SlideShare uma empresa Scribd logo
Sistema 5S
Curso: Gestão de Tecnologia da Informação

Alunos:
Ludmila Abdon
Thiago Inacio
Sistema 5S
   Sistema de 5 passos, que consiste em criar
    um ambiente de trabalho, saudável, limpo e
    harmonioso no sentido do alcance da máxima
    Eficiência e Qualidade.

   É uma metodologia utilizada em organizações
    como a Toyota ou a Ford, mas que também
    pode ser aplicada em pequenas empresas de
    serviços, com apenas 3 ou 4 colaboradores ou
    em nossa própria casa.
Sistema 5S
5S – Por que Implementar?
   Ambientes de trabalho sujos,
    desarrumados e desorganizados não
    são produtivos.

   O principal objetivo do sistema 5S é a
    promoção da Segurança, Eficiência,
    Produtividade e satisfação do trabalho.
Seiri - senso de utilização
   Evitar o que for desnecessário.

   Ao separar aquilo que é realmente necessário ao trabalho
    daquilo que é supérfluo, ou desnecessário, passando-o
    para outros que possam fazer uso dele ou simplesmente
    descartando, conseguimos melhorar a arrumação e dar
    lugar ao novo.

   Os principais pontos do Seiri são:
        Reduz a necessidade de espaço, estoque, gastos com sistemas
         de armazenamento,transporte e seguro;
        Facilitar o transporte interno, o arranjo físico, o controle de
         produção, a execução do trabalho no tempo previsto;
        Evitar a compra de materiais e componentes em duplicidade e
         também os danos a materiais ou produtos armazenados;
        Aumentar a produtividade das máquinas e pessoas envolvidas;
        Reduzir a quantidade de papel desnecessário sob a mesa.
Aplicando o Seiri
   Para aplicar o Seiri é muito simples, basta você se
    fazer algumas poucas perguntas e agir de acordo
    com as suas respostas.

       Que   deve   ser   jogado fora?
       Que   deve   ser   guardado num depósito?
       Que   pode   ser   útil para o outro setor?
       Que   deve   ser   consertado?
       Que   pode   ser   vendido?

   E como verificação faça um antes e depois, para
    verificar que já aplicando esse primeiro passo o
    ambiente já se encontra mais agradável.
Seiton - Senso de ordenação
   Após organizar e separar o útil do inútil é necessário arrumar e
    ordenar todo o material.

   Nesta etapa é importante classificar todos os materiais
    conforme sua necessidade de uso, aqueles usados com maior
    frequência devem ficar sempre mais acessíveis do que os
    utilizados raramente.

   É importante que todos os materiais e objetos sejam
    identificados, rotulados e etiquetando para que qualquer pessoa
    que necessite possa encontrar com facilidade e rapidez.
Seiton - Senso de ordenação
   Esta etapa auxilia também a administração do estoque,
    pois os materiais são identificados com facilidade e se
    torna mais prático e rápido saber quando está acabando
    determinado item, evitando faltas ou excessos.

Os principais pontos do Seiton são:
        Menor tempo de busca do que é preciso para operar;
        Menor necessidade de controles de estoque e produção;
        Facilita o transporte interno, o controle de produção e a
        execução do trabalho no prazo;
        Evita a compra de materiais e componentes desnecessários e
        os danos a materiais ou produtos armazenados;
        Aumenta o retorno do capital;
        Aumenta a produtividade das pessoas e máquinas;
        Maior racionalização do trabalho; menor cansaço físico e
        mental, melhor ambiente.
Aplicando o Seiton
 Para aplicar o Seiton é necessário uma análise cuidados
 do ambiente, pois qual quer tomada de decisão errada
 nesse momento pode gerar muito ruído dentro da
 empresa.

     É possível reduzir os estoques?
     Que está à mão precisa mesmo estar ali?
     Os nomes das coisas estão padronizados?
     Qual o melhor local para cada coisa? Decida como guardar
      as coisas - faça uma análise do ambiente, conhecendo as
      características de cada item, lembre-se:
     Todas a coisas devem ter um nome e o nome deve ser
      conhecido de todos;
     Todas as coisas devem ter espaços definidos de
      estocagem e a indicação exata do local de estocagem.
Seiton
Seiso - Sendo da conservação
   Cada pessoa deve saber a importância de
    estar em um ambiente limpo. Cada pessoa,
    na empresa, deve, antes e depois de
    qualquer trabalho realizado, retirar o lixo
    resultante e dar-lhe o fim, previamente
    acordado.

       Maior produtividade das pessoas, máquinas e
        materiais, evitando o retrabalho;
       Facilita a venda do produto ou serviços;
       Evita perdas e danos de materiais e produtos.
       É fundamental para a imagem (interna e externa)
        da empresa.
Aplicando o Seiso
   Para aplica o Seiso basta apenas ter bom
    senso, você gostaria de trabalhar em um
    ambiente cheio de moscas? Com lixo no
    chão? Piso molhado?
   Se você gosta de um ambiente organizado
    e limpo, basta você o conservar de forma
    organizada e limpa que você irá estar
    aplicando o Seiso.
SEIKETSU - Senso de saúde
Senso em que devemos zelar pela saúde e higiene, Não
adianta nada mantermos o local de trabalho limpo se não
cuidarmos de nossa higiene pessoal também.

Segue algumas dicas de como aplicar:
    Busque a padronização das melhorias, cuidando para que os
     estágios da utilização, ordenação e limpeza já alcançada não
     retrocedam;
    Mantenha as condições do ambiente físico propício à saúde,
     inclusive promovendo discussões sobre a proibição do fumo no
     ambiente de trabalho;
    Acione os Órgãos com vistas à implantação do Programa de
     Prevenção e Controle do Estresse no seu local de trabalho;
    Cumpra e melhore os procedimentos de segurança individuais e
     coletivos;
    Busque a saúde física, mental e emocional;
    Realize avaliações periódicas das condições do ambiente de
     trabalho.
SHITSUKE - Senso de autodisciplina
   Fase da aceitação e comprometimento das equipes de
    trabalho.

   Apesar de ser um programa implantado para beneficio
    conjunto, que tanto a empresa como os funcionários terão
    melhorias, redução de tempo na execução das tarefas,
    rapidez, facilidade e maior organização, ainda poderá
    existir algumas resistências.

   E também da manutenção dos outros 4S's, ele é a nova
    forma como você e todos os membros da empresa irão se
    organizar, com a disciplina você manterá os padrões e não
    irá gradativamente voltar ao modo anterior (caos).
5S- Casos de Uso

Centro de Suporte da HP
 Melhora níveis de qualidade da comunicação e troca de
  informações
 Redução do ciclo de treinamento para novos
  empregados
 Redução de reclamações
 Redução do tempo de atendimento por cliente


Boeing
 Melhoria da produtividade
 Maiores níveis de qualidade da produção
 Maior segurança
 Melhor Desempenho
Referências Bibliograficas
  ● 5S (methodology) - Acessado em 03/06/2012 às
    23:00
  ● 5S - o que é - Acessador em 03/06/2012 às 23:00
  ● A Importância do 5S para as Empresas - Acessado
    em 04/06/2012 às 14:00
  ● A IMPORTÂNCIA DOS 5 S's - Acessado em
    04/06/2012 às 14:00
  ● 5S (Seiton, Seiri, Seiso, Seiketsu e Shitsuke) -
    Acesso em 04/06/2012 às 14:00
  ● COMO_IMPLANTAR_OS_5S.pdf - Sebrae Acessado
    em 06/06/2012 às 10:00
  ● Apostila5S.pdf - UFM DMEC - Acessado em
    06/06/2012 10:00
  ● Metodo 5S - Anvisa - Acessado em 06/06/2012 às
    10:00

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Higiene e limpeza na mecânica automotiva
Higiene e limpeza na mecânica automotivaHigiene e limpeza na mecânica automotiva
Higiene e limpeza na mecânica automotiva
Jaime Alves
 
Trabalho 5s
Trabalho 5sTrabalho 5s
Trabalho 5s
Vitor Savicki
 
Apresentação do sidnei do 5 s
Apresentação do sidnei  do 5 sApresentação do sidnei  do 5 s
Apresentação do sidnei do 5 s
Sergio Teles
 
Programa 5 S
Programa 5 SPrograma 5 S
Programa 5 S
Julio Siqueira
 
Treinamento de 5 s
Treinamento de 5 sTreinamento de 5 s
Treinamento de 5 s
Pridrm
 
Ferramenta 5 s´s
Ferramenta 5 s´sFerramenta 5 s´s
Ferramenta 5 s´s
Fran Lima
 
Seminário 5 s
Seminário 5 sSeminário 5 s
Palestra A visao do 5s
Palestra A visao do 5sPalestra A visao do 5s
Palestra A visao do 5s
Valdolirio Junior
 
Formação 5S para uma loja de varejo.
Formação 5S para uma loja de varejo.Formação 5S para uma loja de varejo.
Formação 5S para uma loja de varejo.
Supply Chain Today
 
5s[1]
5s[1]5s[1]
5s[1]
kleber1
 
Os Cinco S
Os  Cinco  SOs  Cinco  S
Os Cinco S
lesniczki
 
Programa 5S
Programa 5SPrograma 5S
Programa 5S
Nyedson Barbosa
 
5 s programa de qualidade
5 s programa de qualidade5 s programa de qualidade
5 s programa de qualidade
Paulo H Bueno
 
Housekeeping 5 s
Housekeeping 5 sHousekeeping 5 s
Housekeeping 5 s
Alexandre Esteves Reis
 
Folder 5s
Folder 5sFolder 5s
Folder 5s
Sebastião Melo
 
Apresentação 5 s 38 slides
Apresentação 5 s 38 slidesApresentação 5 s 38 slides
Apresentação 5 s 38 slides
JOSEHB
 
Programa 5S
Programa 5SPrograma 5S
Programa 5S
Programa 5SPrograma 5S
Programa 5S
Filipe Fuscaldi
 
5s cap 53
5s cap 535s cap 53
5s cap 53
Ismael Costa
 
Os 5 "S" na empresa - Organização, Limpeza, Ordenação
Os 5 "S" na empresa - Organização, Limpeza, OrdenaçãoOs 5 "S" na empresa - Organização, Limpeza, Ordenação
Os 5 "S" na empresa - Organização, Limpeza, Ordenação
Márcio Roberto de Mattos
 

Mais procurados (20)

Higiene e limpeza na mecânica automotiva
Higiene e limpeza na mecânica automotivaHigiene e limpeza na mecânica automotiva
Higiene e limpeza na mecânica automotiva
 
Trabalho 5s
Trabalho 5sTrabalho 5s
Trabalho 5s
 
Apresentação do sidnei do 5 s
Apresentação do sidnei  do 5 sApresentação do sidnei  do 5 s
Apresentação do sidnei do 5 s
 
Programa 5 S
Programa 5 SPrograma 5 S
Programa 5 S
 
Treinamento de 5 s
Treinamento de 5 sTreinamento de 5 s
Treinamento de 5 s
 
Ferramenta 5 s´s
Ferramenta 5 s´sFerramenta 5 s´s
Ferramenta 5 s´s
 
Seminário 5 s
Seminário 5 sSeminário 5 s
Seminário 5 s
 
Palestra A visao do 5s
Palestra A visao do 5sPalestra A visao do 5s
Palestra A visao do 5s
 
Formação 5S para uma loja de varejo.
Formação 5S para uma loja de varejo.Formação 5S para uma loja de varejo.
Formação 5S para uma loja de varejo.
 
5s[1]
5s[1]5s[1]
5s[1]
 
Os Cinco S
Os  Cinco  SOs  Cinco  S
Os Cinco S
 
Programa 5S
Programa 5SPrograma 5S
Programa 5S
 
5 s programa de qualidade
5 s programa de qualidade5 s programa de qualidade
5 s programa de qualidade
 
Housekeeping 5 s
Housekeeping 5 sHousekeeping 5 s
Housekeeping 5 s
 
Folder 5s
Folder 5sFolder 5s
Folder 5s
 
Apresentação 5 s 38 slides
Apresentação 5 s 38 slidesApresentação 5 s 38 slides
Apresentação 5 s 38 slides
 
Programa 5S
Programa 5SPrograma 5S
Programa 5S
 
Programa 5S
Programa 5SPrograma 5S
Programa 5S
 
5s cap 53
5s cap 535s cap 53
5s cap 53
 
Os 5 "S" na empresa - Organização, Limpeza, Ordenação
Os 5 "S" na empresa - Organização, Limpeza, OrdenaçãoOs 5 "S" na empresa - Organização, Limpeza, Ordenação
Os 5 "S" na empresa - Organização, Limpeza, Ordenação
 

Semelhante a Sistema 5 s

Os 5S's da gestão
Os 5S's da gestãoOs 5S's da gestão
Os 5S's da gestão
Thiago Inacio de Matos
 
Programa 5-s1
Programa 5-s1Programa 5-s1
Programa 5-s1
Arthur Lopes
 
programa-5-s1 (1).ppt
programa-5-s1 (1).pptprograma-5-s1 (1).ppt
programa-5-s1 (1).ppt
Bruno Araújo
 
5-s em ação.ppt, material para consulta de novos profissionais
5-s em ação.ppt, material para consulta de novos profissionais5-s em ação.ppt, material para consulta de novos profissionais
5-s em ação.ppt, material para consulta de novos profissionais
marcondessouzatec
 
programa-5-s1 (1).ppt
programa-5-s1 (1).pptprograma-5-s1 (1).ppt
programa-5-s1 (1).ppt
LeandroDeMosDadas
 
programa-5-s1.ppt
programa-5-s1.pptprograma-5-s1.ppt
programa-5-s1.ppt
RIU20FAMILIAMACARJ
 
programa-5-s1- Porque e como implementar 5S.ppt
programa-5-s1- Porque e como implementar 5S.pptprograma-5-s1- Porque e como implementar 5S.ppt
programa-5-s1- Porque e como implementar 5S.ppt
IvanildoNascimento12
 
Programa 5s
Programa 5sPrograma 5s
Kaisen e 5s
Kaisen e 5sKaisen e 5s
Kaisen e 5s
Michel Rodrigo Atz
 
T04BG04_Programa_5S.pdf
T04BG04_Programa_5S.pdfT04BG04_Programa_5S.pdf
T04BG04_Programa_5S.pdf
ConstrutoraHelmoSegu
 
T04BG04_Programa_5S.pdf
T04BG04_Programa_5S.pdfT04BG04_Programa_5S.pdf
T04BG04_Programa_5S.pdf
DIEGOSCHMITZSEVERINO
 
T04BG04_Programa_5S.pdf
T04BG04_Programa_5S.pdfT04BG04_Programa_5S.pdf
T04BG04_Programa_5S.pdf
Carla Silva
 
5s
5s5s
5s
5s5s
Programa 5 S
Programa 5 SPrograma 5 S
Programa 5 S
Jhonas Rodrigues
 
“5S” - Seiri, Seiton, Seiso, Seiketsu e Shitsuke.
“5S” - Seiri, Seiton, Seiso, Seiketsu e Shitsuke.“5S” - Seiri, Seiton, Seiso, Seiketsu e Shitsuke.
“5S” - Seiri, Seiton, Seiso, Seiketsu e Shitsuke.
Caroline Gabriel
 
Trabalho original 5 s 2013
Trabalho original 5 s 2013Trabalho original 5 s 2013
Trabalho original 5 s 2013
Thais Souza
 
5S tão fácil e também tão dificil
5S  tão fácil e também tão dificil5S  tão fácil e também tão dificil
5S tão fácil e também tão dificil
Miguel Montenegro Araujo
 
2014 02 04 gestão careconsulting
2014 02 04 gestão careconsulting2014 02 04 gestão careconsulting
2014 02 04 gestão careconsulting
Wagner Louzada
 
Os 5 Sensos da Qualidade
Os 5 Sensos da QualidadeOs 5 Sensos da Qualidade
Os 5 Sensos da Qualidade
COTIC-PROEG (UFPA)
 

Semelhante a Sistema 5 s (20)

Os 5S's da gestão
Os 5S's da gestãoOs 5S's da gestão
Os 5S's da gestão
 
Programa 5-s1
Programa 5-s1Programa 5-s1
Programa 5-s1
 
programa-5-s1 (1).ppt
programa-5-s1 (1).pptprograma-5-s1 (1).ppt
programa-5-s1 (1).ppt
 
5-s em ação.ppt, material para consulta de novos profissionais
5-s em ação.ppt, material para consulta de novos profissionais5-s em ação.ppt, material para consulta de novos profissionais
5-s em ação.ppt, material para consulta de novos profissionais
 
programa-5-s1 (1).ppt
programa-5-s1 (1).pptprograma-5-s1 (1).ppt
programa-5-s1 (1).ppt
 
programa-5-s1.ppt
programa-5-s1.pptprograma-5-s1.ppt
programa-5-s1.ppt
 
programa-5-s1- Porque e como implementar 5S.ppt
programa-5-s1- Porque e como implementar 5S.pptprograma-5-s1- Porque e como implementar 5S.ppt
programa-5-s1- Porque e como implementar 5S.ppt
 
Programa 5s
Programa 5sPrograma 5s
Programa 5s
 
Kaisen e 5s
Kaisen e 5sKaisen e 5s
Kaisen e 5s
 
T04BG04_Programa_5S.pdf
T04BG04_Programa_5S.pdfT04BG04_Programa_5S.pdf
T04BG04_Programa_5S.pdf
 
T04BG04_Programa_5S.pdf
T04BG04_Programa_5S.pdfT04BG04_Programa_5S.pdf
T04BG04_Programa_5S.pdf
 
T04BG04_Programa_5S.pdf
T04BG04_Programa_5S.pdfT04BG04_Programa_5S.pdf
T04BG04_Programa_5S.pdf
 
5s
5s5s
5s
 
5s
5s5s
5s
 
Programa 5 S
Programa 5 SPrograma 5 S
Programa 5 S
 
“5S” - Seiri, Seiton, Seiso, Seiketsu e Shitsuke.
“5S” - Seiri, Seiton, Seiso, Seiketsu e Shitsuke.“5S” - Seiri, Seiton, Seiso, Seiketsu e Shitsuke.
“5S” - Seiri, Seiton, Seiso, Seiketsu e Shitsuke.
 
Trabalho original 5 s 2013
Trabalho original 5 s 2013Trabalho original 5 s 2013
Trabalho original 5 s 2013
 
5S tão fácil e também tão dificil
5S  tão fácil e também tão dificil5S  tão fácil e também tão dificil
5S tão fácil e também tão dificil
 
2014 02 04 gestão careconsulting
2014 02 04 gestão careconsulting2014 02 04 gestão careconsulting
2014 02 04 gestão careconsulting
 
Os 5 Sensos da Qualidade
Os 5 Sensos da QualidadeOs 5 Sensos da Qualidade
Os 5 Sensos da Qualidade
 

Mais de Thiago Inacio de Matos

Aula ix infraestrutura - 03032012
Aula ix   infraestrutura - 03032012Aula ix   infraestrutura - 03032012
Aula ix infraestrutura - 03032012
Thiago Inacio de Matos
 
Aula 1 ea - 11052013
Aula 1   ea - 11052013Aula 1   ea - 11052013
Aula 1 ea - 11052013
Thiago Inacio de Matos
 
Aula 11 infraestrutura - 17032012
Aula 11   infraestrutura - 17032012Aula 11   infraestrutura - 17032012
Aula 11 infraestrutura - 17032012
Thiago Inacio de Matos
 
Aula 7 infraestrutura - 11022012
Aula 7   infraestrutura - 11022012Aula 7   infraestrutura - 11022012
Aula 7 infraestrutura - 11022012
Thiago Inacio de Matos
 
Aula 6 infraestrutura - 04022012
Aula 6   infraestrutura - 04022012Aula 6   infraestrutura - 04022012
Aula 6 infraestrutura - 04022012
Thiago Inacio de Matos
 
Aula 5 infraestrutura - 28012012
Aula 5   infraestrutura - 28012012Aula 5   infraestrutura - 28012012
Aula 5 infraestrutura - 28012012
Thiago Inacio de Matos
 
Aula 4 infraestrutura - 14012012
Aula 4   infraestrutura - 14012012Aula 4   infraestrutura - 14012012
Aula 4 infraestrutura - 14012012
Thiago Inacio de Matos
 
Aula 3 intraestrutura - 07012012
Aula 3   intraestrutura - 07012012Aula 3   intraestrutura - 07012012
Aula 3 intraestrutura - 07012012
Thiago Inacio de Matos
 
Aula 2 infraestrutura - 17122011
Aula 2   infraestrutura - 17122011Aula 2   infraestrutura - 17122011
Aula 2 infraestrutura - 17122011
Thiago Inacio de Matos
 
Aula 1 infraestrutura - 10122011
Aula 1   infraestrutura - 10122011Aula 1   infraestrutura - 10122011
Aula 1 infraestrutura - 10122011
Thiago Inacio de Matos
 
Aula 12 infraestrutura - 24032012
Aula 12   infraestrutura - 24032012Aula 12   infraestrutura - 24032012
Aula 12 infraestrutura - 24032012
Thiago Inacio de Matos
 
Compilando o kernel linux (2)
Compilando o kernel linux (2)Compilando o kernel linux (2)
Compilando o kernel linux (2)
Thiago Inacio de Matos
 
Controle de congestionamento tcp
Controle de congestionamento tcpControle de congestionamento tcp
Controle de congestionamento tcp
Thiago Inacio de Matos
 
Aula 8 active diretory - 29092012
Aula 8   active diretory - 29092012Aula 8   active diretory - 29092012
Aula 8 active diretory - 29092012
Thiago Inacio de Matos
 
Aula 7 active diretory - 22092012
Aula 7   active diretory - 22092012Aula 7   active diretory - 22092012
Aula 7 active diretory - 22092012
Thiago Inacio de Matos
 
Aula 9 active diretory - 06092012
Aula 9   active diretory - 06092012Aula 9   active diretory - 06092012
Aula 9 active diretory - 06092012
Thiago Inacio de Matos
 
Aula 1 active diretory - 04082012
Aula 1   active diretory - 04082012Aula 1   active diretory - 04082012
Aula 1 active diretory - 04082012
Thiago Inacio de Matos
 

Mais de Thiago Inacio de Matos (17)

Aula ix infraestrutura - 03032012
Aula ix   infraestrutura - 03032012Aula ix   infraestrutura - 03032012
Aula ix infraestrutura - 03032012
 
Aula 1 ea - 11052013
Aula 1   ea - 11052013Aula 1   ea - 11052013
Aula 1 ea - 11052013
 
Aula 11 infraestrutura - 17032012
Aula 11   infraestrutura - 17032012Aula 11   infraestrutura - 17032012
Aula 11 infraestrutura - 17032012
 
Aula 7 infraestrutura - 11022012
Aula 7   infraestrutura - 11022012Aula 7   infraestrutura - 11022012
Aula 7 infraestrutura - 11022012
 
Aula 6 infraestrutura - 04022012
Aula 6   infraestrutura - 04022012Aula 6   infraestrutura - 04022012
Aula 6 infraestrutura - 04022012
 
Aula 5 infraestrutura - 28012012
Aula 5   infraestrutura - 28012012Aula 5   infraestrutura - 28012012
Aula 5 infraestrutura - 28012012
 
Aula 4 infraestrutura - 14012012
Aula 4   infraestrutura - 14012012Aula 4   infraestrutura - 14012012
Aula 4 infraestrutura - 14012012
 
Aula 3 intraestrutura - 07012012
Aula 3   intraestrutura - 07012012Aula 3   intraestrutura - 07012012
Aula 3 intraestrutura - 07012012
 
Aula 2 infraestrutura - 17122011
Aula 2   infraestrutura - 17122011Aula 2   infraestrutura - 17122011
Aula 2 infraestrutura - 17122011
 
Aula 1 infraestrutura - 10122011
Aula 1   infraestrutura - 10122011Aula 1   infraestrutura - 10122011
Aula 1 infraestrutura - 10122011
 
Aula 12 infraestrutura - 24032012
Aula 12   infraestrutura - 24032012Aula 12   infraestrutura - 24032012
Aula 12 infraestrutura - 24032012
 
Compilando o kernel linux (2)
Compilando o kernel linux (2)Compilando o kernel linux (2)
Compilando o kernel linux (2)
 
Controle de congestionamento tcp
Controle de congestionamento tcpControle de congestionamento tcp
Controle de congestionamento tcp
 
Aula 8 active diretory - 29092012
Aula 8   active diretory - 29092012Aula 8   active diretory - 29092012
Aula 8 active diretory - 29092012
 
Aula 7 active diretory - 22092012
Aula 7   active diretory - 22092012Aula 7   active diretory - 22092012
Aula 7 active diretory - 22092012
 
Aula 9 active diretory - 06092012
Aula 9   active diretory - 06092012Aula 9   active diretory - 06092012
Aula 9 active diretory - 06092012
 
Aula 1 active diretory - 04082012
Aula 1   active diretory - 04082012Aula 1   active diretory - 04082012
Aula 1 active diretory - 04082012
 

Sistema 5 s

  • 1. Sistema 5S Curso: Gestão de Tecnologia da Informação Alunos: Ludmila Abdon Thiago Inacio
  • 2. Sistema 5S  Sistema de 5 passos, que consiste em criar um ambiente de trabalho, saudável, limpo e harmonioso no sentido do alcance da máxima Eficiência e Qualidade.  É uma metodologia utilizada em organizações como a Toyota ou a Ford, mas que também pode ser aplicada em pequenas empresas de serviços, com apenas 3 ou 4 colaboradores ou em nossa própria casa.
  • 4. 5S – Por que Implementar?  Ambientes de trabalho sujos, desarrumados e desorganizados não são produtivos.  O principal objetivo do sistema 5S é a promoção da Segurança, Eficiência, Produtividade e satisfação do trabalho.
  • 5. Seiri - senso de utilização  Evitar o que for desnecessário.  Ao separar aquilo que é realmente necessário ao trabalho daquilo que é supérfluo, ou desnecessário, passando-o para outros que possam fazer uso dele ou simplesmente descartando, conseguimos melhorar a arrumação e dar lugar ao novo.  Os principais pontos do Seiri são:  Reduz a necessidade de espaço, estoque, gastos com sistemas de armazenamento,transporte e seguro;  Facilitar o transporte interno, o arranjo físico, o controle de produção, a execução do trabalho no tempo previsto;  Evitar a compra de materiais e componentes em duplicidade e também os danos a materiais ou produtos armazenados;  Aumentar a produtividade das máquinas e pessoas envolvidas;  Reduzir a quantidade de papel desnecessário sob a mesa.
  • 6. Aplicando o Seiri  Para aplicar o Seiri é muito simples, basta você se fazer algumas poucas perguntas e agir de acordo com as suas respostas.  Que deve ser jogado fora?  Que deve ser guardado num depósito?  Que pode ser útil para o outro setor?  Que deve ser consertado?  Que pode ser vendido?  E como verificação faça um antes e depois, para verificar que já aplicando esse primeiro passo o ambiente já se encontra mais agradável.
  • 7. Seiton - Senso de ordenação  Após organizar e separar o útil do inútil é necessário arrumar e ordenar todo o material.  Nesta etapa é importante classificar todos os materiais conforme sua necessidade de uso, aqueles usados com maior frequência devem ficar sempre mais acessíveis do que os utilizados raramente.  É importante que todos os materiais e objetos sejam identificados, rotulados e etiquetando para que qualquer pessoa que necessite possa encontrar com facilidade e rapidez.
  • 8. Seiton - Senso de ordenação  Esta etapa auxilia também a administração do estoque, pois os materiais são identificados com facilidade e se torna mais prático e rápido saber quando está acabando determinado item, evitando faltas ou excessos. Os principais pontos do Seiton são:  Menor tempo de busca do que é preciso para operar;  Menor necessidade de controles de estoque e produção;  Facilita o transporte interno, o controle de produção e a execução do trabalho no prazo;  Evita a compra de materiais e componentes desnecessários e os danos a materiais ou produtos armazenados;  Aumenta o retorno do capital;  Aumenta a produtividade das pessoas e máquinas;  Maior racionalização do trabalho; menor cansaço físico e mental, melhor ambiente.
  • 9. Aplicando o Seiton Para aplicar o Seiton é necessário uma análise cuidados do ambiente, pois qual quer tomada de decisão errada nesse momento pode gerar muito ruído dentro da empresa.  É possível reduzir os estoques?  Que está à mão precisa mesmo estar ali?  Os nomes das coisas estão padronizados?  Qual o melhor local para cada coisa? Decida como guardar as coisas - faça uma análise do ambiente, conhecendo as características de cada item, lembre-se:  Todas a coisas devem ter um nome e o nome deve ser conhecido de todos;  Todas as coisas devem ter espaços definidos de estocagem e a indicação exata do local de estocagem.
  • 11. Seiso - Sendo da conservação  Cada pessoa deve saber a importância de estar em um ambiente limpo. Cada pessoa, na empresa, deve, antes e depois de qualquer trabalho realizado, retirar o lixo resultante e dar-lhe o fim, previamente acordado.  Maior produtividade das pessoas, máquinas e materiais, evitando o retrabalho;  Facilita a venda do produto ou serviços;  Evita perdas e danos de materiais e produtos.  É fundamental para a imagem (interna e externa) da empresa.
  • 12. Aplicando o Seiso  Para aplica o Seiso basta apenas ter bom senso, você gostaria de trabalhar em um ambiente cheio de moscas? Com lixo no chão? Piso molhado?  Se você gosta de um ambiente organizado e limpo, basta você o conservar de forma organizada e limpa que você irá estar aplicando o Seiso.
  • 13. SEIKETSU - Senso de saúde Senso em que devemos zelar pela saúde e higiene, Não adianta nada mantermos o local de trabalho limpo se não cuidarmos de nossa higiene pessoal também. Segue algumas dicas de como aplicar:  Busque a padronização das melhorias, cuidando para que os estágios da utilização, ordenação e limpeza já alcançada não retrocedam;  Mantenha as condições do ambiente físico propício à saúde, inclusive promovendo discussões sobre a proibição do fumo no ambiente de trabalho;  Acione os Órgãos com vistas à implantação do Programa de Prevenção e Controle do Estresse no seu local de trabalho;  Cumpra e melhore os procedimentos de segurança individuais e coletivos;  Busque a saúde física, mental e emocional;  Realize avaliações periódicas das condições do ambiente de trabalho.
  • 14. SHITSUKE - Senso de autodisciplina  Fase da aceitação e comprometimento das equipes de trabalho.  Apesar de ser um programa implantado para beneficio conjunto, que tanto a empresa como os funcionários terão melhorias, redução de tempo na execução das tarefas, rapidez, facilidade e maior organização, ainda poderá existir algumas resistências.  E também da manutenção dos outros 4S's, ele é a nova forma como você e todos os membros da empresa irão se organizar, com a disciplina você manterá os padrões e não irá gradativamente voltar ao modo anterior (caos).
  • 15. 5S- Casos de Uso Centro de Suporte da HP  Melhora níveis de qualidade da comunicação e troca de informações  Redução do ciclo de treinamento para novos empregados  Redução de reclamações  Redução do tempo de atendimento por cliente Boeing  Melhoria da produtividade  Maiores níveis de qualidade da produção  Maior segurança  Melhor Desempenho
  • 16. Referências Bibliograficas ● 5S (methodology) - Acessado em 03/06/2012 às 23:00 ● 5S - o que é - Acessador em 03/06/2012 às 23:00 ● A Importância do 5S para as Empresas - Acessado em 04/06/2012 às 14:00 ● A IMPORTÂNCIA DOS 5 S's - Acessado em 04/06/2012 às 14:00 ● 5S (Seiton, Seiri, Seiso, Seiketsu e Shitsuke) - Acesso em 04/06/2012 às 14:00 ● COMO_IMPLANTAR_OS_5S.pdf - Sebrae Acessado em 06/06/2012 às 10:00 ● Apostila5S.pdf - UFM DMEC - Acessado em 06/06/2012 10:00 ● Metodo 5S - Anvisa - Acessado em 06/06/2012 às 10:00