SlideShare uma empresa Scribd logo
Estudo do
Predicado
Profa. Vivian Gusmão
O predicado, como já vimos, é o termo da oração que
contém o verbo.
Apesar de sujeito e predicado serem termos essenciais
da oração, há situações (com verbos impessoais) em
que a oração não possui sujeito. Porém, não é possível
existir uma oração sem predicado.
Exemplos:
• O presidente Lula viajou para Davos.
Sujeito: O presidente Lula
Predicado: viajou para Davos
• Choveu torrencialmente no Rio de Janeiro.
Sujeito: sem sujeito
Predicado: Choveu torrencialmente no Rio
de Janeiro
Verbo quanto à predicação
• Existem verbos que QUALIFICAM o
sujeito no predicado. São os
chamados verbos de ligação.Esses
verbos expressam o ESTADO do
sujeito. Como servem apenas de
ponte entre o sujeito e o seu estado,
sua qualidade ou seu modo de ser,
eles são chamados de verbos de
ligação.
Os verbos de ligação podem
expressar:
•

Estado permanente: ser, viver

•

Estado transitório: estar, andar, achar-se, encontrar-se

•

Estado mutatório: Ficar, virar, tornar-se, fazer-se

•

Estado de continuidade: continuar, permanecer

•

Estado aparente: parecer
Os principais verbos de ligação são
ser, estar, ficar, permanecer, parecer,
andar, continuar, tornar-se.

OBSERVA OS EXEMPLOS:
O Brasil é um grande país.

Sujeito Simples: O Brasil
Predicado: é um grande país.
Verbo de ligação (VL) (estado permanente): é
Característica do sujeito ou sua qualificação:
um grande país.
Manoel está feliz.
Sujeito simples: Manoel
Predicado: está feliz.
Verbo de ligação (VL) (estado): está
Característica do sujeito: feliz.
O ministro e o seu assessor pareciam
irritados.
Sujeito composto: O ministro e o seu assessor
Predicado: pareciam irritados.
Verbo de ligação (VL) (estado aparente):
pareciam
Característica do sujeito: irritados
Nota importante:
• Chama-se de predicativo o termo que qualifica
o sujeito no predicado.
Ex: Luísa anda cansada.
Sujeito simples: Luísa
Predicado: anda cansada
Verbo de ligação (VL) (estado transitório): anda
Predicativo do sujeito: cansada
Quando a oração tem verbo de
ligação e predicativo do sujeito
chamamos o predicado de:

PREDICADO NOMINAL
No predicado nominal, o núcleo é o nome, isto é, o
predicativo do sujeito. Este termo é o que, no predicado,
nos informa algo sobre o sujeito.
Predicado nominal
É aquele que informa o estado do
sujeito. E nesse caso o verbo empregado
é de ligação.
Estrutura do predicado
nominal
Essa formação dá-se por dois termos básicos:

• Verbo de ligação
• Predicativo do sujeito
A palavra central do predicativo é o
núcleo do predicado. Exemplos:
Eu sempre ficava nervoso.
Sujeito: Eu
Predicado nominal: sempre ficava nervoso
Verbo de ligação: ficava
Predicativo do sujeito e núcleo do predicado: nervoso

As mulheres parecem distraídas.
Sujeito: As mulheres
Predicado nominal: parecem distraídas
Predicativo do sujeito e núcleo do predicado: distraídas
Núcleo do predicado nominal
O núcleo não é o verbo, mas sim a palavra que
indica as características do sujeito contidas no
predicado.O núcleo do predicado nominal é o
predicativo do sujeito.
O predicativo do sujeito pode ser
representado por

• um adjetivo ou locução adjetiva;
• um substantivo ou palavra substantivada;
• um pronome substantivo;
• um numeral.
Adjetivo ou locução adjetiva
• O seu aroma é maravilhoso.

• O seu perfume é de Jasmim.
Substantivo ou palavra
substantivada

• Aquele cara parece uma bola.
• Recordar é viver.
Pronome substantivo
• Meu texto não é esse.

Numeral
Nós somos onze em campo.
Exemplos:
Romário está feliz.
Sujeito Simples: Romário
Predicado nominal: está feliz
Verbo de Ligação (estado transitório) : está
Predicativo do sujeito: feliz
Giovanna Antonelli é linda.
Sujeito Simples: Giovanna Antonelli
Predicado nominal: é linda
Verbo de Ligação (estado permanente) : é
Predicativo do Sujeito: linda
Exemplos:
Aquele automóvel era lindo.
Sujeito: Aquele automóvel
Predicado nominal: era lindo
Verbo de ligação(estado transitório): era
Predicativo do sujeito: lindo
Núcleo do predicado: lindo.
O ministro ficou apreensivo.

Sujeito: O ministro
Predicado nominal: ficou apreensivo
Verbo de ligação (estado mutatório): ficou
Predicativo do sujeito: apreensivo
Núcleo do predicado: apreensivo.
Esta criança permanece irrequieta.

Sujeito: Esta criança
Predicado nominal: permanece irrequieta
Verbo de Ligação (estado de continuidade):
permanece
Predicativo do sujeito: irrequieta
Núcleo do predicado: irrequieta.
Predicativo do sujeito
Trata-se do termo que atribui
características ao sujeito por
intermédio do verbo. Todo
predicado construído com verbo
de
ligação
necessita
de
predicativo do sujeito.
Exemplo: Romário c ontinua fe liz.

