SlideShare uma empresa Scribd logo
Sintaxe do período simples
Slides
Termos integrantes
Termos acessórios e vocativo
Termos essenciais
Frase, oração e período
Frase, oração e período
Frase Oração Período
Moça! O homem pediu socorro. Cantei, dancei e depois
dormi.
• estrutura gramatical de
sentido completo;
• frase, ou membro da
frase, que possui um
predicado;
• frase constituída de uma
ou mais orações;
• pode expressar uma ideia,
uma emoção, uma ordem,
um apelo;
• quando efetivamente
pronunciada, é um enunciado.
• contém uma forma
verbal ou uma locução
verbal.
• forma um todo, com
sentido completo;
• pode ser simples (uma
oração) ou composto
(duas ou mais orações).
• As palavras devem obedecer a certa disposição, a uma certa ordem para que a frase
seja inteligível e, assim, realizar-se o ato de comunicação.
Frase, oração e período
• Moça! – frase formada por uma única palavra.
• Bom dia, minha senhora. – frase formada por várias palavras, sem a presença de verbo.
• O dia está muito quente! – frase formada por várias palavras, com a presença de verbo.
• No fundo da selva virgem podemos encontrar populações ágrafas, isto é, que não
desenvolveram a escrita, não conhecem a escrita. – frase formada por várias palavras,
com a presença de vários verbos.
• Já não há mãos dadas no mundo(Carlos Drummond de Andrade). – é uma frase, pois
possui sentido completo.
• Não mãos mundo no já há dadas. – não é uma frase, pois é agramatical, não tem
significado.
Frase, oração e período
• Socorro! é uma frase, pois possui sentido completo, mas não é uma oração pois não
contém uma forma verbal ou uma locução verbal.
• O homem pediu socorro. – é uma frase constituída de uma oração, pois apresenta uma
forma verbal.
• Era impossível ouvir seu grito de socorro. – é uma frase constituída por duas orações,
pois apresenta duas formas verbais.
• Chove é uma frase constituída de uma oração, portanto é um período simples.
• A existência é frágil. – é uma frase também constituída de uma oração, portanto é um
período simples.
• Quando você foi embora, fez-se noite em meu viver. – é uma frase constituída por
duas orações, portanto é um período composto.
• Cantei, dancei e depois dormi. - é uma frase constituída por três orações, portanto
também é um período composto.
sintaxe – é a parte da gramática que estuda as
relações entre as palavras que formam a frase,
entre as orações que formam um período e entre
as frases que formam um discurso.
Termos da oração
• Termos
da oração
essenciais
integrantes
Sujeito
Predicado
Complementos verbais(objeto
direto e objeto indireto)
Complemento nominal
Agente da passiva
Adjunto adnominal
Adjunto adverbial
Aposto
acessórios
vocativo
Termos essenciais
Sujeito Predicado
• é o tema do que se vai
comunicar, o ser de quem se
declara algo;
• é a informação sobre o
sujeito;
• estabelece uma relação de
concordância em número e pessoa
com o verbo.(núcleo do
predicado)
• está formado, essencialmente, por
uma forma verbal nuclear, que pode
estar acompanhada de outras palavras
que se relacionam a essa forma verbal
e/ou ao núcleo do sujeito.
• nas orações absolutas o núcleo do
sujeito é representado por um
substantivo ou palavra com valor de
substantivo.(palavra substantivada,
pronome substantivo, numeral
substantivo)
• seu núcleo significativo
pode estar representado por
um verbo, por um nome ou
por um verbo e um nome.
simples
composto
oculto
indeterminado
oração sem sujeito
verbal
nominal
verbo-nominal
sujeito
predicado
Termos essenciais
• Sujeito simples: apresenta um único núcleo, diretamente relacionado ao verbo.
-Ex.: O silêncio mais profundo invadiu a noite.
Os murmúrios da correnteza parecem clamar por atenção.
Termos essenciais
Tipos de sujeito
• Sujeito composto: apresenta mais de um núcleo, diretamente relacionado ao
verbo.
-Ex.: Você e alguém mais sabiam de tudo.
O silêncio da noite e os murmúrios da correnteza contrastavam.
-Ex.: Acreditei nas suas palavras.
* Temos um sujeito representado por um pronome que não está expresso na oração
(eu), mas é identificável pela desinência verbal, trata-se de um exemplo de sujeito
elíptico ou desinencial ou oculto.
Termos essenciais
Tipos de sujeito
• Sujeito indeterminado: ocorre quando não é possível identificar a quem se
refere o predicado.
-Ex.: Receberam comissões absurdas na negociação.
Precisa-se de secretária experiente.
verbo na 3ª pessoa do plural e sujeito não identificado anteriormente
verbo na 3ª pessoa do singular, acompanhado da partícula “se” e não é
transitivo direto
• Oração sem sujeito: formada apenas pelo predicado, que está organizado em
torno de um verbo impessoal.
-Ex.: Nevou nos Alpes suíços
Está tarde.
Não havia gente na rua.
Termos essenciais
Tipos de sujeito
verbo haver, no sentido de existir.
verbo estar indica fenômeno relativo ao tempo.
verbo indica fenômeno da natureza.
também com os verbos
ser, fazer e haver.
Termos essenciais
Concordância
Os dias de verão chegaram!
Os dias de verão são iluminados.
Os dias de verão amanhecem iluminados.
sujeito predicado
• Predicado verbal: tem como núcleo significativo uma forma verbal.
-Ex.: A chuva parou .
Fecharam a loja.
Enviou uma mensagem à namorada.
Termos essenciais
Tipos de predicado
núcleo: verbo transitivo que necessita de complementos “uma mensagem”
(objeto direto) e “à namorada” (objeto indireto).
núcleo: verbo transitivo que necessita de complemento para que a
oração tenha sentido completo: “a loja” (objeto direto).
núcleo: verbo intransitivo que não necessita de complemento
• Predicado nominal: tem como núcleo significativo um nome que atribui uma
qualidade a estado do núcleo do sujeito, daí ser chamado de predicativo do
sujeito.
-Ex.: Dona Fausta é meio rabugenta.
Eu virei uma pedra.
Termos essenciais
Tipos de predicado
núcleo: substantivo (predicativo do sujeito) – verbo de ligação (não significativo).
núcleo: adjetivo (predicativo do sujeito) – verbo de ligação (não significativo).
• Predicado verbo-nominal: apresenta dois núcleos significativos - uma forma
verbal e um nome.
-Ex.: A turma gritava entusiasmada.
A cobrança antecipada deixou seu amigo indignado.
Termos essenciais
Tipos de predicado
núcleo: verbo transitivo – complemento “seu amigo” (objeto direto)
núcleo: verbo intransitivo – não necessita de complemento
núcleo: adjetivo (predicativo do sujeito)
núcleo: adjetivo (predicativo do
objeto)
• complementos verbais
objeto direto
objeto indireto
• agente da passiva
• complemento nominal
Termos integrantes
Termos integrantes
Complemento verbal Complemento nominal
• completa o sentido
dos verbos transitivos;
• completa o sentido
de um nome;
• pode ligar-se ao verbo
por meio de preposição
(objetos indiretos) ou não
(objetos diretos).
• apresenta-se sempre
antecedido de
preposição.
Agente da passiva
• só aparece quando o
verbo está na voz
passiva analítica.
• apresenta-se sempre
antecedido de
preposição;
• designa o ser que
pratica a ação;
• Objeto direto: complementa um verbo transitivo direto, apresenta-se sem
preposição e é o ser sobre quem recai a ação verbal (na voz ativa). Sempre
representado por um substantivo ou palavras com valor de substantivo, como os pronomes
oblíquos o, a, os, as.
- Ex.: Vendeste o carro para comprar a gasolina.
Eu a conheci no baile.
Termos integrantes
Complementos verbais
• Objeto indireto: complementa um verbo transitivo indireto e liga-se a ele por
meio de preposição. Sempre representado por um substantivo ou palavras com valor de
substantivo, como os pronomes oblíquos lhe, lhes.
- Ex.: Gosto de teatro.
Pediram-lhe explicações.
• Complementa um substantivo, adjetivo ou advérbio e apresenta-se antecedido de
preposição.
-Ex.: Cancelamos nossa ida à Bahia.
A água é necessária à vida.
Ele votou contrariamente aos interesses populares.
Termos integrantes
Complemento nominal
complemento
nominal
complemento
nominal
complemento
nominal
advérbio
adjetivo
substantivo
• Designa o ser que pratica a ação na voz passiva. Sempre antecedido de preposição.
- Ex.: O político foi eleito pelo povo.
O sertão será inundado pelo mar.
O homem é escravizado pelo dinheiro.
Termos integrantes
Agente da passiva
agente da passiva
agente da passiva
agente da passiva
voz passiva
voz passiva
voz passiva
sujeito
paciente
sujeito
paciente
sujeito
paciente
sujeito
o ser sobre o qual se declara algo
≠
agente da passiva
o ser que pratica a ação
• Modifica o significado de um substantivo.
- Ex.: A bela Juliana entregou dois bilhetes a meu pai.
Termos acessórios
Adjunto adnominal
substantivo
artigo – adjunto
adnominal
substantivo
substantivo
adjetivo – adjunto
adnominal
numeral – adjunto
adnominal
pronome – adjunto
adnominal
• Indica uma circunstância do verbo.
- Ex.: Moro em Marília.
Termos acessórios
Adjunto adverbial
• Intensifica o sentido do verbo, do adjetivo ou do advérbio.
- Ex.: O cachorro come muito.
O cachorro é muito forte.
O cachorro veio de muito longe.
• Relaciona-se a um nome para esclarecê-lo ou explicá-lo. Geralmente aparece entre
vírgulas ou é introduzido por dois pontos.
- Ex.: Cubatão, a cidade mais poluída do Brasil, localiza-se na Baixada Santista.
Maria comprou várias frutas: mamão, melancia, abacate e uva.
Termos acessórios
Aposto
• Aposto de especificação: ligado ao substantivo diretamente, sem pontuação
indicando pausa.
- Ex.: O poeta Camões exaltou a pátria.
• Termo independente, serve para chamar, invocar ou interpelar um ouvinte real ou
hipotético;
• Relaciona-se, em geral, com a segunda pessoa do discurso;
• Sempre aparece isolado por sinais de pontuação.
- Ex.: E vós, Tágides minhas, pois criado
Tendes em mim um novo engenho ardente
Estavas, linda Inês, posta em sossego...
O vocativo
• adjunto adnominal
• aposto
• adjunto adverbial
Termos acessórios
Termos acessórios
Adjunto adnominal Adjunto adverbial
• determina,
especifica ou delimita
o significado de um
substantivo;
• indica uma
circunstância do verbo
ou intensifica o sentido
de um adjetivo, de um
verbo ou de outro
advérbio;
• equivale a um
adjetivo;
• equivale a um
advérbio;
Aposto
• pode ser representado
por adjetivo, locução
adjetiva, numeral,
pronome adjetivo ou
artigo.
• normalmente aparece
isolado por sinais de
pontuação, mais
comumente entre
vírgulas ou introduzido
por dois pontos.
• esclarece ou explica
um nome, ao qual se
relaciona;
• pode ser agrupado de
acordo com a
circunstância que
expressa (lugar, tempo,
modo, negação, etc.).

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Oracoes Coordenadas
Oracoes CoordenadasOracoes Coordenadas
Oracoes Coordenadas
guest7174ad
 
Ortografia c ç s ss x
Ortografia c ç s ss xOrtografia c ç s ss x
Ortografia c ç s ss x
Edson Alves
 
Adjunto adnominal e adjunto adverbial
Adjunto adnominal e adjunto adverbialAdjunto adnominal e adjunto adverbial
Adjunto adnominal e adjunto adverbial
Claudia Ribeiro
 
Sujeito E Predicado
Sujeito E PredicadoSujeito E Predicado
Sujeito E Predicado
guest7174ad
 
Slides pronomes
Slides pronomesSlides pronomes
Slides pronomes
Cynthia Funchal
 
Estrutura e formação das palavras
Estrutura e formação das palavrasEstrutura e formação das palavras
Estrutura e formação das palavras
Keu Oliveira
 
Verbos
VerbosVerbos
Verbos
whybells
 
Predicado
PredicadoPredicado
Predicado
Diego Prezia
 
Pronome
PronomePronome
Concordância nominal
Concordância nominalConcordância nominal
Concordância nominal
Isabel Sousa
 
Frase, oração e período
Frase, oração e períodoFrase, oração e período
Frase, oração e período
Mara Virginia
 
Locuções
LocuçõesLocuções
Locuções
Edson Dorneles
 
Uso dos porquês
Uso dos porquêsUso dos porquês
Uso dos porquês
Sabrina Paiva
 
Aposto e vocativo
Aposto e vocativoAposto e vocativo
Aposto e vocativo
Camila Desidério
 
Tipos de sujeito
Tipos de sujeito  Tipos de sujeito
Tipos de sujeito
jujuba00
 
Orações Subordinadas Substantivas
Orações Subordinadas SubstantivasOrações Subordinadas Substantivas
Orações Subordinadas Substantivas
Blog Estudo
 
Frase, Oração e Periodo.
Frase, Oração e Periodo.Frase, Oração e Periodo.
Frase, Oração e Periodo.
Keu Oliveira
 
Adjunto Adnominal
Adjunto AdnominalAdjunto Adnominal
Adjunto Adnominal
Aliffer Murillo Laguna
 
Tipos de sujeito
Tipos de sujeitoTipos de sujeito
Tipos de sujeito
Vivian gusm?
 
Modo subjuntivo
Modo subjuntivoModo subjuntivo
Modo subjuntivo
Daniele Bertollo
 

Mais procurados (20)

Oracoes Coordenadas
Oracoes CoordenadasOracoes Coordenadas
Oracoes Coordenadas
 
Ortografia c ç s ss x
Ortografia c ç s ss xOrtografia c ç s ss x
Ortografia c ç s ss x
 
Adjunto adnominal e adjunto adverbial
Adjunto adnominal e adjunto adverbialAdjunto adnominal e adjunto adverbial
Adjunto adnominal e adjunto adverbial
 
Sujeito E Predicado
Sujeito E PredicadoSujeito E Predicado
Sujeito E Predicado
 
Slides pronomes
Slides pronomesSlides pronomes
Slides pronomes
 
Estrutura e formação das palavras
Estrutura e formação das palavrasEstrutura e formação das palavras
Estrutura e formação das palavras
 
Verbos
VerbosVerbos
Verbos
 
Predicado
PredicadoPredicado
Predicado
 
Pronome
PronomePronome
Pronome
 
Concordância nominal
Concordância nominalConcordância nominal
Concordância nominal
 
Frase, oração e período
Frase, oração e períodoFrase, oração e período
Frase, oração e período
 
Locuções
LocuçõesLocuções
Locuções
 
Uso dos porquês
Uso dos porquêsUso dos porquês
Uso dos porquês
 
Aposto e vocativo
Aposto e vocativoAposto e vocativo
Aposto e vocativo
 
Tipos de sujeito
Tipos de sujeito  Tipos de sujeito
Tipos de sujeito
 
Orações Subordinadas Substantivas
Orações Subordinadas SubstantivasOrações Subordinadas Substantivas
Orações Subordinadas Substantivas
 
Frase, Oração e Periodo.
Frase, Oração e Periodo.Frase, Oração e Periodo.
Frase, Oração e Periodo.
 
Adjunto Adnominal
Adjunto AdnominalAdjunto Adnominal
Adjunto Adnominal
 
Tipos de sujeito
Tipos de sujeitoTipos de sujeito
Tipos de sujeito
 
Modo subjuntivo
Modo subjuntivoModo subjuntivo
Modo subjuntivo
 

Semelhante a Sintaxe do periodo simples.ppt

Sintaxe do periodo simples
Sintaxe do periodo simplesSintaxe do periodo simples
Português - Sintaxe (1ª Unidade)
Português - Sintaxe (1ª Unidade)Português - Sintaxe (1ª Unidade)
Português - Sintaxe (1ª Unidade)
Cleiton Cunha
 
Reviso sintaxe-120916154618-phpapp01
Reviso sintaxe-120916154618-phpapp01Reviso sintaxe-120916154618-phpapp01
Reviso sintaxe-120916154618-phpapp01
281909
 
Revisão sintaxe
Revisão   sintaxeRevisão   sintaxe
Revisão sintaxe
Leonardo Monteiro
 
www.videoaulagratisapoio.com.br - Português - Sujeito e Predicado
www.videoaulagratisapoio.com.br - Português -  Sujeito e Predicadowww.videoaulagratisapoio.com.br - Português -  Sujeito e Predicado
www.videoaulagratisapoio.com.br - Português - Sujeito e Predicado
Video Aulas Apoio
 
www.ensinofundamental.net.br - Português - Sujeito e Predicado
www.ensinofundamental.net.br - Português -  Sujeito e Predicadowww.ensinofundamental.net.br - Português -  Sujeito e Predicado
www.ensinofundamental.net.br - Português - Sujeito e Predicado
EnsinoFundamental
 
www.aulasapoio.com.br - Português - Sujeito e Predicado
www.aulasapoio.com.br  - Português -  Sujeito e Predicadowww.aulasapoio.com.br  - Português -  Sujeito e Predicado
www.aulasapoio.com.br - Português - Sujeito e Predicado
Bárbara Cristina
 
Termos da oração
Termos da oraçãoTermos da oração
Termos da oração
Carla Farinha
 
www.AulasDePortuguesApoio.com - Português - Sujeito e Predicado
www.AulasDePortuguesApoio.com  -  Português -  Sujeito e Predicadowww.AulasDePortuguesApoio.com  -  Português -  Sujeito e Predicado
www.AulasDePortuguesApoio.com - Português - Sujeito e Predicado
Videoaulas De Português Apoio
 
Tipos de predicado
Tipos de predicadoTipos de predicado
Tipos de predicado
Itamar Franco
 
Termos essenciais da oração
Termos essenciais da oraçãoTermos essenciais da oração
Termos essenciais da oração
João Mendonça
 
Slide língua portuguesa português 8 ano.pptx
Slide língua portuguesa português 8 ano.pptxSlide língua portuguesa português 8 ano.pptx
Slide língua portuguesa português 8 ano.pptx
ssuserf54fa01
 
Verbo
VerboVerbo
VERBOS - ANÁLISE MORFOLÓGICA DA LÍNGUA PORTUGUESA
VERBOS - ANÁLISE MORFOLÓGICA DA LÍNGUA PORTUGUESAVERBOS - ANÁLISE MORFOLÓGICA DA LÍNGUA PORTUGUESA
VERBOS - ANÁLISE MORFOLÓGICA DA LÍNGUA PORTUGUESA
BerlaPaiva
 
Tipos de Sujeito
Tipos de SujeitoTipos de Sujeito
Tipos de Sujeito
AnaAugustaLagesZuqui
 
Prof magarete aula_1
Prof magarete aula_1Prof magarete aula_1
Prof magarete aula_1
Bruno Oliveira
 
7º ano Termos essenciais da oração II.pptx
7º ano Termos  essenciais da oração  II.pptx7º ano Termos  essenciais da oração  II.pptx
7º ano Termos essenciais da oração II.pptx
Gabriel996850
 
14ª lista de exercícios português
14ª lista de exercícios   português14ª lista de exercícios   português
14ª lista de exercícios português
José M Lourenço
 
4_Aula_Verbo.pptx
4_Aula_Verbo.pptx4_Aula_Verbo.pptx
4_Aula_Verbo.pptx
tatianesouza923757
 
Sintaxe tudo
Sintaxe tudoSintaxe tudo
Sintaxe tudo
Diego Prezia
 

Semelhante a Sintaxe do periodo simples.ppt (20)

Sintaxe do periodo simples
Sintaxe do periodo simplesSintaxe do periodo simples
Sintaxe do periodo simples
 
Português - Sintaxe (1ª Unidade)
Português - Sintaxe (1ª Unidade)Português - Sintaxe (1ª Unidade)
Português - Sintaxe (1ª Unidade)
 
Reviso sintaxe-120916154618-phpapp01
Reviso sintaxe-120916154618-phpapp01Reviso sintaxe-120916154618-phpapp01
Reviso sintaxe-120916154618-phpapp01
 
Revisão sintaxe
Revisão   sintaxeRevisão   sintaxe
Revisão sintaxe
 
www.videoaulagratisapoio.com.br - Português - Sujeito e Predicado
www.videoaulagratisapoio.com.br - Português -  Sujeito e Predicadowww.videoaulagratisapoio.com.br - Português -  Sujeito e Predicado
www.videoaulagratisapoio.com.br - Português - Sujeito e Predicado
 
www.ensinofundamental.net.br - Português - Sujeito e Predicado
www.ensinofundamental.net.br - Português -  Sujeito e Predicadowww.ensinofundamental.net.br - Português -  Sujeito e Predicado
www.ensinofundamental.net.br - Português - Sujeito e Predicado
 
www.aulasapoio.com.br - Português - Sujeito e Predicado
www.aulasapoio.com.br  - Português -  Sujeito e Predicadowww.aulasapoio.com.br  - Português -  Sujeito e Predicado
www.aulasapoio.com.br - Português - Sujeito e Predicado
 
Termos da oração
Termos da oraçãoTermos da oração
Termos da oração
 
www.AulasDePortuguesApoio.com - Português - Sujeito e Predicado
www.AulasDePortuguesApoio.com  -  Português -  Sujeito e Predicadowww.AulasDePortuguesApoio.com  -  Português -  Sujeito e Predicado
www.AulasDePortuguesApoio.com - Português - Sujeito e Predicado
 
Tipos de predicado
Tipos de predicadoTipos de predicado
Tipos de predicado
 
Termos essenciais da oração
Termos essenciais da oraçãoTermos essenciais da oração
Termos essenciais da oração
 
Slide língua portuguesa português 8 ano.pptx
Slide língua portuguesa português 8 ano.pptxSlide língua portuguesa português 8 ano.pptx
Slide língua portuguesa português 8 ano.pptx
 
Verbo
VerboVerbo
Verbo
 
VERBOS - ANÁLISE MORFOLÓGICA DA LÍNGUA PORTUGUESA
VERBOS - ANÁLISE MORFOLÓGICA DA LÍNGUA PORTUGUESAVERBOS - ANÁLISE MORFOLÓGICA DA LÍNGUA PORTUGUESA
VERBOS - ANÁLISE MORFOLÓGICA DA LÍNGUA PORTUGUESA
 
Tipos de Sujeito
Tipos de SujeitoTipos de Sujeito
Tipos de Sujeito
 
Prof magarete aula_1
Prof magarete aula_1Prof magarete aula_1
Prof magarete aula_1
 
7º ano Termos essenciais da oração II.pptx
7º ano Termos  essenciais da oração  II.pptx7º ano Termos  essenciais da oração  II.pptx
7º ano Termos essenciais da oração II.pptx
 
14ª lista de exercícios português
14ª lista de exercícios   português14ª lista de exercícios   português
14ª lista de exercícios português
 
4_Aula_Verbo.pptx
4_Aula_Verbo.pptx4_Aula_Verbo.pptx
4_Aula_Verbo.pptx
 
Sintaxe tudo
Sintaxe tudoSintaxe tudo
Sintaxe tudo
 

Último

Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Falcão Brasil
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdfEscola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Falcão Brasil
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
Falcão Brasil
 
ESCOLAS LITERÁRIAS OU ESTILOS DE ÉPOCA- resumo
ESCOLAS LITERÁRIAS OU ESTILOS  DE ÉPOCA- resumoESCOLAS LITERÁRIAS OU ESTILOS  DE ÉPOCA- resumo
ESCOLAS LITERÁRIAS OU ESTILOS DE ÉPOCA- resumo
SolangeWaltre
 
Qualidade do Ar interior nas escolas.pptx
Qualidade do Ar interior nas escolas.pptxQualidade do Ar interior nas escolas.pptx
Qualidade do Ar interior nas escolas.pptx
MariaJooSilva58
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Desafios Contemporâneos para o Exército Brasileiro (EB).pdf
Desafios Contemporâneos para o Exército Brasileiro (EB).pdfDesafios Contemporâneos para o Exército Brasileiro (EB).pdf
Desafios Contemporâneos para o Exército Brasileiro (EB).pdf
Falcão Brasil
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
portaladministradores
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
Ceiça Martins Vital
 
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Falcão Brasil
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Falcão Brasil
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
Falcão Brasil
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LEDPlano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
luggio9854
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdfEscola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
 
ESCOLAS LITERÁRIAS OU ESTILOS DE ÉPOCA- resumo
ESCOLAS LITERÁRIAS OU ESTILOS  DE ÉPOCA- resumoESCOLAS LITERÁRIAS OU ESTILOS  DE ÉPOCA- resumo
ESCOLAS LITERÁRIAS OU ESTILOS DE ÉPOCA- resumo
 
Festa dos Finalistas .
Festa dos Finalistas                    .Festa dos Finalistas                    .
Festa dos Finalistas .
 
Qualidade do Ar interior nas escolas.pptx
Qualidade do Ar interior nas escolas.pptxQualidade do Ar interior nas escolas.pptx
Qualidade do Ar interior nas escolas.pptx
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
Desafios Contemporâneos para o Exército Brasileiro (EB).pdf
Desafios Contemporâneos para o Exército Brasileiro (EB).pdfDesafios Contemporâneos para o Exército Brasileiro (EB).pdf
Desafios Contemporâneos para o Exército Brasileiro (EB).pdf
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
 
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LEDPlano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 

Sintaxe do periodo simples.ppt

  • 1. Sintaxe do período simples Slides Termos integrantes Termos acessórios e vocativo Termos essenciais Frase, oração e período
  • 2. Frase, oração e período Frase Oração Período Moça! O homem pediu socorro. Cantei, dancei e depois dormi. • estrutura gramatical de sentido completo; • frase, ou membro da frase, que possui um predicado; • frase constituída de uma ou mais orações; • pode expressar uma ideia, uma emoção, uma ordem, um apelo; • quando efetivamente pronunciada, é um enunciado. • contém uma forma verbal ou uma locução verbal. • forma um todo, com sentido completo; • pode ser simples (uma oração) ou composto (duas ou mais orações). • As palavras devem obedecer a certa disposição, a uma certa ordem para que a frase seja inteligível e, assim, realizar-se o ato de comunicação.
  • 3. Frase, oração e período • Moça! – frase formada por uma única palavra. • Bom dia, minha senhora. – frase formada por várias palavras, sem a presença de verbo. • O dia está muito quente! – frase formada por várias palavras, com a presença de verbo. • No fundo da selva virgem podemos encontrar populações ágrafas, isto é, que não desenvolveram a escrita, não conhecem a escrita. – frase formada por várias palavras, com a presença de vários verbos. • Já não há mãos dadas no mundo(Carlos Drummond de Andrade). – é uma frase, pois possui sentido completo. • Não mãos mundo no já há dadas. – não é uma frase, pois é agramatical, não tem significado.
  • 4. Frase, oração e período • Socorro! é uma frase, pois possui sentido completo, mas não é uma oração pois não contém uma forma verbal ou uma locução verbal. • O homem pediu socorro. – é uma frase constituída de uma oração, pois apresenta uma forma verbal. • Era impossível ouvir seu grito de socorro. – é uma frase constituída por duas orações, pois apresenta duas formas verbais. • Chove é uma frase constituída de uma oração, portanto é um período simples. • A existência é frágil. – é uma frase também constituída de uma oração, portanto é um período simples. • Quando você foi embora, fez-se noite em meu viver. – é uma frase constituída por duas orações, portanto é um período composto. • Cantei, dancei e depois dormi. - é uma frase constituída por três orações, portanto também é um período composto.
  • 5. sintaxe – é a parte da gramática que estuda as relações entre as palavras que formam a frase, entre as orações que formam um período e entre as frases que formam um discurso. Termos da oração • Termos da oração essenciais integrantes Sujeito Predicado Complementos verbais(objeto direto e objeto indireto) Complemento nominal Agente da passiva Adjunto adnominal Adjunto adverbial Aposto acessórios vocativo
  • 6. Termos essenciais Sujeito Predicado • é o tema do que se vai comunicar, o ser de quem se declara algo; • é a informação sobre o sujeito; • estabelece uma relação de concordância em número e pessoa com o verbo.(núcleo do predicado) • está formado, essencialmente, por uma forma verbal nuclear, que pode estar acompanhada de outras palavras que se relacionam a essa forma verbal e/ou ao núcleo do sujeito. • nas orações absolutas o núcleo do sujeito é representado por um substantivo ou palavra com valor de substantivo.(palavra substantivada, pronome substantivo, numeral substantivo) • seu núcleo significativo pode estar representado por um verbo, por um nome ou por um verbo e um nome.
  • 8. • Sujeito simples: apresenta um único núcleo, diretamente relacionado ao verbo. -Ex.: O silêncio mais profundo invadiu a noite. Os murmúrios da correnteza parecem clamar por atenção. Termos essenciais Tipos de sujeito • Sujeito composto: apresenta mais de um núcleo, diretamente relacionado ao verbo. -Ex.: Você e alguém mais sabiam de tudo. O silêncio da noite e os murmúrios da correnteza contrastavam. -Ex.: Acreditei nas suas palavras. * Temos um sujeito representado por um pronome que não está expresso na oração (eu), mas é identificável pela desinência verbal, trata-se de um exemplo de sujeito elíptico ou desinencial ou oculto.
  • 9. Termos essenciais Tipos de sujeito • Sujeito indeterminado: ocorre quando não é possível identificar a quem se refere o predicado. -Ex.: Receberam comissões absurdas na negociação. Precisa-se de secretária experiente. verbo na 3ª pessoa do plural e sujeito não identificado anteriormente verbo na 3ª pessoa do singular, acompanhado da partícula “se” e não é transitivo direto
  • 10. • Oração sem sujeito: formada apenas pelo predicado, que está organizado em torno de um verbo impessoal. -Ex.: Nevou nos Alpes suíços Está tarde. Não havia gente na rua. Termos essenciais Tipos de sujeito verbo haver, no sentido de existir. verbo estar indica fenômeno relativo ao tempo. verbo indica fenômeno da natureza. também com os verbos ser, fazer e haver.
  • 11. Termos essenciais Concordância Os dias de verão chegaram! Os dias de verão são iluminados. Os dias de verão amanhecem iluminados. sujeito predicado
  • 12. • Predicado verbal: tem como núcleo significativo uma forma verbal. -Ex.: A chuva parou . Fecharam a loja. Enviou uma mensagem à namorada. Termos essenciais Tipos de predicado núcleo: verbo transitivo que necessita de complementos “uma mensagem” (objeto direto) e “à namorada” (objeto indireto). núcleo: verbo transitivo que necessita de complemento para que a oração tenha sentido completo: “a loja” (objeto direto). núcleo: verbo intransitivo que não necessita de complemento
  • 13. • Predicado nominal: tem como núcleo significativo um nome que atribui uma qualidade a estado do núcleo do sujeito, daí ser chamado de predicativo do sujeito. -Ex.: Dona Fausta é meio rabugenta. Eu virei uma pedra. Termos essenciais Tipos de predicado núcleo: substantivo (predicativo do sujeito) – verbo de ligação (não significativo). núcleo: adjetivo (predicativo do sujeito) – verbo de ligação (não significativo).
  • 14. • Predicado verbo-nominal: apresenta dois núcleos significativos - uma forma verbal e um nome. -Ex.: A turma gritava entusiasmada. A cobrança antecipada deixou seu amigo indignado. Termos essenciais Tipos de predicado núcleo: verbo transitivo – complemento “seu amigo” (objeto direto) núcleo: verbo intransitivo – não necessita de complemento núcleo: adjetivo (predicativo do sujeito) núcleo: adjetivo (predicativo do objeto)
  • 15. • complementos verbais objeto direto objeto indireto • agente da passiva • complemento nominal Termos integrantes
  • 16. Termos integrantes Complemento verbal Complemento nominal • completa o sentido dos verbos transitivos; • completa o sentido de um nome; • pode ligar-se ao verbo por meio de preposição (objetos indiretos) ou não (objetos diretos). • apresenta-se sempre antecedido de preposição. Agente da passiva • só aparece quando o verbo está na voz passiva analítica. • apresenta-se sempre antecedido de preposição; • designa o ser que pratica a ação;
  • 17. • Objeto direto: complementa um verbo transitivo direto, apresenta-se sem preposição e é o ser sobre quem recai a ação verbal (na voz ativa). Sempre representado por um substantivo ou palavras com valor de substantivo, como os pronomes oblíquos o, a, os, as. - Ex.: Vendeste o carro para comprar a gasolina. Eu a conheci no baile. Termos integrantes Complementos verbais • Objeto indireto: complementa um verbo transitivo indireto e liga-se a ele por meio de preposição. Sempre representado por um substantivo ou palavras com valor de substantivo, como os pronomes oblíquos lhe, lhes. - Ex.: Gosto de teatro. Pediram-lhe explicações.
  • 18. • Complementa um substantivo, adjetivo ou advérbio e apresenta-se antecedido de preposição. -Ex.: Cancelamos nossa ida à Bahia. A água é necessária à vida. Ele votou contrariamente aos interesses populares. Termos integrantes Complemento nominal complemento nominal complemento nominal complemento nominal advérbio adjetivo substantivo
  • 19. • Designa o ser que pratica a ação na voz passiva. Sempre antecedido de preposição. - Ex.: O político foi eleito pelo povo. O sertão será inundado pelo mar. O homem é escravizado pelo dinheiro. Termos integrantes Agente da passiva agente da passiva agente da passiva agente da passiva voz passiva voz passiva voz passiva sujeito paciente sujeito paciente sujeito paciente sujeito o ser sobre o qual se declara algo ≠ agente da passiva o ser que pratica a ação
  • 20. • Modifica o significado de um substantivo. - Ex.: A bela Juliana entregou dois bilhetes a meu pai. Termos acessórios Adjunto adnominal substantivo artigo – adjunto adnominal substantivo substantivo adjetivo – adjunto adnominal numeral – adjunto adnominal pronome – adjunto adnominal
  • 21. • Indica uma circunstância do verbo. - Ex.: Moro em Marília. Termos acessórios Adjunto adverbial • Intensifica o sentido do verbo, do adjetivo ou do advérbio. - Ex.: O cachorro come muito. O cachorro é muito forte. O cachorro veio de muito longe.
  • 22. • Relaciona-se a um nome para esclarecê-lo ou explicá-lo. Geralmente aparece entre vírgulas ou é introduzido por dois pontos. - Ex.: Cubatão, a cidade mais poluída do Brasil, localiza-se na Baixada Santista. Maria comprou várias frutas: mamão, melancia, abacate e uva. Termos acessórios Aposto • Aposto de especificação: ligado ao substantivo diretamente, sem pontuação indicando pausa. - Ex.: O poeta Camões exaltou a pátria.
  • 23. • Termo independente, serve para chamar, invocar ou interpelar um ouvinte real ou hipotético; • Relaciona-se, em geral, com a segunda pessoa do discurso; • Sempre aparece isolado por sinais de pontuação. - Ex.: E vós, Tágides minhas, pois criado Tendes em mim um novo engenho ardente Estavas, linda Inês, posta em sossego... O vocativo
  • 24. • adjunto adnominal • aposto • adjunto adverbial Termos acessórios
  • 25. Termos acessórios Adjunto adnominal Adjunto adverbial • determina, especifica ou delimita o significado de um substantivo; • indica uma circunstância do verbo ou intensifica o sentido de um adjetivo, de um verbo ou de outro advérbio; • equivale a um adjetivo; • equivale a um advérbio; Aposto • pode ser representado por adjetivo, locução adjetiva, numeral, pronome adjetivo ou artigo. • normalmente aparece isolado por sinais de pontuação, mais comumente entre vírgulas ou introduzido por dois pontos. • esclarece ou explica um nome, ao qual se relaciona; • pode ser agrupado de acordo com a circunstância que expressa (lugar, tempo, modo, negação, etc.).