Forum joao whitaker

1.501 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.501
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
484
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
39
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Forum joao whitaker

  1. 1. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônicaSustentabilidade dos conjuntos habitacionais doPrograma Minha Casa Minha Vida – inserçãourbana e qualidade arquitetônicaProf. João Sette Whitaker FerreiraLaboratório de Habitação e Assentamentos Humanos – FAU USPProjeto Peabiru para livro “Produzir casas ou construir Cidades?” – LabHab-FAUUSP/FUPAM, 2012
  2. 2. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônicaCidades brasileiras vivem um momento especial, marcado por dois cenários:- Grande passivo urbano e habitacional decorrente de um modelo econômico deconcentração da renda (especialmente nas grandes metrópoles) > Grandeinjustiça social e marcada segregação espacial.- Momento de crescimento econômico e expansão da base assalariada >desenvolvimento urbano, em especial nas cidades médias (Tânia Bacelar e IPEA).DESAFIO:a) Responder ao passivo histórico enfrentando o déficit habitacionalb) Responder à forte pressão por oferta habitacional no segmento de rendamédiac) Conseguir MUDAR A MATRIZ URBANA para garantir justiça socioambiental.
  3. 3. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônicaQual é a matriz urbana brasileira?Cidade é o reflexo espacial da sociedade: A “urbanização subdesenvolvida” foi aurbanização dos baixos salários, das cidades divididas, dos investimentos públicosdirecionados, dos centros ricos e das periferias pobres, do padrão individualista sesobrepondo ao coletivo e público (carro, condomínios...)
  4. 4. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônicaCsaba Deák - Infurb/FAUUSPSão Paulo - Sistema viário e de transportes principal:Concentração da infra-estrutura em apenas parte da cidade
  5. 5. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônica% de Pobres0.13 - 9.699.69 - 19.8119.81 - 30.8830.88 - 58.63Proporção de pessoas negras, pobres e indigentes por área de ponderação – São Paulo,2000 / áreas exclusivamente residenciais São Paulo 2000Mapas 1 e 2: Eduardo Rios e Juliana Riani: “Desigualdades Raciais nas Condições Habitacionais da População Urbana” ,cedido por Renato Emerson (IPPUR e UERJ). Mapa 3: Ferreira, 2003.
  6. 6. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônica
  7. 7. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônicaInformalidade urbana afeta cerca de 40% da população das grandesmetrópolesPopulação morando em favelas em algumas metrópoles brasileirasRio de Janeiro . . ~20% (LABHAB, 1999)Fortaleza . . . . . . ~28% (SEPLAN, 1994)Belo Horizonte . . ~20% (LABHAB, 1999)Salvador . . . . . . . ~33% (Souza, 1990)Porto Alegre . . . . ~20% (LABHAB, 1999)Recife . . . . . . . . . ~40% (IBGE, 1991)São Paulo . . . . . . ~12% (SEHAB-SP, 2004)80 % da população favelada está nas RMs
  8. 8. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônicaFoto: Tuca Vieira
  9. 9. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônicaImpactos ambientais: ocupação de áreas ambientalmente frágeis, altos custosurbanísticos do distanciamento gerado pelo “exílio na periferia”, ausência desaneamento ambiental, alta vulnerabilidade a riscos, etc.TRAGÉDIAS ANUNCIADASFoto: Gal Oppido Foto: João Whitaker
  10. 10. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônicaRepresa Billings, Região Metropolitana de São Paulo – Braço do Capivari(cedido por Erminia Maricato)
  11. 11. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônicaRepresa Billings, Região Metropolitana de São Paulo – Braço do Cocaia –(cedido por Erminia Maricato)
  12. 12. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônicaA “cara” das grandes cidades brasileiras:autoconstruçãoSão PauloSalvador
  13. 13. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônicaSustentabilidade ambiental urbana é portanto promover antes detudo a justiça socioambiental ou... TER CIDADES PARA TODOSFoto: Gal Oppido
  14. 14. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônica
  15. 15. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônicaBrasil vive uma herança do autoritarismo: a divisão entre“política urbana” e “Política Habitacional”Santa Etelvina – COHAB-SP - Acervo LabHab FAUUSPEstranhamente, há muito dinheiro para pontes, túneis, avenidas, mas nuncapara comprar “terrenos muito caros” nas áreas infraestruturadas.
