SlideShare uma empresa Scribd logo
Tentação e Provação
Mt 26.41; Lc 22.46
O significado da palavra Tentação
O sentido positivo: Provação
Eirasmon – É usada para descrever
várias situações de acordo com o
contexto. Pode significar:
Prova , tribulação, teste ou experiência
para conduzir o crente ao crescimento
espiritual, e uma maior intimidade com
Deus – Gn 22.1; 2 Cr 32.31; 1 Pe 1.5 – 7
O sentido negativo da palavra
Tentação: Mt 26.36 – 41
Peirosmon – É a tentação no sentido
de sedução para cometer pecado.
Denota um poder, argumento,
operação ou sedução para com o
pecar. Neste sentido, Deus não prova
ninguém.
Tentação
Tg 1.13, 14
“Ninguém ao ser tentado, diga: sou
tentado por Deus; porque Deus não
pode ser tentado pelo mal, e Ele
mesmo a ninguém tenta. Ao
contrário, cada um é tentado pela
própria cobiça, quando esta o atrai e
seduz”
“Tentação, então, em geral é
qualquer coisa – estado, caminho ou
condição – que sob certa
circunstância, tem a força e eficácia
de seduzir, apartar a mente e o
coração de um homem de sua
obediência, que Deus requer
dele, para qualquer pecado, em
qualquer grau dele” (Brian
Tentações Externas
As atrações do mundo – 1 Jo 2.15 - 17
As enganosas propostas de Satanás – 1
Jo 5.19; At 8.17 – 25
O amor ao dinheiro – 1 Tm 6.9, 10
Os argumentos e seduções dos não
regenerados – Sl 1.1; 1 Tm 1.19; 4.7; 6.3
– 8
Tentações Internas
Brotam dos desejos pecaminosos
que permanecem em nós: Invejas,
Luxúrias, Imaginações impuras,
cobiça, pensamentos de vingança
injusta, e.t.c. – Mt 15. 19, 20; Gl 5.16
– 21
 A tentação vem dos desejos existentes
em nós – Tg 1:12-16
 A tentação almeja afastar – nos do
padrão de vida moral estabelecido por
Deus – Rm 7.7 – 25
 As tentações podem ser usadas pelo
inimigo para estimular o que há de pior
em nós – Judas: Mt 22.3 – 6
 A tentação nos leva a uma estado de
escravidão aos nossos próprios desejos –
2 Tm 2.24 - 26
O que é Provação?
A provação vem do Senhor e tem um
propósito específico a cumprir – 2 Co
3.18 – Cristo em nós!
A provação é uma situação permitida
por Deus. Faz parte da Pedagogia de
Deus. As provações são usadas pelo
Espírito Santo para extrair o que há de
melhor em nós – Jó 1.20 – 22; 19.25 –
27; 42.1 – 6; Fl 4.10 – 14
As provações são ilógicas – o
sacrifício de Isaque – Gn 22.1
A provação é um teste, e quando
entramos em nosso campo de prova,
não vamos encontrar ninguém, a não
ser, nós mesmos – e Deus – Sl 119.67
- 75
Ao final da provação devemos ouvir do
Senhor: “muito bem servo bom e fiel entra
no gozo do teu Senhor” – Mt 25.11
O objetivo da provação é fazer-nos pessoas
com forte convicção moral e espiritual. As
crises e as situações difíceis criadas pela
provação fortalecerão a nossa intimidade
com Deus, porque Deus não deseja
destruir-nos, mas sim, fortalecer a nossa
confiança nEle – Rm 5.3 – 5
As provas de Deus são feitas sob
medida para cada um de Seus filhos
e a experiência de cada um é
singular. Não devemos esquecer-nos
que não seremos provados além das
nossas forças – 1 Co 10.11 – 13
Conclusão
Rm 8.28 – “Todas as coisas
cooperam para o bem daqueles que
amam a Deus, daqueles que são
chamados segundo o seu propósito”

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

PRINCÍPIO DA LEALDADE
PRINCÍPIO DA LEALDADEPRINCÍPIO DA LEALDADE
PRINCÍPIO DA LEALDADE
Idpb São Jose I
 
Lição 11 - Os falsos profetas e os seus frutos
Lição 11 - Os falsos profetas e os seus frutosLição 11 - Os falsos profetas e os seus frutos
Lição 11 - Os falsos profetas e os seus frutos
Erberson Pinheiro
 
