SlideShare uma empresa Scribd logo
"Só peço para ser livre. As borboletas são livres." (Charles Dickens) Prefeitura Municipal de Vitória Secretaria Municipal de Educação Gerência de Tecnologias Educacionais
A Gerência de Tecnologias Educacionais (GTE) é responsável por  propor políticas de uso de tecnologias no processo de ensino/aprendizagem, promovendo convergências entre as propostas sócio-educacionais. Nesse sentido, a GTE administra políticas públicas de tecnologias educacionais de inclusão sócio-digital,  da Secretaria Municipal da Educação, integrada com outros órgãos que planejam e gerenciam as ações de Tecnologia da Informação do município de Vitória.
EQUIPE GTE PROFESSORES FORMADORES André Gaudio Carolina Rosemberg COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA Karla Capucho ESTAGIÁRIOS Curso de Pedagogia: Taina Burille Gisele Maia ASSISTENTE ADMINISTRATIVO Manuela Hersbach  GERENTE NILCÉA  MOREIRA ASSESSORIA PEDAGÓGICA Adriana Oliveira Helenice Bergman Sandro Brasileiro
QUAL O  PROJETO POLÍTICO-PEDAGÓGICO  DO NTM? Possibilitar a apropriação da tecnologia tendo como eixo: Educação. Cidadania. Inclusão Sócio-Digital. Cotidiano da Escola.

Recomendado para você

Metodologias e ferramentas digitais para envolver os alunos nas aprendizagens...
Metodologias e ferramentas digitais para envolver os alunos nas aprendizagens...Metodologias e ferramentas digitais para envolver os alunos nas aprendizagens...
Metodologias e ferramentas digitais para envolver os alunos nas aprendizagens...

O documento discute como as tecnologias digitais podem ser usadas para envolver os alunos na aprendizagem curricular. Ele explora ferramentas como o Padlet e bit.ly para compartilhar recursos e ideias, e discute como ambientes de aprendizagem ativos como gamificação, aprendizagem baseada em projetos e aprendizagem invertida podem ser apoiados por tecnologias. Finalmente, destaca habilidades como colaboração, resolução de problemas e criatividade que os alunos precisam desenvolver para ter sucesso.

adelina mouracurriculosmartphone
Ojetivos projeto tepa
Ojetivos projeto tepaOjetivos projeto tepa
Ojetivos projeto tepa

O projeto TEP@Cuba tem como objetivo promover o uso educativo das tecnologias de informação e comunicação nas escolas de Cuba. A oficina de formação irá ensinar professores a integrar as TIC no currículo de modo a tornar as aulas mais motivadoras. Os professores aprenderão a usar ferramentas digitais como Moodle e a produzir materiais para alunos com necessidades especiais.

Slide sobre Tecnologia na Educação
Slide sobre Tecnologia na EducaçãoSlide sobre Tecnologia na Educação
Slide sobre Tecnologia na Educação

O documento discute a importância das tecnologias na educação para despertar interesse e criatividade nos alunos. Também apresenta desafios como ensinar alunos a ler novas linguagens digitais e usar tecnologias como ferramentas de ensino. Professoras precisam aprender mais sobre tecnologia para usá-la de forma significativa na construção do conhecimento.