  16. 16. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônicaMas....atentar para o risco de achar que à uma urbanização “ruim” dapobreza, se opõe um modelo “bom” da urbanização formal nos bairrosmais ricos.A matriz da urbanização “formal” é também uma tragédia ambiental• movida pelo padrão de consumo excessivo > ideais de países ricos• individualista: condomínios fechados – cidades segmentadas• matriz automotiva em detrimento do transporte público de massa(embora 70% andem de ônibus, a pé ou bicicleta)• impermeabilização do solo – tamponamento dos rios•Ação sem controle da atividade imobiliária: verticalização semcritérios e sem planejamento
  17. 17. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônica
  18. 18. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônica
  19. 19. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônica• Problema é que, nas cidades pequenas e médias, nos novosempreendimentos, na produção de habitação social:Reproduz-se a matriz urbana “insustentável”Entre 2000 e 2010, cidades con pp. entre 100 mil e 2 milhões passaram arepresentar de 36,1% para 40,3% do total da população brasileira (Ibge,2010)Pessoas economicamente ativas com renda mensal entre R$ 500 e 2000passaram de 65,9 milhões em 2003 a 105,4 milhões em 2011.• Há leis para mudar essa matriz? Estatuto da Cidade: umadécada depois, pouca aplicação – Há vontade efetiva depromover a justiça urbana e socioambiental?• O Estatuto é um paliativo à separação da questãohabitacional social da política urbana?
  20. 20. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônicaMomento atual:Cenário de crescimento econômico e de novas demandashabitacionais além do déficit histórico.Como responder? Equação possível para o desafio daCELERIDADE + QUANTIDADE = QUALIDADE?Uma realidade dos países de industrialização tardia
  21. 21. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônica
  22. 22. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônica
  23. 23. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônicaMéxico
  24. 24. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônica
  25. 25. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônicaChile
  26. 26. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônica
  27. 27. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônicaPrograma Minha Casa Minha VidaResponde à pressão do novo “segmento econômico”, por umladoPor outro, grande volume de subsídios para as faixas de rendamuito baixa– inédito.Nas faixas mais altas, mercado reproduz o padrão de HIS dosanos 70, com “retoques” de marketing = grande impacto
  28. 28. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônica
  29. 29. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônica
  30. 30. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônica
  31. 31. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônica
  32. 32. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônica
  33. 33. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônica
  34. 34. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônicaNa faixa 1, há exemplos de melhoria, mas ainda impera umpadrão de grande impacto e pouca qualidade.Maiores problemas:localização, repetição, quantidade
  35. 35. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônica
  36. 36. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônica
  37. 37. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônica
  38. 38. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônica
  39. 39. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônica
  40. 40. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônica•A falta de compreensão da dimensão sistêmica do problema urbanístico earquitetônico, por parte de muitos dos atores, levando a que se trabalhem aspectosde qualidade isoladamente: fundiário, urbano, jurídico, ambiental, desempenho, sãoaspectos de UM MESMO PROBLEMA – O da qualidade ambiental dos conjuntosA BOA QUALIDADE DA POLÍTICA HABITACIONAL É FRUTO DA BOA QUALIDADEURBANA•A correta equação entre as necessidades de qualidade x quantidade x celeridade:Como conseguir ganho de escala sem comprometer a diversidade do conjunto?Como fazer para produzir rapidamente, porém garantindo a qualidade construtiva?RECUPERAR O LUGAR DO PROJETO DE ARQUITETURA E INOVAÇÃO TECNOLÓGICAAPRIMORAR E POTENCIALIZAR A RELAÇÃO ENTRE OS NÍVEIS FEDERAL E MUNICIPAL:para potencializar os programas de financiamento federais, garantir as normas,apoiar a qualificação técnica, construir uma política nacional, responder àdiversidade dos municípios brasileiros, etc.Alguns gargalos e ações possíveis