Aula 5 o fruto do espírito
Aula 5   o fruto do espíritoAula 5   o fruto do espírito
Aula 5 o fruto do espírito
magnao2
 
Atributos de deus
Atributos de deusAtributos de deus
Atributos de deus
Jessé Lopes
 
Treinamento obreiros e auxiliares
Treinamento obreiros e auxiliaresTreinamento obreiros e auxiliares
Treinamento obreiros e auxiliares
Carlos Cirleno Neves
 
Liderando a célula com paixão
Liderando a célula com paixãoLiderando a célula com paixão
Liderando a célula com paixão
Fernando Balthar
 
Os três campos de batalha parte 1 - NA MENTE
Os três campos de batalha   parte 1 - NA MENTEOs três campos de batalha   parte 1 - NA MENTE
Os três campos de batalha parte 1 - NA MENTE
Escola Bíblica Sem Fronteiras
 
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do ObreiroCETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
Ednilson do Valle
 
Palestra congresso de mulheres transformação e crescimento espiritual
Palestra congresso de mulheres transformação e crescimento espiritualPalestra congresso de mulheres transformação e crescimento espiritual
Palestra congresso de mulheres transformação e crescimento espiritual
Caroline Calaça
 
Liderança cristã apresentação
Liderança cristã apresentaçãoLiderança cristã apresentação
Liderança cristã apresentação
Junior Cesar Santiago
 
Palestra maturidade cristã
Palestra   maturidade cristãPalestra   maturidade cristã
Palestra maturidade cristã
Junior Cesar Santiago
 
Marcas De Uma Pessoa Madura
Marcas De Uma Pessoa MaduraMarcas De Uma Pessoa Madura
Marcas De Uma Pessoa Madura
guestc5d870
 
O que é Namoro para o Cristão
O que é Namoro para o CristãoO que é Namoro para o Cristão
O que é Namoro para o Cristão
Pregador Manasses
 
A Formação do Caráter Cristão
A Formação do Caráter CristãoA Formação do Caráter Cristão
A Formação do Caráter Cristão
Márcio Martins
 
Mulheres moldadas pela Palavra de Deus
Mulheres moldadas pela Palavra de Deus Mulheres moldadas pela Palavra de Deus
Mulheres moldadas pela Palavra de Deus
Cacilda Barbosa Santiago
 
Princípios para uma Vida de Santidade
Princípios para uma Vida de SantidadePrincípios para uma Vida de Santidade
Princípios para uma Vida de Santidade
IBMemorialJC
 
O poder do chamado de deus
O poder do chamado de deus O poder do chamado de deus
O poder do chamado de deus
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
ESTUDO BÍBLICO SOBRE LIDERANÇAS E MDA
ESTUDO BÍBLICO SOBRE LIDERANÇAS E MDAESTUDO BÍBLICO SOBRE LIDERANÇAS E MDA
ESTUDO BÍBLICO SOBRE LIDERANÇAS E MDA
Roberto Trindade
 
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nósLição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
Éder Tomé
 
PRINCÍPIOS DE OBEDIÊNCIA E SUBMISSÃO
PRINCÍPIOS DE OBEDIÊNCIA E SUBMISSÃOPRINCÍPIOS DE OBEDIÊNCIA E SUBMISSÃO
PRINCÍPIOS DE OBEDIÊNCIA E SUBMISSÃO
MINISTERIO IPCA.
 

Mais procurados (20)

PRINCÍPIO DA LEALDADE
PRINCÍPIO DA LEALDADEPRINCÍPIO DA LEALDADE
PRINCÍPIO DA LEALDADE
 
Lição 11 - Os falsos profetas e os seus frutos
Lição 11 - Os falsos profetas e os seus frutosLição 11 - Os falsos profetas e os seus frutos
Lição 11 - Os falsos profetas e os seus frutos
 
Aula 5 o fruto do espírito
Aula 5   o fruto do espíritoAula 5   o fruto do espírito
Aula 5 o fruto do espírito
 
Atributos de deus
Atributos de deusAtributos de deus
Atributos de deus
 
Treinamento obreiros e auxiliares
Treinamento obreiros e auxiliaresTreinamento obreiros e auxiliares
Treinamento obreiros e auxiliares
 
Liderando a célula com paixão
Liderando a célula com paixãoLiderando a célula com paixão
Liderando a célula com paixão
 
Os três campos de batalha parte 1 - NA MENTE
Os três campos de batalha   parte 1 - NA MENTEOs três campos de batalha   parte 1 - NA MENTE
Os três campos de batalha parte 1 - NA MENTE
 
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do ObreiroCETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
 
Palestra congresso de mulheres transformação e crescimento espiritual
Palestra congresso de mulheres transformação e crescimento espiritualPalestra congresso de mulheres transformação e crescimento espiritual
Palestra congresso de mulheres transformação e crescimento espiritual
 
Liderança cristã apresentação
Liderança cristã apresentaçãoLiderança cristã apresentação
Liderança cristã apresentação
 
Palestra maturidade cristã
Palestra   maturidade cristãPalestra   maturidade cristã
Palestra maturidade cristã
 
Marcas De Uma Pessoa Madura
Marcas De Uma Pessoa MaduraMarcas De Uma Pessoa Madura
Marcas De Uma Pessoa Madura
 
O que é Namoro para o Cristão
O que é Namoro para o CristãoO que é Namoro para o Cristão
O que é Namoro para o Cristão
 
A Formação do Caráter Cristão
A Formação do Caráter CristãoA Formação do Caráter Cristão
A Formação do Caráter Cristão
 
Mulheres moldadas pela Palavra de Deus
Mulheres moldadas pela Palavra de Deus Mulheres moldadas pela Palavra de Deus
Mulheres moldadas pela Palavra de Deus
 
Princípios para uma Vida de Santidade
Princípios para uma Vida de SantidadePrincípios para uma Vida de Santidade
Princípios para uma Vida de Santidade
 
O poder do chamado de deus
O poder do chamado de deus O poder do chamado de deus
O poder do chamado de deus
 
ESTUDO BÍBLICO SOBRE LIDERANÇAS E MDA
ESTUDO BÍBLICO SOBRE LIDERANÇAS E MDAESTUDO BÍBLICO SOBRE LIDERANÇAS E MDA
ESTUDO BÍBLICO SOBRE LIDERANÇAS E MDA
 
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nósLição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
 
PRINCÍPIOS DE OBEDIÊNCIA E SUBMISSÃO
PRINCÍPIOS DE OBEDIÊNCIA E SUBMISSÃOPRINCÍPIOS DE OBEDIÊNCIA E SUBMISSÃO
PRINCÍPIOS DE OBEDIÊNCIA E SUBMISSÃO
 

Destaque

4 fases da tentação
4 fases da tentação4 fases da tentação
4 fases da tentação
viniciusbig
 
O Propósito da Tentação
O Propósito da TentaçãoO Propósito da Tentação
O Propósito da Tentação
pralucianaevangelista
 
Provação, tentação e consequências
Provação, tentação  e consequênciasProvação, tentação  e consequências
Provação, tentação e consequências
Almy Alves
 
Apresentação seminário de ebd. robson santos & roney ricardo
Apresentação seminário de ebd. robson santos & roney ricardoApresentação seminário de ebd. robson santos & roney ricardo
Apresentação seminário de ebd. robson santos & roney ricardo
Prof. Robson Santos
 
Depressão espiritual de asafe
Depressão espiritual de asafeDepressão espiritual de asafe
Depressão espiritual de asafe
Vilmar Nascimento
 
Provação, tentação e vitória! ebd 01 04 2012
Provação, tentação e vitória! ebd 01 04 2012Provação, tentação e vitória! ebd 01 04 2012
Provação, tentação e vitória! ebd 01 04 2012
Gilcilene Falcão
 
ASAFE MINISTÉRIO DE LOUVOR - AD Sul Fluminense BM
ASAFE MINISTÉRIO DE LOUVOR - AD Sul Fluminense BMASAFE MINISTÉRIO DE LOUVOR - AD Sul Fluminense BM
ASAFE MINISTÉRIO DE LOUVOR - AD Sul Fluminense BM
Israel Evangelista Dias
 