Sujeito: Romário
Predicado nominal: continua feliz.
Verbo de ligação: continua
Predicativo do sujeito: feliz.
As atitudes de alguns políticos são
imperdoáveis.

Sujeito: As atitudes de alguns políticos
Predicado nominal: são imperdoáveis.
Verbo de ligação: são
Predicativo do sujeito: imperdoáveis.
Exemplo: O pássaro parece
machucado.
Sujeito simples: o pássaro
Verbo de ligação: parece
Predicativo do sujeito: machucado
Predicado nominal: parece machucado
RESUMINDO
•

Existem dois tipos de verbos quanto à predicação;

Verbos Significativos
Verbos de Ligação (VL)
•

Os verbos significativos classificam-se em:

Verbo Transitivo (VT)
Verbo Intransitivo (VI)
•

Os verbos transitivos dividem-se em:

Verbo Transitivo Direto (VTD)
Verbo Transitivo Indireto (VTI)
Verbo Transitivo Direto e Indireto (VTDI)
Predicado Verbo Nominal
• São predicados que tem dois núcleos: um núcleo
constituído de uma forma verbal (verbo transitivo
ou intransitivo com conteúdo referencial) e de um
núcleo constituído de uma forma nominal
(Substantivos, adjetivos, locuções adjetivas) ou
pronominal.
Os excursionistas chegaram
cansados.
Ex:

• Os excursionistas chegaram cansados.
Predicados verbo-nominal

Predicado verbo-nominal: Chegaram cansados
Núcleo verbal (verbo intransitivo): Chegaram
Núcleo nominal: Cansados (predicativo do Sujeito)
Verbo Intransitivo
•

Pedro caiu.

•

Sujeito Simples: Pedro

•

Núcleo do Sujeito: Pedro

•

Predicado Verbal: Caiu

•

Verbo intransitivo: Caiu (núcleo
do predicado)

•

Caiu é um Verbo Intransitivo
porque não exige a presença de
um objeto, ou seja, um
substantivo ou um pronome
substantivo para completar-lhe o
sentido.

•

Quem cai ------- cai

• Verbo intransitivo –
Não exige objeto
(in= não). A ação
não transita para
outras palavras.
Verbo Transitivo
•

Cristina tem uma bicicleta.

•

Sujeito Simples: Cristina

•

Núcleo do Sujeito: Cristina

•

Predicado
bicicleta.

•

Verbo transitivo: Tem (núcleo do
predicado)

•

Objeto : uma bicicleta.

•

Tem é um Verbo transitivo
porque exige a presença de um
objeto, ou seja, um substantivo
ou um pronome substantivo
para completar-lhe o sentido.

•

Quem tem ------- tem alguma
coisa.

Verbal:

tem

uma

• Verbo Transitivo – Exige
objeto a ação transita para
outras palavras.
Verbo Transitivo: Direto e Indireto.
O verbo transitivo pode ser: Transitivo Direto, Transitivo Indireto
e Transitivo direto e indireto.
•

Eu li o romance.

•

Eles acreditam em fantasma.

•

Sujeito simples: eu

•

Sujeito simples: Eles

•

Núcleo do sujeito: eu

•

Núcleo do sujeito: Eles

•

Predicado verbal: Li o romance.

•

Predicado verbal: Acreditam em
fantasma.

•

Verbo transitivo direto: Li

•

Verbo transitivo ind. Acreditam

•

Objeto direto: O romance.

•

Objeto indireto: em fantasma.

•

Conectivo: em (=preposição)

Verbo Transitivo Direto: é aquele que
exige um complemento chamado
objeto direto, ligado ao verbo sem
preposição.

Verbo Transitivo Indireto: é aquele que
exige um complemento chamado
objeto indireto, ligado ao verbo por
preposição (normalmente, a , de,
em.
As preposições em análise sintática, servem para unir
palavras entre si e são chamadas conetivos. No caso do
verbo transitivo indireto, a preposição liga o verbo ao
objeto indireto.
O rapaz emprestou estes livros a um colega.
Sujeito simples: O rapaz
Predicado verbal: Emprestou estes livros a um colega.
Verbo transitivo direto e indireto: Emprestou.
Objeto direto: Estes livros
Objeto indireto: a um colega.
Conetivo: a (= preposição) com função de conetivo.

Conetivo: palavras que estabelecem conexão entre palavras, orações ou frases. (Moderna Gramática
Brasileira
Verbo transitivo direto e indireto= é aquele que pede dois
objetos : um objeto direto – sem preposição – e um objeto
indireto – com preposição.

• Assim, o verbo, elemento essencial do predicado verbal,
classifica-se, de acordo com a predicação verbal, em:
• Verbo intransitivo

Não exige objeto.
Direto – exige objeto direto sem preposição

Verbo transitivo

indireto – Exige objeto indireto (com preposição)

Direto e indireto – Exige um objeto direto e um
objeto indireto.
Objeto direto
•

Objeto direto: é o termo que completa o sentido de um verbo
transitivo direto sem a presença obrigatória de preposição.

•

Ex: Os cientistas observam a terra.

•

Quem observa, observa o quê? – Objeto direto: A terra.

•

Ex: O rapaz beija a namorada.

•

Quem beija, beija quem? – Objeto direto: a namorada.

