SlideShare uma empresa Scribd logo
REVISÃO DE LITERATURA 
• PROFESSORA :Mª Rosinete dos Santos Bif
Textos literários e textos não literários 
Textos não literários: Denotativo – 
exemplos as notícias, os artigos jornalísticos, os 
textos didáticos, os verbetes de dicionários e 
enciclopédias, as propagandas publicitárias, os 
textos científicos, as receitas culinárias, os manuais, 
etc.
• No texto literário, o vocabulário bem selecionado 
transmite sensibilidade ao leitor. 
• O texto é rico de simbologia e de beleza artística. 
• CONOTATIVO 
• exemplos de textos literários o conto, o poema, o 
romance, peças de teatro, novelas e crônicas.
• gêneros literários Todos os gêneros, porém, 
partem de uma classificação padrão, adotada 
desde a Antiguidade: narrativo ou épico; lírico 
e dramático. Deste tronco principal partem as 
ramificações menores, ou seja, os subgêneros

Recomendado para você

Movimentos literários
Movimentos literáriosMovimentos literários
Movimentos literários

O documento apresenta uma lista de obras de arte e artistas, como Joan Miró e Hendrick Sorgh, seguida por breves considerações sobre subjetividade e percepção. Também discute o desenvolvimento da literatura a partir da comunicação prática para a expressão de ideias e sentimentos mais profundos.

realismotrovadorismoarcadismo
Romantismo
 Romantismo Romantismo
Romantismo

1) O documento discute o significado da palavra "romântico" e como ela se aplica ao movimento artístico do século XIX e às atitudes atuais. 2) A linguagem do Romantismo buscava se conectar com os padrões de vida da burguesia de forma mais simples do que o Arcadismo. 3) Casimiro de Abreu representa a poesia bem-comportada do Romantismo brasileiro, com obras como "Meus Oito Anos".

Literatura revisão paulo_monteiro (1)
Literatura revisão paulo_monteiro (1)Literatura revisão paulo_monteiro (1)
Literatura revisão paulo_monteiro (1)

O documento apresenta trechos de dois romances do escritor brasileiro José de Alencar que descrevem as personagens Lúcia e Cecília. As personagens são retratadas como puras e em harmonia com a natureza, seguindo os padrões estéticos dos romancistas românticos brasileiros ao idealizarem personagens femininas ligadas a elementos naturais e de caráter marcado pela candura.

• Épico – compreende as composições de feitos 
heroicos de caráter lendário ou histórico de 
um povo. 
• Lírico – há expressões de sentimento, 
emoções, estados de alma. Fala-se na primeira 
pessoa (Eu). O autor fala dele, do amor que 
lhe invade o espírito.
• gênero dramático apreende a obra literária 
em verso ou prosa, mais conhecida como peça 
teatral. É feita para ser encenada por atores e 
construída de diálogos, seja eles para cinema, 
teatro ou televisão.
• Cantigas Trovadorescas 
As cantigas Trovadorescas (relativas ao 
período do Trovadorismo) podem ser 
divididas em quatro subgrupos: 
líricas – amor , amigo 
satíricas –escárnio, mal dizer
• CANTIGAS DE AMOR; 
• A cantiga é marcada pelo eu lírico masculino. 
O amor aqui baseia-se na relação vassalo/ 
(escravo de sua amada) 
• Cenário palaciano.

Recomendado para você

Estilo De éPoca
Estilo De éPocaEstilo De éPoca
Estilo De éPoca

O documento descreve os principais períodos e autores da literatura portuguesa, desde a primeira época medieval até o modernismo do século XX. Apresenta os marcos da fundação da Arcádia Lusitana no século XVIII e a publicação de obras importantes como "Os Lusíadas" no Renascimento, além dos movimentos neoclassicismo, romantismo, realismo e modernismo.

epocaestilotexto
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo

Este documento fornece um resumo das principais características do Romantismo no Brasil em três frases: 1) O Romantismo no Brasil surgiu na década de 1830 e foi inaugurado pela obra "Suspiros Poéticos e Saudades" de Gonçalves de Magalhães. 2) Os poetas românticos valorizavam o subjetivismo, a liberdade de criação, a idealização da natureza e do amor, e o escapismo através da evasão no tempo e no espaço. 3)

Revisão de literatura
Revisão de literaturaRevisão de literatura
Revisão de literatura

Este documento resume os principais movimentos literários brasileiros, desde o Romantismo até o Modernismo. Ele descreve as características e obras representativas de cada movimento, incluindo autores como Machado de Assis, Graciliano Ramos, Jorge Amado e Carlos Drummond de Andrade. O documento também analisa a Semana de Arte Moderna de 1922 e seu papel na tomada de consciência da realidade brasileira.

Cantigas de Amigo: 
São compostas por uma mulher 
apaixonada (às vezes, por um homem, 
mas com linguagem feminina). Foram o 
primeiro gênero literário a apresentar 
paralelismo entre os versos (rimas). 
Possuem tema relacionado ao amor, que 
é revelado de modo "ameno", quando 
comparado às cantigas de amor.
Cantigas de escárnio 
• Fazem uma crítica ou uma sátira indireta a 
alguém. Na maioria das vezes, eram 
compostas por trovadores que "perderam" 
suas amadas, portanto, escreviam criticando-as.
Cantigas de Maldizer: 
• Possuem o mesmo objetivo das cantigas de 
Escárnio, contudo eram diretas, identificando 
o criticado. Eram compostas por palavras e 
expressões de baixo calão, satirizando e 
criticando diretamente a pessoa.
• Estes são os quatro tipos de cantigas 
Trovadorescas, que fizeram do Trovadorismo 
o principal marco da Língua Portuguesa.