A vinha de nabote
A vinha de naboteA vinha de nabote
A vinha de nabote
cesarsilas
 
TentaçãO
TentaçãOTentaçãO
Prisões da alma
Prisões da almaPrisões da alma
Prisões da alma
Almy Alves
 
Agora Somos Filhos de Deus
Agora Somos Filhos de DeusAgora Somos Filhos de Deus
Agora Somos Filhos de Deus
Jucieudo Costa
 
Colossenses - Cap. 03 parte 01
Colossenses - Cap. 03 parte 01Colossenses - Cap. 03 parte 01
Colossenses - Cap. 03 parte 01
Daniel M Junior
 
Elias; um homem de Deus em Depressão
Elias; um homem de Deus em DepressãoElias; um homem de Deus em Depressão
Elias; um homem de Deus em Depressão
cesarsilas
 
LBA Lição 7 - A vida segundo o espírito
LBA Lição 7 - A  vida segundo o espíritoLBA Lição 7 - A  vida segundo o espírito
LBA Lição 7 - A vida segundo o espírito
Natalino das Neves Neves
 
Quem são os filhos de Deus nessa terra?
   Quem são os filhos de Deus nessa terra?   Quem são os filhos de Deus nessa terra?
Quem são os filhos de Deus nessa terra?
Bruno Da Montanha
 
Vencendo as tentações.ppsx
Vencendo as  tentações.ppsxVencendo as  tentações.ppsx
Vencendo as tentações.ppsx
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Exploração sexual
Exploração sexual  Exploração sexual
Exploração sexual
Jonathas Augusto
 
Exploração infantil
Exploração infantilExploração infantil
Exploração infantil
Anderson Mesquita
 
EBD Palavra e Vida 2T2015.Aula 5: O céu realmente existe?
EBD Palavra e Vida 2T2015.Aula 5: O céu realmente existe?EBD Palavra e Vida 2T2015.Aula 5: O céu realmente existe?
EBD Palavra e Vida 2T2015.Aula 5: O céu realmente existe?
Andre Nascimento
 
Prostituição infantil
Prostituição infantilProstituição infantil
Prostituição infantil
nany1523
 

Destaque (20)

4 fases da tentação
4 fases da tentação4 fases da tentação
4 fases da tentação
 
O Propósito da Tentação
O Propósito da TentaçãoO Propósito da Tentação
O Propósito da Tentação
 
Provação, tentação e consequências
Provação, tentação  e consequênciasProvação, tentação  e consequências
Provação, tentação e consequências
 
Apresentação seminário de ebd. robson santos & roney ricardo
Apresentação seminário de ebd. robson santos & roney ricardoApresentação seminário de ebd. robson santos & roney ricardo
Apresentação seminário de ebd. robson santos & roney ricardo
 
Depressão espiritual de asafe
Depressão espiritual de asafeDepressão espiritual de asafe
Depressão espiritual de asafe
 
Provação, tentação e vitória! ebd 01 04 2012
Provação, tentação e vitória! ebd 01 04 2012Provação, tentação e vitória! ebd 01 04 2012
Provação, tentação e vitória! ebd 01 04 2012
 
ASAFE MINISTÉRIO DE LOUVOR - AD Sul Fluminense BM
ASAFE MINISTÉRIO DE LOUVOR - AD Sul Fluminense BMASAFE MINISTÉRIO DE LOUVOR - AD Sul Fluminense BM
ASAFE MINISTÉRIO DE LOUVOR - AD Sul Fluminense BM
 
A vinha de nabote
A vinha de naboteA vinha de nabote
A vinha de nabote
 
TentaçãO
TentaçãOTentaçãO
TentaçãO
 
Prisões da alma
Prisões da almaPrisões da alma
Prisões da alma
 
Agora Somos Filhos de Deus
Agora Somos Filhos de DeusAgora Somos Filhos de Deus
Agora Somos Filhos de Deus
 
Colossenses - Cap. 03 parte 01
Colossenses - Cap. 03 parte 01Colossenses - Cap. 03 parte 01
Colossenses - Cap. 03 parte 01
 
Elias; um homem de Deus em Depressão
Elias; um homem de Deus em DepressãoElias; um homem de Deus em Depressão
Elias; um homem de Deus em Depressão
 
LBA Lição 7 - A vida segundo o espírito
LBA Lição 7 - A  vida segundo o espíritoLBA Lição 7 - A  vida segundo o espírito
LBA Lição 7 - A vida segundo o espírito
 
Quem são os filhos de Deus nessa terra?
   Quem são os filhos de Deus nessa terra?   Quem são os filhos de Deus nessa terra?
Quem são os filhos de Deus nessa terra?
 
