SlideShare uma empresa Scribd logo
SISTEMA
DIGESTÓRIO
HUMANO
CONTEÚDO
1. Digestão
2. Secreções
3. Boca
4. Saliva
5. Faringe
6. Esôfago
7. Estômago
8. Intestino delgado
9. Sucos digestórios
10. Intestino grosso
11. Apêndice
12. Ânus
13. Saiba mais
14. Texto complementar
15. A praticar!
DIGESTÃO
 A digestão envolve fenômenos físicos
(mastigação, trituração, moagem, deglutição e
peristalse) e químicos (ação das enzimas). Os
órgãos que atuam na digestão humana são:
boca, faringe, esôfago, estômago, intestino
delgado, intestino grosso e ânus. As principais
glândulas anexas ao sistema digestório são as
glândulas salivares, o fígado e o pâncreas.
SECREÇÕES
Cada região do sistema digestório
produz suas secreções. Algumas tem
enzimas digestivas que agem em um pH
ideal. Ao passar pelo tubo digestivo, o
alimento é desmontado de forma
sequencial por enzimas específicas.
SECREÇÕES
BOCA
 Na boca ocorrem processos importantes para
a digestão: a mastigação e a ensalivação.
 A mastigação é um processo mecânico de
trituração e moagem do alimento que facilita
a ação posterior das enzimas digestórias.
Uma boa digestão começa com mastigação
tranquila, sem pressa. O estado de
conservação dos dentes é importante para
uma boa mastigação.
SALIVA
 A saliva é produzida pelas glândulas parótidas,
submaxilares e sublinguais. É composta por um
muco lubrificante, que facilita a deglutição, e por
uma enzima, a ptialina (amilase salivar), que
age sobre o amido, transformando-o em um
dissacarídeo chamado maltose. O pH da saliva
se encontra em torno de 7.
SALIVA
 O volume diário produzido é
de cerca de 1,5 litros. A
saliva constitui-se
principalmente de água
(cerca de 95%), muco (uma
glicoproteína), diversos sais
e enzimas digestórias.
BOLO ALIMENTAR
O alimento mastigado e ensalivado
constitui o bolo alimentar. Pela ação da
língua e de outros músculos, ele passa à
faringe e é deglutido. A deglutição é um
movimento muito complexo e exige a
perfeita coordenação automática de
vários grupos musculares.
FARINGE
É um tubo que integra tanto o sistema
digestório quanto o respiratório. Na
hora da deglutição, uma espécie de
válvula denominada epiglote impede
a passagem do alimento para a
laringe, que é o canal respiratório.
l
ESÔFAGO
 Tubo de uns 25-30 cm,
conecta a faringe ao
estômago. Na entrada do
estômago, uma válvula
chamada cárdia, abre para
a passagem do alimento,
fechando em seguida para
evitar que o ácido do
estômago e a comida voltem
ao esôfago.
ESTÔMAGO
 O estômago é uma espécie de bolsa oca que pode
se dilatar ao receber o alimento. Os músculos da
parede do estômago se movimentam fazendo com
que o alimento seja misturado ao suco gástrico.
 O suco gástrico é produzido por células
glandulares. Esse suco é uma mistura de várias
substâncias: água, pepsina e ácido clorídrico (HCl).
Tem uma produção diária aprox. de 2 l.
 O HCl torna o suco gástrico ácido, com pH ao redor
de 2.
ESTÔMAGO
 O HCl ajuda a amolecer o alimento e mata
muitos micróbios que são ingeridos enquanto
comemos. Geralmente ele não corrói as
paredes do estômago devido a um muco
produzido para a proteção contra esse ácido.
Mas há casos em que o HCl provoca úlceras,
especialmente em pessoas continuamente
nervosas e agitadas.
 Após a ação de todas as enzimas e o HCl, o
bolo alimentar transforma-se em uma massa
semilíquida, branca e ácida: o quimo.
ESTÔMAGO
Função
Misturar o alimento
com o suco gástrico
Digerir as proteínas
mediante a pepsina
Formação do quimo
Tempo de digestão Aprox. 3 a 4 h
ESTÔMAGO
Hormônios que
regulam a secreção de
suco gástrico
Gastrina: estimula a
produção de suco
gástrico
Enterogastrona: inibe
a produção de suco
gástrico
INTESTINO DELGADO
 O intestino delgado é um tubo muscular de 6 m
de comprimento e 3 cm de diâmetro, que
subdivide-se em 3 partes: duodeno, jejuno e
íleo.
 A digestão no intestino delgado ocorre graças à
ação conjunta de 3 sucos digestórios: biliar,
pancreático e entérico.
 Os nutrientes digeridos são absorvidos
principalmente no intestino delgado.
 Após todas as transformações químicas no
intestino, o quimo passa a se chamar quilo, uma
substância branca.
INTESTINO DELGADO
Função
Misturar o alimento com
o suco biliar, pancreático
e intestinal
Digerir os dissacarídeos,
peptídeos, lipídios, DNA
e RNA
Absorção de nutrientes
Formação do quilo
SUCOS DIGESTÓRIOS
SUCO BILIAR SUCO PANCREÁTICO SUCO ENTÉRICO
Conhecido como bílis, é
produzido pelo fígado e
armazenado na vesícula
biliar, de onde é liberado
para o duodeno pelo canal
colédoco.
O pH situa-se de 7,5 a 8.
É produzido pelo pâncreas,
órgão anexo ao duodeno.
O pH situa-se ao redor de 9.
Conhecido como suco intestinal,
é produzido pela mucosa
intestinal, com um pH ao redor
de 7.
Não contém enzimas, mas
apresenta sais biliares
que emulsionam lipídios.
É rico em enzimas. As principais
enzimas são: tripsina
(protease), amilopsina
(amilase), lipases e nucleases.
Pode conter bicarbonato de
sódio.
É rico em enzimas. As principais
enzimas são: peptidases,
maltases, lactases e sucrases.
É produzido cerca de 700
ml/dia.
É produzido cerca de 1,5 l/dia. É produzido cerca de 3 l/dia.
A colecistoquinina (CCK)
é um hormônio que
estimula a contração da
vesícula biliar.
É estimulada pela ação dos
hormônios produzidos pela
mucosa intestinal: secretina e
pancreozimina.
É estimulada pelo hormônio
secretina.
SUCOS DIGESTÓRIOS
INTESTINO GROSSO
 Tubo muscular com cerca de 1,5 m de
comprimento e 7 cm de diâmetro.
 O intestino grosso inicia-se na válvula
ileocecal e termina no ânus.
 Divide-se em 3 segmentos: ceco, cólon e
reto.
 Tem a função de reabsorção de água e
formação e acúmulo de fezes.
