SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 1
Baixar para ler offline
A minha cidade. A sua cidade.
Timóteo
Sabendo
sobre sua
cidade.
Zona Proibida
A exploração da região conhecida inicialmente como
Sertões do Rio Doce teve início no final do século XVI, em
expedições à procura de metais preciosos, no entanto o
desbravamento dessas terras foi proibido no começo do
século XVII, a fim de evitar contrabando do ouro extraído
nas redondezas de Diamantina. O povoamento foi
liberado em 1755, porém a existência de indígenas no
vale do rio Doce era vista como um obstáculo para a
exploração. Isso fez com que, no início do século XIX,
fossem criados quartéis com o objetivo de fortalecer a
proteção aos colonos pela chamada Divisão do Rio Doce,
na qual situava-se o atual município.
O Povoamento
Tal povoamento ocorreu em meados do século XIX,
quando Francisco de Paula e Silva adquiriu três sesmarias
na localidade e se instalou em uma delas, no atual bairro
Alegre, próximo ao chamado Ribeirão de Timóteo.
Francisco estabeleceu a agricultura e a criação de gado e
recebia tropeiros em busca de descanso, incentivando a
formação de um povoado, mais tarde batizado de São
Sebastião do Alegre.
Timóteo era conhecida como Alegre e encontrava-se
subordinada ao Quartel Onça Pequena, com sede em
Jaguaraçu. Data-se dessa ocasião a estadia de Guido
Marlière, comandante geral das divisões do Rio Doce e
responsável pela catequização dos índios pelo leste
mineiro em alternativa ao massacre sistemático dos
nativos, visando a facilitar a colonização.
Origem do Nome Timóteo
A origem da denominação "Timóteo" é atribuída ao
sobrenome de um homem que se instalou na localidade,
onde abriu uma venda que se tornou muito importante,
ficando conhecida também como Paragem do Ribeirão do
Timóteo. Outra versão refere-se a um desbravador que
decidiu homenagear um sobrinho europeu, de nome
Timóteo. Outra versão refere-se a um desbravador que
decidiu homenagear um sobrinho europeu, de nome
Timóteo.
Acesita ( Indústria e Centro Norte)
Na década de 1940, essa região foi escolhida para sediar
o núcleo industrial da Acesita. A pedido da Indústria foi
construída uma vila operária destinada a seus
trabalhadores, paralela ao núcleo urbano original, porém
seu desenvolvimento incentivou a emancipação em
1964.
Essa situação levou à divisão da cidade em dois
agrupamentos: um composto pelos bairros construídos
pela empresa, a região do Centro-Norte ainda conhecida
como "Acesita" e o outro formado a partir das ocupações
originais no Centro-Sul, que por sua vez é referido como
"Timóteo".
Curiosidades
Escolas de samba carnavalescas e o congado se destacam
na nossa cidade. Há vários pontos turísticos. Como
exemplos, temos o Pico da Ana Moura que é o ponto
mais alto do município e o Parque Estadual do Rio Doce.
As praças 29 de Abril e 1º de Maio estão entre as
principais áreas de lazer e promoção de eventos. A
Fundação Aperam Acesita, mantém um centro cultural
que conta com teatro, um museu da empresa e áreas
destinadas a exposições, cursos e aula de teatro, além de
ministrar oficinas em escolas e áreas públicas.
Júlia, Mayne e Talissa.
Turma 7º 1
Professor: Thiago Vaz
Escola Municipal de Timóteo

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a TIMÓTEO 53 ANOS 71 julia, mayne e talissa

Aulas de historia do tocantins
Aulas de historia do tocantinsAulas de historia do tocantins
Aulas de historia do tocantinsLucas Santos
 
Contexto Histórico do Bairro do Itaim Bibi, SP - Versão Completa
Contexto Histórico do Bairro do Itaim Bibi, SP - Versão CompletaContexto Histórico do Bairro do Itaim Bibi, SP - Versão Completa
Contexto Histórico do Bairro do Itaim Bibi, SP - Versão CompletaErika Marion Robrahn-González
 
Aulasdehistoriadotocantinssalvoautomaticamente 120712001245-phpapp01
Aulasdehistoriadotocantinssalvoautomaticamente 120712001245-phpapp01Aulasdehistoriadotocantinssalvoautomaticamente 120712001245-phpapp01
Aulasdehistoriadotocantinssalvoautomaticamente 120712001245-phpapp01vanessa pereira
 
História de Porto Real.pdf
História de Porto Real.pdfHistória de Porto Real.pdf
História de Porto Real.pdfThiagoCarlos33
 
História de Porto Real.pdf
História de Porto Real.pdfHistória de Porto Real.pdf
História de Porto Real.pdfThiagoCarlos33
 
Cidades históricas de Minas Gerais
Cidades históricas de Minas GeraisCidades históricas de Minas Gerais
Cidades históricas de Minas GeraisSylvio Bazote
 
Projeto desev. político, econômico e social de caçador eva
Projeto desev. político, econômico e social de  caçador evaProjeto desev. político, econômico e social de  caçador eva
Projeto desev. político, econômico e social de caçador evaAdriana Azambuja
 
A história urbana da cidade do rio de janeiro
A história urbana da cidade do rio de janeiroA história urbana da cidade do rio de janeiro
A história urbana da cidade do rio de janeiroSalageo Cristina
 
G2 – o ciclo do ouro
G2 – o ciclo do ouroG2 – o ciclo do ouro
G2 – o ciclo do ouroRafael Vasco
 
Ô GLÓRIA! – HISTÓRIA, CULTURA, BOEMIA E PAISAGENS (PARTE 1) _ O CLUSTER
Ô GLÓRIA! – HISTÓRIA, CULTURA, BOEMIA E PAISAGENS (PARTE 1) _ O CLUSTERÔ GLÓRIA! – HISTÓRIA, CULTURA, BOEMIA E PAISAGENS (PARTE 1) _ O CLUSTER
Ô GLÓRIA! – HISTÓRIA, CULTURA, BOEMIA E PAISAGENS (PARTE 1) _ O CLUSTERMaria Claudia Pompeo
 
Formação territorial do brasil e demografia
Formação territorial do brasil e demografiaFormação territorial do brasil e demografia
Formação territorial do brasil e demografiaotacio candido
 
Formação territorial do brasil e demografia
Formação territorial do brasil e demografiaFormação territorial do brasil e demografia
Formação territorial do brasil e demografiaotacio candido
 
Cidade baixa
Cidade baixaCidade baixa
Cidade baixafran94
 

Semelhante a TIMÓTEO 53 ANOS 71 julia, mayne e talissa (20)

Campo Bom[2]
Campo Bom[2]Campo Bom[2]
Campo Bom[2]
 
Campo Bom[2]
Campo Bom[2]Campo Bom[2]
Campo Bom[2]
 
Campo Bom[2]
Campo Bom[2]Campo Bom[2]
Campo Bom[2]
 
Pontos turísticos da bahia
Pontos turísticos da bahiaPontos turísticos da bahia
Pontos turísticos da bahia
 
historia do tocantins
historia do tocantins historia do tocantins
historia do tocantins
 
Aulas de historia do tocantins
Aulas de historia do tocantinsAulas de historia do tocantins
Aulas de historia do tocantins
 
Contexto Histórico do Bairro do Itaim Bibi, SP - Versão Completa
Contexto Histórico do Bairro do Itaim Bibi, SP - Versão CompletaContexto Histórico do Bairro do Itaim Bibi, SP - Versão Completa
Contexto Histórico do Bairro do Itaim Bibi, SP - Versão Completa
 
Aulasdehistoriadotocantinssalvoautomaticamente 120712001245-phpapp01
Aulasdehistoriadotocantinssalvoautomaticamente 120712001245-phpapp01Aulasdehistoriadotocantinssalvoautomaticamente 120712001245-phpapp01
Aulasdehistoriadotocantinssalvoautomaticamente 120712001245-phpapp01
 
História de Porto Real.pdf
História de Porto Real.pdfHistória de Porto Real.pdf
História de Porto Real.pdf
 
História de Porto Real.pdf
História de Porto Real.pdfHistória de Porto Real.pdf
História de Porto Real.pdf
 
Cidades históricas de Minas Gerais
Cidades históricas de Minas GeraisCidades históricas de Minas Gerais
Cidades históricas de Minas Gerais
 
Projeto desev. político, econômico e social de caçador eva
Projeto desev. político, econômico e social de  caçador evaProjeto desev. político, econômico e social de  caçador eva
Projeto desev. político, econômico e social de caçador eva
 
A história urbana da cidade do rio de janeiro
A história urbana da cidade do rio de janeiroA história urbana da cidade do rio de janeiro
A história urbana da cidade do rio de janeiro
 
G2 – o ciclo do ouro
G2 – o ciclo do ouroG2 – o ciclo do ouro
G2 – o ciclo do ouro
 
Ô GLÓRIA! – HISTÓRIA, CULTURA, BOEMIA E PAISAGENS (PARTE 1) _ O CLUSTER
Ô GLÓRIA! – HISTÓRIA, CULTURA, BOEMIA E PAISAGENS (PARTE 1) _ O CLUSTERÔ GLÓRIA! – HISTÓRIA, CULTURA, BOEMIA E PAISAGENS (PARTE 1) _ O CLUSTER
Ô GLÓRIA! – HISTÓRIA, CULTURA, BOEMIA E PAISAGENS (PARTE 1) _ O CLUSTER
 
Ciclo do ouro
Ciclo do ouroCiclo do ouro
Ciclo do ouro
 
Formação territorial do brasil e demografia
Formação territorial do brasil e demografiaFormação territorial do brasil e demografia
Formação territorial do brasil e demografia
 
Formação territorial do brasil e demografia
Formação territorial do brasil e demografiaFormação territorial do brasil e demografia
Formação territorial do brasil e demografia
 
Cidade baixa
Cidade baixaCidade baixa
Cidade baixa
 
O rio que queria ser paris
O rio que queria ser parisO rio que queria ser paris
O rio que queria ser paris
 

Mais de muni2014

Plano de Ação - Gestão 2019-2021
Plano de Ação - Gestão 2019-2021 Plano de Ação - Gestão 2019-2021
Plano de Ação - Gestão 2019-2021 muni2014
 
Caderno formatura
Caderno formaturaCaderno formatura
Caderno formaturamuni2014
 
Jornal gazeta municipal aprovado
Jornal gazeta municipal aprovadoJornal gazeta municipal aprovado
Jornal gazeta municipal aprovadomuni2014
 
Museu da lapinha e museu da puc
Museu da lapinha e museu da pucMuseu da lapinha e museu da puc
Museu da lapinha e museu da pucmuni2014
 
Resultado de escola_13_417__coronel_fabriciano__timoteo__língua_portuguesa (3)
Resultado de escola_13_417__coronel_fabriciano__timoteo__língua_portuguesa (3)Resultado de escola_13_417__coronel_fabriciano__timoteo__língua_portuguesa (3)
Resultado de escola_13_417__coronel_fabriciano__timoteo__língua_portuguesa (3)muni2014
 
Resultado de escola_13_417__coronel_fabriciano__timoteo__matemática
Resultado de escola_13_417__coronel_fabriciano__timoteo__matemáticaResultado de escola_13_417__coronel_fabriciano__timoteo__matemática
Resultado de escola_13_417__coronel_fabriciano__timoteo__matemáticamuni2014
 
Resultado de escola_13_417__coronel_fabriciano__timoteo__matemática
Resultado de escola_13_417__coronel_fabriciano__timoteo__matemáticaResultado de escola_13_417__coronel_fabriciano__timoteo__matemática
Resultado de escola_13_417__coronel_fabriciano__timoteo__matemáticamuni2014
 
Resultado de escola_13_379__coronel_fabriciano__timoteo__língua_portuguesa (1)
Resultado de escola_13_379__coronel_fabriciano__timoteo__língua_portuguesa (1)Resultado de escola_13_379__coronel_fabriciano__timoteo__língua_portuguesa (1)
Resultado de escola_13_379__coronel_fabriciano__timoteo__língua_portuguesa (1)muni2014
 
Regulamento jogos muni 2017
Regulamento jogos muni 2017Regulamento jogos muni 2017
Regulamento jogos muni 2017muni2014
 
2º reunião com pais 2017
2º reunião com pais 20172º reunião com pais 2017
2º reunião com pais 2017muni2014
 
Pico do Ana Moura kaio 72
Pico do Ana Moura kaio 72Pico do Ana Moura kaio 72
Pico do Ana Moura kaio 72muni2014
 
Ginásio, praça 1 de maio 72 alan novo
Ginásio, praça 1 de maio 72 alan novoGinásio, praça 1 de maio 72 alan novo
Ginásio, praça 1 de maio 72 alan novomuni2014
 
igreja do timirim 7º1 ian
igreja do timirim 7º1 ianigreja do timirim 7º1 ian
igreja do timirim 7º1 ianmuni2014
 
Praça céu Hamilton 6 º3
Praça céu Hamilton 6 º3Praça céu Hamilton 6 º3
Praça céu Hamilton 6 º3muni2014
 
Oikós rhaiany 63
Oikós rhaiany 63 Oikós rhaiany 63
Oikós rhaiany 63 muni2014
 
Igreja são sebastião
Igreja são sebastiãoIgreja são sebastião
Igreja são sebastiãomuni2014
 
Palestra povos indigenas
Palestra povos indigenasPalestra povos indigenas
Palestra povos indigenasmuni2014
 
Horário 29fev
Horário 29fevHorário 29fev
Horário 29fevmuni2014
 
10 minutos contra a dengue
10 minutos contra a dengue10 minutos contra a dengue
10 minutos contra a denguemuni2014
 

Mais de muni2014 (20)

Plano de Ação - Gestão 2019-2021
Plano de Ação - Gestão 2019-2021 Plano de Ação - Gestão 2019-2021
Plano de Ação - Gestão 2019-2021
 
Caderno formatura
Caderno formaturaCaderno formatura
Caderno formatura
 
Jornal gazeta municipal aprovado
Jornal gazeta municipal aprovadoJornal gazeta municipal aprovado
Jornal gazeta municipal aprovado
 
Museu da lapinha e museu da puc
Museu da lapinha e museu da pucMuseu da lapinha e museu da puc
Museu da lapinha e museu da puc
 
Resultado de escola_13_417__coronel_fabriciano__timoteo__língua_portuguesa (3)
Resultado de escola_13_417__coronel_fabriciano__timoteo__língua_portuguesa (3)Resultado de escola_13_417__coronel_fabriciano__timoteo__língua_portuguesa (3)
Resultado de escola_13_417__coronel_fabriciano__timoteo__língua_portuguesa (3)
 
Resultado de escola_13_417__coronel_fabriciano__timoteo__matemática
Resultado de escola_13_417__coronel_fabriciano__timoteo__matemáticaResultado de escola_13_417__coronel_fabriciano__timoteo__matemática
Resultado de escola_13_417__coronel_fabriciano__timoteo__matemática
 
Resultado de escola_13_417__coronel_fabriciano__timoteo__matemática
Resultado de escola_13_417__coronel_fabriciano__timoteo__matemáticaResultado de escola_13_417__coronel_fabriciano__timoteo__matemática
Resultado de escola_13_417__coronel_fabriciano__timoteo__matemática
 
Resultado de escola_13_379__coronel_fabriciano__timoteo__língua_portuguesa (1)
Resultado de escola_13_379__coronel_fabriciano__timoteo__língua_portuguesa (1)Resultado de escola_13_379__coronel_fabriciano__timoteo__língua_portuguesa (1)
Resultado de escola_13_379__coronel_fabriciano__timoteo__língua_portuguesa (1)
 
Regulamento jogos muni 2017
Regulamento jogos muni 2017Regulamento jogos muni 2017
Regulamento jogos muni 2017
 
2º reunião com pais 2017
2º reunião com pais 20172º reunião com pais 2017
2º reunião com pais 2017
 
Pico do Ana Moura kaio 72
Pico do Ana Moura kaio 72Pico do Ana Moura kaio 72
Pico do Ana Moura kaio 72
 
Ginásio, praça 1 de maio 72 alan novo
Ginásio, praça 1 de maio 72 alan novoGinásio, praça 1 de maio 72 alan novo
Ginásio, praça 1 de maio 72 alan novo
 
igreja do timirim 7º1 ian
igreja do timirim 7º1 ianigreja do timirim 7º1 ian
igreja do timirim 7º1 ian
 
Oikos
OikosOikos
Oikos
 
Praça céu Hamilton 6 º3
Praça céu Hamilton 6 º3Praça céu Hamilton 6 º3
Praça céu Hamilton 6 º3
 
Oikós rhaiany 63
Oikós rhaiany 63 Oikós rhaiany 63
Oikós rhaiany 63
 
Igreja são sebastião
Igreja são sebastiãoIgreja são sebastião
Igreja são sebastião
 
Palestra povos indigenas
Palestra povos indigenasPalestra povos indigenas
Palestra povos indigenas
 
Horário 29fev
Horário 29fevHorário 29fev
Horário 29fev
 
10 minutos contra a dengue
10 minutos contra a dengue10 minutos contra a dengue
10 minutos contra a dengue
 

Último

atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...WelitaDiaz1
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfManuais Formação
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMary Alvarenga
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...LuizHenriquedeAlmeid6
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxIlda Bicacro
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfKelly Mendes
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na Áfricajuekfuek
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASricardo644666
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...marioeugenio8
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEblogdoelvis
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfManuais Formação
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxIlda Bicacro
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdfaulasgege
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptorlando dias da silva
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasBibliotecaViatodos
 
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docxSílvia Carneiro
 

Último (20)

atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
 
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
 

TIMÓTEO 53 ANOS 71 julia, mayne e talissa

  • 1. A minha cidade. A sua cidade. Timóteo Sabendo sobre sua cidade. Zona Proibida A exploração da região conhecida inicialmente como Sertões do Rio Doce teve início no final do século XVI, em expedições à procura de metais preciosos, no entanto o desbravamento dessas terras foi proibido no começo do século XVII, a fim de evitar contrabando do ouro extraído nas redondezas de Diamantina. O povoamento foi liberado em 1755, porém a existência de indígenas no vale do rio Doce era vista como um obstáculo para a exploração. Isso fez com que, no início do século XIX, fossem criados quartéis com o objetivo de fortalecer a proteção aos colonos pela chamada Divisão do Rio Doce, na qual situava-se o atual município. O Povoamento Tal povoamento ocorreu em meados do século XIX, quando Francisco de Paula e Silva adquiriu três sesmarias na localidade e se instalou em uma delas, no atual bairro Alegre, próximo ao chamado Ribeirão de Timóteo. Francisco estabeleceu a agricultura e a criação de gado e recebia tropeiros em busca de descanso, incentivando a formação de um povoado, mais tarde batizado de São Sebastião do Alegre. Timóteo era conhecida como Alegre e encontrava-se subordinada ao Quartel Onça Pequena, com sede em Jaguaraçu. Data-se dessa ocasião a estadia de Guido Marlière, comandante geral das divisões do Rio Doce e responsável pela catequização dos índios pelo leste mineiro em alternativa ao massacre sistemático dos nativos, visando a facilitar a colonização. Origem do Nome Timóteo A origem da denominação "Timóteo" é atribuída ao sobrenome de um homem que se instalou na localidade, onde abriu uma venda que se tornou muito importante, ficando conhecida também como Paragem do Ribeirão do Timóteo. Outra versão refere-se a um desbravador que decidiu homenagear um sobrinho europeu, de nome Timóteo. Outra versão refere-se a um desbravador que decidiu homenagear um sobrinho europeu, de nome Timóteo. Acesita ( Indústria e Centro Norte) Na década de 1940, essa região foi escolhida para sediar o núcleo industrial da Acesita. A pedido da Indústria foi construída uma vila operária destinada a seus trabalhadores, paralela ao núcleo urbano original, porém seu desenvolvimento incentivou a emancipação em 1964. Essa situação levou à divisão da cidade em dois agrupamentos: um composto pelos bairros construídos pela empresa, a região do Centro-Norte ainda conhecida como "Acesita" e o outro formado a partir das ocupações originais no Centro-Sul, que por sua vez é referido como "Timóteo". Curiosidades Escolas de samba carnavalescas e o congado se destacam na nossa cidade. Há vários pontos turísticos. Como exemplos, temos o Pico da Ana Moura que é o ponto mais alto do município e o Parque Estadual do Rio Doce. As praças 29 de Abril e 1º de Maio estão entre as principais áreas de lazer e promoção de eventos. A Fundação Aperam Acesita, mantém um centro cultural que conta com teatro, um museu da empresa e áreas destinadas a exposições, cursos e aula de teatro, além de ministrar oficinas em escolas e áreas públicas. Júlia, Mayne e Talissa. Turma 7º 1 Professor: Thiago Vaz Escola Municipal de Timóteo