Vencendo as tentações.ppsx
Vencendo as  tentações.ppsxVencendo as  tentações.ppsx
Vencendo as tentações.ppsx
 
Exploração sexual
Exploração sexual  Exploração sexual
Exploração sexual
 
Exploração infantil
Exploração infantilExploração infantil
Exploração infantil
 
EBD Palavra e Vida 2T2015.Aula 5: O céu realmente existe?
EBD Palavra e Vida 2T2015.Aula 5: O céu realmente existe?EBD Palavra e Vida 2T2015.Aula 5: O céu realmente existe?
EBD Palavra e Vida 2T2015.Aula 5: O céu realmente existe?
 
Prostituição infantil
Prostituição infantilProstituição infantil
Prostituição infantil
 

Semelhante a Tentação e provação

Tentação
TentaçãoTentação
Tentação
Vilmar Nascimento
 
Lição 9 - Resistindo à Tentação no Caminho.pptx
Lição 9 - Resistindo à Tentação no Caminho.pptxLição 9 - Resistindo à Tentação no Caminho.pptx
Lição 9 - Resistindo à Tentação no Caminho.pptx
Celso Napoleon
 
O PROPÓSITO DA TENTAÇÃO - LIÇÃO 02 - 3°TRI.2014
O PROPÓSITO DA TENTAÇÃO - LIÇÃO 02 - 3°TRI.2014 O PROPÓSITO DA TENTAÇÃO - LIÇÃO 02 - 3°TRI.2014
O PROPÓSITO DA TENTAÇÃO - LIÇÃO 02 - 3°TRI.2014
Pr. Andre Luiz
 
O PROPÓSITO DA TENTAÇÃO - LIÇÃO 02 - 3°TRI.2014
O PROPÓSITO DA TENTAÇÃO - LIÇÃO 02 - 3°TRI.2014 O PROPÓSITO DA TENTAÇÃO - LIÇÃO 02 - 3°TRI.2014
O PROPÓSITO DA TENTAÇÃO - LIÇÃO 02 - 3°TRI.2014
Pr. Andre Luiz
 
O propósito da tentação
O propósito da tentaçãoO propósito da tentação
O propósito da tentação
Moisés Sampaio
 
Lição 02 – o propósito da tentação
Lição 02 – o propósito da tentação Lição 02 – o propósito da tentação
Lição 02 – o propósito da tentação
Ismael Isidio
 
Lição 3 tentação
Lição 3   tentação Lição 3   tentação
Lição 3 tentação
Wilson Paulo de Santana Paulo
 
Lição 2 - O propósito da tentação.
Lição 2 - O propósito da tentação.Lição 2 - O propósito da tentação.
Lição 2 - O propósito da tentação.
Lourinaldo Serafim
 
Lição 12 - É Possível Vencer a Tentação ?
Lição 12 - É Possível Vencer a Tentação ?Lição 12 - É Possível Vencer a Tentação ?
Lição 12 - É Possível Vencer a Tentação ?
Éder Tomé
 

Semelhante a Tentação e provação (9)

Tentação
TentaçãoTentação
Tentação
 
Lição 9 - Resistindo à Tentação no Caminho.pptx
Lição 9 - Resistindo à Tentação no Caminho.pptxLição 9 - Resistindo à Tentação no Caminho.pptx
Lição 9 - Resistindo à Tentação no Caminho.pptx
 
O PROPÓSITO DA TENTAÇÃO - LIÇÃO 02 - 3°TRI.2014
O PROPÓSITO DA TENTAÇÃO - LIÇÃO 02 - 3°TRI.2014 O PROPÓSITO DA TENTAÇÃO - LIÇÃO 02 - 3°TRI.2014
O PROPÓSITO DA TENTAÇÃO - LIÇÃO 02 - 3°TRI.2014
 
