SlideShare uma empresa Scribd logo
PLANEJAMENTO
ORÇAMENTÁRIO EM
EVENTOS
Maíra Medeiros
O QUE É ORÇAMENTO EM EVENTOS
 “O orçamento responderá pelos custos para
implantação do projeto apresentado. (...) Todas as
atividades propostas à empresa deverão ser
amparadas por um orçamento” (FRANÇA e
FREITAS, 2002).
 O orçamento é composto pela apuração de todas
as despesas para o custeio de um projeto, além de
identificar as fontes de recursos para a captação
de verba para amparar estas despesas
planejadas.
COMPOSTO DO PLANEJAMENTO
ORÇAMENTÁRIO
 Relação detalhada e organizada de todos os itens que
representam despesas ou necessitam de apoio,
patrocínio ou doação para sua captação.
 Organização dos itens por assunto e por tipologia
(fixos e variáveis, recursos materiais, humanos ou
físicos, etc).
 Definição dos processos de captação de recursos (fonte
própria, apoio, patrocínios).
 Levantamento de custos (via processos de
concorrência, para projetos maiores, ou levantamento
junto à 3 fornecedores, por exemplo).
 Avaliação dos custos levantados (avaliação de
fornecedores – relação custo x benefício – comparativo
de propostas e orçamentos apresentados).
COMPOSTO DO PLANEJAMENTO
ORÇAMENTÁRIO
 No caso da necessidade de captação de apoio ou
patrocínio, planejamento de proposta, definição de
cotas e benefícios ao patrocinador ou apoiador, e
definição do plano de captação (detalhamento sobre o
assunto posteriormente).
 Apresentação do planejamento orçamentário para
aprovação.
 Adequações ou revisões que se façam necessárias.
 Controle e fluxo de caixa.
 Avaliação – verificação de custos não planejados ou
“sobras”
 Apresentação de relatório sobre os recursos gastos e
retornos obtidos (para níveis superiores na empresa,
clientes – no caso de agências - patrocinadores ou
apoiadores).
ESTRUTURA PARA
DESENVOLVIMENTO DE PLANO
ORÇAMENTÁRIO PARA EVENTOS
 Em uma empresa: dedicação de um profissional,
preferencialmente com experiência em eventos, que
pode ser o mesmo responsável pela organização do
evento todo ou ser destacado um profissional para
coordenar as atividades relacionadas ao plano
orçamentário.
 Em uma agência: o setor de atendimento que tem
relacionamento com o cliente “brifa” a área de
produção para o levantamento de custos e em seguida
condensa e avalia as propostas para apresentação ao
cliente.
 No caso de captação de patrocínios e apoios, pode-se
elaborar o plano internamente, ou terceirizar este
trabalho para profissionais especializados no assunto
(especialmente recomendado para projetos de grande
porte ou que envolvam leis de incentivo fiscal).
DETALHAMENTO DO COMPOSTO DO
PLANO ORÇAMENTÁRIO
- RELAÇÃO DETALHADA DOS ITENS
 Exemplo 1
 Exemplo 2
Planejamento orçamentário – feira Photo Image
Brasil 2007
Fonte: Samsung Camera – Maíra Medeiros
DETALHAMENTO DO COMPOSTO DO
PLANO ORÇAMENTÁRIO
- ORGANIZAÇÃO DOS ITENS POR ASSUNTO E POR TIPOLOGIA
 Exemplo
- Recursos Humanos
- 1 mestre de cerimônias
- 1 pedreiro
- 3 garçons
- 2 recepcionistas
- Recursos Materiais
- 1 Construção de pedra
- 1 Livro de presença
- 1 Urna para documentos
- 200 brindes
- Recursos Físicos
- 1 Restaurante
- 20 diárias de hotel
- 1 preparo do local do evento
- 3 estacionamento
- * Fonte: CESCA, 1997.
DETALHAMENTO DO COMPOSTO DO
PLANO ORÇAMENTÁRIO
- ORGANIZAÇÃO DOS ITENS POR ASSUNTO E POR TIPOLOGIA
 Custos fixos e custos variáveis
“Os custos fixos são os que se mantêm
relativamente estáveis no curso do evento
independentemente do número de participantes,
tais como despesas de pessoal de atendimento,
manutenção, publicidade, hospedagem de
convidados, etc.
Consideram-se como variáveis custos de
alimentação e bebidas, uma vez que há relação
direta entre o número de participantes e o
consumo de alimentos”
(ZANELLA, 2004).
DETALHAMENTO DO COMPOSTO DO
PLANO ORÇAMENTÁRIO
- DEFINIÇÃO DOS PROCESSOS DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS
 Fonte própria
Custeio das despesas totais ou em parte pela própria empresa
organizadora do evento ou pelo cliente (no caso da
