SlideShare uma empresa Scribd logo
Projecto CCE - JSD Cartaxo
Índice




Introdução e definição ...................................................................................................... 3

Missão e objectivos .......................................................................................................... 4

Condições de acesso ......................................................................................................... 5

Pilares do projecto ............................................................................................................ 6

Esquema processual .......................................................................................................... 6

Organograma da CMC ..................................................................................................... 7

I. Clínicas Empresariais ................................................................................................. 8

1. Assessoria e centro de formalidades ........................................................................... 8

2. Promoção e publicidade ............................................................................................ 11

3. Apoio e formação profissional .................................................................................. 14

4. Apoio à internacionalização...................................................................................... 16

II. Escolas Empreendedoras ........................................................................................ 17

III. Banco de Ideias....................................................................................................... 18

IV. CCE Franchising .................................................................................................... 19




                                                                                                                             2
Cartaxo, 06 de Janeiro de 2012                                                                                          Página
definição
Introdução e definição


A CCE Cartaxo pretende ser uma associação sem fins lucrativos ou um departamento

municipal, constituído por tempo indeterminado, que visa a promoção das actividades

económicas e o desenvolvimento educativo e profissional dos jovens e empresários do

concelho do Cartaxo. Assume-se como um veículo de auxílio à constituição e

implementação de ideias de negócio e ao acompanhamento de negócios já em curso

no concelho, assessorando a gestão, inovação e crescimentos das nossas empresas.


       A CCE Cartaxo será uma plataforma de apoio às empresas na gestão do dia-a-

dia em relação aos problemas menos relacionados com a actividade comercial

principal. Terá, igualmente, como enfoque os jovens do nosso concelho, pretendendo

orientá-los segundo probabilidades de sucesso em termos escolares e, em termos

profissionais, segundo as principais necessidades do mercado de trabalho.


       Este projecto procura, também, promover iniciativas de participação na área de

inovação e criatividade, abraçando e estudando propostas de criação de valor para o

concelho. É atribuída, neste sentido, relevância máxima ao poder de iniciativa,

inovação e empreendedorismo no concelho, assim como à importância do crescimento

económico das nossas empresas que permitirá aumentar os fluxos de emprego e a

disponibilidade de recursos ao serviço de todos os munícipes.


       Resumindo, a CCE Cartaxo terá como principais eixos de actuação, a captação,

fixação e desenvolvimento de competências e conhecimentos, através da promoção e

estímulo da criatividade e inovação, num ambiente promotor de empreendedorismo.




Cartaxo, 06 de Janeiro de 2012                                               Página 3
Missão e objectivos
         objectivos

A CCE Cartaxo tem por missão o desenvolvimento económico, social e cultural do
concelho do Cartaxo, servindo como uma base para o crescimento do bem-estar social
da nossa população. Tem como principais objectivos:

   a) Modernizar os serviços municipais e orientá-los um maior incentivo económico

        e apoio educativo e cultural à população local;


   b) Desenvolver um serviço municipal de assessoria e gestão de formalidades às

        empresas no nosso concelho;


   c) Promover a marca Cartaxo junto das comunidades nacionais e internacionais

        através de novas plataformas de promoção e comercialização;


   d) Apoio curricular e profissional aos jovens do concelho;


   e) Aprofundamento dos processos de internacionalização das empresas, com

        enfoque nas formas de exportação;


   f)   Apoiar a inovação e promoção do empreededorismo;


   g) Proporcionar novas soluções de competitividade e crescimento para as

        empresas do concelho.




Cartaxo, 06 de Janeiro de 2012                                            Página 4
Condições de acesso


Público-alvo:


Projectos empresariais iniciais ou oriundos de empresas consolidadas, sem restrições

em termos de idade, formação ou sector de actividade.




Critérios de selecção:


   •   Originalidade e carácter inovador do projecto;


   •    Projectos destinados ao desenvolvimento de qualquer tipo de actividade legal;


   •   Razoabilidade e exequibilidade;


   •   Grau de envolvimento dos candidatos;




Fase de apresentação dos projectos:


Os projectos poderão ser apresentados à incubadora em forma de ideia ou com plano

de negócio já pensado e/ou estruturado.




Cartaxo, 06 de Janeiro de 2012                                                Página 5
Pilares do projecto / Bases de desenvolvimento para o concelho


A CCE Cartaxo assentará em 4 pilares básicos de actuação:


       Clínicas Empresariais


       Escolas Empreendedoras


       Banco de Ideias


       CCE Franchising




Esquema processual




Cartaxo, 06 de Janeiro de 2012                                   Página 6
Organograma da Câmara Municipal do Cartaxo




Cartaxo, 06 de Janeiro de 2012               Página 7
Descrição




   I.   Clínicas empresariais


A “Clínicas Empresariais” será um projecto integrado de assessoria às empresas do

nosso concelho em matéria fiscal, laboral, gerencial, financeira e de inovação, em que

as empresas terão ao seu dispor um conjunto de profissionais dotados de

competências técnicas nestas áreas que ajudarão a qualificar a gestão das empresas e

a desburocratizar a actividade diária de negócio.




   1. Assessoria e centro de formalidades


O centro de assessoria e de gestão de eventos é um projecto integrado nas Clínicas

Empresariais e procura de forma objectiva, célere e eficaz, ajudar a gerir aspectos

jurídicos, financeiros e de gestão global de potenciais negócios ou de empresas já

estabelecidas. Os empreendedores terão acesso a informações que auxiliarão na

gestão de aspectos que, em muitos casos, ocupam grande parte do tempo aos nossos

empresários. Com este plano, passarão a poder estar mais centrados no core business

das respectivas empresas.




Proposta de implementação


        Assessoria: a JSD propõe a formação e alocação/mobilidade interna de pessoal

        com competências técnicas inquestionáveis para as diferentes áreas em

        questão. O veículo de assessoria deverá utilizar os canais Web 2.0, seguindo

        um modelo de actuação à distância. Este projecto deverá ficar a cargo de um

        núcleo de personalidades competentes nas diferentes áreas, integrados na

        Divisão de Desenvolvimento Económico da Câmara Municipal.
Cartaxo, 06 de Janeiro de 2012                                               Página 8
Neste projecto “Clínicas Empresariais”, está também prevista uma área de gestão de

eventos e participação, responsável pela organização de workshops, formações

temporárias e aluguer de espaços. Com o objectivo de aprofundar a comunicação entre

empresas, universidades e responsáveis políticos, a CCE Cartaxo promoverá a

realização e a inscrição de participantes em eventos informativos e qualificadores para

o nosso concelho, potenciando um contributo social e cultural significativo à nossa

população.




   •   Nersant: colaboração na promoção dos eventos a realizar e canalização de

       inscrições em eventos e cursos de qualificação profissional, prospeccionadas

       no concelho.


   •   Nerlei: colaboração na promoção dos eventos a realizar e canalização de

       inscrições em eventos e cursos de qualificação profissional, prospeccionadas

       no concelho.


   •   Global Management Challenge: incentivo à participação dos munícipes no

       concurso internacional de gestão, com a promoção das vantagens associadas

       ao evento, o interesse sócio-profissional e os prémios atribuídos pelas

       entidades locais aos melhores munícipes classificados no concurso.


   •   Institutos Superiores de Ensino: colaboração ao nível da divulgação de eventos

       e workshops de cariz mais científico.




Proposta de implementação


       A JSD propõe que este projecto fique ao abrigo da Divisão de Desenvolvimento

       Económico, que será a responsável pela divulgação dos eventos de carácter


Cartaxo, 06 de Janeiro de 2012                                                Página 9
empresarial, económico e financeiro. A publicidade dos eventos realizados

       deverá ser afixada em locais públicos, em lojas em cafés, nas redes sociais e

       remetidos via e-mail para todas as empresas com sede ou subsidiária no nosso

       município.




Em suma, caberá à Divisão de Desenvolvimento Económico a gestão do projecto

“Clínicas Empresariais” e a concretização dos seus objectivos e resultados para a nossa

economia.




Cartaxo, 06 de Janeiro de 2012                                               Página 10
2. Promoção e publicidade


O projecto Promoção e Publicidade visa satisfazer necessidades de angariação de

clientes aos novos projectos e empresas já estabelecidas no concelho do Cartaxo.

Neste sentido, a CCE propõe-se desenvolver uma base de dados e-Business que será

implementada com o objectivo de promover a divulgação dos produtos das nossas

empresas nas redes sociais e proporcionar maior transparência para o mercado em

relação aos preços praticados (de modo a que estes estejam constantemente

publicados e o consumidor não tenha a necessidade de os solicitar; pretende acabar

com o mito, em muitos casos, de que o comércio tradicional é bastante mais caro). A

base de dados basear-se-á na construção de um site em que os utilizadores poderão

seleccionar a indústria e os sectores que pretendem pesquisar e o qual permitirá gerar

resultados de empresas sediadas no concelho ou na zona geográfica local. Pretende-

se, ainda, que os resultados permitam conhecer além das empresas, dos produtos e

dos preços, os seus gestores, a sua história e a sua antiguidade.


A CCE compromete-se a avaliar as condições logísticas e contratuais para a

implementação    de   um    modelo    e-Commerce,     isto   é,     uma   plataforma   de

comercialização dos produtos das nossas empresas via internet, passando assim de

uma matriz de e-Business para um modelo e-Commerce.




Proposta de implementação


       A JSD propõe às empresas do concelho a inscrição através de fichas definidas

       para o efeito e as remetam à empresa concessionária ou à divisão municipal

       gestora do programa. Em caso de se optar por uma empresa concessionária de

       gestão do programa, deverão ser avaliadas formas de cooperação como meio

       de pagamento do município à concessionária. Em caso de se optar pela gestão

       pública/municipal deste programa, entendemos que caberá ao Gabinete de

       Sistemas de Informação a gestão da plataforma.


Cartaxo, 06 de Janeiro de 2012                                                 Página 11
A longo prazo e após a verificação dos resultados associados ao programa,

       pretende-se avançar com a criação de uma bolsa electrónica de compras, por

       forma a facilitar o comércio mais pequeno e a gerar maior comodidade para os

       consumidores.




O segundo programa, relativamente a este projecto, trata da implementação de uma

revista de negócios a que chamamos Revista CCE. Trata-se de uma revista local,

exclusiva do concelho do Cartaxo, cujo objectivo será a promoção das empresas do

nosso concelho e ser um espaço de criatividade para os jovens, em termos de geração

de ideias, incentivo ao empreendedorismo e exercício de uma maior influência e

proximidade junto dos representantes políticos locais.


Cartaxo, 06 de Janeiro de 2012                                            Página 12
Proposta de implementação


       A JSD propõe, neste caso, a realização de um “outsourcing” com uma empresa

       de media do concelho. As primeiras três edições da revista deverão ser oferta a

       um público mais vasto possível e, portanto, financiadas pelo Município. As

       edições posteriores deverão ser cobradas pela empresa responsável, mediante

       um preço razoável e que garanta sustentabilidade a este projecto. Deverá

       concretizar-se mediante assinatura anual dos clientes.




Cartaxo, 06 de Janeiro de 2012                                              Página 13
3. Apoio e formação profissional


O departamento de apoio e formação profissional pretende instituir um projecto com

visibilidade na área do apoio aos jovens nas suas escolhas curriculares e respectivas

saídas profissionais, mas igualmente apoiar a actividade económico-financeira do

nosso concelho com a prestação de serviços de qualidade às nossas empresas.


Em primeiro lugar, está prevista a organização de cursos de formação profissional

avançada, com o objectivo de promover a qualificação dos recursos humanos do nosso

tecido empresarial e da nossa população. Os cursos prevêem formação modular na

área da gestão agrícola, industrial, serviços de turismo, gestão de processos de

internacionalização, gestão da inovação, marketing research, entre outros a avaliar.




Proposta de implementação


       A JSD propõe o desenvolvimento de parcerias com empresas certificadas, cuja

       responsabilidade municipal caberia à Divisão de Desenvolvimento Económico

       ou à Divisão de Recursos Humanos.




Em segundo lugar, o departamento promoverá bolsas de estágio (1º emprego) para

jovens munícipes com formação específica técnica ou superior. Pretende-se com esta

medida promover o ensino e o fomento do estudo e qualificação nos jovens,

desenvolver a produtividade das empresas e abri-las a novas formas de crescimento e

desenvolvimento, assim como profissionalizá-las no sentido de serem cada vez menos

familiares (não perdendo, necessariamente, essa mística) e cada vez mais orientadas

para a criação de valor. Com o objectivo de potenciar as oportunidades profissionais

dos jovens do nosso concelho, aliando-as à regeneração e qualificação do nosso

tecido empresarial, e de forma a promover maior inovação e competitividade nas


Cartaxo, 06 de Janeiro de 2012                                                Página 14
nossas empresas, a CCE Cartaxo pretende apoiar a integração de jovens estagiários

com elevadas qualificações técnicas e profissionais em empresas do nosso concelho.

As bolsas de emprego serão destinadas às seguintes áreas:


   •   Gestão                                    •   Finanças


   •   Marketing                                 •   Jurídica/fiscal


Neste departamento, os munícipes poderão, ainda, gozar da publicação dos seus

currículos individuais que serão preenchidos de acordo com os campos e requisitos

definidos pela entidade gestora. Os CV’s serão destinados a ofertas de emprego na

nossa zona geográfica.


Por fim, o departamento pretende implementar mecanismos de apoio às escolhas

curriculares dos nossos jovens na transição em anos escolares decisivos, como por

exemplo o 9º e o 12º anos. Aqui, os jovens podem recorrer a serviços de

aconselhamento em matéria curricular, evitando preencher vagas em cursos sem

probabilidades mínimas de saída profissional. Com este programa, procuramos reduzir

o potencial de desemprego no mercado português, ao qual muitos cursos contribuem

fortemente sabendo, mesmo, que nem sequer alguns dos seus melhores formandos

dos últimos anos conseguem entrar no mercado de trabalho. Deste modo, será

incrementada a empregabilidade dos jovens no concelho e o acesso ao 1º emprego.




Proposta de implementação


       A JSD propõe que o programa de apoio à gestão curricular dos jovens se

       enquadre na gestão da Divisão de Recursos Humanos.




Cartaxo, 06 de Janeiro de 2012                                           Página 15
4. Apoio à internacionalização


O departamento de apoio à internacionalização visa satisfazer as necessidades das

empresas na área de internacionalização dos seus negócios. Quer através do recurso a

estudos de mercado, quer através de uma avaliação geral das condições e factores de

sucesso de cada empresa em se internacionalizar, este departamento terá como

missão assessorar os empresários regionais no seu caminho à internacionalização.


A constituição de nichos de empresas tem como objectivo contribuir para um poder de

escala e para a promoção de uma marca conjunta nos mercados internacionais. Neste

sentido, pretende-se estudar a constituição de conglomerados de empresas que,

conjuntamente, explorem novos mercados e possam vender em alguns deles, com

ênfase na exportação como forma de internacionalização.




Proposta de implementação


       A JSD propõe que a gestão deste programa esteja a cabo da Divisão de

       Desenvolvimento Económico, eventualmente em parceria com agências de

       investimento.




Cartaxo, 06 de Janeiro de 2012                                             Página 16
II. Escolas Empreendedoras


O programa “Escolas Empreendedoras” assenta em actividades e experiências sociais

por via de um programa que permite uma participação multi-disciplinar, a par de uma

experiência pedagógica que apoia os formandos na pesquisa e desenvolvimento das

características que definem empreendedores bem sucedidos. Pretende desenvolver

uma dinâmica empresarial nas escolas do concelho, promovendo um conjunto de

acções de proximidade destinadas a um novo olhar moderno sobre o novo paradigma

da globalização e dos mercados com que a nossa sociedade convive.


Com o programa “Escolas Empreendedoras”, pretendemos seguir a constituição de um

clube de jovens para apoio à formação básica de como criar e gerir um negócio,

incutindo um espírito de competição e conhecimento. Serão desenvolvidos programas

de férias de verão com vista ao convívio das gerações mais novas no âmbito de

actividades lúdicas empreendedoras, com recurso à simulação de projectos de negócio

e jogos didácticos no âmbito do tema. Serão avaliados prémios a atribuir no decurso

das avaliações finais para os alunos melhor sucedidos.




Proposta de implementação


       A JSD propõe o estudo de uma parceria com a Nersant para a implementação

       dos programas EmpreEscola, EmpreJovem e EmpCriança no Cartaxo. Defende,

       igualmente, a realização de uma semana do empreendedorismo                     para

       discussão,   votação      e   atribuição   de   prémios   aos   melhores   projectos

       desenvolvidos no âmbito daqueles programas.




Cartaxo, 06 de Janeiro de 2012                                                    Página 17
III. Banco de Ideias


O Banco de Ideias do Cartaxo (BICTX) será um sistema de identificação e registo de

projectos inovadores      susceptíveis de gerar   interesse por   parte de possíveis

investidores. A acção tem em vista a implementação de novos negócios no concelho

do Cartaxo. Concebidas por empreendedores com ou sem capacidade própria para a

implementação dos projectos, as ideias a registar no BICTX deverão beneficiar da

parceria com investidores capacitados e motivados para apostar financeiramente

nesses projectos. Ao aproximar detentores de ideias e potenciais financiadores, o

BICTX contribui para aproveitar boas ideias de negócio que, de outro modo, poderiam

ser desperdiçadas, procurando corresponder aos objectivos gerais da intervenção da

CCE Cartaxo. A agência pode participar como mediadora, se as partes envolvidas o

desejarem, sem intervir directamente na negociação. O BICTX está aberto a todas as

ideias destinadas a criar negócios com sede no concelho do Cartaxo.




Proposta de implementação


       A JSD propõe que este projecto fique, mais uma vez, ao abrigo da Divisão de

       Desenvolvimento Económico, a quem caberá a estruturação dos seus quadros

       no sentido de proporcionar relevância a este programa e ao aproveitamento de

       ideias potencialmente geradoras de inovação e desenvolvimento económico

       para o concelho.




Cartaxo, 06 de Janeiro de 2012                                             Página 18
IV. CCE Franchising


A CCE Franchising pretende estender o tipo de licenciamento “franchising” a novas

empresas que estejam interessadas em seguir o modelo de negócio de empresas já

constituídas. Além da internacionalização, o franchising consiste numa outra forma de

crescimento e desenvolvimento de empresas mas que assenta num negócio em

parceria, no qual uma empresa bem sucedida e que pretenda crescer no mercado

(franchisador) proporciona a um terceiro (franchisado), o seu conceito de negócio,

permitindo que ele utilize a sua marca, os seus métodos de gestão, a sua fórmula de

negócio, ou seja, todo o seu know-how, prestando-lhe apoio contínuo e, em alguns

casos, concedendo-lhe o direito de revender em exclusivo os seus produtos numa

determinada região. A CCE Franchising permitirá, por um lado, potenciar novos

negócios e maior empregabilidade com a utilização de recursos e competências do

franchisador e, por outro lado, um crescimento com menor risco e maiores vantagens

para o franchisador no mercado.




Proposta de implementação


       A JSD propõe que este projecto seja separado da estrutura municipal, pelo que

       as empresas do concelho poderão recorrer à avaliação de viabilidade desta

       estratégia com recurso a consultores independentes. O papel do município

       passa por incentivar as empresas mais capacitadas do nosso concelho em

       aderir a estudos de viabilização desta estratégia de negócio, sendo que

       propomos que a câmara subsidie entre 50% e 60% dos custos com estes

       serviços.




Cartaxo, 06 de Janeiro de 2012                                             Página 19

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

2012 1 cst_marketing_3_gestao_projetos
2012 1 cst_marketing_3_gestao_projetos2012 1 cst_marketing_3_gestao_projetos
2012 1 cst_marketing_3_gestao_projetos
ANDRÉ MONTEIRO
 
Criatividade em Comunicação Empresarial
Criatividade em Comunicação EmpresarialCriatividade em Comunicação Empresarial
Criatividade em Comunicação Empresarial
Júlio Silva
 
Melhores Fornecedores RH 2018 | Revista Human maio 2018
Melhores Fornecedores RH 2018 | Revista Human maio 2018Melhores Fornecedores RH 2018 | Revista Human maio 2018
Melhores Fornecedores RH 2018 | Revista Human maio 2018
Bright Concept
 
Agenda Novembro/Dezembro - ER Jundiaí
Agenda Novembro/Dezembro - ER JundiaíAgenda Novembro/Dezembro - ER Jundiaí
Agenda Novembro/Dezembro - ER Jundiaí
Sebrae-SaoPaulo
 
Atps processos adminsitrativos
Atps processos adminsitrativosAtps processos adminsitrativos
Atps processos adminsitrativos
Nanda Freitas
 
Jundiaí - Julho/ Agosto 2015
Jundiaí - Julho/ Agosto 2015Jundiaí - Julho/ Agosto 2015
Jundiaí - Julho/ Agosto 2015
Sebrae-SaoPaulo
 
Proposta - proc adbs 4 2014 prest de serv criação incubadora negócios vf
Proposta - proc adbs 4 2014 prest de serv criação incubadora negócios vfProposta - proc adbs 4 2014 prest de serv criação incubadora negócios vf
Proposta - proc adbs 4 2014 prest de serv criação incubadora negócios vf
Luis Lobo e Silva
 
Revista do Desenvolvimento Local – 3ª edição
Revista do Desenvolvimento Local – 3ª ediçãoRevista do Desenvolvimento Local – 3ª edição
Revista do Desenvolvimento Local – 3ª edição
Pedro Valadares
 
Plano de Negócios - Empreendimentos CSA
Plano de Negócios - Empreendimentos CSAPlano de Negócios - Empreendimentos CSA
Plano de Negócios - Empreendimentos CSA
EmpreendimentosCSA
 

Mais procurados (9)

2012 1 cst_marketing_3_gestao_projetos
2012 1 cst_marketing_3_gestao_projetos2012 1 cst_marketing_3_gestao_projetos
2012 1 cst_marketing_3_gestao_projetos
 
Criatividade em Comunicação Empresarial
Criatividade em Comunicação EmpresarialCriatividade em Comunicação Empresarial
Criatividade em Comunicação Empresarial
 
Melhores Fornecedores RH 2018 | Revista Human maio 2018
Melhores Fornecedores RH 2018 | Revista Human maio 2018Melhores Fornecedores RH 2018 | Revista Human maio 2018
Melhores Fornecedores RH 2018 | Revista Human maio 2018
 
Agenda Novembro/Dezembro - ER Jundiaí
Agenda Novembro/Dezembro - ER JundiaíAgenda Novembro/Dezembro - ER Jundiaí
Agenda Novembro/Dezembro - ER Jundiaí
 
Atps processos adminsitrativos
Atps processos adminsitrativosAtps processos adminsitrativos
Atps processos adminsitrativos
 
Jundiaí - Julho/ Agosto 2015
Jundiaí - Julho/ Agosto 2015Jundiaí - Julho/ Agosto 2015
Jundiaí - Julho/ Agosto 2015
 
Proposta - proc adbs 4 2014 prest de serv criação incubadora negócios vf
Proposta - proc adbs 4 2014 prest de serv criação incubadora negócios vfProposta - proc adbs 4 2014 prest de serv criação incubadora negócios vf
Proposta - proc adbs 4 2014 prest de serv criação incubadora negócios vf
 
Revista do Desenvolvimento Local – 3ª edição
Revista do Desenvolvimento Local – 3ª ediçãoRevista do Desenvolvimento Local – 3ª edição
Revista do Desenvolvimento Local – 3ª edição
 
Plano de Negócios - Empreendimentos CSA
Plano de Negócios - Empreendimentos CSAPlano de Negócios - Empreendimentos CSA
Plano de Negócios - Empreendimentos CSA
 

Destaque

Latex
LatexLatex
Presentacin1 1220833737163025-9
Presentacin1 1220833737163025-9Presentacin1 1220833737163025-9
Presentacin1 1220833737163025-9
andrespelaez1988
 
Clase comunicación arte y diseño: La química y el Arte
Clase comunicación arte y diseño: La química y el ArteClase comunicación arte y diseño: La química y el Arte
Clase comunicación arte y diseño: La química y el Arte
Jose Berecoechea
 
Guía del-estudiante-2014-i
Guía del-estudiante-2014-iGuía del-estudiante-2014-i
Guía del-estudiante-2014-i
Jorge Luis Torres Principe
 
Multimedial
MultimedialMultimedial
Multimedial
Mariana Fernández
 
Productos de medios
Productos de medios Productos de medios
Productos de medios
jaimeesanchez
 
Metodologiadelainvestigacin 100113192450-phpapp01
Metodologiadelainvestigacin 100113192450-phpapp01Metodologiadelainvestigacin 100113192450-phpapp01
Metodologiadelainvestigacin 100113192450-phpapp01
Montes Ramón
 
Guia para os pais educação e os novos media
Guia para os pais   educação e os novos mediaGuia para os pais   educação e os novos media
Guia para os pais educação e os novos media
Suzana Pimentel
 
Defesa mestrado mj_07-04-2014
Defesa mestrado mj_07-04-2014Defesa mestrado mj_07-04-2014
Agrotestigo-Maiz DEKALB-Campaña 1314-Informe FLORACIÓN-LAMEIRO ELVIO LUIS-Nº 5
Agrotestigo-Maiz DEKALB-Campaña 1314-Informe FLORACIÓN-LAMEIRO ELVIO LUIS-Nº 5Agrotestigo-Maiz DEKALB-Campaña 1314-Informe FLORACIÓN-LAMEIRO ELVIO LUIS-Nº 5
Agrotestigo-Maiz DEKALB-Campaña 1314-Informe FLORACIÓN-LAMEIRO ELVIO LUIS-Nº 5
Curupaiti Agropecuaria S.A.
 
Innovación Educativa con Recursos Abiertos
Innovación Educativa con Recursos AbiertosInnovación Educativa con Recursos Abiertos
Innovación Educativa con Recursos Abiertos
wademt
 
Ideação como Utilidade Pública
Ideação como Utilidade PúblicaIdeação como Utilidade Pública
Ideação como Utilidade Pública
inovaDay .
 
Cnx mai/2008
Cnx mai/2008Cnx mai/2008
Cnx mai/2008
kleber.torres
 
Informatica
InformaticaInformatica
Informatica
juangaro
 
Religion
ReligionReligion
Religion
'Gomi Montoya
 
Trabajo final
Trabajo finalTrabajo final
Trabajo final
claudiaz85
 
Система статистики и рейтингов LiveJournal.com
Система статистики и рейтингов LiveJournal.comСистема статистики и рейтингов LiveJournal.com
Система статистики и рейтингов LiveJournal.com
yaevents
 
Trabajo sistemas terminado
Trabajo sistemas terminadoTrabajo sistemas terminado
Trabajo sistemas terminado
katalina001
 
Presentación diversidad1
Presentación diversidad1Presentación diversidad1
Presentación diversidad1
FMoralesdeCastillo
 

Destaque (20)

Latex
LatexLatex
Latex
 
Presentacin1 1220833737163025-9
Presentacin1 1220833737163025-9Presentacin1 1220833737163025-9
Presentacin1 1220833737163025-9
 
Clase comunicación arte y diseño: La química y el Arte
Clase comunicación arte y diseño: La química y el ArteClase comunicación arte y diseño: La química y el Arte
Clase comunicación arte y diseño: La química y el Arte
 
Schonen
SchonenSchonen
Schonen
 
Guía del-estudiante-2014-i
Guía del-estudiante-2014-iGuía del-estudiante-2014-i
Guía del-estudiante-2014-i
 
Multimedial
MultimedialMultimedial
Multimedial
 
Productos de medios
Productos de medios Productos de medios
Productos de medios
 
Metodologiadelainvestigacin 100113192450-phpapp01
Metodologiadelainvestigacin 100113192450-phpapp01Metodologiadelainvestigacin 100113192450-phpapp01
Metodologiadelainvestigacin 100113192450-phpapp01
 
Guia para os pais educação e os novos media
Guia para os pais   educação e os novos mediaGuia para os pais   educação e os novos media
Guia para os pais educação e os novos media
 
Defesa mestrado mj_07-04-2014
Defesa mestrado mj_07-04-2014Defesa mestrado mj_07-04-2014
Defesa mestrado mj_07-04-2014
 
Agrotestigo-Maiz DEKALB-Campaña 1314-Informe FLORACIÓN-LAMEIRO ELVIO LUIS-Nº 5
Agrotestigo-Maiz DEKALB-Campaña 1314-Informe FLORACIÓN-LAMEIRO ELVIO LUIS-Nº 5Agrotestigo-Maiz DEKALB-Campaña 1314-Informe FLORACIÓN-LAMEIRO ELVIO LUIS-Nº 5
Agrotestigo-Maiz DEKALB-Campaña 1314-Informe FLORACIÓN-LAMEIRO ELVIO LUIS-Nº 5
 
Innovación Educativa con Recursos Abiertos
Innovación Educativa con Recursos AbiertosInnovación Educativa con Recursos Abiertos
Innovación Educativa con Recursos Abiertos
 
Ideação como Utilidade Pública
Ideação como Utilidade PúblicaIdeação como Utilidade Pública
Ideação como Utilidade Pública
 
Cnx mai/2008
Cnx mai/2008Cnx mai/2008
Cnx mai/2008
 
Informatica
InformaticaInformatica
Informatica
 
Religion
ReligionReligion
Religion
 
Trabajo final
Trabajo finalTrabajo final
Trabajo final
 
Система статистики и рейтингов LiveJournal.com
Система статистики и рейтингов LiveJournal.comСистема статистики и рейтингов LiveJournal.com
Система статистики и рейтингов LiveJournal.com
 
Trabajo sistemas terminado
Trabajo sistemas terminadoTrabajo sistemas terminado
Trabajo sistemas terminado
 
Presentación diversidad1
Presentación diversidad1Presentación diversidad1
Presentación diversidad1
 

Semelhante a Projecto CCE - JSD Cartaxo

Sumário Executivo CSC: Católica Students Corporation (2008)
Sumário Executivo CSC: Católica Students Corporation (2008)Sumário Executivo CSC: Católica Students Corporation (2008)
Sumário Executivo CSC: Católica Students Corporation (2008)
Tiago Teixeira Correia
 
4.Incubadora Em Rede Ua
4.Incubadora Em Rede Ua4.Incubadora Em Rede Ua
4.Incubadora Em Rede Ua
mobiciclavel
 
Plataforma Eleitoral da CCISS - 2013/2017
Plataforma Eleitoral da CCISS -  2013/2017Plataforma Eleitoral da CCISS -  2013/2017
Plataforma Eleitoral da CCISS - 2013/2017
Câmara de Comércio de Sotavento
 
A Concepção da Ideia
A Concepção da IdeiaA Concepção da Ideia
A Concepção da Ideia
cali_sines
 
Ação empreendedora_Workshop Empresarial_Fatores de Sucesso das Empresas
Ação empreendedora_Workshop Empresarial_Fatores de Sucesso das EmpresasAção empreendedora_Workshop Empresarial_Fatores de Sucesso das Empresas
Ação empreendedora_Workshop Empresarial_Fatores de Sucesso das Empresas
Walber Pinheiro
 
Startup universitario regulamento copy
Startup universitario  regulamento copyStartup universitario  regulamento copy
Startup universitario regulamento copy
CENORF
 
Startadora Inovação Corporativa - Atividades e Projetos
Startadora Inovação Corporativa - Atividades e ProjetosStartadora Inovação Corporativa - Atividades e Projetos
Startadora Inovação Corporativa - Atividades e Projetos
Startadora Inovação Corporativa
 
Apresentação do CCE - 9 Julho 2011
Apresentação do CCE -  9 Julho 2011Apresentação do CCE -  9 Julho 2011
Apresentação do CCE - 9 Julho 2011
goncalofgaspar
 
Apresentação - Planejamento Estratégico
Apresentação - Planejamento EstratégicoApresentação - Planejamento Estratégico
Apresentação - Planejamento Estratégico
marcoadetec
 
Apresentacao STEAM - 2017
Apresentacao STEAM - 2017Apresentacao STEAM - 2017
Apresentacao STEAM - 2017
Steam - Smart Business Services
 
Empreendendo na Rua
Empreendendo na Rua Empreendendo na Rua
Empreendendo na Rua
Ana Maria Magni Coelho
 
Codepan
CodepanCodepan
Codepan
mariiqs
 
Apresentação Moneris 2011
Apresentação  Moneris 2011Apresentação  Moneris 2011
Apresentação Moneris 2011
Helder Beça
 
Plano De Negócios - SOLUTION – GESTÃO E ENGENHARIA LTDA
Plano De Negócios - SOLUTION – GESTÃO E ENGENHARIA LTDAPlano De Negócios - SOLUTION – GESTÃO E ENGENHARIA LTDA
Plano De Negócios - SOLUTION – GESTÃO E ENGENHARIA LTDA
Victor Mendes
 
SCMC Inteligência Compartilhada Ano #9
SCMC Inteligência Compartilhada Ano #9SCMC Inteligência Compartilhada Ano #9
SCMC Inteligência Compartilhada Ano #9
Mia Fagundes
 
Agenda 9º Shared Services Outsourcing Week Brazil
Agenda 9º Shared Services Outsourcing Week BrazilAgenda 9º Shared Services Outsourcing Week Brazil
Agenda 9º Shared Services Outsourcing Week Brazil
Daniel Brandão de Castro
 
Guia do-mercado-laboral-2016-hays-portugal
Guia do-mercado-laboral-2016-hays-portugalGuia do-mercado-laboral-2016-hays-portugal
Guia do-mercado-laboral-2016-hays-portugal
Henrique dos Santos
 
4C1E4A6B-C1350_1
4C1E4A6B-C1350_14C1E4A6B-C1350_1
4C1E4A6B-C1350_1
Carlos Costa Pinto
 
Sumario Executivo Proposta Sectes
Sumario Executivo Proposta SectesSumario Executivo Proposta Sectes
Sumario Executivo Proposta Sectes
minasinvest
 
Cartilha Economia Criativa completa SEBRAE.pdf
Cartilha Economia Criativa completa SEBRAE.pdfCartilha Economia Criativa completa SEBRAE.pdf
Cartilha Economia Criativa completa SEBRAE.pdf
AnaMoura348809
 

Semelhante a Projecto CCE - JSD Cartaxo (20)

Sumário Executivo CSC: Católica Students Corporation (2008)
Sumário Executivo CSC: Católica Students Corporation (2008)Sumário Executivo CSC: Católica Students Corporation (2008)
Sumário Executivo CSC: Católica Students Corporation (2008)
 
4.Incubadora Em Rede Ua
4.Incubadora Em Rede Ua4.Incubadora Em Rede Ua
4.Incubadora Em Rede Ua
 
Plataforma Eleitoral da CCISS - 2013/2017
Plataforma Eleitoral da CCISS -  2013/2017Plataforma Eleitoral da CCISS -  2013/2017
Plataforma Eleitoral da CCISS - 2013/2017
 
A Concepção da Ideia
A Concepção da IdeiaA Concepção da Ideia
A Concepção da Ideia
 
Ação empreendedora_Workshop Empresarial_Fatores de Sucesso das Empresas
Ação empreendedora_Workshop Empresarial_Fatores de Sucesso das EmpresasAção empreendedora_Workshop Empresarial_Fatores de Sucesso das Empresas
Ação empreendedora_Workshop Empresarial_Fatores de Sucesso das Empresas
 
Startup universitario regulamento copy
Startup universitario  regulamento copyStartup universitario  regulamento copy
Startup universitario regulamento copy
 
Startadora Inovação Corporativa - Atividades e Projetos
Startadora Inovação Corporativa - Atividades e ProjetosStartadora Inovação Corporativa - Atividades e Projetos
Startadora Inovação Corporativa - Atividades e Projetos
 
Apresentação do CCE - 9 Julho 2011
Apresentação do CCE -  9 Julho 2011Apresentação do CCE -  9 Julho 2011
Apresentação do CCE - 9 Julho 2011
 
Apresentação - Planejamento Estratégico
Apresentação - Planejamento EstratégicoApresentação - Planejamento Estratégico
Apresentação - Planejamento Estratégico
 
Apresentacao STEAM - 2017
Apresentacao STEAM - 2017Apresentacao STEAM - 2017
Apresentacao STEAM - 2017
 
Empreendendo na Rua
Empreendendo na Rua Empreendendo na Rua
Empreendendo na Rua
 
Codepan
CodepanCodepan
Codepan
 
Apresentação Moneris 2011
Apresentação  Moneris 2011Apresentação  Moneris 2011
Apresentação Moneris 2011
 
Plano De Negócios - SOLUTION – GESTÃO E ENGENHARIA LTDA
Plano De Negócios - SOLUTION – GESTÃO E ENGENHARIA LTDAPlano De Negócios - SOLUTION – GESTÃO E ENGENHARIA LTDA
Plano De Negócios - SOLUTION – GESTÃO E ENGENHARIA LTDA
 
SCMC Inteligência Compartilhada Ano #9
SCMC Inteligência Compartilhada Ano #9SCMC Inteligência Compartilhada Ano #9
SCMC Inteligência Compartilhada Ano #9
 
Agenda 9º Shared Services Outsourcing Week Brazil
Agenda 9º Shared Services Outsourcing Week BrazilAgenda 9º Shared Services Outsourcing Week Brazil
Agenda 9º Shared Services Outsourcing Week Brazil
 
Guia do-mercado-laboral-2016-hays-portugal
Guia do-mercado-laboral-2016-hays-portugalGuia do-mercado-laboral-2016-hays-portugal
Guia do-mercado-laboral-2016-hays-portugal
 
4C1E4A6B-C1350_1
4C1E4A6B-C1350_14C1E4A6B-C1350_1
4C1E4A6B-C1350_1
 
Sumario Executivo Proposta Sectes
Sumario Executivo Proposta SectesSumario Executivo Proposta Sectes
Sumario Executivo Proposta Sectes
 
Cartilha Economia Criativa completa SEBRAE.pdf
Cartilha Economia Criativa completa SEBRAE.pdfCartilha Economia Criativa completa SEBRAE.pdf
Cartilha Economia Criativa completa SEBRAE.pdf
 

Mais de goncalofgaspar

Projecto: Cartaxo Concelho Agrícola - Hortas Comunitárias
Projecto: Cartaxo Concelho Agrícola - Hortas ComunitáriasProjecto: Cartaxo Concelho Agrícola - Hortas Comunitárias
Projecto: Cartaxo Concelho Agrícola - Hortas Comunitárias
goncalofgaspar
 
Proposta PSD Cartaxo para Auditoria - contas cm cartaxo
Proposta PSD Cartaxo para Auditoria - contas cm cartaxoProposta PSD Cartaxo para Auditoria - contas cm cartaxo
Proposta PSD Cartaxo para Auditoria - contas cm cartaxo
goncalofgaspar
 
Comunicado JSD Cartaxo - Rodoviária do Tejo
Comunicado JSD Cartaxo - Rodoviária do TejoComunicado JSD Cartaxo - Rodoviária do Tejo
Comunicado JSD Cartaxo - Rodoviária do Tejo
goncalofgaspar
 
Moção: Pela Retirada da Publicidade Enganosa - CHUMBADA!
Moção: Pela Retirada da Publicidade Enganosa -  CHUMBADA!Moção: Pela Retirada da Publicidade Enganosa -  CHUMBADA!
Moção: Pela Retirada da Publicidade Enganosa - CHUMBADA!
goncalofgaspar
 
Voto Protesto (CMJ) APROVADO
Voto Protesto (CMJ)   APROVADOVoto Protesto (CMJ)   APROVADO
Voto Protesto (CMJ) APROVADO
goncalofgaspar
 
Intervenção de Gonçalo Gaspar em Assembleia Municipal do Cartaxo 26 Abril 2011
Intervenção de Gonçalo Gaspar em Assembleia Municipal do Cartaxo   26 Abril 2011Intervenção de Gonçalo Gaspar em Assembleia Municipal do Cartaxo   26 Abril 2011
Intervenção de Gonçalo Gaspar em Assembleia Municipal do Cartaxo 26 Abril 2011
goncalofgaspar
 
Discurso de Gonçalo Gaspar na Sessão Solene do 25 de Abril 2011 - Cartaxo
Discurso de Gonçalo Gaspar na Sessão Solene do 25 de Abril  2011 - CartaxoDiscurso de Gonçalo Gaspar na Sessão Solene do 25 de Abril  2011 - Cartaxo
Discurso de Gonçalo Gaspar na Sessão Solene do 25 de Abril 2011 - Cartaxo
goncalofgaspar
 
Intervenção de Carlos Serra na Assembleia de Freguesia do Cartaxo (21 Abril11)
Intervenção de Carlos Serra na Assembleia de Freguesia do Cartaxo (21 Abril11)Intervenção de Carlos Serra na Assembleia de Freguesia do Cartaxo (21 Abril11)
Intervenção de Carlos Serra na Assembleia de Freguesia do Cartaxo (21 Abril11)
goncalofgaspar
 
Entrevista de Gonçalo Gaspar ao Jornal O Povo do Cartaxo (1 de Abril 2011)
Entrevista de Gonçalo Gaspar ao Jornal O Povo do Cartaxo (1 de Abril 2011)Entrevista de Gonçalo Gaspar ao Jornal O Povo do Cartaxo (1 de Abril 2011)
Entrevista de Gonçalo Gaspar ao Jornal O Povo do Cartaxo (1 de Abril 2011)
goncalofgaspar
 
Comunicado JSD Cartaxo - 07 Março 2011
Comunicado JSD Cartaxo - 07 Março 2011Comunicado JSD Cartaxo - 07 Março 2011
Comunicado JSD Cartaxo - 07 Março 2011
goncalofgaspar
 
Noticia O Povo do Cartaxo (4 Março 2011)
Noticia O Povo do Cartaxo (4 Março 2011)Noticia O Povo do Cartaxo (4 Março 2011)
Noticia O Povo do Cartaxo (4 Março 2011)
goncalofgaspar
 
Voto Protesto conselho municipal da juventude - skate park
Voto Protesto   conselho municipal da juventude - skate parkVoto Protesto   conselho municipal da juventude - skate park
Voto Protesto conselho municipal da juventude - skate park
goncalofgaspar
 
Manual do Jovem Autarca
Manual do Jovem AutarcaManual do Jovem Autarca
Manual do Jovem Autarca
goncalofgaspar
 
Manual do jovem autarca
Manual do jovem autarcaManual do jovem autarca
Manual do jovem autarca
goncalofgaspar
 
Comunicado JSD Cartaxo - Obra do Parque Central
Comunicado JSD Cartaxo - Obra do Parque CentralComunicado JSD Cartaxo - Obra do Parque Central
Comunicado JSD Cartaxo - Obra do Parque Central
goncalofgaspar
 
Comunicado Apresentacao Candidatura Paulo Caldas
Comunicado  Apresentacao Candidatura Paulo CaldasComunicado  Apresentacao Candidatura Paulo Caldas
Comunicado Apresentacao Candidatura Paulo Caldas
goncalofgaspar
 
Comunicado Apresentacao Candidatura Paulo Caldas
Comunicado  Apresentacao Candidatura Paulo CaldasComunicado  Apresentacao Candidatura Paulo Caldas
Comunicado Apresentacao Candidatura Paulo Caldas
goncalofgaspar
 
III Newsletter Geração de Mudança e Futuro
III Newsletter Geração de Mudança e FuturoIII Newsletter Geração de Mudança e Futuro
III Newsletter Geração de Mudança e Futuro
goncalofgaspar
 
I Newsletter Geração de Mudança e Futuro
I Newsletter Geração de Mudança e FuturoI Newsletter Geração de Mudança e Futuro
I Newsletter Geração de Mudança e Futuro
goncalofgaspar
 
II Newsletter Geração de Mudança e Futuro
II Newsletter Geração de Mudança e FuturoII Newsletter Geração de Mudança e Futuro
II Newsletter Geração de Mudança e Futuro
goncalofgaspar
 

Mais de goncalofgaspar (20)

Projecto: Cartaxo Concelho Agrícola - Hortas Comunitárias
Projecto: Cartaxo Concelho Agrícola - Hortas ComunitáriasProjecto: Cartaxo Concelho Agrícola - Hortas Comunitárias
Projecto: Cartaxo Concelho Agrícola - Hortas Comunitárias
 
Proposta PSD Cartaxo para Auditoria - contas cm cartaxo
Proposta PSD Cartaxo para Auditoria - contas cm cartaxoProposta PSD Cartaxo para Auditoria - contas cm cartaxo
Proposta PSD Cartaxo para Auditoria - contas cm cartaxo
 
Comunicado JSD Cartaxo - Rodoviária do Tejo
Comunicado JSD Cartaxo - Rodoviária do TejoComunicado JSD Cartaxo - Rodoviária do Tejo
Comunicado JSD Cartaxo - Rodoviária do Tejo
 
Moção: Pela Retirada da Publicidade Enganosa - CHUMBADA!
Moção: Pela Retirada da Publicidade Enganosa -  CHUMBADA!Moção: Pela Retirada da Publicidade Enganosa -  CHUMBADA!
Moção: Pela Retirada da Publicidade Enganosa - CHUMBADA!
 
Voto Protesto (CMJ) APROVADO
Voto Protesto (CMJ)   APROVADOVoto Protesto (CMJ)   APROVADO
Voto Protesto (CMJ) APROVADO
 
Intervenção de Gonçalo Gaspar em Assembleia Municipal do Cartaxo 26 Abril 2011
Intervenção de Gonçalo Gaspar em Assembleia Municipal do Cartaxo   26 Abril 2011Intervenção de Gonçalo Gaspar em Assembleia Municipal do Cartaxo   26 Abril 2011
Intervenção de Gonçalo Gaspar em Assembleia Municipal do Cartaxo 26 Abril 2011
 
Discurso de Gonçalo Gaspar na Sessão Solene do 25 de Abril 2011 - Cartaxo
Discurso de Gonçalo Gaspar na Sessão Solene do 25 de Abril  2011 - CartaxoDiscurso de Gonçalo Gaspar na Sessão Solene do 25 de Abril  2011 - Cartaxo
Discurso de Gonçalo Gaspar na Sessão Solene do 25 de Abril 2011 - Cartaxo
 
Intervenção de Carlos Serra na Assembleia de Freguesia do Cartaxo (21 Abril11)
Intervenção de Carlos Serra na Assembleia de Freguesia do Cartaxo (21 Abril11)Intervenção de Carlos Serra na Assembleia de Freguesia do Cartaxo (21 Abril11)
Intervenção de Carlos Serra na Assembleia de Freguesia do Cartaxo (21 Abril11)
 
Entrevista de Gonçalo Gaspar ao Jornal O Povo do Cartaxo (1 de Abril 2011)
Entrevista de Gonçalo Gaspar ao Jornal O Povo do Cartaxo (1 de Abril 2011)Entrevista de Gonçalo Gaspar ao Jornal O Povo do Cartaxo (1 de Abril 2011)
Entrevista de Gonçalo Gaspar ao Jornal O Povo do Cartaxo (1 de Abril 2011)
 
Comunicado JSD Cartaxo - 07 Março 2011
Comunicado JSD Cartaxo - 07 Março 2011Comunicado JSD Cartaxo - 07 Março 2011
Comunicado JSD Cartaxo - 07 Março 2011
 
Noticia O Povo do Cartaxo (4 Março 2011)
Noticia O Povo do Cartaxo (4 Março 2011)Noticia O Povo do Cartaxo (4 Março 2011)
Noticia O Povo do Cartaxo (4 Março 2011)
 
Voto Protesto conselho municipal da juventude - skate park
Voto Protesto   conselho municipal da juventude - skate parkVoto Protesto   conselho municipal da juventude - skate park
Voto Protesto conselho municipal da juventude - skate park
 
Manual do Jovem Autarca
Manual do Jovem AutarcaManual do Jovem Autarca
Manual do Jovem Autarca
 
Manual do jovem autarca
Manual do jovem autarcaManual do jovem autarca
Manual do jovem autarca
 
Comunicado JSD Cartaxo - Obra do Parque Central
Comunicado JSD Cartaxo - Obra do Parque CentralComunicado JSD Cartaxo - Obra do Parque Central
Comunicado JSD Cartaxo - Obra do Parque Central
 
Comunicado Apresentacao Candidatura Paulo Caldas
Comunicado  Apresentacao Candidatura Paulo CaldasComunicado  Apresentacao Candidatura Paulo Caldas
Comunicado Apresentacao Candidatura Paulo Caldas
 
Comunicado Apresentacao Candidatura Paulo Caldas
Comunicado  Apresentacao Candidatura Paulo CaldasComunicado  Apresentacao Candidatura Paulo Caldas
Comunicado Apresentacao Candidatura Paulo Caldas
 
III Newsletter Geração de Mudança e Futuro
III Newsletter Geração de Mudança e FuturoIII Newsletter Geração de Mudança e Futuro
III Newsletter Geração de Mudança e Futuro
 
I Newsletter Geração de Mudança e Futuro
I Newsletter Geração de Mudança e FuturoI Newsletter Geração de Mudança e Futuro
I Newsletter Geração de Mudança e Futuro
 
II Newsletter Geração de Mudança e Futuro
II Newsletter Geração de Mudança e FuturoII Newsletter Geração de Mudança e Futuro
II Newsletter Geração de Mudança e Futuro
 

