SlideShare uma empresa Scribd logo
Agrupamento de Escolas de Carrazeda de Ansiães
Regulamento da Biblioteca Escolar
Organização para o ano 2020/2021
Este plano contempla as normas de organização, acesso e de gestão pedagógicas para as
bibliotecas do Agrupamento de Escolas de Carrazeda de Ansiães e decorre do plano de ação
do próprio agrupamento para o próximo ano letivo, face às orientações da Rede de Bibliotecas
Escolares, com base nas normas da DGE e da DGS.
A frequência/lotação da biblioteca será reduzida para um terço, devendo apenas ser ocupados
os lugares indicados.
Biblioteca da Escola Sede
ORGANIZAÇÃO DO ESPAÇO
♦ Mobiliário
Zona informal – os sofás só serão utilizados com a indicação da professora bibliotecária ou da
assistente operacional.
Zona áudio e vídeo – Esta zona não está disponível. Esta zona apenas tem a funcionalidade
para requisições domiciliárias dos DVD/VHS.
Zona de atendimento - nesta zona está apenas a funcionar com um lugar disponível para o
atendimento unipessoal. Todos os utilizadores devem passar pelo balcão de atendimento para
a recolha dos seus dados, a hora e a indicação do lugar a ocupar.
Zona de trabalho de grupo – as mesas redondas ficam apenas com 2 lugares sentados
disponíveis e será uma extensão da zona informática.
Zona de leitura – nesta zona foi criado mais espaço entre as mesas e ocupando mais espaço
da zona informal, uma vez que terá uma funcionalidade restrita. Cada mesa dupla tem apenas
um lugar sentado, de maneira a ser cumprido um distanciamento de um metro.
Zona multimédia – cada mesa de PC tem apenas um lugar sentado.
♦ Equipamento
Estão disponíveis 6 PC, de forma a garantir o distanciamento de 1 metro, e 10 tablets. Os PC
formam a Zona Multimédia e que agora fica maior pois ocupa também pode ocupar a zona de
trabalho de grupo.
Os tabletes poderão ser usados na biblioteca ou em sala de aula. Para isso, o /a professor/a
poderá solicitar à biblioteca, no formulário disponível, o número de equipamentos necessários
e já desinfetados. Após a sua utilização, no final da aula, o professor deverá devolver os
equipamentos para serem sujeitos a desinfeção.
2
♦ Fundo documental
Não há alteração na organização do fundo documental no espaço. O acesso ao fundo
documental não poderá ser feito pelos utilizadores. Cada utilizador poderá acompanhar a
responsável e deverá solicitar o livro pretendido para requisição.
♦ Protocolos de higienização dos espaços e equipamentos e normas para a sua utilização
O uso de máscara é obrigatório na biblioteca. Os utilizadores devem desinfetar as mãos à
entrada e proceder à inscrição, junto do balcão de atendimento, fornecendo os seus dados
para que a professora bibliotecária ou elemento da equipa preencha o respetivo documento.
Após a utilização do espaço da biblioteca por uma turma/grupo os equipamentos, mesas e
cadeiras utilizadas são desinfetadas.
Todos os equipamentos - PC e tablets serão desinfetados, após cada utilização.
Os fundos documentais, após cada manuseamento/utilização são colocados num espaço
próprio – carrinho à entrada - para ficarem em quarentena 72h.
Os utilizadores devem, junto ao balcão de atendimento, informar quais os
equipamentos/serviços da biblioteca pretendem para as salas de aulas, proceder à sua
requisição e disponibilização pela professora bibliotecária ou elemento da equipa que está a
rececionar.
♦ Protocolos de arejamento
A porta de entrada estará sempre abertas. As janelas serão abertas todas as manhã e tardes
para arejamento do espaço.
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO
♦ Horário de abertura e encerramento
A biblioteca funciona das 8h45 às 17h30.
♦ Previsão de tempos para higienização e arejamento do espaço
Após cada utilização por uma turma/grupo haverá 10 minutos para que o espaço e
equipamentos sejam desinfetados.
ACESSO À BIBLIOTECA E ÀS DIFERENTES ÁREAS FUNCIONAIS
♦ Normas e procedimentos de entrada e saída
O acesso faz-se por uma porta principal. Haverá sinalética no chão para demarcar o circuito de
entrada e o de saída.
♦ Limites de ocupação
O limite máximo de utilização será de 15 alunos.
3
♦ Prioridades de acesso
O uso da biblioteca será feito em contexto de turma/grupo/tutoria/mentoria para
desenvolvimento de atividades planificadas e previamente agendadas na biblioteca.
Para uso autónomo, dar-se-á prioridade aos alunos que pretendam estudar/realizar
trabalhos/pesquisas e requisitar documentos.
Todos os lugares estão etiquetados com um número para a referenciação/localização dos
alunos na ficha de presenças.
♦ Distanciamento entre utilizadores
O distanciamento entre utilizadores, quando sentados, será, sempre que possível, de um
metro.
♦ Normas de manuseamento
Sempre que um aluno manuseia um livro para ler na biblioteca deve deixá-lo no carrinho dos
livros identificado com a palavra LIVROS/QUARENTENA. O documento permanecerá ali
durante 72 horas.
Os teclado e rato dos PC serão sempre desinfetados após cada utilização. Após a desinfeção
será colocado um separador a dizer LIMPO em cima do teclado.
Os tablets são entregues ao aluno desinfetados. Depois da sua utilização, o aluno deverá
entregá-lo no balcão de atendimento para que imediatamente seja desinfetado. Depois de
desinfetado é guardado novamente na zona de arquivo.
♦ Acesso de grupos/ turmas
As turmas/ grupos realizam um percurso direto da sala à biblioteca, seguindo as indicações do
docente.
Os alunos para tutoria ou mentoria, individualmente, serão sempre acompanhados pelo
respetivo Tutor/Mentor.
SERVIÇOS DOCUMENTAIS
♦ Normas de utilização da coleção para leitura presencial, sala de aula ou domiciliária
Os fundos documentais a utilizar para leitura na biblioteca, após a sua utilização, cada
utilizador deve colocar o documento no carrinho dos livros, assinalado com
LIVROS/QUARENTENA. Após 72 horas estes documentos serão arrumados nas estantes pela PB
ou assistente operacional.
4
Os fundos documentais a utilizar em sala de aula, deverão ser requisitados com a antecedência
de, pelo menos, um dia. No final da cada utilização, o/a professor/a deverá devolvê-los para
serem colocados em quarentena.
Os fundos documentais do empréstimo domiciliário, são deixados pelos utilizadores na
biblioteca para serem sujeitos quarentena, no local já referido.
SERVIÇOS PEDAGÓGICOS
♦ Apoio ao estudo/ trabalho em pequenos grupos/ trabalho individual
Os alunos, por indicação da professora bibliotecária ou outro elemento da equipa da BE,
podem usar o espaço da BE, em horário da sua mancha letiva para estudo, trabalhos ou
pesquisas.
Os programas de tutorias e mentorias também podem ser realizados no espaço da biblioteca,
de maneira a que os alunos possam os seus equipamentos tecnológicos. Estes alunos estarão
sempre acompanhados do tutor/mentor.
♦ Trabalho com grupos/ turmas
Por solicitação dos docentes, o espaço da BE pode ser requisitado, com a antecedência de um
dia e em formulário para o efeito, para o desenvolvimento de atividades em contexto de
turma.
A biblioteca também oferece um conjunto de atividades a serem desenvolvidas em contexto
de turma; estas atividades realizar-se-ão de forma concertada e articulada com os docentes.
♦ Uso autónomo da biblioteca
Os alunos poderão usufruir da biblioteca para uso autónomo, mantendo o devido
distanciamento, respeitando as regras e os espaços delimitados.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Regulamento da be escola sede 20_21 final

Regras BE/CRE
Regras BE/CRERegras BE/CRE
Regras BE/CRE
António Sérgio
 
Regimentos BE
Regimentos BE  Regimentos BE
Regimentos BE
Isaura Carvalho
 
Normas Funcionamento Biblioteca 09 10
Normas Funcionamento Biblioteca 09 10Normas Funcionamento Biblioteca 09 10
Normas Funcionamento Biblioteca 09 10
DanielaSantos
 
Regulamento be alvito
Regulamento  be alvitoRegulamento  be alvito
Regulamento be alvito
Luisa Fadista
 
Regimento BE covid-19 - 2020-2021
Regimento BE   covid-19 - 2020-2021Regimento BE   covid-19 - 2020-2021
Regimento BE covid-19 - 2020-2021
Maria Paredes
 
Regras de funcionamento da biblioteca escolar
Regras de funcionamento da biblioteca escolar Regras de funcionamento da biblioteca escolar
Regras de funcionamento da biblioteca escolar
BE Mourão
 
Guia utilizador BE professores
Guia utilizador BE professoresGuia utilizador BE professores
Guia utilizador BE professores
paulafernandadiogo
 
Regimento interno
Regimento internoRegimento interno
Regimento interno
cresac
 
Folheto utilizador becre_2010_2011
Folheto utilizador becre_2010_2011Folheto utilizador becre_2010_2011
Folheto utilizador becre_2010_2011
helenavf1
 
Regimento be lousa
Regimento be lousaRegimento be lousa
Regimento be lousa
Anaigreja
 
Regimento da biblioteca
Regimento da bibliotecaRegimento da biblioteca
Regimento da biblioteca
Silvares
 
Folheto Utilizador Becre Moodle
Folheto Utilizador Becre MoodleFolheto Utilizador Becre Moodle
Folheto Utilizador Becre Moodle
helenavf1
 
Regimento das BE'S
Regimento das BE'SRegimento das BE'S
Regimento das BE'S
be23ceb
 
Regimento loures1
Regimento loures1Regimento loures1
Regimento loures1
Anaigreja
 
Formação de utilizadores
Formação de utilizadoresFormação de utilizadores
Formação de utilizadores
Lucilia Fonseca
 
Formação de utilizadores
Formação de utilizadoresFormação de utilizadores
Formação de utilizadores
Lucilia Fonseca
 
Protocolo de reabertura da Biblioteca Escolar
Protocolo de reabertura da Biblioteca EscolarProtocolo de reabertura da Biblioteca Escolar
Protocolo de reabertura da Biblioteca Escolar
Carla Crespo
 
Regimento be 2013 2014
Regimento be 2013 2014Regimento be 2013 2014
Regimento be 2013 2014
Élio Geadas
 
Guiao utilizador
Guiao utilizadorGuiao utilizador
Guiao utilizador
mpedropa
 
Regulamento das BE do Agrupamento
Regulamento das BE do AgrupamentoRegulamento das BE do Agrupamento
Regulamento das BE do Agrupamento
Biblioleca
 

Semelhante a Regulamento da be escola sede 20_21 final (20)

Regras BE/CRE
Regras BE/CRERegras BE/CRE
Regras BE/CRE
 
Regimentos BE
Regimentos BE  Regimentos BE
Regimentos BE
 
Normas Funcionamento Biblioteca 09 10
Normas Funcionamento Biblioteca 09 10Normas Funcionamento Biblioteca 09 10
Normas Funcionamento Biblioteca 09 10
 
Regulamento be alvito
Regulamento  be alvitoRegulamento  be alvito
Regulamento be alvito
 
Regimento BE covid-19 - 2020-2021
Regimento BE   covid-19 - 2020-2021Regimento BE   covid-19 - 2020-2021
Regimento BE covid-19 - 2020-2021
 
Regras de funcionamento da biblioteca escolar
Regras de funcionamento da biblioteca escolar Regras de funcionamento da biblioteca escolar
Regras de funcionamento da biblioteca escolar
 
Guia utilizador BE professores
Guia utilizador BE professoresGuia utilizador BE professores
Guia utilizador BE professores
 
Regimento interno
Regimento internoRegimento interno
Regimento interno
 
Folheto utilizador becre_2010_2011
Folheto utilizador becre_2010_2011Folheto utilizador becre_2010_2011
Folheto utilizador becre_2010_2011
 
Regimento be lousa
Regimento be lousaRegimento be lousa
Regimento be lousa
 
Regimento da biblioteca
Regimento da bibliotecaRegimento da biblioteca
Regimento da biblioteca
 
Folheto Utilizador Becre Moodle
Folheto Utilizador Becre MoodleFolheto Utilizador Becre Moodle
Folheto Utilizador Becre Moodle
 
Regimento das BE'S
Regimento das BE'SRegimento das BE'S
Regimento das BE'S
 
Regimento loures1
Regimento loures1Regimento loures1
Regimento loures1
 
Formação de utilizadores
Formação de utilizadoresFormação de utilizadores
Formação de utilizadores
 
Formação de utilizadores
Formação de utilizadoresFormação de utilizadores
Formação de utilizadores
 
Protocolo de reabertura da Biblioteca Escolar
Protocolo de reabertura da Biblioteca EscolarProtocolo de reabertura da Biblioteca Escolar
Protocolo de reabertura da Biblioteca Escolar
 
Regimento be 2013 2014
Regimento be 2013 2014Regimento be 2013 2014
Regimento be 2013 2014
 
Guiao utilizador
Guiao utilizadorGuiao utilizador
Guiao utilizador
 
Regulamento das BE do Agrupamento
Regulamento das BE do AgrupamentoRegulamento das BE do Agrupamento
Regulamento das BE do Agrupamento
 

Mais de Be Carrazeda

Normas do CNL 2021
Normas do CNL 2021Normas do CNL 2021
Normas do CNL 2021
Be Carrazeda
 
MIBE_2020
MIBE_2020MIBE_2020
MIBE_2020
Be Carrazeda
 
Guia do utilizador 20_21
Guia do utilizador 20_21Guia do utilizador 20_21
Guia do utilizador 20_21
Be Carrazeda
 
João Pateta
João PatetaJoão Pateta
João Pateta
Be Carrazeda
 
Caça ao tesouro 3º ano - Estudo do Meio
Caça ao tesouro 3º ano - Estudo do MeioCaça ao tesouro 3º ano - Estudo do Meio
Caça ao tesouro 3º ano - Estudo do Meio
Be Carrazeda
 
Comemoração dos direitos das crianças
Comemoração dos direitos das criançasComemoração dos direitos das crianças
Comemoração dos direitos das crianças
Be Carrazeda
 
Uma Flor chamada Maria
Uma Flor chamada MariaUma Flor chamada Maria
Uma Flor chamada Maria
Be Carrazeda
 
A gotinha medrosa
A gotinha medrosaA gotinha medrosa
A gotinha medrosa
Be Carrazeda
 
Trabalhos do 4ºJ
Trabalhos do 4ºJTrabalhos do 4ºJ
Trabalhos do 4ºJ
Be Carrazeda
 
Obras em formato digital
Obras em formato digitalObras em formato digital
Obras em formato digital
Be Carrazeda
 
Todos diferentes
Todos diferentesTodos diferentes
Todos diferentes
Be Carrazeda
 
O sapo apaixonado
O sapo apaixonadoO sapo apaixonado
O sapo apaixonado
Be Carrazeda
 
Receitas saborosas!
Receitas saborosas!Receitas saborosas!
Receitas saborosas!
Be Carrazeda
 
Parlamento jovem
Parlamento jovemParlamento jovem
Parlamento jovem
Be Carrazeda
 
Cartaz secundario2013
Cartaz secundario2013Cartaz secundario2013
Cartaz secundario2013
Be Carrazeda
 
Cartaz basico2013
Cartaz basico2013Cartaz basico2013
Cartaz basico2013
Be Carrazeda
 
Concurso nacional de leitura 12 13
Concurso nacional de leitura 12 13Concurso nacional de leitura 12 13
Concurso nacional de leitura 12 13
Be Carrazeda
 
Abecedário sem juízo
Abecedário sem juízoAbecedário sem juízo
Abecedário sem juízoBe Carrazeda
 
Inscrições dos amigos da biblioteca
Inscrições dos amigos da bibliotecaInscrições dos amigos da biblioteca
Inscrições dos amigos da biblioteca
Be Carrazeda
 

Mais de Be Carrazeda (20)

Normas do CNL 2021
Normas do CNL 2021Normas do CNL 2021
Normas do CNL 2021
 
MIBE_2020
MIBE_2020MIBE_2020
MIBE_2020
 
Guia do utilizador 20_21
Guia do utilizador 20_21Guia do utilizador 20_21
Guia do utilizador 20_21
 
João Pateta
João PatetaJoão Pateta
João Pateta
 
Caça ao tesouro 3º ano - Estudo do Meio
Caça ao tesouro 3º ano - Estudo do MeioCaça ao tesouro 3º ano - Estudo do Meio
Caça ao tesouro 3º ano - Estudo do Meio
 
Comemoração dos direitos das crianças
Comemoração dos direitos das criançasComemoração dos direitos das crianças
Comemoração dos direitos das crianças
 
Uma Flor chamada Maria
Uma Flor chamada MariaUma Flor chamada Maria
Uma Flor chamada Maria
 
A gotinha medrosa
A gotinha medrosaA gotinha medrosa
A gotinha medrosa
 
Trabalhos do 4ºJ
Trabalhos do 4ºJTrabalhos do 4ºJ
Trabalhos do 4ºJ
 
Obras em formato digital
Obras em formato digitalObras em formato digital
Obras em formato digital
 
Todos diferentes
Todos diferentesTodos diferentes
Todos diferentes
 
O sapo apaixonado
O sapo apaixonadoO sapo apaixonado
O sapo apaixonado
 
Hora do conto
Hora do contoHora do conto
Hora do conto
 
Receitas saborosas!
Receitas saborosas!Receitas saborosas!
Receitas saborosas!
 
Parlamento jovem
Parlamento jovemParlamento jovem
Parlamento jovem
 
Cartaz secundario2013
Cartaz secundario2013Cartaz secundario2013
Cartaz secundario2013
 
Cartaz basico2013
Cartaz basico2013Cartaz basico2013
Cartaz basico2013
 
Concurso nacional de leitura 12 13
Concurso nacional de leitura 12 13Concurso nacional de leitura 12 13
Concurso nacional de leitura 12 13
 
Abecedário sem juízo
Abecedário sem juízoAbecedário sem juízo
Abecedário sem juízo
 
Inscrições dos amigos da biblioteca
Inscrições dos amigos da bibliotecaInscrições dos amigos da biblioteca
Inscrições dos amigos da biblioteca
 

Último

Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
PatriciaZanoli
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
LEANDROSPANHOL1
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 

Último (20)

Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 

Regulamento da be escola sede 20_21 final

  • 1. Agrupamento de Escolas de Carrazeda de Ansiães Regulamento da Biblioteca Escolar Organização para o ano 2020/2021 Este plano contempla as normas de organização, acesso e de gestão pedagógicas para as bibliotecas do Agrupamento de Escolas de Carrazeda de Ansiães e decorre do plano de ação do próprio agrupamento para o próximo ano letivo, face às orientações da Rede de Bibliotecas Escolares, com base nas normas da DGE e da DGS. A frequência/lotação da biblioteca será reduzida para um terço, devendo apenas ser ocupados os lugares indicados. Biblioteca da Escola Sede ORGANIZAÇÃO DO ESPAÇO ♦ Mobiliário Zona informal – os sofás só serão utilizados com a indicação da professora bibliotecária ou da assistente operacional. Zona áudio e vídeo – Esta zona não está disponível. Esta zona apenas tem a funcionalidade para requisições domiciliárias dos DVD/VHS. Zona de atendimento - nesta zona está apenas a funcionar com um lugar disponível para o atendimento unipessoal. Todos os utilizadores devem passar pelo balcão de atendimento para a recolha dos seus dados, a hora e a indicação do lugar a ocupar. Zona de trabalho de grupo – as mesas redondas ficam apenas com 2 lugares sentados disponíveis e será uma extensão da zona informática. Zona de leitura – nesta zona foi criado mais espaço entre as mesas e ocupando mais espaço da zona informal, uma vez que terá uma funcionalidade restrita. Cada mesa dupla tem apenas um lugar sentado, de maneira a ser cumprido um distanciamento de um metro. Zona multimédia – cada mesa de PC tem apenas um lugar sentado. ♦ Equipamento Estão disponíveis 6 PC, de forma a garantir o distanciamento de 1 metro, e 10 tablets. Os PC formam a Zona Multimédia e que agora fica maior pois ocupa também pode ocupar a zona de trabalho de grupo. Os tabletes poderão ser usados na biblioteca ou em sala de aula. Para isso, o /a professor/a poderá solicitar à biblioteca, no formulário disponível, o número de equipamentos necessários e já desinfetados. Após a sua utilização, no final da aula, o professor deverá devolver os equipamentos para serem sujeitos a desinfeção.
  • 2. 2 ♦ Fundo documental Não há alteração na organização do fundo documental no espaço. O acesso ao fundo documental não poderá ser feito pelos utilizadores. Cada utilizador poderá acompanhar a responsável e deverá solicitar o livro pretendido para requisição. ♦ Protocolos de higienização dos espaços e equipamentos e normas para a sua utilização O uso de máscara é obrigatório na biblioteca. Os utilizadores devem desinfetar as mãos à entrada e proceder à inscrição, junto do balcão de atendimento, fornecendo os seus dados para que a professora bibliotecária ou elemento da equipa preencha o respetivo documento. Após a utilização do espaço da biblioteca por uma turma/grupo os equipamentos, mesas e cadeiras utilizadas são desinfetadas. Todos os equipamentos - PC e tablets serão desinfetados, após cada utilização. Os fundos documentais, após cada manuseamento/utilização são colocados num espaço próprio – carrinho à entrada - para ficarem em quarentena 72h. Os utilizadores devem, junto ao balcão de atendimento, informar quais os equipamentos/serviços da biblioteca pretendem para as salas de aulas, proceder à sua requisição e disponibilização pela professora bibliotecária ou elemento da equipa que está a rececionar. ♦ Protocolos de arejamento A porta de entrada estará sempre abertas. As janelas serão abertas todas as manhã e tardes para arejamento do espaço. HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO ♦ Horário de abertura e encerramento A biblioteca funciona das 8h45 às 17h30. ♦ Previsão de tempos para higienização e arejamento do espaço Após cada utilização por uma turma/grupo haverá 10 minutos para que o espaço e equipamentos sejam desinfetados. ACESSO À BIBLIOTECA E ÀS DIFERENTES ÁREAS FUNCIONAIS ♦ Normas e procedimentos de entrada e saída O acesso faz-se por uma porta principal. Haverá sinalética no chão para demarcar o circuito de entrada e o de saída. ♦ Limites de ocupação O limite máximo de utilização será de 15 alunos.
  • 3. 3 ♦ Prioridades de acesso O uso da biblioteca será feito em contexto de turma/grupo/tutoria/mentoria para desenvolvimento de atividades planificadas e previamente agendadas na biblioteca. Para uso autónomo, dar-se-á prioridade aos alunos que pretendam estudar/realizar trabalhos/pesquisas e requisitar documentos. Todos os lugares estão etiquetados com um número para a referenciação/localização dos alunos na ficha de presenças. ♦ Distanciamento entre utilizadores O distanciamento entre utilizadores, quando sentados, será, sempre que possível, de um metro. ♦ Normas de manuseamento Sempre que um aluno manuseia um livro para ler na biblioteca deve deixá-lo no carrinho dos livros identificado com a palavra LIVROS/QUARENTENA. O documento permanecerá ali durante 72 horas. Os teclado e rato dos PC serão sempre desinfetados após cada utilização. Após a desinfeção será colocado um separador a dizer LIMPO em cima do teclado. Os tablets são entregues ao aluno desinfetados. Depois da sua utilização, o aluno deverá entregá-lo no balcão de atendimento para que imediatamente seja desinfetado. Depois de desinfetado é guardado novamente na zona de arquivo. ♦ Acesso de grupos/ turmas As turmas/ grupos realizam um percurso direto da sala à biblioteca, seguindo as indicações do docente. Os alunos para tutoria ou mentoria, individualmente, serão sempre acompanhados pelo respetivo Tutor/Mentor. SERVIÇOS DOCUMENTAIS ♦ Normas de utilização da coleção para leitura presencial, sala de aula ou domiciliária Os fundos documentais a utilizar para leitura na biblioteca, após a sua utilização, cada utilizador deve colocar o documento no carrinho dos livros, assinalado com LIVROS/QUARENTENA. Após 72 horas estes documentos serão arrumados nas estantes pela PB ou assistente operacional.
  • 4. 4 Os fundos documentais a utilizar em sala de aula, deverão ser requisitados com a antecedência de, pelo menos, um dia. No final da cada utilização, o/a professor/a deverá devolvê-los para serem colocados em quarentena. Os fundos documentais do empréstimo domiciliário, são deixados pelos utilizadores na biblioteca para serem sujeitos quarentena, no local já referido. SERVIÇOS PEDAGÓGICOS ♦ Apoio ao estudo/ trabalho em pequenos grupos/ trabalho individual Os alunos, por indicação da professora bibliotecária ou outro elemento da equipa da BE, podem usar o espaço da BE, em horário da sua mancha letiva para estudo, trabalhos ou pesquisas. Os programas de tutorias e mentorias também podem ser realizados no espaço da biblioteca, de maneira a que os alunos possam os seus equipamentos tecnológicos. Estes alunos estarão sempre acompanhados do tutor/mentor. ♦ Trabalho com grupos/ turmas Por solicitação dos docentes, o espaço da BE pode ser requisitado, com a antecedência de um dia e em formulário para o efeito, para o desenvolvimento de atividades em contexto de turma. A biblioteca também oferece um conjunto de atividades a serem desenvolvidas em contexto de turma; estas atividades realizar-se-ão de forma concertada e articulada com os docentes. ♦ Uso autónomo da biblioteca Os alunos poderão usufruir da biblioteca para uso autónomo, mantendo o devido distanciamento, respeitando as regras e os espaços delimitados.