SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 26
Baixar para ler offline
M e m b ranas C e lu lare s
M e m b rana Lip op rotéica

       “Delimita” a Célula
       Realiza reações
        celulares
       Possui Permeabilidade
        Seletiva
       Composição:
                                   Membrana Plasmática
        – Lipídios
        – Proteínas
        – Carboidratos
2
xx/xx
          (glicocálix)
M O S AIC O F LU ÍD O
• Hidrofílica = afinidade com a água
• Hidrofóbica = rejeição a água
• Proteínas mergulhadas = intrínsecas
• Proteínas aderentes a face = extrínsecas
F os fo-Lip íd ios


           Fosfato
           Glicerol
           Ácido Graxo




4
xx/xx
C aracte rís ticas Im p ortante s
   As proteínas constituintes da membrana são de tipo
    globular ;
   Os lípidos das membranas são moléculas longas e
    anfipáticas:
    (possuem duas extremidades com propriedades de solubilidade, diferentes);
   uma das extremidades é hidrofílica (polar) e
    portanto solúvel em meio aquoso ;
   outra é hidrofóbica (apolar), consequentemente
    insolúvel em meio aquoso mas com afinidade para
    outros lípidos;
   Entre os lípidos mais frequentes nas membranas
    celulares, distinguem-se os fosfolípidos.
E s p e cializaçõe s
M icrovilos id ad e s




7
xx/xx
D e s m os s om os




8
xx/xx
Inte rd igitaçõe s




9
xx/xx
P e rm e ab ilid ad e C e lu lar


       Transporte Passivo
        – Difusão Simples
        – Osmose
        – Difusão Facilitada


       Transporte Ativo




10
xx/xx
Trans p orte P as s ivo
   Difusão Passiva       -  Muitas substâncias penetram nas
  células ou delas saem por difusão passiva, isto é, como a
  distribuição do soluto tende a ser uniforme em todos os
  pontos do solvente, o soluto penetra na célula quando sua
  concentração é menor no interior celular do que no meio
  externo, e sai da célula no caso contrário. Neste processo
  não há consumo de energia. Ocorre a favor do gradiente.
D ifu s ão




      Meio Mais Concentrado   Meio Menos Concentrado

   Transporte de Soluto sem Gasto Energético
Tras np orte P as s ivo

 Difusão Facilitada -      Algumas substâncias, como a glicose,
   galactose e alguns aminoácidos têm tamanho superior a 8
   Angstrons, o que impede a sua passagem através dos poros. São,
   ainda, substâncias não solúveis em lipídios, o que também
   impede a sua difusão pela matriz lipídica da membrana. No
   entanto, estas substâncias passam através da matriz, por
   transporte passivo, contando, para isto, com o trabalho de
   proteínas carregadoras (proteínas transportadoras).
D ifu s ão F acilitad a




     Meio Mais Concentrado   Meio Menos Concentrado

   Transporte de Soluto sem Gasto Energético
         Com ajuda de um Facilitador
Trans p orte P as s ivo
Osmose -        (osmos= empurrar) É um fenômeno de difusão em
 presença de uma membrana semipermeável. Nele, duas
 soluções de concentrações diferentes estão separadas por uma
 membrana que é permeável ao solvente e praticamente
 insolúvel ao soluto. Há, então, passagem do solvente de onde
 está em maior quantidade (solução hipotônica) para onde está
 em menor quantidade (solução hipertônica).




  Solução Hipotônica               Solução Hipertônica
  (Hemólise)                       (Crenação)
O s m os e




     Meio Mais Concentrado   Meio Menos Concentrado

   Transporte de Solvente sem Gasto Energético
C élu la E u cariótica
C élu la E u cariótica
Trans p orte Ativo


 • É a passagem de uma substância de um
 menos concentrado para um meio           mais
 concentrado ( contra o gradiente), que ocorre
  com gasto de energia.
Trans p orte Ativo




     Meio Mais Concentrado   Meio Menos Concentrado

  Transporte de Soluto COM Gasto Energético
      Contra o Gradiente de Concetração
Trans p orte Ativo