Projecto CCE - JSD Cartaxo

  • 2. Índice Introdução e definição ...................................................................................................... 3 Missão e objectivos .......................................................................................................... 4 Condições de acesso ......................................................................................................... 5 Pilares do projecto ............................................................................................................ 6 Esquema processual .......................................................................................................... 6 Organograma da CMC ..................................................................................................... 7 I. Clínicas Empresariais ................................................................................................. 8 1. Assessoria e centro de formalidades ........................................................................... 8 2. Promoção e publicidade ............................................................................................ 11 3. Apoio e formação profissional .................................................................................. 14 4. Apoio à internacionalização...................................................................................... 16 II. Escolas Empreendedoras ........................................................................................ 17 III. Banco de Ideias....................................................................................................... 18 IV. CCE Franchising .................................................................................................... 19 2 Cartaxo, 06 de Janeiro de 2012 Página
  • 3. definição Introdução e definição A CCE Cartaxo pretende ser uma associação sem fins lucrativos ou um departamento municipal, constituído por tempo indeterminado, que visa a promoção das actividades económicas e o desenvolvimento educativo e profissional dos jovens e empresários do concelho do Cartaxo. Assume-se como um veículo de auxílio à constituição e implementação de ideias de negócio e ao acompanhamento de negócios já em curso no concelho, assessorando a gestão, inovação e crescimentos das nossas empresas. A CCE Cartaxo será uma plataforma de apoio às empresas na gestão do dia-a- dia em relação aos problemas menos relacionados com a actividade comercial principal. Terá, igualmente, como enfoque os jovens do nosso concelho, pretendendo orientá-los segundo probabilidades de sucesso em termos escolares e, em termos profissionais, segundo as principais necessidades do mercado de trabalho. Este projecto procura, também, promover iniciativas de participação na área de inovação e criatividade, abraçando e estudando propostas de criação de valor para o concelho. É atribuída, neste sentido, relevância máxima ao poder de iniciativa, inovação e empreendedorismo no concelho, assim como à importância do crescimento económico das nossas empresas que permitirá aumentar os fluxos de emprego e a disponibilidade de recursos ao serviço de todos os munícipes. Resumindo, a CCE Cartaxo terá como principais eixos de actuação, a captação, fixação e desenvolvimento de competências e conhecimentos, através da promoção e estímulo da criatividade e inovação, num ambiente promotor de empreendedorismo. Cartaxo, 06 de Janeiro de 2012 Página 3
  • 4. Missão e objectivos objectivos A CCE Cartaxo tem por missão o desenvolvimento económico, social e cultural do concelho do Cartaxo, servindo como uma base para o crescimento do bem-estar social da nossa população. Tem como principais objectivos: a) Modernizar os serviços municipais e orientá-los um maior incentivo económico e apoio educativo e cultural à população local; b) Desenvolver um serviço municipal de assessoria e gestão de formalidades às empresas no nosso concelho; c) Promover a marca Cartaxo junto das comunidades nacionais e internacionais através de novas plataformas de promoção e comercialização; d) Apoio curricular e profissional aos jovens do concelho; e) Aprofundamento dos processos de internacionalização das empresas, com enfoque nas formas de exportação; f) Apoiar a inovação e promoção do empreededorismo; g) Proporcionar novas soluções de competitividade e crescimento para as empresas do concelho. Cartaxo, 06 de Janeiro de 2012 Página 4
  • 5. Condições de acesso Público-alvo: Projectos empresariais iniciais ou oriundos de empresas consolidadas, sem restrições em termos de idade, formação ou sector de actividade. Critérios de selecção: • Originalidade e carácter inovador do projecto; • Projectos destinados ao desenvolvimento de qualquer tipo de actividade legal; • Razoabilidade e exequibilidade; • Grau de envolvimento dos candidatos; Fase de apresentação dos projectos: Os projectos poderão ser apresentados à incubadora em forma de ideia ou com plano de negócio já pensado e/ou estruturado. Cartaxo, 06 de Janeiro de 2012 Página 5
  • 6. Pilares do projecto / Bases de desenvolvimento para o concelho A CCE Cartaxo assentará em 4 pilares básicos de actuação: Clínicas Empresariais Escolas Empreendedoras Banco de Ideias CCE Franchising Esquema processual Cartaxo, 06 de Janeiro de 2012 Página 6
  • 7. Organograma da Câmara Municipal do Cartaxo Cartaxo, 06 de Janeiro de 2012 Página 7
  • 8. Descrição I. Clínicas empresariais A “Clínicas Empresariais” será um projecto integrado de assessoria às empresas do nosso concelho em matéria fiscal, laboral, gerencial, financeira e de inovação, em que as empresas terão ao seu dispor um conjunto de profissionais dotados de competências técnicas nestas áreas que ajudarão a qualificar a gestão das empresas e a desburocratizar a actividade diária de negócio. 1. Assessoria e centro de formalidades O centro de assessoria e de gestão de eventos é um projecto integrado nas Clínicas Empresariais e procura de forma objectiva, célere e eficaz, ajudar a gerir aspectos jurídicos, financeiros e de gestão global de potenciais negócios ou de empresas já estabelecidas. Os empreendedores terão acesso a informações que auxiliarão na gestão de aspectos que, em muitos casos, ocupam grande parte do tempo aos nossos empresários. Com este plano, passarão a poder estar mais centrados no core business das respectivas empresas. Proposta de implementação Assessoria: a JSD propõe a formação e alocação/mobilidade interna de pessoal com competências técnicas inquestionáveis para as diferentes áreas em questão. O veículo de assessoria deverá utilizar os canais Web 2.0, seguindo um modelo de actuação à distância. Este projecto deverá ficar a cargo de um núcleo de personalidades competentes nas diferentes áreas, integrados na Divisão de Desenvolvimento Económico da Câmara Municipal. Cartaxo, 06 de Janeiro de 2012 Página 8
  • 9. Neste projecto “Clínicas Empresariais”, está também prevista uma área de gestão de eventos e participação, responsável pela organização de workshops, formações temporárias e aluguer de espaços. Com o objectivo de aprofundar a comunicação entre empresas, universidades e responsáveis políticos, a CCE Cartaxo promoverá a realização e a inscrição de participantes em eventos informativos e qualificadores para o nosso concelho, potenciando um contributo social e cultural significativo à nossa população. • Nersant: colaboração na promoção dos eventos a realizar e canalização de inscrições em eventos e cursos de qualificação profissional, prospeccionadas no concelho. • Nerlei: colaboração na promoção dos eventos a realizar e canalização de inscrições em eventos e cursos de qualificação profissional, prospeccionadas no concelho. • Global Management Challenge: incentivo à participação dos munícipes no concurso internacional de gestão, com a promoção das vantagens associadas ao evento, o interesse sócio-profissional e os prémios atribuídos pelas entidades locais aos melhores munícipes classificados no concurso. • Institutos Superiores de Ensino: colaboração ao nível da divulgação de eventos e workshops de cariz mais científico. Proposta de implementação A JSD propõe que este projecto fique ao abrigo da Divisão de Desenvolvimento Económico, que será a responsável pela divulgação dos eventos de carácter Cartaxo, 06 de Janeiro de 2012 Página 9
  • 10. empresarial, económico e financeiro. A publicidade dos eventos realizados deverá ser afixada em locais públicos, em lojas em cafés, nas redes sociais e remetidos via e-mail para todas as empresas com sede ou subsidiária no nosso município. Em suma, caberá à Divisão de Desenvolvimento Económico a gestão do projecto “Clínicas Empresariais” e a concretização dos seus objectivos e resultados para a nossa economia. Cartaxo, 06 de Janeiro de 2012 Página 10
  • 11. 2. Promoção e publicidade O projecto Promoção e Publicidade visa satisfazer necessidades de angariação de clientes aos novos projectos e empresas já estabelecidas no concelho do Cartaxo. Neste sentido, a CCE propõe-se desenvolver uma base de dados e-Business que será implementada com o objectivo de promover a divulgação dos produtos das nossas empresas nas redes sociais e proporcionar maior transparência para o mercado em relação aos preços praticados (de modo a que estes estejam constantemente publicados e o consumidor não tenha a necessidade de os solicitar; pretende acabar com o mito, em muitos casos, de que o comércio tradicional é bastante mais caro). A base de dados basear-se-á na construção de um site em que os utilizadores poderão seleccionar a indústria e os sectores que pretendem pesquisar e o qual permitirá gerar resultados de empresas sediadas no concelho ou na zona geográfica local. Pretende- se, ainda, que os resultados permitam conhecer além das empresas, dos produtos e dos preços, os seus gestores, a sua história e a sua antiguidade. A CCE compromete-se a avaliar as condições logísticas e contratuais para a implementação de um modelo e-Commerce, isto é, uma plataforma de comercialização dos produtos das nossas empresas via internet, passando assim de uma matriz de e-Business para um modelo e-Commerce. Proposta de implementação A JSD propõe às empresas do concelho a inscrição através de fichas definidas para o efeito e as remetam à empresa concessionária ou à divisão municipal gestora do programa. Em caso de se optar por uma empresa concessionária de gestão do programa, deverão ser avaliadas formas de cooperação como meio de pagamento do município à concessionária. Em caso de se optar pela gestão pública/municipal deste programa, entendemos que caberá ao Gabinete de Sistemas de Informação a gestão da plataforma. Cartaxo, 06 de Janeiro de 2012 Página 11
  • 12. A longo prazo e após a verificação dos resultados associados ao programa, pretende-se avançar com a criação de uma bolsa electrónica de compras, por forma a facilitar o comércio mais pequeno e a gerar maior comodidade para os consumidores. O segundo programa, relativamente a este projecto, trata da implementação de uma revista de negócios a que chamamos Revista CCE. Trata-se de uma revista local, exclusiva do concelho do Cartaxo, cujo objectivo será a promoção das empresas do nosso concelho e ser um espaço de criatividade para os jovens, em termos de geração de ideias, incentivo ao empreendedorismo e exercício de uma maior influência e proximidade junto dos representantes políticos locais. Cartaxo, 06 de Janeiro de 2012 Página 12
  • 13. Proposta de implementação A JSD propõe, neste caso, a realização de um “outsourcing” com uma empresa de media do concelho. As primeiras três edições da revista deverão ser oferta a um público mais vasto possível e, portanto, financiadas pelo Município. As edições posteriores deverão ser cobradas pela empresa responsável, mediante um preço razoável e que garanta sustentabilidade a este projecto. Deverá concretizar-se mediante assinatura anual dos clientes. Cartaxo, 06 de Janeiro de 2012 Página 13
  • 14. 3. Apoio e formação profissional O departamento de apoio e formação profissional pretende instituir um projecto com visibilidade na área do apoio aos jovens nas suas escolhas curriculares e respectivas saídas profissionais, mas igualmente apoiar a actividade económico-financeira do nosso concelho com a prestação de serviços de qualidade às nossas empresas. Em primeiro lugar, está prevista a organização de cursos de formação profissional avançada, com o objectivo de promover a qualificação dos recursos humanos do nosso tecido empresarial e da nossa população. Os cursos prevêem formação modular na área da gestão agrícola, industrial, serviços de turismo, gestão de processos de internacionalização, gestão da inovação, marketing research, entre outros a avaliar. Proposta de implementação A JSD propõe o desenvolvimento de parcerias com empresas certificadas, cuja responsabilidade municipal caberia à Divisão de Desenvolvimento Económico ou à Divisão de Recursos Humanos. Em segundo lugar, o departamento promoverá bolsas de estágio (1º emprego) para jovens munícipes com formação específica técnica ou superior. Pretende-se com esta medida promover o ensino e o fomento do estudo e qualificação nos jovens, desenvolver a produtividade das empresas e abri-las a novas formas de crescimento e desenvolvimento, assim como profissionalizá-las no sentido de serem cada vez menos familiares (não perdendo, necessariamente, essa mística) e cada vez mais orientadas para a criação de valor. Com o objectivo de potenciar as oportunidades profissionais dos jovens do nosso concelho, aliando-as à regeneração e qualificação do nosso tecido empresarial, e de forma a promover maior inovação e competitividade nas Cartaxo, 06 de Janeiro de 2012 Página 14
  • 15. nossas empresas, a CCE Cartaxo pretende apoiar a integração de jovens estagiários com elevadas qualificações técnicas e profissionais em empresas do nosso concelho. As bolsas de emprego serão destinadas às seguintes áreas: • Gestão • Finanças • Marketing • Jurídica/fiscal Neste departamento, os munícipes poderão, ainda, gozar da publicação dos seus currículos individuais que serão preenchidos de acordo com os campos e requisitos definidos pela entidade gestora. Os CV’s serão destinados a ofertas de emprego na nossa zona geográfica. Por fim, o departamento pretende implementar mecanismos de apoio às escolhas curriculares dos nossos jovens na transição em anos escolares decisivos, como por exemplo o 9º e o 12º anos. Aqui, os jovens podem recorrer a serviços de aconselhamento em matéria curricular, evitando preencher vagas em cursos sem probabilidades mínimas de saída profissional. Com este programa, procuramos reduzir o potencial de desemprego no mercado português, ao qual muitos cursos contribuem fortemente sabendo, mesmo, que nem sequer alguns dos seus melhores formandos dos últimos anos conseguem entrar no mercado de trabalho. Deste modo, será incrementada a empregabilidade dos jovens no concelho e o acesso ao 1º emprego. Proposta de implementação A JSD propõe que o programa de apoio à gestão curricular dos jovens se enquadre na gestão da Divisão de Recursos Humanos. Cartaxo, 06 de Janeiro de 2012 Página 15
  • 16. 4. Apoio à internacionalização O departamento de apoio à internacionalização visa satisfazer as necessidades das empresas na área de internacionalização dos seus negócios. Quer através do recurso a estudos de mercado, quer através de uma avaliação geral das condições e factores de sucesso de cada empresa em se internacionalizar, este departamento terá como missão assessorar os empresários regionais no seu caminho à internacionalização. A constituição de nichos de empresas tem como objectivo contribuir para um poder de escala e para a promoção de uma marca conjunta nos mercados internacionais. Neste sentido, pretende-se estudar a constituição de conglomerados de empresas que, conjuntamente, explorem novos mercados e possam vender em alguns deles, com ênfase na exportação como forma de internacionalização. Proposta de implementação A JSD propõe que a gestão deste programa esteja a cabo da Divisão de Desenvolvimento Económico, eventualmente em parceria com agências de investimento. Cartaxo, 06 de Janeiro de 2012 Página 16
  • 17. II. Escolas Empreendedoras O programa “Escolas Empreendedoras” assenta em actividades e experiências sociais por via de um programa que permite uma participação multi-disciplinar, a par de uma experiência pedagógica que apoia os formandos na pesquisa e desenvolvimento das características que definem empreendedores bem sucedidos. Pretende desenvolver uma dinâmica empresarial nas escolas do concelho, promovendo um conjunto de acções de proximidade destinadas a um novo olhar moderno sobre o novo paradigma da globalização e dos mercados com que a nossa sociedade convive. Com o programa “Escolas Empreendedoras”, pretendemos seguir a constituição de um clube de jovens para apoio à formação básica de como criar e gerir um negócio, incutindo um espírito de competição e conhecimento. Serão desenvolvidos programas de férias de verão com vista ao convívio das gerações mais novas no âmbito de actividades lúdicas empreendedoras, com recurso à simulação de projectos de negócio e jogos didácticos no âmbito do tema. Serão avaliados prémios a atribuir no decurso das avaliações finais para os alunos melhor sucedidos. Proposta de implementação A JSD propõe o estudo de uma parceria com a Nersant para a implementação dos programas EmpreEscola, EmpreJovem e EmpCriança no Cartaxo. Defende, igualmente, a realização de uma semana do empreendedorismo para discussão, votação e atribuição de prémios aos melhores projectos desenvolvidos no âmbito daqueles programas. Cartaxo, 06 de Janeiro de 2012 Página 17
  • 18. III. Banco de Ideias O Banco de Ideias do Cartaxo (BICTX) será um sistema de identificação e registo de projectos inovadores susceptíveis de gerar interesse por parte de possíveis investidores. A acção tem em vista a implementação de novos negócios no concelho do Cartaxo. Concebidas por empreendedores com ou sem capacidade própria para a implementação dos projectos, as ideias a registar no BICTX deverão beneficiar da parceria com investidores capacitados e motivados para apostar financeiramente nesses projectos. Ao aproximar detentores de ideias e potenciais financiadores, o BICTX contribui para aproveitar boas ideias de negócio que, de outro modo, poderiam ser desperdiçadas, procurando corresponder aos objectivos gerais da intervenção da CCE Cartaxo. A agência pode participar como mediadora, se as partes envolvidas o desejarem, sem intervir directamente na negociação. O BICTX está aberto a todas as ideias destinadas a criar negócios com sede no concelho do Cartaxo. Proposta de implementação A JSD propõe que este projecto fique, mais uma vez, ao abrigo da Divisão de Desenvolvimento Económico, a quem caberá a estruturação dos seus quadros no sentido de proporcionar relevância a este programa e ao aproveitamento de ideias potencialmente geradoras de inovação e desenvolvimento económico para o concelho. Cartaxo, 06 de Janeiro de 2012 Página 18
  • 19. IV. CCE Franchising A CCE Franchising pretende estender o tipo de licenciamento “franchising” a novas empresas que estejam interessadas em seguir o modelo de negócio de empresas já constituídas. Além da internacionalização, o franchising consiste numa outra forma de crescimento e desenvolvimento de empresas mas que assenta num negócio em parceria, no qual uma empresa bem sucedida e que pretenda crescer no mercado (franchisador) proporciona a um terceiro (franchisado), o seu conceito de negócio, permitindo que ele utilize a sua marca, os seus métodos de gestão, a sua fórmula de negócio, ou seja, todo o seu know-how, prestando-lhe apoio contínuo e, em alguns casos, concedendo-lhe o direito de revender em exclusivo os seus produtos numa determinada região. A CCE Franchising permitirá, por um lado, potenciar novos negócios e maior empregabilidade com a utilização de recursos e competências do franchisador e, por outro lado, um crescimento com menor risco e maiores vantagens para o franchisador no mercado. Proposta de implementação A JSD propõe que este projecto seja separado da estrutura municipal, pelo que as empresas do concelho poderão recorrer à avaliação de viabilidade desta estratégia com recurso a consultores independentes. O papel do município passa por incentivar as empresas mais capacitadas do nosso concelho em aderir a estudos de viabilização desta estratégia de negócio, sendo que propomos que a câmara subsidie entre 50% e 60% dos custos com estes serviços. Cartaxo, 06 de Janeiro de 2012 Página 19