•

O objeto direto é a palavra (ou palavras) que responde(m) às
perguntas o quê? ou quem? Feitas após o verbo transitivo
direto.
Objeto indireto
•

Objeto indireto: é o termo que completa o sentido de um
verbo transitivo indireto e vem ligado a ele por meio de
preposição.

Ex: O ministro renunciou a seu cargo.
Quem renuncia, renuncia a quê? – Objeto indireto: A seu cargo
Eu não duvido de suas palavras.
Quem duvida, duvida de quê? – Objeto indireto: de suas palavras.
O objeto indireto é a palavra (ou palavras) que responde(m) às
perguntas a quê? , a quem? , de quê?, de quem?, em quê?, em
quem? feitas após o verbo transitivo indireto.
Núcleo do objeto: Tanto o objeto direto como o
objeto indireto possuem núcleo, que pode ser
representado por: Substantivo ou palavra
substantivada; pronome substantivo; pronome
pessoal oblíquo.
• Os astronautas realizam uma perigosa viagem.
• Sujeito simples: Os astronautas
• Núcleo do sujeito: Astronautas.
• Predicado verbal: Realizaram uma perigosa viagem.
• Verbo transitivo direto: realizaram
• Objeto direto: Uma perigosa viagem.
• Núcleo do objeto direto: Viagem (substantivo)
Função Sintática dos pronomes
oblíquos átonos I
• Dependendo do contexto, os pronomes oblíquos átonos
– me, te, se, o, a, os, as, lhe, lhes, nos, vos – em análise
sintática, podem funcionar como objeto direto ou objeto
indireto.
Objeto direto.
• Eu o encontrei na praça. Eu os encontrei na praça.
• Eu a encontrei na praça. Eu as encontrei na praça.
• Quem encontra, encontra alguém (ou alguma coisa). O
verbo encontrar exige um objeto sem a presença de
preposição, portanto é um verbo transitivo direto, que
Função Sintática dos pronomes
oblíquos átonos II
Objeto indireto – lhe, lhes.
• A criança lhe obedecia cegamente.
• A criança lhes obedecia cegamente.
• Quem obedece, obedece a alguém (ou a alguma coisa).
O verbo obedecer exige um objeto com a presença da
preposição a, portanto é um verbo transitivo indireto,
que permite um objeto indireto.
• Obedecia a quem? Objeto indireto: lhe, lhes
• Na linguagem coloquial, muitas vezes, o pronome
oblíquo lhe é usado com verbo transitivo direto. Assim:

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Adjunto adverbial, Adjunto adnominal e Complemento Nominal
Adjunto adverbial, Adjunto adnominal e Complemento NominalAdjunto adverbial, Adjunto adnominal e Complemento Nominal
Adjunto adverbial, Adjunto adnominal e Complemento Nominal
Cynthia Funchal
 
Orações coordenadas
Orações coordenadasOrações coordenadas
Orações coordenadas
Aline Castro
 
Aposto e vocativo
Aposto e vocativoAposto e vocativo
Aposto e vocativo
Cynthia Funchal
 
Oracoes Coordenadas
Oracoes CoordenadasOracoes Coordenadas
Oracoes Coordenadas
guest7174ad
 
Regência nominal e verbal
Regência nominal e verbalRegência nominal e verbal
Regência nominal e verbal
Sadrak Silva
 
Verbos
VerbosVerbos
Verbos
whybells
 
Adjunto Adnominal
Adjunto AdnominalAdjunto Adnominal
Adjunto Adnominal
Aliffer Murillo Laguna
 
ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS
ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVASORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS
ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS
Angela Santos
 
Tipos de sujeito
Tipos de sujeitoTipos de sujeito
Tipos de sujeito
IedaSantana
 
Concordância Verbal e Nominal
Concordância Verbal e NominalConcordância Verbal e Nominal
Concordância Verbal e Nominal
Daniele Silva
 
Predicados e predicativos
Predicados e predicativosPredicados e predicativos
Predicados e predicativos
Edson Alves
 
TIPOS DE VERBOS
TIPOS DE VERBOSTIPOS DE VERBOS
TIPOS DE VERBOS
Luciene Gomes
 
Orações Subordinadas Substantivas
Orações Subordinadas SubstantivasOrações Subordinadas Substantivas
Orações Subordinadas Substantivas
Blog Estudo
 
Pronomes
PronomesPronomes
Pronomes
Rita Tramonte
 
Adjunto adverbial
Adjunto adverbialAdjunto adverbial
Adjunto adverbial
Flávio Ferreira
 
Vozes verbais 8 ano
Vozes verbais 8 anoVozes verbais 8 ano
Vozes verbais 8 ano
Flávio Ferreira
 
RegêNcia Verbal
RegêNcia VerbalRegêNcia Verbal
RegêNcia Verbal
Miguel Neto
 
Verbos 2
Verbos 2Verbos 2
Verbos 2
Aportuguesando
 
Aposto e vocativo
Aposto e vocativoAposto e vocativo
Aposto e vocativo
Camila Desidério
 
Tipos de predicado
Tipos de predicadoTipos de predicado
Tipos de predicado
Itamar Franco
 

Mais procurados (20)

Adjunto adverbial, Adjunto adnominal e Complemento Nominal
Adjunto adverbial, Adjunto adnominal e Complemento NominalAdjunto adverbial, Adjunto adnominal e Complemento Nominal
Adjunto adverbial, Adjunto adnominal e Complemento Nominal
 
Orações coordenadas
Orações coordenadasOrações coordenadas
Orações coordenadas
 
Aposto e vocativo
Aposto e vocativoAposto e vocativo
Aposto e vocativo
 
Oracoes Coordenadas
Oracoes CoordenadasOracoes Coordenadas
Oracoes Coordenadas
 
Regência nominal e verbal
Regência nominal e verbalRegência nominal e verbal
Regência nominal e verbal
 
Verbos
VerbosVerbos
Verbos
 
Adjunto Adnominal
Adjunto AdnominalAdjunto Adnominal
Adjunto Adnominal
 
ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS
ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVASORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS
ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS
 
Tipos de sujeito
Tipos de sujeitoTipos de sujeito
Tipos de sujeito
 
Concordância Verbal e Nominal
Concordância Verbal e NominalConcordância Verbal e Nominal
Concordância Verbal e Nominal
 
Predicados e predicativos
Predicados e predicativosPredicados e predicativos
Predicados e predicativos
 
TIPOS DE VERBOS
TIPOS DE VERBOSTIPOS DE VERBOS
TIPOS DE VERBOS
 
Orações Subordinadas Substantivas
Orações Subordinadas SubstantivasOrações Subordinadas Substantivas
Orações Subordinadas Substantivas
 
Pronomes
PronomesPronomes
Pronomes
 
Adjunto adverbial
Adjunto adverbialAdjunto adverbial
Adjunto adverbial
 
Vozes verbais 8 ano
Vozes verbais 8 anoVozes verbais 8 ano
Vozes verbais 8 ano
 
RegêNcia Verbal
RegêNcia VerbalRegêNcia Verbal
RegêNcia Verbal
 
Verbos 2
Verbos 2Verbos 2
Verbos 2
 
Aposto e vocativo
Aposto e vocativoAposto e vocativo
Aposto e vocativo
 
Tipos de predicado
Tipos de predicadoTipos de predicado
Tipos de predicado
 

Destaque

Concordância Verbal; Regência Verbal e Nominal; Crase
Concordância Verbal; Regência Verbal e Nominal; CraseConcordância Verbal; Regência Verbal e Nominal; Crase
Concordância Verbal; Regência Verbal e Nominal; Crase
Lidiane Rodrigues
 
Português - Regência Verbal - www.CentroApoio.com - Vídeo Aulas
Português - Regência Verbal - www.CentroApoio.com - Vídeo AulasPortuguês - Regência Verbal - www.CentroApoio.com - Vídeo Aulas
Português - Regência Verbal - www.CentroApoio.com - Vídeo Aulas
Vídeo Aulas Apoio
 
Tipologia textual: DESCRIÇÃO, NARRAÇÃO, DISSERTAÇÃO
Tipologia textual: DESCRIÇÃO, NARRAÇÃO, DISSERTAÇÃOTipologia textual: DESCRIÇÃO, NARRAÇÃO, DISSERTAÇÃO
Tipologia textual: DESCRIÇÃO, NARRAÇÃO, DISSERTAÇÃO
Sônia Maciel Alves
 
Dissertação: características gerais.
Dissertação: características gerais.Dissertação: características gerais.
Dissertação: características gerais.
veri_profe
 
Orações subordinadas adjetivas
Orações subordinadas adjetivasOrações subordinadas adjetivas
Orações subordinadas adjetivas
nixsonmachado
 
Regencia verbal
Regencia verbalRegencia verbal
Regencia verbal
Marioribeiromorais
 
Regência verbal e nominal
Regência verbal e nominalRegência verbal e nominal
Regência verbal e nominal
Simone Peixoto
 
Verbos - parte 1
Verbos - parte 1Verbos - parte 1
Verbos - parte 1
Jorge Henrique
 
Gêneros textuais
Gêneros textuaisGêneros textuais
Gêneros textuais
leticiararek
 

Destaque (9)

Concordância Verbal; Regência Verbal e Nominal; Crase
Concordância Verbal; Regência Verbal e Nominal; CraseConcordância Verbal; Regência Verbal e Nominal; Crase
Concordância Verbal; Regência Verbal e Nominal; Crase
 
Português - Regência Verbal - www.CentroApoio.com - Vídeo Aulas
Português - Regência Verbal - www.CentroApoio.com - Vídeo AulasPortuguês - Regência Verbal - www.CentroApoio.com - Vídeo Aulas
Português - Regência Verbal - www.CentroApoio.com - Vídeo Aulas
 
Tipologia textual: DESCRIÇÃO, NARRAÇÃO, DISSERTAÇÃO
Tipologia textual: DESCRIÇÃO, NARRAÇÃO, DISSERTAÇÃOTipologia textual: DESCRIÇÃO, NARRAÇÃO, DISSERTAÇÃO
Tipologia textual: DESCRIÇÃO, NARRAÇÃO, DISSERTAÇÃO
 
Dissertação: características gerais.
Dissertação: características gerais.Dissertação: características gerais.
Dissertação: características gerais.
 
Orações subordinadas adjetivas
Orações subordinadas adjetivasOrações subordinadas adjetivas
Orações subordinadas adjetivas
 
Regencia verbal
Regencia verbalRegencia verbal
Regencia verbal
 
Regência verbal e nominal
Regência verbal e nominalRegência verbal e nominal
Regência verbal e nominal
 
Verbos - parte 1
Verbos - parte 1Verbos - parte 1
Verbos - parte 1
 
Gêneros textuais
Gêneros textuaisGêneros textuais
Gêneros textuais
 

Semelhante a Tipos de predicado

Tipos de predicados
Tipos de predicadosTipos de predicados
Tipos de predicados
Dany Pimentel
 
Tipos de predicados
Tipos de predicadosTipos de predicados
Tipos de predicados
Dany Pimentel
 
Predicados
PredicadosPredicados
Predicados
Flávio Ferreira
 
Slide língua portuguesa português 8 ano.pptx
Slide língua portuguesa português 8 ano.pptxSlide língua portuguesa português 8 ano.pptx
Slide língua portuguesa português 8 ano.pptx
ssuserf54fa01
 
Estudo do predicado
Estudo do predicadoEstudo do predicado
Estudo do predicado
Sâmara Souza de Azevedo
 
Sintaxe do periodo simples
Sintaxe do periodo simplesSintaxe do periodo simples
Elementos da oração.pptx
Elementos da oração.pptxElementos da oração.pptx
Elementos da oração.pptx
AdilsonMoreiraDiasJu
 
OraçõEs Subordinadas Substantivas
OraçõEs Subordinadas SubstantivasOraçõEs Subordinadas Substantivas
OraçõEs Subordinadas Substantivas
aliane
 
Português - Sintaxe (1ª Unidade)
Português - Sintaxe (1ª Unidade)Português - Sintaxe (1ª Unidade)
Português - Sintaxe (1ª Unidade)
Cleiton Cunha
 
Sujeito e predicado
Sujeito e predicadoSujeito e predicado
Sujeito e predicado
vitoria Figueiredo
 
Tipos de predicados
Tipos de predicadosTipos de predicados
Tipos de predicados
Laury40
 
Estudo do Predicado
Estudo do PredicadoEstudo do Predicado
Estudo do Predicado
Sâmara Souza de Azevedo
 
4 apostila analise sintatico
4 apostila analise sintatico4 apostila analise sintatico
4 apostila analise sintatico
maria edineuma marreira
 
PORTUGUES
PORTUGUESPORTUGUES
PORTUGUES
EDILENE CABRAL
 
Inove.html
Inove.htmlInove.html
Inove.html
lisiane arend
 
Predicados
PredicadosPredicados
Predicados
SEDF
 
transitividade.pdf
transitividade.pdftransitividade.pdf
transitividade.pdf
AnaPaulaJorgeDeOlive1
 
Sintaxe do periodo simples.ppt
Sintaxe do periodo simples.pptSintaxe do periodo simples.ppt
Sintaxe do periodo simples.ppt
FERNANDAFERREIRASOUT
 
Sintaxe do periodo simples E TERMOS INTEGRANTES.ppt
Sintaxe do periodo simples E TERMOS INTEGRANTES.pptSintaxe do periodo simples E TERMOS INTEGRANTES.ppt
Sintaxe do periodo simples E TERMOS INTEGRANTES.ppt
JeanJackRosario
 
Revisão de elementos da oração
Revisão de elementos da oraçãoRevisão de elementos da oração
Revisão de elementos da oração
carolparizotto
 

Semelhante a Tipos de predicado (20)

Tipos de predicados
Tipos de predicadosTipos de predicados
Tipos de predicados
 
Tipos de predicados
Tipos de predicadosTipos de predicados
Tipos de predicados
 
Predicados
PredicadosPredicados
Predicados
 
Slide língua portuguesa português 8 ano.pptx
Slide língua portuguesa português 8 ano.pptxSlide língua portuguesa português 8 ano.pptx
Slide língua portuguesa português 8 ano.pptx
 
Estudo do predicado
Estudo do predicadoEstudo do predicado
Estudo do predicado
 
Sintaxe do periodo simples
Sintaxe do periodo simplesSintaxe do periodo simples
Sintaxe do periodo simples
 
Elementos da oração.pptx
Elementos da oração.pptxElementos da oração.pptx
Elementos da oração.pptx
 
OraçõEs Subordinadas Substantivas
OraçõEs Subordinadas SubstantivasOraçõEs Subordinadas Substantivas
OraçõEs Subordinadas Substantivas
 
Português - Sintaxe (1ª Unidade)
Português - Sintaxe (1ª Unidade)Português - Sintaxe (1ª Unidade)
Português - Sintaxe (1ª Unidade)
 
Sujeito e predicado
Sujeito e predicadoSujeito e predicado
Sujeito e predicado
 
Tipos de predicados
Tipos de predicadosTipos de predicados
Tipos de predicados
 
Estudo do Predicado
Estudo do PredicadoEstudo do Predicado
Estudo do Predicado
 
4 apostila analise sintatico
4 apostila analise sintatico4 apostila analise sintatico
4 apostila analise sintatico
 
PORTUGUES
PORTUGUESPORTUGUES
PORTUGUES
 
Inove.html
Inove.htmlInove.html
Inove.html
 
Predicados
PredicadosPredicados
Predicados
 
transitividade.pdf
transitividade.pdftransitividade.pdf
transitividade.pdf
 
Sintaxe do periodo simples.ppt
Sintaxe do periodo simples.pptSintaxe do periodo simples.ppt
Sintaxe do periodo simples.ppt
 
Sintaxe do periodo simples E TERMOS INTEGRANTES.ppt
Sintaxe do periodo simples E TERMOS INTEGRANTES.pptSintaxe do periodo simples E TERMOS INTEGRANTES.ppt
Sintaxe do periodo simples E TERMOS INTEGRANTES.ppt
 
Revisão de elementos da oração
Revisão de elementos da oraçãoRevisão de elementos da oração
Revisão de elementos da oração
 

Mais de Vivian gusm?

Romantismo no brasil candido
Romantismo no brasil candidoRomantismo no brasil candido
Romantismo no brasil candido
Vivian gusm?
 
A arte de fazer perguntas, joy moss
A arte de fazer perguntas, joy mossA arte de fazer perguntas, joy moss
A arte de fazer perguntas, joy moss
Vivian gusm?
 
Ribas 2010 avaliação
Ribas 2010 avaliaçãoRibas 2010 avaliação
Ribas 2010 avaliação
Vivian gusm?
 
Reflexões sobre avaliação
Reflexões sobre avaliaçãoReflexões sobre avaliação
Reflexões sobre avaliação
Vivian gusm?
 
Clássicos
ClássicosClássicos
Clássicos
Vivian gusm?
 
A arte de fazer perguntas, joy moss cópia
A arte de fazer perguntas, joy moss   cópiaA arte de fazer perguntas, joy moss   cópia
A arte de fazer perguntas, joy moss cópia
Vivian gusm?
 
Castedo revisao textos_na_escola
Castedo revisao textos_na_escolaCastedo revisao textos_na_escola
Castedo revisao textos_na_escola
Vivian gusm?
 
Adjunto adverbial
Adjunto adverbialAdjunto adverbial
Adjunto adverbial
Vivian gusm?
 
Tipos de sujeito
Tipos de sujeitoTipos de sujeito
Tipos de sujeito
Vivian gusm?
 
Oracoes sub substantivas
Oracoes sub substantivasOracoes sub substantivas
Oracoes sub substantivas
Vivian gusm?
 
Texto literário e não literário 2
Texto literário e não literário 2Texto literário e não literário 2
Texto literário e não literário 2
Vivian gusm?
 

Mais de Vivian gusm? (11)

Romantismo no brasil candido
Romantismo no brasil candidoRomantismo no brasil candido
Romantismo no brasil candido
 
A arte de fazer perguntas, joy moss
A arte de fazer perguntas, joy mossA arte de fazer perguntas, joy moss
A arte de fazer perguntas, joy moss
 
Ribas 2010 avaliação
Ribas 2010 avaliaçãoRibas 2010 avaliação
Ribas 2010 avaliação
 
Reflexões sobre avaliação
Reflexões sobre avaliaçãoReflexões sobre avaliação
Reflexões sobre avaliação
 
Clássicos
ClássicosClássicos
Clássicos
 
A arte de fazer perguntas, joy moss cópia
A arte de fazer perguntas, joy moss   cópiaA arte de fazer perguntas, joy moss   cópia
A arte de fazer perguntas, joy moss cópia
 
Castedo revisao textos_na_escola
Castedo revisao textos_na_escolaCastedo revisao textos_na_escola
Castedo revisao textos_na_escola
 
Adjunto adverbial
Adjunto adverbialAdjunto adverbial
Adjunto adverbial
 
Tipos de sujeito
Tipos de sujeitoTipos de sujeito
Tipos de sujeito
 
Oracoes sub substantivas
Oracoes sub substantivasOracoes sub substantivas
Oracoes sub substantivas
 
Texto literário e não literário 2
Texto literário e não literário 2Texto literário e não literário 2
Texto literário e não literário 2
 

Tipos de predicado

  • 2. O predicado, como já vimos, é o termo da oração que contém o verbo. Apesar de sujeito e predicado serem termos essenciais da oração, há situações (com verbos impessoais) em que a oração não possui sujeito. Porém, não é possível existir uma oração sem predicado.
  • 3. Exemplos: • O presidente Lula viajou para Davos. Sujeito: O presidente Lula Predicado: viajou para Davos • Choveu torrencialmente no Rio de Janeiro. Sujeito: sem sujeito Predicado: Choveu torrencialmente no Rio de Janeiro
  • 4. Verbo quanto à predicação • Existem verbos que QUALIFICAM o sujeito no predicado. São os chamados verbos de ligação.Esses verbos expressam o ESTADO do sujeito. Como servem apenas de ponte entre o sujeito e o seu estado, sua qualidade ou seu modo de ser, eles são chamados de verbos de ligação.
  • 5. Os verbos de ligação podem expressar: • Estado permanente: ser, viver • Estado transitório: estar, andar, achar-se, encontrar-se • Estado mutatório: Ficar, virar, tornar-se, fazer-se • Estado de continuidade: continuar, permanecer • Estado aparente: parecer
  • 6. Os principais verbos de ligação são ser, estar, ficar, permanecer, parecer, andar, continuar, tornar-se. OBSERVA OS EXEMPLOS:
  • 7. O Brasil é um grande país. Sujeito Simples: O Brasil Predicado: é um grande país. Verbo de ligação (VL) (estado permanente): é Característica do sujeito ou sua qualificação: um grande país.
  • 8. Manoel está feliz. Sujeito simples: Manoel Predicado: está feliz. Verbo de ligação (VL) (estado): está Característica do sujeito: feliz.
  • 9. O ministro e o seu assessor pareciam irritados. Sujeito composto: O ministro e o seu assessor Predicado: pareciam irritados. Verbo de ligação (VL) (estado aparente): pareciam Característica do sujeito: irritados
  • 10. Nota importante: • Chama-se de predicativo o termo que qualifica o sujeito no predicado. Ex: Luísa anda cansada. Sujeito simples: Luísa Predicado: anda cansada Verbo de ligação (VL) (estado transitório): anda Predicativo do sujeito: cansada
  • 11. Quando a oração tem verbo de ligação e predicativo do sujeito chamamos o predicado de: PREDICADO NOMINAL No predicado nominal, o núcleo é o nome, isto é, o predicativo do sujeito. Este termo é o que, no predicado, nos informa algo sobre o sujeito.
  • 12. Predicado nominal É aquele que informa o estado do sujeito. E nesse caso o verbo empregado é de ligação.
  • 13. Estrutura do predicado nominal Essa formação dá-se por dois termos básicos: • Verbo de ligação • Predicativo do sujeito
  • 14. A palavra central do predicativo é o núcleo do predicado. Exemplos: Eu sempre ficava nervoso. Sujeito: Eu Predicado nominal: sempre ficava nervoso Verbo de ligação: ficava Predicativo do sujeito e núcleo do predicado: nervoso As mulheres parecem distraídas. Sujeito: As mulheres Predicado nominal: parecem distraídas Predicativo do sujeito e núcleo do predicado: distraídas
  • 15. Núcleo do predicado nominal O núcleo não é o verbo, mas sim a palavra que indica as características do sujeito contidas no predicado.O núcleo do predicado nominal é o predicativo do sujeito.
  • 16. O predicativo do sujeito pode ser representado por • um adjetivo ou locução adjetiva; • um substantivo ou palavra substantivada; • um pronome substantivo; • um numeral.
  • 17. Adjetivo ou locução adjetiva • O seu aroma é maravilhoso. • O seu perfume é de Jasmim.
  • 18. Substantivo ou palavra substantivada • Aquele cara parece uma bola. • Recordar é viver.
  • 19. Pronome substantivo • Meu texto não é esse. Numeral Nós somos onze em campo.
  • 20. Exemplos: Romário está feliz. Sujeito Simples: Romário Predicado nominal: está feliz Verbo de Ligação (estado transitório) : está Predicativo do sujeito: feliz Giovanna Antonelli é linda. Sujeito Simples: Giovanna Antonelli Predicado nominal: é linda Verbo de Ligação (estado permanente) : é Predicativo do Sujeito: linda
  • 21. Exemplos: Aquele automóvel era lindo. Sujeito: Aquele automóvel Predicado nominal: era lindo Verbo de ligação(estado transitório): era Predicativo do sujeito: lindo Núcleo do predicado: lindo.
  • 22. O ministro ficou apreensivo. Sujeito: O ministro Predicado nominal: ficou apreensivo Verbo de ligação (estado mutatório): ficou Predicativo do sujeito: apreensivo Núcleo do predicado: apreensivo.
  • 23. Esta criança permanece irrequieta. Sujeito: Esta criança Predicado nominal: permanece irrequieta Verbo de Ligação (estado de continuidade): permanece Predicativo do sujeito: irrequieta Núcleo do predicado: irrequieta.
  • 24. Predicativo do sujeito Trata-se do termo que atribui características ao sujeito por intermédio do verbo. Todo predicado construído com verbo de ligação necessita de predicativo do sujeito.
  • 25. Exemplo: Romário c ontinua fe liz. Sujeito: Romário Predicado nominal: continua feliz. Verbo de ligação: continua Predicativo do sujeito: feliz.
  • 26. As atitudes de alguns políticos são imperdoáveis. Sujeito: As atitudes de alguns políticos Predicado nominal: são imperdoáveis. Verbo de ligação: são Predicativo do sujeito: imperdoáveis.
  • 27. Exemplo: O pássaro parece machucado. Sujeito simples: o pássaro Verbo de ligação: parece Predicativo do sujeito: machucado Predicado nominal: parece machucado
  • 28. RESUMINDO • Existem dois tipos de verbos quanto à predicação; Verbos Significativos Verbos de Ligação (VL) • Os verbos significativos classificam-se em: Verbo Transitivo (VT) Verbo Intransitivo (VI) • Os verbos transitivos dividem-se em: Verbo Transitivo Direto (VTD) Verbo Transitivo Indireto (VTI) Verbo Transitivo Direto e Indireto (VTDI)
  • 29. Predicado Verbo Nominal • São predicados que tem dois núcleos: um núcleo constituído de uma forma verbal (verbo transitivo ou intransitivo com conteúdo referencial) e de um núcleo constituído de uma forma nominal (Substantivos, adjetivos, locuções adjetivas) ou pronominal.
  • 30. Os excursionistas chegaram cansados. Ex: • Os excursionistas chegaram cansados. Predicados verbo-nominal Predicado verbo-nominal: Chegaram cansados Núcleo verbal (verbo intransitivo): Chegaram Núcleo nominal: Cansados (predicativo do Sujeito)
  • 31. Verbo Intransitivo • Pedro caiu. • Sujeito Simples: Pedro • Núcleo do Sujeito: Pedro • Predicado Verbal: Caiu • Verbo intransitivo: Caiu (núcleo do predicado) • Caiu é um Verbo Intransitivo porque não exige a presença de um objeto, ou seja, um substantivo ou um pronome substantivo para completar-lhe o sentido. • Quem cai ------- cai • Verbo intransitivo – Não exige objeto (in= não). A ação não transita para outras palavras.
  • 32. Verbo Transitivo • Cristina tem uma bicicleta. • Sujeito Simples: Cristina • Núcleo do Sujeito: Cristina • Predicado bicicleta. • Verbo transitivo: Tem (núcleo do predicado) • Objeto : uma bicicleta. • Tem é um Verbo transitivo porque exige a presença de um objeto, ou seja, um substantivo ou um pronome substantivo para completar-lhe o sentido. • Quem tem ------- tem alguma coisa. Verbal: tem uma • Verbo Transitivo – Exige objeto a ação transita para outras palavras.
  • 33. Verbo Transitivo: Direto e Indireto. O verbo transitivo pode ser: Transitivo Direto, Transitivo Indireto e Transitivo direto e indireto. • Eu li o romance. • Eles acreditam em fantasma. • Sujeito simples: eu • Sujeito simples: Eles • Núcleo do sujeito: eu • Núcleo do sujeito: Eles • Predicado verbal: Li o romance. • Predicado verbal: Acreditam em fantasma. • Verbo transitivo direto: Li • Verbo transitivo ind. Acreditam • Objeto direto: O romance. • Objeto indireto: em fantasma. • Conectivo: em (=preposição) Verbo Transitivo Direto: é aquele que exige um complemento chamado objeto direto, ligado ao verbo sem preposição. Verbo Transitivo Indireto: é aquele que exige um complemento chamado objeto indireto, ligado ao verbo por preposição (normalmente, a , de, em.
  • 34. As preposições em análise sintática, servem para unir palavras entre si e são chamadas conetivos. No caso do verbo transitivo indireto, a preposição liga o verbo ao objeto indireto. O rapaz emprestou estes livros a um colega. Sujeito simples: O rapaz Predicado verbal: Emprestou estes livros a um colega. Verbo transitivo direto e indireto: Emprestou. Objeto direto: Estes livros Objeto indireto: a um colega. Conetivo: a (= preposição) com função de conetivo. Conetivo: palavras que estabelecem conexão entre palavras, orações ou frases. (Moderna Gramática Brasileira
  • 35. Verbo transitivo direto e indireto= é aquele que pede dois objetos : um objeto direto – sem preposição – e um objeto indireto – com preposição. • Assim, o verbo, elemento essencial do predicado verbal, classifica-se, de acordo com a predicação verbal, em: • Verbo intransitivo Não exige objeto. Direto – exige objeto direto sem preposição Verbo transitivo indireto – Exige objeto indireto (com preposição) Direto e indireto – Exige um objeto direto e um objeto indireto.
  • 36. Objeto direto • Objeto direto: é o termo que completa o sentido de um verbo transitivo direto sem a presença obrigatória de preposição. • Ex: Os cientistas observam a terra. • Quem observa, observa o quê? – Objeto direto: A terra. • Ex: O rapaz beija a namorada. • Quem beija, beija quem? – Objeto direto: a namorada. • O objeto direto é a palavra (ou palavras) que responde(m) às perguntas o quê? ou quem? Feitas após o verbo transitivo direto.
  • 37. Objeto indireto • Objeto indireto: é o termo que completa o sentido de um verbo transitivo indireto e vem ligado a ele por meio de preposição. Ex: O ministro renunciou a seu cargo. Quem renuncia, renuncia a quê? – Objeto indireto: A seu cargo Eu não duvido de suas palavras. Quem duvida, duvida de quê? – Objeto indireto: de suas palavras. O objeto indireto é a palavra (ou palavras) que responde(m) às perguntas a quê? , a quem? , de quê?, de quem?, em quê?, em quem? feitas após o verbo transitivo indireto.
  • 38. Núcleo do objeto: Tanto o objeto direto como o objeto indireto possuem núcleo, que pode ser representado por: Substantivo ou palavra substantivada; pronome substantivo; pronome pessoal oblíquo. • Os astronautas realizam uma perigosa viagem. • Sujeito simples: Os astronautas • Núcleo do sujeito: Astronautas. • Predicado verbal: Realizaram uma perigosa viagem. • Verbo transitivo direto: realizaram • Objeto direto: Uma perigosa viagem. • Núcleo do objeto direto: Viagem (substantivo)
  • 39. Função Sintática dos pronomes oblíquos átonos I • Dependendo do contexto, os pronomes oblíquos átonos – me, te, se, o, a, os, as, lhe, lhes, nos, vos – em análise sintática, podem funcionar como objeto direto ou objeto indireto. Objeto direto. • Eu o encontrei na praça. Eu os encontrei na praça. • Eu a encontrei na praça. Eu as encontrei na praça. • Quem encontra, encontra alguém (ou alguma coisa). O verbo encontrar exige um objeto sem a presença de preposição, portanto é um verbo transitivo direto, que
  • 40. Função Sintática dos pronomes oblíquos átonos II Objeto indireto – lhe, lhes. • A criança lhe obedecia cegamente. • A criança lhes obedecia cegamente. • Quem obedece, obedece a alguém (ou a alguma coisa). O verbo obedecer exige um objeto com a presença da preposição a, portanto é um verbo transitivo indireto, que permite um objeto indireto. • Obedecia a quem? Objeto indireto: lhe, lhes • Na linguagem coloquial, muitas vezes, o pronome oblíquo lhe é usado com verbo transitivo direto. Assim: