SlideShare uma empresa Scribd logo
Estudo meio 2_historiaportugal
História
de Portugal
A Península Ibérica
Localização: extremo sudoeste da Europa, entre o oceano
Atlântico e o mar Mediterrâneo.
Fronteiras:
• norte e nordeste –
oceano Atlântico e
Pirenéus;
• sul – oceano
Atlântico e mar
Mediterrâneo;
• este – mar
Mediterrâneo;
• oeste – oceano
Atlântico.
Antes da formação de Portugal
Há milhares de anos, a Península Ibérica, onde hoje se situa
Portugal e Espanha, foi habitada por vários povos.
Alguns desses povos eram nómadas, mas outros dependiam da
agricultura para viver.
Comunidades recoletoras
(viviam dos alimentos que a terra lhes proporcionava)
Comunidades agropastoris
(começaram a produzir os próprios alimentos)
Eram nómadas. Eram sedentários.
Viviam da caça e da pesca.
Domesticavam os animais e viviam
da agricultura e da pastorícia.
Abrigavam-se em grutas e cabanas. Construíram antas, dólmenes e menires.
Cobriam o corpo com peles de animais.
Inventaram a cerâmica, a tecelagem
e a cestaria.
Utilizavam instrumentos feitos
de pedra, osso ou madeira.
Conheceram o cobre, o bronze e o ferro.
Há cerca de 3000 anos
Os Iberos fixaram-se no
Sudeste da Península Ibérica,
os Celtas no Centro e Norte.
Celtiberos – fusão das duas culturas.
Lusitanos – uma das tribos
dos Celtiberos, cujo chefe
era Viriato. Ficou célebre
pela forma como
combateu os exércitos
romanos.
Viviam em casas feitas de
pedra, em forma circular
ou quadrangular – castros
ou citânias.
Antes da formação de Portugal
Castro ou citânia
XII
Iberos + celtas – Celtiberos
+
contacto com Fenícios,
gregos e cartagineses
− Povos mais evoluídos, vindos da
costa mediterrânica que procuravam
fazer comércio com os povos da
Península, sobretudo os Iberos.
− Deram a conhecer o alfabeto
fenício, a moeda grega…
Romanos
- Derrotaram os
lusitanos e
instalaram-se na
Península.
- Deram a conhecer
o latim, leis,
costumes ,
técnicas de
construção,
numeração
romana…
Bárbaros:
suevos e
visigodos
- Povos que
invadiam a
Península
Ibérica
Muçulmanos
- Dominaram a
Península Ibérica com
exceção de uma região
no Norte (as Astúrias).
- Deixaram inúmeros
vestígios na Península:
novas culturas
agrícolas, algarismos,
conhecimentos de
astronomia e religião
diferente: islamismo.
a. C. d. C.
IIIIIIIVVVIVIIVIIIIXXI X I II III IV V VI VII VIII
Antes da formação de Portugal
Com as reconquistas que
foram fazendo, os cristãos
formaram os reinos de:
- Leão
- Castela
- Navarra
- Aragão
- Condado da Catalunha
Formação de Portugal
Reconquista Cristã : No ano 718 d. C., os exércitos cristãos, que
entretanto se tinham refugiado na região das Astúrias, a norte da
Península, começaram a reconquista das terras, comandados pelo
guerreiro Pelágio.
Como recompensa pela ajuda prestada, D. Afonso VI
deu-lhe a sua filha D. Teresa em casamento e o
governo do Condado Portucalense, criado em 1095.
Formação de Portugal
D. Afonso VI, rei de Leão e Castela, pediu ajuda
a cavaleiros de outros reinos cristãos, para
combater os Muçulmanos.
D. Teresa
Um dos cavaleiros que se destacou foi
D. Henrique de Borgonha.
Conde D. Henrique
D. Henrique:
- lutou contra os Muçulmanos para alargar o seu território
e para tornar o Condado Portucalense num reino
independente.
- morreu, em 1112, sem o conseguir a independência.
Do casamento do conde
D. Henrique com D. Teresa
nasceu D. Afonso
Henriques.
D. Teresa:
- ficou a governar o Condado Portucalense, que mantinha
obediência ao rei de Leão e Castela.
Formação de Portugal
Conde D. Henrique e D. Teresa
Em 1128 - D. Afonso Henriques (18 anos)
D. Afonso Henriques venceu,
passando a governar o
Condado Portucalense.
Formação de Portugal
Luta pela independência do Condado, travando uma batalha contra
as tropas da mãe - Batalha de S. Mamede.
Aclamação de D. Afonso Henriques
1143 - assinatura do Tratado de Zamora -
Portugal foi reconhecido como reino
independente, nascendo assim a Primeira
Dinastia.
D. Afonso Henriques foi o primeiro rei de Portugal.
A partir de 1140 - D. Afonso Henriques começou a usar o título de rei.
Assinatura do Tratado de Zamora
D. Afonso Henriques
Formação de Portugal
Exercícios
1 – Completa as frases.
A Península Ibérica situa-se no extremo __________
da Europa, entre o ___________ e o mar _________.
Os primeiros povos a habitar a Península Ibérica
foram os ____________ e os ______________.
O último povo a invadir a Península Ibérica foram os
____________.
2 – Observa a imagem e legenda-a.
1
2
3
4
3 – Legenda as imagens. Em A e C, descreve cada um dos acontecimentos.
BA
C
Monarquia
(1143-1910)
Forma de governo em que o poder pertence a um rei ou a uma
rainha e é hereditário, isto é, passa de pais para filhos.
Dinastia é o período de tempo em que permanecem no poder reis e rainhas pertencentes à
mesma família. Quando, por qualquer motivo, o poder não passa do rei ou da rainha para
um dos seus filhos, aquela dinastia acaba ali e uma nova começa.
Em 1143 iniciou-se o regime monárquico em Portugal,
com D. Afonso Henriques como primeiro rei.
E iniciou-se a primeira dinastia.
Reis da Primeira Dinastia
D. Afonso Henriques
O Conquistador
(1143-1185)
D. Sancho I
O Povoador
(1185-1211)
D. Afonso II
O Gordo
(1211-1223)
D. Sancho II
O Capelo
(1223-1248)
D. Afonso III
O Bolonhês
(1248-1279)
D. Dinis
O Lavrador
(1279-1325)
D. Afonso IV
O Bravo
(1325-1357)
D. Pedro I
O Justiceiro
(1357-1367)
D. Fernando
O Formoso
(1367-1383)
Primeira Dinastia
(1143-1385) Dinastia Afonsina
1297 – é assinado o Tratado de Alcanises,
onde se estabelecem os limites do território
português.
A primeira dinastia destacou-se pela tentativa de alargamento do
território.
Sucederam-se várias conquistas de território,
mesmo após a morte de D. Afonso Henriques
(ver mapa ao lado).
Para atrair as populações para as terras
conquistadas aos Muçulmanos, os reis doavam
terras aos senhores importantes e ao povo para
que as cultivassem e as defendessem do
inimigo.
Factos históricos importantes
1128 – Batalha de S. Mamede
D. Afonso Henriques lutou contra
as tropas de D. Teresa, sua mãe
(independência do Condado
Portucalense).
1143 – Tratado de Zamora
Assinado entre D. Afonso Henriques
e rei de Leão e Castela (Portugal
tornou-se um reino independente).
1249 – Conquista do Algarve
aos Muçulmanos
D. Afonso III lutou contra os
Muçulmanos e Portugal passou a ser
o território que é hoje.
1139 – Batalha de Ourique
D. Afonso Henriques lutou contra
os exércitos muçulmanos.
1297 – Tratado de Alcanises
Assinado entre Portugal e Castela, para
estabelecer os limites do território
português.
1290 – Universidade de Coimbra
D. Dinis criou a primeira
universidade do país.
Fim da primeira dinastia e início da segunda dinastia
Em 1385, D. João foi aclamado rei.
1383 - Morreu o último rei da primeira dinastia – D. Fernando
A sua mulher, Leonor de Teles, ficou a reger o reino.
Mas a sua filha (D. Beatriz) era casada com o rei de Castela e isso
punha em perigo a independência de Portugal.
O reino estava dividido entre os que queriam que fosse D. Beatriz a
reinar e os que preferiam D. João, mestre de Avis.
Durante dois anos, Portugal permaneceu sem governantes, período
que ficou conhecido como a crise de 1383-1385.
Iniciou-se a Segunda Dinastia.
Reis da Segunda Dinastia
D. João I
O de Boa Memória
(1385-1433)
D. Duarte
O Eloquente
(1433-1438)
D. Afonso V
O Africano
(1438-1481)
D. João II
O Príncipe Perfeito
(1481-1495)
D. Manuel I
O Venturoso
(1495-1521)
D. João III
O Piedoso
(1521-1557)
D. Sebastião
O Desejado
(1557-1578)
D. Henrique
O Casto
(1578-1580)
14 de agosto de 1385 - travou-se a Batalha de Aljubarrota.
Os Portugueses, comandados por D. João I e por D. Nuno Álvares
Pereira, venceram os Castelhanos, garantindo a independência de
Portugal.
Segunda Dinastia
(1385-1581) Dinastia de Avis
Nesse local, D. João I
mandou erguer o
Mosteiro da Batalha
(ver ao lado).
Escassez de bens
alimentares e
propagação de
doenças mortíferas,
como a peste.
Motivos que levaram ao início dos
Descobrimentos
Os nobres guerreiros já
não tinham fonte de
riqueza, depois de se
ter assinado o tratado
de paz com Castela.
Homens da Igreja
queriam espalhar
a fé cristã.
Segunda Dinastia
(1385-1581) Dinastia de Avis
A expansão de Portugal começou em 1415, com uma viagem até
ao Norte de África, com o objetivo de conquistar a cidade de
Ceuta, pois era um ponto comercial importante de cereais e ouro.
O grande impulsionador dos Descobrimentos
foi o Infante D. Henrique.
Segunda Dinastia
(1385-1581) Dinastia de Avis
Infante D. Henrique
Factos históricos importantes
1385 – Batalha de Aljubarrota
D. João, Mestre de Avis e D. Nuno
Álvares Pereira vencem os castelhanos.
1419 – Descoberta das ilhas da Madeira e
Porto Santo
João Gonçalves Zarco e Tristão Vaz Teixeira
1427 – Descoberta dos Açores
Diogo de Silves
1434 – Passagem do Cabo Bojador
Gil Eanes dobra o Cabo Bojador
1487 – Cabo das Tormentas
Bartolomeu Dias dobra o Cabo das
Tormentas que passa a chamar-se
Cabo da Boa Esperança.
1498 – Descoberta do caminho marítimo
para a Índia
Vasco da Gama
1500 – Descoberta do Brasil
Pedro Álvares Cabral
1519 – Viagem à volta do mundo Fernão
de Magalhães completa a circum-
navegação
1578 – Batalha de Alcácer Quibir
D. Sebastião perde a independência e desaparece.
Fim da segunda dinastia e início da terceira dinastia
Durante 60 anos Portugal perdeu a independência e viveu sob domínio
espanhol.
D. Sebastião desapareceu na Batalha de Alcácer Quibir e sucedeu-lhe
o seu tio, Cardeal D. Henrique.
Surge uma crise de sucessão após a morte do cardeal, que não deixou
sucessor.
O povo escolheu D. António, prior do Crato, para rei.
O rei de Espanha invadiu Portugal, com a ajuda do clero e da nobreza,
e foi proclamado rei de Portugal, com o nome D. Filipe I.
Iniciou-se a Terceira Dinastia.
Reis da Terceira Dinastia
D. Filipe I
O Prudente
(1581-1598)
D. Filipe II
O Pio
(1598-1621)
D. Filipe III
O Grande
(1621-1640)
Factos históricos importantes
1580 – Rei de Espanha
Invasão dos Espanhóis e perda da independência.
1578 – Cardeal D. Henrique
Assume o trono durante dois anos, até à sua morte.
1580 – D. António, Prior do Crato
É aclamado rei pelo povo.
Fim da Terceira Dinastia e início da Quarta Dinastia
Povo vivia descontente e revoltado devido ao domínio espanhol.
1 de dezembro de 1640 – D. João, duque de Bragança, levou a cabo
a Revolução de 1640, apoiado por alguns nobres e pelo povo.
Foi restaurada a independência de Portugal e D. João foi
aclamado rei de Portugal – D. João IV.
Iniciou-se a Quarta Dinastia.
Reis da quarta dinastia
D. João IV
O Restaurador
(1640-1656)
D. Afonso VI
O Vitorioso
(1656-1683)
D. Pedro II
O Pacífico
(1683-1706)
D. João V
O Magnânimo
(1706-1750)
D. José I
O Reformador
(1750-1777)
D. Maria I
A Piedosa
(1777-1816)
D. João VI
O Clemente
(1816-1826)
D. Pedro IV
O Rei Soldado
(1826-1828)
D. Miguel
O Rei Absoluto
(1828-1834)
D. Maria II
A Educadora
(1834-1853)
D. Pedro V
O Esperançoso
(1853-1861)
D. Luís I
O Popular
(1861-1889)
D. Carlos
O Diplomata
(1889-1908)
D. Manuel II
O Patriota ou
O Desventurado
(1908-1910)
Quarta Dinastia
(1640-1910) Dinastia de Bragança
Em 1755 – deu-se
o terramoto em Lisboa.
O ministro de D. José I, o Marquês de
Pombal, destacou-se na reconstrução da
cidade.
Entre 1807 e 1810 – Portugal sofre as Invasões Francesas.
D. João IV regressou e o país passou a ser governado sob uma nova forma
de governo – Monarquia Constitucional – que dividia o poder entre os
deputados nas Cortes, o rei e os seus ministros e os juízes.
A família real teve de se refugiar no Brasil, onde permaneceu até 1821.
A permanência de D. João IV no Brasil provocou uma Revolução Liberal
em 1820, no Porto, com o intuito de pressionar o regresso do rei a
Portugal.
Esta forma de governo trouxe progressos ao país, como a construção de
linhas de ferro, de estradas, a utilização do telégrafo e a iluminação
pública das cidades.
Quarta Dinastia
(1640-1910) Dinastia de Bragança
Factos históricos importantes
1755 – Terramoto de Lisboa
Reconstrução da cidade pelo
Marquês de Pombal.
1640 a 1668 – Guerra da Restauração
Durante 28 anos, os Espanhóis
tentaram recuperar o seu domínio.
1640 – Restauração da
independência de Portugal
Por D. João, duque de Bragança,
alguns nobres e o povo.
1807 – Invasões francesas
França tentou Impedir aliança
entre Portugal e Inglaterra.
1807 – Exílio da família real no Brasil
Onde permaneceram até 1821.
1821 – Monarquia Constitucional
Nova forma de governo.
Exercícios
1 – Completa a tabela.
ACONTECIMENTO PROTAGONISTAS DATA
1 D. Afonso Henriques 1128
Assinatura do tratado de
Zamora
D. Afonso Henriques e o
rei de Leão e Castela
2
Conquista do algarve 3 1249
4
D. João, Mestre de Avis, e
D. Nuno Álvares Pereira
1385
Descoberta das ilhas da
Madeira e Porto Santo
João Gonçalves Zarco e
Tristão Vaz Teixeira
5
6 Diogo de Silves 1427
Dobrado o Cabo Bojador 7 1434
ACONTECIMENTO PROTAGONISTAS DATA
Passagem do Cabo das
Tormentas
8 1487
9 Vasco da Gama 1498
Descoberta do Brasil Pedro Álvares Cabral 10
Circum-navegação 11 1519
12 D. Sebastião (desaparece) 1578
Invasão dos Espanhóis Filipe II de Espanha 13
14
D. João, duque de
Bragança, alguns nobres e
o povo
1640
Proclamação da
República
José Relvas
Machado Leão
15
2 – Completa a tabela.
Muitos portugueses insatisfeitos com a forma como o país era
governado e as suas condições de vida.
Da Monarquia à República
No dia 1 de fevereiro de 1908, o rei D. Carlos e o seu filho, D. Luís
Filipe, foram assassinados (regicídio). Sucedeu-lhe D. Manuel II, seu
segundo filho.
Era urgente que a Monarquia fosse substituída por uma República
(forma de governo em que o chefe de Estado é escolhido pelos cidadãos).
Portugal - dividido entre os defensores da Monarquia e os defensores
da República.
5 de Outubro de 1910 - revolução vencida pelos republicanos
(defensores república).
Manuel de Arriaga - primeiro
Presidente da República.
República
(1910-1926)
Implantação da República em Portugal.
O Chefe de Estado deixou de ser o rei e passou a ser o Presidente da República.
Primeiros anos da República - Portugal teve muitos governos de curta
duração. Portugueses descontentes - muitas revoltas.
Em 1926 - golpe militar - que acabou com o regime democrático
republicano. Instauraram uma ditadura militar.
Em 1928 - general Carmona assumiu o cargo de Presidente da
República e nomeou para ministro das Finanças António Oliveira
Salazar.
De 1932 a 1968 -Salazar foi nomeado chefe de Governo e instituiu o
regime do Estado Novo, através de uma nova Constituição,
reprimindo os direitos e as liberdades dos cidadãos.
República
(1910-1926)
Regime do Estado Novo
(1926-1974)
Durante o regime do Estado Novo, Portugal viveu numa ditadura.
Não havia:
- democracia;
- liberdade de voto;
- liberdade de expressão;
- partidos políticos.
Os cidadãos que de alguma forma se opunham à ditadura eram perseguidos.
Nessa guerra, morreram muitos soldados
portugueses
Em 1961 - começou a guerra colonial nas colónias portuguesas
(territórios ocupados pelos
Portugueses desde os
Descobrimentos), onde movimentos
de libertação lutavam pela sua
independência.
aumentando o
descontentamento
dos portugueses
Regime do Estado Novo
(1926-1974)
Revolução do 25 de Abril
(1974)
A falta de liberdade
As condições difíceis de vida
A repressão
A guerra colonial
Derrubou o Governo do Estado
Novo e pôs fim à ditadura,
instaurando a democracia e a
liberdade em Portugal.
Levaram um grupo de militares a
formar o Movimento das Forças
Armadas (MFA) e, no dia de 25 de
abril de 1974, este movimento levou
a cabo uma revolução (a Revolução
dos Cravos).
Estado Democrático
(desde 1974)
− Instaurou-se a democracia e a liberdade em Portugal.
− Acabou a guerra colonial.
− Deu-se a descolonização: as colónias tornaram-se países independentes.
− Acabou a censura e os presos políticos foram libertados.
− Os Portugueses passaram a poder formar partidos políticos, a ter
liberdade de expressão e liberdade de voto, podendo escolher os seus
governantes.
− O general António de Spínola foi designado Presidente da República,
tendo sido substituído mais tarde pelo general Costa Gomes.
Com a Revolução do 25 de Abril de 1974 houve várias mudanças positivas:
Presidentes da República
(desde 1910)
República (1910-1926)
• Manuel de Arriaga
• Teófilo Braga
• Bernardino Machado
• Sidónio Pais
• João de Canto e Castro
• António José de Almeida
• Manuel Teixeira Gomes
• Bernardino Machado
Estado Novo (1926-1974)
• António Óscar Carmona
• Francisco Craveiro Lopes
• Américo Rodrigues Tomaz
Estado Democrático (desde 1974)
• António de Spínola
• Costa Gomes
• Ramalho Eanes
• Mário Soares
• Jorge Sampaio
• Cavaco Silva
Factos históricos importantes
(1910-1974)
1910 – Implantação da
República
Fim da Monarquia.
1908 – Regicídio
Assassinato do rei
D. Carlos e do seu sucessor.
1926 – Golpe Militar
Instauração da ditadura
militar.
1928 – General Carmona
Assumiu o cargo de Presidente
da República e António Oliveira
Salazar de primeiro-ministro.
1932 – Estado Novo
Salazar foi nomeado chefe de
Governo e instituiu uma nova forma
de governo.
1961 – Guerra Colonial
Nas colónias portuguesas lutava-se
pela libertação desses territórios.
1974 – Revolução do 25 de Abril
MFA instaurou a democracia e
liberdade em Portugal – Estado
Democrático.
Adesão à União Europeia
(1986)
União Europeia - Organização de países da Europa que tem vários
órgãos de direção e onde podem ser tomadas decisões em relação
aos países a que a ela pertencem.
Portugal integrou-se na União Europeia em 1986.
A partir do ano de 2002, a moeda portuguesa deixou de ser o
escudo e passou a ser o euro.
Estados-membros da União Europeia
Áustria
Bélgica
Bulgária
Chipre
República
Checa
Dinamarca
Estónia
Finlândia
França
Alemanha
Alemanha
Grécia
Hungria
Irlanda
Itália
Letónia
Lituânia
Luxemburgo
Malta
Países Baixos
Polónia
Portugal
Roménia
Eslováquia
Eslovénia
Espanha
Suécia
Reino Unido.
Exercícios
1 – Faz a correspondência correta entre letras e números.
A – Implantação da
República
D – Adesão à União
Europeia
1 – Ditadura que acabou com
o regime democrático
B – Estado Novo
C – Revolução do 25 de
Abril
2 – Organização de países
da Europa
4 – Chefe de Estado passou a
ser o Presidente da República
5 – Revolução do povo que
derrubou o Estado Novo
3 – Portugueses estavam
descontentes
a – 1910
b – 1986
d – 1926
e – desde 1974
c – 1974

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ficha sobre o século e os primeiros povos
Ficha sobre o século e os primeiros povosFicha sobre o século e os primeiros povos
Ficha sobre o século e os primeiros povos
Klasse A
 
132790646 fichas-de-avaliacao-matematica-4-ano-150219040430-conversion-gate02
132790646 fichas-de-avaliacao-matematica-4-ano-150219040430-conversion-gate02132790646 fichas-de-avaliacao-matematica-4-ano-150219040430-conversion-gate02
132790646 fichas-de-avaliacao-matematica-4-ano-150219040430-conversion-gate02
Sónia Pereira
 
132790646 fichas-de-avaliacao-matematica-4-ano
132790646 fichas-de-avaliacao-matematica-4-ano132790646 fichas-de-avaliacao-matematica-4-ano
132790646 fichas-de-avaliacao-matematica-4-ano
Sónia Venda
 
Inglês 5º ano
Inglês 5º anoInglês 5º ano
Inglês 5º ano
oibafinho
 
Problemas 3º ano
Problemas 3º anoProblemas 3º ano
Problemas 3º ano
pamg
 
Matemática trimestral 2º periodo 4º ano b
Matemática trimestral 2º periodo 4º ano bMatemática trimestral 2º periodo 4º ano b
Matemática trimestral 2º periodo 4º ano b
lveiga
 
Ficha janeiro em
Ficha janeiro emFicha janeiro em
Ficha janeiro em
Study With Us
 
Ficha formativa 1 HGP 6º ano
Ficha formativa 1 HGP 6º anoFicha formativa 1 HGP 6º ano
Ficha formativa 1 HGP 6º ano
Ana Barreiros
 
Hgp 6º ano livro professor
Hgp 6º ano livro professorHgp 6º ano livro professor
Hgp 6º ano livro professor
Carla Silva
 
Ficha de trabalho sobre determinantes
Ficha de trabalho sobre determinantesFicha de trabalho sobre determinantes
Ficha de trabalho sobre determinantes
Cristina Sabino
 
Testes 6º ano etapas
Testes 6º ano etapasTestes 6º ano etapas
Testes 6º ano etapas
Maria José Silva
 
Ficha avaliação intermédia 3º período lp - 3º ano
Ficha avaliação intermédia 3º período   lp - 3º anoFicha avaliação intermédia 3º período   lp - 3º ano
Ficha avaliação intermédia 3º período lp - 3º ano
Patrícia Dias
 
Fichas de Avaliação: A Grande Aventura_Estudo do Meio 3.º Ano
Fichas de Avaliação: A Grande Aventura_Estudo do Meio 3.º AnoFichas de Avaliação: A Grande Aventura_Estudo do Meio 3.º Ano
Fichas de Avaliação: A Grande Aventura_Estudo do Meio 3.º Ano
Sónia Pereira
 
Fichas de Avaliação Estudo do Meio_3.º Ano
Fichas de Avaliação Estudo do Meio_3.º AnoFichas de Avaliação Estudo do Meio_3.º Ano
Fichas de Avaliação Estudo do Meio_3.º Ano
Marta Viegas
 
Ficha de sequências e regularidades
Ficha de sequências e regularidadesFicha de sequências e regularidades
Ficha de sequências e regularidades
José Flausino
 
Gramatica - Fichas
Gramatica - FichasGramatica - Fichas
Gramatica - Fichas
guest899e50
 
Estudo do meio primeiros povos
Estudo do meio primeiros povosEstudo do meio primeiros povos
Estudo do meio primeiros povos
Laura Dias
 
Ficha de trabalho global de gramática 6º ano
Ficha de trabalho global de gramática 6º anoFicha de trabalho global de gramática 6º ano
Ficha de trabalho global de gramática 6º ano
Gisela Alves
 
Caderno de-apoio-ao-professor-hgp-6
Caderno de-apoio-ao-professor-hgp-6Caderno de-apoio-ao-professor-hgp-6
Caderno de-apoio-ao-professor-hgp-6
Carla Silva
 
Teste de história 5. crise em portugal no seculo xiv resumos
Teste de história 5. crise em portugal no seculo xiv resumosTeste de história 5. crise em portugal no seculo xiv resumos
Teste de história 5. crise em portugal no seculo xiv resumos
Acima da Média
 

Mais procurados (20)

Ficha sobre o século e os primeiros povos
Ficha sobre o século e os primeiros povosFicha sobre o século e os primeiros povos
Ficha sobre o século e os primeiros povos
 
132790646 fichas-de-avaliacao-matematica-4-ano-150219040430-conversion-gate02
132790646 fichas-de-avaliacao-matematica-4-ano-150219040430-conversion-gate02132790646 fichas-de-avaliacao-matematica-4-ano-150219040430-conversion-gate02
132790646 fichas-de-avaliacao-matematica-4-ano-150219040430-conversion-gate02
 
132790646 fichas-de-avaliacao-matematica-4-ano
132790646 fichas-de-avaliacao-matematica-4-ano132790646 fichas-de-avaliacao-matematica-4-ano
132790646 fichas-de-avaliacao-matematica-4-ano
 
Inglês 5º ano
Inglês 5º anoInglês 5º ano
Inglês 5º ano
 
Problemas 3º ano
Problemas 3º anoProblemas 3º ano
Problemas 3º ano
 
Matemática trimestral 2º periodo 4º ano b
Matemática trimestral 2º periodo 4º ano bMatemática trimestral 2º periodo 4º ano b
Matemática trimestral 2º periodo 4º ano b
 
Ficha janeiro em
Ficha janeiro emFicha janeiro em
Ficha janeiro em
 
Ficha formativa 1 HGP 6º ano
Ficha formativa 1 HGP 6º anoFicha formativa 1 HGP 6º ano
Ficha formativa 1 HGP 6º ano
 
Hgp 6º ano livro professor
Hgp 6º ano livro professorHgp 6º ano livro professor
Hgp 6º ano livro professor
 
Ficha de trabalho sobre determinantes
Ficha de trabalho sobre determinantesFicha de trabalho sobre determinantes
Ficha de trabalho sobre determinantes
 
Testes 6º ano etapas
Testes 6º ano etapasTestes 6º ano etapas
Testes 6º ano etapas
 
Ficha avaliação intermédia 3º período lp - 3º ano
Ficha avaliação intermédia 3º período   lp - 3º anoFicha avaliação intermédia 3º período   lp - 3º ano
Ficha avaliação intermédia 3º período lp - 3º ano
 
Fichas de Avaliação: A Grande Aventura_Estudo do Meio 3.º Ano
Fichas de Avaliação: A Grande Aventura_Estudo do Meio 3.º AnoFichas de Avaliação: A Grande Aventura_Estudo do Meio 3.º Ano
Fichas de Avaliação: A Grande Aventura_Estudo do Meio 3.º Ano
 
Fichas de Avaliação Estudo do Meio_3.º Ano
Fichas de Avaliação Estudo do Meio_3.º AnoFichas de Avaliação Estudo do Meio_3.º Ano
Fichas de Avaliação Estudo do Meio_3.º Ano
 
Ficha de sequências e regularidades
Ficha de sequências e regularidadesFicha de sequências e regularidades
Ficha de sequências e regularidades
 
Gramatica - Fichas
Gramatica - FichasGramatica - Fichas
Gramatica - Fichas
 
Estudo do meio primeiros povos
Estudo do meio primeiros povosEstudo do meio primeiros povos
Estudo do meio primeiros povos
 
Ficha de trabalho global de gramática 6º ano
Ficha de trabalho global de gramática 6º anoFicha de trabalho global de gramática 6º ano
Ficha de trabalho global de gramática 6º ano
 
Caderno de-apoio-ao-professor-hgp-6
Caderno de-apoio-ao-professor-hgp-6Caderno de-apoio-ao-professor-hgp-6
Caderno de-apoio-ao-professor-hgp-6
 
Teste de história 5. crise em portugal no seculo xiv resumos
Teste de história 5. crise em portugal no seculo xiv resumosTeste de história 5. crise em portugal no seculo xiv resumos
Teste de história 5. crise em portugal no seculo xiv resumos
 

Semelhante a Estudo meio 2_historiaportugal

A historia de portugal
A historia de portugalA historia de portugal
A historia de portugal
gracindacasais
 
A+história+de+portugal
A+história+de+portugalA+história+de+portugal
A+história+de+portugal
belinhas
 
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
lmmj
 
História de portugal1
História de portugal1História de portugal1
História de portugal1
EB Foros de Amora
 
Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024
Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024
Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024
Cabiamar
 
História de Portugal
História de PortugalHistória de Portugal
História de Portugal
Vitor Matias
 
Ahistriadeportugal
Ahistriadeportugal Ahistriadeportugal
Ahistriadeportugal
Sonia Valente
 
História de portugal
História de portugalHistória de portugal
História de portugal
davidetavares
 
História de portugal
História de portugalHistória de portugal
História de portugal
ana2643232
 
Histria de-portugal-1222350041054449-9
Histria de-portugal-1222350041054449-9Histria de-portugal-1222350041054449-9
Histria de-portugal-1222350041054449-9
Sandra Madeira
 
Histria de-portugal-1222350041054449-9
Histria de-portugal-1222350041054449-9Histria de-portugal-1222350041054449-9
Histria de-portugal-1222350041054449-9
Annarrocha
 
História resumos
História resumosHistória resumos
História resumos
meggytoscano
 
Historia de Portugal
Historia de PortugalHistoria de Portugal
Historia de Portugal
profigor
 
Ate a segunda dinastia
Ate a segunda dinastiaAte a segunda dinastia
Ate a segunda dinastia
Froncky
 
Até a segunda dinastia
Até a segunda dinastiaAté a segunda dinastia
Até a segunda dinastia
Froncky
 
Um Pouco de História de Portugal
Um Pouco de História de PortugalUm Pouco de História de Portugal
Um Pouco de História de Portugal
Ministério da Educação
 
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
Carolina Magalhães
 
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
Carolina Magalhães
 
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
Maria Ferreira
 
Da formação de Portugal ao Brasil colonial
Da formação de Portugal ao Brasil colonialDa formação de Portugal ao Brasil colonial
Da formação de Portugal ao Brasil colonial
Privada
 

Semelhante a Estudo meio 2_historiaportugal (20)

A historia de portugal
A historia de portugalA historia de portugal
A historia de portugal
 
A+história+de+portugal
A+história+de+portugalA+história+de+portugal
A+história+de+portugal
 
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
 
História de portugal1
História de portugal1História de portugal1
História de portugal1
 
Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024
Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024
Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024
 
História de Portugal
História de PortugalHistória de Portugal
História de Portugal
 
Ahistriadeportugal
Ahistriadeportugal Ahistriadeportugal
Ahistriadeportugal
 
História de portugal
História de portugalHistória de portugal
História de portugal
 
História de portugal
História de portugalHistória de portugal
História de portugal
 
Histria de-portugal-1222350041054449-9
Histria de-portugal-1222350041054449-9Histria de-portugal-1222350041054449-9
Histria de-portugal-1222350041054449-9
 
Histria de-portugal-1222350041054449-9
Histria de-portugal-1222350041054449-9Histria de-portugal-1222350041054449-9
Histria de-portugal-1222350041054449-9
 
História resumos
História resumosHistória resumos
História resumos
 
Historia de Portugal
Historia de PortugalHistoria de Portugal
Historia de Portugal
 
Ate a segunda dinastia
Ate a segunda dinastiaAte a segunda dinastia
Ate a segunda dinastia
 
Até a segunda dinastia
Até a segunda dinastiaAté a segunda dinastia
Até a segunda dinastia
 
Um Pouco de História de Portugal
Um Pouco de História de PortugalUm Pouco de História de Portugal
Um Pouco de História de Portugal
 
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
 
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
 
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
Ahistriadeportugal 111228172656-phpapp01
 
Da formação de Portugal ao Brasil colonial
Da formação de Portugal ao Brasil colonialDa formação de Portugal ao Brasil colonial
Da formação de Portugal ao Brasil colonial
 

Mais de Sílvia Rocha

GRAMÁTICA PLIM - 1º CICLO.pdf · versão 1.pdf
GRAMÁTICA PLIM - 1º CICLO.pdf · versão 1.pdfGRAMÁTICA PLIM - 1º CICLO.pdf · versão 1.pdf
GRAMÁTICA PLIM - 1º CICLO.pdf · versão 1.pdf
Sílvia Rocha
 
Atividades de Exploração do Dicionário.pdf
Atividades de Exploração do Dicionário.pdfAtividades de Exploração do Dicionário.pdf
Atividades de Exploração do Dicionário.pdf
Sílvia Rocha
 
Gramática do primeiro ciclo do ensino básico
Gramática do primeiro ciclo do ensino básicoGramática do primeiro ciclo do ensino básico
Gramática do primeiro ciclo do ensino básico
Sílvia Rocha
 
Tipos texto
Tipos textoTipos texto
Tipos texto
Sílvia Rocha
 
Dossier do-professor-estudo-do-meio-2
Dossier do-professor-estudo-do-meio-2Dossier do-professor-estudo-do-meio-2
Dossier do-professor-estudo-do-meio-2
Sílvia Rocha
 
Fichas de ortografia
Fichas de ortografiaFichas de ortografia
Fichas de ortografia
Sílvia Rocha
 
Reis de portgal
Reis de portgalReis de portgal
Reis de portgal
Sílvia Rocha
 
Alf4em cartazes
Alf4em cartazesAlf4em cartazes
Alf4em cartazes
Sílvia Rocha
 
Educateca 3º ano desafios
Educateca 3º ano desafiosEducateca 3º ano desafios
Educateca 3º ano desafios
Sílvia Rocha
 

Mais de Sílvia Rocha (9)

GRAMÁTICA PLIM - 1º CICLO.pdf · versão 1.pdf
GRAMÁTICA PLIM - 1º CICLO.pdf · versão 1.pdfGRAMÁTICA PLIM - 1º CICLO.pdf · versão 1.pdf
GRAMÁTICA PLIM - 1º CICLO.pdf · versão 1.pdf
 
Atividades de Exploração do Dicionário.pdf
Atividades de Exploração do Dicionário.pdfAtividades de Exploração do Dicionário.pdf
Atividades de Exploração do Dicionário.pdf
 
Gramática do primeiro ciclo do ensino básico
Gramática do primeiro ciclo do ensino básicoGramática do primeiro ciclo do ensino básico
Gramática do primeiro ciclo do ensino básico
 
Tipos texto
Tipos textoTipos texto
Tipos texto
 
Dossier do-professor-estudo-do-meio-2
Dossier do-professor-estudo-do-meio-2Dossier do-professor-estudo-do-meio-2
Dossier do-professor-estudo-do-meio-2
 
Fichas de ortografia
Fichas de ortografiaFichas de ortografia
Fichas de ortografia
 
Reis de portgal
Reis de portgalReis de portgal
Reis de portgal
 
Alf4em cartazes
Alf4em cartazesAlf4em cartazes
Alf4em cartazes
 
Educateca 3º ano desafios
Educateca 3º ano desafiosEducateca 3º ano desafios
Educateca 3º ano desafios
 

Último

Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
marcos oliveira
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
Sandra Pratas
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
jetroescola
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Leonel Morgado
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docxPlanejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
marcos oliveira
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
pattyhsilva271204
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
marcos oliveira
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 

Último (20)

Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docxPlanejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 

Estudo meio 2_historiaportugal

  • 3. A Península Ibérica Localização: extremo sudoeste da Europa, entre o oceano Atlântico e o mar Mediterrâneo. Fronteiras: • norte e nordeste – oceano Atlântico e Pirenéus; • sul – oceano Atlântico e mar Mediterrâneo; • este – mar Mediterrâneo; • oeste – oceano Atlântico.
  • 4. Antes da formação de Portugal Há milhares de anos, a Península Ibérica, onde hoje se situa Portugal e Espanha, foi habitada por vários povos. Alguns desses povos eram nómadas, mas outros dependiam da agricultura para viver. Comunidades recoletoras (viviam dos alimentos que a terra lhes proporcionava) Comunidades agropastoris (começaram a produzir os próprios alimentos) Eram nómadas. Eram sedentários. Viviam da caça e da pesca. Domesticavam os animais e viviam da agricultura e da pastorícia. Abrigavam-se em grutas e cabanas. Construíram antas, dólmenes e menires. Cobriam o corpo com peles de animais. Inventaram a cerâmica, a tecelagem e a cestaria. Utilizavam instrumentos feitos de pedra, osso ou madeira. Conheceram o cobre, o bronze e o ferro.
  • 5. Há cerca de 3000 anos Os Iberos fixaram-se no Sudeste da Península Ibérica, os Celtas no Centro e Norte. Celtiberos – fusão das duas culturas. Lusitanos – uma das tribos dos Celtiberos, cujo chefe era Viriato. Ficou célebre pela forma como combateu os exércitos romanos. Viviam em casas feitas de pedra, em forma circular ou quadrangular – castros ou citânias. Antes da formação de Portugal Castro ou citânia
  • 6. XII Iberos + celtas – Celtiberos + contacto com Fenícios, gregos e cartagineses − Povos mais evoluídos, vindos da costa mediterrânica que procuravam fazer comércio com os povos da Península, sobretudo os Iberos. − Deram a conhecer o alfabeto fenício, a moeda grega… Romanos - Derrotaram os lusitanos e instalaram-se na Península. - Deram a conhecer o latim, leis, costumes , técnicas de construção, numeração romana… Bárbaros: suevos e visigodos - Povos que invadiam a Península Ibérica Muçulmanos - Dominaram a Península Ibérica com exceção de uma região no Norte (as Astúrias). - Deixaram inúmeros vestígios na Península: novas culturas agrícolas, algarismos, conhecimentos de astronomia e religião diferente: islamismo. a. C. d. C. IIIIIIIVVVIVIIVIIIIXXI X I II III IV V VI VII VIII Antes da formação de Portugal
  • 7. Com as reconquistas que foram fazendo, os cristãos formaram os reinos de: - Leão - Castela - Navarra - Aragão - Condado da Catalunha Formação de Portugal Reconquista Cristã : No ano 718 d. C., os exércitos cristãos, que entretanto se tinham refugiado na região das Astúrias, a norte da Península, começaram a reconquista das terras, comandados pelo guerreiro Pelágio.
  • 8. Como recompensa pela ajuda prestada, D. Afonso VI deu-lhe a sua filha D. Teresa em casamento e o governo do Condado Portucalense, criado em 1095. Formação de Portugal D. Afonso VI, rei de Leão e Castela, pediu ajuda a cavaleiros de outros reinos cristãos, para combater os Muçulmanos. D. Teresa Um dos cavaleiros que se destacou foi D. Henrique de Borgonha. Conde D. Henrique
  • 9. D. Henrique: - lutou contra os Muçulmanos para alargar o seu território e para tornar o Condado Portucalense num reino independente. - morreu, em 1112, sem o conseguir a independência. Do casamento do conde D. Henrique com D. Teresa nasceu D. Afonso Henriques. D. Teresa: - ficou a governar o Condado Portucalense, que mantinha obediência ao rei de Leão e Castela. Formação de Portugal Conde D. Henrique e D. Teresa
  • 10. Em 1128 - D. Afonso Henriques (18 anos) D. Afonso Henriques venceu, passando a governar o Condado Portucalense. Formação de Portugal Luta pela independência do Condado, travando uma batalha contra as tropas da mãe - Batalha de S. Mamede. Aclamação de D. Afonso Henriques
  • 11. 1143 - assinatura do Tratado de Zamora - Portugal foi reconhecido como reino independente, nascendo assim a Primeira Dinastia. D. Afonso Henriques foi o primeiro rei de Portugal. A partir de 1140 - D. Afonso Henriques começou a usar o título de rei. Assinatura do Tratado de Zamora D. Afonso Henriques Formação de Portugal
  • 12. Exercícios 1 – Completa as frases. A Península Ibérica situa-se no extremo __________ da Europa, entre o ___________ e o mar _________. Os primeiros povos a habitar a Península Ibérica foram os ____________ e os ______________. O último povo a invadir a Península Ibérica foram os ____________.
  • 13. 2 – Observa a imagem e legenda-a. 1 2 3 4
  • 14. 3 – Legenda as imagens. Em A e C, descreve cada um dos acontecimentos. BA C
  • 15. Monarquia (1143-1910) Forma de governo em que o poder pertence a um rei ou a uma rainha e é hereditário, isto é, passa de pais para filhos. Dinastia é o período de tempo em que permanecem no poder reis e rainhas pertencentes à mesma família. Quando, por qualquer motivo, o poder não passa do rei ou da rainha para um dos seus filhos, aquela dinastia acaba ali e uma nova começa. Em 1143 iniciou-se o regime monárquico em Portugal, com D. Afonso Henriques como primeiro rei. E iniciou-se a primeira dinastia.
  • 16. Reis da Primeira Dinastia D. Afonso Henriques O Conquistador (1143-1185) D. Sancho I O Povoador (1185-1211) D. Afonso II O Gordo (1211-1223) D. Sancho II O Capelo (1223-1248) D. Afonso III O Bolonhês (1248-1279) D. Dinis O Lavrador (1279-1325) D. Afonso IV O Bravo (1325-1357) D. Pedro I O Justiceiro (1357-1367) D. Fernando O Formoso (1367-1383)
  • 17. Primeira Dinastia (1143-1385) Dinastia Afonsina 1297 – é assinado o Tratado de Alcanises, onde se estabelecem os limites do território português. A primeira dinastia destacou-se pela tentativa de alargamento do território. Sucederam-se várias conquistas de território, mesmo após a morte de D. Afonso Henriques (ver mapa ao lado). Para atrair as populações para as terras conquistadas aos Muçulmanos, os reis doavam terras aos senhores importantes e ao povo para que as cultivassem e as defendessem do inimigo.
  • 18. Factos históricos importantes 1128 – Batalha de S. Mamede D. Afonso Henriques lutou contra as tropas de D. Teresa, sua mãe (independência do Condado Portucalense). 1143 – Tratado de Zamora Assinado entre D. Afonso Henriques e rei de Leão e Castela (Portugal tornou-se um reino independente). 1249 – Conquista do Algarve aos Muçulmanos D. Afonso III lutou contra os Muçulmanos e Portugal passou a ser o território que é hoje. 1139 – Batalha de Ourique D. Afonso Henriques lutou contra os exércitos muçulmanos. 1297 – Tratado de Alcanises Assinado entre Portugal e Castela, para estabelecer os limites do território português. 1290 – Universidade de Coimbra D. Dinis criou a primeira universidade do país.
  • 19. Fim da primeira dinastia e início da segunda dinastia Em 1385, D. João foi aclamado rei. 1383 - Morreu o último rei da primeira dinastia – D. Fernando A sua mulher, Leonor de Teles, ficou a reger o reino. Mas a sua filha (D. Beatriz) era casada com o rei de Castela e isso punha em perigo a independência de Portugal. O reino estava dividido entre os que queriam que fosse D. Beatriz a reinar e os que preferiam D. João, mestre de Avis. Durante dois anos, Portugal permaneceu sem governantes, período que ficou conhecido como a crise de 1383-1385. Iniciou-se a Segunda Dinastia.
  • 20. Reis da Segunda Dinastia D. João I O de Boa Memória (1385-1433) D. Duarte O Eloquente (1433-1438) D. Afonso V O Africano (1438-1481) D. João II O Príncipe Perfeito (1481-1495) D. Manuel I O Venturoso (1495-1521) D. João III O Piedoso (1521-1557) D. Sebastião O Desejado (1557-1578) D. Henrique O Casto (1578-1580)
  • 21. 14 de agosto de 1385 - travou-se a Batalha de Aljubarrota. Os Portugueses, comandados por D. João I e por D. Nuno Álvares Pereira, venceram os Castelhanos, garantindo a independência de Portugal. Segunda Dinastia (1385-1581) Dinastia de Avis Nesse local, D. João I mandou erguer o Mosteiro da Batalha (ver ao lado).
  • 22. Escassez de bens alimentares e propagação de doenças mortíferas, como a peste. Motivos que levaram ao início dos Descobrimentos Os nobres guerreiros já não tinham fonte de riqueza, depois de se ter assinado o tratado de paz com Castela. Homens da Igreja queriam espalhar a fé cristã. Segunda Dinastia (1385-1581) Dinastia de Avis
  • 23. A expansão de Portugal começou em 1415, com uma viagem até ao Norte de África, com o objetivo de conquistar a cidade de Ceuta, pois era um ponto comercial importante de cereais e ouro. O grande impulsionador dos Descobrimentos foi o Infante D. Henrique. Segunda Dinastia (1385-1581) Dinastia de Avis Infante D. Henrique
  • 24. Factos históricos importantes 1385 – Batalha de Aljubarrota D. João, Mestre de Avis e D. Nuno Álvares Pereira vencem os castelhanos. 1419 – Descoberta das ilhas da Madeira e Porto Santo João Gonçalves Zarco e Tristão Vaz Teixeira 1427 – Descoberta dos Açores Diogo de Silves 1434 – Passagem do Cabo Bojador Gil Eanes dobra o Cabo Bojador 1487 – Cabo das Tormentas Bartolomeu Dias dobra o Cabo das Tormentas que passa a chamar-se Cabo da Boa Esperança. 1498 – Descoberta do caminho marítimo para a Índia Vasco da Gama 1500 – Descoberta do Brasil Pedro Álvares Cabral 1519 – Viagem à volta do mundo Fernão de Magalhães completa a circum- navegação 1578 – Batalha de Alcácer Quibir D. Sebastião perde a independência e desaparece.
  • 25. Fim da segunda dinastia e início da terceira dinastia Durante 60 anos Portugal perdeu a independência e viveu sob domínio espanhol. D. Sebastião desapareceu na Batalha de Alcácer Quibir e sucedeu-lhe o seu tio, Cardeal D. Henrique. Surge uma crise de sucessão após a morte do cardeal, que não deixou sucessor. O povo escolheu D. António, prior do Crato, para rei. O rei de Espanha invadiu Portugal, com a ajuda do clero e da nobreza, e foi proclamado rei de Portugal, com o nome D. Filipe I. Iniciou-se a Terceira Dinastia.
  • 26. Reis da Terceira Dinastia D. Filipe I O Prudente (1581-1598) D. Filipe II O Pio (1598-1621) D. Filipe III O Grande (1621-1640)
  • 27. Factos históricos importantes 1580 – Rei de Espanha Invasão dos Espanhóis e perda da independência. 1578 – Cardeal D. Henrique Assume o trono durante dois anos, até à sua morte. 1580 – D. António, Prior do Crato É aclamado rei pelo povo.
  • 28. Fim da Terceira Dinastia e início da Quarta Dinastia Povo vivia descontente e revoltado devido ao domínio espanhol. 1 de dezembro de 1640 – D. João, duque de Bragança, levou a cabo a Revolução de 1640, apoiado por alguns nobres e pelo povo. Foi restaurada a independência de Portugal e D. João foi aclamado rei de Portugal – D. João IV. Iniciou-se a Quarta Dinastia.
  • 29. Reis da quarta dinastia D. João IV O Restaurador (1640-1656) D. Afonso VI O Vitorioso (1656-1683) D. Pedro II O Pacífico (1683-1706) D. João V O Magnânimo (1706-1750) D. José I O Reformador (1750-1777) D. Maria I A Piedosa (1777-1816) D. João VI O Clemente (1816-1826) D. Pedro IV O Rei Soldado (1826-1828)
  • 30. D. Miguel O Rei Absoluto (1828-1834) D. Maria II A Educadora (1834-1853) D. Pedro V O Esperançoso (1853-1861) D. Luís I O Popular (1861-1889) D. Carlos O Diplomata (1889-1908) D. Manuel II O Patriota ou O Desventurado (1908-1910)
  • 31. Quarta Dinastia (1640-1910) Dinastia de Bragança Em 1755 – deu-se o terramoto em Lisboa. O ministro de D. José I, o Marquês de Pombal, destacou-se na reconstrução da cidade.
  • 32. Entre 1807 e 1810 – Portugal sofre as Invasões Francesas. D. João IV regressou e o país passou a ser governado sob uma nova forma de governo – Monarquia Constitucional – que dividia o poder entre os deputados nas Cortes, o rei e os seus ministros e os juízes. A família real teve de se refugiar no Brasil, onde permaneceu até 1821. A permanência de D. João IV no Brasil provocou uma Revolução Liberal em 1820, no Porto, com o intuito de pressionar o regresso do rei a Portugal. Esta forma de governo trouxe progressos ao país, como a construção de linhas de ferro, de estradas, a utilização do telégrafo e a iluminação pública das cidades. Quarta Dinastia (1640-1910) Dinastia de Bragança
  • 33. Factos históricos importantes 1755 – Terramoto de Lisboa Reconstrução da cidade pelo Marquês de Pombal. 1640 a 1668 – Guerra da Restauração Durante 28 anos, os Espanhóis tentaram recuperar o seu domínio. 1640 – Restauração da independência de Portugal Por D. João, duque de Bragança, alguns nobres e o povo. 1807 – Invasões francesas França tentou Impedir aliança entre Portugal e Inglaterra. 1807 – Exílio da família real no Brasil Onde permaneceram até 1821. 1821 – Monarquia Constitucional Nova forma de governo.
  • 34. Exercícios 1 – Completa a tabela. ACONTECIMENTO PROTAGONISTAS DATA 1 D. Afonso Henriques 1128 Assinatura do tratado de Zamora D. Afonso Henriques e o rei de Leão e Castela 2 Conquista do algarve 3 1249 4 D. João, Mestre de Avis, e D. Nuno Álvares Pereira 1385 Descoberta das ilhas da Madeira e Porto Santo João Gonçalves Zarco e Tristão Vaz Teixeira 5 6 Diogo de Silves 1427 Dobrado o Cabo Bojador 7 1434
  • 35. ACONTECIMENTO PROTAGONISTAS DATA Passagem do Cabo das Tormentas 8 1487 9 Vasco da Gama 1498 Descoberta do Brasil Pedro Álvares Cabral 10 Circum-navegação 11 1519 12 D. Sebastião (desaparece) 1578 Invasão dos Espanhóis Filipe II de Espanha 13 14 D. João, duque de Bragança, alguns nobres e o povo 1640 Proclamação da República José Relvas Machado Leão 15 2 – Completa a tabela.
  • 36. Muitos portugueses insatisfeitos com a forma como o país era governado e as suas condições de vida. Da Monarquia à República No dia 1 de fevereiro de 1908, o rei D. Carlos e o seu filho, D. Luís Filipe, foram assassinados (regicídio). Sucedeu-lhe D. Manuel II, seu segundo filho. Era urgente que a Monarquia fosse substituída por uma República (forma de governo em que o chefe de Estado é escolhido pelos cidadãos). Portugal - dividido entre os defensores da Monarquia e os defensores da República.
  • 37. 5 de Outubro de 1910 - revolução vencida pelos republicanos (defensores república). Manuel de Arriaga - primeiro Presidente da República. República (1910-1926) Implantação da República em Portugal. O Chefe de Estado deixou de ser o rei e passou a ser o Presidente da República.
  • 38. Primeiros anos da República - Portugal teve muitos governos de curta duração. Portugueses descontentes - muitas revoltas. Em 1926 - golpe militar - que acabou com o regime democrático republicano. Instauraram uma ditadura militar. Em 1928 - general Carmona assumiu o cargo de Presidente da República e nomeou para ministro das Finanças António Oliveira Salazar. De 1932 a 1968 -Salazar foi nomeado chefe de Governo e instituiu o regime do Estado Novo, através de uma nova Constituição, reprimindo os direitos e as liberdades dos cidadãos. República (1910-1926)
  • 39. Regime do Estado Novo (1926-1974) Durante o regime do Estado Novo, Portugal viveu numa ditadura. Não havia: - democracia; - liberdade de voto; - liberdade de expressão; - partidos políticos. Os cidadãos que de alguma forma se opunham à ditadura eram perseguidos.
  • 40. Nessa guerra, morreram muitos soldados portugueses Em 1961 - começou a guerra colonial nas colónias portuguesas (territórios ocupados pelos Portugueses desde os Descobrimentos), onde movimentos de libertação lutavam pela sua independência. aumentando o descontentamento dos portugueses Regime do Estado Novo (1926-1974)
  • 41. Revolução do 25 de Abril (1974) A falta de liberdade As condições difíceis de vida A repressão A guerra colonial Derrubou o Governo do Estado Novo e pôs fim à ditadura, instaurando a democracia e a liberdade em Portugal. Levaram um grupo de militares a formar o Movimento das Forças Armadas (MFA) e, no dia de 25 de abril de 1974, este movimento levou a cabo uma revolução (a Revolução dos Cravos).
  • 42. Estado Democrático (desde 1974) − Instaurou-se a democracia e a liberdade em Portugal. − Acabou a guerra colonial. − Deu-se a descolonização: as colónias tornaram-se países independentes. − Acabou a censura e os presos políticos foram libertados. − Os Portugueses passaram a poder formar partidos políticos, a ter liberdade de expressão e liberdade de voto, podendo escolher os seus governantes. − O general António de Spínola foi designado Presidente da República, tendo sido substituído mais tarde pelo general Costa Gomes. Com a Revolução do 25 de Abril de 1974 houve várias mudanças positivas:
  • 43. Presidentes da República (desde 1910) República (1910-1926) • Manuel de Arriaga • Teófilo Braga • Bernardino Machado • Sidónio Pais • João de Canto e Castro • António José de Almeida • Manuel Teixeira Gomes • Bernardino Machado Estado Novo (1926-1974) • António Óscar Carmona • Francisco Craveiro Lopes • Américo Rodrigues Tomaz Estado Democrático (desde 1974) • António de Spínola • Costa Gomes • Ramalho Eanes • Mário Soares • Jorge Sampaio • Cavaco Silva
  • 44. Factos históricos importantes (1910-1974) 1910 – Implantação da República Fim da Monarquia. 1908 – Regicídio Assassinato do rei D. Carlos e do seu sucessor. 1926 – Golpe Militar Instauração da ditadura militar. 1928 – General Carmona Assumiu o cargo de Presidente da República e António Oliveira Salazar de primeiro-ministro. 1932 – Estado Novo Salazar foi nomeado chefe de Governo e instituiu uma nova forma de governo. 1961 – Guerra Colonial Nas colónias portuguesas lutava-se pela libertação desses territórios. 1974 – Revolução do 25 de Abril MFA instaurou a democracia e liberdade em Portugal – Estado Democrático.
  • 45. Adesão à União Europeia (1986) União Europeia - Organização de países da Europa que tem vários órgãos de direção e onde podem ser tomadas decisões em relação aos países a que a ela pertencem. Portugal integrou-se na União Europeia em 1986. A partir do ano de 2002, a moeda portuguesa deixou de ser o escudo e passou a ser o euro.
  • 46. Estados-membros da União Europeia Áustria Bélgica Bulgária Chipre República Checa Dinamarca Estónia Finlândia França Alemanha Alemanha Grécia Hungria Irlanda Itália Letónia Lituânia Luxemburgo Malta Países Baixos Polónia Portugal Roménia Eslováquia Eslovénia Espanha Suécia Reino Unido.
  • 47. Exercícios 1 – Faz a correspondência correta entre letras e números. A – Implantação da República D – Adesão à União Europeia 1 – Ditadura que acabou com o regime democrático B – Estado Novo C – Revolução do 25 de Abril 2 – Organização de países da Europa 4 – Chefe de Estado passou a ser o Presidente da República 5 – Revolução do povo que derrubou o Estado Novo 3 – Portugueses estavam descontentes a – 1910 b – 1986 d – 1926 e – desde 1974 c – 1974