SlideShare uma empresa Scribd logo
Projeto Final da Disciplina
• Objetivo: Abordar um dos tópicos da
disciplina através de uma investigação prática
• Pode envolver:
– Análise de um projeto de software;
– Análise de uma empresa/grupo de
desenvolvimento;
– Análise de ferramentas para auxiliar o processo de
software.
Projeto Final da Disciplina
• Times
– Grupos (sugerido até 5 pessoas)
– Individual
• Apresentações
– Proposta
– Final
• Entrega
– Relatório Técnico
Projeto Final da Disciplina
• Apresentação da Proposta
– Identificação do Grupo
– Tema do Projeto
• Objetivo
• Motivação
• Cenário
– Etapas Previstas
– Artigos de Referência
• Teoria + Prática
Projeto Final da Disciplina
• Apresentação da Proposta - Exemplo
– Identificação do Grupo – x,y,z e w
– Tema do Projeto
• Objetivo – utilização de ferramentas de GP na perspectiva ágil
• Motivação – oferecer um conjunto de ferramentas que podem
beneficiar times que utilizam a abordagem ágil com poucos recursos
• Cenário – pequenas empresas ou startups, grupos de
desenvolvimento
– Etapas Previstas
• Identificação das ferramentas
• Utilização das ferramentas
• Avaliação das ferramentas (ex. acesso, facilidade de uso, cobertura)
• Disponibilização de um documento de referencia
– Artigos de Referência
• Teoria + Prática
Projeto Final da Disciplina
• Relatório Final
– Min 12 e Máx 16 páginas (formato SBC)
– Organização
• Introdução
• Fundamentação (Tema Escolhido)
• Desenvolvimento
• Considerações Finais
• Referências

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Projeto Final da Disciplina de ES2

Apresentação da disciplina
Apresentação da disciplinaApresentação da disciplina
Apresentação da disciplina
Marcel Gois
 
01 Apresentação - Introdução ao espaço projecto - Paulo Nicola - 2015-11-06
01 Apresentação - Introdução ao espaço projecto - Paulo Nicola - 2015-11-0601 Apresentação - Introdução ao espaço projecto - Paulo Nicola - 2015-11-06
01 Apresentação - Introdução ao espaço projecto - Paulo Nicola - 2015-11-06
EPAdmin
 
Apresentação ied 2014
Apresentação ied 2014Apresentação ied 2014
Apresentação ied 2014
julivibruno
 
Apresentação ied 2014
Apresentação ied 2014Apresentação ied 2014
Apresentação ied 2014
Elainemat
 
Apresentação ied 2014
Apresentação ied 2014Apresentação ied 2014
Apresentação ied 2014
mardasrour
 
Um processo de inovação contínua de software baseado em prototipagem
Um processo de inovação contínua de software baseado em prototipagemUm processo de inovação contínua de software baseado em prototipagem
Um processo de inovação contínua de software baseado em prototipagem
Carlos Carvalho
 
Gestão de Projetos e Programas - Aula # 07
Gestão de Projetos e Programas - Aula # 07Gestão de Projetos e Programas - Aula # 07
Gestão de Projetos e Programas - Aula # 07
Ethel Capuano
 
Análise, projeto e implementação de sistemas
Análise, projeto e implementação de sistemasAnálise, projeto e implementação de sistemas
Análise, projeto e implementação de sistemas
Diego Marek
 
Formar e capacitar para a prática da ciência aberta: o contributo do projeto ...
Formar e capacitar para a prática da ciência aberta: o contributo do projeto ...Formar e capacitar para a prática da ciência aberta: o contributo do projeto ...
Formar e capacitar para a prática da ciência aberta: o contributo do projeto ...
Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta
 
Foster plus formar e capacitar para a Ciencia Aberta
Foster plus formar e capacitar para a Ciencia AbertaFoster plus formar e capacitar para a Ciencia Aberta
Foster plus formar e capacitar para a Ciencia Aberta
Maria Antónia Correia
 
Introdução aos fundamentos de teste de software 3
Introdução aos fundamentos de teste de software 3Introdução aos fundamentos de teste de software 3
Introdução aos fundamentos de teste de software 3
Alain Ageev, SFPC
 
Metodologia da Pesquisa Científica: Introdução
Metodologia da Pesquisa Científica:  IntroduçãoMetodologia da Pesquisa Científica:  Introdução
Metodologia da Pesquisa Científica: Introdução
Alexandre Duarte
 
Plataformas e Tecnologias associadas à Investigação
Plataformas e Tecnologias associadas à InvestigaçãoPlataformas e Tecnologias associadas à Investigação
Plataformas e Tecnologias associadas à Investigação
Vitor Gonçalves
 
16
1616
Roteiro projetos grupo unir 2016
Roteiro projetos grupo unir 2016Roteiro projetos grupo unir 2016
Roteiro projetos grupo unir 2016
Simone Athayde
 
Mac Pc
Mac PcMac Pc
Mac Pc
guestc8100ac
 
Mac Pc
Mac PcMac Pc
Mac Pc
guestc8100ac
 
Projeto de pesquisa_internet
Projeto de pesquisa_internetProjeto de pesquisa_internet
Projeto de pesquisa_internet
carlinhos02
 
Projeto de pesquisa_internet
Projeto de pesquisa_internetProjeto de pesquisa_internet
Projeto de pesquisa_internet
carlinhos02
 
Projeto de pesquisa_internet
Projeto de pesquisa_internetProjeto de pesquisa_internet
Projeto de pesquisa_internet
carlinhos02
 

Semelhante a Projeto Final da Disciplina de ES2 (20)

Apresentação da disciplina
Apresentação da disciplinaApresentação da disciplina
Apresentação da disciplina
 
01 Apresentação - Introdução ao espaço projecto - Paulo Nicola - 2015-11-06
01 Apresentação - Introdução ao espaço projecto - Paulo Nicola - 2015-11-0601 Apresentação - Introdução ao espaço projecto - Paulo Nicola - 2015-11-06
01 Apresentação - Introdução ao espaço projecto - Paulo Nicola - 2015-11-06
 
Apresentação ied 2014
Apresentação ied 2014Apresentação ied 2014
Apresentação ied 2014
 
Apresentação ied 2014
Apresentação ied 2014Apresentação ied 2014
Apresentação ied 2014
 
Apresentação ied 2014
Apresentação ied 2014Apresentação ied 2014
Apresentação ied 2014
 
Um processo de inovação contínua de software baseado em prototipagem
Um processo de inovação contínua de software baseado em prototipagemUm processo de inovação contínua de software baseado em prototipagem
Um processo de inovação contínua de software baseado em prototipagem
 
Gestão de Projetos e Programas - Aula # 07
Gestão de Projetos e Programas - Aula # 07Gestão de Projetos e Programas - Aula # 07
Gestão de Projetos e Programas - Aula # 07
 
Análise, projeto e implementação de sistemas
Análise, projeto e implementação de sistemasAnálise, projeto e implementação de sistemas
Análise, projeto e implementação de sistemas
 
Formar e capacitar para a prática da ciência aberta: o contributo do projeto ...
Formar e capacitar para a prática da ciência aberta: o contributo do projeto ...Formar e capacitar para a prática da ciência aberta: o contributo do projeto ...
Formar e capacitar para a prática da ciência aberta: o contributo do projeto ...
 
Foster plus formar e capacitar para a Ciencia Aberta
Foster plus formar e capacitar para a Ciencia AbertaFoster plus formar e capacitar para a Ciencia Aberta
Foster plus formar e capacitar para a Ciencia Aberta
 
Introdução aos fundamentos de teste de software 3
Introdução aos fundamentos de teste de software 3Introdução aos fundamentos de teste de software 3
Introdução aos fundamentos de teste de software 3
 
Metodologia da Pesquisa Científica: Introdução
Metodologia da Pesquisa Científica:  IntroduçãoMetodologia da Pesquisa Científica:  Introdução
Metodologia da Pesquisa Científica: Introdução
 
Plataformas e Tecnologias associadas à Investigação
Plataformas e Tecnologias associadas à InvestigaçãoPlataformas e Tecnologias associadas à Investigação
Plataformas e Tecnologias associadas à Investigação
 
16
1616
16
 
Roteiro projetos grupo unir 2016
Roteiro projetos grupo unir 2016Roteiro projetos grupo unir 2016
Roteiro projetos grupo unir 2016
 
Mac Pc
Mac PcMac Pc
Mac Pc
 
Mac Pc
Mac PcMac Pc
Mac Pc
 
Projeto de pesquisa_internet
Projeto de pesquisa_internetProjeto de pesquisa_internet
Projeto de pesquisa_internet
 
Projeto de pesquisa_internet
Projeto de pesquisa_internetProjeto de pesquisa_internet
Projeto de pesquisa_internet
 
Projeto de pesquisa_internet
Projeto de pesquisa_internetProjeto de pesquisa_internet
Projeto de pesquisa_internet
 

Mais de Tatiana Tavares

O Potencial da Experiência Tangível como Prática de Ensino
O Potencial da Experiência Tangível como Prática de EnsinoO Potencial da Experiência Tangível como Prática de Ensino
O Potencial da Experiência Tangível como Prática de Ensino
Tatiana Tavares
 
CONLUBRA 2017 - Recursos em RA para Museu do Doce
CONLUBRA 2017 - Recursos em RA para Museu do DoceCONLUBRA 2017 - Recursos em RA para Museu do Doce
CONLUBRA 2017 - Recursos em RA para Museu do Doce
Tatiana Tavares
 
Museus e jogos digitais o uso das novas tecnologias na promoção cultural
Museus e jogos digitais  o uso das novas tecnologias na promoção culturalMuseus e jogos digitais  o uso das novas tecnologias na promoção cultural
Museus e jogos digitais o uso das novas tecnologias na promoção cultural
Tatiana Tavares
 
REALIZAÇÃO DE OFICINAS BASEADAS EM PENSAMENTO CRIATIVO PARA CONSTRUÇÃO DE INT...
REALIZAÇÃO DE OFICINAS BASEADAS EM PENSAMENTO CRIATIVO PARA CONSTRUÇÃO DE INT...REALIZAÇÃO DE OFICINAS BASEADAS EM PENSAMENTO CRIATIVO PARA CONSTRUÇÃO DE INT...
REALIZAÇÃO DE OFICINAS BASEADAS EM PENSAMENTO CRIATIVO PARA CONSTRUÇÃO DE INT...
Tatiana Tavares
 
Uma proposta de interatividade para o Memorial Anglo
Uma proposta de interatividade para o Memorial AngloUma proposta de interatividade para o Memorial Anglo
Uma proposta de interatividade para o Memorial Anglo
Tatiana Tavares
 
Tecnologia assistiva uma revisão do tema
Tecnologia assistiva uma revisão do tema�Tecnologia assistiva uma revisão do tema�
Tecnologia assistiva uma revisão do tema
Tatiana Tavares
 
Design Centrado no usuário
Design Centrado no usuárioDesign Centrado no usuário
Design Centrado no usuário
Tatiana Tavares
 
Experiences working without borders: From the Global Laboratory in Brazil to ...
Experiences working without borders: From the Global Laboratory in Brazil to ...Experiences working without borders: From the Global Laboratory in Brazil to ...
Experiences working without borders: From the Global Laboratory in Brazil to ...
Tatiana Tavares
 
Mapping Study
Mapping Study�Mapping Study�
Mapping Study
Tatiana Tavares
 
Experiência de Usuário ( É importante? Por que?)
Experiência de Usuário ( É importante? Por que?)Experiência de Usuário ( É importante? Por que?)
Experiência de Usuário ( É importante? Por que?)
Tatiana Tavares
 
Design da Interação
Design da Interação Design da Interação
Design da Interação
Tatiana Tavares
 
Apresentação do Projeto Dar o Peixe ou Ensinar a Pescar na Expotec 2015
Apresentação do Projeto Dar o Peixe ou Ensinar a Pescar na Expotec 2015Apresentação do Projeto Dar o Peixe ou Ensinar a Pescar na Expotec 2015
Apresentação do Projeto Dar o Peixe ou Ensinar a Pescar na Expotec 2015
Tatiana Tavares
 
Processos para o Design da Interface de Usuário
Processos para o Design da Interface de UsuárioProcessos para o Design da Interface de Usuário
Processos para o Design da Interface de Usuário
Tatiana Tavares
 
Tecnologia: um lugar para todos e TODAS
Tecnologia: um lugar para todos e TODAS�Tecnologia: um lugar para todos e TODAS�
Tecnologia: um lugar para todos e TODAS
Tatiana Tavares
 
Projeto de Interface de Usuário
Projeto de Interface de UsuárioProjeto de Interface de Usuário
Projeto de Interface de Usuário
Tatiana Tavares
 
Ihc design emocional
Ihc design emocionalIhc design emocional
Ihc design emocional
Tatiana Tavares
 
IHC estilos interacao
IHC estilos interacaoIHC estilos interacao
IHC estilos interacao
Tatiana Tavares
 
IHC - Aula 01: Apresentação da Disciplina
IHC - Aula 01: Apresentação da DisciplinaIHC - Aula 01: Apresentação da Disciplina
IHC - Aula 01: Apresentação da Disciplina
Tatiana Tavares
 
Interação além da tela: design de aplicações para as próximas gerações (EPOC...
Interação além da tela: design de aplicações para as próximas gerações� (EPOC...Interação além da tela: design de aplicações para as próximas gerações� (EPOC...
Interação além da tela: design de aplicações para as próximas gerações (EPOC...
Tatiana Tavares
 
Apresentação Projetos do LAVID - LAVID at 11/05/2012 (EN VS)
Apresentação Projetos do LAVID - LAVID at 11/05/2012� (EN VS)Apresentação Projetos do LAVID - LAVID at 11/05/2012� (EN VS)
Apresentação Projetos do LAVID - LAVID at 11/05/2012 (EN VS)
Tatiana Tavares
 

Mais de Tatiana Tavares (20)

O Potencial da Experiência Tangível como Prática de Ensino
O Potencial da Experiência Tangível como Prática de EnsinoO Potencial da Experiência Tangível como Prática de Ensino
O Potencial da Experiência Tangível como Prática de Ensino
 
CONLUBRA 2017 - Recursos em RA para Museu do Doce
CONLUBRA 2017 - Recursos em RA para Museu do DoceCONLUBRA 2017 - Recursos em RA para Museu do Doce
CONLUBRA 2017 - Recursos em RA para Museu do Doce
 
Museus e jogos digitais o uso das novas tecnologias na promoção cultural
Museus e jogos digitais  o uso das novas tecnologias na promoção culturalMuseus e jogos digitais  o uso das novas tecnologias na promoção cultural
Museus e jogos digitais o uso das novas tecnologias na promoção cultural
 
REALIZAÇÃO DE OFICINAS BASEADAS EM PENSAMENTO CRIATIVO PARA CONSTRUÇÃO DE INT...
REALIZAÇÃO DE OFICINAS BASEADAS EM PENSAMENTO CRIATIVO PARA CONSTRUÇÃO DE INT...REALIZAÇÃO DE OFICINAS BASEADAS EM PENSAMENTO CRIATIVO PARA CONSTRUÇÃO DE INT...
REALIZAÇÃO DE OFICINAS BASEADAS EM PENSAMENTO CRIATIVO PARA CONSTRUÇÃO DE INT...
 
Uma proposta de interatividade para o Memorial Anglo
Uma proposta de interatividade para o Memorial AngloUma proposta de interatividade para o Memorial Anglo
Uma proposta de interatividade para o Memorial Anglo
 
Tecnologia assistiva uma revisão do tema
Tecnologia assistiva uma revisão do tema�Tecnologia assistiva uma revisão do tema�
Tecnologia assistiva uma revisão do tema
 
Design Centrado no usuário
Design Centrado no usuárioDesign Centrado no usuário
Design Centrado no usuário
 
Experiences working without borders: From the Global Laboratory in Brazil to ...
Experiences working without borders: From the Global Laboratory in Brazil to ...Experiences working without borders: From the Global Laboratory in Brazil to ...
Experiences working without borders: From the Global Laboratory in Brazil to ...
 
Mapping Study
Mapping Study�Mapping Study�
Mapping Study
 
Experiência de Usuário ( É importante? Por que?)
Experiência de Usuário ( É importante? Por que?)Experiência de Usuário ( É importante? Por que?)
Experiência de Usuário ( É importante? Por que?)
 
Design da Interação
Design da Interação Design da Interação
Design da Interação
 
Apresentação do Projeto Dar o Peixe ou Ensinar a Pescar na Expotec 2015
Apresentação do Projeto Dar o Peixe ou Ensinar a Pescar na Expotec 2015Apresentação do Projeto Dar o Peixe ou Ensinar a Pescar na Expotec 2015
Apresentação do Projeto Dar o Peixe ou Ensinar a Pescar na Expotec 2015
 
Processos para o Design da Interface de Usuário
Processos para o Design da Interface de UsuárioProcessos para o Design da Interface de Usuário
Processos para o Design da Interface de Usuário
 
Tecnologia: um lugar para todos e TODAS
Tecnologia: um lugar para todos e TODAS�Tecnologia: um lugar para todos e TODAS�
Tecnologia: um lugar para todos e TODAS
 
Projeto de Interface de Usuário
Projeto de Interface de UsuárioProjeto de Interface de Usuário
Projeto de Interface de Usuário
 
Ihc design emocional
Ihc design emocionalIhc design emocional
Ihc design emocional
 
IHC estilos interacao
IHC estilos interacaoIHC estilos interacao
IHC estilos interacao
 
IHC - Aula 01: Apresentação da Disciplina
IHC - Aula 01: Apresentação da DisciplinaIHC - Aula 01: Apresentação da Disciplina
IHC - Aula 01: Apresentação da Disciplina
 
Interação além da tela: design de aplicações para as próximas gerações (EPOC...
Interação além da tela: design de aplicações para as próximas gerações� (EPOC...Interação além da tela: design de aplicações para as próximas gerações� (EPOC...
Interação além da tela: design de aplicações para as próximas gerações (EPOC...
 
Apresentação Projetos do LAVID - LAVID at 11/05/2012 (EN VS)
Apresentação Projetos do LAVID - LAVID at 11/05/2012� (EN VS)Apresentação Projetos do LAVID - LAVID at 11/05/2012� (EN VS)
Apresentação Projetos do LAVID - LAVID at 11/05/2012 (EN VS)
 

Último

-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
vitorreissouzasilva
 
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdfConcurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
TathyLopes1
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
AlineOliveira625820
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
samucajaime015
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
erssstcontato
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
HelenStefany
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
Crisnaiara
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
Manuais Formação
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
geiseortiz1
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 

Último (20)

-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
 
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdfConcurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 

Projeto Final da Disciplina de ES2

  • 1. Projeto Final da Disciplina • Objetivo: Abordar um dos tópicos da disciplina através de uma investigação prática • Pode envolver: – Análise de um projeto de software; – Análise de uma empresa/grupo de desenvolvimento; – Análise de ferramentas para auxiliar o processo de software.
  • 2. Projeto Final da Disciplina • Times – Grupos (sugerido até 5 pessoas) – Individual • Apresentações – Proposta – Final • Entrega – Relatório Técnico
  • 3. Projeto Final da Disciplina • Apresentação da Proposta – Identificação do Grupo – Tema do Projeto • Objetivo • Motivação • Cenário – Etapas Previstas – Artigos de Referência • Teoria + Prática
  • 4. Projeto Final da Disciplina • Apresentação da Proposta - Exemplo – Identificação do Grupo – x,y,z e w – Tema do Projeto • Objetivo – utilização de ferramentas de GP na perspectiva ágil • Motivação – oferecer um conjunto de ferramentas que podem beneficiar times que utilizam a abordagem ágil com poucos recursos • Cenário – pequenas empresas ou startups, grupos de desenvolvimento – Etapas Previstas • Identificação das ferramentas • Utilização das ferramentas • Avaliação das ferramentas (ex. acesso, facilidade de uso, cobertura) • Disponibilização de um documento de referencia – Artigos de Referência • Teoria + Prática
  • 5. Projeto Final da Disciplina • Relatório Final – Min 12 e Máx 16 páginas (formato SBC) – Organização • Introdução • Fundamentação (Tema Escolhido) • Desenvolvimento • Considerações Finais • Referências