organização ser realizada através de agência terceirizada).
 Fonte externa
Captação de recursos externamente, para custeio total ou
parcial das despesas do evento, por meio de:
 Patrocínio
 Apoio
 Venda de ingressos ou inscrições
 Venda de espaços ou propostas de ações para mídia em
geral
 Doações
 Parcerias
DETALHAMENTO DO COMPOSTO DO
PLANO ORÇAMENTÁRIO
- LEVANTAMENTO DE CUSTOS
 De maneira geral, é realizado o levantamento
com no mínimo 3 fornecedores para os principais
itens do orçamento (alguns itens, em decorrência
de algum caráter específico – urgência ou
raridade – podem ter seu levantamento realizado
com apenas um fornecedor).
 Neste caso, é importante avaliar não apenas os
valores apresentados, mas também a qualidade
dos serviços prestados – aqui, vale pesquisar o
histórico de serviços ou produtos do fornecedor
junto à clientes anteriores ou pesquisar
indicações com profissionais da área de eventos.
DETALHAMENTO DO COMPOSTO DO
PLANO ORÇAMENTÁRIO
- LEVANTAMENTO DE CUSTOS
 Na hora do fechamento com os fornecedores, é
importante considerar a negociação envolvida,
como pedido de descontos, abatimento em troca
de benefícios para o fornecedor, entre outras
questões.
 Para projetos maiores, que envolvam o
desenvolvimento completo por apenas uma
agência, por exemplo, recomenda-se a escolha da
agência fornecedora dos serviços via processo de
concorrência (envolvendo a apresentação de
propostas por no mínimo 3 agências, a partir de
um mesmo briefing, e fazendo comparativo mais
complexo para a escolha da empresa vencedora
do processo).
DETALHAMENTO DO COMPOSTO DO
PLANO ORÇAMENTÁRIO
- AVALIAÇÃO DOS CUSTOS LEVANTADOS
 É importante fazer uma avaliação prévia dos
fornecedores – relação custo x benefício (nem
sempre o melhor custo representa o melhor
benefício ou proposta para o seu evento).
 Comparativo de propostas e orçamentos
apresentados – detalhar, via planilha ou
materiais diversos, os dados objetivos detalhados
das peças ou serviços que foram orçados, fazendo-
se cruzamento – qualitativo e quantitativo – dos
itens apresentados, para poder-se avaliar com o
maior número de fundamentos para justificar as
escolhas por um ou outro fornecedor ou proposta.
DETALHAMENTO DO COMPOSTO DO
PLANO ORÇAMENTÁRIO
- CAPTAÇÃO DE APOIO OU PATROCÍNIO - PLANEJAMENTO
 “O patrocínio de eventos é um investimento feito pelas
empresas. Ainda que o resultado não seja mensurável
imediatamente, a médio e longo prazo projeta e
consolida a imagem no mercado.
 (...) As formas tradicionais de patrocínio ou apoio são:
 Contribuição financeira;
 Doação de brindes para distribuição gratuita ou
venda (...);
 Empréstimo de equipamentos, utensílios, móveis etc;
 Prestação de serviços técnicos;
 Cessão de locais ou dependências;
 Instalação de pontos-de-venda;
 Serviços de transportes; (...)”
(ZANELLA, 2004)
DETALHAMENTO DO COMPOSTO DO
PLANO ORÇAMENTÁRIO
- CAPTAÇÃO DE APOIO OU PATROCÍNIO - PLANEJAMENTO
 Possíveis benefícios a serem propostos aos potenciais
patrocinadores:
 “(...) inscrição de logomarca na mídia especializada do
evento;
 Divulgação da empresa patrocinadora por meio da
assessoria de imprensa da promotora do evento;
 Promoção da empresa patrocinadora por meio de cartazes
publicitários, mala direta, boletins, convites, releases para
a imprensa, painéis, murais publicitários etc;
 Utilização do mailing da promotora para divulgação de
produtos e serviços da patrocinadora;
 Divulgação institucional em mídia eletrônica e imprensa;
 Inscrição do nome, marca ou logotipo do patrocinador em
uniformes, vestuário, utensílios etc;
 Inclusão de publicações do patrocinador no encarte oficial
do evento.”
(ZANELLA, 2004)
DETALHAMENTO DO COMPOSTO DO
PLANO ORÇAMENTÁRIO
- CAPTAÇÃO DE APOIO OU PATROCÍNIO - PLANEJAMENTO
 Organização da proposta:
 Organização do projeto do evento;
 Planejamento das metas de captação (número de
patrocinadores, tipo de apoio, valores, cotas de
patrocínio – tamanhos: ouro, prata, bronze);
 Seleção dos benefícios a serem apresentados ao
patrocinador;
 Seleção e avaliação das empresas a serem
trabalhadas para a captação (avaliando-se seu
perfil, seus objetivos de marketing, suas
estratégias e orçamentos destinados à eventos);
DETALHAMENTO DO COMPOSTO DO
PLANO ORÇAMENTÁRIO
- CAPTAÇÃO DE APOIO OU PATROCÍNIO - PLANEJAMENTO
 Uso de leis de incentivo fiscal: troca de recursos de
patrocínio por abatimentos nos impostos da empresa
utilizando-se das leis de incentivo fiscal (só pode ser
oferecida a projetos culturais ou de terceiro setor).
Exemplos: Lei Rouanet (incentivo à cultura), Lei do
Audiovisual (cinema); Lei de Institutos e OSCIPS (projetos
socioculturais), Lei Mendonça (cidade de São Paulo –
incentivo à cultura);
 Algumas empresas fazem o provisionamento de verba para
patrocínios durante o ano fiscal anterior ao de ocorrência
do evento. Assim, é importante que um planejamento com
bastante antecedência no caso de eventos de grande porte e
de que necessitem de aporte de verbas mais volumosas.
Algumas empresas tem departamentos estruturados para o
recebimento e a avaliação dos projetos, e costumam abrir
editais e inscrições durante os meses de setembro e outubro
– época do planejamento orçamentário das grandes
empresas.
DETALHAMENTO DO COMPOSTO DO
PLANO ORÇAMENTÁRIO
- APRESENTAÇÃO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTÁRIO PARA APROVAÇÃO
 Na apresentação do plano orçamentário para
aprovação, é importante:
 Estudar com antecedência todos os itens calmamente,
para revisá-los e evitar qualquer erro de cálculo;
 Estudar as argumentações a favor ou contra
determinadas ações ou fornecedores, para estar
preparado para argumentar com os níveis superiores
de aprovação ou clientes;
 Detalhar ao máximo informações e valores, com
observações sobre formas de cálculo, conversões e
especificações sobre custos fixos e variáveis (as
aprovações nem sempre são realizadas com
profissionais da área de eventos, portanto, é
importante ter em mente que pode-se ter que aprovar
um projeto com um profissional leigo.
DETALHAMENTO DO COMPOSTO DO
PLANO ORÇAMENTÁRIO
- ADEQUAÇÕES OU REVISÕES QUE SE FAÇAM NECESSÁRIAS
 Após a aprovação, ou apresentação do plano orçamentário,
é possível que sejam solicitadas adequações ou revisões em
relação às verbas apresentadas.
 Reduções de verba ou adequações no projeto podem ser
solicitadas, o que requisitará um novo período de tempo de
trabalho para a realização da tarefa. Assim, é importante
considerar com folga, quando possível, o espaço de tempo
no cronograma do projeto para as adequações e revisões de
orçamento do evento.
 É importante o retorno a todos os fornecedores requisitados
para a prestação de orçamentos, mesmo que não sejam os
escolhidos para contratação.
 Na renegociação de valores, ou solicitação de outras
demandas, é importante ter em mente os prazos
necessários de que o fornecedor necessitará para readequar
as propostas.
DETALHAMENTO DO COMPOSTO DO
PLANO ORÇAMENTÁRIO
- CONTROLE E FLUXO DE CAIXA
 O controle do orçamento durante e pós-evento é
fundamental. Acompanhar as alterações emergenciais,
fazer anotações, receber e ler atentamente notas fiscais
recebidas, fazer encaminhamento dos procedimentos fiscais
internamente – na agência ou na empresa – são tarefas
importantes, que devem ter atenção tanto quanto o
desenvolvimento do evento em si, para evitar transtornos
posteriores com possíveis falhas ou erros de comunicação.
 Ter um fluxo de caixa organizado e atualizado é de igual
importância. Anotar e organizar todos os recursos obtidos
externamente, e igualmente anotar todos os valores de
notas de serviços e produtos prestados durante a realização
do projeto são importantes para que o trabalho posterior de
produção de relatório de despesas se torne mais fácil,
detalhado e real.
DETALHAMENTO DO COMPOSTO DO
PLANO ORÇAMENTÁRIO
- AVALIAÇÃO – VERIFICAÇÃO DE CUSTOS NÃO PLANEJADOS OU “SOBRAS”
 Após o término do evento, é necessário o
levantamento e análise do fluxo de caixa, para