• Bomba de NA+ e K+ Este tipo de transporte se dá,
quando íons como o sódio (Na+) e o potássio (K+), tem
que atravessar a membrana contra um gradiente de
concentração.
•Encontramos concentrações diferentes, dentro e fora da
célula, para o sódio e o potássio.
•Na maioria das células dos organismos superiores a
concentração do sódio (Na+) é bem mais baixa dentro
da célula do que fora desta.
•O potássio (K+), apresenta situação inversa, a sua
concentração é mais alta dentro da célula do que fora
desta.
Trans p orte Ativo
•Juntos esses dois receberam o nome de bomba de sódio e
potássio.
•Todo este mecanismo de transporte ativo que mantém tais
distribuições iônicas é de suma importância para a
transmissão do impulso nervoso.
Trans p orte Ativo



 Fagocitose - É o nome dado ao processo pelo qual a
 célula, graças à formação de pseudópodos, engloba, no
 seu citoplasma, partículas sólidas. A fagocitose é um
 processo seletivo, conforme pode ser observado no
 exemplo da fagocitose de paramécios pelas amebas.
 Nos mamíferos, a fagocitose é feita por células
 especializadas na defesa do organismo, como os
 macrófagos.
Trans p orte Ativo



Pinocitose - É o nome dado ao processo pelo qual a
célula, graças à delgadas expansões do citoplasma,
engloba gotículas de líquido. Formam-se assim vacúolos
contendo líquido. Muitas células exibem esse fenômeno,
como os macrófagos e as dos capilares sangüíneos.
Anim ação




Partículas sólidas   Partículas líquidas

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Tipos de transportes de substâncias através de biomembranas
Tipos de transportes de substâncias através de biomembranasTipos de transportes de substâncias através de biomembranas
Tipos de transportes de substâncias através de biomembranasSilvana Sanches
 
Transporte passivo e ativo 2010
Transporte passivo e ativo 2010Transporte passivo e ativo 2010
Transporte passivo e ativo 2010enrico626
 
Membrana E Transporte
Membrana E TransporteMembrana E Transporte
Membrana E TransporteNutricionista
 
MEMBRANA PLASMÁTICA E TRANSPORTE
MEMBRANA PLASMÁTICA E TRANSPORTEMEMBRANA PLASMÁTICA E TRANSPORTE
MEMBRANA PLASMÁTICA E TRANSPORTEMARCIAMP
 
Transporte através da membrana
Transporte através da membranaTransporte através da membrana
Transporte através da membranaCarlos Carvalho
 
Membranaplasmatica permeabilidade
 Membranaplasmatica permeabilidade Membranaplasmatica permeabilidade
Membranaplasmatica permeabilidadePéricles Penuel
 
Transportes através da membrana e organelas citoplasmáticas
Transportes através da membrana e organelas citoplasmáticasTransportes através da membrana e organelas citoplasmáticas
Transportes através da membrana e organelas citoplasmáticasCésar Milani
 
Aula 4 membrana celular e transporte
Aula 4   membrana celular e transporteAula 4   membrana celular e transporte
Aula 4 membrana celular e transporteMARCIAMP
 
Biofisica artigo membrana plasmática
Biofisica   artigo membrana plasmáticaBiofisica   artigo membrana plasmática
Biofisica artigo membrana plasmáticaMarcelo Silva
 
Membrana celular e transporte membranares (biologia humana)
 Membrana celular e transporte membranares (biologia humana) Membrana celular e transporte membranares (biologia humana)
Membrana celular e transporte membranares (biologia humana)isabelalexandrapinto
 
Membranas citoplasmáticas profª monara
Membranas citoplasmáticas profª monaraMembranas citoplasmáticas profª monara
Membranas citoplasmáticas profª monaraMonara Bittencourt
 
Transporte transmembrana
Transporte transmembranaTransporte transmembrana
Transporte transmembranaA_pri
 

Mais procurados (20)

Tipos de transportes de substâncias através de biomembranas
Tipos de transportes de substâncias através de biomembranasTipos de transportes de substâncias através de biomembranas
Tipos de transportes de substâncias através de biomembranas
 
Transporte passivo e ativo 2010
Transporte passivo e ativo 2010Transporte passivo e ativo 2010
Transporte passivo e ativo 2010
 
Difusão
DifusãoDifusão
Difusão
 
Transp Celular
Transp CelularTransp Celular
Transp Celular
 
Membrana E Transporte
Membrana E TransporteMembrana E Transporte
Membrana E Transporte
 
MEMBRANA PLASMÁTICA E TRANSPORTE
MEMBRANA PLASMÁTICA E TRANSPORTEMEMBRANA PLASMÁTICA E TRANSPORTE
MEMBRANA PLASMÁTICA E TRANSPORTE
 
Transporte através da membrana
Transporte através da membranaTransporte através da membrana
Transporte através da membrana
 
Membranaplasmatica permeabilidade
 Membranaplasmatica permeabilidade Membranaplasmatica permeabilidade
Membranaplasmatica permeabilidade
 
Transporte celular
Transporte celularTransporte celular
Transporte celular
 
Transportes através da membrana e organelas citoplasmáticas
Transportes através da membrana e organelas citoplasmáticasTransportes através da membrana e organelas citoplasmáticas
Transportes através da membrana e organelas citoplasmáticas
 
Transporte celular
Transporte celularTransporte celular
Transporte celular
 
Aula 4 membrana celular e transporte
Aula 4   membrana celular e transporteAula 4   membrana celular e transporte
Aula 4 membrana celular e transporte
 
Biofisica artigo membrana plasmática
Biofisica   artigo membrana plasmáticaBiofisica   artigo membrana plasmática
Biofisica artigo membrana plasmática
 
Transporte passivo
Transporte passivoTransporte passivo
Transporte passivo
 
Transportes pela membrana
Transportes pela membranaTransportes pela membrana
Transportes pela membrana
 
Membrana celular e transporte membranares (biologia humana)
 Membrana celular e transporte membranares (biologia humana) Membrana celular e transporte membranares (biologia humana)
Membrana celular e transporte membranares (biologia humana)
 
Membranas
 Membranas Membranas
Membranas
 
Membranas citoplasmáticas profª monara
Membranas citoplasmáticas profª monaraMembranas citoplasmáticas profª monara
Membranas citoplasmáticas profª monara
 
Transporte transmembrana
Transporte transmembranaTransporte transmembrana
Transporte transmembrana
 
Membrana plasmática
Membrana plasmáticaMembrana plasmática
Membrana plasmática
 

Semelhante a Membranas celulares: transporte passivo e ativo

Semelhante a Membranas celulares: transporte passivo e ativo (20)

Membrana
MembranaMembrana
Membrana
 
A membrana plasmática
A membrana plasmáticaA membrana plasmática
A membrana plasmática
 
Membranaplasmaticaslides 130424121923-phpapp02
Membranaplasmaticaslides 130424121923-phpapp02Membranaplasmaticaslides 130424121923-phpapp02
Membranaplasmaticaslides 130424121923-phpapp02
 
A membrana plasmática(5o grupo)
A membrana plasmática(5o grupo)A membrana plasmática(5o grupo)
A membrana plasmática(5o grupo)
 
Citologia e membrana celular
Citologia e membrana celularCitologia e membrana celular
Citologia e membrana celular
 
Biologia aula 01 - apostila-citologia
Biologia   aula 01 - apostila-citologiaBiologia   aula 01 - apostila-citologia
Biologia aula 01 - apostila-citologia
 
Para 1S_ Envoltórios celulares
Para 1S_ Envoltórios celularesPara 1S_ Envoltórios celulares
Para 1S_ Envoltórios celulares
 
A membrana plasmática e a permeabilidade
A membrana plasmática e a permeabilidadeA membrana plasmática e a permeabilidade
A membrana plasmática e a permeabilidade
 
Fisiologia Humana 2 - Fisiologia da Membrana
Fisiologia Humana 2 - Fisiologia da MembranaFisiologia Humana 2 - Fisiologia da Membrana
Fisiologia Humana 2 - Fisiologia da Membrana
 
Membrana PlasmáTica
Membrana PlasmáTicaMembrana PlasmáTica
Membrana PlasmáTica
 
Membranaplasmaticaslides 130424121923-phpapp02
Membranaplasmaticaslides 130424121923-phpapp02Membranaplasmaticaslides 130424121923-phpapp02
Membranaplasmaticaslides 130424121923-phpapp02
 
Membrana plasmática slides COMPLETO
Membrana plasmática slides COMPLETOMembrana plasmática slides COMPLETO
Membrana plasmática slides COMPLETO
 
Membranas
 Membranas Membranas
Membranas
 
Biofísica_2
Biofísica_2Biofísica_2
Biofísica_2
 
Citologia
CitologiaCitologia
Citologia
 
Citologia
CitologiaCitologia
Citologia
 
Membrana celular
Membrana celularMembrana celular
Membrana celular
 
A membrana e a permeabilidade
A membrana e a permeabilidadeA membrana e a permeabilidade
A membrana e a permeabilidade
 
Aula Citologia
Aula CitologiaAula Citologia
Aula Citologia
 
Plano 3
Plano 3Plano 3
Plano 3
 

Mais de letyap

Secreção celular
Secreção celularSecreção celular
Secreção celularletyap
 
Poríferos e cnidários
Poríferos e cnidáriosPoríferos e cnidários
Poríferos e cnidáriosletyap
 
Capítulo 1 ciência da vida
Capítulo 1   ciência da vidaCapítulo 1   ciência da vida
Capítulo 1 ciência da vidaletyap
 
Bases da reprodução
Bases da reproduçãoBases da reprodução
Bases da reproduçãoletyap
 
Divisão celular
Divisão celularDivisão celular
Divisão celularletyap
 
Tecido muscular e nervoso
Tecido muscular e nervosoTecido muscular e nervoso
Tecido muscular e nervosoletyap
 
Histologia
HistologiaHistologia
Histologialetyap
 
Biotecnologia
BiotecnologiaBiotecnologia
Biotecnologialetyap
 
Mamiferos
MamiferosMamiferos
Mamiferosletyap
 
Núcleo
NúcleoNúcleo
Núcleoletyap
 
Mamiferos
MamiferosMamiferos
Mamiferosletyap
 
Equinodermos
EquinodermosEquinodermos
Equinodermosletyap
 
Moluscos novo
Moluscos novoMoluscos novo
Moluscos novoletyap
 
Vírus e bactérias
Vírus e bactériasVírus e bactérias
Vírus e bactériasletyap
 
Citologia organelas
Citologia   organelasCitologia   organelas
Citologia organelasletyap
 
Artrópodes
ArtrópodesArtrópodes
Artrópodesletyap
 
Anelideos
AnelideosAnelideos
Anelideosletyap
 

Mais de letyap (20)

Secreção celular
Secreção celularSecreção celular
Secreção celular
 
Poríferos e cnidários
Poríferos e cnidáriosPoríferos e cnidários
Poríferos e cnidários
 
Ba 01
Ba 01Ba 01
Ba 01
 
Capítulo 1 ciência da vida
Capítulo 1   ciência da vidaCapítulo 1   ciência da vida
Capítulo 1 ciência da vida
 
Bases da reprodução
Bases da reproduçãoBases da reprodução
Bases da reprodução
 
Divisão celular
Divisão celularDivisão celular
Divisão celular
 
Tecido muscular e nervoso
Tecido muscular e nervosoTecido muscular e nervoso
Tecido muscular e nervoso
 
Histologia
HistologiaHistologia
Histologia
 
Biotecnologia
BiotecnologiaBiotecnologia
Biotecnologia
 
Mamiferos
MamiferosMamiferos
Mamiferos
 
Aves
AvesAves
Aves
 
Núcleo
NúcleoNúcleo
Núcleo
 
Mamiferos
MamiferosMamiferos
Mamiferos
 
Aves
AvesAves
Aves
 
Equinodermos
EquinodermosEquinodermos
Equinodermos
 
Moluscos novo
Moluscos novoMoluscos novo
Moluscos novo
 
Vírus e bactérias
Vírus e bactériasVírus e bactérias
Vírus e bactérias
 
Citologia organelas
Citologia   organelasCitologia   organelas
Citologia organelas
 
Artrópodes
ArtrópodesArtrópodes
Artrópodes
 
Anelideos
AnelideosAnelideos
Anelideos
 

Membranas celulares: transporte passivo e ativo

  • 1. M e m b ranas C e lu lare s
  • 2. M e m b rana Lip op rotéica  “Delimita” a Célula  Realiza reações celulares  Possui Permeabilidade Seletiva  Composição: Membrana Plasmática – Lipídios – Proteínas – Carboidratos 2 xx/xx (glicocálix)
  • 3. M O S AIC O F LU ÍD O • Hidrofílica = afinidade com a água • Hidrofóbica = rejeição a água • Proteínas mergulhadas = intrínsecas • Proteínas aderentes a face = extrínsecas
  • 4. F os fo-Lip íd ios  Fosfato  Glicerol  Ácido Graxo 4 xx/xx
  • 5. C aracte rís ticas Im p ortante s  As proteínas constituintes da membrana são de tipo globular ;  Os lípidos das membranas são moléculas longas e anfipáticas: (possuem duas extremidades com propriedades de solubilidade, diferentes);  uma das extremidades é hidrofílica (polar) e portanto solúvel em meio aquoso ;  outra é hidrofóbica (apolar), consequentemente insolúvel em meio aquoso mas com afinidade para outros lípidos;  Entre os lípidos mais frequentes nas membranas celulares, distinguem-se os fosfolípidos.
  • 6. E s p e cializaçõe s
  • 7. M icrovilos id ad e s 7 xx/xx
  • 8. D e s m os s om os 8 xx/xx
  • 9. Inte rd igitaçõe s 9 xx/xx
  • 10. P e rm e ab ilid ad e C e lu lar  Transporte Passivo – Difusão Simples – Osmose – Difusão Facilitada  Transporte Ativo 10 xx/xx
  • 11. Trans p orte P as s ivo Difusão Passiva - Muitas substâncias penetram nas células ou delas saem por difusão passiva, isto é, como a distribuição do soluto tende a ser uniforme em todos os pontos do solvente, o soluto penetra na célula quando sua concentração é menor no interior celular do que no meio externo, e sai da célula no caso contrário. Neste processo não há consumo de energia. Ocorre a favor do gradiente.
  • 12. D ifu s ão Meio Mais Concentrado Meio Menos Concentrado Transporte de Soluto sem Gasto Energético
  • 13. Tras np orte P as s ivo Difusão Facilitada - Algumas substâncias, como a glicose, galactose e alguns aminoácidos têm tamanho superior a 8 Angstrons, o que impede a sua passagem através dos poros. São, ainda, substâncias não solúveis em lipídios, o que também impede a sua difusão pela matriz lipídica da membrana. No entanto, estas substâncias passam através da matriz, por transporte passivo, contando, para isto, com o trabalho de proteínas carregadoras (proteínas transportadoras).
  • 14. D ifu s ão F acilitad a Meio Mais Concentrado Meio Menos Concentrado Transporte de Soluto sem Gasto Energético Com ajuda de um Facilitador
  • 15. Trans p orte P as s ivo Osmose - (osmos= empurrar) É um fenômeno de difusão em presença de uma membrana semipermeável. Nele, duas soluções de concentrações diferentes estão separadas por uma membrana que é permeável ao solvente e praticamente insolúvel ao soluto. Há, então, passagem do solvente de onde está em maior quantidade (solução hipotônica) para onde está em menor quantidade (solução hipertônica). Solução Hipotônica Solução Hipertônica (Hemólise) (Crenação)
  • 16. O s m os e Meio Mais Concentrado Meio Menos Concentrado Transporte de Solvente sem Gasto Energético
  • 17. C élu la E u cariótica
  • 18. C élu la E u cariótica
  • 19.
  • 20. Trans p orte Ativo • É a passagem de uma substância de um menos concentrado para um meio mais concentrado ( contra o gradiente), que ocorre com gasto de energia.
  • 21. Trans p orte Ativo Meio Mais Concentrado Meio Menos Concentrado Transporte de Soluto COM Gasto Energético Contra o Gradiente de Concetração
  • 22. Trans p orte Ativo • Bomba de NA+ e K+ Este tipo de transporte se dá, quando íons como o sódio (Na+) e o potássio (K+), tem que atravessar a membrana contra um gradiente de concentração. •Encontramos concentrações diferentes, dentro e fora da célula, para o sódio e o potássio. •Na maioria das células dos organismos superiores a concentração do sódio (Na+) é bem mais baixa dentro da célula do que fora desta. •O potássio (K+), apresenta situação inversa, a sua concentração é mais alta dentro da célula do que fora desta.
  • 23. Trans p orte Ativo •Juntos esses dois receberam o nome de bomba de sódio e potássio. •Todo este mecanismo de transporte ativo que mantém tais distribuições iônicas é de suma importância para a transmissão do impulso nervoso.
  • 24. Trans p orte Ativo Fagocitose - É o nome dado ao processo pelo qual a célula, graças à formação de pseudópodos, engloba, no seu citoplasma, partículas sólidas. A fagocitose é um processo seletivo, conforme pode ser observado no exemplo da fagocitose de paramécios pelas amebas. Nos mamíferos, a fagocitose é feita por células especializadas na defesa do organismo, como os macrófagos.
  • 25. Trans p orte Ativo Pinocitose - É o nome dado ao processo pelo qual a célula, graças à delgadas expansões do citoplasma, engloba gotículas de líquido. Formam-se assim vacúolos contendo líquido. Muitas células exibem esse fenômeno, como os macrófagos e as dos capilares sangüíneos.
  • 26. Anim ação Partículas sólidas Partículas líquidas