SlideShare uma empresa Scribd logo
Resumo CURSO REFORMA INTIMA
A REFORMA INTIMA EM 6 PASSOS:
01- O QUE É ? Processo continuo de autoconhecimento, conhecimento
de nossa intimidade espiritual – REFORMA DO NOSSO EU, reforma que
fazemos no nosso mundo interno.
-ATO DE BUSCAR-SE ATRAVÉS DA ELEVAÇÃO MORAL
-MUDANÇA PARA MELHOR, elevando-se na condição humana, deixando
de ser uma VITIMA das circunstancias da vida,
-É tomarmos CONSCIENCIA dos nossos defeitos e também VIRTUDES,
-TRANSFORMAÇÃO do HOMEM VELHO no HOMEM DE BEM
-AK-LE-918 – O verdadeiro HOMEM DE BEM é aquele que pratica a LEI DE
JUSTIÇA, AMOR E CARIDADE na sua mais completa pureza,
-SE INTERROGAR SUA CONSCIÊNCIA, sobre atos praticados,
PERGUNTARÁ se não VIOLOU ESSA LEI, se não COMETEU NENHUM
MAL, se FEZ TODO BEM QUE PODIA, se ninguém teve queixas sobre ele.
-Enfim, se fez para os outros tudo o QUE QUERIA QUE LHE FIZESSEM.
-É QUESTIONAR-SE: FUI MELHOR HOJE DO QUE ONTEM?
02- POR QUE DA REFORMA INTIMA?
-É um meio de nos libertarmos de nossas IMPERFEIÇÕES fazendo este
trabalho de burilamento interno. A nossa reforma interna...
-CAP.7-ESSE – RECONHECE-SE O VERDADEIRO ESPIRITA pela sua
transformação moral – quando falamos em transformação moral dizemos
que se reconhece o HOMEM DE VALOR pela sua CONTINUA
RENOVAÇÃO MORAL e ESFORÇOS que faz no sentido de anular suas
tendências negativas.
-Não se trata esforço físico, mas firme CONTENÇÃO do espírito.
-ESFORÇO quer dizer CONTINUIDADE – PERSISTENCIA em face das
dificuldades
-Em tudo há que se ter vontade, persistência, paciência e disciplina, pois
EVOLUÇÃO REQUER QUE USEMOS ESTAS FERRAMENTAS.
-Uma pessoa tenta atravessar um RIO cheio de pedras sem CONSIDERAR
SUA CAPACIDADE FISICA.
-Se tem BOM SENSO ira ANALISAR as condições da correnteza, onde se
localizam as pedras, antes de pular, bem como, se TERA FORÇAS para
chegar ate a outra margem...
Complemento 02 – POR QUE DA REFORMA INTIMA
-Um homem poderá realizar tarefas INIMAGINAVEIS se tiver
FORÇA DE VONTADE E DETERMINAÇÃO.
-Mas antes de empreender qualquer tarefa, devera
PREPARAR-SE ADEQUADAMENTE, como alguém que
conhece as próprias LIMITAÇÕES e tenta SUPERÁ-LAS.
-O PREPARO FISICO, MORAL ou ESPIRITUAL para fazer
frente aos obstáculos e DESAFIOS resulta de um profundo
CONHECIMENTO DE SI MESMO.
-Reconhecer as próprias fraquezas é portanto uma qualidade
fundamental para o homem sensato.
-É necessário conhecer os pontos fracos para fortalecê-los.
Perceber onde se deve melhorar, avaliando os desafios
concretamente e lutando para enfrentá-los adequadamente
preparado.
03- PARA QUE A REFORMA INTIMA?
Para transformar o homem e a partir dele, toda a humanidade, ainda tão distante
das vivencias espirituais.
A MEDICINA terrena trata das enfermidades do CF, e o medico tem o papel de
nos escutar, analisar, fazer exames, recomendando-nos um tratamento.
Ex. homem 50anos- fortes dores abdominais- medido realizou exames- cirrose
hepática – doença do fígado por ingestão excessiva bebida alcoólica.
RECEITA: medicamentos, caminhadas, PARAR DE BEBER.
 O MÉDICO PERGUNTA: tomou os remédios? Sim / fez caminhadas – 5km
todos dias/ PAROU BEBER? NÃO,CONTINUA DOENDO.
Sabemos que a CASA ESPIRITA assim como o medico, tem
o papel de nos escutar, orientar, consolar, sobretudo,
RECOMENDANDO que MUDEMOS DE ATITUDES , nos
oferecendo também TRATAMENTOS como: fluido, passe
mediúnico, mesa mediúnica, cursos, palestras..
NÃO ADIANTA fazermos tratamentos se NÃO
MODIFICARMOS nossas posturas perante a vida e as
pessoas.
CONCLUSÃO:
O médico dá o remédio, o Espiritismo trás alivio para nossa
ALMA, mas quem realmente FAZ ALGO POR SI PROPRIO é a
pessoa...
-PARA HAVER MELHORA CUMPRE QUE FAÇAMOS A NOSSA
PARTE MUDANDO NOSSAS TENDENCIAS NEGATIVAS, ou
ficaremos indefinidamente tomando remédios, realizando
caminhadas, fazendo academia, tomando passes.
Ex: Não adianta a gente caminhar, se exercitar SE NÃO
CUIDAR DA ALIMENTAÇÃO, dos nossos pensamentos,
nossas emoções, investindo na nossa AUTOESTIMA..
Ou frequentar a casa Espirita, tomar passes, e ficar
mentindo, traindo, ofendendo as pessoas do nosso convívio.
PIOR MENTIRA É AQUELA QUE CONTAMOS PARA NÓS PROPRIOS.
06- COMO FAZER A REFORMA INTIMA?
-Um dos meios mais eficazes ainda é o ingresso numa ESCOLA DE
APRENDIZES DO EVANGELHO, ou curso de REFORMA INTIMA, cujo
objetivo central é exatamente este – nosso aprimoramento.
Com a devida orientação, dentro de um regime disciplinar, apoiados pelo
próprio grupo e pela cobertura do plano espiritual, conseguimos vencer
as barreiras de tão nobre empreendimento
. Dai em diante o trabalho continua de modo progressivo, porem , com
MAIOR ENTUSIASMO e DISPOSIÇÃO.
= Outra maneira de fazermos nossa REFORMA INTIMA é começarmos a
REALIZAR atos isolados no nosso dia a dai, levando-nos a melhorar
nossas atitudes, alterando para melhor nossa conduta..
Podemos começar pela AUTOCRITICA POSITIVA de nós mesmos – que é
a capacidade de olharmos para nos mesmos, observando nossos
defeitos , bem como, qualidades, TOMANDO A DECISÃO DE MUDARMOS
NOSSO proceder.
Temos que pautar nossa vida dentro da regra universal da conduta:
FAZER AOS OUTROS O QUE GOSTARIAMOS QUE NOS FIZESSEM.
-Outra forma de fazermos nossa REFORMA INTIMA :
-AUTOAVALIAÇÃO diária que nos faça REFLETIR sobre
aquilo que temos que melhorar em nós..
- SE EU NÃO ME AMO, COMO POSSO ME TORNAR UMA
PESSOA MELHOR ?
O processo de autoconhecimento começa pela busca de
uma AUTO ESTIMA ELEVADA (buscar boas atitudes, bons
pensamentos, ser melhor do que somos, e não somente
viver para combater nossos defeitos que geram dor e
sofrimento.
A CASA ESPIRITA nos oferece ferramentas necessárias
para nossa REFORMA INTIMA. – cabe a cada um de nós
aproveitar os ensinamentos da Doutrina para colocar em
pratica aquilo que aprendemos.
Segundo KARDEC - A base das características do
verdadeiro Espirita: VIVENCIA – APLICAÇÃO –
EXEMPLIFICAÇÃO E TRANSFORMAÇÃO.
AULA NR 02 - AUTOCONHECIMENTO –
A BASE PARA A REFORMA ÍNTIMA É O AUTOCONHECIMENTO, QUANTO
MAIS NOS CONHECERMOS MAIORES A CHANCES DE CONSEGUIRMOS
NOS TRANSFORMAR !
Em LE 919 - CONHECIMENTO DE SI MESMO, à pergunta 919:
QUAL O MEIO MAIS PRÁTICO E EFICAZ QUE TEM O HOMEM DE SE
MELHORAR NESTA VIDA E DE RESISTIR A ATRAÇÃO DO MAL ?
=Um Sábio vo-lo disse: “ CONHECE-TE A TI MESMO” há 470AC
= Templo Deus APOLO cidade Delfos => SOCRATES tinha por lema essa
inscrição – seu interesse era instigar nas pessoas a REFLEXÃO, voltar para
si mesmo, repensando seu conceito de vida e de mundo –frequentava as
PRAÇAS E MERCADOS onde ficavam artesãos, cortesão, flautistas ferreiros,
sapateiros e questionava:
= VOCE SABE O QUE DIZ? CONHECE DE FATO AQUILO QUE
ACREDITA?Os ATENIENSES ficavam atônitos, irritados pois não sabiam
responder ,nunca tinham parado para pensar sobre isso..
SOCRATES respondia : tudo o que sei é que nada sei.
= PILOTO AUTOMATICO
-Estamos constantemente seguindo nossos IMPULSOS, ignorando suas
origens, dando vazão a um sem nr de emoções muitas vezes, descontroladas,
antipatias, repulsas, pensamentos contraditórios...
-NÃO PENSAMOS SE VAMOS FERIR, MAGOAR, OFENDER...porque o que
importa SOMOS NÓS e nossas vontades (EGOISMO) – provocando
REAÇÕES VIOLENTAS E EXPLOSIVAS DAS PESSOAS – AÇÃO E
REAÇÃO.
- VEMOS O DEFEITO ALHEIO, MAS NÃO ENXERGAMOS OS NOSSOS
PROPRIOS- ESTAMOS SEMPRE JUSTIFICANDO NOSSAS FALTAS E
ERROS.
SANTO AGOSTINHO – complementa na questão 919ª – oferecendo
resultado de sua própria experiência: FAZEI O QUE EU FAZIA QUANDO
VIVI NA TERRA: ao fim de cada dia interrogava minha consciência,
passava em revista tudo o que havia feito e me perguntava a mim mesmo
se não tinha faltado ao cumprimento de algum dever e, se ninguém teria
motivos para se queixar de mim. Foi assim que cheguei a ME CONHECER
e VER O QUE EM MIM NECESSITAVA DE REFORMA.
-Um pouco da vida de SANTO AGOSTINHO
-Nasceu em Tagaste 354 , norte da Africa, pagão e
materialista. Levava uma vida de prazeres
mundanos.
Conversão – foi uma longa caminhada e luta para
transformar seu coração, mas no mês de agosto de
386, meditando no jardim, ouve uma voz de criança
que diz: TOLLE ET LEGE – toma e Lê e tomando as
cartas de SP lê: não é nos prazeres da vida, mas em
seguir Cristo que se encontra a felicidade.
As duvidas se dissipam e é neste momento que
culmina todo o processo de sua conversão.
Encontrando Deus no coração achou a felicidade, a
paz e a verdade que procurava.
Resumo CURSO REFORMA INTIMA
O CONHECER-SE NO CONVÍVIO COM O PRÓXIMO – 30/05/17
= É através dos relacionamentos que estamos constantemente aprendendo novas
lições, especialmente, através de nossas reações com o meio e das
manifestações que o mesmo nos provoca.
-Com o tempo vamos amadurecendo tornando-nos mais evoluídos, à medida que
vamos aprendendo a identificar nossas reações diante dos comportamentos e a
disciplina-las, através do convívio com nosso próximo.
É no âmbito familiar, onde desde criança surgem de forma espontânea nossos
impulsos e reações. Nesta fase gravam-se impressões em nosso campo
emocional que repercutirão durante toda nossa vida.
É onde de alguma forma, acabamos MODELANDO comportamentos e reações
das pessoas mais próximas.
Quantas situações ficam gravadas no inconsciente de uma criança, situações
estas que podem leva-la a rebeldias, insatisfações, angustias desejos reprimidos,
traumas, que poderão caracterizar comportamentos e disposições na fase de
adolescência e adulta.
Guardamos do relacionamento com os pais, irmãos, tios, primos e avos
os reflexos que mais nos marcaram.
Diante do autoconhecimento, começamos a buscar como
reagimos e por que reagimos desta ou daquela maneira,
diante das nossas posturas mais ou menos agressivas,
contendas, choques de interesses.
= Essas reações emocionais, que normalmente não se registram
com clareza, nos níveis da consciência, deixam, entretanto, suas
marcas indeléveis nas profundidades do inconsciente.
Importantes são as maravilhosas experiências contrarias,
daqueles primeiros anos de nossa vida, diante da amorosidade
de pais afetuosos e carinhosos, irmãos companheiros,
professoras afetivas, situações que aquecem nossa alma em
formação, nela gravando o conforto emocional que tantos
benefícios nos trazem, predispondo-nos às coisas boas, às
expressões de amor, que, por termos conhecido e recebido,
aprendemos a dar e a proporcionar aos outros.
Estas ternas experiências constituem necessários pontos de
apoio ao nosso espírito, para que possamos prosseguir e
ampliar nossas obras nas expressões do coração.
==Quando inicia o convívio escolar, damos inicio as primeiras
experiências fora dos limites familiares e, é onde nossas
reações começam a deixar de ser tão espontâneas, podendo
fazer com que fiquemos mais retraídos, tímidos e acanhados
diante de novas situações que se apresentam.
Estas situações podem refletir de inicio a FALTA DE
CONFIANÇA nas professoras e colegas de turma.
Aprendemos paulatinamente a nos comportar na sociedade,
com reservas e retraimento. Assim, vamos sufocando por
vezes, desejos e expressões interiores, e ate mesmo
defendemos com violência nossos interesses, mesmo que
ainda infantis. E também brigamos com aqueles que caçoam
de algumas particularidades nossas.
Retribuímos a bondade com os que são bondosos conosco.
E devolvemos insultos aos que nos agridem. Sem duvida,
são reações naturais, embora ainda bem primarias.
Vamos assim caminhando para a ADOLESCENCIA, fase em
que nossos desejos se acentuam.
AS REAÇÕES OBSERVADAS NOS OUTROS QUE MAIS NOS INCOMODAM
São aquelas que estão mais profundamente marcadas dentro de nós.
As EXPLOSOES DE GENIO, os REPENTES que facilmente notamos nos outros e
comentamos atribuindo-lhes razões particulares, ESPELHAM a nossa própria
maneira de ser, inconscientemente atribuída a outrem e dificilmente aceita como
nossa.
É o mecanismo de PROJEÇÃO que se manifesta psicologicamente.
Poucas vezes, compreendemos de forma clara as manifestações de nossos
sentimentos em situações especificas, principalmente diante da critica em
relação a nossos defeitos.
Normalmente reagimos: não aceitamos estes defeitos procurando justifica-los.
E ai que surgem os MECANISMOS DE DEFESA, naturais e presentes em qualquer
pessoa.
Através do convívio com o próximo, desde a mais tenra
idade, agimos e reagimos emocionalmente, atingindo os
domínios dos outros ou sendo atingidos nos nossos.
CONCLUINDO:
-O CONHECER-SE é o próprio processo de AUTOCONSCIENTIZAÇÃO, de
reconhecimento de nossas limitações e dos perigos a que estamos sujeitos no
campo das experiências corpóreas.
-
É ponderar sempre, é refletir sobre os riscos que podem comprometer nossa
caminhada ascensional e tomar as decisões, definir rumos, dar testemunhos.
É precisamente no convívio com o próximo que expressamos a nossa condição
real, COMO AINDA ESTAMOS = NÃO O QUE SOMOS, pois entendemos que,
embora ainda ignorantes e imperfeitos, somos obra da criação e contamos com
todas as potencialidades para chegarmos a ser perfeitos.
Estamos todos em condições de EVOLUIR.
Basta querermos e dirigirmos nossos esforços para esse mister.
Uma das melhores diretrizes para chegarmos a isso nos é oferecida pelo
educador AK-ESSE cap.XVII – Sede Perfeitos – O Dever:
“O DEVER COMEÇA PRECISAMENTE NO MOMENTO EM QUE
AMEAÇAIS A FELICIDADE E A TRANQUILIDADE DO VOSSO
PRÓXIMO, e TERMINA NO LIMITE QUE QUERERÍEIS PARA
VÓS MESMOS”.
Resumo CURSO REFORMA INTIMA
O QUE É AUTOESTIMA?
A autoestima está relacionada com a forma como nos vemos,
como nos valorizamos, como nos apreciamos e como nos
amamos.
Ao cultivar o amor em nós mesmos, fortalecemos a nossa
confiança e segurança, mantendo nossa autoestima elevada.
AUTOESTIMA  ACEITAÇÃO QUE A PESSOA TEM DE SI
-Se caracteriza por um conjunto de crenças que temos em
relação a nossa pessoa, influenciando a maneira como nos
vemos tanto internamente, quanto externamente.
Esta percepção particular pode nos levar a vitorias ou fracassos..
-É formada na INFANCIA e os PAIS tem fundamental
importância na IMAGEM que os filhos venham formar de si
mesmos. Segundo pesquisa nos primeiros 18 anos ouvimos em
media 65-130mil frases com mensagens DESTRUTIVAS..
-CARACTERÍSTICAS DA BOA AUTOESTIMA:
-ALEGRIA E OTIMISMO- pessoa de bem com a vida
-MERECIMENTO- sente-se MERECEDORA das coisas boas da vida,
-AUTOCONFIANTE- acredita no seu valor independente opinião alheia
-PERSEVERANTE – não desiste diante das adversidades - persistente
- SABE PERDOAR – despertando amor das pessoas-não se magoa
-TOLERANTE- através sua reforma aprende a tolerar, aceitar, perdoando
as pessoas com quais convive - sabe que não pode mudar o outro,
exceção de si mesma...
-AUTOACEITAÇÃO- aceita-se como é e aos outros também - RESPEITO
-DESPERTA AMOR e SIMPATIA DAS PESSOAS- por ser uma pessoa com
boa autoestima, ATRAI bons relacionamentos , despertando simpatia e
amor das pessoas.
CARACTERÍSTICAS DA BAIXA AUTOESTIMA:
-Na pessoa com baixa autoestima, as dificuldades transitórias de relacão surgem
como TSUNAMIS.
-DIFICULDADE lidar com PERDAS – todo termino de relacionamento pressupõe
dor e sofrimento – A PESSOA COM BOA AUTOESTIMA RECUPERA-SE mais
rapidamente dos revezes da vida, reconhecendo seus proprios valores.
--AUTODEPRECIAÇÃO- NÃO SE VALORIZA
-- COMPLEXO INFERIORIDADE – sou péssima, gorda , feia, não sirvo para nada
-EXCESSO DE AUTOCRITICA – só enxerga defeitos, se culpa por erros e
fracassos – se compara com outro não reconhecendo suas qualidades.
-INTOLERÂNCIA A FRUSTRAÇÃO- expectativas geram
-PERMISSIVIDADE – dificuldade de impor limites – NÃO SABER DIZER NÃO- ser
controlada por situações externas.
-COMPULSÕES- sexo,bebida, drogas,comida
-OBSESSÕES ESPIRITUAIS – quando abrimos brechas
-TRANSTORNOS EMOCIONAIS- ansiedade, depressão, somatizações.
Resumo CURSO REFORMA INTIMA
AK- ESE- V- Bem Aventurados os Aflitos – “Todos quantos
sejam feridos no coração por reverses e decepções da vida,
consultem serenamente a sua consciência, remontem pouco
a pouco à causa dos males que os afligem, e verão se as
mais das vezes, não poderão confessar: se eu tivesse feito,
ou se não tivesse feito tal coisa, não estaria nesta situação."
A transgressão aos limites da nossa liberdade de
ação, dentro do equilíbrio natural que rege as
existências, é quase sempre por nós reconhecidos
somente através das consequências colhidas
através dos efeitos das reações que nos atingem.
A semeadura é livre, a colheita é obrigatória.
Quem semeia ventos, colhe tempestades.”
-Pela dor retificamos as nossas mazelas do ontem longínquo ou
próximo: de outras existências ou da presente vida.
-Indubitavelmente, os processos de sofrimento, nas suas mais
variadas formas, provocam, na nossa alma, o despertar da
consciência e a ampliação do nosso grau de sensibilidade, para
percebermos os aspectos edificantes que o coração, nas suas
manifestações mais nobres, pode realizar.
Quando enfermos, vítimas de nosso próprio desequilíbrio,
sofremos os males físicos das doenças contraídas pela falta de
vigilância, que abre nossas defesas vibratórias às investidas
bacterianas no campo orgânico.
- É no tratamento e no restabelecimento da saúde que
somos naturalmente levados a meditar sobre as origens
e os motivos da doença.
Se estamos RESIGNADOS,OBEDECENDO orientações
médicas, mais rapidamente nos recompomos; se, porém somos
inflexíveis e descremos da necessidade de mudar nossos
hábitos, mais lentamente nos restabeleceremos.
Quem passa por um período de tratamento, sente e sabe o que
sofreu e, nem que seja apenas por autodefesa, toma certos
cuidados, como mudar seus costumes, transformar sua conduta,
para que não venha a ter uma recaída e, assim, sofrer as
mesmas dores, repetir as experiências desagradáveis.
- Inicia-se então um processo de autoconhecimento com
relação a alguns aspectos de nosso comportamento, de nossa
forma de vida.
Nessas ocasiões em que adoecemos, muitas vezes somos
obrigados a permanecer imóveis num leito, semiconscientes ou
sentindo dores dilacerantes, à beira do desespero, por vários dias
– fase para REPENSARMOS..nossa vida.
= Quantas criaturas não se transformam radicalmente depois
de uma grave enfermidade?
-Descobrindo dentro de si VALORES ETERNO DO ESPIRITO ,após terem
sofrido longo tratamento ou perdas irreparáveis, dores morais,
desilusões caráter afetivo, dificuldade financeira, que vem ensinar a
valorizar as coisas simples da vida.
Quantos à beira da morte, hoje valorizam a vida, praticando
caridades e distribuindo carinho ao próximo?
As dores, sob qualquer forma, ensinam-nos profundamente a nos
conhecer, a nos transformar, e, por mais que soframos, precisamos ter a
disposição íntima de agradecer, porque no mundo de
facilidades e de atrativos para os impulsos do ser imediatista e físico que
abrigamos, são as oportunidades que a dor nos proporciona, algumas
das maneiras mais eficazes de transformação desse homem animalizado
e insensível. .
Valorizemos a nossa dor, tomemos a nossa cruz e com ela caminhemos
para a nossa redenção. ··.
Resumo CURSO REFORMA INTIMA
AK – LE – 919-A - Compreendemos toda a sabedoria dessa
máxima (Conhece-te a ti mesmo), mas a dificuldade está
precisamente em se conhecer a si próprio.
Qual o meio de chegar a isso?
- STO AGOSTINHO responde, oferecendo o resultado de sua
própria experiência:
“- Fazei o que eu fazia quando vivi na Terra:
Ao fim de cada dia interrogava a minha consciência, passava
em revista o que havia feito e me perguntava a mim mesmo
se não tinha faltado ao cumprimento de algum dever, se
ninguém teria motivo para se queixar de mim.
Foi assim que cheguei a me conhecer e ver o
que em mim necessitava de reforma.”
=Ainda ensina S.Agostinho, perante a dúvida
de como julgar-se a si mesmo:
“quando estais indeciso quanto ao valor de
vossas ações, perguntai como as
qualificaríeis se tivessem sido praticadas por
outra pessoa. Se as censurardes em outros,
essa censura não poderia ser mais legítima
para vós, porque Deus não usa de duas
medidas para a justiça.”
Insiste, depois, aconselhando:
“Formulai, portanto, perguntas claras e
precisas, e não temais multiplicá-las“.
= A autoanálise é um processo sistemático e
permanente de efeitos diários e contínuos,
pois vamos ao encontro de nós mesmos para
explorar o nosso terreno íntimo, cultivando-o,
preparando-o para produzir bons frutos.
Através desse processo vamos nos
CONHECENDO,não permitindo sermos levados
pelo piloto automático – evitando reações
adversas e descontroles emocionais decorrentes
da nossa falta de controle.
Resumo CURSO REFORMA INTIMA
APRENDER A ESCUTAR nossas emoções contribui para revelar
muitos detalhes sobre nós mesmos ou, outras pessoas.
Estarmos CONSCIENTES de nosso próprio estado emocional nos
possibilita conhecer quais são as emoções que, mais se repetem no
nosso dia a dia, ou a origem delas, fazendo com que tenhamos um maior
autoconhecimento sobre os comportamentos que, muitas vezes, nos
encarceram através do piloto automático.
Quando vivenciamos a AUTOCONSCIENCIA conseguimos olhar alem
da consciência pré- reflexiva, pois ela nos permite observarmos nossos
estados internos, descrevendo para nós mesmos quais os sentimentos,
sensações e emoções envolvidas, promovendo o AUTOCONHECIMENTO
Uma pessoa CONSCIENTE pode ser qualquer pessoa, uma pessoa
AUTOCONSCIENTE é única, pois acessamos o que estamos fazendo e
nos perguntamos:
QUAL É A MINHA EMOÇÃO? Estou irritada.
COMO ESTOU ME SENTINDO?
Incomodada, chateada, indignada, magoada, rejeitada, etc.
EMOÇÕES PRIMÁRIAS: resposta adaptativa ao perigo
MEDO: qdo não conseguimos lidar com a emoção surge a ANSIEDADE
(medo futuro) , preocupação – E SE ... apreensão, nervosismo, susto /
como psicopatologia, fobia e síndrome pânico.
- RAIVA – resp. adaptativa a AMEAÇA DE PERIGO - fúria, revolta,
ressentimento, exasperação, no extremo, ódio e violência patológicos.
– TRISTEZA: Resposta adaptativa ao sentimento de PERDA - sofrimento,
mágoa, desânimo, desalento, melancolia, solidão, e, quando patológica,
severa depressão. - - -
=ALEGRIA , reação adaptativa a algo que se conquistou -trazendo alivio,
felicidade, contentamento, deleite, gratificação, bom humor, satisfação –
quando a ALEGRIA ADOECE temos picos de EUFORIA. (transtornos de
humor, bipolaridade)
AFETO: reação adaptativa em resposta a uma situação onde desejamos
uma CONEXÃO – desencadeando aceitação, amizade, confiança,
afinidade, compaixão, QUANDO ADOECE vira ÓDIO ou APEGO
EXCESSIVO .
– ex: PAIXÃO que muitas vezes deixa as pessoas CEGAS,
gerando o CIUME e o DESEJO DE CONTROLAR O OUTRO – O AFETO
iluminado=AMOR
LEMBRANDO= toda EMOÇÃO NEGATIVA tem seu LADO
POSITIVO;
MEDO pode nos fazer recuar ao atravessar uma rua
movimentada,
RAIVA nos impele fazer coisas que geralmente não
faríamos – DEFENDER UM FILHO de uma AMEAÇA de um
animal feroz...
A POSITIVIDADE da RAIVA pode estar vinculada A FORÇA -
faz correr atras dos sonhos, projetos, objetivos – (ser
despedido)
= a diferença esta em sabermos para onde direcionamos
esta força seja de forma positiva ou negativa.
TRISTEZA – nos mostra um campo de frustração a ser
mudado em relação a determinado comportamento.
CONTROLANDO EMOÇÕES ex:
= MAIOR dificuldade controlar n/ emoções deve-se exercermos muito
pouco domínio sobre n consciência – alguma vezes nossas emoções
nos fazem agir de maneira PRECIPITADA, magoando a quem amamos ou
tomamos atitudes que poderemos nos arrepender.
FREDERICO- temperamento explosivo – estressado- irritado. Antes de
ir para o trabalho tinha dormido mal e por isso chegou ATRASADO APÓS
UM CAFÉ APRESSADO.
Ao chegar o CHEFE MAU HUMORADO já começou a reclamar dele e
esforçou-se para não EXPLODIR. A noitinha ao ir para casa encontra a
esposa irritada que ainda reclama do atraso, jantar frio.. criança que
chora..
Esta foi a GOTA D AGUA – perde a calma e EXPLODE ocasionando um
DESCONTROLE EMOCIONAL desproporcional ao evento –sorte que a
mulher ficou quieta...
Sente o sangue subir, o coração disparar quase saindo pela boca..
ESTE É O TIPICO DESCONTROLE OCASIONADO PELO ESTRESSE
CRONICO – todos os dias segue uma ROTINA DESGASTANTE da qual
DETESTA.
07 – EMOÇÕES TÓXICAS JOANA ANGELIS- Momentos de Felicidade
 O homem que se candidata a uma existência feliz, tem a obrigação de
VIGIAR AS EMOÇÕES PERTURBADORAS que provocam
DESARMONIAS - perfeitamente dispensáveis, na economia do seu
processo de evolução.
AS EMOÇÕES PERTURBADORAS decorrem:
a) EXCESSO de AUTOESTIMA (a consciência de n valores e qualidades
pessoais mas também de nossas IMPERFEIÇÕES)
– EXCESSO – pessoa se concede uma alta consideração, ficando
IRRITADA ou agressiva, caso suas EXPECTATIVAS não sejam atendidas.
B) APEGO AOS BENS MATERIAIS E ÀS PESSOAS = gera a instabilidade
EMOCIONAL – instigando a GANANCIA, A SOBERBA e a ILUSAO DA
POSSE , do poder que concede a falsa impressão de situar-se acima dos
outros- ter + que outro- controladora, medo de perder, ansiedade,
C) O ORGULHO – que INTOXICA a PESSOA, levando-a a PENSAR SER
alguem diferenciado, ocupando uma situação privilegiada= ALGUEM
ESPECIAL - você sabe com quem esta falando?
A pessoa orgulhosa ACREDITA SER MELHOR DO QUE OS OUTROS E
quando não correspondida em seus anseios – IRRITA-SE raiva
08 – PRINCIPAIS EMOÇÕES TOXICAS
=Todos convivemos c/incomodo das EMOÇÕES TOXICAS:
RAIVA, IRA, RESSENTIMENTO = inveja, ciúmes, ansiedade, frustração,
IRRITAÇÃO– dificil assumir que elas são de n/responsabilidade,
A irritação é emoção hostil contra- situação/pessoa, podendo variar de
intensidade,indo desconforto- IMPACIENCIA, FURIA e ODIO- podendo
desencadear situações acionada quando n desejo não satisfeito ou nossa
autoestima é atacada..
AS PESSOAS NÃO SÃO PERTURBADAS POR COISAS, MAS PELA
INTERPRETAÇÃO QUE FAZEM DAS COISAS – não são os EVENTOS externos que
nos fazem sentir algo, mas a HISTORIA que contamos para nós mesmos.
Portanto, não é O ENGARRAFAMENTO, o GOVERNO, QUE ME IRRITAM, mas os
PENSAMENTOS que advem desta situação.
PENSAMENTOS VEM ANTES DA EMOÇÃO.
ESTA É A VERDADEIRA FONTE DE ESTRESSE(interpretação que fazemos das
coisas, muitas vezes deturpada, fantasiosa...repleta das n crenças limitantes..
Tudo o que nos irrita nos outros pode nos levar a uma melhor compreensão de
nós mesmos.” Jung)
História PATOS – bata suas asas deixe a historia para lá retorne para o único
lugar IMPORTANTE – MOMENTO PRESENTE
-EMOÇÕES/ LIVRE ARBITRIO – Todos já convivemos com o incomodo da RAIVA,
MEDO, INVEJA, CIUME, VERGONHA, ANSIEDADE entre outros. As vezes é dificil
ASSUMIR a presença destas EMOÇÕES e não raro, nos convencemos de que são
sempre os OUTROS os causadores de nossos problemas. Afinal quem abala nossa
tranquilidade: o barulho do vizinho, o transito, o chefe.. Geralmente, negamos a
RESPONSABILIDADE sobre nossas emoções pela mais interesseira das razões: criar
desculpas para nossos comportamentos.
Ex.JOAO- empresário SUCESSO - casa maravilhosa...família 10 -
-EMPRESA= cordial, amável, gratificava funcionários e arrumava tempo
p/palestras
MARIO – bairro pobre- desempregado, rotina BAR BEBER – havia recusado VAGA
AUX.MECANICO – esposa o abandonara. Naquele dia bebeu, brigou e apanhou vindo
a desfalecer – VIZINHO penalizado o levou para casa.-perguntou: porque ele era
assim? Sou
um desgraçado, meu pai batia na minha mãe, bebia todas, não trabalhava
- JOÃO – terminava uma palestra e foi entrevistado por alunos da Universidade
- o que o Sr. fez para tornar-se este grande empresário?
Devo tudo a minha familia- meu pai foi um péssimo ex – era alcoólatra, batia nos
filhos e na minha mãe, não parava em emprego e quando minha mãe morreu sai de
casa DECIDIDO QUE AQUELA NÃO SERIA A VIDA QUE QUERIA PARA MIM E
FUTURA FAMILIA.
LIÇÃO: não lamente o passado-CONSTRUA você mesmo seu presente e futuro.
APRENDA COM SEUS ERROS E TAMBEM DOS OUTROS- ESCOLHA É SEMPRE
NOSSA – SOMOS O RESULTADO DAQUILO QUE FAZEMOS NO NOSSO DIA.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Evangelho Cap13 item 5 - O Obulo da Viuva
Evangelho Cap13 item 5 - O Obulo da ViuvaEvangelho Cap13 item 5 - O Obulo da Viuva
Evangelho Cap13 item 5 - O Obulo da Viuva
Patricia Farias
 
Cristo Consolador
Cristo ConsoladorCristo Consolador
Cristo Consolador
Sergio Menezes
 
Estudos do evangelho "O egoísmo"
Estudos do evangelho "O egoísmo"Estudos do evangelho "O egoísmo"
Estudos do evangelho "O egoísmo"
Leonardo Pereira
 
A prece
A prece A prece
A prece
Graça Maciel
 
Pedi e obtereis - O poder transformador da prece
Pedi e obtereis  - O poder transformador da prece Pedi e obtereis  - O poder transformador da prece
Pedi e obtereis - O poder transformador da prece
grupodepaisceb
 
Causas das aflições slideshare
Causas das aflições slideshareCausas das aflições slideshare
Causas das aflições slideshare
Almir Silva
 
Bem aventurados os puros de coração
Bem aventurados os puros de coraçãoBem aventurados os puros de coração
Bem aventurados os puros de coração
Henrique Vieira
 
Que a mão esquerda não saiba o que faz a direita - evangelho
   Que a mão esquerda não saiba o que faz a direita - evangelho   Que a mão esquerda não saiba o que faz a direita - evangelho
Que a mão esquerda não saiba o que faz a direita - evangelho
carlos freire
 
Zaqueu
ZaqueuZaqueu
Estudos do evangelho "Dai a Cesar o que é de Cesar"
Estudos do evangelho "Dai a Cesar o que é de Cesar"Estudos do evangelho "Dai a Cesar o que é de Cesar"
Estudos do evangelho "Dai a Cesar o que é de Cesar"
Leonardo Pereira
 
Pecado por pensamento e adultério
Pecado por pensamento e adultérioPecado por pensamento e adultério
Pecado por pensamento e adultério
Lorena Dias
 
Caridade para com os criminosos
Caridade para com os criminososCaridade para com os criminosos
Caridade para com os criminosos
Izabel Cristina Fonseca
 
REFORMA INTIMA E ESPIRITISMO
REFORMA INTIMA E ESPIRITISMOREFORMA INTIMA E ESPIRITISMO
REFORMA INTIMA E ESPIRITISMO
ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ
 
O Dever e a virtude
O Dever e a virtudeO Dever e a virtude
O Dever e a virtude
Izabel Cristina Fonseca
 
Egosmo na visão esprita
Egosmo na visão espritaEgosmo na visão esprita
Egosmo na visão esprita
Victor Passos
 
A verdadeira propriedade
A verdadeira propriedadeA verdadeira propriedade
A verdadeira propriedade
Helio Cruz
 
Deixai brilhar a vossa luz
Deixai brilhar a vossa luzDeixai brilhar a vossa luz
Deixai brilhar a vossa luz
Ricardo Azevedo
 
Falsos Cristos Falsos profetas
Falsos Cristos Falsos profetasFalsos Cristos Falsos profetas
Falsos Cristos Falsos profetas
Vanda Machado
 
Estudo sobre prece!
Estudo sobre prece!Estudo sobre prece!
Estudo sobre prece!
Leonardo Pereira
 
Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)
Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)
Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)
Divulgador do Espiritismo
 

Mais procurados (20)

Evangelho Cap13 item 5 - O Obulo da Viuva
Evangelho Cap13 item 5 - O Obulo da ViuvaEvangelho Cap13 item 5 - O Obulo da Viuva
Evangelho Cap13 item 5 - O Obulo da Viuva
 
Cristo Consolador
Cristo ConsoladorCristo Consolador
Cristo Consolador
 
Estudos do evangelho "O egoísmo"
Estudos do evangelho "O egoísmo"Estudos do evangelho "O egoísmo"
Estudos do evangelho "O egoísmo"
 
A prece
A prece A prece
A prece
 
Pedi e obtereis - O poder transformador da prece
Pedi e obtereis  - O poder transformador da prece Pedi e obtereis  - O poder transformador da prece
Pedi e obtereis - O poder transformador da prece
 
Causas das aflições slideshare
Causas das aflições slideshareCausas das aflições slideshare
Causas das aflições slideshare
 
Bem aventurados os puros de coração
Bem aventurados os puros de coraçãoBem aventurados os puros de coração
Bem aventurados os puros de coração
 
Que a mão esquerda não saiba o que faz a direita - evangelho
   Que a mão esquerda não saiba o que faz a direita - evangelho   Que a mão esquerda não saiba o que faz a direita - evangelho
Que a mão esquerda não saiba o que faz a direita - evangelho
 
Zaqueu
ZaqueuZaqueu
Zaqueu
 
Estudos do evangelho "Dai a Cesar o que é de Cesar"
Estudos do evangelho "Dai a Cesar o que é de Cesar"Estudos do evangelho "Dai a Cesar o que é de Cesar"
Estudos do evangelho "Dai a Cesar o que é de Cesar"
 
Pecado por pensamento e adultério
Pecado por pensamento e adultérioPecado por pensamento e adultério
Pecado por pensamento e adultério
 
Caridade para com os criminosos
Caridade para com os criminososCaridade para com os criminosos
Caridade para com os criminosos
 
REFORMA INTIMA E ESPIRITISMO
REFORMA INTIMA E ESPIRITISMOREFORMA INTIMA E ESPIRITISMO
REFORMA INTIMA E ESPIRITISMO
 
O Dever e a virtude
O Dever e a virtudeO Dever e a virtude
O Dever e a virtude
 
Egosmo na visão esprita
Egosmo na visão espritaEgosmo na visão esprita
Egosmo na visão esprita
 
A verdadeira propriedade
A verdadeira propriedadeA verdadeira propriedade
A verdadeira propriedade
 
Deixai brilhar a vossa luz
Deixai brilhar a vossa luzDeixai brilhar a vossa luz
Deixai brilhar a vossa luz
 
Falsos Cristos Falsos profetas
Falsos Cristos Falsos profetasFalsos Cristos Falsos profetas
Falsos Cristos Falsos profetas
 
Estudo sobre prece!
Estudo sobre prece!Estudo sobre prece!
Estudo sobre prece!
 
Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)
Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)
Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)
 

Semelhante a Resumo CURSO REFORMA INTIMA

SERÁ QUE NOS CONHECEMOS?
SERÁ QUE NOS CONHECEMOS?SERÁ QUE NOS CONHECEMOS?
SERÁ QUE NOS CONHECEMOS?
ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ
 
COMO FAZER A REFORMA ÍNTIMA
COMO FAZER A REFORMA ÍNTIMACOMO FAZER A REFORMA ÍNTIMA
COMO FAZER A REFORMA ÍNTIMA
Dr. Walter Cury
 
UMA JORNADA PARA DENTRO
UMA JORNADA PARA DENTROUMA JORNADA PARA DENTRO
UMA JORNADA PARA DENTRO
ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ
 
Dores da Alma, a psicologia das dores humanas
Dores da Alma, a psicologia das dores humanasDores da Alma, a psicologia das dores humanas
Dores da Alma, a psicologia das dores humanas
Eduardo Ottonelli Pithan
 
Palestra técnicas de proteção-2.pptx
Palestra técnicas de proteção-2.pptxPalestra técnicas de proteção-2.pptx
Palestra técnicas de proteção-2.pptx
ssusere4feb1
 
As bases do transformar se
As bases do transformar seAs bases do transformar se
As bases do transformar se
paikachambi
 
AUTOCONHECIMENTO X REFORMA INTIMA NA VISÃO ESPÍRITA
AUTOCONHECIMENTO X REFORMA INTIMA NA VISÃO ESPÍRITAAUTOCONHECIMENTO X REFORMA INTIMA NA VISÃO ESPÍRITA
AUTOCONHECIMENTO X REFORMA INTIMA NA VISÃO ESPÍRITA
ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ
 
7 FERRAMENTAS QUE FACILITAM SEU VIVER COMO UM SER INFINITO.pdf
7 FERRAMENTAS QUE FACILITAM SEU VIVER COMO UM SER INFINITO.pdf7 FERRAMENTAS QUE FACILITAM SEU VIVER COMO UM SER INFINITO.pdf
7 FERRAMENTAS QUE FACILITAM SEU VIVER COMO UM SER INFINITO.pdf
SiomaraCoelho
 
Reforma íntima sem martírio
Reforma íntima sem martírioReforma íntima sem martírio
Reforma íntima sem martírio
grupodepaisceb
 
Instituto Espírita de Educação - Auto-estima - Posso ou não posso pensar em mim
Instituto Espírita de Educação -  Auto-estima - Posso ou não posso pensar em mimInstituto Espírita de Educação -  Auto-estima - Posso ou não posso pensar em mim
Instituto Espírita de Educação - Auto-estima - Posso ou não posso pensar em mim
Instituto Espírita de Educação
 
REFORMA INTERIOR
REFORMA INTERIORREFORMA INTERIOR
Palestra Crença de Heroi
Palestra Crença de Heroi Palestra Crença de Heroi
Palestra Crença de Heroi
Edhyr Motta
 
janeiro branco.pptx
janeiro branco.pptxjaneiro branco.pptx
janeiro branco.pptx
NaylaQueiroz2
 
Educação espiritual na sociedade materialista
Educação espiritual na sociedade materialistaEducação espiritual na sociedade materialista
Educação espiritual na sociedade materialista
educacaofederal
 
Conflitos psicológicos
Conflitos psicológicosConflitos psicológicos
Conflitos psicológicos
Helio Cruz
 
Mudar: Caminho para a Reforma Íntima
Mudar: Caminho para a Reforma ÍntimaMudar: Caminho para a Reforma Íntima
Mudar: Caminho para a Reforma Íntima
Mensageiros de Luz IV
 
Reforma íntima
Reforma íntimaReforma íntima
Reforma íntima
Levi Antonio Amancio
 
Aprender a-ser-feliz
Aprender a-ser-felizAprender a-ser-feliz
Aprender a-ser-feliz
sandraisamar
 
VOCÊ SE CONHECE?
VOCÊ SE CONHECE?VOCÊ SE CONHECE?
REFORMA INTIMA DE QUE FORMA FAZE-LA.pptx
REFORMA INTIMA DE QUE FORMA FAZE-LA.pptxREFORMA INTIMA DE QUE FORMA FAZE-LA.pptx
REFORMA INTIMA DE QUE FORMA FAZE-LA.pptx
ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ
 

Semelhante a Resumo CURSO REFORMA INTIMA (20)

SERÁ QUE NOS CONHECEMOS?
SERÁ QUE NOS CONHECEMOS?SERÁ QUE NOS CONHECEMOS?
SERÁ QUE NOS CONHECEMOS?
 
COMO FAZER A REFORMA ÍNTIMA
COMO FAZER A REFORMA ÍNTIMACOMO FAZER A REFORMA ÍNTIMA
COMO FAZER A REFORMA ÍNTIMA
 
UMA JORNADA PARA DENTRO
UMA JORNADA PARA DENTROUMA JORNADA PARA DENTRO
UMA JORNADA PARA DENTRO
 
Dores da Alma, a psicologia das dores humanas
Dores da Alma, a psicologia das dores humanasDores da Alma, a psicologia das dores humanas
Dores da Alma, a psicologia das dores humanas
 
Palestra técnicas de proteção-2.pptx
Palestra técnicas de proteção-2.pptxPalestra técnicas de proteção-2.pptx
Palestra técnicas de proteção-2.pptx
 
As bases do transformar se
As bases do transformar seAs bases do transformar se
As bases do transformar se
 
AUTOCONHECIMENTO X REFORMA INTIMA NA VISÃO ESPÍRITA
AUTOCONHECIMENTO X REFORMA INTIMA NA VISÃO ESPÍRITAAUTOCONHECIMENTO X REFORMA INTIMA NA VISÃO ESPÍRITA
AUTOCONHECIMENTO X REFORMA INTIMA NA VISÃO ESPÍRITA
 
7 FERRAMENTAS QUE FACILITAM SEU VIVER COMO UM SER INFINITO.pdf
7 FERRAMENTAS QUE FACILITAM SEU VIVER COMO UM SER INFINITO.pdf7 FERRAMENTAS QUE FACILITAM SEU VIVER COMO UM SER INFINITO.pdf
7 FERRAMENTAS QUE FACILITAM SEU VIVER COMO UM SER INFINITO.pdf
 
Reforma íntima sem martírio
Reforma íntima sem martírioReforma íntima sem martírio
Reforma íntima sem martírio
 
Instituto Espírita de Educação - Auto-estima - Posso ou não posso pensar em mim
Instituto Espírita de Educação -  Auto-estima - Posso ou não posso pensar em mimInstituto Espírita de Educação -  Auto-estima - Posso ou não posso pensar em mim
Instituto Espírita de Educação - Auto-estima - Posso ou não posso pensar em mim
 
REFORMA INTERIOR
REFORMA INTERIORREFORMA INTERIOR
REFORMA INTERIOR
 
Palestra Crença de Heroi
Palestra Crença de Heroi Palestra Crença de Heroi
Palestra Crença de Heroi
 
janeiro branco.pptx
janeiro branco.pptxjaneiro branco.pptx
janeiro branco.pptx
 
Educação espiritual na sociedade materialista
Educação espiritual na sociedade materialistaEducação espiritual na sociedade materialista
Educação espiritual na sociedade materialista
 
Conflitos psicológicos
Conflitos psicológicosConflitos psicológicos
Conflitos psicológicos
 
Mudar: Caminho para a Reforma Íntima
Mudar: Caminho para a Reforma ÍntimaMudar: Caminho para a Reforma Íntima
Mudar: Caminho para a Reforma Íntima
 
Reforma íntima
Reforma íntimaReforma íntima
Reforma íntima
 
Aprender a-ser-feliz
Aprender a-ser-felizAprender a-ser-feliz
Aprender a-ser-feliz
 
VOCÊ SE CONHECE?
VOCÊ SE CONHECE?VOCÊ SE CONHECE?
VOCÊ SE CONHECE?
 
REFORMA INTIMA DE QUE FORMA FAZE-LA.pptx
REFORMA INTIMA DE QUE FORMA FAZE-LA.pptxREFORMA INTIMA DE QUE FORMA FAZE-LA.pptx
REFORMA INTIMA DE QUE FORMA FAZE-LA.pptx
 

Mais de ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ

VICIOS MORAIS E COMPORTAMENTAIS NA VISÃO ESPÍRITA
VICIOS MORAIS E COMPORTAMENTAIS  NA VISÃO ESPÍRITAVICIOS MORAIS E COMPORTAMENTAIS  NA VISÃO ESPÍRITA
VICIOS MORAIS E COMPORTAMENTAIS NA VISÃO ESPÍRITA
ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ
 
ESTUDAR A SI MESMO - A ARTE MAIS DIFICIL.
ESTUDAR A SI MESMO - A ARTE MAIS DIFICIL.ESTUDAR A SI MESMO - A ARTE MAIS DIFICIL.
ESTUDAR A SI MESMO - A ARTE MAIS DIFICIL.
ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ
 
DOENÇAS PSICOSSOMÁTICAS
DOENÇAS PSICOSSOMÁTICASDOENÇAS PSICOSSOMÁTICAS
DOENÇAS PSICOSSOMÁTICAS
ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ
 
AS DOENÇAS DA ALMA
AS DOENÇAS DA ALMAAS DOENÇAS DA ALMA
AS DOENÇAS DA ALMA
ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ
 
AUTOCONHECIMENTO - O CORPO FALA.pdf
AUTOCONHECIMENTO  - O CORPO FALA.pdfAUTOCONHECIMENTO  - O CORPO FALA.pdf
AUTOCONHECIMENTO - O CORPO FALA.pdf
ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ
 
A PAZ QUE VEM DE DENTRO.docx
A PAZ QUE VEM DE DENTRO.docxA PAZ QUE VEM DE DENTRO.docx
A PAZ QUE VEM DE DENTRO.docx
ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ
 
SONO E SONHOS VISÃO ESPIRITA
SONO E SONHOS VISÃO ESPIRITASONO E SONHOS VISÃO ESPIRITA
SONO E SONHOS VISÃO ESPIRITA
ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ
 
IMPORTANCIA DO SILENCIO JOANA DE ANGELIS.docx
IMPORTANCIA DO SILENCIO JOANA DE ANGELIS.docxIMPORTANCIA DO SILENCIO JOANA DE ANGELIS.docx
IMPORTANCIA DO SILENCIO JOANA DE ANGELIS.docx
ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ
 
DROGAS VISÃO ESPIRITA
DROGAS VISÃO ESPIRITADROGAS VISÃO ESPIRITA
DROGAS VISÃO ESPIRITA
ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ
 
BUDA - HERMANN HESSE.pptx
 BUDA  - HERMANN HESSE.pptx BUDA  - HERMANN HESSE.pptx
BUDA - HERMANN HESSE.pptx
ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ
 
O FENOMENO DA PROJEÇÃO
O FENOMENO DA PROJEÇÃOO FENOMENO DA PROJEÇÃO
O FENOMENO DA PROJEÇÃO
ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ
 
NOSSO DIAMANTE ADORMECIDO.docx
NOSSO DIAMANTE ADORMECIDO.docxNOSSO DIAMANTE ADORMECIDO.docx
NOSSO DIAMANTE ADORMECIDO.docx
ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ
 
PROJEÇÕES e a LEI DO ESPELHO .
PROJEÇÕES e a  LEI DO ESPELHO . PROJEÇÕES e a  LEI DO ESPELHO .
PROJEÇÕES e a LEI DO ESPELHO .
ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ
 
DEPRESSÃO - A DOENÇA DA ALMA
DEPRESSÃO -  A DOENÇA DA ALMADEPRESSÃO -  A DOENÇA DA ALMA
DEPRESSÃO - A DOENÇA DA ALMA
ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ
 
PP ESTUDA-TE A TI MESMO!
PP ESTUDA-TE A TI MESMO!PP ESTUDA-TE A TI MESMO!
PP ESTUDA-TE A TI MESMO!
ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ
 
NIVEIS DE CONSCIENCIA HUMANA pptx
NIVEIS DE CONSCIENCIA HUMANA pptxNIVEIS DE CONSCIENCIA HUMANA pptx
NIVEIS DE CONSCIENCIA HUMANA pptx
ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ
 
AUTOCONSCIENCIA E AUTORRESPONSABILIDADE
AUTOCONSCIENCIA E AUTORRESPONSABILIDADEAUTOCONSCIENCIA E AUTORRESPONSABILIDADE
AUTOCONSCIENCIA E AUTORRESPONSABILIDADE
ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ
 
Somos como um uma pedra preciosa adormecida.
Somos como um  uma pedra preciosa adormecida. Somos como um  uma pedra preciosa adormecida.
Somos como um uma pedra preciosa adormecida.
ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ
 
DEPRESSAO X ATUALIDADE VISÃO ESPIRITUALISTA
DEPRESSAO X ATUALIDADE VISÃO ESPIRITUALISTADEPRESSAO X ATUALIDADE VISÃO ESPIRITUALISTA
DEPRESSAO X ATUALIDADE VISÃO ESPIRITUALISTA
ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ
 
COMO ANDA SUA AUTOESTIMA na visão Espiritualistalideshare.pptx
COMO ANDA SUA AUTOESTIMA  na visão Espiritualistalideshare.pptxCOMO ANDA SUA AUTOESTIMA  na visão Espiritualistalideshare.pptx
COMO ANDA SUA AUTOESTIMA na visão Espiritualistalideshare.pptx
ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ
 

Mais de ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ (20)

VICIOS MORAIS E COMPORTAMENTAIS NA VISÃO ESPÍRITA
VICIOS MORAIS E COMPORTAMENTAIS  NA VISÃO ESPÍRITAVICIOS MORAIS E COMPORTAMENTAIS  NA VISÃO ESPÍRITA
VICIOS MORAIS E COMPORTAMENTAIS NA VISÃO ESPÍRITA
 
ESTUDAR A SI MESMO - A ARTE MAIS DIFICIL.
ESTUDAR A SI MESMO - A ARTE MAIS DIFICIL.ESTUDAR A SI MESMO - A ARTE MAIS DIFICIL.
ESTUDAR A SI MESMO - A ARTE MAIS DIFICIL.
 
DOENÇAS PSICOSSOMÁTICAS
DOENÇAS PSICOSSOMÁTICASDOENÇAS PSICOSSOMÁTICAS
DOENÇAS PSICOSSOMÁTICAS
 
AS DOENÇAS DA ALMA
AS DOENÇAS DA ALMAAS DOENÇAS DA ALMA
AS DOENÇAS DA ALMA
 
AUTOCONHECIMENTO - O CORPO FALA.pdf
AUTOCONHECIMENTO  - O CORPO FALA.pdfAUTOCONHECIMENTO  - O CORPO FALA.pdf
AUTOCONHECIMENTO - O CORPO FALA.pdf
 
A PAZ QUE VEM DE DENTRO.docx
A PAZ QUE VEM DE DENTRO.docxA PAZ QUE VEM DE DENTRO.docx
A PAZ QUE VEM DE DENTRO.docx
 
SONO E SONHOS VISÃO ESPIRITA
SONO E SONHOS VISÃO ESPIRITASONO E SONHOS VISÃO ESPIRITA
SONO E SONHOS VISÃO ESPIRITA
 
IMPORTANCIA DO SILENCIO JOANA DE ANGELIS.docx
IMPORTANCIA DO SILENCIO JOANA DE ANGELIS.docxIMPORTANCIA DO SILENCIO JOANA DE ANGELIS.docx
IMPORTANCIA DO SILENCIO JOANA DE ANGELIS.docx
 
DROGAS VISÃO ESPIRITA
DROGAS VISÃO ESPIRITADROGAS VISÃO ESPIRITA
DROGAS VISÃO ESPIRITA
 
BUDA - HERMANN HESSE.pptx
 BUDA  - HERMANN HESSE.pptx BUDA  - HERMANN HESSE.pptx
BUDA - HERMANN HESSE.pptx
 
O FENOMENO DA PROJEÇÃO
O FENOMENO DA PROJEÇÃOO FENOMENO DA PROJEÇÃO
O FENOMENO DA PROJEÇÃO
 
NOSSO DIAMANTE ADORMECIDO.docx
NOSSO DIAMANTE ADORMECIDO.docxNOSSO DIAMANTE ADORMECIDO.docx
NOSSO DIAMANTE ADORMECIDO.docx
 
PROJEÇÕES e a LEI DO ESPELHO .
PROJEÇÕES e a  LEI DO ESPELHO . PROJEÇÕES e a  LEI DO ESPELHO .
PROJEÇÕES e a LEI DO ESPELHO .
 
DEPRESSÃO - A DOENÇA DA ALMA
DEPRESSÃO -  A DOENÇA DA ALMADEPRESSÃO -  A DOENÇA DA ALMA
DEPRESSÃO - A DOENÇA DA ALMA
 
PP ESTUDA-TE A TI MESMO!
PP ESTUDA-TE A TI MESMO!PP ESTUDA-TE A TI MESMO!
PP ESTUDA-TE A TI MESMO!
 
NIVEIS DE CONSCIENCIA HUMANA pptx
NIVEIS DE CONSCIENCIA HUMANA pptxNIVEIS DE CONSCIENCIA HUMANA pptx
NIVEIS DE CONSCIENCIA HUMANA pptx
 
AUTOCONSCIENCIA E AUTORRESPONSABILIDADE
AUTOCONSCIENCIA E AUTORRESPONSABILIDADEAUTOCONSCIENCIA E AUTORRESPONSABILIDADE
AUTOCONSCIENCIA E AUTORRESPONSABILIDADE
 
Somos como um uma pedra preciosa adormecida.
Somos como um  uma pedra preciosa adormecida. Somos como um  uma pedra preciosa adormecida.
Somos como um uma pedra preciosa adormecida.
 
DEPRESSAO X ATUALIDADE VISÃO ESPIRITUALISTA
DEPRESSAO X ATUALIDADE VISÃO ESPIRITUALISTADEPRESSAO X ATUALIDADE VISÃO ESPIRITUALISTA
DEPRESSAO X ATUALIDADE VISÃO ESPIRITUALISTA
 
COMO ANDA SUA AUTOESTIMA na visão Espiritualistalideshare.pptx
COMO ANDA SUA AUTOESTIMA  na visão Espiritualistalideshare.pptxCOMO ANDA SUA AUTOESTIMA  na visão Espiritualistalideshare.pptx
COMO ANDA SUA AUTOESTIMA na visão Espiritualistalideshare.pptx
 

Último

Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
marcos oliveira
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
AntHropológicas Visual PPGA-UFPE
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
JocelynNavarroBonta
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Instituto Walter Alencar
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
Sandra Pratas
 

Último (20)

Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
 

Resumo CURSO REFORMA INTIMA

  • 2. A REFORMA INTIMA EM 6 PASSOS: 01- O QUE É ? Processo continuo de autoconhecimento, conhecimento de nossa intimidade espiritual – REFORMA DO NOSSO EU, reforma que fazemos no nosso mundo interno. -ATO DE BUSCAR-SE ATRAVÉS DA ELEVAÇÃO MORAL -MUDANÇA PARA MELHOR, elevando-se na condição humana, deixando de ser uma VITIMA das circunstancias da vida, -É tomarmos CONSCIENCIA dos nossos defeitos e também VIRTUDES, -TRANSFORMAÇÃO do HOMEM VELHO no HOMEM DE BEM -AK-LE-918 – O verdadeiro HOMEM DE BEM é aquele que pratica a LEI DE JUSTIÇA, AMOR E CARIDADE na sua mais completa pureza, -SE INTERROGAR SUA CONSCIÊNCIA, sobre atos praticados, PERGUNTARÁ se não VIOLOU ESSA LEI, se não COMETEU NENHUM MAL, se FEZ TODO BEM QUE PODIA, se ninguém teve queixas sobre ele. -Enfim, se fez para os outros tudo o QUE QUERIA QUE LHE FIZESSEM. -É QUESTIONAR-SE: FUI MELHOR HOJE DO QUE ONTEM?
  • 3. 02- POR QUE DA REFORMA INTIMA? -É um meio de nos libertarmos de nossas IMPERFEIÇÕES fazendo este trabalho de burilamento interno. A nossa reforma interna... -CAP.7-ESSE – RECONHECE-SE O VERDADEIRO ESPIRITA pela sua transformação moral – quando falamos em transformação moral dizemos que se reconhece o HOMEM DE VALOR pela sua CONTINUA RENOVAÇÃO MORAL e ESFORÇOS que faz no sentido de anular suas tendências negativas. -Não se trata esforço físico, mas firme CONTENÇÃO do espírito. -ESFORÇO quer dizer CONTINUIDADE – PERSISTENCIA em face das dificuldades -Em tudo há que se ter vontade, persistência, paciência e disciplina, pois EVOLUÇÃO REQUER QUE USEMOS ESTAS FERRAMENTAS. -Uma pessoa tenta atravessar um RIO cheio de pedras sem CONSIDERAR SUA CAPACIDADE FISICA. -Se tem BOM SENSO ira ANALISAR as condições da correnteza, onde se localizam as pedras, antes de pular, bem como, se TERA FORÇAS para chegar ate a outra margem...
  • 4. Complemento 02 – POR QUE DA REFORMA INTIMA -Um homem poderá realizar tarefas INIMAGINAVEIS se tiver FORÇA DE VONTADE E DETERMINAÇÃO. -Mas antes de empreender qualquer tarefa, devera PREPARAR-SE ADEQUADAMENTE, como alguém que conhece as próprias LIMITAÇÕES e tenta SUPERÁ-LAS. -O PREPARO FISICO, MORAL ou ESPIRITUAL para fazer frente aos obstáculos e DESAFIOS resulta de um profundo CONHECIMENTO DE SI MESMO. -Reconhecer as próprias fraquezas é portanto uma qualidade fundamental para o homem sensato. -É necessário conhecer os pontos fracos para fortalecê-los. Perceber onde se deve melhorar, avaliando os desafios concretamente e lutando para enfrentá-los adequadamente preparado.
  • 5. 03- PARA QUE A REFORMA INTIMA? Para transformar o homem e a partir dele, toda a humanidade, ainda tão distante das vivencias espirituais. A MEDICINA terrena trata das enfermidades do CF, e o medico tem o papel de nos escutar, analisar, fazer exames, recomendando-nos um tratamento. Ex. homem 50anos- fortes dores abdominais- medido realizou exames- cirrose hepática – doença do fígado por ingestão excessiva bebida alcoólica. RECEITA: medicamentos, caminhadas, PARAR DE BEBER.  O MÉDICO PERGUNTA: tomou os remédios? Sim / fez caminhadas – 5km todos dias/ PAROU BEBER? NÃO,CONTINUA DOENDO. Sabemos que a CASA ESPIRITA assim como o medico, tem o papel de nos escutar, orientar, consolar, sobretudo, RECOMENDANDO que MUDEMOS DE ATITUDES , nos oferecendo também TRATAMENTOS como: fluido, passe mediúnico, mesa mediúnica, cursos, palestras.. NÃO ADIANTA fazermos tratamentos se NÃO MODIFICARMOS nossas posturas perante a vida e as pessoas.
  • 6. CONCLUSÃO: O médico dá o remédio, o Espiritismo trás alivio para nossa ALMA, mas quem realmente FAZ ALGO POR SI PROPRIO é a pessoa... -PARA HAVER MELHORA CUMPRE QUE FAÇAMOS A NOSSA PARTE MUDANDO NOSSAS TENDENCIAS NEGATIVAS, ou ficaremos indefinidamente tomando remédios, realizando caminhadas, fazendo academia, tomando passes. Ex: Não adianta a gente caminhar, se exercitar SE NÃO CUIDAR DA ALIMENTAÇÃO, dos nossos pensamentos, nossas emoções, investindo na nossa AUTOESTIMA.. Ou frequentar a casa Espirita, tomar passes, e ficar mentindo, traindo, ofendendo as pessoas do nosso convívio. PIOR MENTIRA É AQUELA QUE CONTAMOS PARA NÓS PROPRIOS.
  • 7. 06- COMO FAZER A REFORMA INTIMA? -Um dos meios mais eficazes ainda é o ingresso numa ESCOLA DE APRENDIZES DO EVANGELHO, ou curso de REFORMA INTIMA, cujo objetivo central é exatamente este – nosso aprimoramento. Com a devida orientação, dentro de um regime disciplinar, apoiados pelo próprio grupo e pela cobertura do plano espiritual, conseguimos vencer as barreiras de tão nobre empreendimento . Dai em diante o trabalho continua de modo progressivo, porem , com MAIOR ENTUSIASMO e DISPOSIÇÃO. = Outra maneira de fazermos nossa REFORMA INTIMA é começarmos a REALIZAR atos isolados no nosso dia a dai, levando-nos a melhorar nossas atitudes, alterando para melhor nossa conduta.. Podemos começar pela AUTOCRITICA POSITIVA de nós mesmos – que é a capacidade de olharmos para nos mesmos, observando nossos defeitos , bem como, qualidades, TOMANDO A DECISÃO DE MUDARMOS NOSSO proceder. Temos que pautar nossa vida dentro da regra universal da conduta: FAZER AOS OUTROS O QUE GOSTARIAMOS QUE NOS FIZESSEM.
  • 8. -Outra forma de fazermos nossa REFORMA INTIMA : -AUTOAVALIAÇÃO diária que nos faça REFLETIR sobre aquilo que temos que melhorar em nós.. - SE EU NÃO ME AMO, COMO POSSO ME TORNAR UMA PESSOA MELHOR ? O processo de autoconhecimento começa pela busca de uma AUTO ESTIMA ELEVADA (buscar boas atitudes, bons pensamentos, ser melhor do que somos, e não somente viver para combater nossos defeitos que geram dor e sofrimento. A CASA ESPIRITA nos oferece ferramentas necessárias para nossa REFORMA INTIMA. – cabe a cada um de nós aproveitar os ensinamentos da Doutrina para colocar em pratica aquilo que aprendemos. Segundo KARDEC - A base das características do verdadeiro Espirita: VIVENCIA – APLICAÇÃO – EXEMPLIFICAÇÃO E TRANSFORMAÇÃO.
  • 9. AULA NR 02 - AUTOCONHECIMENTO – A BASE PARA A REFORMA ÍNTIMA É O AUTOCONHECIMENTO, QUANTO MAIS NOS CONHECERMOS MAIORES A CHANCES DE CONSEGUIRMOS NOS TRANSFORMAR ! Em LE 919 - CONHECIMENTO DE SI MESMO, à pergunta 919: QUAL O MEIO MAIS PRÁTICO E EFICAZ QUE TEM O HOMEM DE SE MELHORAR NESTA VIDA E DE RESISTIR A ATRAÇÃO DO MAL ? =Um Sábio vo-lo disse: “ CONHECE-TE A TI MESMO” há 470AC = Templo Deus APOLO cidade Delfos => SOCRATES tinha por lema essa inscrição – seu interesse era instigar nas pessoas a REFLEXÃO, voltar para si mesmo, repensando seu conceito de vida e de mundo –frequentava as PRAÇAS E MERCADOS onde ficavam artesãos, cortesão, flautistas ferreiros, sapateiros e questionava: = VOCE SABE O QUE DIZ? CONHECE DE FATO AQUILO QUE ACREDITA?Os ATENIENSES ficavam atônitos, irritados pois não sabiam responder ,nunca tinham parado para pensar sobre isso.. SOCRATES respondia : tudo o que sei é que nada sei.
  • 10. = PILOTO AUTOMATICO -Estamos constantemente seguindo nossos IMPULSOS, ignorando suas origens, dando vazão a um sem nr de emoções muitas vezes, descontroladas, antipatias, repulsas, pensamentos contraditórios... -NÃO PENSAMOS SE VAMOS FERIR, MAGOAR, OFENDER...porque o que importa SOMOS NÓS e nossas vontades (EGOISMO) – provocando REAÇÕES VIOLENTAS E EXPLOSIVAS DAS PESSOAS – AÇÃO E REAÇÃO. - VEMOS O DEFEITO ALHEIO, MAS NÃO ENXERGAMOS OS NOSSOS PROPRIOS- ESTAMOS SEMPRE JUSTIFICANDO NOSSAS FALTAS E ERROS. SANTO AGOSTINHO – complementa na questão 919ª – oferecendo resultado de sua própria experiência: FAZEI O QUE EU FAZIA QUANDO VIVI NA TERRA: ao fim de cada dia interrogava minha consciência, passava em revista tudo o que havia feito e me perguntava a mim mesmo se não tinha faltado ao cumprimento de algum dever e, se ninguém teria motivos para se queixar de mim. Foi assim que cheguei a ME CONHECER e VER O QUE EM MIM NECESSITAVA DE REFORMA.
  • 11. -Um pouco da vida de SANTO AGOSTINHO -Nasceu em Tagaste 354 , norte da Africa, pagão e materialista. Levava uma vida de prazeres mundanos. Conversão – foi uma longa caminhada e luta para transformar seu coração, mas no mês de agosto de 386, meditando no jardim, ouve uma voz de criança que diz: TOLLE ET LEGE – toma e Lê e tomando as cartas de SP lê: não é nos prazeres da vida, mas em seguir Cristo que se encontra a felicidade. As duvidas se dissipam e é neste momento que culmina todo o processo de sua conversão. Encontrando Deus no coração achou a felicidade, a paz e a verdade que procurava.
  • 13. O CONHECER-SE NO CONVÍVIO COM O PRÓXIMO – 30/05/17 = É através dos relacionamentos que estamos constantemente aprendendo novas lições, especialmente, através de nossas reações com o meio e das manifestações que o mesmo nos provoca. -Com o tempo vamos amadurecendo tornando-nos mais evoluídos, à medida que vamos aprendendo a identificar nossas reações diante dos comportamentos e a disciplina-las, através do convívio com nosso próximo. É no âmbito familiar, onde desde criança surgem de forma espontânea nossos impulsos e reações. Nesta fase gravam-se impressões em nosso campo emocional que repercutirão durante toda nossa vida. É onde de alguma forma, acabamos MODELANDO comportamentos e reações das pessoas mais próximas. Quantas situações ficam gravadas no inconsciente de uma criança, situações estas que podem leva-la a rebeldias, insatisfações, angustias desejos reprimidos, traumas, que poderão caracterizar comportamentos e disposições na fase de adolescência e adulta. Guardamos do relacionamento com os pais, irmãos, tios, primos e avos os reflexos que mais nos marcaram.
  • 14. Diante do autoconhecimento, começamos a buscar como reagimos e por que reagimos desta ou daquela maneira, diante das nossas posturas mais ou menos agressivas, contendas, choques de interesses. = Essas reações emocionais, que normalmente não se registram com clareza, nos níveis da consciência, deixam, entretanto, suas marcas indeléveis nas profundidades do inconsciente. Importantes são as maravilhosas experiências contrarias, daqueles primeiros anos de nossa vida, diante da amorosidade de pais afetuosos e carinhosos, irmãos companheiros, professoras afetivas, situações que aquecem nossa alma em formação, nela gravando o conforto emocional que tantos benefícios nos trazem, predispondo-nos às coisas boas, às expressões de amor, que, por termos conhecido e recebido, aprendemos a dar e a proporcionar aos outros. Estas ternas experiências constituem necessários pontos de apoio ao nosso espírito, para que possamos prosseguir e ampliar nossas obras nas expressões do coração.
  • 15. ==Quando inicia o convívio escolar, damos inicio as primeiras experiências fora dos limites familiares e, é onde nossas reações começam a deixar de ser tão espontâneas, podendo fazer com que fiquemos mais retraídos, tímidos e acanhados diante de novas situações que se apresentam. Estas situações podem refletir de inicio a FALTA DE CONFIANÇA nas professoras e colegas de turma. Aprendemos paulatinamente a nos comportar na sociedade, com reservas e retraimento. Assim, vamos sufocando por vezes, desejos e expressões interiores, e ate mesmo defendemos com violência nossos interesses, mesmo que ainda infantis. E também brigamos com aqueles que caçoam de algumas particularidades nossas. Retribuímos a bondade com os que são bondosos conosco. E devolvemos insultos aos que nos agridem. Sem duvida, são reações naturais, embora ainda bem primarias. Vamos assim caminhando para a ADOLESCENCIA, fase em que nossos desejos se acentuam.
  • 16. AS REAÇÕES OBSERVADAS NOS OUTROS QUE MAIS NOS INCOMODAM São aquelas que estão mais profundamente marcadas dentro de nós. As EXPLOSOES DE GENIO, os REPENTES que facilmente notamos nos outros e comentamos atribuindo-lhes razões particulares, ESPELHAM a nossa própria maneira de ser, inconscientemente atribuída a outrem e dificilmente aceita como nossa. É o mecanismo de PROJEÇÃO que se manifesta psicologicamente. Poucas vezes, compreendemos de forma clara as manifestações de nossos sentimentos em situações especificas, principalmente diante da critica em relação a nossos defeitos. Normalmente reagimos: não aceitamos estes defeitos procurando justifica-los. E ai que surgem os MECANISMOS DE DEFESA, naturais e presentes em qualquer pessoa. Através do convívio com o próximo, desde a mais tenra idade, agimos e reagimos emocionalmente, atingindo os domínios dos outros ou sendo atingidos nos nossos.
  • 17. CONCLUINDO: -O CONHECER-SE é o próprio processo de AUTOCONSCIENTIZAÇÃO, de reconhecimento de nossas limitações e dos perigos a que estamos sujeitos no campo das experiências corpóreas. - É ponderar sempre, é refletir sobre os riscos que podem comprometer nossa caminhada ascensional e tomar as decisões, definir rumos, dar testemunhos. É precisamente no convívio com o próximo que expressamos a nossa condição real, COMO AINDA ESTAMOS = NÃO O QUE SOMOS, pois entendemos que, embora ainda ignorantes e imperfeitos, somos obra da criação e contamos com todas as potencialidades para chegarmos a ser perfeitos. Estamos todos em condições de EVOLUIR. Basta querermos e dirigirmos nossos esforços para esse mister. Uma das melhores diretrizes para chegarmos a isso nos é oferecida pelo educador AK-ESSE cap.XVII – Sede Perfeitos – O Dever: “O DEVER COMEÇA PRECISAMENTE NO MOMENTO EM QUE AMEAÇAIS A FELICIDADE E A TRANQUILIDADE DO VOSSO PRÓXIMO, e TERMINA NO LIMITE QUE QUERERÍEIS PARA VÓS MESMOS”.
  • 19. O QUE É AUTOESTIMA? A autoestima está relacionada com a forma como nos vemos, como nos valorizamos, como nos apreciamos e como nos amamos. Ao cultivar o amor em nós mesmos, fortalecemos a nossa confiança e segurança, mantendo nossa autoestima elevada. AUTOESTIMA  ACEITAÇÃO QUE A PESSOA TEM DE SI -Se caracteriza por um conjunto de crenças que temos em relação a nossa pessoa, influenciando a maneira como nos vemos tanto internamente, quanto externamente. Esta percepção particular pode nos levar a vitorias ou fracassos.. -É formada na INFANCIA e os PAIS tem fundamental importância na IMAGEM que os filhos venham formar de si mesmos. Segundo pesquisa nos primeiros 18 anos ouvimos em media 65-130mil frases com mensagens DESTRUTIVAS..
  • 20. -CARACTERÍSTICAS DA BOA AUTOESTIMA: -ALEGRIA E OTIMISMO- pessoa de bem com a vida -MERECIMENTO- sente-se MERECEDORA das coisas boas da vida, -AUTOCONFIANTE- acredita no seu valor independente opinião alheia -PERSEVERANTE – não desiste diante das adversidades - persistente - SABE PERDOAR – despertando amor das pessoas-não se magoa -TOLERANTE- através sua reforma aprende a tolerar, aceitar, perdoando as pessoas com quais convive - sabe que não pode mudar o outro, exceção de si mesma... -AUTOACEITAÇÃO- aceita-se como é e aos outros também - RESPEITO -DESPERTA AMOR e SIMPATIA DAS PESSOAS- por ser uma pessoa com boa autoestima, ATRAI bons relacionamentos , despertando simpatia e amor das pessoas.
  • 21. CARACTERÍSTICAS DA BAIXA AUTOESTIMA: -Na pessoa com baixa autoestima, as dificuldades transitórias de relacão surgem como TSUNAMIS. -DIFICULDADE lidar com PERDAS – todo termino de relacionamento pressupõe dor e sofrimento – A PESSOA COM BOA AUTOESTIMA RECUPERA-SE mais rapidamente dos revezes da vida, reconhecendo seus proprios valores. --AUTODEPRECIAÇÃO- NÃO SE VALORIZA -- COMPLEXO INFERIORIDADE – sou péssima, gorda , feia, não sirvo para nada -EXCESSO DE AUTOCRITICA – só enxerga defeitos, se culpa por erros e fracassos – se compara com outro não reconhecendo suas qualidades. -INTOLERÂNCIA A FRUSTRAÇÃO- expectativas geram -PERMISSIVIDADE – dificuldade de impor limites – NÃO SABER DIZER NÃO- ser controlada por situações externas. -COMPULSÕES- sexo,bebida, drogas,comida -OBSESSÕES ESPIRITUAIS – quando abrimos brechas -TRANSTORNOS EMOCIONAIS- ansiedade, depressão, somatizações.
  • 23. AK- ESE- V- Bem Aventurados os Aflitos – “Todos quantos sejam feridos no coração por reverses e decepções da vida, consultem serenamente a sua consciência, remontem pouco a pouco à causa dos males que os afligem, e verão se as mais das vezes, não poderão confessar: se eu tivesse feito, ou se não tivesse feito tal coisa, não estaria nesta situação." A transgressão aos limites da nossa liberdade de ação, dentro do equilíbrio natural que rege as existências, é quase sempre por nós reconhecidos somente através das consequências colhidas através dos efeitos das reações que nos atingem. A semeadura é livre, a colheita é obrigatória. Quem semeia ventos, colhe tempestades.”
  • 24. -Pela dor retificamos as nossas mazelas do ontem longínquo ou próximo: de outras existências ou da presente vida. -Indubitavelmente, os processos de sofrimento, nas suas mais variadas formas, provocam, na nossa alma, o despertar da consciência e a ampliação do nosso grau de sensibilidade, para percebermos os aspectos edificantes que o coração, nas suas manifestações mais nobres, pode realizar. Quando enfermos, vítimas de nosso próprio desequilíbrio, sofremos os males físicos das doenças contraídas pela falta de vigilância, que abre nossas defesas vibratórias às investidas bacterianas no campo orgânico. - É no tratamento e no restabelecimento da saúde que somos naturalmente levados a meditar sobre as origens e os motivos da doença.
  • 25. Se estamos RESIGNADOS,OBEDECENDO orientações médicas, mais rapidamente nos recompomos; se, porém somos inflexíveis e descremos da necessidade de mudar nossos hábitos, mais lentamente nos restabeleceremos. Quem passa por um período de tratamento, sente e sabe o que sofreu e, nem que seja apenas por autodefesa, toma certos cuidados, como mudar seus costumes, transformar sua conduta, para que não venha a ter uma recaída e, assim, sofrer as mesmas dores, repetir as experiências desagradáveis. - Inicia-se então um processo de autoconhecimento com relação a alguns aspectos de nosso comportamento, de nossa forma de vida. Nessas ocasiões em que adoecemos, muitas vezes somos obrigados a permanecer imóveis num leito, semiconscientes ou sentindo dores dilacerantes, à beira do desespero, por vários dias – fase para REPENSARMOS..nossa vida.
  • 26. = Quantas criaturas não se transformam radicalmente depois de uma grave enfermidade? -Descobrindo dentro de si VALORES ETERNO DO ESPIRITO ,após terem sofrido longo tratamento ou perdas irreparáveis, dores morais, desilusões caráter afetivo, dificuldade financeira, que vem ensinar a valorizar as coisas simples da vida. Quantos à beira da morte, hoje valorizam a vida, praticando caridades e distribuindo carinho ao próximo? As dores, sob qualquer forma, ensinam-nos profundamente a nos conhecer, a nos transformar, e, por mais que soframos, precisamos ter a disposição íntima de agradecer, porque no mundo de facilidades e de atrativos para os impulsos do ser imediatista e físico que abrigamos, são as oportunidades que a dor nos proporciona, algumas das maneiras mais eficazes de transformação desse homem animalizado e insensível. . Valorizemos a nossa dor, tomemos a nossa cruz e com ela caminhemos para a nossa redenção. ··.
  • 28. AK – LE – 919-A - Compreendemos toda a sabedoria dessa máxima (Conhece-te a ti mesmo), mas a dificuldade está precisamente em se conhecer a si próprio. Qual o meio de chegar a isso? - STO AGOSTINHO responde, oferecendo o resultado de sua própria experiência: “- Fazei o que eu fazia quando vivi na Terra: Ao fim de cada dia interrogava a minha consciência, passava em revista o que havia feito e me perguntava a mim mesmo se não tinha faltado ao cumprimento de algum dever, se ninguém teria motivo para se queixar de mim. Foi assim que cheguei a me conhecer e ver o que em mim necessitava de reforma.”
  • 29. =Ainda ensina S.Agostinho, perante a dúvida de como julgar-se a si mesmo: “quando estais indeciso quanto ao valor de vossas ações, perguntai como as qualificaríeis se tivessem sido praticadas por outra pessoa. Se as censurardes em outros, essa censura não poderia ser mais legítima para vós, porque Deus não usa de duas medidas para a justiça.” Insiste, depois, aconselhando: “Formulai, portanto, perguntas claras e precisas, e não temais multiplicá-las“.
  • 30. = A autoanálise é um processo sistemático e permanente de efeitos diários e contínuos, pois vamos ao encontro de nós mesmos para explorar o nosso terreno íntimo, cultivando-o, preparando-o para produzir bons frutos. Através desse processo vamos nos CONHECENDO,não permitindo sermos levados pelo piloto automático – evitando reações adversas e descontroles emocionais decorrentes da nossa falta de controle.
  • 32. APRENDER A ESCUTAR nossas emoções contribui para revelar muitos detalhes sobre nós mesmos ou, outras pessoas. Estarmos CONSCIENTES de nosso próprio estado emocional nos possibilita conhecer quais são as emoções que, mais se repetem no nosso dia a dia, ou a origem delas, fazendo com que tenhamos um maior autoconhecimento sobre os comportamentos que, muitas vezes, nos encarceram através do piloto automático. Quando vivenciamos a AUTOCONSCIENCIA conseguimos olhar alem da consciência pré- reflexiva, pois ela nos permite observarmos nossos estados internos, descrevendo para nós mesmos quais os sentimentos, sensações e emoções envolvidas, promovendo o AUTOCONHECIMENTO Uma pessoa CONSCIENTE pode ser qualquer pessoa, uma pessoa AUTOCONSCIENTE é única, pois acessamos o que estamos fazendo e nos perguntamos: QUAL É A MINHA EMOÇÃO? Estou irritada. COMO ESTOU ME SENTINDO? Incomodada, chateada, indignada, magoada, rejeitada, etc.
  • 33. EMOÇÕES PRIMÁRIAS: resposta adaptativa ao perigo MEDO: qdo não conseguimos lidar com a emoção surge a ANSIEDADE (medo futuro) , preocupação – E SE ... apreensão, nervosismo, susto / como psicopatologia, fobia e síndrome pânico. - RAIVA – resp. adaptativa a AMEAÇA DE PERIGO - fúria, revolta, ressentimento, exasperação, no extremo, ódio e violência patológicos. – TRISTEZA: Resposta adaptativa ao sentimento de PERDA - sofrimento, mágoa, desânimo, desalento, melancolia, solidão, e, quando patológica, severa depressão. - - - =ALEGRIA , reação adaptativa a algo que se conquistou -trazendo alivio, felicidade, contentamento, deleite, gratificação, bom humor, satisfação – quando a ALEGRIA ADOECE temos picos de EUFORIA. (transtornos de humor, bipolaridade) AFETO: reação adaptativa em resposta a uma situação onde desejamos uma CONEXÃO – desencadeando aceitação, amizade, confiança, afinidade, compaixão, QUANDO ADOECE vira ÓDIO ou APEGO EXCESSIVO . – ex: PAIXÃO que muitas vezes deixa as pessoas CEGAS, gerando o CIUME e o DESEJO DE CONTROLAR O OUTRO – O AFETO iluminado=AMOR
  • 34. LEMBRANDO= toda EMOÇÃO NEGATIVA tem seu LADO POSITIVO; MEDO pode nos fazer recuar ao atravessar uma rua movimentada, RAIVA nos impele fazer coisas que geralmente não faríamos – DEFENDER UM FILHO de uma AMEAÇA de um animal feroz... A POSITIVIDADE da RAIVA pode estar vinculada A FORÇA - faz correr atras dos sonhos, projetos, objetivos – (ser despedido) = a diferença esta em sabermos para onde direcionamos esta força seja de forma positiva ou negativa. TRISTEZA – nos mostra um campo de frustração a ser mudado em relação a determinado comportamento.
  • 35. CONTROLANDO EMOÇÕES ex: = MAIOR dificuldade controlar n/ emoções deve-se exercermos muito pouco domínio sobre n consciência – alguma vezes nossas emoções nos fazem agir de maneira PRECIPITADA, magoando a quem amamos ou tomamos atitudes que poderemos nos arrepender. FREDERICO- temperamento explosivo – estressado- irritado. Antes de ir para o trabalho tinha dormido mal e por isso chegou ATRASADO APÓS UM CAFÉ APRESSADO. Ao chegar o CHEFE MAU HUMORADO já começou a reclamar dele e esforçou-se para não EXPLODIR. A noitinha ao ir para casa encontra a esposa irritada que ainda reclama do atraso, jantar frio.. criança que chora.. Esta foi a GOTA D AGUA – perde a calma e EXPLODE ocasionando um DESCONTROLE EMOCIONAL desproporcional ao evento –sorte que a mulher ficou quieta... Sente o sangue subir, o coração disparar quase saindo pela boca.. ESTE É O TIPICO DESCONTROLE OCASIONADO PELO ESTRESSE CRONICO – todos os dias segue uma ROTINA DESGASTANTE da qual DETESTA.
  • 36. 07 – EMOÇÕES TÓXICAS JOANA ANGELIS- Momentos de Felicidade  O homem que se candidata a uma existência feliz, tem a obrigação de VIGIAR AS EMOÇÕES PERTURBADORAS que provocam DESARMONIAS - perfeitamente dispensáveis, na economia do seu processo de evolução. AS EMOÇÕES PERTURBADORAS decorrem: a) EXCESSO de AUTOESTIMA (a consciência de n valores e qualidades pessoais mas também de nossas IMPERFEIÇÕES) – EXCESSO – pessoa se concede uma alta consideração, ficando IRRITADA ou agressiva, caso suas EXPECTATIVAS não sejam atendidas. B) APEGO AOS BENS MATERIAIS E ÀS PESSOAS = gera a instabilidade EMOCIONAL – instigando a GANANCIA, A SOBERBA e a ILUSAO DA POSSE , do poder que concede a falsa impressão de situar-se acima dos outros- ter + que outro- controladora, medo de perder, ansiedade, C) O ORGULHO – que INTOXICA a PESSOA, levando-a a PENSAR SER alguem diferenciado, ocupando uma situação privilegiada= ALGUEM ESPECIAL - você sabe com quem esta falando? A pessoa orgulhosa ACREDITA SER MELHOR DO QUE OS OUTROS E quando não correspondida em seus anseios – IRRITA-SE raiva
  • 37. 08 – PRINCIPAIS EMOÇÕES TOXICAS =Todos convivemos c/incomodo das EMOÇÕES TOXICAS: RAIVA, IRA, RESSENTIMENTO = inveja, ciúmes, ansiedade, frustração, IRRITAÇÃO– dificil assumir que elas são de n/responsabilidade, A irritação é emoção hostil contra- situação/pessoa, podendo variar de intensidade,indo desconforto- IMPACIENCIA, FURIA e ODIO- podendo desencadear situações acionada quando n desejo não satisfeito ou nossa autoestima é atacada.. AS PESSOAS NÃO SÃO PERTURBADAS POR COISAS, MAS PELA INTERPRETAÇÃO QUE FAZEM DAS COISAS – não são os EVENTOS externos que nos fazem sentir algo, mas a HISTORIA que contamos para nós mesmos. Portanto, não é O ENGARRAFAMENTO, o GOVERNO, QUE ME IRRITAM, mas os PENSAMENTOS que advem desta situação. PENSAMENTOS VEM ANTES DA EMOÇÃO. ESTA É A VERDADEIRA FONTE DE ESTRESSE(interpretação que fazemos das coisas, muitas vezes deturpada, fantasiosa...repleta das n crenças limitantes.. Tudo o que nos irrita nos outros pode nos levar a uma melhor compreensão de nós mesmos.” Jung) História PATOS – bata suas asas deixe a historia para lá retorne para o único lugar IMPORTANTE – MOMENTO PRESENTE
  • 38. -EMOÇÕES/ LIVRE ARBITRIO – Todos já convivemos com o incomodo da RAIVA, MEDO, INVEJA, CIUME, VERGONHA, ANSIEDADE entre outros. As vezes é dificil ASSUMIR a presença destas EMOÇÕES e não raro, nos convencemos de que são sempre os OUTROS os causadores de nossos problemas. Afinal quem abala nossa tranquilidade: o barulho do vizinho, o transito, o chefe.. Geralmente, negamos a RESPONSABILIDADE sobre nossas emoções pela mais interesseira das razões: criar desculpas para nossos comportamentos. Ex.JOAO- empresário SUCESSO - casa maravilhosa...família 10 - -EMPRESA= cordial, amável, gratificava funcionários e arrumava tempo p/palestras MARIO – bairro pobre- desempregado, rotina BAR BEBER – havia recusado VAGA AUX.MECANICO – esposa o abandonara. Naquele dia bebeu, brigou e apanhou vindo a desfalecer – VIZINHO penalizado o levou para casa.-perguntou: porque ele era assim? Sou um desgraçado, meu pai batia na minha mãe, bebia todas, não trabalhava - JOÃO – terminava uma palestra e foi entrevistado por alunos da Universidade - o que o Sr. fez para tornar-se este grande empresário? Devo tudo a minha familia- meu pai foi um péssimo ex – era alcoólatra, batia nos filhos e na minha mãe, não parava em emprego e quando minha mãe morreu sai de casa DECIDIDO QUE AQUELA NÃO SERIA A VIDA QUE QUERIA PARA MIM E FUTURA FAMILIA. LIÇÃO: não lamente o passado-CONSTRUA você mesmo seu presente e futuro. APRENDA COM SEUS ERROS E TAMBEM DOS OUTROS- ESCOLHA É SEMPRE NOSSA – SOMOS O RESULTADO DAQUILO QUE FAZEMOS NO NOSSO DIA.