PROFESSOR DE  INFORMÁTICA EDUCATIVA Planejar as aulas para o uso do laboratório de informática, junto com o pedagogo e/ou os professores da escola; Atuar, junto com os professores das disciplinas do currículo, na execução do planejamento das aulas, no laboratório de informática ou demais espaços escolares; Participar, juntamente com os demais profissionais da educação, dos momentos de planejamento da escola, visando integrar as diferentes áreas de conhecimento; Orientar professores e alunos sobre o uso dos softwares disponíveis, de acordo com o conteúdo das disciplinas  e o objetivo das aulas; Sensibilizar a comunidade escolar sobre a importância de uso dos recursos existentes no laboratório de informática, para a melhoria na qualidade da educação e no desenvolvimento de atitudes colaborativas. Lei 6.443 Decreto 13.615
POLÍTICA DE SOFTWARE  E CONTEÚDO LIVRE Software Livre: usar, estudar, modificar e distribuir. Conteúdo Livre: espaço de troca. Compartilhar conhecimento. Colaboração: processo individual e coletivo.
PLANO DE AÇÃO 2009 PRINCIPAIS AÇÕES 1 ° SEMESTRE PROJETO  FORMAÇÃO DE ASSESSORES GEF GEI
FORMAÇÃO LOUSA DIGITAL CMEIs: TVS SP PGB EMEFs: ELZ PAN SC CB MSN JKO

Recomendado para você

Atividade2 iagomartins
Atividade2 iagomartinsAtividade2 iagomartins
Atividade2 iagomartins

O documento discute as barreiras e benefícios do uso de tecnologia no ensino, especialmente celulares. Aponta que a condição socioeconômica e falta de treinamento docente são barreiras, mas que celulares podem promover autonomia, colaboração e aprendizagem dos alunos. Defende que escolas e estado devem investir para dar acesso igualitário às ferramentas digitais.

Século xxi professor x tecnologia
Século xxi     professor x tecnologiaSéculo xxi     professor x tecnologia
Século xxi professor x tecnologia

O documento discute como os professores devem usar tecnologias como computadores, tablets e internet para promover a interação e colaboração entre alunos. Ele também descreve como os professores precisam ter habilidades digitais para planejar aulas atraentes que usem recursos educacionais e redes sociais para democratizar o conhecimento.

mídias digitais
Apresentação eproinfo
Apresentação eproinfoApresentação eproinfo
Apresentação eproinfo

O documento descreve dois cursos oferecidos pelo PROINFO em 2013 na cidade de Xanxerê: (1) Introdução à Educação Digital, um curso básico de 40 horas para professores sem experiência com computadores e internet, ensinando o uso de ferramentas como processadores de texto e apresentações; (2) Tecnologias na Educação, um curso de 100 horas ensinando como integrar tecnologias como recursos pedagógicos para melhorar o ensino e aprendizagem.

LAFOTE – Laboratório de Formação em Tecnologias Educacionais
FORMAÇÃO Leitor de tela ORCA
Visita - Representante MEC
Reunião de trabalho FUNÇÃO DO PROFESSOR DE  INFORMÁTICA EDUCATIVA SISTEMA VIX LINUX PLANEJAMENTO TROCA DE  EXPERIÊNCIAS

Recomendado para você

Oficina para os profissionais da educação
Oficina para os profissionais da educaçãoOficina para os profissionais da educação
Oficina para os profissionais da educação

Este documento descreve uma oficina sobre o uso da plataforma Thinkfree na prática pedagógica. A oficina tem como objetivo mostrar os recursos do Thinkfree que podem ser utilizados para melhorar o processo de aprendizagem e facilitar o trabalho colaborativo entre professores. O documento lista algumas atividades propostas durante a oficina, como ler textos, comentar em blogs e planejar aulas no Thinkfree.

atividade2marcellagomide
atividade2marcellagomideatividade2marcellagomide
atividade2marcellagomide

Este documento discute os benefícios do uso de celulares na sala de aula. Argumenta que as tecnologias ajudam a centralizar o foco na aprendizagem do aluno e promovem a autonomia. Também afirma que os celulares permitem acesso a recursos que dinamizam as aulas e aproximam a escola da realidade dos estudantes. Defende que a implementação deve ter uma proposta pedagógica e ser gradual para garantir usos educativos.

Tecnologia aplicada a educação
Tecnologia aplicada a educaçãoTecnologia aplicada a educação
Tecnologia aplicada a educação

O documento discute o uso da tecnologia na educação, afirmando ser imprescindível e uma ferramenta de aprendizagem. No entanto, é necessário capacitar professores para utilizá-la de forma pedagógica. Programas como o Proinfo buscam promover o acesso de escolas públicas e comunidades carentes à tecnologia.

educacaoeducacao e tecnologiatecnologia na educação
"Alguns pintores transformam o sol em mancha amarela. Outros, transformam a mancha amarela em sol."  (Pablo Picasso) GERÊNCIA DE TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apresentação do Setor de Tecnologia Educacional
Apresentação do Setor de Tecnologia EducacionalApresentação do Setor de Tecnologia Educacional
Apresentação do Setor de Tecnologia Educacional
SteCabedelo
 
Institucional nap ocre
Institucional nap ocreInstitucional nap ocre
Institucional nap ocre
Maria Isaltina Santana
 
Proinfo integrado
Proinfo integradoProinfo integrado
Proinfo integrado
Dirce Cristiane Camilotti
 
Metodologias e ferramentas digitais para envolver os alunos nas aprendizagens...
Metodologias e ferramentas digitais para envolver os alunos nas aprendizagens...Metodologias e ferramentas digitais para envolver os alunos nas aprendizagens...
Metodologias e ferramentas digitais para envolver os alunos nas aprendizagens...
GILT (Games, Interaction and Learning Technologies) IS Engenharia do Porto
 
Ojetivos projeto tepa
Ojetivos projeto tepaOjetivos projeto tepa
Ojetivos projeto tepa
JoaquinaFaisco
 
Slide sobre Tecnologia na Educação
Slide sobre Tecnologia na EducaçãoSlide sobre Tecnologia na Educação
Slide sobre Tecnologia na Educação
auxiliadora974
 
Atividade2 iagomartins
Atividade2 iagomartinsAtividade2 iagomartins
Atividade2 iagomartins
IagoMartins20
 
Século xxi professor x tecnologia
Século xxi     professor x tecnologiaSéculo xxi     professor x tecnologia
Século xxi professor x tecnologia
Kátia Elias
 
Apresentação eproinfo
Apresentação eproinfoApresentação eproinfo
Apresentação eproinfo
Celoy Mascarello
 
Oficina para os profissionais da educação
Oficina para os profissionais da educaçãoOficina para os profissionais da educação
Oficina para os profissionais da educação
Debora Lacerda
 
atividade2marcellagomide
atividade2marcellagomideatividade2marcellagomide
atividade2marcellagomide
MarcellaGomide
 
Tecnologia aplicada a educação
Tecnologia aplicada a educaçãoTecnologia aplicada a educação
Tecnologia aplicada a educação
JAVE DE OLIVEIRA SILVA
 
Flexibilidade Curricular: ideias para integrar tecnologias digitais
Flexibilidade Curricular: ideias para integrar tecnologias digitaisFlexibilidade Curricular: ideias para integrar tecnologias digitais
Flexibilidade Curricular: ideias para integrar tecnologias digitais
GILT (Games, Interaction and Learning Technologies) IS Engenharia do Porto
 
Tecnologia Educacional powerpoint
Tecnologia Educacional powerpointTecnologia Educacional powerpoint
Tecnologia Educacional powerpoint
eufafa1975
 
Tecnologias Vantagens e Desvantagens
Tecnologias Vantagens e DesvantagensTecnologias Vantagens e Desvantagens
Tecnologias Vantagens e Desvantagens
charleyrib
 
Ensinar e aprender através de tecnologias móveis
Ensinar e aprender através de tecnologias móveisEnsinar e aprender através de tecnologias móveis
Ensinar e aprender através de tecnologias móveis
GILT (Games, Interaction and Learning Technologies) IS Engenharia do Porto
 
NTE Carazinho/RS
NTE Carazinho/RSNTE Carazinho/RS
NTE Carazinho/RS
guest94467b
 

Mais procurados (17)