APÊNDICE
 Em 2007 cientistas da Universidade Duke, nos
EUA, divulgaram que a função do apêndice é
fabricar e servir como depósito de bactérias
que auxiliam na digestão. Além disso, ele
também possui células linfoides, que produzem
anticorpos e ajudam nas defesas do organismo.
ÂNUS
 Ânus (do latim anus), nos seres humanos, é o orifício no
final do intestino grosso por onde são eliminadas as fezes
e gases intestinais.
 Localiza-se entre as nádegas, sendo um orifício de
pequenas dimensões. Nas sociedades modernas, quando
os homens defecam, geralmente limpam a região com
papel higiênico ou a lavam no bidê ou ducha.A musculatura
de suporte do ânus é a do períneo, juntamente com os
esfíncteres interno e externo da região.A inervação é dada
pelo nervo pudendo.
SAIBA MAIS
 Parar a digestão
 Você certamente já ouviu isso: “Não vá nadar depois
de comer ou vai ter uma indigestão. O estômago exige
muito sangue para digerir os alimentos. Os músculos
também vão precisar de muito sangue para você
nadar. Se a água estiver fria, seu organismo terá 3
demandas: enviar sangue para regular a temperatura
do corpo, para digerir e para acionar os músculos. Ele
pode entrar em colapso, provocando cãibras ou
indigestão.
 Corpo humano. 2014 nº 16. RBA Coleccionables S.A.
TEXTO COMPLEMENTAR
 A Importância da Regularidade
 Tomada a refeição regular, deve-se permitir ao estômago um
descanso de cinco horas. Nenhuma partícula de alimento deve
ser introduzida no estômago até a próxima refeição. Neste
intervalo o estômago efetuará seu trabalho, estando então em
condições de receber mais alimento.
 Em caso algum devem as refeições ser irregulares. Se se faz o
almoço uma ou duas horas antes do tempo usual, o estômago
não está preparado para o novo encargo, pois não dispôs ainda
do alimento tomado na refeição anterior, e não possui força vital
para novo trabalho. Assim é sobrecarregado o organismo.
 CRA - p. 179 (2007)
TEXTO COMPLEMENTAR
 O Estômago Precisa de Descanso
 O estômago precisa receber cuidadosa atenção. Não deve
ser mantido em trabalho constante. Dai a esse maltratado e
muito abusado órgão alguma paz, sossego e descanso.
Depois de haver o estômago feito sua obra relativa a uma
refeição, não abarroteis mais trabalho sobre ele antes de
ter tido oportunidade de descansar e antes de ter sido pela
natureza provido suficiente suprimento de suco gástrico
para cuidar de mais alimento.
 Cinco horas, pelo menos, devem mediar entre uma e outra
refeição, e tende sempre em mente que, se quisésseis
fazer uma experiência veríeis que duas refeições são
preferíveis a três. Carta 73a, 1896. CRA - p. 173 (2007)
A PRATICAR!
 1. (Enem/2018) Para serem absorvidos pelas células do intestino
humano, os lipídios ingeridos precisam ser primeiramente emulsificados.
Nessa etapa da digestão, torna-se necessária a ação dos ácidos biliares,
visto que os lipídios apresentam natureza apolar e são insolúveis em
água.
 Esses ácidos atuam no processo de modo a
a) hidrolisar os lipídios
b) agir como detergentes
c) tornar os lipídios anfifílicos
d) promover a secreção de lipases
e) estimular o trânsito intestinal de lipídios.
A PRATICAR!
 2. (CESGRANRIO) Assinale a afirmação correta relativa à digestão e
absorção de substâncias no homem.
a) O amido é digerido pela ptialina existente na saliva e o produto da
digestão é absorvido, principalmente, na boca e esôfago.
b) As proteínas são digeridas pela pepsina, produzida nas glândulas
gástricas e sua absorção ocorre, principalmente, no estômago.
c) Os lipídios são digeridos pela lipase produzida na vesícula biliar e
sua absorção ocorre, principalmente, no intestino grosso.
d) A celulose é absorvida integralmente no intestino grosso, sem
necessidade de sofrer a ação de enzimas digestivas.
e) A glicose não necessita de desdobramento por enzimas digestivas
e sua absorção ocorre, principalmente, no intestino delgado.
A PRATICAR!
3. (Vunesp-SP) Considere as seguintes etapas da digestão
 I - absorção de nutrientes.
 II - adição de ácido clorídrico ao suco digestivo.
 III - início da digestão das proteínas.
 IV - adição da bile e do suco pancreático ao suco digestivo.
 V - início da digestão do amido.
Dentre desses processos, ocorrem no intestino delgado apenas?
a) I e IV
b) I e III
c) II e III
d) II e IV
e) III e V
A PRATICAR!
 4. (UFC) O gráfico adiante mostra a taxa de digestão de um alimento em
diferentes pH. Com base nesses dados, é correto afirmar que são
substrato e enzima, respectivamente:
 a) amido e amilase salivar.
 b) proteína e pepsina.
 c) gordura e lipase intestinal.
 d) proteína e tripsina.
 e) sacarose e sacarase.
A PRATICAR!
 5. (UEA) Considere uma fatia de pão e suponha que
ela contenha apenas amido. As enzimas que
participarão da digestão desse alimento serão, por
ordem de atuação:
a) amilase salivar, pepsina, tripsina e maltase.
b) amilase salivar, amilase pancreática e maltase.
c) amilase salivar, pepsina e maltase.
d) amilase salivar, pepsina e amilase pancreática.
e) amilase salivar, pepsina, maltase e tripsina.
GABARITO
1 2 3 4 5
b e a b b
REFERÊNCIA
 FÁVARO, C. ; MACHADO, M. F. ; ROMAGNOLI, W.
Sistema Inter@tivo de Ensino - Biologia 2° ano. 1ª
ed. Tatuí-SP: Casa Publicadora Brasileira, 2018.
 PAULINO, W.R. Biologia. Série novo ensino médio.
Volume único. Ed. Ática, 2002.
 WHITE, E. Conselhos sobre o Regime Alimentar
ebook. Copyright © 2013 Ellen G. White Estate, Inc.
2007.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula sistema digestivo e nutrição
Aula sistema digestivo e nutriçãoAula sistema digestivo e nutrição
Aula sistema digestivo e nutrição
Dejair Monacelli
 
Sistema digestório
Sistema digestórioSistema digestório
Sistema digestório
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Sistema digestório - anatomia humana II
Sistema digestório - anatomia humana IISistema digestório - anatomia humana II
Sistema digestório - anatomia humana II
Marília Gomes
 
Fisiologia do sistema digestório
Fisiologia do sistema digestórioFisiologia do sistema digestório
Fisiologia do sistema digestório
LIVROS PSI
 
Sistema digestorio
Sistema digestorioSistema digestorio
Sistema digestorio
FERNANDA PAULA BONCOSKI
 
Sistema digestório
Sistema digestórioSistema digestório
Sistema digestório
César Milani
 
Anatomia corpo humano parte 6
Anatomia corpo humano parte 6Anatomia corpo humano parte 6
Anatomia corpo humano parte 6
Alexandre Donha
 
Sistema digestivo
Sistema digestivoSistema digestivo
Sistema digestivo
anaquartin
 
Sistema Digestivo
Sistema DigestivoSistema Digestivo
Sistema Digestivo
António Machado
 
Sistema digestivo
Sistema digestivoSistema digestivo
Sistema digestivo
Rita Pereira
 
SISTEMA DIGESTÓRIO
SISTEMA DIGESTÓRIOSISTEMA DIGESTÓRIO
SISTEMA DIGESTÓRIO
Carlos Carvalho
 
SLIDE Sistema digestório e suas respectivas funções.ppt
SLIDE Sistema digestório e suas respectivas funções.pptSLIDE Sistema digestório e suas respectivas funções.ppt
SLIDE Sistema digestório e suas respectivas funções.ppt
ssuser60b183
 
14 o sistema nervoso
14   o sistema nervoso14   o sistema nervoso
14 o sistema nervoso
Rebeca Vale
 
sistema digestório
sistema digestório sistema digestório
sistema digestório
Kel Oliver
 
Sistema endócrino
Sistema endócrino Sistema endócrino
Sistema endócrino
laismoraes93
 
Sistema urinário - Anatomia humana
Sistema urinário - Anatomia humanaSistema urinário - Anatomia humana
Sistema urinário - Anatomia humana
Marília Gomes
 
Sistema Reprodutor Masculino e Feminino
Sistema Reprodutor Masculino e Feminino Sistema Reprodutor Masculino e Feminino
Sistema Reprodutor Masculino e Feminino
Bruno Djvan Ramos Barbosa
 
Sistema digestivo
Sistema digestivoSistema digestivo
Sistema digestivo
Cláudia Moura
 
Sistema Muscular
Sistema MuscularSistema Muscular
Sistema Muscular
Fernando Dias
 
Sistema Digestivo
Sistema DigestivoSistema Digestivo
Sistema Digestivo
Gabriela Bruno
 

Mais procurados (20)

Aula sistema digestivo e nutrição
Aula sistema digestivo e nutriçãoAula sistema digestivo e nutrição
Aula sistema digestivo e nutrição
 
Sistema digestório
Sistema digestórioSistema digestório
Sistema digestório
 
Sistema digestório - anatomia humana II
Sistema digestório - anatomia humana IISistema digestório - anatomia humana II
Sistema digestório - anatomia humana II
 
Fisiologia do sistema digestório
Fisiologia do sistema digestórioFisiologia do sistema digestório
Fisiologia do sistema digestório
 
Sistema digestorio
Sistema digestorioSistema digestorio
Sistema digestorio
 
Sistema digestório
Sistema digestórioSistema digestório
Sistema digestório
 
Anatomia corpo humano parte 6
Anatomia corpo humano parte 6Anatomia corpo humano parte 6
Anatomia corpo humano parte 6
 
Sistema digestivo
Sistema digestivoSistema digestivo
Sistema digestivo
 
Sistema Digestivo
Sistema DigestivoSistema Digestivo
Sistema Digestivo
 
Sistema digestivo
Sistema digestivoSistema digestivo
Sistema digestivo
 
SISTEMA DIGESTÓRIO
SISTEMA DIGESTÓRIOSISTEMA DIGESTÓRIO
SISTEMA DIGESTÓRIO
 
SLIDE Sistema digestório e suas respectivas funções.ppt
SLIDE Sistema digestório e suas respectivas funções.pptSLIDE Sistema digestório e suas respectivas funções.ppt
SLIDE Sistema digestório e suas respectivas funções.ppt
 
14 o sistema nervoso
14   o sistema nervoso14   o sistema nervoso
14 o sistema nervoso
 
sistema digestório
sistema digestório sistema digestório
sistema digestório
 
Sistema endócrino
Sistema endócrino Sistema endócrino
Sistema endócrino
 
Sistema urinário - Anatomia humana
Sistema urinário - Anatomia humanaSistema urinário - Anatomia humana
Sistema urinário - Anatomia humana
 
Sistema Reprodutor Masculino e Feminino
Sistema Reprodutor Masculino e Feminino Sistema Reprodutor Masculino e Feminino
Sistema Reprodutor Masculino e Feminino
 
Sistema digestivo
Sistema digestivoSistema digestivo
Sistema digestivo
 
Sistema Muscular
Sistema MuscularSistema Muscular
Sistema Muscular
 
Sistema Digestivo
Sistema DigestivoSistema Digestivo
Sistema Digestivo
 

Semelhante a Sistema digestório.pptx

Como Funciona o processo de digestão dos Alimentos
Como Funciona o processo de digestão dos AlimentosComo Funciona o processo de digestão dos Alimentos
Como Funciona o processo de digestão dos Alimentos
Tookmed
 
Seminário fisiologia
Seminário fisiologiaSeminário fisiologia
Seminário fisiologia
Franciele Cristina
 
UFCD - 6567- Noções Gerais sobre Sistema Gastrointestinal, Urinário e Genito-...
UFCD - 6567- Noções Gerais sobre Sistema Gastrointestinal, Urinário e Genito-...UFCD - 6567- Noções Gerais sobre Sistema Gastrointestinal, Urinário e Genito-...
UFCD - 6567- Noções Gerais sobre Sistema Gastrointestinal, Urinário e Genito-...
Nome Sobrenome
 
nutrição parte 2.pdf
nutrição parte 2.pdfnutrição parte 2.pdf
nutrição parte 2.pdf
FabianaAlessandro2
 
Aula 2.sistema digestório
Aula 2.sistema digestórioAula 2.sistema digestório
Aula 2.sistema digestório
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Aula 2.sistema digestório
Aula 2.sistema digestórioAula 2.sistema digestório
Aula 2.sistema digestório
Alpha Colégio e Vestibulares
 
FISIOLOGIA E DIGESTÃO HUMANA .pptx
FISIOLOGIA E DIGESTÃO HUMANA .pptxFISIOLOGIA E DIGESTÃO HUMANA .pptx
FISIOLOGIA E DIGESTÃO HUMANA .pptx
RonaldoAlves313237
 
Sistema digestorio prof. rosane ee prof therezinha f pares
Sistema digestorio prof. rosane ee prof therezinha f paresSistema digestorio prof. rosane ee prof therezinha f pares
Sistema digestorio prof. rosane ee prof therezinha f pares
Rosane Ribeiro
 
fisiologia sis digest
fisiologia sis digestfisiologia sis digest
fisiologia sis digest
MicheleLanusseDiasVi1
 
Aula TARDE - SISTEMA DIGESTÓRIO do corpo
Aula TARDE - SISTEMA DIGESTÓRIO do corpoAula TARDE - SISTEMA DIGESTÓRIO do corpo
Aula TARDE - SISTEMA DIGESTÓRIO do corpo
RodrigoSousa736857
 
Sistema digestorio
Sistema digestorioSistema digestorio
Sistema digestorio
Colégios particulares
 
Sistema Digestório.pptx
Sistema Digestório.pptxSistema Digestório.pptx
Sistema Digestório.pptx
IsadoraPereira32
 
o-sistema-digestrio-ld-1226881948845830-9.pdf
o-sistema-digestrio-ld-1226881948845830-9.pdfo-sistema-digestrio-ld-1226881948845830-9.pdf
o-sistema-digestrio-ld-1226881948845830-9.pdf
MAIKEDASILVASANTOS
 
Sistema Digestivo Humano
Sistema Digestivo HumanoSistema Digestivo Humano
Sistema Digestivo Humano
Rosa Pereira
 
Sitema Digestório aula anatomia humana ok
Sitema Digestório aula anatomia humana okSitema Digestório aula anatomia humana ok
Sitema Digestório aula anatomia humana ok
ThalitaMoraes12
 
Reviao anatomia gastrointestinal.pptx
Reviao anatomia gastrointestinal.pptxReviao anatomia gastrointestinal.pptx
Reviao anatomia gastrointestinal.pptx
tuttitutti1
 
Sistema digestório
Sistema digestórioSistema digestório
Sistema digestório
URCA
 
Sistema digestório prof Ivanise Meyer
Sistema digestório prof Ivanise MeyerSistema digestório prof Ivanise Meyer
Sistema digestório prof Ivanise Meyer
Ivanise Meyer
 
Sistema Digestório Carmo
Sistema Digestório CarmoSistema Digestório Carmo
Sistema Digestório Carmo
Antonio Fernandes
 
Aula 4 - Sistema Digestorio.pdf
Aula 4 - Sistema Digestorio.pdfAula 4 - Sistema Digestorio.pdf
Aula 4 - Sistema Digestorio.pdf
MicheleLanusseDiasVi1
 

Semelhante a Sistema digestório.pptx (20)

Como Funciona o processo de digestão dos Alimentos
Como Funciona o processo de digestão dos AlimentosComo Funciona o processo de digestão dos Alimentos
Como Funciona o processo de digestão dos Alimentos
 
Seminário fisiologia
Seminário fisiologiaSeminário fisiologia
Seminário fisiologia
 
UFCD - 6567- Noções Gerais sobre Sistema Gastrointestinal, Urinário e Genito-...
UFCD - 6567- Noções Gerais sobre Sistema Gastrointestinal, Urinário e Genito-...UFCD - 6567- Noções Gerais sobre Sistema Gastrointestinal, Urinário e Genito-...
UFCD - 6567- Noções Gerais sobre Sistema Gastrointestinal, Urinário e Genito-...
 
nutrição parte 2.pdf
nutrição parte 2.pdfnutrição parte 2.pdf
nutrição parte 2.pdf
 
Aula 2.sistema digestório
Aula 2.sistema digestórioAula 2.sistema digestório
Aula 2.sistema digestório
 
Aula 2.sistema digestório
Aula 2.sistema digestórioAula 2.sistema digestório
Aula 2.sistema digestório
 
FISIOLOGIA E DIGESTÃO HUMANA .pptx
FISIOLOGIA E DIGESTÃO HUMANA .pptxFISIOLOGIA E DIGESTÃO HUMANA .pptx
FISIOLOGIA E DIGESTÃO HUMANA .pptx
 
Sistema digestorio prof. rosane ee prof therezinha f pares
Sistema digestorio prof. rosane ee prof therezinha f paresSistema digestorio prof. rosane ee prof therezinha f pares
Sistema digestorio prof. rosane ee prof therezinha f pares
 
fisiologia sis digest
fisiologia sis digestfisiologia sis digest
fisiologia sis digest
 
Aula TARDE - SISTEMA DIGESTÓRIO do corpo
Aula TARDE - SISTEMA DIGESTÓRIO do corpoAula TARDE - SISTEMA DIGESTÓRIO do corpo
Aula TARDE - SISTEMA DIGESTÓRIO do corpo
 
Sistema digestorio
Sistema digestorioSistema digestorio
Sistema digestorio
 
Sistema Digestório.pptx
Sistema Digestório.pptxSistema Digestório.pptx
Sistema Digestório.pptx
 
o-sistema-digestrio-ld-1226881948845830-9.pdf
o-sistema-digestrio-ld-1226881948845830-9.pdfo-sistema-digestrio-ld-1226881948845830-9.pdf
o-sistema-digestrio-ld-1226881948845830-9.pdf
 
Sistema Digestivo Humano
Sistema Digestivo HumanoSistema Digestivo Humano
Sistema Digestivo Humano
 
Sitema Digestório aula anatomia humana ok
Sitema Digestório aula anatomia humana okSitema Digestório aula anatomia humana ok
Sitema Digestório aula anatomia humana ok
 
Reviao anatomia gastrointestinal.pptx
Reviao anatomia gastrointestinal.pptxReviao anatomia gastrointestinal.pptx
Reviao anatomia gastrointestinal.pptx
 
Sistema digestório
Sistema digestórioSistema digestório
Sistema digestório
 
Sistema digestório prof Ivanise Meyer
Sistema digestório prof Ivanise MeyerSistema digestório prof Ivanise Meyer
Sistema digestório prof Ivanise Meyer
 
Sistema Digestório Carmo
Sistema Digestório CarmoSistema Digestório Carmo
Sistema Digestório Carmo
 
Aula 4 - Sistema Digestorio.pdf
Aula 4 - Sistema Digestorio.pdfAula 4 - Sistema Digestorio.pdf
Aula 4 - Sistema Digestorio.pdf
 

Mais de Werner Mendoza Blanco

Filo Equinodermos
Filo EquinodermosFilo Equinodermos
Filo Equinodermos
Werner Mendoza Blanco
 
Filo Artrópodes classificação
Filo Artrópodes classificaçãoFilo Artrópodes classificação
Filo Artrópodes classificação
Werner Mendoza Blanco
 
Filo Artrópodes
Filo ArtrópodesFilo Artrópodes
Filo Artrópodes
Werner Mendoza Blanco
 
Filo Moluscos
Filo MoluscosFilo Moluscos
Filo Moluscos
Werner Mendoza Blanco
 
Filo Anelídeos
Filo AnelídeosFilo Anelídeos
Filo Anelídeos
Werner Mendoza Blanco
 
Filo Nematelmintos
Filo NematelmintosFilo Nematelmintos
Filo Nematelmintos
Werner Mendoza Blanco
 
Filo Platelmintos
Filo PlatelmintosFilo Platelmintos
Filo Platelmintos
Werner Mendoza Blanco
 
Filo Cnidários
Filo CnidáriosFilo Cnidários
Filo Cnidários
Werner Mendoza Blanco
 
Filo Poríferos
Filo PoríferosFilo Poríferos
Filo Poríferos
Werner Mendoza Blanco
 
Sistema respiratório humano
Sistema respiratório humanoSistema respiratório humano
Sistema respiratório humano
Werner Mendoza Blanco
 
Balanço de líquidos
Balanço de líquidos Balanço de líquidos
Balanço de líquidos
Werner Mendoza Blanco
 
Bactérias boas
Bactérias boas Bactérias boas
Bactérias boas
Werner Mendoza Blanco
 
Estômago
EstômagoEstômago
Hábitos saudáveis
Hábitos saudáveis Hábitos saudáveis
Hábitos saudáveis
Werner Mendoza Blanco
 
Digestão e absorção das vitaminas
Digestão e absorção das vitaminasDigestão e absorção das vitaminas
Digestão e absorção das vitaminas
Werner Mendoza Blanco
 
Sais minerais
Sais mineraisSais minerais
Sais minerais
Werner Mendoza Blanco
 
Digestão e absorção das proteínas
Digestão e absorção das proteínasDigestão e absorção das proteínas
Digestão e absorção das proteínas
Werner Mendoza Blanco
 
Digestão e absorção das gorduras
Digestão e absorção das gordurasDigestão e absorção das gorduras
Digestão e absorção das gorduras
Werner Mendoza Blanco
 
Digestão e absorção dos carboidratos
Digestão e absorção dos carboidratos Digestão e absorção dos carboidratos
Digestão e absorção dos carboidratos
Werner Mendoza Blanco
 
Pirâmide alimentar
Pirâmide alimentarPirâmide alimentar
Pirâmide alimentar
Werner Mendoza Blanco
 

Mais de Werner Mendoza Blanco (20)

Filo Equinodermos
Filo EquinodermosFilo Equinodermos
Filo Equinodermos
 
Filo Artrópodes classificação
Filo Artrópodes classificaçãoFilo Artrópodes classificação
Filo Artrópodes classificação
 
Filo Artrópodes
Filo ArtrópodesFilo Artrópodes
Filo Artrópodes
 
Filo Moluscos
Filo MoluscosFilo Moluscos
Filo Moluscos
 
Filo Anelídeos
Filo AnelídeosFilo Anelídeos
Filo Anelídeos
 
Filo Nematelmintos
Filo NematelmintosFilo Nematelmintos
Filo Nematelmintos
 
Filo Platelmintos
Filo PlatelmintosFilo Platelmintos
Filo Platelmintos
 
Filo Cnidários
Filo CnidáriosFilo Cnidários
Filo Cnidários
 
Filo Poríferos
Filo PoríferosFilo Poríferos
Filo Poríferos
 
Sistema respiratório humano
Sistema respiratório humanoSistema respiratório humano
Sistema respiratório humano
 
Balanço de líquidos
Balanço de líquidos Balanço de líquidos
Balanço de líquidos
 
Bactérias boas
Bactérias boas Bactérias boas
Bactérias boas
 
Estômago
EstômagoEstômago
Estômago
 
Hábitos saudáveis
Hábitos saudáveis Hábitos saudáveis
Hábitos saudáveis
 
Digestão e absorção das vitaminas
Digestão e absorção das vitaminasDigestão e absorção das vitaminas
Digestão e absorção das vitaminas
 
Sais minerais
Sais mineraisSais minerais
Sais minerais
 
Digestão e absorção das proteínas
Digestão e absorção das proteínasDigestão e absorção das proteínas
Digestão e absorção das proteínas
 
Digestão e absorção das gorduras
Digestão e absorção das gordurasDigestão e absorção das gorduras
Digestão e absorção das gorduras
 
Digestão e absorção dos carboidratos
Digestão e absorção dos carboidratos Digestão e absorção dos carboidratos
Digestão e absorção dos carboidratos
 
Pirâmide alimentar
Pirâmide alimentarPirâmide alimentar
Pirâmide alimentar
 

Último

Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
ValdineyRodriguesBez1
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Centro Jacques Delors
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Biblioteca UCS
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptxAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AntonioVieira539017
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
Suzy De Abreu Santana
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 

Último (20)

Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptxAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 

Sistema digestório.pptx

  • 2. CONTEÚDO 1. Digestão 2. Secreções 3. Boca 4. Saliva 5. Faringe 6. Esôfago 7. Estômago 8. Intestino delgado 9. Sucos digestórios 10. Intestino grosso 11. Apêndice 12. Ânus 13. Saiba mais 14. Texto complementar 15. A praticar!
  • 3. DIGESTÃO  A digestão envolve fenômenos físicos (mastigação, trituração, moagem, deglutição e peristalse) e químicos (ação das enzimas). Os órgãos que atuam na digestão humana são: boca, faringe, esôfago, estômago, intestino delgado, intestino grosso e ânus. As principais glândulas anexas ao sistema digestório são as glândulas salivares, o fígado e o pâncreas.
  • 4.
  • 5. SECREÇÕES Cada região do sistema digestório produz suas secreções. Algumas tem enzimas digestivas que agem em um pH ideal. Ao passar pelo tubo digestivo, o alimento é desmontado de forma sequencial por enzimas específicas.
  • 7. BOCA  Na boca ocorrem processos importantes para a digestão: a mastigação e a ensalivação.  A mastigação é um processo mecânico de trituração e moagem do alimento que facilita a ação posterior das enzimas digestórias. Uma boa digestão começa com mastigação tranquila, sem pressa. O estado de conservação dos dentes é importante para uma boa mastigação.
  • 8. SALIVA  A saliva é produzida pelas glândulas parótidas, submaxilares e sublinguais. É composta por um muco lubrificante, que facilita a deglutição, e por uma enzima, a ptialina (amilase salivar), que age sobre o amido, transformando-o em um dissacarídeo chamado maltose. O pH da saliva se encontra em torno de 7.
  • 9.
  • 10. SALIVA  O volume diário produzido é de cerca de 1,5 litros. A saliva constitui-se principalmente de água (cerca de 95%), muco (uma glicoproteína), diversos sais e enzimas digestórias.
  • 11. BOLO ALIMENTAR O alimento mastigado e ensalivado constitui o bolo alimentar. Pela ação da língua e de outros músculos, ele passa à faringe e é deglutido. A deglutição é um movimento muito complexo e exige a perfeita coordenação automática de vários grupos musculares.
  • 12. FARINGE É um tubo que integra tanto o sistema digestório quanto o respiratório. Na hora da deglutição, uma espécie de válvula denominada epiglote impede a passagem do alimento para a laringe, que é o canal respiratório.
  • 13. l
  • 14. ESÔFAGO  Tubo de uns 25-30 cm, conecta a faringe ao estômago. Na entrada do estômago, uma válvula chamada cárdia, abre para a passagem do alimento, fechando em seguida para evitar que o ácido do estômago e a comida voltem ao esôfago.
  • 15.
  • 16. ESTÔMAGO  O estômago é uma espécie de bolsa oca que pode se dilatar ao receber o alimento. Os músculos da parede do estômago se movimentam fazendo com que o alimento seja misturado ao suco gástrico.  O suco gástrico é produzido por células glandulares. Esse suco é uma mistura de várias substâncias: água, pepsina e ácido clorídrico (HCl). Tem uma produção diária aprox. de 2 l.  O HCl torna o suco gástrico ácido, com pH ao redor de 2.
  • 17. ESTÔMAGO  O HCl ajuda a amolecer o alimento e mata muitos micróbios que são ingeridos enquanto comemos. Geralmente ele não corrói as paredes do estômago devido a um muco produzido para a proteção contra esse ácido. Mas há casos em que o HCl provoca úlceras, especialmente em pessoas continuamente nervosas e agitadas.  Após a ação de todas as enzimas e o HCl, o bolo alimentar transforma-se em uma massa semilíquida, branca e ácida: o quimo.
  • 18. ESTÔMAGO Função Misturar o alimento com o suco gástrico Digerir as proteínas mediante a pepsina Formação do quimo Tempo de digestão Aprox. 3 a 4 h
  • 19. ESTÔMAGO Hormônios que regulam a secreção de suco gástrico Gastrina: estimula a produção de suco gástrico Enterogastrona: inibe a produção de suco gástrico
  • 20.
  • 21. INTESTINO DELGADO  O intestino delgado é um tubo muscular de 6 m de comprimento e 3 cm de diâmetro, que subdivide-se em 3 partes: duodeno, jejuno e íleo.  A digestão no intestino delgado ocorre graças à ação conjunta de 3 sucos digestórios: biliar, pancreático e entérico.  Os nutrientes digeridos são absorvidos principalmente no intestino delgado.  Após todas as transformações químicas no intestino, o quimo passa a se chamar quilo, uma substância branca.
  • 22.
  • 23. INTESTINO DELGADO Função Misturar o alimento com o suco biliar, pancreático e intestinal Digerir os dissacarídeos, peptídeos, lipídios, DNA e RNA Absorção de nutrientes Formação do quilo
  • 24.
  • 25. SUCOS DIGESTÓRIOS SUCO BILIAR SUCO PANCREÁTICO SUCO ENTÉRICO Conhecido como bílis, é produzido pelo fígado e armazenado na vesícula biliar, de onde é liberado para o duodeno pelo canal colédoco. O pH situa-se de 7,5 a 8. É produzido pelo pâncreas, órgão anexo ao duodeno. O pH situa-se ao redor de 9. Conhecido como suco intestinal, é produzido pela mucosa intestinal, com um pH ao redor de 7. Não contém enzimas, mas apresenta sais biliares que emulsionam lipídios. É rico em enzimas. As principais enzimas são: tripsina (protease), amilopsina (amilase), lipases e nucleases. Pode conter bicarbonato de sódio. É rico em enzimas. As principais enzimas são: peptidases, maltases, lactases e sucrases. É produzido cerca de 700 ml/dia. É produzido cerca de 1,5 l/dia. É produzido cerca de 3 l/dia. A colecistoquinina (CCK) é um hormônio que estimula a contração da vesícula biliar. É estimulada pela ação dos hormônios produzidos pela mucosa intestinal: secretina e pancreozimina. É estimulada pelo hormônio secretina.
  • 27. INTESTINO GROSSO  Tubo muscular com cerca de 1,5 m de comprimento e 7 cm de diâmetro.  O intestino grosso inicia-se na válvula ileocecal e termina no ânus.  Divide-se em 3 segmentos: ceco, cólon e reto.  Tem a função de reabsorção de água e formação e acúmulo de fezes.
  • 28.
  • 29. APÊNDICE  Em 2007 cientistas da Universidade Duke, nos EUA, divulgaram que a função do apêndice é fabricar e servir como depósito de bactérias que auxiliam na digestão. Além disso, ele também possui células linfoides, que produzem anticorpos e ajudam nas defesas do organismo.
  • 30. ÂNUS  Ânus (do latim anus), nos seres humanos, é o orifício no final do intestino grosso por onde são eliminadas as fezes e gases intestinais.  Localiza-se entre as nádegas, sendo um orifício de pequenas dimensões. Nas sociedades modernas, quando os homens defecam, geralmente limpam a região com papel higiênico ou a lavam no bidê ou ducha.A musculatura de suporte do ânus é a do períneo, juntamente com os esfíncteres interno e externo da região.A inervação é dada pelo nervo pudendo.
  • 31.
  • 32.
  • 33. SAIBA MAIS  Parar a digestão  Você certamente já ouviu isso: “Não vá nadar depois de comer ou vai ter uma indigestão. O estômago exige muito sangue para digerir os alimentos. Os músculos também vão precisar de muito sangue para você nadar. Se a água estiver fria, seu organismo terá 3 demandas: enviar sangue para regular a temperatura do corpo, para digerir e para acionar os músculos. Ele pode entrar em colapso, provocando cãibras ou indigestão.  Corpo humano. 2014 nº 16. RBA Coleccionables S.A.
  • 34. TEXTO COMPLEMENTAR  A Importância da Regularidade  Tomada a refeição regular, deve-se permitir ao estômago um descanso de cinco horas. Nenhuma partícula de alimento deve ser introduzida no estômago até a próxima refeição. Neste intervalo o estômago efetuará seu trabalho, estando então em condições de receber mais alimento.  Em caso algum devem as refeições ser irregulares. Se se faz o almoço uma ou duas horas antes do tempo usual, o estômago não está preparado para o novo encargo, pois não dispôs ainda do alimento tomado na refeição anterior, e não possui força vital para novo trabalho. Assim é sobrecarregado o organismo.  CRA - p. 179 (2007)
  • 35. TEXTO COMPLEMENTAR  O Estômago Precisa de Descanso  O estômago precisa receber cuidadosa atenção. Não deve ser mantido em trabalho constante. Dai a esse maltratado e muito abusado órgão alguma paz, sossego e descanso. Depois de haver o estômago feito sua obra relativa a uma refeição, não abarroteis mais trabalho sobre ele antes de ter tido oportunidade de descansar e antes de ter sido pela natureza provido suficiente suprimento de suco gástrico para cuidar de mais alimento.  Cinco horas, pelo menos, devem mediar entre uma e outra refeição, e tende sempre em mente que, se quisésseis fazer uma experiência veríeis que duas refeições são preferíveis a três. Carta 73a, 1896. CRA - p. 173 (2007)
  • 36. A PRATICAR!  1. (Enem/2018) Para serem absorvidos pelas células do intestino humano, os lipídios ingeridos precisam ser primeiramente emulsificados. Nessa etapa da digestão, torna-se necessária a ação dos ácidos biliares, visto que os lipídios apresentam natureza apolar e são insolúveis em água.  Esses ácidos atuam no processo de modo a a) hidrolisar os lipídios b) agir como detergentes c) tornar os lipídios anfifílicos d) promover a secreção de lipases e) estimular o trânsito intestinal de lipídios.
  • 37. A PRATICAR!  2. (CESGRANRIO) Assinale a afirmação correta relativa à digestão e absorção de substâncias no homem. a) O amido é digerido pela ptialina existente na saliva e o produto da digestão é absorvido, principalmente, na boca e esôfago. b) As proteínas são digeridas pela pepsina, produzida nas glândulas gástricas e sua absorção ocorre, principalmente, no estômago. c) Os lipídios são digeridos pela lipase produzida na vesícula biliar e sua absorção ocorre, principalmente, no intestino grosso. d) A celulose é absorvida integralmente no intestino grosso, sem necessidade de sofrer a ação de enzimas digestivas. e) A glicose não necessita de desdobramento por enzimas digestivas e sua absorção ocorre, principalmente, no intestino delgado.
  • 38. A PRATICAR! 3. (Vunesp-SP) Considere as seguintes etapas da digestão  I - absorção de nutrientes.  II - adição de ácido clorídrico ao suco digestivo.  III - início da digestão das proteínas.  IV - adição da bile e do suco pancreático ao suco digestivo.  V - início da digestão do amido. Dentre desses processos, ocorrem no intestino delgado apenas? a) I e IV b) I e III c) II e III d) II e IV e) III e V
  • 39. A PRATICAR!  4. (UFC) O gráfico adiante mostra a taxa de digestão de um alimento em diferentes pH. Com base nesses dados, é correto afirmar que são substrato e enzima, respectivamente:  a) amido e amilase salivar.  b) proteína e pepsina.  c) gordura e lipase intestinal.  d) proteína e tripsina.  e) sacarose e sacarase.
  • 40. A PRATICAR!  5. (UEA) Considere uma fatia de pão e suponha que ela contenha apenas amido. As enzimas que participarão da digestão desse alimento serão, por ordem de atuação: a) amilase salivar, pepsina, tripsina e maltase. b) amilase salivar, amilase pancreática e maltase. c) amilase salivar, pepsina e maltase. d) amilase salivar, pepsina e amilase pancreática. e) amilase salivar, pepsina, maltase e tripsina.
  • 41. GABARITO 1 2 3 4 5 b e a b b
  • 42. REFERÊNCIA  FÁVARO, C. ; MACHADO, M. F. ; ROMAGNOLI, W. Sistema Inter@tivo de Ensino - Biologia 2° ano. 1ª ed. Tatuí-SP: Casa Publicadora Brasileira, 2018.  PAULINO, W.R. Biologia. Série novo ensino médio. Volume único. Ed. Ática, 2002.  WHITE, E. Conselhos sobre o Regime Alimentar ebook. Copyright © 2013 Ellen G. White Estate, Inc. 2007.