O PROPÓSITO DA TENTAÇÃO - LIÇÃO 02 - 3°TRI.2014
O PROPÓSITO DA TENTAÇÃO - LIÇÃO 02 - 3°TRI.2014 O PROPÓSITO DA TENTAÇÃO - LIÇÃO 02 - 3°TRI.2014
O PROPÓSITO DA TENTAÇÃO - LIÇÃO 02 - 3°TRI.2014
 
O propósito da tentação
O propósito da tentaçãoO propósito da tentação
O propósito da tentação
 
Lição 02 – o propósito da tentação
Lição 02 – o propósito da tentação Lição 02 – o propósito da tentação
Lição 02 – o propósito da tentação
 
Lição 3 tentação
Lição 3   tentação Lição 3   tentação
Lição 3 tentação
 
Lição 2 - O propósito da tentação.
Lição 2 - O propósito da tentação.Lição 2 - O propósito da tentação.
Lição 2 - O propósito da tentação.
 
Lição 12 - É Possível Vencer a Tentação ?
Lição 12 - É Possível Vencer a Tentação ?Lição 12 - É Possível Vencer a Tentação ?
Lição 12 - É Possível Vencer a Tentação ?
 

Mais de Vilmar Nascimento

Chama inextinguível
Chama inextinguívelChama inextinguível
Chama inextinguível
Vilmar Nascimento
 
Discipulado para jovens e adultos
Discipulado para jovens e adultosDiscipulado para jovens e adultos
Discipulado para jovens e adultos
Vilmar Nascimento
 
Discipulado para crianças
Discipulado para criançasDiscipulado para crianças
Discipulado para crianças
Vilmar Nascimento
 
Discipulado para crianças 2
Discipulado para crianças   2Discipulado para crianças   2
Discipulado para crianças 2
Vilmar Nascimento
 
A importância da comunhão na igreja
A importância da comunhão na igrejaA importância da comunhão na igreja
A importância da comunhão na igreja
Vilmar Nascimento
 
Estudo em 1 coríntios
Estudo em 1 coríntiosEstudo em 1 coríntios
Estudo em 1 coríntios
Vilmar Nascimento
 
Como o filho alegra o coração dos pais
Como o filho alegra o coração dos paisComo o filho alegra o coração dos pais
Como o filho alegra o coração dos pais
Vilmar Nascimento
 
Fortalecendo o relacionamento entre pais e filhos
Fortalecendo o relacionamento entre pais e filhosFortalecendo o relacionamento entre pais e filhos
Fortalecendo o relacionamento entre pais e filhos
Vilmar Nascimento
 
A família protestante vivendo na dinâmica do espírito
A família protestante vivendo na dinâmica do espíritoA família protestante vivendo na dinâmica do espírito
A família protestante vivendo na dinâmica do espírito
Vilmar Nascimento
 
A ira de deus
A ira de deusA ira de deus
A ira de deus
Vilmar Nascimento
 
Pregação
PregaçãoPregação
Pregação
Vilmar Nascimento
 
A mulher como instrumento de bênção
A mulher como instrumento de bênçãoA mulher como instrumento de bênção
A mulher como instrumento de bênção
Vilmar Nascimento
 
A centralidade da palavra
A centralidade da palavraA centralidade da palavra
A centralidade da palavra
Vilmar Nascimento
 
Porque devemos ir à igreja do senhor
Porque devemos ir à igreja do senhorPorque devemos ir à igreja do senhor
Porque devemos ir à igreja do senhor
Vilmar Nascimento
 
Filipenses
FilipensesFilipenses
Filipenses
Vilmar Nascimento
 
Frutos para um casamento feliz segundo a bíblia
Frutos para um casamento feliz segundo a bíbliaFrutos para um casamento feliz segundo a bíblia
Frutos para um casamento feliz segundo a bíblia
Vilmar Nascimento
 
Até que ponto podemos questionar a deus
Até que ponto podemos questionar a deusAté que ponto podemos questionar a deus
Até que ponto podemos questionar a deus
Vilmar Nascimento
 