Apresentação do Setor de Tecnologia Educacional
Apresentação do Setor de Tecnologia EducacionalApresentação do Setor de Tecnologia Educacional
Apresentação do Setor de Tecnologia Educacional
 
Institucional nap ocre
Institucional nap ocreInstitucional nap ocre
Institucional nap ocre
 
Proinfo integrado
Proinfo integradoProinfo integrado
Proinfo integrado
 
Metodologias e ferramentas digitais para envolver os alunos nas aprendizagens...
Metodologias e ferramentas digitais para envolver os alunos nas aprendizagens...Metodologias e ferramentas digitais para envolver os alunos nas aprendizagens...
Metodologias e ferramentas digitais para envolver os alunos nas aprendizagens...
 
Ojetivos projeto tepa
Ojetivos projeto tepaOjetivos projeto tepa
Ojetivos projeto tepa
 
Slide sobre Tecnologia na Educação
Slide sobre Tecnologia na EducaçãoSlide sobre Tecnologia na Educação
Slide sobre Tecnologia na Educação
 
Atividade2 iagomartins
Atividade2 iagomartinsAtividade2 iagomartins
Atividade2 iagomartins
 
Século xxi professor x tecnologia
Século xxi     professor x tecnologiaSéculo xxi     professor x tecnologia
Século xxi professor x tecnologia
 
Apresentação eproinfo
Apresentação eproinfoApresentação eproinfo
Apresentação eproinfo
 
Oficina para os profissionais da educação
Oficina para os profissionais da educaçãoOficina para os profissionais da educação
Oficina para os profissionais da educação
 
atividade2marcellagomide
atividade2marcellagomideatividade2marcellagomide
atividade2marcellagomide
 
Tecnologia aplicada a educação
Tecnologia aplicada a educaçãoTecnologia aplicada a educação
Tecnologia aplicada a educação
 
Flexibilidade Curricular: ideias para integrar tecnologias digitais
Flexibilidade Curricular: ideias para integrar tecnologias digitaisFlexibilidade Curricular: ideias para integrar tecnologias digitais
Flexibilidade Curricular: ideias para integrar tecnologias digitais
 
Tecnologia Educacional powerpoint
Tecnologia Educacional powerpointTecnologia Educacional powerpoint
Tecnologia Educacional powerpoint
 
Tecnologias Vantagens e Desvantagens
Tecnologias Vantagens e DesvantagensTecnologias Vantagens e Desvantagens
Tecnologias Vantagens e Desvantagens
 
Ensinar e aprender através de tecnologias móveis
Ensinar e aprender através de tecnologias móveisEnsinar e aprender através de tecnologias móveis
Ensinar e aprender através de tecnologias móveis
 
NTE Carazinho/RS
NTE Carazinho/RSNTE Carazinho/RS
NTE Carazinho/RS
 

Semelhante a Undime

Projeto Abrindo as Portas para a Inclusão Digital
Projeto Abrindo as Portas para a Inclusão DigitalProjeto Abrindo as Portas para a Inclusão Digital
Projeto Abrindo as Portas para a Inclusão Digital
Michele Silva
 
Slide bsb g3
Slide bsb   g3Slide bsb   g3
Slide bsb g3
Elisangela
 
Projeto Escola em Jogo
Projeto Escola em JogoProjeto Escola em Jogo
Projeto Escola em Jogo
Paulo Alexandre
 
Agudo - Farli Lilian Borfe Streck
Agudo - Farli Lilian Borfe StreckAgudo - Farli Lilian Borfe Streck
Agudo - Farli Lilian Borfe Streck
CursoTICs
 
ARTIGO 5 TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DÁ PARA INOVAR EM UM CENÁRIO EDUCACIO...
ARTIGO 5 TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DÁ PARA INOVAR EM UM CENÁRIO EDUCACIO...ARTIGO 5 TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DÁ PARA INOVAR EM UM CENÁRIO EDUCACIO...
ARTIGO 5 TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DÁ PARA INOVAR EM UM CENÁRIO EDUCACIO...
SimoneHelenDrumond
 
