Habitos vida prejudiciais

698 visualizações

Publicada em

Trabalho no âmbito da disciplina de Ciências Naturais

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Habitos vida prejudiciais

  1. 1. OPÇÕES QUE INTERFEREM NO EQUILÍBRIO DO ORGANISMO Hábitos de Vida Prejudiciais Escola Básica Paços de Ferreira 2.02.2015
  2. 2. Índice  Título –Dispositivo 1  Índice – Dispositivo 2  Introdução– Dispositivo 3  Hábitos de Vida Prejudiciais– Dispositivo 4  Alcoolismo– Dispositivo 5  Consequências do Alcoolismo– Dispositivo 6  Tratamento (Alcoolismo)– Dispositivo 7  Tabagismo– Dispositivo 8  Consequências do tabagismo– Dispositivo 9  Tratamento (Tabagismo)– Dispositivo 10  Drogas– Dispositivo 11  Consequências das drogas– Dispositivo 12  Tratamento (Drogas)– Dispositivo 13  Transtornos Alimentares– Dispositivo 14  Algumas doenças – Dispositivo 15 e 16  Conclusão– Dispositivo 17  Bibliografia– Dispositivo 18
  3. 3. Introdução  Neste trabalho pretendemos abordar os principais e piores hábitos de vida que interferem no equilíbrio da saúde da população. E com isso, queremos alertar os alunos sobre os riscos que algumas ações podem ter na nossa vida.
  4. 4. Hábitos de vida prejudiciais  Nos dias de hoje, apesar da esperança de vida ter vindo a aumentar, os maus hábitos da sociedade não parecem melhorar. Aumentou o número de pessoas sedentárias, dependentes do consumo de álcool, tabaco e drogas.
  5. 5. Alcoolismo  O alcoolismo é uma doença provocada pelo consumo compulsivo e descontrolado de todo o tipo de bebidas alcoólicas e pode afetar a saúde física, o bem-estar e o comportamento dos indivíduos. Os fatores de risco mais comuns podem estar relacionados com o contexto familiar, os padrões culturais, a predisposição genética e o nível sociocultural.
  6. 6. Consequências do Alcoolismo  Ao alcoolismo estão associadas várias doenças como, por exemplo, tumores no tubo digestivo, úlceras, cancro cerebral, doenças cardiovasculares, falta de apetite e pode levar mesmo à morte.  Dependendo dos níveis de álcool que o indivíduo tenha consumido, os acidentes rodoviários também são uma consequência. Assim como os problemas familiares que começam a surgir.
  7. 7. Tratamento  Conhecendo todos os riscos que o consumo de álcool possa trazer, o melhor método de tratamento que uma pessoa pode fazer é a prevenção. Contudo em alguns casos da doença existem pessoas que recorrem ao chamados “Alcoólicos Anónimos”, ou em casos extremos aos centros de reabilitação.
  8. 8. Tabagismo  O tabagismo relaciona-se com o consumo abusivo de tabaco que causa dependência por possuir nicotina, alcatrão e monóxido de carbono.  O grau de toxicidade de cada indivíduo depende da maneira de como o consomem, da intensidade da inalação do fumo e da frequência do seu consumo.
  9. 9. Consequências do Tabagismo  O tabagismo tem como consequências várias doenças que são as principais causas de morte nos dias de hoje. Entre elas destaca-se o cancro do pulmão, doenças respiratórias e cardiovasculares e, em caso de gravidez, má formação do feto.
  10. 10. Tratamento  Tal como o alcoolismo, o melhor tratamento possível para evitar o tabagismo é a prevenção, ou seja, nunca começar a fumar. Mas, para as pessoas que tentam deixar de fumar, existem sempre alternativas como pensos e pastilhas que diminuem a necessidade de inalar as substâncias prejudiciais.
  11. 11. Drogas  O uso excessivo e abusivo das drogas que podem ser produtos naturais e sintéticos através de inalação ou injeção podem provocar ao individuo uma situação de toxicodependência.  Tal como o alcoolismo o seu uso pode ter tido origem em problemas passados, na sua predisposição genética, padrões culturais e no seu nível sociocultural.
  12. 12. Consequências das drogas  As consequências mais frequentes após o uso das drogas são perda da capacidade lúdica do indivíduo, sensações de ansiedade, depressão, doenças infecto-contagiosas (visto que os toxicodependentes costumam partilhar seringas),doenças cardiovasculares e pulmonares e ainda overdose que é provocada pela ingestão excessiva da de drogas.
  13. 13. Tratamento  Para além da prevenção, os toxicodependentes devem recorrer a grupos de apoio, numa primeira tentativa de deixar o vício. Mas quando a situação de dependência se encontra num estado mais crítico, a melhor opção é o tratamento numa clínica de reabilitação.
  14. 14. Transtornos Alimentares  Um transtorno alimentar é quando um indivíduo mantém uma dieta menos saudável e variada. Consequentemente, quer por excesso ou falta de nutrientes a pessoa em questão pode sofrer de variadas doenças no seu metabolismo, como a obesidade, a anorexia, a bulimia nervosa, o escorbuto e a xeroftalmia.
  15. 15. Algumas Doenças Anorexia nervosa é uma doença onde o indivíduo tem uma obsessão pelo corpo perfeito deixando de comer e começa a ter uma perceção deformada em relação ao seu corpo. Bulimia nervosa é uma doença que é caracterizada pela ingestão de alimentos de forma compulsiva e exagerada, seguida de vómitos ou de exercício físico excessivo.
  16. 16. Algumas Doenças Escorbuto que é uma doença nos dentes provocada pela carência de vitamina C e que em casos extremos pode levar à morte. Obesidade que é uma doença que reflete o modo de vida de cada individuo ,mais concretamente uma vida sedentária e com maus hábitos alimentares . Xeroftalmia que é uma doença nos olhos provocada pela carência de vitamina A e que pode levar á cegueira
  17. 17. Conclusão  Com este trabalho, podemos concluir que devemos procurar um estilo de vida saudável se não quisermos interromper o equilíbrio do nosso organismo, evitando assim, doenças. Trabalho realizado por: Ana Rita Machado nº1 Beatriz Martins nº4 Leonor Costa nº18 Raquel Monteiro nº24
  18. 18. Bibliografia  Appelbert, Rui : Novo Descobrir a Terra 9 Porto, Areal Editores, 2011  Hábitos de Vida Prejudiciais[consult.30 Jan.2015] Disponível em: http://pt.slideshare.net/InsMota/novo-apresentao- do-microsoft-office-power-point- 6704322?qid=9e1d1388-8c9a-4e86-ab38- 8277920015bf&v=qf1&b=&from_search=1

×