SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 6
Reconquista Cristã
Inicio da Reconquista
Os Cristãos, refugiaram-se nas Astúrias, no Norte da Península Ibérica e
organizaram a resistência aos Muçulmanos. Chefiados por Pelágio, têm a
sua primeira grande vitória na Batalha de Covadonga, em 722. Forma-se
o primeiro reino cristão, o Reino das Astúrias.

Iniciou-se assim a Reconquista Cristã,
isto é, a recuperação de territórios em
poder dos Muçulmanos.




A Reconquista Cristã durou oito séculos,
cheios de batalhas mas também com
períodos de paz.
Reinos Ibéricos
Partindo das Astúrias e dos Pirenéus a
Reconquista continua.
Formaram-se novos reinos cristãos , o reino das
Astúrias originou o reino de Leão e na parte
central da península formou-se o reino de
Castela.

Avançando para Oeste e para Sul surgiram
também o reino de Navarra junto aos Pirenéus e
no vale do rio Ebro o reino de Aragão.


O rei de Leão e Castela, D. Afonso VI tinha grandes dificuldades em vencer os
muçulmanos, e então, pediu ajuda a vários reinos da Europa.
Para ajudar, chegaram Cavaleiros Cruzados vindos da Europa, destacando-se D.
Raimundo e D. Henrique.
Para agradecer a ajuda prestada, D. Afonso VI ofereceu a D.
Raimundo a mão da sua filha D. Urraca e o condado da Galiza e D.
Henrique recebeu a mão da sua filha D. Teresa e o condado
Portucalense.
O Condado Portucalense situava-se entre os
rios Minho e Mondego e tinha a sua sede no
Castelo de Guimarães. A D. Henrique competia
a defesa e o governo do Condado. Não era, no
entanto, independente pois devia obediência,
lealdade e ajuda militar ao rei de Leão, que era
o governante máximo. D. Henrique, guerreiro
valente e bom governante, sempre desejou
tornar o Condado Portucalense independente do
reino de Leão
Formação de Portugal
Entretanto, D. Henrique morreu, mas como D. Afonso Henrique tinha apenas 4 anos,
quem governou o condado foi D. Teresa.


D. Teresa tinha uma união demasiado chegada com os
nobres da Galiza, o que não agradou à nobreza
portucalense e, então aliaram-se a D. Afonso Henrique
contra a sua mãe, proclamando a Independência do
condado.
Na batalha de S. Mamede, em 1128, D. Afonso
Henrique e o seu exército venceram o da sua mãe e
assim passou a governar o condado com o objetivo de
tornar este independente do reino de Leão e Castela e
alargar o território para Sul.
Depois de várias vitórias, o rei de Leão e Castela dá a D. Afonso
Henrique o título de rei dos Portugueses, com o Tratado de
Zamora em 1143.

                O território de Portugal é
                alargado até a Alcácer do Sal.


Em 1179, o Papa reconhece o reino de Portugal e D. Afonso
Henrique como rei através da Bula Manifestis Probatum.


           Em 1249, Afonso III consegue
           expulsar os Muçulmanos do Algarve e
           fica assim Portugal formado.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O espaço português: da formação à fixação do território
O espaço português: da formação à fixação do territórioO espaço português: da formação à fixação do território
O espaço português: da formação à fixação do território
Susana Simões
 
A formação e alargamento do território português
A formação e alargamento do território portuguêsA formação e alargamento do território português
A formação e alargamento do território português
Anabela Sobral
 
Primeiros povos e formação de portugal
Primeiros povos e formação de portugalPrimeiros povos e formação de portugal
Primeiros povos e formação de portugal
Hugo Ferreira
 
A historia de portugal
A historia de portugalA historia de portugal
A historia de portugal
gracindacasais
 
A Crise De 1383 1385 1
A Crise De 1383 1385 1A Crise De 1383 1385 1
A Crise De 1383 1385 1
helder33701
 
Portugal medieval
Portugal medievalPortugal medieval
Portugal medieval
cattonia
 
A Formação do Reino de Portugal
A Formação do Reino de PortugalA Formação do Reino de Portugal
A Formação do Reino de Portugal
HistN
 
A herança muçulmana em portugal
A herança muçulmana em portugalA herança muçulmana em portugal
A herança muçulmana em portugal
Luisa Jesus
 

Mais procurados (20)

Reconquista cristã e Formação do Reino de Portugal
Reconquista cristã e Formação do Reino de PortugalReconquista cristã e Formação do Reino de Portugal
Reconquista cristã e Formação do Reino de Portugal
 
23 os descobrimentos
23  os descobrimentos23  os descobrimentos
23 os descobrimentos
 
O espaço português: da formação à fixação do território
O espaço português: da formação à fixação do territórioO espaço português: da formação à fixação do território
O espaço português: da formação à fixação do território
 
A formação e alargamento do território português
A formação e alargamento do território portuguêsA formação e alargamento do território português
A formação e alargamento do território português
 
Primeiros povos e formação de portugal
Primeiros povos e formação de portugalPrimeiros povos e formação de portugal
Primeiros povos e formação de portugal
 
Reconquista Cristã
Reconquista CristãReconquista Cristã
Reconquista Cristã
 
A historia de portugal
A historia de portugalA historia de portugal
A historia de portugal
 
Crise de 1383 85
Crise de 1383 85Crise de 1383 85
Crise de 1383 85
 
A Crise De 1383 1385 1
A Crise De 1383 1385 1A Crise De 1383 1385 1
A Crise De 1383 1385 1
 
formação de portugal
formação de portugalformação de portugal
formação de portugal
 
Crise dinastica
Crise dinasticaCrise dinastica
Crise dinastica
 
Portugal medieval
Portugal medievalPortugal medieval
Portugal medieval
 
O país rural e senhorial
O país rural e senhorialO país rural e senhorial
O país rural e senhorial
 
A Formação do Reino de Portugal
A Formação do Reino de PortugalA Formação do Reino de Portugal
A Formação do Reino de Portugal
 
O espaço português 1
O espaço português 1O espaço português 1
O espaço português 1
 
02 história a_revisões_módulo_2
02 história a_revisões_módulo_202 história a_revisões_módulo_2
02 história a_revisões_módulo_2
 
Reconquista Cristã e o Condado Portucalense
Reconquista Cristã e o Condado PortucalenseReconquista Cristã e o Condado Portucalense
Reconquista Cristã e o Condado Portucalense
 
A herança muçulmana em portugal
A herança muçulmana em portugalA herança muçulmana em portugal
A herança muçulmana em portugal
 
Séc. xii a xiv
Séc. xii a xivSéc. xii a xiv
Séc. xii a xiv
 
Sociedade Portuguesa dos séculos XIII e XIV
Sociedade Portuguesa dos séculos XIII e XIVSociedade Portuguesa dos séculos XIII e XIV
Sociedade Portuguesa dos séculos XIII e XIV
 

Semelhante a Reconquista Cristã (Resumo)

A formação de portugal
A formação de portugalA formação de portugal
A formação de portugal
andrepaiva7a
 
A formação de portugal
A formação de portugalA formação de portugal
A formação de portugal
andrepaiva7a
 
Peninsula ibericadois mundos em presença
Peninsula ibericadois mundos em presençaPeninsula ibericadois mundos em presença
Peninsula ibericadois mundos em presença
lazaro12r
 

Semelhante a Reconquista Cristã (Resumo) (20)

Trovadorismo
TrovadorismoTrovadorismo
Trovadorismo
 
Trovadorismo
TrovadorismoTrovadorismo
Trovadorismo
 
A Reconquista
A ReconquistaA Reconquista
A Reconquista
 
A formação de portugal
A formação de portugalA formação de portugal
A formação de portugal
 
A Reconquista Cristã
A Reconquista Cristã A Reconquista Cristã
A Reconquista Cristã
 
A formação de portugal
A formação de portugalA formação de portugal
A formação de portugal
 
154 ab reconquista e formação de espanha e portugal
154 ab reconquista e formação de espanha e portugal154 ab reconquista e formação de espanha e portugal
154 ab reconquista e formação de espanha e portugal
 
Hgp 5
Hgp 5Hgp 5
Hgp 5
 
2º avanços e recuos da reconquista
2º avanços e recuos da reconquista2º avanços e recuos da reconquista
2º avanços e recuos da reconquista
 
2º avanços e recuos da reconquista
2º avanços e recuos da reconquista2º avanços e recuos da reconquista
2º avanços e recuos da reconquista
 
Peninsula ibericadois mundos em presença
Peninsula ibericadois mundos em presençaPeninsula ibericadois mundos em presença
Peninsula ibericadois mundos em presença
 
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
 
A+história+de+portugal
A+história+de+portugalA+história+de+portugal
A+história+de+portugal
 
Formação dos Reinos Ibéricos
Formação dos Reinos IbéricosFormação dos Reinos Ibéricos
Formação dos Reinos Ibéricos
 
formaodosreinosibricos-151019060733-lva1-app6892.pptx
formaodosreinosibricos-151019060733-lva1-app6892.pptxformaodosreinosibricos-151019060733-lva1-app6892.pptx
formaodosreinosibricos-151019060733-lva1-app6892.pptx
 
Resumos de h.g.p
Resumos de h.g.pResumos de h.g.p
Resumos de h.g.p
 
Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024
Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024
Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024
 
Ahistriadeportugal
Ahistriadeportugal Ahistriadeportugal
Ahistriadeportugal
 
Historia de portugal
Historia de portugalHistoria de portugal
Historia de portugal
 
Estudo meio 2_historiaportugal
Estudo meio 2_historiaportugalEstudo meio 2_historiaportugal
Estudo meio 2_historiaportugal
 

Reconquista Cristã (Resumo)

  • 2. Inicio da Reconquista Os Cristãos, refugiaram-se nas Astúrias, no Norte da Península Ibérica e organizaram a resistência aos Muçulmanos. Chefiados por Pelágio, têm a sua primeira grande vitória na Batalha de Covadonga, em 722. Forma-se o primeiro reino cristão, o Reino das Astúrias. Iniciou-se assim a Reconquista Cristã, isto é, a recuperação de territórios em poder dos Muçulmanos. A Reconquista Cristã durou oito séculos, cheios de batalhas mas também com períodos de paz.
  • 3. Reinos Ibéricos Partindo das Astúrias e dos Pirenéus a Reconquista continua. Formaram-se novos reinos cristãos , o reino das Astúrias originou o reino de Leão e na parte central da península formou-se o reino de Castela. Avançando para Oeste e para Sul surgiram também o reino de Navarra junto aos Pirenéus e no vale do rio Ebro o reino de Aragão. O rei de Leão e Castela, D. Afonso VI tinha grandes dificuldades em vencer os muçulmanos, e então, pediu ajuda a vários reinos da Europa. Para ajudar, chegaram Cavaleiros Cruzados vindos da Europa, destacando-se D. Raimundo e D. Henrique.
  • 4. Para agradecer a ajuda prestada, D. Afonso VI ofereceu a D. Raimundo a mão da sua filha D. Urraca e o condado da Galiza e D. Henrique recebeu a mão da sua filha D. Teresa e o condado Portucalense. O Condado Portucalense situava-se entre os rios Minho e Mondego e tinha a sua sede no Castelo de Guimarães. A D. Henrique competia a defesa e o governo do Condado. Não era, no entanto, independente pois devia obediência, lealdade e ajuda militar ao rei de Leão, que era o governante máximo. D. Henrique, guerreiro valente e bom governante, sempre desejou tornar o Condado Portucalense independente do reino de Leão
  • 5. Formação de Portugal Entretanto, D. Henrique morreu, mas como D. Afonso Henrique tinha apenas 4 anos, quem governou o condado foi D. Teresa. D. Teresa tinha uma união demasiado chegada com os nobres da Galiza, o que não agradou à nobreza portucalense e, então aliaram-se a D. Afonso Henrique contra a sua mãe, proclamando a Independência do condado. Na batalha de S. Mamede, em 1128, D. Afonso Henrique e o seu exército venceram o da sua mãe e assim passou a governar o condado com o objetivo de tornar este independente do reino de Leão e Castela e alargar o território para Sul.
  • 6. Depois de várias vitórias, o rei de Leão e Castela dá a D. Afonso Henrique o título de rei dos Portugueses, com o Tratado de Zamora em 1143. O território de Portugal é alargado até a Alcácer do Sal. Em 1179, o Papa reconhece o reino de Portugal e D. Afonso Henrique como rei através da Bula Manifestis Probatum. Em 1249, Afonso III consegue expulsar os Muçulmanos do Algarve e fica assim Portugal formado.