  41. 41. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônica•A definição do terreno e boa localização para o empreendimento: distância em relaçãoao centro ou centro de bairro, inserção na cidade e nos bairros do entorno, mastambém adequadas condições topográficas do terreno e seu porte, condições deconstrutibilidade, situação legal e ambiental.•Uma equação fundiária e financeira adequada – geralmente a partir da iniciativa daPrefeitura ou do Estado – para a obtenção da gleba destinada ao empreendimento e opreço decorrente, de tal forma que não comprometa os custos e o preço final daunidade.•A capacidade de indução ou potencialização de atividades econômicas locais,adequadas à demanda gerada pelo empreendimento, potencialização da cadeiaprodutiva com uso de mão-de-obra local e materiais com oferta e fornecimentoregionais, incentivo à inovação tecnológica.•Celeridade, mas com elevado nível de exigência e adequação da cadeia local deaprovações aos parâmetros do PMCMV.Procedimentos possíveis para uma melhor qualidade urbana,arquitetônica e ambiental
  42. 42. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônica• A existência de PROJETOS URBANÍSTICO E ARQUITETÔNICO, que devemincidir sobre as seguintes escalas:- Adequada inserção na malha urbana e no bairro, no que diz respeito àoferta de equipamentos, ao uso comum desses equipamentos por todo obairro (e não só pelos moradores do empreendimento), à acessibilidade e àinfraestrutura de mobilidade, à relação entre o tamanho do empreendimentoe o da cidade onde se situa.- Projeto de implantação que considere adequação à topografia do terreno,minimizando movimentos de terra e configurando boas soluções depaisagismo e de espaços livres coletivos, correta orientação dos conjuntosde unidades para melhor insolação e ventilação, variedade de tipologias dosconjuntos (evitando a repetição exagerada), fluidez urbana (ausência demuros e grades e viário público e aberto), iluminação pública adequada,relação adequada entre a densidade, os gabaritos e a volumetria doempreendimento e a cidade ou o bairro.-
  43. 43. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônica- Projeto arquitetônico da unidade habitacional, variedade detipologias (não apenas através de diferenças nas fachadas, masefetivamente com diversidade de programas — 1, 2, 3dormitórios — e arranjos da unidade) que evite a repetição, usode materiais com boa performance energética e sustentáveis ede sistemas de racionalização energética (aquecedor solar, porexemplo), dimensionamento adequado da unidade, valorizaçãoda tecnologia construtiva, uso de sistemas modulados,industrialização da construção visando celeridade comqualidade.- Diversidade da política habitacional: não só provisão(apesar do advento positivo do PMCMV), mas soluções paratodas as problemáticas: urbanização de favelas, melhoriahabitacional, assistência técnica, regularização fundiária eedilícia, ocupação dos vazios urbanos..
  44. 44. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônicaUsina CTAH – Copromo- Osasco-SP
  45. 45. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônicaVariedade da política habitacional – Assessorias de mutirão / COPROMO (Usina) / São Paulo – 1994
  46. 46. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônicaVariedade da política habitacional – Concursos de arquitetura / São Paulo – 1980Fonte: Bonduki “Arquitetura e habitação social em São Paulo 1989 -1992”, EESC-USP / IAB e FBSPImagem digitalizada e gentilmente cedida por Carlos E. AlonsoArq. Demetre Anastassakis – Jd. São Francisco - São Paulo
  47. 47. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônica
  48. 48. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônicaProsamin – Manaus. Arq. Luis Fernando Freitas – Co-opera- ativa
  49. 49. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônica
  50. 50. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônicaConcurso de tipologias em HIS – CDHU-SP
  51. 51. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônica
  52. 52. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônicaArq. Hector Vigliecca – Osasco-SP
  53. 53. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônica
  54. 54. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônica
  55. 55. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônicaArq. José Mario Jauregi – Morro do Alemão - RJ
  56. 56. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônica
  57. 57. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônicaMOMENTO DE GRANDE OPORTUNIDADE• Grande responsabilidade dos municípios e das COHABS, já que o Faixa 1 é o quemais efeito tem sobre a construção da justiça socioambiental.• Possibilidade de fazer valer a função social da propriedade e o Estatuto daCidade, escolher terrenos melhor localizados, e de regular projetos e exigir boassoluções.• Enorme potencial ao juntar Subsídios + autonomia municipal + preocupaçãopública com a reforma urbana e a criação de uma nova matrizA EXPERIÊNCIA ADQUIRIDA FAZ COM QUE HOJE OS PROJETOS DE FAIXA 1 MUITASVEZES SÃO OS QUE TRAZEM INOVAÇÕES E QUALIDADEPOSSIBILIDADE DE (RE)UNIFICAR POLÍTICA HABITACIONAL COM POLÍTICAURBANAPromover a implementação do Estatuto da Cidade e regular a cidade formal emnovos moldes menos impactantes
  58. 58. Prof.Dr.JoãoSetteWhitakerFerreira60º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social - Sustentabilidade dos conjuntos habitacionais do Programa MinhaCasa Minha Vida – inserção urbana e qualidade arquitetônicaDisponível para download emPDF no sitewww.fau.usp.br/labhab

×