18 ARTIGO TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DÁ PARA INOVAR EM UM CENÁRIO EDUCAC...
18 ARTIGO  TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DÁ PARA INOVAR EM UM CENÁRIO EDUCAC...18 ARTIGO  TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DÁ PARA INOVAR EM UM CENÁRIO EDUCAC...
18 ARTIGO TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DÁ PARA INOVAR EM UM CENÁRIO EDUCAC...
SimoneHelenDrumond
 
Santana do Livramento - Maria Francisca Ilha Hardem Neves
Santana do Livramento - Maria Francisca Ilha Hardem NevesSantana do Livramento - Maria Francisca Ilha Hardem Neves
Santana do Livramento - Maria Francisca Ilha Hardem Neves
CursoTICs
 
Plano de ação 2021 primeiro semeste esseeeee
Plano de ação 2021 primeiro semeste esseeeeePlano de ação 2021 primeiro semeste esseeeee
Plano de ação 2021 primeiro semeste esseeeee
Lúcia Maia
 
Proposta Pedagógica para o Laboratório de informática educativa
Proposta Pedagógica para o Laboratório de informática educativaProposta Pedagógica para o Laboratório de informática educativa
Proposta Pedagógica para o Laboratório de informática educativa
Jocilaine Moreira
 
Proposta pedagógica para o laboratório de informática educativa
Proposta pedagógica para o laboratório de informática educativaProposta pedagógica para o laboratório de informática educativa
Proposta pedagógica para o laboratório de informática educativa
Jocilaine Moreira
 
Inclusão Digital
Inclusão DigitalInclusão Digital
Inclusão Digital
mariluci
 
/Home/Professor/Desktop/Palestra 2010/ Proinfo 100h
/Home/Professor/Desktop/Palestra 2010/ Proinfo 100h/Home/Professor/Desktop/Palestra 2010/ Proinfo 100h
/Home/Professor/Desktop/Palestra 2010/ Proinfo 100h
elainepi
 
Lousa Digital: Perspectivas Pedagógicas
Lousa Digital: Perspectivas PedagógicasLousa Digital: Perspectivas Pedagógicas
Lousa Digital: Perspectivas Pedagógicas
Secretaria de Educação do Estado de São Paulo
 
Proinfo Integrado Estrutura
Proinfo Integrado   EstruturaProinfo Integrado   Estrutura
Proinfo Integrado Estrutura
guest98d751
 
Proinfo Integrado Estrutura
Proinfo Integrado   EstruturaProinfo Integrado   Estrutura
Proinfo Integrado Estrutura
Auxiliadora Vasconcelos
 
SLIDE SOBRE EDUCAÇÃO E NOVAS TECNOLOGIAS
SLIDE SOBRE EDUCAÇÃO E NOVAS TECNOLOGIASSLIDE SOBRE EDUCAÇÃO E NOVAS TECNOLOGIAS
SLIDE SOBRE EDUCAÇÃO E NOVAS TECNOLOGIAS
Thainá Silva
 
As TICs na educação: tempos e contratempos na formação docente
As TICs na educação: tempos e contratempos na formação docente As TICs na educação: tempos e contratempos na formação docente
As TICs na educação: tempos e contratempos na formação docente
Happy family
 
Prinfo integrado
Prinfo integradoPrinfo integrado
Prinfo integrado
mercedesgoulart
 
E book linux_seemg_v1.0
E book linux_seemg_v1.0E book linux_seemg_v1.0
E book linux_seemg_v1.0
Karla Isaac
 
Guia de orientação nte
Guia de orientação nteGuia de orientação nte
Guia de orientação nte
Maria Do Carmo Souza
 

Semelhante a Undime (20)