verificação de possíveis desvios ou se tudo ocorreu
dentro do planejado.
Os desvios podem ocorrer por:
 Ações não previstas e alocadas emergencialmente no
projeto;
 Custos orçados inadequadamente;
 Não atualização de custos caso o projeto tenha sido
planejado com muita antecedência à sua realização, e
não tenham sido considerados aumentos normais da
passagem de um ano ao outro;
 Verbas orçadas além do necessário (“gorduras” não
absorvidas).
DETALHAMENTO DO COMPOSTO DO
PLANO ORÇAMENTÁRIO
- RELATÓRIO DO PLANO ORÇAMENTÁRIO
 Ao fim do evento, é necessário também realizar
um relatório sobre os recursos gastos e retornos
obtidos, para apresentação à níveis superiores na
empresa, clientes ou patrocinadores e apoiadores.
 Esse relatório deve ser composto pela
apresentação de todas as despesas gastas, de
forma detalhada – contendo valores, nome do
fornecedor e data de pagamentos – e de todos os
recursos angariados – por meio de patrocínios,
apoios ou ainda de descontos obtidos em
negociações com fornecedores, doações ou venda
de ingressos ou inscrições.
EXERCÍCIO 1
 Com base nas fotos apresentadas nos próximos slides, faça o planejamento de orçamento
para a organização da participação com estande da Samsung Camera na feira Photo Image
Brasil 2008 (mês de realização – agosto).
 Considere:
 Simulação de processo de concorrência;
 Apresentação de custos para:
 Construção de estande;
 Locação de espaço;
 Materiais promocionais (brindes, revista, folder, ou qualquer outra sugestão);
 Recursos humanos (recepcionistas, profissional de limpeza, seguranças, etc);
 Serviços diversos (buffet, paisagismo, etc);
 taxas diversas;
 E outros detalhes que considerar importante para o evento.
 Considere a captação de parcerias ou recursos com empresas do segmento.
 Incremente o planejamento com o máximo de detalhes possíveis que considerar importante.
 Apresente o trabalho com os seguintes itens: detalhamento dos pontos do plano
orçamentário (de acordo com a proposta de plano apresentada na aula) e tabela ou quadro
com os valores resumidos.
 Trabalho em grupos de 5 a 6 pessoas.
 Tempo para realização do exercício: 30 min.
 Apresentação dos grupos: cada um apresentará o planejamento para a sala com 5 min. cada
para a apresentação.
FOTOS DO ESTANDE EM 2007
FOTOS DO ESTANDE EM 2007
Recepcionista
Mock-up de produto - interação
FOTOS DO ESTANDE EM 2007
Materiais promocionais
FOTOS DO ESTANDE EM 2007
Serviços: buffet
FOTOS DO ESTANDE EM 2007
Equipe de promotores
FOTOS DO ESTANDE EM 2007
Computadores com acesso
à internet
Exposição de produtos
EXERCÍCIO 2
 Considerem que os projetos apresentados no exercício
anterior foram propostas apresentadas por diversas
agências a pedido do cliente, em um processo de
concorrência para escolha do melhor projeto.
 Agora, em seu grupo, elabore uma defesa,
argumentando porque seu projeto deve ser o escolhido
pelo cliente.
 Tempo para elaboração da defesa – 10 min.
 Em seguida, todos os grupos devem apresentar suas
defesas – cada grupo terá 5 min. para a apresentação.
 Após as apresentações, cada grupo deverá escolher
um projeto, excluindo o seu próprio, como o melhor
projeto apresentado, justificando, em texto de até 10
linhas, o porquê da escolha. O grupo terá 5 min. para
elaborar a resposta e entregar por escrito.
BIBLIOGRAFIA
 CESCA, Cleuza Gertrude Gimenes. Organização de eventos.
São Paulo: Summus, 1997.
 FREITAS, Sidinéia G. e FRANÇA, Fábio. Manual da
qualidade em projetos de comunicação. São Paulo: Pioneira
Thomson Learning, 2002.
 GIAGAGLIA, Maria Cecília. Eventos: como criar, estruturar e
captar recursos. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2006.
 HOYLE JR., Leonard H. Marketing de eventos: como promover
com sucesso eventos, festivais, convenções e exposições. Trad.
Ailton Bomfim Brandão. São Paulo: Atlas, 2003.
 ZANELLA, Luiz Carlos. Manual de organização de eventos:
planejamento e operacionalização. 2 ed. São Paulo: Atlas,
2004.
OBRIGADA!
 Maíra Medeiros
mairamed@uol.com.br