Recomendado para você

Romantismo brasil
Romantismo brasilRomantismo brasil
Romantismo brasil

1. O documento discute os principais aspectos do Romantismo brasileiro, mencionando autores como Gonçalves de Magalhães, Gonçalves Dias, Álvares de Azevedo, Casimiro de Abreu e Castro Alves. 2. Apresenta os principais gêneros literários românticos como a poesia lírica, indianista e social, bem como os romances históricos, indianistas e urbanos. 3. Destaca obras fundadoras do período como Suspiros Poéticos e S

Aula 14 eça de queiroz e o realismo
Aula 14   eça de queiroz e o realismoAula 14   eça de queiroz e o realismo
Aula 14 eça de queiroz e o realismo

O documento resume a vida e obra do escritor português Eça de Queirós, considerado o maior representante do realismo em Portugal no século XIX. Aborda sua formação e participação no movimento realista, destacando suas obras mais importantes, como a "Trilogia das Cenas de Vida Portuguesas", que criticavam os costumes da sociedade portuguesa da época através de detalhadas descrições realistas. Finaliza comentando o objetivo de Eça de desmascarar os problemas sociais de Portugal por meio de sua literatura.

Escolas Finisseculares
Escolas FinissecularesEscolas Finisseculares
Escolas Finisseculares

O documento descreve as principais escolas literárias do fim do século XIX - Decadentismo, Simbolismo e Neogarretismo. O Decadentismo surgiu na França e caracterizava-se pela busca de novas sensações intensas e pelo pessimismo. O Simbolismo também surgiu na França e abandonou a precisão descritiva em favor da sugestão. Em Portugal, essas correntes não foram tão radicais e muitos autores acabaram por ter carreiras convencionais, com exceção de alguns como António Nobre.

neogarretismosimbolismodecadentismo
• Humanismo é o nome da produção literária 
do período situado entre o final da Idade 
Média e o início da Idade Moderna. Ou seja, 
entre o século 15 e o início do 16.
• Além da produção historiográfica de Fernão 
Lopes (aproximadamente 1380-1460), esse 
período compreende a Poesia Palaciana e a 
produção teatral de Gil Vicente 
(aproximadamente 1465-1536).
• Crônica histórica 
• Fernão Lopes, considerado o introdutor da 
historiografia em Portugal, é o principal 
representante do gênero. Sua obra contém 
ironia e crítica à sociedade portuguesa.
• Essa poesia trata de assuntos da vida 
palaciana e reproduz a visão de mundo dos 
nobres e fidalgos que a produziam. O amor é 
tratado de forma mais sensual e a mulher já 
não é tão idealizada quanto no trovadorismo.

Recomendado para você

Resumo das escola literárias.
Resumo das escola literárias.Resumo das escola literárias.
Resumo das escola literárias.

O documento resume as principais escolas literárias brasileiras, incluindo Barroco, Arcadismo, Romantismo, Realismo, Parnasianismo e Simbolismo. O Barroco enfatizou o conflito interno durante a Contrarreforma Católica, enquanto o Arcadismo reagiu contra o Barroco com racionalidade e equilíbrio. O Romantismo expressou sentimentos e nacionalismo. O Realismo refletiu a sociedade de forma crítica e o Parnasianismo cultivou a perfeição estética. Finalmente,

Literatura Brasileira Historico
Literatura Brasileira  HistoricoLiteratura Brasileira  Historico
Literatura Brasileira Historico

O documento descreve o período literário Quinhentista no Brasil, abrangendo as manifestações do século XVI. Apresenta as principais obras da época, como a Carta de Pero Vaz de Caminha e as obras religiosas de José de Anchieta. Também resume os principais estilos subsequentes como Barroco, Arcadianismo e Romantismo, destacando autores e características de cada um.

Literatura - Era Nacional
Literatura - Era Nacional  Literatura - Era Nacional
Literatura - Era Nacional

O documento apresenta uma linha do tempo da literatura brasileira, dividida em períodos como Romantismo, Realismo, Modernismo e Concretismo. Ele descreve os principais marcos, características e autores de cada período, desde o século XIX até meados do século XX.

• Teatro popular 
• Pai do teatro português, Gil Vicente também foi 
músico, ator e encenador. Sua obra trata de 
muitos temas, sempre com uma abordagem 
caracterizada pela transição entre a Idade Média e 
o Renascimento. Ou seja: do pensamento 
teocêntrico (marcado por elementos de religião, 
como céu e inferno) ao humanista (marcado pelo 
antropocentrismo e racionalismo).
• Com o que ficar atento? 
• Humanismo produziu manifestação literária 
de vários gêneros: prosa, poesia e teatro.
• Classicismo - literatura produzida durante a vigência do 
Renascimento (século XVI). 
As obras literárias produzidas durante o Renascimento 
privilegiam as seguintes características: 
- Recuperação de temas da Antiguidade Clássica; 
- Perspectiva humanista; 
- Universalidade; 
- Racionalismo.
• O homem do século XVI se volta para a 
realidade concreta e acredita em sua 
capacidade de transformar e dominar o 
mundo. 
• O poema épico Os Lusíadas, de Luís de 
Camões (1525 – 1580)

Recomendado para você

Literatura Era Colonial
Literatura   Era Colonial Literatura   Era Colonial
Literatura Era Colonial

O documento apresenta uma linha do tempo da literatura de Portugal e Brasil, dividida em períodos como Idade Média, Renascimento, Barroco e Arcadismo. Cada período é caracterizado por gêneros, temas e autores representativos.

