SlideShare uma empresa Scribd logo
FACULDADE ATENEU
CIÊNCIAS CONTEÚDOS E MÉTODOS
BÁRBARA PIMENTA
PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS
VIDA E AMBIENTE
Trabalho para NP2
PCN DE CIÊNCIAS
• “Os objetivos de Ciências Naturais no ensino fundamental são concebidos
para que o aluno desenvolva competências que lhe permitam
compreender o mundo e atuar como individuo e como cidadão utilizando
conhecimentos da natureza cientifica.” (PCN- Ciências Naturais, página
93)
• “Compreender a tecnologia como meio para suprir necessidades
humanas, distinguindo usos corretos e necessários daqueles prejudiciais
ao equilíbrio da natureza e ao homem.” (PCN- Ciências Naturais, página
93)
OBJETIVO DO EIXO
“O eixo Vida e Ambiente busca promover a ampliação
do conhecimento sobre a diversidade da vida nos
ambientes naturais ou transformados pelo ser
humano, estuda a dinâmica da natureza e como a
vida se processa em diferentes espaços e tempos.”
(PCN)
Vida e Ambiente
Faculdade Ateneu
Graduandas do V semestre curso de Pedagogia
Flávia Carvalho - Janaína Sousa- Luciana Oliveira- Luzirene Rocha
Seres Vivos
Com exceção dos vírus, todos os seres vivos são
formados por células. Célula é a menor parte com
forma definida que constitui um ser vivo dotada de
capacidade de autoduplicação (pode se dividir
sozinha). São as unidades estruturais e funcionais dos
organismos vivos. Podem ser comparadas aos tijolos
de uma casa. As células, em geral, possuem tamanho
tão pequeno que só podem ser vistas por meio de
microscópio. Dentro delas ocorrem inúmeros
processos que são fundamentais para manter a vida.
Para diferenciar o que é ser vivo do que é ser bruto (sem vida), são
consideradas algumas características:
- Organização Celular
- Capacidade de se Reproduzir
- Hereditariedade
- Possuir material genético DNA
- Crescimento
- Mutação
- Irritabilidade ou responder a estímulos
Seres vivos
Todo ser vivo
possui célula (exceto
vírus). Elas contém
toda a estrutura
necessária para o
organismo funcionar
(que pode ser de
uma única célula -
unicelulares, ou com
várias células -
pluricelulares)
A capacidade
de deixar
alguma
herança
genética para
os
descendentes.
Somente seres
vivos
possuem DNA,
que é o que
determina e
comanda a
célula/organis-
mo.
Alterações no
material genético,
para melhorias do
organismo.
Podem acontecer
por causa do
ambiente onde o
ser vive. Também
podem ocorrer ao
acaso, falhas
genéticas, etc.
Todas as atividades da sociedade demandam o
uso de água. A maior parte dessa água é
destinada à produção de alimentos e outra
grande parcela para a indústria, restando uma
pequena fração para o nosso consumo. Além do
desperdício de água que ocorre na produção de
alimentos e nas indústrias, desperdiçamos
enorme quantidade deste recurso durante as
nossas atividades cotidianas.
A origem exata da água –
que abrange cerca de 70%
da superfície da Terra –
ainda é um mistério para os
cientistas.
O lançamento de detritos na água
de rios e oceanos e a
contaminação dos lençóis freáticos
por componentes orgânicos
oriundos do chorume de lixo e
cemitérios são alguns fatores que
comprometem a qualidade da
água.
Muitos pesquisadores
acreditam que a água não se
constituiu ao mesmo tempo
em que a Terra se formava. A
explicação mais aceita
atualmente defende que
cometas e asteroides - que
têm água na sua constituição
-
bombardearam nosso
planeta e deixaram esses
elementos na sua superfície.
Podemos encontrar a água
em três estados físicos:
líquido, gasoso e sólido, que
se desenvolve através dos
processos de evaporação,
condensação,
precipitação,
infiltração e transpiração. O
ciclo da água na natureza é
fundamental para a
manutenção da vida no
planeta Terra, visto que irá
determinar a variação
climática e interferir no nível
dos rios, lagos, mares,
oceanos.
Origem e destino
dos recursos
naturais
Origem e destino dos
recursos naturais
O ciclo da água na
natureza é
fundamental para
a manutenção da
vida no planeta
Terra, visto que irá
determinar a
variação climática
e interferir no nível
dos rios, lagos,
mares, oceanos.
Na natureza,
podemos
encontrar a
água em três
estados físicos:
sólido, líquido
e gasoso. As
geleiras
apresentam a
água em seu
estado sólido.
Uma das formas
de reciclagem
da água é o
aproveitamento
da água da
chuva, ela pode
ser canalizada e
filtrada para
uma cisterna,
recipiente de
armazenagem.
Nos aterros
sanitários, o lixo
residencial e
industrial é