Projeto Abrindo as Portas para a Inclusão Digital
Projeto Abrindo as Portas para a Inclusão DigitalProjeto Abrindo as Portas para a Inclusão Digital
Projeto Abrindo as Portas para a Inclusão Digital
 
Slide bsb g3
Slide bsb   g3Slide bsb   g3
Slide bsb g3
 
Projeto Escola em Jogo
Projeto Escola em JogoProjeto Escola em Jogo
Projeto Escola em Jogo
 
Agudo - Farli Lilian Borfe Streck
Agudo - Farli Lilian Borfe StreckAgudo - Farli Lilian Borfe Streck
Agudo - Farli Lilian Borfe Streck
 
ARTIGO 5 TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DÁ PARA INOVAR EM UM CENÁRIO EDUCACIO...
ARTIGO 5 TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DÁ PARA INOVAR EM UM CENÁRIO EDUCACIO...ARTIGO 5 TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DÁ PARA INOVAR EM UM CENÁRIO EDUCACIO...
ARTIGO 5 TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DÁ PARA INOVAR EM UM CENÁRIO EDUCACIO...
 
18 ARTIGO TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DÁ PARA INOVAR EM UM CENÁRIO EDUCAC...
18 ARTIGO  TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DÁ PARA INOVAR EM UM CENÁRIO EDUCAC...18 ARTIGO  TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DÁ PARA INOVAR EM UM CENÁRIO EDUCAC...
18 ARTIGO TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DÁ PARA INOVAR EM UM CENÁRIO EDUCAC...
 
Santana do Livramento - Maria Francisca Ilha Hardem Neves
Santana do Livramento - Maria Francisca Ilha Hardem NevesSantana do Livramento - Maria Francisca Ilha Hardem Neves
Santana do Livramento - Maria Francisca Ilha Hardem Neves
 
Plano de ação 2021 primeiro semeste esseeeee
Plano de ação 2021 primeiro semeste esseeeeePlano de ação 2021 primeiro semeste esseeeee
Plano de ação 2021 primeiro semeste esseeeee
 
Proposta Pedagógica para o Laboratório de informática educativa
Proposta Pedagógica para o Laboratório de informática educativaProposta Pedagógica para o Laboratório de informática educativa
Proposta Pedagógica para o Laboratório de informática educativa
 
Proposta pedagógica para o laboratório de informática educativa
Proposta pedagógica para o laboratório de informática educativaProposta pedagógica para o laboratório de informática educativa
Proposta pedagógica para o laboratório de informática educativa
 
Inclusão Digital
Inclusão DigitalInclusão Digital
Inclusão Digital
 
/Home/Professor/Desktop/Palestra 2010/ Proinfo 100h
/Home/Professor/Desktop/Palestra 2010/ Proinfo 100h/Home/Professor/Desktop/Palestra 2010/ Proinfo 100h
/Home/Professor/Desktop/Palestra 2010/ Proinfo 100h
 
Lousa Digital: Perspectivas Pedagógicas
Lousa Digital: Perspectivas PedagógicasLousa Digital: Perspectivas Pedagógicas
Lousa Digital: Perspectivas Pedagógicas
 
Proinfo Integrado Estrutura
Proinfo Integrado   EstruturaProinfo Integrado   Estrutura
Proinfo Integrado Estrutura
 
Proinfo Integrado Estrutura
Proinfo Integrado   EstruturaProinfo Integrado   Estrutura
Proinfo Integrado Estrutura
 
SLIDE SOBRE EDUCAÇÃO E NOVAS TECNOLOGIAS
SLIDE SOBRE EDUCAÇÃO E NOVAS TECNOLOGIASSLIDE SOBRE EDUCAÇÃO E NOVAS TECNOLOGIAS
SLIDE SOBRE EDUCAÇÃO E NOVAS TECNOLOGIAS
 
As TICs na educação: tempos e contratempos na formação docente
As TICs na educação: tempos e contratempos na formação docente As TICs na educação: tempos e contratempos na formação docente
As TICs na educação: tempos e contratempos na formação docente
 
Prinfo integrado
Prinfo integradoPrinfo integrado
Prinfo integrado
 
E book linux_seemg_v1.0
E book linux_seemg_v1.0E book linux_seemg_v1.0
E book linux_seemg_v1.0
 
Guia de orientação nte
Guia de orientação nteGuia de orientação nte
Guia de orientação nte
 

Undime

  • 1. "Só peço para ser livre. As borboletas são livres." (Charles Dickens) Prefeitura Municipal de Vitória Secretaria Municipal de Educação Gerência de Tecnologias Educacionais
  • 2. A Gerência de Tecnologias Educacionais (GTE) é responsável por propor políticas de uso de tecnologias no processo de ensino/aprendizagem, promovendo convergências entre as propostas sócio-educacionais. Nesse sentido, a GTE administra políticas públicas de tecnologias educacionais de inclusão sócio-digital, da Secretaria Municipal da Educação, integrada com outros órgãos que planejam e gerenciam as ações de Tecnologia da Informação do município de Vitória.
  • 3. EQUIPE GTE PROFESSORES FORMADORES André Gaudio Carolina Rosemberg COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA Karla Capucho ESTAGIÁRIOS Curso de Pedagogia: Taina Burille Gisele Maia ASSISTENTE ADMINISTRATIVO Manuela Hersbach GERENTE NILCÉA MOREIRA ASSESSORIA PEDAGÓGICA Adriana Oliveira Helenice Bergman Sandro Brasileiro
  • 4. QUAL O PROJETO POLÍTICO-PEDAGÓGICO DO NTM? Possibilitar a apropriação da tecnologia tendo como eixo: Educação. Cidadania. Inclusão Sócio-Digital. Cotidiano da Escola.
  • 5. PROFESSOR DE INFORMÁTICA EDUCATIVA Planejar as aulas para o uso do laboratório de informática, junto com o pedagogo e/ou os professores da escola; Atuar, junto com os professores das disciplinas do currículo, na execução do planejamento das aulas, no laboratório de informática ou demais espaços escolares; Participar, juntamente com os demais profissionais da educação, dos momentos de planejamento da escola, visando integrar as diferentes áreas de conhecimento; Orientar professores e alunos sobre o uso dos softwares disponíveis, de acordo com o conteúdo das disciplinas e o objetivo das aulas; Sensibilizar a comunidade escolar sobre a importância de uso dos recursos existentes no laboratório de informática, para a melhoria na qualidade da educação e no desenvolvimento de atitudes colaborativas. Lei 6.443 Decreto 13.615
  • 6. POLÍTICA DE SOFTWARE E CONTEÚDO LIVRE Software Livre: usar, estudar, modificar e distribuir. Conteúdo Livre: espaço de troca. Compartilhar conhecimento. Colaboração: processo individual e coletivo.
  • 7. PLANO DE AÇÃO 2009 PRINCIPAIS AÇÕES 1 ° SEMESTRE PROJETO FORMAÇÃO DE ASSESSORES GEF GEI
  • 8. FORMAÇÃO LOUSA DIGITAL CMEIs: TVS SP PGB EMEFs: ELZ PAN SC CB MSN JKO
  • 9. LAFOTE – Laboratório de Formação em Tecnologias Educacionais
  • 10. FORMAÇÃO Leitor de tela ORCA
  • 12. Reunião de trabalho FUNÇÃO DO PROFESSOR DE INFORMÁTICA EDUCATIVA SISTEMA VIX LINUX PLANEJAMENTO TROCA DE EXPERIÊNCIAS
  • 13. "Alguns pintores transformam o sol em mancha amarela. Outros, transformam a mancha amarela em sol." (Pablo Picasso) GERÊNCIA DE TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS