SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 14
“Assim também a fé, se não tiver
as obras, é morta em si
mesma” (Tg 2.17).
ailtonsilva2000.blogspot.com.br
Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém
Setor 5 – Álvares Machado (SP)
TEXTO ÁUREO
A nossa fé tem de produzir
frutos verdadeiros de amor,
do contrário, ela se apresenta
falsa.
VERDADE PRÁTICA
ailtonsilva2000.blogspot.com.br
Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém
Setor 5 – Álvares Machado (SP)
14 - Meus irmãos, que aproveita se alguém disser
que tem fé e não tiver as obras? Porventura, a fé
pode salvá-lo?
15 - E, se o irmão ou a irmã estiverem nus e
tiverem falta de mantimento cotidiano,
16 - e algum de vós lhes disser: Ide em paz,
aquentai-vos e fartai-vos; e lhes não derdes as
coisas necessárias para o corpo, que proveito virá
daí?
17 - Assim também a fé, se não tiver as obras, é
morta em si mesma.
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
Tg 2.14-26
ailtonsilva2000.blogspot.com.br
Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém
Setor 5 – Álvares Machado (SP)
18 - Mas dirá alguém: Tu tens a fé, e eu tenho as
obras; mostra-me a tua fé sem as tuas obras, e eu
te mostrarei a minha fé pelas minhas obras.
19 - Tu crês que há um só Deus? Fazes bem;
também os demônios o creem e estremecem.
20 - Mas, ó homem vão, queres tu saber que a fé
sem as obras é morta?
21 - Porventura Abraão, o nosso pai, não foi
justificado pelas obras, quando ofereceu sobre o
altar o seu filho Isaque?
22 - Bem vês que a fé cooperou com as suas
obras e que, pelas obras, a fé foi aperfeiçoada,
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
Tg 2.14-26
ailtonsilva2000.blogspot.com.br
Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém
Setor 5 – Álvares Machado (SP)
23 - e cumpriu-se a Escritura, que diz: E creu
Abraão em Deus, e foi-lhe isso imputado como
justiça, e foi chamado o amigo de Deus.
24 - Vedes, então, que o homem é justificado pelas
obras e não somente pela fé.
25 - E de igual modo Raabe, a meretriz, não foi
também justificada pelas obras, quando recolheu
os emissários e os despediu por outro caminho?
26 - Porque, assim como o corpo sem o espírito
está morto, assim também a fé sem obras é morta.
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
Tg 2.14-26
ailtonsilva2000.blogspot.com.br
Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém
Setor 5 – Álvares Machado (SP)
PROPOSTA DA LIÇÃO
ailtonsilva2000.blogspot.com.br
Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém
Setor 5 – Álvares Machado (SP)
• Tiago, filho de José e Maria e meio irmão de Jesus;
• Local e data da carta: Jerusalém (45 e 49 a.C);
• Destinatários: cristãos espalhados pelo mundo;
• Propósito: fortalecer e consolar os cristãos;
• Levando-os a um relacionamento mais intímo com Deus;
• A epístola é um bálsamo para as igrejas perseguidas;
• Tiago exortou os santos a não desanimarem na fé;
• Não se pode fazer separação entre a fé e as obras;
• Alguns visam os seus interesses e não a glória de Deus.
• Tiago, irmão de Jesus, mensageiro de Deus;
• Autor da Carta direcionada aos dispersos e convertidos;
• Verdadeiros conselhos práticos valiosos, temas atuais;
• Uma ajuda na relação com Deus e com o próximo;
• Tema central da carta: fé sem obras é morta;
• Não basta somente professar uma fé. Exemplo de Saulo;
• O verdadeiro cristão deve se atentar para isto.
• Assim compreendemos: a fé sem as obras é morta.
ailtonsilva2000.blogspot.com.br
Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém
Setor 5 – Álvares Machado (SP)
INTRODUÇÃO
1. AUTORIA.
• 4 Tiagos mencionados, mas o autor foi o irmão de Jesus;
• Líder da igreja em Jerusalém;
• Linguagem semelhante às palavras de Tiago (At 15).
2. LOCAL E DATA.
• Local: Palestina, mais especificamente Jerusalém;
• Data da carta: aproximadamente 45 a 49 d.C.
3. DESTINATÁRIO.
• Destinatários: as doze tribos que andavam dispersas;
• Às 12 tribos: resgate do sentimento anterior ao cativeiro;
• Às 12 tribos: gentios convertidos e judeus dispersos.
I – AUTORIA, LOCAL, DATA
E DESTINATÁRIOS (Tg 1.1)
ailtonsilva2000.blogspot.com.br
Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém
Setor 5 – Álvares Machado (SP)
1. ORIENTAR.
• Orientações diante da falsa espiritualidade e egoísmo;
• Ensinos sobre a verdadeira religião para com Deus;
• Orientações relevantes, pertinentes e necessárias.
2. CONSOLAR.
• Consolo para os perseguidos crentes primitivos;
• A carta foi direcionada para os crentes da época;
• Mas serviu e serve ainda de bálsamo.
3. FORTALECER.
• Tiago condenou a exploração contra os pobres;
• Ainda hoje esta exploração encontra espaço;
• O juízo de Deus foi exposto. Os crentes foram animados.
II – O PROPÓSITO
DA EPÍSTOLA DE TIAGO
ailtonsilva2000.blogspot.com.br
Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém
Setor 5 – Álvares Machado (SP)
1. NUM TEMPO DE SUPERFICIALIDADE ESPIRITUAL.
• Propósito: ajuda em nossa relação com Deus e próximo;
• Carta em plena concordância com o ensino de Jesus;
• Tiago enxergou problemas na igreja primitiva e moderna.
2. CONFUSÃO: SALVAÇÃO PELA FÉ PELAS OBRAS”.
• Tiago não contradiz o que foi ensinado por Paulo;
• Falsos mestres distorceram a doutrina da salvação;
• Para Tiago, não há separação entre fé e as obras;
• Não se gloriem: Fé vem de Deus, obras vem do homem.
3. UMA FÉ POSTA EM PRÁTICA.
• Pseudodiscípulos: estão distantes das virtudes bíblicas;
• A nossa fé deve ser evidenciada pelas nossas atitudes.
III – ATUALIDADE DA EPÍSTOLA
ailtonsilva2000.blogspot.com.br
Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém
Setor 5 – Álvares Machado (SP)
• A Epístola de Tiago é um farol acesso;
• Um alerta contra a mediocridade da suposta vida cristã;
• Religião pura: fé que se mostra através de nossas obras.
OBJETIVOS DA LIÇÃO – FORAM ALCANÇADOS?
1. Tiago escreveu a carta para os dispersos (45 a 49 d.C);
2. Propósito: orientar, consolar e fortalecer;
3. Carta importante diante da superficialidade espiritual.
CONCLUSÃO
ailtonsilva2000.blogspot.com.br
Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém
Setor 5 – Álvares Machado (SP)
Contato: ailtonsilva2000
@yahoo.com.br
@gmail.com
.blogspot.com
Álvares Machado (SP)
3º trim. 2014
ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL
ailtonsilva2000.blogspot.com.br
Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém
Setor 5 – Álvares Machado (SP)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

10 - Uma igreja verdadeiramente próspera
10 - Uma igreja verdadeiramente próspera10 - Uma igreja verdadeiramente próspera
10 - Uma igreja verdadeiramente próspera
 
09
0909
09
 
Lição 9 - Preservando a identidade da igreja
Lição 9 - Preservando a identidade da igrejaLição 9 - Preservando a identidade da igreja
Lição 9 - Preservando a identidade da igreja
 
Lição 5
Lição 5Lição 5
Lição 5
 
Lição 01
Lição 01Lição 01
Lição 01
 
Lição 1 - A epístola aos romanos
Lição 1 - A epístola aos romanosLição 1 - A epístola aos romanos
Lição 1 - A epístola aos romanos
 
Lição 8 - Filadélfia, a igreja do amor perfeito
Lição 8 - Filadélfia, a igreja do amor perfeitoLição 8 - Filadélfia, a igreja do amor perfeito
Lição 8 - Filadélfia, a igreja do amor perfeito
 
07
0707
07
 
09 - Laodicéia, uma igreja morna
09 - Laodicéia, uma igreja morna09 - Laodicéia, uma igreja morna
09 - Laodicéia, uma igreja morna
 
Lição 5 - A identidade do Espírito Santo
Lição 5 - A identidade do Espírito SantoLição 5 - A identidade do Espírito Santo
Lição 5 - A identidade do Espírito Santo
 
Os dons de elocução
Os dons de elocuçãoOs dons de elocução
Os dons de elocução
 
o cuidado ao falar e a religião pura
o cuidado ao falar e a religião purao cuidado ao falar e a religião pura
o cuidado ao falar e a religião pura
 
O ministério de profeta
O ministério de profetaO ministério de profeta
O ministério de profeta
 
Lição 3 - Éfeso, a igreja do amor esquecido.
Lição 3 - Éfeso, a igreja do amor esquecido.Lição 3 - Éfeso, a igreja do amor esquecido.
Lição 3 - Éfeso, a igreja do amor esquecido.
 
O ministério de pastor
O ministério de pastorO ministério de pastor
O ministério de pastor
 
Lição 09
Lição 09Lição 09
Lição 09
 
08
0808
08
 
13
1313
13
 
Lição 10 - O governo do Anticristo - última
Lição 10 - O governo do Anticristo - últimaLição 10 - O governo do Anticristo - última
Lição 10 - O governo do Anticristo - última
 
O propósito dos dons espirituais
O propósito dos dons espirituaisO propósito dos dons espirituais
O propósito dos dons espirituais
 

Destaque (20)

Lição 5 - Obadias, o princípio da retribuição
Lição 5 - Obadias, o princípio da retribuiçãoLição 5 - Obadias, o princípio da retribuição
Lição 5 - Obadias, o princípio da retribuição
 
Lição 10 - Sofonias, o juízo vindouro
Lição 10 - Sofonias, o juízo vindouroLição 10 - Sofonias, o juízo vindouro
Lição 10 - Sofonias, o juízo vindouro
 
11
1111
11
 
Lição 07
Lição 07Lição 07
Lição 07
 
Lição 8
Lição 8Lição 8
Lição 8
 
a peregrinação de Israel no deserto ao Sinai
a peregrinação de Israel no deserto ao Sinaia peregrinação de Israel no deserto ao Sinai
a peregrinação de Israel no deserto ao Sinai
 
Lição 6
Lição 6Lição 6
Lição 6
 
13
1313
13
 
Um libertador para Israel
Um libertador para IsraelUm libertador para Israel
Um libertador para Israel
 
Lição 11 - Ageu, o compromisso do povo da aliança
Lição 11 - Ageu, o compromisso do povo da aliançaLição 11 - Ageu, o compromisso do povo da aliança
Lição 11 - Ageu, o compromisso do povo da aliança
 
Lição 11
Lição 11Lição 11
Lição 11
 
lição 9 - Habacuque, a Soberania Divina sobre as nações
lição 9 - Habacuque, a Soberania Divina sobre as naçõeslição 9 - Habacuque, a Soberania Divina sobre as nações
lição 9 - Habacuque, a Soberania Divina sobre as nações
 
A travessia do mar Vermelho
A travessia do mar VermelhoA travessia do mar Vermelho
A travessia do mar Vermelho
 
O ministério de Evangelista
O ministério de EvangelistaO ministério de Evangelista
O ministério de Evangelista
 
lição 7
lição 7lição 7
lição 7
 
Lição 03
Lição 03Lição 03
Lição 03
 
04
0404
04
 
09
0909
09
 
Lição 6 - Jonas, a misericórdia divina
Lição 6 - Jonas, a misericórdia divinaLição 6 - Jonas, a misericórdia divina
Lição 6 - Jonas, a misericórdia divina
 
Lição 13
Lição 13Lição 13
Lição 13
 

Semelhante a Tiago - fé que se mostra pelas obras

A FÉ SE MANIFESTA EM OBRAS - LIÇÃO 7 - 3°TRI.2014
A FÉ SE MANIFESTA EM OBRAS - LIÇÃO 7 - 3°TRI.2014A FÉ SE MANIFESTA EM OBRAS - LIÇÃO 7 - 3°TRI.2014
A FÉ SE MANIFESTA EM OBRAS - LIÇÃO 7 - 3°TRI.2014
Pr. Andre Luiz
 
lição biblica dominical 3° trimestre 2014
lição biblica dominical 3° trimestre 2014lição biblica dominical 3° trimestre 2014
lição biblica dominical 3° trimestre 2014
jeanderson neto
 
TIAGO, FÉ QUE SE MOSTRA PELAS OBRAS - LIÇÃO 1 - 3ºTRI.2014
TIAGO, FÉ QUE SE MOSTRA PELAS OBRAS - LIÇÃO 1 - 3ºTRI.2014TIAGO, FÉ QUE SE MOSTRA PELAS OBRAS - LIÇÃO 1 - 3ºTRI.2014
TIAGO, FÉ QUE SE MOSTRA PELAS OBRAS - LIÇÃO 1 - 3ºTRI.2014
Pr. Andre Luiz
 
G12 ofrutodoenganono corpodecristo
G12 ofrutodoenganono corpodecristoG12 ofrutodoenganono corpodecristo
G12 ofrutodoenganono corpodecristo
Marcelo Santanna
 
Boletim 346 - 04/08/13
Boletim 346 - 04/08/13Boletim 346 - 04/08/13
Boletim 346 - 04/08/13
stanaami
 
A fé se manifesta em obras
A fé se manifesta em obrasA fé se manifesta em obras
A fé se manifesta em obras
Moisés Sampaio
 
001-Jornal Cesesul 30-03-14
001-Jornal Cesesul 30-03-14001-Jornal Cesesul 30-03-14
001-Jornal Cesesul 30-03-14
CESESUL
 
5 epístolas gerais tiago
5 epístolas gerais tiago5 epístolas gerais tiago
5 epístolas gerais tiago
José Santos
 

Semelhante a Tiago - fé que se mostra pelas obras (20)

2014 3 TRI LIÇÃ 7 - A FÉ SE MANIFESTA EM OBRAS
2014 3 TRI LIÇÃ 7 - A FÉ SE MANIFESTA EM OBRAS2014 3 TRI LIÇÃ 7 - A FÉ SE MANIFESTA EM OBRAS
2014 3 TRI LIÇÃ 7 - A FÉ SE MANIFESTA EM OBRAS
 
A FÉ SE MANIFESTA EM OBRAS - LIÇÃO 7 - 3°TRI.2014
A FÉ SE MANIFESTA EM OBRAS - LIÇÃO 7 - 3°TRI.2014A FÉ SE MANIFESTA EM OBRAS - LIÇÃO 7 - 3°TRI.2014
A FÉ SE MANIFESTA EM OBRAS - LIÇÃO 7 - 3°TRI.2014
 
Fé atuante_Lição_original com textos_642014
Fé atuante_Lição_original com textos_642014Fé atuante_Lição_original com textos_642014
Fé atuante_Lição_original com textos_642014
 
Lição 06
Lição 06Lição 06
Lição 06
 
lição biblica dominical 3° trimestre 2014
lição biblica dominical 3° trimestre 2014lição biblica dominical 3° trimestre 2014
lição biblica dominical 3° trimestre 2014
 
escola bliblica dominical 3 trimestre
escola bliblica dominical 3 trimestreescola bliblica dominical 3 trimestre
escola bliblica dominical 3 trimestre
 
TIAGO, FÉ QUE SE MOSTRA PELAS OBRAS - LIÇÃO 1 - 3ºTRI.2014
TIAGO, FÉ QUE SE MOSTRA PELAS OBRAS - LIÇÃO 1 - 3ºTRI.2014TIAGO, FÉ QUE SE MOSTRA PELAS OBRAS - LIÇÃO 1 - 3ºTRI.2014
TIAGO, FÉ QUE SE MOSTRA PELAS OBRAS - LIÇÃO 1 - 3ºTRI.2014
 
Princípios e ações bíblicas para o desenvolvimento da igreja
Princípios e ações bíblicas para o desenvolvimento da igrejaPrincípios e ações bíblicas para o desenvolvimento da igreja
Princípios e ações bíblicas para o desenvolvimento da igreja
 
G12 ofrutodoenganono corpodecristo
G12 ofrutodoenganono corpodecristoG12 ofrutodoenganono corpodecristo
G12 ofrutodoenganono corpodecristo
 
Lição 13
Lição 13Lição 13
Lição 13
 
Boletim 346 - 04/08/13
Boletim 346 - 04/08/13Boletim 346 - 04/08/13
Boletim 346 - 04/08/13
 
A fé se manifesta em obras
A fé se manifesta em obrasA fé se manifesta em obras
A fé se manifesta em obras
 
LIÇÃO 7 - A FÉ SE MANIFESTA EM OBRAS.
LIÇÃO 7 - A FÉ SE MANIFESTA EM OBRAS.LIÇÃO 7 - A FÉ SE MANIFESTA EM OBRAS.
LIÇÃO 7 - A FÉ SE MANIFESTA EM OBRAS.
 
LBJ Lição 13 - O que posso fazer por minha igreja
LBJ Lição 13 - O que posso fazer por minha igrejaLBJ Lição 13 - O que posso fazer por minha igreja
LBJ Lição 13 - O que posso fazer por minha igreja
 
Manual dos obreiros do Ministério IPCA
Manual dos obreiros do Ministério IPCAManual dos obreiros do Ministério IPCA
Manual dos obreiros do Ministério IPCA
 
EBD Revista Palavra e Vida (CB Fluminense) 4T2014 Aula 2
EBD Revista Palavra e Vida (CB Fluminense) 4T2014 Aula 2EBD Revista Palavra e Vida (CB Fluminense) 4T2014 Aula 2
EBD Revista Palavra e Vida (CB Fluminense) 4T2014 Aula 2
 
001-Jornal Cesesul 30-03-14
001-Jornal Cesesul 30-03-14001-Jornal Cesesul 30-03-14
001-Jornal Cesesul 30-03-14
 
A fé se manifesta em obras
A fé se manifesta em obrasA fé se manifesta em obras
A fé se manifesta em obras
 
5 epístolas gerais tiago
5 epístolas gerais tiago5 epístolas gerais tiago
5 epístolas gerais tiago
 
Boletim cbg n°_42_19_out_2014
Boletim cbg n°_42_19_out_2014Boletim cbg n°_42_19_out_2014
Boletim cbg n°_42_19_out_2014
 

Mais de Ailton da Silva

Mais de Ailton da Silva (20)

Lição 3 - Os primeiros passos de Abraão
Lição 3 - Os primeiros passos de AbraãoLição 3 - Os primeiros passos de Abraão
Lição 3 - Os primeiros passos de Abraão
 
Lição 2 - O primeiro dia depois do sim
Lição 2 - O primeiro dia depois do simLição 2 - O primeiro dia depois do sim
Lição 2 - O primeiro dia depois do sim
 
Lição 1 - Abraão, chamada e revelação
Lição 1 - Abraão, chamada e revelaçãoLição 1 - Abraão, chamada e revelação
Lição 1 - Abraão, chamada e revelação
 
Lição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem Levítica
Lição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem LevíticaLição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem Levítica
Lição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem Levítica
 
Lição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de Deus
Lição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de DeusLição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de Deus
Lição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de Deus
 
Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés
Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a MoisésLição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés
Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés
 
Lição 2 - Uma salvação grandiosa
Lição 2 - Uma salvação grandiosaLição 2 - Uma salvação grandiosa
Lição 2 - Uma salvação grandiosa
 
01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo
01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo
01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo
 
Lição 13 - Glorificados em Cristo
Lição 13 - Glorificados em CristoLição 13 - Glorificados em Cristo
Lição 13 - Glorificados em Cristo
 
Lição 12 - Perseverando na fé
Lição 12 - Perseverando na féLição 12 - Perseverando na fé
Lição 12 - Perseverando na fé
 
Lição 11 - Adotados por Deus
Lição 11 - Adotados por DeusLição 11 - Adotados por Deus
Lição 11 - Adotados por Deus
 
Lição 10 - O processo da salvação
Lição 10 - O processo da salvaçãoLição 10 - O processo da salvação
Lição 10 - O processo da salvação
 
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvação
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvaçãoLição 9 - Arrependimento e fé para salvação
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvação
 
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrio
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrioLição 8 - A salvação e o livre-arbítrio
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrio
 
Lição 7 - A Salvação pela Graça
Lição 7 - A Salvação pela GraçaLição 7 - A Salvação pela Graça
Lição 7 - A Salvação pela Graça
 
Lição 6 - A abrangência universal da salvação
Lição 6 - A abrangência universal da salvaçãoLição 6 - A abrangência universal da salvação
Lição 6 - A abrangência universal da salvação
 
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus CristoLição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
 
Lição 8 - A Igreja de Cristo
Lição 8 - A Igreja de CristoLição 8 - A Igreja de Cristo
Lição 8 - A Igreja de Cristo
 
Lição 7 - A necessidade do novo nascimento
Lição 7 - A necessidade do novo nascimentoLição 7 - A necessidade do novo nascimento
Lição 7 - A necessidade do novo nascimento
 
Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a Deus
Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a DeusLição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a Deus
Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a Deus
 

Tiago - fé que se mostra pelas obras

  • 1.
  • 2. “Assim também a fé, se não tiver as obras, é morta em si mesma” (Tg 2.17). ailtonsilva2000.blogspot.com.br Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém Setor 5 – Álvares Machado (SP) TEXTO ÁUREO
  • 3. A nossa fé tem de produzir frutos verdadeiros de amor, do contrário, ela se apresenta falsa. VERDADE PRÁTICA ailtonsilva2000.blogspot.com.br Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém Setor 5 – Álvares Machado (SP)
  • 4. 14 - Meus irmãos, que aproveita se alguém disser que tem fé e não tiver as obras? Porventura, a fé pode salvá-lo? 15 - E, se o irmão ou a irmã estiverem nus e tiverem falta de mantimento cotidiano, 16 - e algum de vós lhes disser: Ide em paz, aquentai-vos e fartai-vos; e lhes não derdes as coisas necessárias para o corpo, que proveito virá daí? 17 - Assim também a fé, se não tiver as obras, é morta em si mesma. LEITURA BÍBLICA EM CLASSE Tg 2.14-26 ailtonsilva2000.blogspot.com.br Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém Setor 5 – Álvares Machado (SP)
  • 5. 18 - Mas dirá alguém: Tu tens a fé, e eu tenho as obras; mostra-me a tua fé sem as tuas obras, e eu te mostrarei a minha fé pelas minhas obras. 19 - Tu crês que há um só Deus? Fazes bem; também os demônios o creem e estremecem. 20 - Mas, ó homem vão, queres tu saber que a fé sem as obras é morta? 21 - Porventura Abraão, o nosso pai, não foi justificado pelas obras, quando ofereceu sobre o altar o seu filho Isaque? 22 - Bem vês que a fé cooperou com as suas obras e que, pelas obras, a fé foi aperfeiçoada, LEITURA BÍBLICA EM CLASSE Tg 2.14-26 ailtonsilva2000.blogspot.com.br Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém Setor 5 – Álvares Machado (SP)
  • 6. 23 - e cumpriu-se a Escritura, que diz: E creu Abraão em Deus, e foi-lhe isso imputado como justiça, e foi chamado o amigo de Deus. 24 - Vedes, então, que o homem é justificado pelas obras e não somente pela fé. 25 - E de igual modo Raabe, a meretriz, não foi também justificada pelas obras, quando recolheu os emissários e os despediu por outro caminho? 26 - Porque, assim como o corpo sem o espírito está morto, assim também a fé sem obras é morta. LEITURA BÍBLICA EM CLASSE Tg 2.14-26 ailtonsilva2000.blogspot.com.br Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém Setor 5 – Álvares Machado (SP)
  • 7. PROPOSTA DA LIÇÃO ailtonsilva2000.blogspot.com.br Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém Setor 5 – Álvares Machado (SP) • Tiago, filho de José e Maria e meio irmão de Jesus; • Local e data da carta: Jerusalém (45 e 49 a.C); • Destinatários: cristãos espalhados pelo mundo; • Propósito: fortalecer e consolar os cristãos; • Levando-os a um relacionamento mais intímo com Deus; • A epístola é um bálsamo para as igrejas perseguidas; • Tiago exortou os santos a não desanimarem na fé; • Não se pode fazer separação entre a fé e as obras; • Alguns visam os seus interesses e não a glória de Deus.
  • 8. • Tiago, irmão de Jesus, mensageiro de Deus; • Autor da Carta direcionada aos dispersos e convertidos; • Verdadeiros conselhos práticos valiosos, temas atuais; • Uma ajuda na relação com Deus e com o próximo; • Tema central da carta: fé sem obras é morta; • Não basta somente professar uma fé. Exemplo de Saulo; • O verdadeiro cristão deve se atentar para isto. • Assim compreendemos: a fé sem as obras é morta. ailtonsilva2000.blogspot.com.br Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém Setor 5 – Álvares Machado (SP) INTRODUÇÃO
  • 9. 1. AUTORIA. • 4 Tiagos mencionados, mas o autor foi o irmão de Jesus; • Líder da igreja em Jerusalém; • Linguagem semelhante às palavras de Tiago (At 15). 2. LOCAL E DATA. • Local: Palestina, mais especificamente Jerusalém; • Data da carta: aproximadamente 45 a 49 d.C. 3. DESTINATÁRIO. • Destinatários: as doze tribos que andavam dispersas; • Às 12 tribos: resgate do sentimento anterior ao cativeiro; • Às 12 tribos: gentios convertidos e judeus dispersos. I – AUTORIA, LOCAL, DATA E DESTINATÁRIOS (Tg 1.1) ailtonsilva2000.blogspot.com.br Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém Setor 5 – Álvares Machado (SP)
  • 10. 1. ORIENTAR. • Orientações diante da falsa espiritualidade e egoísmo; • Ensinos sobre a verdadeira religião para com Deus; • Orientações relevantes, pertinentes e necessárias. 2. CONSOLAR. • Consolo para os perseguidos crentes primitivos; • A carta foi direcionada para os crentes da época; • Mas serviu e serve ainda de bálsamo. 3. FORTALECER. • Tiago condenou a exploração contra os pobres; • Ainda hoje esta exploração encontra espaço; • O juízo de Deus foi exposto. Os crentes foram animados. II – O PROPÓSITO DA EPÍSTOLA DE TIAGO ailtonsilva2000.blogspot.com.br Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém Setor 5 – Álvares Machado (SP)
  • 11. 1. NUM TEMPO DE SUPERFICIALIDADE ESPIRITUAL. • Propósito: ajuda em nossa relação com Deus e próximo; • Carta em plena concordância com o ensino de Jesus; • Tiago enxergou problemas na igreja primitiva e moderna. 2. CONFUSÃO: SALVAÇÃO PELA FÉ PELAS OBRAS”. • Tiago não contradiz o que foi ensinado por Paulo; • Falsos mestres distorceram a doutrina da salvação; • Para Tiago, não há separação entre fé e as obras; • Não se gloriem: Fé vem de Deus, obras vem do homem. 3. UMA FÉ POSTA EM PRÁTICA. • Pseudodiscípulos: estão distantes das virtudes bíblicas; • A nossa fé deve ser evidenciada pelas nossas atitudes. III – ATUALIDADE DA EPÍSTOLA ailtonsilva2000.blogspot.com.br Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém Setor 5 – Álvares Machado (SP)
  • 12. • A Epístola de Tiago é um farol acesso; • Um alerta contra a mediocridade da suposta vida cristã; • Religião pura: fé que se mostra através de nossas obras. OBJETIVOS DA LIÇÃO – FORAM ALCANÇADOS? 1. Tiago escreveu a carta para os dispersos (45 a 49 d.C); 2. Propósito: orientar, consolar e fortalecer; 3. Carta importante diante da superficialidade espiritual. CONCLUSÃO ailtonsilva2000.blogspot.com.br Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém Setor 5 – Álvares Machado (SP)
  • 13.
  • 14. Contato: ailtonsilva2000 @yahoo.com.br @gmail.com .blogspot.com Álvares Machado (SP) 3º trim. 2014 ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL ailtonsilva2000.blogspot.com.br Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém Setor 5 – Álvares Machado (SP)