENDA 17 1- Bloco de Apartamentos A 2- Bloco de Apartamentos B1 1 16 3- Bloco de Apartamentos B2 2 4- Bloco de Apartamentos C 5- Escola Primária 6- Ginásio 3 7- Vestiários 8- Piscina 11 9- Campo de Basquete 7 11 10- Lago (pequeno) 9 8 11- Playground 10 12- Centro de Saúde 6 12 13- Lavanderia 5 18 14- Mercado 15- Creche 18 13 16- Escola Maternal 17- Jardim de Infância 4 18- Passagem Subterrânea 17 de Pedestres 19 14 19- Galpões Preexistentes

×