depositado em solos
que receberam
tratamento para tal,
impermeabilizados,
o que inclui uma
preparação com o
nivelamento de terra
e com a selagem da
base com argila e
mantas de PVC.
O ecossistema é um complexo
composto pelos seres vivos, o local
onde eles vivem e com todas as
relações deles como meio a que
pertencem. São exemplos de
ecossistemas um lago, uma
floresta, um jardim, ou seja, todos
os lugares onde habitam diversos
seres. Os ecossistemas são
classificados em ecossistemas
terrestres e ecossistemas aquáticos,
se diferindo apenas pela
quantidade de água que existente
em um e outro,
fazendo assim com
que as formas de vida
de um e outro sejam
Diferentes, embora
alguns seres possam
viver nos dois, como
por exemplo, os anfíbios.
Ecologia
Podemos dividir o
ecossistema em três
componentes principais, Os
produtores que são as
plantas verdes, elas são os
únicos seres vivos capazes
de fabricar seu próprio
alimento por meio da
fotossíntese;
o consumidor que são os
animais herbívoros ou
carnívoros e o
decompositor que fecha o
ciclo, decompondo a
matéria orgânica presente
nas plantas e animais
mortos e as transforma
novamente em compostos
inorgânicos que alimentam
as plantas.
A parte do Ecossistema
que é composta pelos
seres vivos é
denominado de
biótico, e o local onde
os seres vivos vivem
são denominados de
abióticos. Por exemplo,
em um lago todos os
seres vivos que ali
vivem compõem o
meio biótico. Já a luz,
oxigênio, rochas
temperatura da água
compõem o meio
abiótico
Ecologia
O ecossistema é um
complexo composto
pelos seres vivos, o
local onde eles vivem
e com todas as
relações deles como
meio a que
pertencem. Eles são
classificados em
ecossistemas
terrestres e
ecossistemas
aquáticos.
A parte do
ecossistema que é
composta pelos
seres vivos é
denominado de
biótico, e o local
onde os seres
vivos vivem são
denominados de
abióticos.
Os três
componentes
principais do
ecossistema são
os produtores,
os consumidores
e os
decompositores.
Alguns seres
podem viver
nos dois tipos
de
ecossistema,
como por
exemplo, os
anfíbios.
Existem muitos
problemas que estão
causando o
desequilíbrio na
natureza, dentre eles
a excessiva produção
de lixo e de gases
tóxicos. Os problemas
ambientais dizem
respeito a toda
humanidade, pois o
problema que afeta
uma região também
afetará outra. O
consumo consciente
ajuda diminuir a
produção de lixo e
preserva os recursos
da natureza.
Origem e destino
do lixo
Os lixos devem ser
descartados
em: lixões, formas de
tratamento, coleta
seletiva e reciclagem.
Porém encontramos
lixos jogados em
terrenos baldios,
matas ou beira de rios.
Quando chove o lixo
entope os bueiros
alagando as ruas das
cidades.
Percebeu que temos um grande
problema na natureza, que é a
nossa casa? Mas, juntos, podemos
trabalhar para mudar essa
realidade. Contamos com você!
Origem e
produção
do lixo
Pilhas e
baterias de
celulares que
são formadas
por compostos
químicos com
alta capacidade
de poluição e
toxidades para
o solo e água.
A grande
quantidade de
papel que é
consumida no
mundo causa
problemas
ambientais,
como o
desmatamento
de florestas.
São Paulo é a
cidade que
mais produz
lixo no país,
com cerca de
19 mil
toneladas por
dia.
As aves
marinhas
também são
bastante
afetadas pelos
derramamentos
de petróleo.
Trabalho apresentado por alunas do V semestre do curso
de Pedagogia, na disciplina de Ciências: Conteúdos e
Métodos, sob a orientação da professora Bárbara Pimenta,
para compor a nota de NP2.
A elaboração deste trabalho foi muito gratificante e nos
proporcionou um rico conhecimento nessa etapa acadêmica.
Presenteamos com esse material à brinquedoteca da
Faculdade Ateneu, para que possa ser utilizado por outros
alunos, auxiliando nas aulas práticas desenvolvidas com as
crianças.
As autoras: Flávia Carvalho; Janaína Sousa; Luciana
Oliveira; Luzirene Rocha.
REFLETINDO:
• Organizar situações de aprendizagem nas quais os
conteúdos sejam tratados em contexto requer
relacionar o conhecimento científico, por exemplo, a
questões reais da vida do aluno ou a fatos que o
cercam e lhe dão sentido (GOULART, 2011).
• De acordo com os PCNs (BRASIL, 2000), a
contribuição da escola é a de desenvolver um projeto
de educação comprometido com o desenvolvimento
de capacidades que permitam intervir na realidade
para transformá-la.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Recursos naturais
Recursos naturaisRecursos naturais
Recursos naturais
s1lv1alouro
 
Flyers para o Mês do Ambiente
Flyers para o Mês do AmbienteFlyers para o Mês do Ambiente
Flyers para o Mês do Ambiente
fajuchico
 
Exploração e conservação de recursos naturais
Exploração e conservação de recursos naturaisExploração e conservação de recursos naturais
Exploração e conservação de recursos naturais
Prof. Francesco Torres
 
Aula: Ecossistemas e Biomas - Ecologia
Aula: Ecossistemas e Biomas - EcologiaAula: Ecossistemas e Biomas - Ecologia
Aula: Ecossistemas e Biomas - Ecologia
Leandro Luiz
 
Folheto meio ambiente
Folheto meio ambienteFolheto meio ambiente
Folheto meio ambiente
pedromiguelvsc
 
Flyer meio ambiente
Flyer meio ambienteFlyer meio ambiente
Flyer meio ambiente
pedromiguelvsc
 
Meio ambiente, aspectos conceituais e legais
Meio ambiente, aspectos conceituais e legaisMeio ambiente, aspectos conceituais e legais
Meio ambiente, aspectos conceituais e legais
Tamires De Sousa Silva
 
Curso Permacultura EcoVIDA São Miguel - Guia de Permacultura
Curso Permacultura EcoVIDA São Miguel - Guia de PermaculturaCurso Permacultura EcoVIDA São Miguel - Guia de Permacultura
Curso Permacultura EcoVIDA São Miguel - Guia de Permacultura
Marina Utsch
 
Recursos geológicos
Recursos geológicosRecursos geológicos
Recursos geológicos
monicapimentel
 
IPA - Permacultura e Bioconstrução
IPA  - Permacultura e BioconstruçãoIPA  - Permacultura e Bioconstrução
IPA - Permacultura e Bioconstrução
regenerabioconstrucao
 
Dicas para preservação do meio ambiente
Dicas para preservação do meio ambienteDicas para preservação do meio ambiente
Dicas para preservação do meio ambiente
Sistema de Bibliotecas da PUC-Rio
 
2ºbim.6ºano.geografia. os recursos naturais
2ºbim.6ºano.geografia. os recursos naturais2ºbim.6ºano.geografia. os recursos naturais
2ºbim.6ºano.geografia. os recursos naturais
orim84
 
Sustentabilidade
SustentabilidadeSustentabilidade
Folheto Ambiente
Folheto AmbienteFolheto Ambiente
Folheto Ambiente
tsmbra
 
004 edição do jornal ação e reação 2012
004 edição do jornal ação e reação 2012004 edição do jornal ação e reação 2012
004 edição do jornal ação e reação 2012
Prefeitura Municipal de Camboriú
 
Escassez de Recursos: Produção e Organização do Espaço
Escassez  de Recursos: Produção e Organização do EspaçoEscassez  de Recursos: Produção e Organização do Espaço
Escassez de Recursos: Produção e Organização do Espaço
Karina Andrade
 
A Importância do Meio Ambiente
A Importância do Meio AmbienteA Importância do Meio Ambiente
Preservar o meio ambiente miguel
Preservar o meio ambiente miguelPreservar o meio ambiente miguel
Preservar o meio ambiente miguel
Andreia Pimenta
 
Palestra Meio Ambiente - SIPAT CPOVOS
Palestra Meio Ambiente - SIPAT CPOVOSPalestra Meio Ambiente - SIPAT CPOVOS
Palestra Meio Ambiente - SIPAT CPOVOS
proftstsergioetm
 
Trabalho de geografia tema sustentabilidade
Trabalho de geografia tema sustentabilidadeTrabalho de geografia tema sustentabilidade
Trabalho de geografia tema sustentabilidade
norivalfp
 

Mais procurados (20)

Recursos naturais
Recursos naturaisRecursos naturais
Recursos naturais
 
Flyers para o Mês do Ambiente
Flyers para o Mês do AmbienteFlyers para o Mês do Ambiente
Flyers para o Mês do Ambiente
 
Exploração e conservação de recursos naturais
Exploração e conservação de recursos naturaisExploração e conservação de recursos naturais
Exploração e conservação de recursos naturais
 
Aula: Ecossistemas e Biomas - Ecologia
Aula: Ecossistemas e Biomas - EcologiaAula: Ecossistemas e Biomas - Ecologia
Aula: Ecossistemas e Biomas - Ecologia
 
Folheto meio ambiente
Folheto meio ambienteFolheto meio ambiente
Folheto meio ambiente
 
Flyer meio ambiente
Flyer meio ambienteFlyer meio ambiente
Flyer meio ambiente
 
Meio ambiente, aspectos conceituais e legais
Meio ambiente, aspectos conceituais e legaisMeio ambiente, aspectos conceituais e legais
Meio ambiente, aspectos conceituais e legais
 
Curso Permacultura EcoVIDA São Miguel - Guia de Permacultura
Curso Permacultura EcoVIDA São Miguel - Guia de PermaculturaCurso Permacultura EcoVIDA São Miguel - Guia de Permacultura
Curso Permacultura EcoVIDA São Miguel - Guia de Permacultura
 
Recursos geológicos
Recursos geológicosRecursos geológicos
Recursos geológicos
 
IPA - Permacultura e Bioconstrução
IPA  - Permacultura e BioconstruçãoIPA  - Permacultura e Bioconstrução
IPA - Permacultura e Bioconstrução
 
Dicas para preservação do meio ambiente
Dicas para preservação do meio ambienteDicas para preservação do meio ambiente
Dicas para preservação do meio ambiente
 
2ºbim.6ºano.geografia. os recursos naturais
2ºbim.6ºano.geografia. os recursos naturais2ºbim.6ºano.geografia. os recursos naturais
2ºbim.6ºano.geografia. os recursos naturais
 
Sustentabilidade
SustentabilidadeSustentabilidade
Sustentabilidade
 
Folheto Ambiente
Folheto AmbienteFolheto Ambiente
Folheto Ambiente
 
004 edição do jornal ação e reação 2012
004 edição do jornal ação e reação 2012004 edição do jornal ação e reação 2012
004 edição do jornal ação e reação 2012
 
Escassez de Recursos: Produção e Organização do Espaço
Escassez  de Recursos: Produção e Organização do EspaçoEscassez  de Recursos: Produção e Organização do Espaço
Escassez de Recursos: Produção e Organização do Espaço
 
A Importância do Meio Ambiente
A Importância do Meio AmbienteA Importância do Meio Ambiente
A Importância do Meio Ambiente
 
Preservar o meio ambiente miguel
Preservar o meio ambiente miguelPreservar o meio ambiente miguel
Preservar o meio ambiente miguel
 
Palestra Meio Ambiente - SIPAT CPOVOS
Palestra Meio Ambiente - SIPAT CPOVOSPalestra Meio Ambiente - SIPAT CPOVOS
Palestra Meio Ambiente - SIPAT CPOVOS
 
Trabalho de geografia tema sustentabilidade
Trabalho de geografia tema sustentabilidadeTrabalho de geografia tema sustentabilidade
Trabalho de geografia tema sustentabilidade
 

Semelhante a Slides do livro Eletrônico

POAMS (Apresentação)
POAMS (Apresentação)POAMS (Apresentação)
POAMS (Apresentação)
Luiz Guilherme Leite Artuzi
 
Ambiente
AmbienteAmbiente
Ambiente
Vale Rodrigues
 
Apresentação1 poams
Apresentação1 poamsApresentação1 poams
Apresentação1 poams
Luiz Guilherme Leite Artuzi
 
Nl biosfera 5_fichas
Nl biosfera 5_fichasNl biosfera 5_fichas
Nl biosfera 5_fichas
Ana Carolina Campos
 
texto 5 de Junho.docx
texto 5 de Junho.docxtexto 5 de Junho.docx
texto 5 de Junho.docx
RosanaCosta70
 
introdução ao aprofundamento Agua solvente universal
introdução ao aprofundamento Agua solvente universalintrodução ao aprofundamento Agua solvente universal
introdução ao aprofundamento Agua solvente universal
lucas543699
 
DIA MUNDIAL DA FLORESTA E DA ÁGUA.ppsx
DIA MUNDIAL DA FLORESTA E DA ÁGUA.ppsxDIA MUNDIAL DA FLORESTA E DA ÁGUA.ppsx
DIA MUNDIAL DA FLORESTA E DA ÁGUA.ppsx
ANDRÉA FERREIRA
 
Trabalho de geografia
Trabalho de geografiaTrabalho de geografia
Trabalho de geografia
manekas123
 
Jmab 2012 finalmente
Jmab 2012 finalmenteJmab 2012 finalmente
Jmab 2012 finalmente
Rogerio Catanese
 
Cuidar do meio ambiente
Cuidar do meio ambienteCuidar do meio ambiente
Cuidar do meio ambiente
Acrópole - História & Educação
 
52 gestos para biodiversidade.pdf
52 gestos para biodiversidade.pdf52 gestos para biodiversidade.pdf
52 gestos para biodiversidade.pdf
AMG Sobrenome
 
52 gestos para a Biodiversidade
52 gestos para a Biodiversidade52 gestos para a Biodiversidade
52 gestos para a Biodiversidade
Biblioteca da Escola EB 2/3 de Beiriz
 
Biodiversidade
BiodiversidadeBiodiversidade
Biodiversidade
Gourgel Abias
 
Sustentabilidade ambiental
Sustentabilidade ambientalSustentabilidade ambiental
Sustentabilidade ambiental
-
 
Apostila de educação ambiental
Apostila  de  educação ambiental Apostila  de  educação ambiental
Apostila de educação ambiental
danieladod
 
Ensino Médio - Meio ambiente e Sustentabilidade - Aula 1.pdf
Ensino Médio - Meio ambiente e Sustentabilidade - Aula 1.pdfEnsino Médio - Meio ambiente e Sustentabilidade - Aula 1.pdf
Ensino Médio - Meio ambiente e Sustentabilidade - Aula 1.pdf
AlejandrinaDominguez2
 
A UTILIZAÇÃO DOS MACROINVERTEBRADOS BENTÔNICOS COMO FERRAMENTA PARA EDUCAÇÃO ...
A UTILIZAÇÃO DOS MACROINVERTEBRADOS BENTÔNICOS COMO FERRAMENTA PARA EDUCAÇÃO ...A UTILIZAÇÃO DOS MACROINVERTEBRADOS BENTÔNICOS COMO FERRAMENTA PARA EDUCAÇÃO ...
A UTILIZAÇÃO DOS MACROINVERTEBRADOS BENTÔNICOS COMO FERRAMENTA PARA EDUCAÇÃO ...
cefaprodematupa
 
Biodiversidade ppt
Biodiversidade pptBiodiversidade ppt
Biodiversidade ppt
guest7b65ee
 
PoluiçãO Do Meio Ambiente
PoluiçãO Do Meio AmbientePoluiçãO Do Meio Ambiente
PoluiçãO Do Meio Ambiente
ecsette
 
Aula numero 1 - A Sustentabilidade. Definições.
Aula numero 1 - A Sustentabilidade. Definições.Aula numero 1 - A Sustentabilidade. Definições.
Aula numero 1 - A Sustentabilidade. Definições.
v4hp2q4ph4
 

Semelhante a Slides do livro Eletrônico (20)

POAMS (Apresentação)
POAMS (Apresentação)POAMS (Apresentação)
POAMS (Apresentação)
 
Ambiente
AmbienteAmbiente
Ambiente
 
Apresentação1 poams
Apresentação1 poamsApresentação1 poams
Apresentação1 poams
 
Nl biosfera 5_fichas
Nl biosfera 5_fichasNl biosfera 5_fichas
Nl biosfera 5_fichas
 
texto 5 de Junho.docx
texto 5 de Junho.docxtexto 5 de Junho.docx
texto 5 de Junho.docx
 
introdução ao aprofundamento Agua solvente universal
introdução ao aprofundamento Agua solvente universalintrodução ao aprofundamento Agua solvente universal
introdução ao aprofundamento Agua solvente universal
 
DIA MUNDIAL DA FLORESTA E DA ÁGUA.ppsx
DIA MUNDIAL DA FLORESTA E DA ÁGUA.ppsxDIA MUNDIAL DA FLORESTA E DA ÁGUA.ppsx
DIA MUNDIAL DA FLORESTA E DA ÁGUA.ppsx
 
Trabalho de geografia
Trabalho de geografiaTrabalho de geografia
Trabalho de geografia
 
Jmab 2012 finalmente
Jmab 2012 finalmenteJmab 2012 finalmente
Jmab 2012 finalmente
 
Cuidar do meio ambiente
Cuidar do meio ambienteCuidar do meio ambiente
Cuidar do meio ambiente
 
52 gestos para biodiversidade.pdf
52 gestos para biodiversidade.pdf52 gestos para biodiversidade.pdf
52 gestos para biodiversidade.pdf
 
52 gestos para a Biodiversidade
52 gestos para a Biodiversidade52 gestos para a Biodiversidade
52 gestos para a Biodiversidade
 
Biodiversidade
BiodiversidadeBiodiversidade
Biodiversidade
 
Sustentabilidade ambiental
Sustentabilidade ambientalSustentabilidade ambiental
Sustentabilidade ambiental
 
Apostila de educação ambiental
Apostila  de  educação ambiental Apostila  de  educação ambiental
Apostila de educação ambiental
 
Ensino Médio - Meio ambiente e Sustentabilidade - Aula 1.pdf
Ensino Médio - Meio ambiente e Sustentabilidade - Aula 1.pdfEnsino Médio - Meio ambiente e Sustentabilidade - Aula 1.pdf
Ensino Médio - Meio ambiente e Sustentabilidade - Aula 1.pdf
 
A UTILIZAÇÃO DOS MACROINVERTEBRADOS BENTÔNICOS COMO FERRAMENTA PARA EDUCAÇÃO ...
A UTILIZAÇÃO DOS MACROINVERTEBRADOS BENTÔNICOS COMO FERRAMENTA PARA EDUCAÇÃO ...A UTILIZAÇÃO DOS MACROINVERTEBRADOS BENTÔNICOS COMO FERRAMENTA PARA EDUCAÇÃO ...
A UTILIZAÇÃO DOS MACROINVERTEBRADOS BENTÔNICOS COMO FERRAMENTA PARA EDUCAÇÃO ...
 
Biodiversidade ppt
Biodiversidade pptBiodiversidade ppt
Biodiversidade ppt
 
PoluiçãO Do Meio Ambiente
PoluiçãO Do Meio AmbientePoluiçãO Do Meio Ambiente
PoluiçãO Do Meio Ambiente
 
Aula numero 1 - A Sustentabilidade. Definições.
Aula numero 1 - A Sustentabilidade. Definições.Aula numero 1 - A Sustentabilidade. Definições.
Aula numero 1 - A Sustentabilidade. Definições.
 

Mais de Flavia Carvalho

História slides
História slidesHistória slides
História slides
Flavia Carvalho
 
PESTALOZZI
PESTALOZZI PESTALOZZI
PESTALOZZI
Flavia Carvalho
 
GESTÃO DEMOCRÁTICA: UMA VISÃO DESCENTRALIZADA DA ESCOLA
GESTÃO DEMOCRÁTICA: UMA VISÃO DESCENTRALIZADA DA ESCOLAGESTÃO DEMOCRÁTICA: UMA VISÃO DESCENTRALIZADA DA ESCOLA
GESTÃO DEMOCRÁTICA: UMA VISÃO DESCENTRALIZADA DA ESCOLA
Flavia Carvalho
 
TECNOLOGIA E LUDICIDADE NA EDUCAÇÃO INFANTIL
TECNOLOGIA E LUDICIDADE NA EDUCAÇÃO INFANTILTECNOLOGIA E LUDICIDADE NA EDUCAÇÃO INFANTIL
TECNOLOGIA E LUDICIDADE NA EDUCAÇÃO INFANTIL
Flavia Carvalho
 
O USO DA TECNOLOGIA NA EDUCAÇÃO
O USO DA TECNOLOGIA NA EDUCAÇÃOO USO DA TECNOLOGIA NA EDUCAÇÃO
O USO DA TECNOLOGIA NA EDUCAÇÃO
Flavia Carvalho
 

Mais de Flavia Carvalho (6)

História slides
História slidesHistória slides
História slides
 
PESTALOZZI
PESTALOZZI PESTALOZZI
PESTALOZZI
 
GESTÃO DEMOCRÁTICA: UMA VISÃO DESCENTRALIZADA DA ESCOLA
GESTÃO DEMOCRÁTICA: UMA VISÃO DESCENTRALIZADA DA ESCOLAGESTÃO DEMOCRÁTICA: UMA VISÃO DESCENTRALIZADA DA ESCOLA
GESTÃO DEMOCRÁTICA: UMA VISÃO DESCENTRALIZADA DA ESCOLA
 
TECNOLOGIA E LUDICIDADE NA EDUCAÇÃO INFANTIL
TECNOLOGIA E LUDICIDADE NA EDUCAÇÃO INFANTILTECNOLOGIA E LUDICIDADE NA EDUCAÇÃO INFANTIL
TECNOLOGIA E LUDICIDADE NA EDUCAÇÃO INFANTIL
 
#$Tecn~1
#$Tecn~1#$Tecn~1
#$Tecn~1
 
O USO DA TECNOLOGIA NA EDUCAÇÃO
O USO DA TECNOLOGIA NA EDUCAÇÃOO USO DA TECNOLOGIA NA EDUCAÇÃO
O USO DA TECNOLOGIA NA EDUCAÇÃO
 

Último

UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
LeticiaRochaCupaiol
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 

Último (20)

UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 

Slides do livro Eletrônico

  • 1. FACULDADE ATENEU CIÊNCIAS CONTEÚDOS E MÉTODOS BÁRBARA PIMENTA PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS VIDA E AMBIENTE Trabalho para NP2
  • 2. PCN DE CIÊNCIAS • “Os objetivos de Ciências Naturais no ensino fundamental são concebidos para que o aluno desenvolva competências que lhe permitam compreender o mundo e atuar como individuo e como cidadão utilizando conhecimentos da natureza cientifica.” (PCN- Ciências Naturais, página 93) • “Compreender a tecnologia como meio para suprir necessidades humanas, distinguindo usos corretos e necessários daqueles prejudiciais ao equilíbrio da natureza e ao homem.” (PCN- Ciências Naturais, página 93)
  • 3. OBJETIVO DO EIXO “O eixo Vida e Ambiente busca promover a ampliação do conhecimento sobre a diversidade da vida nos ambientes naturais ou transformados pelo ser humano, estuda a dinâmica da natureza e como a vida se processa em diferentes espaços e tempos.” (PCN)
  • 4.
  • 5. Vida e Ambiente Faculdade Ateneu Graduandas do V semestre curso de Pedagogia Flávia Carvalho - Janaína Sousa- Luciana Oliveira- Luzirene Rocha
  • 6. Seres Vivos Com exceção dos vírus, todos os seres vivos são formados por células. Célula é a menor parte com forma definida que constitui um ser vivo dotada de capacidade de autoduplicação (pode se dividir sozinha). São as unidades estruturais e funcionais dos organismos vivos. Podem ser comparadas aos tijolos de uma casa. As células, em geral, possuem tamanho tão pequeno que só podem ser vistas por meio de microscópio. Dentro delas ocorrem inúmeros processos que são fundamentais para manter a vida. Para diferenciar o que é ser vivo do que é ser bruto (sem vida), são consideradas algumas características: - Organização Celular - Capacidade de se Reproduzir - Hereditariedade - Possuir material genético DNA - Crescimento - Mutação - Irritabilidade ou responder a estímulos
  • 8. Todo ser vivo possui célula (exceto vírus). Elas contém toda a estrutura necessária para o organismo funcionar (que pode ser de uma única célula - unicelulares, ou com várias células - pluricelulares) A capacidade de deixar alguma herança genética para os descendentes. Somente seres vivos possuem DNA, que é o que determina e comanda a célula/organis- mo. Alterações no material genético, para melhorias do organismo. Podem acontecer por causa do ambiente onde o ser vive. Também podem ocorrer ao acaso, falhas genéticas, etc.
  • 9. Todas as atividades da sociedade demandam o uso de água. A maior parte dessa água é destinada à produção de alimentos e outra grande parcela para a indústria, restando uma pequena fração para o nosso consumo. Além do desperdício de água que ocorre na produção de alimentos e nas indústrias, desperdiçamos enorme quantidade deste recurso durante as nossas atividades cotidianas. A origem exata da água – que abrange cerca de 70% da superfície da Terra – ainda é um mistério para os cientistas. O lançamento de detritos na água de rios e oceanos e a contaminação dos lençóis freáticos por componentes orgânicos oriundos do chorume de lixo e cemitérios são alguns fatores que comprometem a qualidade da água. Muitos pesquisadores acreditam que a água não se constituiu ao mesmo tempo em que a Terra se formava. A explicação mais aceita atualmente defende que cometas e asteroides - que têm água na sua constituição - bombardearam nosso planeta e deixaram esses elementos na sua superfície. Podemos encontrar a água em três estados físicos: líquido, gasoso e sólido, que se desenvolve através dos processos de evaporação, condensação, precipitação, infiltração e transpiração. O ciclo da água na natureza é fundamental para a manutenção da vida no planeta Terra, visto que irá determinar a variação climática e interferir no nível dos rios, lagos, mares, oceanos. Origem e destino dos recursos naturais
  • 10. Origem e destino dos recursos naturais
  • 11. O ciclo da água na natureza é fundamental para a manutenção da vida no planeta Terra, visto que irá determinar a variação climática e interferir no nível dos rios, lagos, mares, oceanos. Na natureza, podemos encontrar a água em três estados físicos: sólido, líquido e gasoso. As geleiras apresentam a água em seu estado sólido. Uma das formas de reciclagem da água é o aproveitamento da água da chuva, ela pode ser canalizada e filtrada para uma cisterna, recipiente de armazenagem. Nos aterros sanitários, o lixo residencial e industrial é depositado em solos que receberam tratamento para tal, impermeabilizados, o que inclui uma preparação com o nivelamento de terra e com a selagem da base com argila e mantas de PVC.
  • 12. O ecossistema é um complexo composto pelos seres vivos, o local onde eles vivem e com todas as relações deles como meio a que pertencem. São exemplos de ecossistemas um lago, uma floresta, um jardim, ou seja, todos os lugares onde habitam diversos seres. Os ecossistemas são classificados em ecossistemas terrestres e ecossistemas aquáticos, se diferindo apenas pela quantidade de água que existente em um e outro, fazendo assim com que as formas de vida de um e outro sejam Diferentes, embora alguns seres possam viver nos dois, como por exemplo, os anfíbios. Ecologia Podemos dividir o ecossistema em três componentes principais, Os produtores que são as plantas verdes, elas são os únicos seres vivos capazes de fabricar seu próprio alimento por meio da fotossíntese; o consumidor que são os animais herbívoros ou carnívoros e o decompositor que fecha o ciclo, decompondo a matéria orgânica presente nas plantas e animais mortos e as transforma novamente em compostos inorgânicos que alimentam as plantas. A parte do Ecossistema que é composta pelos seres vivos é denominado de biótico, e o local onde os seres vivos vivem são denominados de abióticos. Por exemplo, em um lago todos os seres vivos que ali vivem compõem o meio biótico. Já a luz, oxigênio, rochas temperatura da água compõem o meio abiótico
  • 14. O ecossistema é um complexo composto pelos seres vivos, o local onde eles vivem e com todas as relações deles como meio a que pertencem. Eles são classificados em ecossistemas terrestres e ecossistemas aquáticos. A parte do ecossistema que é composta pelos seres vivos é denominado de biótico, e o local onde os seres vivos vivem são denominados de abióticos. Os três componentes principais do ecossistema são os produtores, os consumidores e os decompositores. Alguns seres podem viver nos dois tipos de ecossistema, como por exemplo, os anfíbios.
  • 15. Existem muitos problemas que estão causando o desequilíbrio na natureza, dentre eles a excessiva produção de lixo e de gases tóxicos. Os problemas ambientais dizem respeito a toda humanidade, pois o problema que afeta uma região também afetará outra. O consumo consciente ajuda diminuir a produção de lixo e preserva os recursos da natureza. Origem e destino do lixo Os lixos devem ser descartados em: lixões, formas de tratamento, coleta seletiva e reciclagem. Porém encontramos lixos jogados em terrenos baldios, matas ou beira de rios. Quando chove o lixo entope os bueiros alagando as ruas das cidades. Percebeu que temos um grande problema na natureza, que é a nossa casa? Mas, juntos, podemos trabalhar para mudar essa realidade. Contamos com você!
  • 17. Pilhas e baterias de celulares que são formadas por compostos químicos com alta capacidade de poluição e toxidades para o solo e água. A grande quantidade de papel que é consumida no mundo causa problemas ambientais, como o desmatamento de florestas. São Paulo é a cidade que mais produz lixo no país, com cerca de 19 mil toneladas por dia. As aves marinhas também são bastante afetadas pelos derramamentos de petróleo.
  • 18. Trabalho apresentado por alunas do V semestre do curso de Pedagogia, na disciplina de Ciências: Conteúdos e Métodos, sob a orientação da professora Bárbara Pimenta, para compor a nota de NP2. A elaboração deste trabalho foi muito gratificante e nos proporcionou um rico conhecimento nessa etapa acadêmica. Presenteamos com esse material à brinquedoteca da Faculdade Ateneu, para que possa ser utilizado por outros alunos, auxiliando nas aulas práticas desenvolvidas com as crianças. As autoras: Flávia Carvalho; Janaína Sousa; Luciana Oliveira; Luzirene Rocha.
  • 19. REFLETINDO: • Organizar situações de aprendizagem nas quais os conteúdos sejam tratados em contexto requer relacionar o conhecimento científico, por exemplo, a questões reais da vida do aluno ou a fatos que o cercam e lhe dão sentido (GOULART, 2011). • De acordo com os PCNs (BRASIL, 2000), a contribuição da escola é a de desenvolver um projeto de educação comprometido com o desenvolvimento de capacidades que permitam intervir na realidade para transformá-la.