Movimentos Literários
Movimentos LiteráriosMovimentos Literários
Movimentos Literários

O documento resume as principais características do movimento literário Arcadismo no Brasil no século XVIII. O Arcadismo surgiu como uma reação ao Barroco e buscava restabelecer a simplicidade e equilíbrio da literatura renascentista. Os poetas árcades utilizavam pseudônimos pastoris e exaltavam a vida simples e em comunhão com a natureza. O documento também aborda brevemente o Barroco e o Classicismo para contextualizar o surgimento do Arcadismo.

A literatura romântica.
A literatura romântica.A literatura romântica.
A literatura romântica.

O documento fornece informações sobre um plano de aula para ensinar sobre a literatura romântica brasileira no 2o ano do ensino médio. O plano inclui objetivos, conteúdo, recursos e etapas para as aulas, com foco em oferecer uma visão geral do romantismo no Brasil, incentivar a leitura de textos literários românticos e analisar as obras lidas na forma de filmes gravados em português e inglês.

Mundo em conflito 
Homem dividido 
• Antropocentrismo Teocentrismo contrarreforma 
• (Renascimento) 
• Razão x Fé 
• Homem x Deus 
• Terra x Céu
• Cultismo 
• linguagem rebuscada 
• jogo de palavras 
• Luís de Gôngora Brasil Gregório de 
Mattos – ‘boca do inferno” 
• Conceptismo – Padre Antonio Vieira 
• jogo de ideias 
• raciocínio lógico 
• Francisco de Quevedo
Representantes e Obras : 
• Gregório de Matos: (maior poeta satírico: “boca do 
inferno”) 
Obras: Poesia lírica, satírica, filosófica e religiosa 
• Padre Antônio Vieira (sermões ) 
Obras: 
Sermão pelo bom sucesso das armas de Portugal contra as de 
Holanda (Bahia – 1640) 
Sermão da primeira dominga da Quaresma (Maranhão – 
1653)
Século das luzes 
• Arcadismo – Setecentismo – 
Neoclassicismo 
• a) poético: retorno à tradição clássica com a 
utilização dos seus modelos, e valorização da 
natureza e da mitologia. 
• b) ideológico: influenciados pela filosofia 
presente no Iluminismo, que traduz a crítica 
da burguesia culta aos abusos da nobreza e do 
clero.

Recomendado para você

3373962 literatura-aula-19-pre modernismo-brasil
3373962 literatura-aula-19-pre modernismo-brasil3373962 literatura-aula-19-pre modernismo-brasil
3373962 literatura-aula-19-pre modernismo-brasil

O documento apresenta um resumo sobre o Pré-Modernismo brasileiro, movimento literário que antecedeu a Semana de Arte Moderna de 1922. O Pré-Modernismo foi marcado pela ruptura com padrões literários do passado e pela denúncia da realidade brasileira, retratando regiões e tipos humanos marginalizados. Entre os principais autores deste período estão Euclides da Cunha, Lima Barreto, Monteiro Lobato e Graça Aranha.

Aula 08 arcadismo no brasil
Aula 08   arcadismo no brasilAula 08   arcadismo no brasil
Aula 08 arcadismo no brasil

O documento discute o Arcadismo brasileiro entre 1768 e 1836. Apresenta o contexto histórico de Minas Gerais nesse período e características do movimento literário, incluindo seus principais autores como Cláudio Manuel da Costa, Tomás Antônio Gonzaga e Basílio da Gama. Resume obras-chave do período como Cartas Chilenas, Marília de Dirceu e O Uraguai.

Literatura informativa
Literatura informativaLiteratura informativa
Literatura informativa

O documento descreve os principais estilos literários que se desenvolveram no Brasil Colonial e Imperial, incluindo a literatura informativa e de catequese dos séculos XVI-XVII, o Barroco dos séculos XVII-XVIII, o Arcadismo do século XVIII, o Romantismo dos séculos XIX, o Realismo/Naturalismo/Parnasianismo do século XIX, o Pré-Modernismo no início do século XX e o Modernismo na primeira metade do século XX.

literatura
• Termos em latim 
• O uso de expressões em latim era comum no 
neoclacisssimo. Elas estavam associados ao 
estilo de vida simples e bucólico. Conheça 
algumas delas:
• Inutilia truncat: "cortar o inútil", referência aos 
excessos cometidos pelas obras do barroco. No 
arcadismo, os poetas primavam pela simplicidade. 
• Fugere urbem: "fugir da cidade", do escritor clássico 
Horácio; 
• Locus amoenus: "lugar ameno", um refúgio ameno em 
detrimento dos centros urbanos monárquicos; 
• Carpe diem: "aproveitar a vida", o pastor, ciente da 
efemeridade do tempo, convida sua amada a 
aproveitar o momento presente. 
•
• Seus principais autores são Cláudio Manoel da 
Costa, Tomás Antônio Gonzaga, Basílio da 
Gama e Santa Rita Durão. No Brasil, o ano 
convencionado para o início do Arcadismo é 
1768, quando houve a publicação de Obras, 
do poeta Claudio Manoel da Costa
• Principais características 
• - inspiração nos modelos clássicos greco-latinos 
e renascentistas, como por exemplo, 
em O Uraguai (gênero épico), em Marília de 
Dirceu (gênero lírico) e em Cartas Chilenas 
(gênero satírico);

Recomendado para você

Trovadorismo
TrovadorismoTrovadorismo
Trovadorismo

O documento discute a literatura medieval na Europa, incluindo o trovadorismo e o humanismo. O trovadorismo surgiu como uma nova forma de expressão poética para cavaleiros e envolveu temas como o amor cortês. O humanismo marcou a transição para a valorização do ser humano e sua capacidade intelectual. Ambos os movimentos influenciaram o desenvolvimento das línguas românicas e da literatura nessas línguas.

Romantismo.
Romantismo.Romantismo.
Romantismo.

O documento resume o Romantismo no Brasil, abordando suas principais características, como o nacionalismo e o uso da língua portuguesa. Também discute as três gerações românticas e seus principais representantes, como Gonçalves Dias, Álvares de Azevedo e Castro Alves. Por fim, apresenta os principais gêneros românticos no Brasil, como a poesia indianista, o romance regionalista e o romance urbano.

romantismonobrasilromantismoliteratura
literatura
literaturaliteratura
literatura

O documento resume os principais estilos literários e movimentos artísticos brasileiros, começando pela visão apolínea e dionísica de Nietzsche e passando pelo Quinhentismo, Barroco, Arcadismo, Romantismo, Realismo, Simbolismo até chegar ao Modernismo.

• “Minha bela, Marília, tudo passa; 
A sorte desse mundo é mal segura; 
• “Minha bela, Marília, tudo passa; 
A sorte desse mundo é mal segura; 
• [...] 
• Prendamo-nos, Marília, em laço estreito, 
Gozemos do prazer de são amores.” 
• [...] 
• Prendamo-nos, Marília, em laço estreito, 
Gozemos do prazer de são amores.”
Poesia Romântica: 
• A poesia romântica está dividida em três 
gerações. 
• Primeira Geração – Nacionalista ou Indianista. 
• Gonçalves de Magalhães – Suspiros Poéticos e 
Saudades. Introduz o Romantismo no Brasil. 
• Gonçalves Dias – I – Juca Pirama, Canção do 
Exílio (patriótico).
Segunda Geração: Ultra-Romântica, Mal-do- 
Século, Byroniana. 
• Tédio; 
• Morte; 
• Amor Idealizado 
• Álvares de Azevedo – Lira dos Vinte Anos; 
Noite na Taverna. 
 Caract.: Medo do amor, pessimismo, dúvida, 
tédio.
• Casimiro de Abreu – Meus Oito Anos, Primaveras. 
Caract.: Inquietações amorosas adolescentes, amor 
negaceado, infância e pátria vistas com saudosismo. 
Fagundes Varela – Cântico do Calvário. 
Caract.: Oscilação entre o mal-do-século e a temática 
social. 
Junqueira Freire – Inspirações do Claustro. 
(Valor autobiográfico – inadaptação á vida sacerdotal)

Recomendado para você

Linha de tempo 1
Linha de tempo 1Linha de tempo 1
Linha de tempo 1

O documento discute a literatura ao longo dos períodos literários, definindo conceitos como escola literária, gêneros, características e obras representativas de cada período literário, desde a Era Medieval até a Moderna em Portugal e no Brasil.

Linha de tempo
Linha de tempo Linha de tempo
Linha de tempo

O documento discute a literatura ao longo dos períodos literários, definindo conceitos como escola literária, gêneros, características e principais autores de cada período literário, desde a Era Medieval até a Moderna em Portugal e no Brasil.

Escolas literrias-enem-141024091225-conversion-gate01
Escolas literrias-enem-141024091225-conversion-gate01Escolas literrias-enem-141024091225-conversion-gate01
Escolas literrias-enem-141024091225-conversion-gate01

O documento discute as principais escolas literárias ao longo da história, dividindo-as por época e características. Apresenta os principais movimentos como Trovadorismo, Humanismo, Renascimento, Barroco, Arcadismo, Romantismo, Realismo e contemporâneos. Detalha as características de cada um, incluindo estilos, temas e autores representativos.

Terceira Geração: Condoreira: poesia 
político-social. 
• Castro Alves – O Navio Negreiro, Espumas 
Flutuantes. 
 Caract.: Poesia condoreira, humanitária, 
defesa de causas sociais e abolicionistas, amor 
erótico, realizado.
A Prosa Romântica 
• A Moreninha, de 
Joaquim Manuel de 
Macedo, publicado 
em 1844 é 
considerado o 
primeiro romance 
romântico brasileiro.
• ROMANCES URBANOS – retratam a vida dos 
centros urbanos da época. 
• ROMANCES INDIANISTAS – refletem o 
nacionalismo. 
• ROMANCES REGIONALISTAS – mostram 
peculiaridades do todo que era constituído o 
Brasil. 
• ROMANCES HISTÓRICOS – retratam fatos 
históricos importantes na formação do nosso 
país
Bernardo de Guimarães – A escrava Isaura. 
Estrutura de folhetim, temática abolicionista é 
pretexto para típica história romântica. 
Visconde de Taunay – A retirada de Laguna, 
Inocência. 
Descritivismo de detalhes e paisagens, romance 
sertanista com “acessórios” realistas. 
Manuel Antônio de Almeida – Memória de um 
sargento de milícias. 
Narrativa de costumes, obra pré-realista, humor, 
enfoque às camadas populares.

Recomendado para você

Romantismo português
Romantismo portuguêsRomantismo português
Romantismo português

O documento discute o Romantismo em Portugal e como ele refletiu as mudanças políticas, econômicas e sociais trazidas pelas Revoluções Francesa e Industrial na Europa do século XVIII. O Romantismo foi introduzido em Portugal por Almeida Garrett através da publicação de Camões em 1825, que apresentou características como versos decassílabos brancos e temas de nostalgia e melancolia típicos do movimento. Posteriormente, outros autores como João de Deus aprofundaram as características românticas na liter

Literatura revisão
Literatura   revisãoLiteratura   revisão
Literatura revisão

O documento resume as principais escolas literárias estudadas no 1o ano: Trovadorismo, Humanismo, Classicismo, Barroco e Arcadismo. Ele descreve os períodos históricos, características e exemplos de cada escola, incluindo gêneros literários, temas e autores importantes.

Autores e Obras do Romantismo brasileiro.pdf
Autores e Obras do Romantismo brasileiro.pdfAutores e Obras do Romantismo brasileiro.pdf
Autores e Obras do Romantismo brasileiro.pdf

O documento além de conter a maioria dos autores e obras do Romantismo brasileiro, também explica várias das características desse período literário e como eles estão presentes nas obras desses importantes autores.

Revisão

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Revisão – literatura
Revisão – literatura Revisão – literatura
Revisão – literatura
Maria Glalcy Fequetia Dalcim
 
LITERATURA: ESCOLAS LITERÁRIAS
LITERATURA: ESCOLAS LITERÁRIASLITERATURA: ESCOLAS LITERÁRIAS
LITERATURA: ESCOLAS LITERÁRIAS
Amelia Barros
 
Movimentos literários
Movimentos literáriosMovimentos literários
Movimentos literários
Nataly Silva
 
Movimentos literários
Movimentos literáriosMovimentos literários
Movimentos literários
Ronaldo Assis
 
Romantismo
 Romantismo Romantismo
Romantismo
Bárbara Hellen
 
Literatura revisão paulo_monteiro (1)
Literatura revisão paulo_monteiro (1)Literatura revisão paulo_monteiro (1)
Literatura revisão paulo_monteiro (1)
paulomonteiropimpao
 
Estilo De éPoca
Estilo De éPocaEstilo De éPoca
Estilo De éPoca
Mara Virginia
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
NAPNE
 
Revisão de literatura
Revisão de literaturaRevisão de literatura
Revisão de literatura
CrisBiagio
 
Romantismo brasil
Romantismo brasilRomantismo brasil
Romantismo brasil
rafabebum
 
Aula 14 eça de queiroz e o realismo
Aula 14   eça de queiroz e o realismoAula 14   eça de queiroz e o realismo
Aula 14 eça de queiroz e o realismo
Jonatas Carlos
 
Escolas Finisseculares
Escolas FinissecularesEscolas Finisseculares
Escolas Finisseculares
Antónia Mancha
 
Resumo das escola literárias.
Resumo das escola literárias.Resumo das escola literárias.
Resumo das escola literárias.
Ajudar Pessoas
 
Literatura Brasileira Historico
Literatura Brasileira  HistoricoLiteratura Brasileira  Historico
Literatura Brasileira Historico
guest4d131d
 
Literatura - Era Nacional
Literatura - Era Nacional  Literatura - Era Nacional
Literatura - Era Nacional
CrisBiagio
 
Literatura Era Colonial
Literatura   Era Colonial Literatura   Era Colonial
Literatura Era Colonial
CrisBiagio
 
Movimentos Literários
Movimentos LiteráriosMovimentos Literários
Movimentos Literários
Gabriel Andrade
 
A literatura romântica.
A literatura romântica.A literatura romântica.
A literatura romântica.
Vanuza Duarte
 
3373962 literatura-aula-19-pre modernismo-brasil
3373962 literatura-aula-19-pre modernismo-brasil3373962 literatura-aula-19-pre modernismo-brasil
3373962 literatura-aula-19-pre modernismo-brasil
William Marques
 
Aula 08 arcadismo no brasil
Aula 08   arcadismo no brasilAula 08   arcadismo no brasil
Aula 08 arcadismo no brasil
Jonatas Carlos
 

Mais procurados (20)

Revisão – literatura
Revisão – literatura Revisão – literatura
Revisão – literatura
 
LITERATURA: ESCOLAS LITERÁRIAS
LITERATURA: ESCOLAS LITERÁRIASLITERATURA: ESCOLAS LITERÁRIAS
LITERATURA: ESCOLAS LITERÁRIAS
 
Movimentos literários
Movimentos literáriosMovimentos literários
Movimentos literários
 
Movimentos literários
Movimentos literáriosMovimentos literários
Movimentos literários
 
Romantismo
 Romantismo Romantismo
Romantismo
 
Literatura revisão paulo_monteiro (1)
Literatura revisão paulo_monteiro (1)Literatura revisão paulo_monteiro (1)
Literatura revisão paulo_monteiro (1)
 
Estilo De éPoca
Estilo De éPocaEstilo De éPoca
Estilo De éPoca
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
 
Revisão de literatura
Revisão de literaturaRevisão de literatura
Revisão de literatura
 
Romantismo brasil
Romantismo brasilRomantismo brasil
Romantismo brasil
 
Aula 14 eça de queiroz e o realismo
Aula 14   eça de queiroz e o realismoAula 14   eça de queiroz e o realismo
Aula 14 eça de queiroz e o realismo
 
Escolas Finisseculares
Escolas FinissecularesEscolas Finisseculares
Escolas Finisseculares
 
Resumo das escola literárias.
Resumo das escola literárias.Resumo das escola literárias.
Resumo das escola literárias.
 
Literatura Brasileira Historico
Literatura Brasileira  HistoricoLiteratura Brasileira  Historico
Literatura Brasileira Historico
 
Literatura - Era Nacional
Literatura - Era Nacional  Literatura - Era Nacional
Literatura - Era Nacional
 
Literatura Era Colonial
Literatura   Era Colonial Literatura   Era Colonial
Literatura Era Colonial
 
Movimentos Literários
Movimentos LiteráriosMovimentos Literários
Movimentos Literários
 
A literatura romântica.
A literatura romântica.A literatura romântica.
A literatura romântica.
 
3373962 literatura-aula-19-pre modernismo-brasil
3373962 literatura-aula-19-pre modernismo-brasil3373962 literatura-aula-19-pre modernismo-brasil
3373962 literatura-aula-19-pre modernismo-brasil
 
Aula 08 arcadismo no brasil
Aula 08   arcadismo no brasilAula 08   arcadismo no brasil
Aula 08 arcadismo no brasil
 

Semelhante a Revisão

Literatura informativa
Literatura informativaLiteratura informativa
Literatura informativa
Solrac Solrac
 
Trovadorismo
TrovadorismoTrovadorismo
Trovadorismo
elenir duarte dias
 
Romantismo.
Romantismo.Romantismo.
Romantismo.
Lara Lídia
 
literatura
literaturaliteratura
literatura
Carol Cerqueira
 
Linha de tempo 1
Linha de tempo 1Linha de tempo 1
Linha de tempo
Linha de tempo Linha de tempo
Escolas literrias-enem-141024091225-conversion-gate01
Escolas literrias-enem-141024091225-conversion-gate01Escolas literrias-enem-141024091225-conversion-gate01
Escolas literrias-enem-141024091225-conversion-gate01
Ma_rcia
 
Romantismo português
Romantismo portuguêsRomantismo português
Romantismo português
Karen Olivan
 
Literatura revisão
Literatura   revisãoLiteratura   revisão
Literatura revisão
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Autores e Obras do Romantismo brasileiro.pdf
Autores e Obras do Romantismo brasileiro.pdfAutores e Obras do Romantismo brasileiro.pdf
Autores e Obras do Romantismo brasileiro.pdf
MarianaSantosdaSilva8
 
Romantismo - poesia - brasil
Romantismo - poesia - brasilRomantismo - poesia - brasil
Romantismo - poesia - brasil
Josi Motta
 
3º-ano-Literatura-material-complementar-Escolas-Literárias-Linha-do-Tempo-sem...
3º-ano-Literatura-material-complementar-Escolas-Literárias-Linha-do-Tempo-sem...3º-ano-Literatura-material-complementar-Escolas-Literárias-Linha-do-Tempo-sem...
3º-ano-Literatura-material-complementar-Escolas-Literárias-Linha-do-Tempo-sem...
mariaArajo934492
 
Trovadorismo classicismo
Trovadorismo classicismoTrovadorismo classicismo
Trovadorismo classicismo
Lidiane Rodrigues
 
Revisão – literatura II
Revisão – literatura IIRevisão – literatura II
Revisão – literatura II
Maria Glalcy Fequetia Dalcim
 
Ideologia mais escolas literarias
Ideologia mais  escolas literariasIdeologia mais  escolas literarias
Ideologia mais escolas literarias
Uniesp
 
“O Romantismo olha o mundo de forma apaixonada e ideal”
“O Romantismo olha o mundo de forma apaixonada e ideal”“O Romantismo olha o mundo de forma apaixonada e ideal”
“O Romantismo olha o mundo de forma apaixonada e ideal”
Thalita Dias
 
Resumo Literatura
Resumo LiteraturaResumo Literatura
Resumo Literatura
Larissa Lima
 
Aula 3_Trovadorismo.pptx
Aula 3_Trovadorismo.pptxAula 3_Trovadorismo.pptx
Aula 3_Trovadorismo.pptx
Prfª Flávia
 
Realismo e naturalismo no brasil completo
Realismo e naturalismo no brasil completoRealismo e naturalismo no brasil completo
Realismo e naturalismo no brasil completo
lucasmota251
 
Escola literaria.ppt
Escola literaria.pptEscola literaria.ppt
Escola literaria.ppt
GrazielaLima12
 

Semelhante a Revisão (20)

Literatura informativa
Literatura informativaLiteratura informativa
Literatura informativa
 
Trovadorismo
TrovadorismoTrovadorismo
Trovadorismo
 
Romantismo.
Romantismo.Romantismo.
Romantismo.
 
literatura
literaturaliteratura
literatura
 
Linha de tempo 1
Linha de tempo 1Linha de tempo 1
Linha de tempo 1
 
Linha de tempo
Linha de tempo Linha de tempo
Linha de tempo
 
Escolas literrias-enem-141024091225-conversion-gate01
Escolas literrias-enem-141024091225-conversion-gate01Escolas literrias-enem-141024091225-conversion-gate01
Escolas literrias-enem-141024091225-conversion-gate01
 
Romantismo português
Romantismo portuguêsRomantismo português
Romantismo português
 
Literatura revisão
Literatura   revisãoLiteratura   revisão
Literatura revisão
 
Autores e Obras do Romantismo brasileiro.pdf
Autores e Obras do Romantismo brasileiro.pdfAutores e Obras do Romantismo brasileiro.pdf
Autores e Obras do Romantismo brasileiro.pdf
 
Romantismo - poesia - brasil
Romantismo - poesia - brasilRomantismo - poesia - brasil
Romantismo - poesia - brasil
 
3º-ano-Literatura-material-complementar-Escolas-Literárias-Linha-do-Tempo-sem...
3º-ano-Literatura-material-complementar-Escolas-Literárias-Linha-do-Tempo-sem...3º-ano-Literatura-material-complementar-Escolas-Literárias-Linha-do-Tempo-sem...
3º-ano-Literatura-material-complementar-Escolas-Literárias-Linha-do-Tempo-sem...
 
Trovadorismo classicismo
Trovadorismo classicismoTrovadorismo classicismo
Trovadorismo classicismo
 
Revisão – literatura II
Revisão – literatura IIRevisão – literatura II
Revisão – literatura II
 
Ideologia mais escolas literarias
Ideologia mais  escolas literariasIdeologia mais  escolas literarias
Ideologia mais escolas literarias
 
“O Romantismo olha o mundo de forma apaixonada e ideal”
“O Romantismo olha o mundo de forma apaixonada e ideal”“O Romantismo olha o mundo de forma apaixonada e ideal”
“O Romantismo olha o mundo de forma apaixonada e ideal”
 
Resumo Literatura
Resumo LiteraturaResumo Literatura
Resumo Literatura
 
Aula 3_Trovadorismo.pptx
Aula 3_Trovadorismo.pptxAula 3_Trovadorismo.pptx
Aula 3_Trovadorismo.pptx
 
Realismo e naturalismo no brasil completo
Realismo e naturalismo no brasil completoRealismo e naturalismo no brasil completo
Realismo e naturalismo no brasil completo
 
Escola literaria.ppt
Escola literaria.pptEscola literaria.ppt
Escola literaria.ppt
 

Revisão

  • 1. REVISÃO DE LITERATURA • PROFESSORA :Mª Rosinete dos Santos Bif
  • 2. Textos literários e textos não literários Textos não literários: Denotativo – exemplos as notícias, os artigos jornalísticos, os textos didáticos, os verbetes de dicionários e enciclopédias, as propagandas publicitárias, os textos científicos, as receitas culinárias, os manuais, etc.
  • 3. • No texto literário, o vocabulário bem selecionado transmite sensibilidade ao leitor. • O texto é rico de simbologia e de beleza artística. • CONOTATIVO • exemplos de textos literários o conto, o poema, o romance, peças de teatro, novelas e crônicas.
  • 4. • gêneros literários Todos os gêneros, porém, partem de uma classificação padrão, adotada desde a Antiguidade: narrativo ou épico; lírico e dramático. Deste tronco principal partem as ramificações menores, ou seja, os subgêneros
  • 5. • Épico – compreende as composições de feitos heroicos de caráter lendário ou histórico de um povo. • Lírico – há expressões de sentimento, emoções, estados de alma. Fala-se na primeira pessoa (Eu). O autor fala dele, do amor que lhe invade o espírito.
  • 6. • gênero dramático apreende a obra literária em verso ou prosa, mais conhecida como peça teatral. É feita para ser encenada por atores e construída de diálogos, seja eles para cinema, teatro ou televisão.
  • 7. • Cantigas Trovadorescas As cantigas Trovadorescas (relativas ao período do Trovadorismo) podem ser divididas em quatro subgrupos: líricas – amor , amigo satíricas –escárnio, mal dizer
  • 8. • CANTIGAS DE AMOR; • A cantiga é marcada pelo eu lírico masculino. O amor aqui baseia-se na relação vassalo/ (escravo de sua amada) • Cenário palaciano.
  • 9. Cantigas de Amigo: São compostas por uma mulher apaixonada (às vezes, por um homem, mas com linguagem feminina). Foram o primeiro gênero literário a apresentar paralelismo entre os versos (rimas). Possuem tema relacionado ao amor, que é revelado de modo "ameno", quando comparado às cantigas de amor.
  • 10. Cantigas de escárnio • Fazem uma crítica ou uma sátira indireta a alguém. Na maioria das vezes, eram compostas por trovadores que "perderam" suas amadas, portanto, escreviam criticando-as.
  • 11. Cantigas de Maldizer: • Possuem o mesmo objetivo das cantigas de Escárnio, contudo eram diretas, identificando o criticado. Eram compostas por palavras e expressões de baixo calão, satirizando e criticando diretamente a pessoa.
  • 12. • Estes são os quatro tipos de cantigas Trovadorescas, que fizeram do Trovadorismo o principal marco da Língua Portuguesa.
  • 13. • Humanismo é o nome da produção literária do período situado entre o final da Idade Média e o início da Idade Moderna. Ou seja, entre o século 15 e o início do 16.
  • 14. • Além da produção historiográfica de Fernão Lopes (aproximadamente 1380-1460), esse período compreende a Poesia Palaciana e a produção teatral de Gil Vicente (aproximadamente 1465-1536).
  • 15. • Crônica histórica • Fernão Lopes, considerado o introdutor da historiografia em Portugal, é o principal representante do gênero. Sua obra contém ironia e crítica à sociedade portuguesa.
  • 16. • Essa poesia trata de assuntos da vida palaciana e reproduz a visão de mundo dos nobres e fidalgos que a produziam. O amor é tratado de forma mais sensual e a mulher já não é tão idealizada quanto no trovadorismo.
  • 17. • Teatro popular • Pai do teatro português, Gil Vicente também foi músico, ator e encenador. Sua obra trata de muitos temas, sempre com uma abordagem caracterizada pela transição entre a Idade Média e o Renascimento. Ou seja: do pensamento teocêntrico (marcado por elementos de religião, como céu e inferno) ao humanista (marcado pelo antropocentrismo e racionalismo).
  • 18. • Com o que ficar atento? • Humanismo produziu manifestação literária de vários gêneros: prosa, poesia e teatro.
  • 19. • Classicismo - literatura produzida durante a vigência do Renascimento (século XVI). As obras literárias produzidas durante o Renascimento privilegiam as seguintes características: - Recuperação de temas da Antiguidade Clássica; - Perspectiva humanista; - Universalidade; - Racionalismo.
  • 20. • O homem do século XVI se volta para a realidade concreta e acredita em sua capacidade de transformar e dominar o mundo. • O poema épico Os Lusíadas, de Luís de Camões (1525 – 1580)
  • 21. Mundo em conflito Homem dividido • Antropocentrismo Teocentrismo contrarreforma • (Renascimento) • Razão x Fé • Homem x Deus • Terra x Céu
  • 22. • Cultismo • linguagem rebuscada • jogo de palavras • Luís de Gôngora Brasil Gregório de Mattos – ‘boca do inferno” • Conceptismo – Padre Antonio Vieira • jogo de ideias • raciocínio lógico • Francisco de Quevedo
  • 23. Representantes e Obras : • Gregório de Matos: (maior poeta satírico: “boca do inferno”) Obras: Poesia lírica, satírica, filosófica e religiosa • Padre Antônio Vieira (sermões ) Obras: Sermão pelo bom sucesso das armas de Portugal contra as de Holanda (Bahia – 1640) Sermão da primeira dominga da Quaresma (Maranhão – 1653)
  • 24. Século das luzes • Arcadismo – Setecentismo – Neoclassicismo • a) poético: retorno à tradição clássica com a utilização dos seus modelos, e valorização da natureza e da mitologia. • b) ideológico: influenciados pela filosofia presente no Iluminismo, que traduz a crítica da burguesia culta aos abusos da nobreza e do clero.
  • 25. • Termos em latim • O uso de expressões em latim era comum no neoclacisssimo. Elas estavam associados ao estilo de vida simples e bucólico. Conheça algumas delas:
  • 26. • Inutilia truncat: "cortar o inútil", referência aos excessos cometidos pelas obras do barroco. No arcadismo, os poetas primavam pela simplicidade. • Fugere urbem: "fugir da cidade", do escritor clássico Horácio; • Locus amoenus: "lugar ameno", um refúgio ameno em detrimento dos centros urbanos monárquicos; • Carpe diem: "aproveitar a vida", o pastor, ciente da efemeridade do tempo, convida sua amada a aproveitar o momento presente. •
  • 27. • Seus principais autores são Cláudio Manoel da Costa, Tomás Antônio Gonzaga, Basílio da Gama e Santa Rita Durão. No Brasil, o ano convencionado para o início do Arcadismo é 1768, quando houve a publicação de Obras, do poeta Claudio Manoel da Costa
  • 28. • Principais características • - inspiração nos modelos clássicos greco-latinos e renascentistas, como por exemplo, em O Uraguai (gênero épico), em Marília de Dirceu (gênero lírico) e em Cartas Chilenas (gênero satírico);
  • 29. • “Minha bela, Marília, tudo passa; A sorte desse mundo é mal segura; • “Minha bela, Marília, tudo passa; A sorte desse mundo é mal segura; • [...] • Prendamo-nos, Marília, em laço estreito, Gozemos do prazer de são amores.” • [...] • Prendamo-nos, Marília, em laço estreito, Gozemos do prazer de são amores.”
  • 30. Poesia Romântica: • A poesia romântica está dividida em três gerações. • Primeira Geração – Nacionalista ou Indianista. • Gonçalves de Magalhães – Suspiros Poéticos e Saudades. Introduz o Romantismo no Brasil. • Gonçalves Dias – I – Juca Pirama, Canção do Exílio (patriótico).
  • 31. Segunda Geração: Ultra-Romântica, Mal-do- Século, Byroniana. • Tédio; • Morte; • Amor Idealizado • Álvares de Azevedo – Lira dos Vinte Anos; Noite na Taverna.  Caract.: Medo do amor, pessimismo, dúvida, tédio.
  • 32. • Casimiro de Abreu – Meus Oito Anos, Primaveras. Caract.: Inquietações amorosas adolescentes, amor negaceado, infância e pátria vistas com saudosismo. Fagundes Varela – Cântico do Calvário. Caract.: Oscilação entre o mal-do-século e a temática social. Junqueira Freire – Inspirações do Claustro. (Valor autobiográfico – inadaptação á vida sacerdotal)
  • 33. Terceira Geração: Condoreira: poesia político-social. • Castro Alves – O Navio Negreiro, Espumas Flutuantes.  Caract.: Poesia condoreira, humanitária, defesa de causas sociais e abolicionistas, amor erótico, realizado.
  • 34. A Prosa Romântica • A Moreninha, de Joaquim Manuel de Macedo, publicado em 1844 é considerado o primeiro romance romântico brasileiro.
  • 35. • ROMANCES URBANOS – retratam a vida dos centros urbanos da época. • ROMANCES INDIANISTAS – refletem o nacionalismo. • ROMANCES REGIONALISTAS – mostram peculiaridades do todo que era constituído o Brasil. • ROMANCES HISTÓRICOS – retratam fatos históricos importantes na formação do nosso país
  • 36. Bernardo de Guimarães – A escrava Isaura. Estrutura de folhetim, temática abolicionista é pretexto para típica história romântica. Visconde de Taunay – A retirada de Laguna, Inocência. Descritivismo de detalhes e paisagens, romance sertanista com “acessórios” realistas. Manuel Antônio de Almeida – Memória de um sargento de milícias. Narrativa de costumes, obra pré-realista, humor, enfoque às camadas populares.