Um lar convertido ao senhor
Um lar convertido ao senhorUm lar convertido ao senhor
Um lar convertido ao senhor
Vilmar Nascimento
 
Treinamento para liderança enfrentando os desafios do presente século
Treinamento para liderança   enfrentando os desafios do presente séculoTreinamento para liderança   enfrentando os desafios do presente século
Treinamento para liderança enfrentando os desafios do presente século
Vilmar Nascimento
 
Treinamento para liderança 2 a liderança e a pregação da palavra no presente...
Treinamento para liderança 2  a liderança e a pregação da palavra no presente...Treinamento para liderança 2  a liderança e a pregação da palavra no presente...
Treinamento para liderança 2 a liderança e a pregação da palavra no presente...
Vilmar Nascimento
 

Mais de Vilmar Nascimento (20)

Chama inextinguível
Chama inextinguívelChama inextinguível
Chama inextinguível
 
Discipulado para jovens e adultos
Discipulado para jovens e adultosDiscipulado para jovens e adultos
Discipulado para jovens e adultos
 
Discipulado para crianças
Discipulado para criançasDiscipulado para crianças
Discipulado para crianças
 
Discipulado para crianças 2
Discipulado para crianças   2Discipulado para crianças   2
Discipulado para crianças 2
 
A importância da comunhão na igreja
A importância da comunhão na igrejaA importância da comunhão na igreja
A importância da comunhão na igreja
 
Estudo em 1 coríntios
Estudo em 1 coríntiosEstudo em 1 coríntios
Estudo em 1 coríntios
 
Como o filho alegra o coração dos pais
Como o filho alegra o coração dos paisComo o filho alegra o coração dos pais
Como o filho alegra o coração dos pais
 
Fortalecendo o relacionamento entre pais e filhos
Fortalecendo o relacionamento entre pais e filhosFortalecendo o relacionamento entre pais e filhos
Fortalecendo o relacionamento entre pais e filhos
 
A família protestante vivendo na dinâmica do espírito
A família protestante vivendo na dinâmica do espíritoA família protestante vivendo na dinâmica do espírito
A família protestante vivendo na dinâmica do espírito
 
A ira de deus
A ira de deusA ira de deus
A ira de deus
 
Pregação
PregaçãoPregação
Pregação
 
A mulher como instrumento de bênção
A mulher como instrumento de bênçãoA mulher como instrumento de bênção
A mulher como instrumento de bênção
 
A centralidade da palavra
A centralidade da palavraA centralidade da palavra
A centralidade da palavra
 
Porque devemos ir à igreja do senhor
Porque devemos ir à igreja do senhorPorque devemos ir à igreja do senhor
Porque devemos ir à igreja do senhor
 
Filipenses
FilipensesFilipenses
Filipenses
 
Frutos para um casamento feliz segundo a bíblia
Frutos para um casamento feliz segundo a bíbliaFrutos para um casamento feliz segundo a bíblia
Frutos para um casamento feliz segundo a bíblia
 
Até que ponto podemos questionar a deus
Até que ponto podemos questionar a deusAté que ponto podemos questionar a deus
Até que ponto podemos questionar a deus
 
Um lar convertido ao senhor
Um lar convertido ao senhorUm lar convertido ao senhor
Um lar convertido ao senhor
 
Treinamento para liderança enfrentando os desafios do presente século
Treinamento para liderança   enfrentando os desafios do presente séculoTreinamento para liderança   enfrentando os desafios do presente século
Treinamento para liderança enfrentando os desafios do presente século
 
Treinamento para liderança 2 a liderança e a pregação da palavra no presente...
Treinamento para liderança 2  a liderança e a pregação da palavra no presente...Treinamento para liderança 2  a liderança e a pregação da palavra no presente...
Treinamento para liderança 2 a liderança e a pregação da palavra no presente...
 

Último

Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.pptEncontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
SanturioTacararu
 
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyugcontrole-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
AntonioMugiba
 
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
Nilson Almeida
 
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
Marta Gomes
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Ricardo Azevedo
 
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita RafaelA Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
DavidBertelli3
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
AndreyCamarini
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Celso Napoleon
 
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf radedgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
carla983678
 
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptxBatismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
nadeclarice
 
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptxApresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
AlexandreCarvalho858758
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
AlailzaSoares1
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
Rogério Augusto Ayres de Araujo
 

Último (14)

Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.pptEncontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
 
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyugcontrole-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
 
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
 
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
 
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita RafaelA Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
 
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf radedgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
 
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptxBatismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
 
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptxApresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
 

Tentação e provação

  • 1. Tentação e Provação Mt 26.41; Lc 22.46
  • 2. O significado da palavra Tentação O sentido positivo: Provação Eirasmon – É usada para descrever várias situações de acordo com o contexto. Pode significar: Prova , tribulação, teste ou experiência para conduzir o crente ao crescimento espiritual, e uma maior intimidade com Deus – Gn 22.1; 2 Cr 32.31; 1 Pe 1.5 – 7
  • 3. O sentido negativo da palavra Tentação: Mt 26.36 – 41 Peirosmon – É a tentação no sentido de sedução para cometer pecado. Denota um poder, argumento, operação ou sedução para com o pecar. Neste sentido, Deus não prova ninguém.
  • 4. Tentação Tg 1.13, 14 “Ninguém ao ser tentado, diga: sou tentado por Deus; porque Deus não pode ser tentado pelo mal, e Ele mesmo a ninguém tenta. Ao contrário, cada um é tentado pela própria cobiça, quando esta o atrai e seduz”
  • 5. “Tentação, então, em geral é qualquer coisa – estado, caminho ou condição – que sob certa circunstância, tem a força e eficácia de seduzir, apartar a mente e o coração de um homem de sua obediência, que Deus requer dele, para qualquer pecado, em qualquer grau dele” (Brian
  • 6. Tentações Externas As atrações do mundo – 1 Jo 2.15 - 17 As enganosas propostas de Satanás – 1 Jo 5.19; At 8.17 – 25 O amor ao dinheiro – 1 Tm 6.9, 10 Os argumentos e seduções dos não regenerados – Sl 1.1; 1 Tm 1.19; 4.7; 6.3 – 8
  • 7. Tentações Internas Brotam dos desejos pecaminosos que permanecem em nós: Invejas, Luxúrias, Imaginações impuras, cobiça, pensamentos de vingança injusta, e.t.c. – Mt 15. 19, 20; Gl 5.16 – 21
  • 8.  A tentação vem dos desejos existentes em nós – Tg 1:12-16  A tentação almeja afastar – nos do padrão de vida moral estabelecido por Deus – Rm 7.7 – 25  As tentações podem ser usadas pelo inimigo para estimular o que há de pior em nós – Judas: Mt 22.3 – 6  A tentação nos leva a uma estado de escravidão aos nossos próprios desejos – 2 Tm 2.24 - 26
  • 9. O que é Provação? A provação vem do Senhor e tem um propósito específico a cumprir – 2 Co 3.18 – Cristo em nós! A provação é uma situação permitida por Deus. Faz parte da Pedagogia de Deus. As provações são usadas pelo Espírito Santo para extrair o que há de melhor em nós – Jó 1.20 – 22; 19.25 – 27; 42.1 – 6; Fl 4.10 – 14
  • 10. As provações são ilógicas – o sacrifício de Isaque – Gn 22.1 A provação é um teste, e quando entramos em nosso campo de prova, não vamos encontrar ninguém, a não ser, nós mesmos – e Deus – Sl 119.67 - 75
  • 11. Ao final da provação devemos ouvir do Senhor: “muito bem servo bom e fiel entra no gozo do teu Senhor” – Mt 25.11 O objetivo da provação é fazer-nos pessoas com forte convicção moral e espiritual. As crises e as situações difíceis criadas pela provação fortalecerão a nossa intimidade com Deus, porque Deus não deseja destruir-nos, mas sim, fortalecer a nossa confiança nEle – Rm 5.3 – 5
  • 12. As provas de Deus são feitas sob medida para cada um de Seus filhos e a experiência de cada um é singular. Não devemos esquecer-nos que não seremos provados além das nossas forças – 1 Co 10.11 – 13
  • 13. Conclusão Rm 8.28 – “Todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito”