SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 33
SANTUÁRIO GEISLER
O QUE ERA OFERECIDO ? “ E me farão um santuário, e habitarei no meio deles.”  ÊXODO 25:8
QUANTAS PARTES TINHA  O SANTUÁRIO ? “ EM QUE SE OFERECEM DONS E SACRIFÍCIOS.”  HEBR. 9:9
PÁTIO   SANTO   SANTÍSSIMO
“ ora, a primeira aliança também tinha preceitos de serviço sagrado e o seu santuário terrestre. Com efeito, foi preparado o tabernáculo, cuja parte anterior, onde estavam o candeeiro, e a mesa, e a exposição dos pães, se chama o Santo Lugar.
Por trás do segundo véu, se encontra o tabernáculo que se chama o Santo dos Santos, ao qual pertencia um altar de ouro para o incenso e a arca da aliança totalmente coberta de ouro, na qual estava uma urna de ouro contendo o maná, a vara de Arão, que floresceu, e as tábuas da aliança. E sobre ela, os querubins de glória.”   Hebr. 9:   1-5
“ Os quais servem de exemplar e sombra das coisas celestiais, como Moisés divinamente foi avisado, estando já para acabar o tabernáculo; porque foi dito: Olha faze tudo conforme o modelo que no monte se te mostrou.”   Hebr. 8:5
TABERNÁCULO PIA ALTAR DOS HOLOCAUSTOS CASTIÇAL MESA DOS PÃES ALTAR DO INCENSO SANTO SANTÍSSIMO PÁTIO ARCA E PROPIC . SANTUÁRIO
“ E se qualquer outra pessoa do povo da terra pecar por erro, fazendo contra algum dos mandamentos do Senhor, aquilo que se não deve fazer... Então trará por sua oferta uma cabra fêmea sem mancha, pelo seu pecado que pecou. E porá a sua mão sobre a cabeça da expiação do pecado no lugar do holocausto.”   Lev. 4: 27-29
“ Depois o sacerdote com o seu dedo tomará do seu sangue, e o porá sobre as pontas do altar do holocausto; e todo o resto do seu sangue derramará à base do altar.”   Lev. 4:30
“ ... O sacerdote a queimará sobre o altar, em cima das ofertas queimadas do Senhor; assim, o sacerdote, por essa pessoa, fará expiação do seu pecado que cometeu, e lhe será perdoado.”   Levíticos 4:   35
 
 
 
 
“ E porás o propiciatório em cima da arca, depois que houveres posto na arca o testemunho que Eu te darei.”   Êxodo 25: 21
“ E ali virei a ti, e falarei contigo de cima do propiciatório, do meio dos querubins que estão sobre a arca do testemunho.”   Êxodo 25:22
“ E isto vos será por estatuto perpétuo: no sétimo mês, aos dez do mês, afligireis as vossas almas,... Porque naquele dia se fará expiação por vós, para purificar-vos; e sereis purificados de todos os vossos pecados perante o Senhor.”   Lev. 16: 29,30 O DIA DA EXPIAÇÃO
“ Da congregação dos filhos de Israel tomará  dois bodes para expiação do pecado e um carneiro para holocausto. Arão trará o novilho da sua oferta pelo pecado e fará expiação por si e pela sua casa.
Também tomará ambos os bodes e os porá perante o Senhor, à porta da tenda da congregação. Lançará sortes sobre os dois bodes: Uma, para o Senhor, e a outra, para o bode emissário.
Arão fará chegar o bode sobre o qual cair a sorte para o Senhor e o oferecerá por oferta pelo pecado.
“ ... E, sem derramamento de sangue, não há remissão.”   Hebr.   9: 22
Mas o bode sobre que cair a sorte para bode emissário será apresentado vivo perante o Senhor, para fazer expiação por meio dele e enviá-lo ao deserto como bode emissário.”   Levítico 16: 5-10
“ Depois, imolará o bode da oferta pelo pecado, que será para o povo... Assim, fará expiação pelo santuário por causa das impurezas dos filhos de Israel, e das suas transgressões, e de todos os seus pecados.”   Levíticos 16:   15,16
“ Havendo, pois, acabado de fazer expiação pelo santuário, pela tenda da congregação e pelo altar, então, fará chegar o bode vivo. Arão porá ambas as mãos sobre a cabeça do bode vivo e sobre ele confessará todas as iniquidades dos filhos de Israel... Enviá-lo-á ao deserto, pela mão dum homem à disposição para isso.
Assim, aquele bode levará sobre si todas as iniquidades deles para terra solitária; e o homem soltará o bode no deserto.”   Lev. 16: 20-22
O BODE EMISSÁRIO - SATANÁS * Não era morto. * O santuário era puficado  pelo sangue do bode do Senhor.
 
“ Quando, porém veio Cristo como sumo sacerdote dos bens já realizados, mediante o maior e mais perfeito tabernáculo, não feito por mãos, quer dizer, não desta criação,
Não por meio de sangue de bodes e de bezerros, mas pelo seu próprio sangue, entrou no Santo dos Santos, uma vez por todas, tendo obtido eterna redenção.”   Hebr. 9: 11, 12
“ Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.”   João 3:16
“ Era necessário, portanto, que as figuras das cousas que se acham nos céus se purificassem com tais sacrifícios, mas as próprias cousas celestiais, com sacrifícios a eles superiores.”  Hebr. 9: 23 GEISLER
“ ...Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!”   João 1: 29 GEISLER

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

As Bestas do Apocalipse
As Bestas do ApocalipseAs Bestas do Apocalipse
As Bestas do Apocalipse
 
A doutrina do pecado
A doutrina do pecadoA doutrina do pecado
A doutrina do pecado
 
O Tabernáculo do Senhor
O Tabernáculo do SenhorO Tabernáculo do Senhor
O Tabernáculo do Senhor
 
A Ceia do Senhor
A Ceia do SenhorA Ceia do Senhor
A Ceia do Senhor
 
Atributos de deus
Atributos de deusAtributos de deus
Atributos de deus
 
8. O Livro de Números
8. O Livro de Números8. O Livro de Números
8. O Livro de Números
 
Lição 7 - A Mordomia dos Dízimos e Ofertas
Lição 7 - A Mordomia dos Dízimos e OfertasLição 7 - A Mordomia dos Dízimos e Ofertas
Lição 7 - A Mordomia dos Dízimos e Ofertas
 
Panorama do NT - Apocalipse
Panorama do NT - ApocalipsePanorama do NT - Apocalipse
Panorama do NT - Apocalipse
 
Panorama Bíblico
Panorama Bíblico Panorama Bíblico
Panorama Bíblico
 
7 trombetas do apocalipse
7 trombetas do apocalipse7 trombetas do apocalipse
7 trombetas do apocalipse
 
Aula de pneumatologia
Aula de pneumatologiaAula de pneumatologia
Aula de pneumatologia
 
4. O Evangelho Segundo Marcos
4. O Evangelho Segundo Marcos4. O Evangelho Segundo Marcos
4. O Evangelho Segundo Marcos
 
7a aula - A cobertura do tabernáculo
7a aula - A cobertura do tabernáculo7a aula - A cobertura do tabernáculo
7a aula - A cobertura do tabernáculo
 
O Grande Julgamento
O Grande JulgamentoO Grande Julgamento
O Grande Julgamento
 
41. O Profeta Habacuque
41. O Profeta Habacuque41. O Profeta Habacuque
41. O Profeta Habacuque
 
3. O Evangelho Segundo Mateus
3. O Evangelho Segundo Mateus3. O Evangelho Segundo Mateus
3. O Evangelho Segundo Mateus
 
Hamartiologia
HamartiologiaHamartiologia
Hamartiologia
 
A verdade presente
A verdade presenteA verdade presente
A verdade presente
 
Pentateuco
PentateucoPentateuco
Pentateuco
 
10. O Livro de Josué
10. O Livro de Josué10. O Livro de Josué
10. O Livro de Josué
 

Destaque

Estudo23 santuario terrestre
Estudo23 santuario terrestreEstudo23 santuario terrestre
Estudo23 santuario terrestreHezir Henrique
 
As Revelacoes do Santuario - estudo 01.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 01.pptAs Revelacoes do Santuario - estudo 01.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 01.pptHerbert de Carvalho
 
Historia da Redenção
Historia da RedençãoHistoria da Redenção
Historia da Redençãofrenjr
 
O santuário parte 1 - Autor. Ribamar Cantanhede
O santuário parte 1 - Autor. Ribamar CantanhedeO santuário parte 1 - Autor. Ribamar Cantanhede
O santuário parte 1 - Autor. Ribamar CantanhedeRibamar Cantanhede
 
15 - A Profecia dos 2300 Dias.pps
15 - A Profecia dos 2300 Dias.pps15 - A Profecia dos 2300 Dias.pps
15 - A Profecia dos 2300 Dias.ppsHerbert de Carvalho
 
As Revelacoes do Santuario - estudo 23.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 23.pptAs Revelacoes do Santuario - estudo 23.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 23.pptHerbert de Carvalho
 
As Revelacoes do Santuario - estudo 11.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 11.pptAs Revelacoes do Santuario - estudo 11.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 11.pptHerbert de Carvalho
 
Visão panorâmica das 2300 tardes e manhas e as 70 semanas
Visão panorâmica das 2300 tardes e manhas e as 70 semanasVisão panorâmica das 2300 tardes e manhas e as 70 semanas
Visão panorâmica das 2300 tardes e manhas e as 70 semanasDiego Fortunatto
 
A data judaica da morte de Jesus
A data judaica da morte de JesusA data judaica da morte de Jesus
A data judaica da morte de JesusJosé Santos
 
Livro de daniel 2300 tardes e manhãs
Livro de daniel 2300 tardes e manhãsLivro de daniel 2300 tardes e manhãs
Livro de daniel 2300 tardes e manhãsFrancisco Sousa
 
Doutrina do santuário
Doutrina do santuárioDoutrina do santuário
Doutrina do santuárioJosé Santos
 

Destaque (20)

Estudo23 santuario terrestre
Estudo23 santuario terrestreEstudo23 santuario terrestre
Estudo23 santuario terrestre
 
As Revelacoes do Santuario - estudo 01.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 01.pptAs Revelacoes do Santuario - estudo 01.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 01.ppt
 
Especialidade santuário
Especialidade santuárioEspecialidade santuário
Especialidade santuário
 
Meca
MecaMeca
Meca
 
Historia da Redenção
Historia da RedençãoHistoria da Redenção
Historia da Redenção
 
Santuário lar slide
Santuário lar   slideSantuário lar   slide
Santuário lar slide
 
20 o santuário terrestre
20 o santuário terrestre20 o santuário terrestre
20 o santuário terrestre
 
Estudo24 2300 anos
Estudo24 2300 anosEstudo24 2300 anos
Estudo24 2300 anos
 
O santuário parte 1 - Autor. Ribamar Cantanhede
O santuário parte 1 - Autor. Ribamar CantanhedeO santuário parte 1 - Autor. Ribamar Cantanhede
O santuário parte 1 - Autor. Ribamar Cantanhede
 
O julgamento dos asd
O julgamento dos asdO julgamento dos asd
O julgamento dos asd
 
15 - A Profecia dos 2300 Dias.pps
15 - A Profecia dos 2300 Dias.pps15 - A Profecia dos 2300 Dias.pps
15 - A Profecia dos 2300 Dias.pps
 
As Revelacoes do Santuario - estudo 23.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 23.pptAs Revelacoes do Santuario - estudo 23.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 23.ppt
 
A maior profecia da bíblia
A maior profecia da bíbliaA maior profecia da bíblia
A maior profecia da bíblia
 
As Revelacoes do Santuario - estudo 11.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 11.pptAs Revelacoes do Santuario - estudo 11.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 11.ppt
 
Visão panorâmica das 2300 tardes e manhas e as 70 semanas
Visão panorâmica das 2300 tardes e manhas e as 70 semanasVisão panorâmica das 2300 tardes e manhas e as 70 semanas
Visão panorâmica das 2300 tardes e manhas e as 70 semanas
 
A data judaica da morte de Jesus
A data judaica da morte de JesusA data judaica da morte de Jesus
A data judaica da morte de Jesus
 
Livro de daniel 2300 tardes e manhãs
Livro de daniel 2300 tardes e manhãsLivro de daniel 2300 tardes e manhãs
Livro de daniel 2300 tardes e manhãs
 
O tabernaculo
O tabernaculoO tabernaculo
O tabernaculo
 
2300 Anos.pps
2300 Anos.pps2300 Anos.pps
2300 Anos.pps
 
Doutrina do santuário
Doutrina do santuárioDoutrina do santuário
Doutrina do santuário
 

Semelhante a Santuário Terrestre.pps

23 santuario terrestre
23 santuario terrestre23 santuario terrestre
23 santuario terrestreHezir Henrique
 
AS SETE FESTAS DO SENHOR - AULA 7.pptx
AS SETE FESTAS DO SENHOR - AULA 7.pptxAS SETE FESTAS DO SENHOR - AULA 7.pptx
AS SETE FESTAS DO SENHOR - AULA 7.pptxIBCN6IgrejaBatistaCi
 
Estrutura do santuário
Estrutura do santuárioEstrutura do santuário
Estrutura do santuárioJosé Santos
 
Slide li c ao 10 o sistema de sacrificios - para aula
Slide li c ao 10 o sistema de sacrificios - para aulaSlide li c ao 10 o sistema de sacrificios - para aula
Slide li c ao 10 o sistema de sacrificios - para aulaVilma Longuini
 
Tema, as sete benção do tabernaculo.
Tema, as sete benção do tabernaculo.Tema, as sete benção do tabernaculo.
Tema, as sete benção do tabernaculo.Vanderlei Dos Santos
 
O Dia da Expiação_Resumo_642013
O Dia da Expiação_Resumo_642013O Dia da Expiação_Resumo_642013
O Dia da Expiação_Resumo_642013Gerson G. Ramos
 
As 7 Trombetas e o Fim do Tempo da Graça para o Professo Povo de Deus
As 7 Trombetas e o Fim do Tempo da Graça para o Professo Povo de DeusAs 7 Trombetas e o Fim do Tempo da Graça para o Professo Povo de Deus
As 7 Trombetas e o Fim do Tempo da Graça para o Professo Povo de DeusSérgio Ventura
 
Tabernáculo - Água da Vida
Tabernáculo - Água da VidaTabernáculo - Água da Vida
Tabernáculo - Água da VidaRicardo Gondim
 
parte_13_estudo_apocalipse_port.pptx
parte_13_estudo_apocalipse_port.pptxparte_13_estudo_apocalipse_port.pptx
parte_13_estudo_apocalipse_port.pptxGilmaraAparecidacamp
 
212 bezerra monte_yeshua2
212 bezerra monte_yeshua2212 bezerra monte_yeshua2
212 bezerra monte_yeshua2Robeleno Marcio
 
212 bezerra monte_yeshua2
212 bezerra monte_yeshua2212 bezerra monte_yeshua2
212 bezerra monte_yeshua2Robeleno Marcio
 
Expiação: oferta da purificação_Lição_original com textos_542013
 Expiação: oferta da purificação_Lição_original com textos_542013 Expiação: oferta da purificação_Lição_original com textos_542013
Expiação: oferta da purificação_Lição_original com textos_542013Gerson G. Ramos
 
ÊXODO 27 e 28.Estudo sobre tabernáculo e
ÊXODO 27 e 28.Estudo sobre tabernáculo eÊXODO 27 e 28.Estudo sobre tabernáculo e
ÊXODO 27 e 28.Estudo sobre tabernáculo eThayna Abrantes
 
Bíblia Sagrada - livro de Levítico - slides powerpoint.ppsx
Bíblia Sagrada - livro de Levítico - slides powerpoint.ppsxBíblia Sagrada - livro de Levítico - slides powerpoint.ppsx
Bíblia Sagrada - livro de Levítico - slides powerpoint.ppsxIgreja Jesus é o Verbo
 
001 - SANTUÁRIO - HISTÓRIA 1ª PARTE - COMPLETO.pdf
001 - SANTUÁRIO - HISTÓRIA 1ª PARTE - COMPLETO.pdf001 - SANTUÁRIO - HISTÓRIA 1ª PARTE - COMPLETO.pdf
001 - SANTUÁRIO - HISTÓRIA 1ª PARTE - COMPLETO.pdfGeazi San
 
O Reino Messiânico10a - Os sacrifícios milenares
O Reino Messiânico10a - Os sacrifícios milenaresO Reino Messiânico10a - Os sacrifícios milenares
O Reino Messiânico10a - Os sacrifícios milenaresCarlos Almeida
 

Semelhante a Santuário Terrestre.pps (20)

23 santuario terrestre
23 santuario terrestre23 santuario terrestre
23 santuario terrestre
 
SANTA CEIA.pdf
SANTA CEIA.pdfSANTA CEIA.pdf
SANTA CEIA.pdf
 
AS SETE FESTAS DO SENHOR - AULA 7.pptx
AS SETE FESTAS DO SENHOR - AULA 7.pptxAS SETE FESTAS DO SENHOR - AULA 7.pptx
AS SETE FESTAS DO SENHOR - AULA 7.pptx
 
Estrutura do santuário
Estrutura do santuárioEstrutura do santuário
Estrutura do santuário
 
Slide li c ao 10 o sistema de sacrificios - para aula
Slide li c ao 10 o sistema de sacrificios - para aulaSlide li c ao 10 o sistema de sacrificios - para aula
Slide li c ao 10 o sistema de sacrificios - para aula
 
Tema, as sete benção do tabernaculo.
Tema, as sete benção do tabernaculo.Tema, as sete benção do tabernaculo.
Tema, as sete benção do tabernaculo.
 
O Dia da Expiação_Resumo_642013
O Dia da Expiação_Resumo_642013O Dia da Expiação_Resumo_642013
O Dia da Expiação_Resumo_642013
 
As 7 Trombetas e o Fim do Tempo da Graça para o Professo Povo de Deus
As 7 Trombetas e o Fim do Tempo da Graça para o Professo Povo de DeusAs 7 Trombetas e o Fim do Tempo da Graça para o Professo Povo de Deus
As 7 Trombetas e o Fim do Tempo da Graça para o Professo Povo de Deus
 
Tabernáculo - Água da Vida
Tabernáculo - Água da VidaTabernáculo - Água da Vida
Tabernáculo - Água da Vida
 
parte_13_estudo_apocalipse_port.pptx
parte_13_estudo_apocalipse_port.pptxparte_13_estudo_apocalipse_port.pptx
parte_13_estudo_apocalipse_port.pptx
 
Exodo 25
Exodo  25Exodo  25
Exodo 25
 
O Número 2 e suas referências
O Número 2 e suas referênciasO Número 2 e suas referências
O Número 2 e suas referências
 
212 bezerra monte_yeshua2
212 bezerra monte_yeshua2212 bezerra monte_yeshua2
212 bezerra monte_yeshua2
 
212 bezerra monte_yeshua2
212 bezerra monte_yeshua2212 bezerra monte_yeshua2
212 bezerra monte_yeshua2
 
Expiação: oferta da purificação_Lição_original com textos_542013
 Expiação: oferta da purificação_Lição_original com textos_542013 Expiação: oferta da purificação_Lição_original com textos_542013
Expiação: oferta da purificação_Lição_original com textos_542013
 
ÊXODO 27 e 28.Estudo sobre tabernáculo e
ÊXODO 27 e 28.Estudo sobre tabernáculo eÊXODO 27 e 28.Estudo sobre tabernáculo e
ÊXODO 27 e 28.Estudo sobre tabernáculo e
 
Bíblia Sagrada - livro de Levítico - slides powerpoint.ppsx
Bíblia Sagrada - livro de Levítico - slides powerpoint.ppsxBíblia Sagrada - livro de Levítico - slides powerpoint.ppsx
Bíblia Sagrada - livro de Levítico - slides powerpoint.ppsx
 
001 - SANTUÁRIO - HISTÓRIA 1ª PARTE - COMPLETO.pdf
001 - SANTUÁRIO - HISTÓRIA 1ª PARTE - COMPLETO.pdf001 - SANTUÁRIO - HISTÓRIA 1ª PARTE - COMPLETO.pdf
001 - SANTUÁRIO - HISTÓRIA 1ª PARTE - COMPLETO.pdf
 
O Reino Messiânico10a - Os sacrifícios milenares
O Reino Messiânico10a - Os sacrifícios milenaresO Reino Messiânico10a - Os sacrifícios milenares
O Reino Messiânico10a - Os sacrifícios milenares
 
Apocalipse 10 e 11
Apocalipse 10 e 11Apocalipse 10 e 11
Apocalipse 10 e 11
 

Mais de Herbert de Carvalho

Apresentação TagPoint Empresas
Apresentação TagPoint EmpresasApresentação TagPoint Empresas
Apresentação TagPoint EmpresasHerbert de Carvalho
 
Compendio de fichas de resgate veicular
Compendio de fichas de resgate veicularCompendio de fichas de resgate veicular
Compendio de fichas de resgate veicularHerbert de Carvalho
 
Relatório do IASES Linhares - Outubro 2012
Relatório do IASES Linhares - Outubro 2012Relatório do IASES Linhares - Outubro 2012
Relatório do IASES Linhares - Outubro 2012Herbert de Carvalho
 
Operação Norte-Noroeste II - 2012 - PMES
Operação Norte-Noroeste II - 2012 - PMESOperação Norte-Noroeste II - 2012 - PMES
Operação Norte-Noroeste II - 2012 - PMESHerbert de Carvalho
 
Estatísticas do Carnaval 2012 do 2º BBM
Estatísticas do Carnaval 2012 do 2º BBMEstatísticas do Carnaval 2012 do 2º BBM
Estatísticas do Carnaval 2012 do 2º BBMHerbert de Carvalho
 
Balanço de Ocorrências do Carnaval da 4ª Delegacia da PRF
Balanço de Ocorrências do Carnaval da 4ª Delegacia da PRFBalanço de Ocorrências do Carnaval da 4ª Delegacia da PRF
Balanço de Ocorrências do Carnaval da 4ª Delegacia da PRFHerbert de Carvalho
 
Manual_de_Praticas_Agroecológicas - Emater
Manual_de_Praticas_Agroecológicas - EmaterManual_de_Praticas_Agroecológicas - Emater
Manual_de_Praticas_Agroecológicas - EmaterHerbert de Carvalho
 
Diagnóstico Visual do Estado Nutricional de Plantas
Diagnóstico Visual do Estado Nutricional de PlantasDiagnóstico Visual do Estado Nutricional de Plantas
Diagnóstico Visual do Estado Nutricional de PlantasHerbert de Carvalho
 
Diagnóstico das comdec do estado do espírito santo
Diagnóstico das comdec do estado do espírito santoDiagnóstico das comdec do estado do espírito santo
Diagnóstico das comdec do estado do espírito santoHerbert de Carvalho
 
As Revelacoes do Santuario - estudo 26.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 26.pptAs Revelacoes do Santuario - estudo 26.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 26.pptHerbert de Carvalho
 
As Revelacoes do Santuario - estudo 25.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 25.pptAs Revelacoes do Santuario - estudo 25.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 25.pptHerbert de Carvalho
 
As Revelacoes do Santuario - estudo 24.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 24.pptAs Revelacoes do Santuario - estudo 24.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 24.pptHerbert de Carvalho
 
As Revelacoes do Santuario - estudo 22.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 22.pptAs Revelacoes do Santuario - estudo 22.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 22.pptHerbert de Carvalho
 
As Revelacoes do Santuario - estudo 21.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 21.pptAs Revelacoes do Santuario - estudo 21.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 21.pptHerbert de Carvalho
 

Mais de Herbert de Carvalho (20)

Apresentação TagPoint Empresas
Apresentação TagPoint EmpresasApresentação TagPoint Empresas
Apresentação TagPoint Empresas
 
Compendio de fichas de resgate veicular
Compendio de fichas de resgate veicularCompendio de fichas de resgate veicular
Compendio de fichas de resgate veicular
 
Relatório do IASES Linhares - Outubro 2012
Relatório do IASES Linhares - Outubro 2012Relatório do IASES Linhares - Outubro 2012
Relatório do IASES Linhares - Outubro 2012
 
Operação Norte-Noroeste II - 2012 - PMES
Operação Norte-Noroeste II - 2012 - PMESOperação Norte-Noroeste II - 2012 - PMES
Operação Norte-Noroeste II - 2012 - PMES
 
Estatísticas do Carnaval 2012 do 2º BBM
Estatísticas do Carnaval 2012 do 2º BBMEstatísticas do Carnaval 2012 do 2º BBM
Estatísticas do Carnaval 2012 do 2º BBM
 
Balanço de Ocorrências do Carnaval da 4ª Delegacia da PRF
Balanço de Ocorrências do Carnaval da 4ª Delegacia da PRFBalanço de Ocorrências do Carnaval da 4ª Delegacia da PRF
Balanço de Ocorrências do Carnaval da 4ª Delegacia da PRF
 
O grande conflito e a Saúde
O grande conflito e a SaúdeO grande conflito e a Saúde
O grande conflito e a Saúde
 
Preparação para a crise final
Preparação para a crise finalPreparação para a crise final
Preparação para a crise final
 
Nocoes-Basicas-Agricultura
Nocoes-Basicas-AgriculturaNocoes-Basicas-Agricultura
Nocoes-Basicas-Agricultura
 
Manual_de_Praticas_Agroecológicas - Emater
Manual_de_Praticas_Agroecológicas - EmaterManual_de_Praticas_Agroecológicas - Emater
Manual_de_Praticas_Agroecológicas - Emater
 
Introducao-AGRICULTURA-ORGANICA
Introducao-AGRICULTURA-ORGANICAIntroducao-AGRICULTURA-ORGANICA
Introducao-AGRICULTURA-ORGANICA
 
Fertilidade-do-solo-adubacao
Fertilidade-do-solo-adubacaoFertilidade-do-solo-adubacao
Fertilidade-do-solo-adubacao
 
Diagnóstico Visual do Estado Nutricional de Plantas
Diagnóstico Visual do Estado Nutricional de PlantasDiagnóstico Visual do Estado Nutricional de Plantas
Diagnóstico Visual do Estado Nutricional de Plantas
 
Diagnóstico das comdec do estado do espírito santo
Diagnóstico das comdec do estado do espírito santoDiagnóstico das comdec do estado do espírito santo
Diagnóstico das comdec do estado do espírito santo
 
Relatório CIODES CBMES 2011
Relatório CIODES CBMES 2011Relatório CIODES CBMES 2011
Relatório CIODES CBMES 2011
 
As Revelacoes do Santuario - estudo 26.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 26.pptAs Revelacoes do Santuario - estudo 26.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 26.ppt
 
As Revelacoes do Santuario - estudo 25.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 25.pptAs Revelacoes do Santuario - estudo 25.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 25.ppt
 
As Revelacoes do Santuario - estudo 24.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 24.pptAs Revelacoes do Santuario - estudo 24.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 24.ppt
 
As Revelacoes do Santuario - estudo 22.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 22.pptAs Revelacoes do Santuario - estudo 22.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 22.ppt
 
As Revelacoes do Santuario - estudo 21.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 21.pptAs Revelacoes do Santuario - estudo 21.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 21.ppt
 

Último

Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdfLeandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdfFrancisco Baptista
 
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2Nilson Almeida
 
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docxCulto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docxManoel Candido Pires Junior
 
Boletim Espiral número 74, de abril de 2024
Boletim Espiral número 74, de abril de 2024Boletim Espiral número 74, de abril de 2024
Boletim Espiral número 74, de abril de 2024Fraternitas Movimento
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
ESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdf
ESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdfESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdf
ESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdfDaddizinhaRodrigues
 

Último (7)

Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdfLeandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
 
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
 
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docxCulto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
 
Boletim Espiral número 74, de abril de 2024
Boletim Espiral número 74, de abril de 2024Boletim Espiral número 74, de abril de 2024
Boletim Espiral número 74, de abril de 2024
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
 
ESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdf
ESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdfESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdf
ESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdf
 

Santuário Terrestre.pps

  • 2. O QUE ERA OFERECIDO ? “ E me farão um santuário, e habitarei no meio deles.” ÊXODO 25:8
  • 3. QUANTAS PARTES TINHA O SANTUÁRIO ? “ EM QUE SE OFERECEM DONS E SACRIFÍCIOS.” HEBR. 9:9
  • 4. PÁTIO SANTO SANTÍSSIMO
  • 5. “ ora, a primeira aliança também tinha preceitos de serviço sagrado e o seu santuário terrestre. Com efeito, foi preparado o tabernáculo, cuja parte anterior, onde estavam o candeeiro, e a mesa, e a exposição dos pães, se chama o Santo Lugar.
  • 6. Por trás do segundo véu, se encontra o tabernáculo que se chama o Santo dos Santos, ao qual pertencia um altar de ouro para o incenso e a arca da aliança totalmente coberta de ouro, na qual estava uma urna de ouro contendo o maná, a vara de Arão, que floresceu, e as tábuas da aliança. E sobre ela, os querubins de glória.” Hebr. 9: 1-5
  • 7. “ Os quais servem de exemplar e sombra das coisas celestiais, como Moisés divinamente foi avisado, estando já para acabar o tabernáculo; porque foi dito: Olha faze tudo conforme o modelo que no monte se te mostrou.” Hebr. 8:5
  • 8. TABERNÁCULO PIA ALTAR DOS HOLOCAUSTOS CASTIÇAL MESA DOS PÃES ALTAR DO INCENSO SANTO SANTÍSSIMO PÁTIO ARCA E PROPIC . SANTUÁRIO
  • 9. “ E se qualquer outra pessoa do povo da terra pecar por erro, fazendo contra algum dos mandamentos do Senhor, aquilo que se não deve fazer... Então trará por sua oferta uma cabra fêmea sem mancha, pelo seu pecado que pecou. E porá a sua mão sobre a cabeça da expiação do pecado no lugar do holocausto.” Lev. 4: 27-29
  • 10. “ Depois o sacerdote com o seu dedo tomará do seu sangue, e o porá sobre as pontas do altar do holocausto; e todo o resto do seu sangue derramará à base do altar.” Lev. 4:30
  • 11. “ ... O sacerdote a queimará sobre o altar, em cima das ofertas queimadas do Senhor; assim, o sacerdote, por essa pessoa, fará expiação do seu pecado que cometeu, e lhe será perdoado.” Levíticos 4: 35
  • 12.  
  • 13.  
  • 14.  
  • 15.  
  • 16. “ E porás o propiciatório em cima da arca, depois que houveres posto na arca o testemunho que Eu te darei.” Êxodo 25: 21
  • 17. “ E ali virei a ti, e falarei contigo de cima do propiciatório, do meio dos querubins que estão sobre a arca do testemunho.” Êxodo 25:22
  • 18. “ E isto vos será por estatuto perpétuo: no sétimo mês, aos dez do mês, afligireis as vossas almas,... Porque naquele dia se fará expiação por vós, para purificar-vos; e sereis purificados de todos os vossos pecados perante o Senhor.” Lev. 16: 29,30 O DIA DA EXPIAÇÃO
  • 19. “ Da congregação dos filhos de Israel tomará dois bodes para expiação do pecado e um carneiro para holocausto. Arão trará o novilho da sua oferta pelo pecado e fará expiação por si e pela sua casa.
  • 20. Também tomará ambos os bodes e os porá perante o Senhor, à porta da tenda da congregação. Lançará sortes sobre os dois bodes: Uma, para o Senhor, e a outra, para o bode emissário.
  • 21. Arão fará chegar o bode sobre o qual cair a sorte para o Senhor e o oferecerá por oferta pelo pecado.
  • 22. “ ... E, sem derramamento de sangue, não há remissão.” Hebr. 9: 22
  • 23. Mas o bode sobre que cair a sorte para bode emissário será apresentado vivo perante o Senhor, para fazer expiação por meio dele e enviá-lo ao deserto como bode emissário.” Levítico 16: 5-10
  • 24. “ Depois, imolará o bode da oferta pelo pecado, que será para o povo... Assim, fará expiação pelo santuário por causa das impurezas dos filhos de Israel, e das suas transgressões, e de todos os seus pecados.” Levíticos 16: 15,16
  • 25. “ Havendo, pois, acabado de fazer expiação pelo santuário, pela tenda da congregação e pelo altar, então, fará chegar o bode vivo. Arão porá ambas as mãos sobre a cabeça do bode vivo e sobre ele confessará todas as iniquidades dos filhos de Israel... Enviá-lo-á ao deserto, pela mão dum homem à disposição para isso.
  • 26. Assim, aquele bode levará sobre si todas as iniquidades deles para terra solitária; e o homem soltará o bode no deserto.” Lev. 16: 20-22
  • 27. O BODE EMISSÁRIO - SATANÁS * Não era morto. * O santuário era puficado pelo sangue do bode do Senhor.
  • 28.  
  • 29. “ Quando, porém veio Cristo como sumo sacerdote dos bens já realizados, mediante o maior e mais perfeito tabernáculo, não feito por mãos, quer dizer, não desta criação,
  • 30. Não por meio de sangue de bodes e de bezerros, mas pelo seu próprio sangue, entrou no Santo dos Santos, uma vez por todas, tendo obtido eterna redenção.” Hebr. 9: 11, 12
  • 31. “ Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” João 3:16
  • 32. “ Era necessário, portanto, que as figuras das cousas que se acham nos céus se purificassem com tais sacrifícios, mas as próprias cousas celestiais, com sacrifícios a eles superiores.” Hebr. 9: 23 GEISLER
  • 33. “ ...Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!” João 1: 29 GEISLER