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Produção e Eventos de Moda
Produção e Eventos de ModaProdução e Eventos de Moda
Produção e Eventos de Moda
Marcio Duarte
 
Organização de Eventos (I): aulas 04 e 05
Organização de Eventos (I): aulas 04 e 05Organização de Eventos (I): aulas 04 e 05
Organização de Eventos (I): aulas 04 e 05
Aristides Faria
 
Modelo de Planejamento Estratégico para Eventos
Modelo de Planejamento Estratégico para EventosModelo de Planejamento Estratégico para Eventos
Modelo de Planejamento Estratégico para Eventos
Eventbrite Brasil
 
Planejamento e organização de eventos Prof. Mariól
Planejamento e organização de eventos Prof. MariólPlanejamento e organização de eventos Prof. Mariól
Planejamento e organização de eventos Prof. Mariól
Mariol Santos
 
Como elaborar projetos de eventos
Como elaborar projetos de eventosComo elaborar projetos de eventos
Como elaborar projetos de eventos
Paulo Marquêz
 
Seminário Roteiro Básico de Planejamento de Eventos
Seminário Roteiro Básico de Planejamento de EventosSeminário Roteiro Básico de Planejamento de Eventos
Seminário Roteiro Básico de Planejamento de Eventos
Ivana Cavalcante
 
Planejamento de Comunicação e Produção de Eventos - Senac
Planejamento de Comunicação e Produção de Eventos - SenacPlanejamento de Comunicação e Produção de Eventos - Senac
Planejamento de Comunicação e Produção de Eventos - Senac
kalledonian
 
Planeamento de eventos
Planeamento de eventosPlaneamento de eventos
Planeamento de eventos
JorgeSoares62
 
Produção de eventos como ferramenta de Marketing
Produção de eventos como ferramenta de MarketingProdução de eventos como ferramenta de Marketing
Produção de eventos como ferramenta de Marketing
Alfredo Martins
 
Inserção histórica dos eventos
Inserção histórica dos eventosInserção histórica dos eventos
Inserção histórica dos eventos
Paulo Marquêz
 
COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL _ Aula TE - Briefing Evento
COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL _ Aula TE - Briefing EventoCOMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL _ Aula TE - Briefing Evento
COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL _ Aula TE - Briefing Evento
Fábio Nogueira, PhD
 
Tipologia de eventos
Tipologia de eventosTipologia de eventos
Tipologia de eventos
Paulo Marquêz
 
Disciplina Organizacao de Eventos (I) (IFSP Campus Cubatao) (aulas 09 e 10)
Disciplina Organizacao de Eventos (I) (IFSP Campus Cubatao) (aulas 09 e 10)Disciplina Organizacao de Eventos (I) (IFSP Campus Cubatao) (aulas 09 e 10)
Disciplina Organizacao de Eventos (I) (IFSP Campus Cubatao) (aulas 09 e 10)
Aristides Faria
 
Organização de Eventos (I): aulas 07 e 08
Organização de Eventos (I): aulas 07 e 08Organização de Eventos (I): aulas 07 e 08
Organização de Eventos (I): aulas 07 e 08
Aristides Faria
 
Projeto para Evento de fim de ano - Conorrência
Projeto para Evento de fim de ano - ConorrênciaProjeto para Evento de fim de ano - Conorrência
Projeto para Evento de fim de ano - Conorrência
Murilo Rocha
 
Como organizar um evento em 10 passos
Como organizar um evento em 10 passosComo organizar um evento em 10 passos
Como organizar um evento em 10 passos
Antonio Trincao
 
2 Os diversos tipos de eventos e suas principais Profª Drª Rita C. Giraldi
2  Os diversos tipos de eventos e suas principais Profª Drª Rita C. Giraldi2  Os diversos tipos de eventos e suas principais Profª Drª Rita C. Giraldi
2 Os diversos tipos de eventos e suas principais Profª Drª Rita C. Giraldi
Rita de Cássia GIRALDI
 
Guia de eventos
Guia de eventosGuia de eventos
Guia de eventos
Carlos Firmino
 
Organização de Eventos 2.0
Organização de Eventos 2.0Organização de Eventos 2.0
Organização de Eventos 2.0
Instituto P. António Vieira
 
Tipos de eventos
Tipos de eventosTipos de eventos
Tipos de eventos
Rosario Cação
 

Mais procurados (20)

Produção e Eventos de Moda
Produção e Eventos de ModaProdução e Eventos de Moda
Produção e Eventos de Moda
 
Organização de Eventos (I): aulas 04 e 05
Organização de Eventos (I): aulas 04 e 05Organização de Eventos (I): aulas 04 e 05
Organização de Eventos (I): aulas 04 e 05
 
Modelo de Planejamento Estratégico para Eventos
Modelo de Planejamento Estratégico para EventosModelo de Planejamento Estratégico para Eventos
Modelo de Planejamento Estratégico para Eventos
 
Planejamento e organização de eventos Prof. Mariól
Planejamento e organização de eventos Prof. MariólPlanejamento e organização de eventos Prof. Mariól
Planejamento e organização de eventos Prof. Mariól
 
Como elaborar projetos de eventos
Como elaborar projetos de eventosComo elaborar projetos de eventos
Como elaborar projetos de eventos
 
Seminário Roteiro Básico de Planejamento de Eventos
Seminário Roteiro Básico de Planejamento de EventosSeminário Roteiro Básico de Planejamento de Eventos
Seminário Roteiro Básico de Planejamento de Eventos
 
Planejamento de Comunicação e Produção de Eventos - Senac
Planejamento de Comunicação e Produção de Eventos - SenacPlanejamento de Comunicação e Produção de Eventos - Senac
Planejamento de Comunicação e Produção de Eventos - Senac
 
Planeamento de eventos
Planeamento de eventosPlaneamento de eventos
Planeamento de eventos
 
Produção de eventos como ferramenta de Marketing
Produção de eventos como ferramenta de MarketingProdução de eventos como ferramenta de Marketing
Produção de eventos como ferramenta de Marketing
 
Inserção histórica dos eventos
Inserção histórica dos eventosInserção histórica dos eventos
Inserção histórica dos eventos
 
COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL _ Aula TE - Briefing Evento
COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL _ Aula TE - Briefing EventoCOMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL _ Aula TE - Briefing Evento
COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL _ Aula TE - Briefing Evento
 
Tipologia de eventos
Tipologia de eventosTipologia de eventos
Tipologia de eventos
 
Disciplina Organizacao de Eventos (I) (IFSP Campus Cubatao) (aulas 09 e 10)
Disciplina Organizacao de Eventos (I) (IFSP Campus Cubatao) (aulas 09 e 10)Disciplina Organizacao de Eventos (I) (IFSP Campus Cubatao) (aulas 09 e 10)
Disciplina Organizacao de Eventos (I) (IFSP Campus Cubatao) (aulas 09 e 10)
 
Organização de Eventos (I): aulas 07 e 08
Organização de Eventos (I): aulas 07 e 08Organização de Eventos (I): aulas 07 e 08
Organização de Eventos (I): aulas 07 e 08
 
Projeto para Evento de fim de ano - Conorrência
Projeto para Evento de fim de ano - ConorrênciaProjeto para Evento de fim de ano - Conorrência
Projeto para Evento de fim de ano - Conorrência
 
Como organizar um evento em 10 passos
Como organizar um evento em 10 passosComo organizar um evento em 10 passos
Como organizar um evento em 10 passos
 
2 Os diversos tipos de eventos e suas principais Profª Drª Rita C. Giraldi
2  Os diversos tipos de eventos e suas principais Profª Drª Rita C. Giraldi2  Os diversos tipos de eventos e suas principais Profª Drª Rita C. Giraldi
2 Os diversos tipos de eventos e suas principais Profª Drª Rita C. Giraldi
 
Guia de eventos
Guia de eventosGuia de eventos
Guia de eventos
 
Organização de Eventos 2.0
Organização de Eventos 2.0Organização de Eventos 2.0
Organização de Eventos 2.0
 
Tipos de eventos
Tipos de eventosTipos de eventos
Tipos de eventos
 

Destaque

Projeto de eventos
Projeto de eventosProjeto de eventos
Projeto de eventos
petrus genuino
 
Planejamento e Org. de Eventos
Planejamento e Org. de EventosPlanejamento e Org. de Eventos
Planejamento e Org. de Eventos
Geraldo Campos
 
Como Elaborar Projetos Sociais
Como Elaborar Projetos SociaisComo Elaborar Projetos Sociais
Como Elaborar Projetos Sociais
afp.leite
 
Cobpaint
CobpaintCobpaint
Cobpaint
Levenhagen
 
Comércio Electrónico: Consumidores e Plataformas B2C e C2C- Fábio lima
Comércio Electrónico: Consumidores e Plataformas B2C e C2C- Fábio limaComércio Electrónico: Consumidores e Plataformas B2C e C2C- Fábio lima
Comércio Electrónico: Consumidores e Plataformas B2C e C2C- Fábio lima
JornadasPublicidade
 
Mecanismo de mercado no comércio eletrônico
Mecanismo de mercado no comércio eletrônicoMecanismo de mercado no comércio eletrônico
Mecanismo de mercado no comércio eletrônico
Juarez Junior
 
Guia indicadores desempenho gestao publica jun2010
Guia indicadores desempenho gestao publica jun2010Guia indicadores desempenho gestao publica jun2010
Guia indicadores desempenho gestao publica jun2010
Murilo Cesar
 
Jornada Novos Caminhos para a Gestão Municipal: necessidades e tendências
Jornada Novos Caminhos para a Gestão Municipal: necessidades e tendênciasJornada Novos Caminhos para a Gestão Municipal: necessidades e tendências
Jornada Novos Caminhos para a Gestão Municipal: necessidades e tendências
Conselho Regional de Administração de São Paulo
 
PPT - AGÊNCIA EXPLOSÃO DE EVENTOS
PPT - AGÊNCIA EXPLOSÃO DE EVENTOSPPT - AGÊNCIA EXPLOSÃO DE EVENTOS
PPT - AGÊNCIA EXPLOSÃO DE EVENTOS
CURSO DE PP NA ZUMBI DOS PALMARES
 
10 Planejamento financeiro de eventos Profª Drª Rita C. Giraldi
10 Planejamento financeiro de eventos Profª Drª Rita C. Giraldi10 Planejamento financeiro de eventos Profª Drª Rita C. Giraldi
10 Planejamento financeiro de eventos Profª Drª Rita C. Giraldi
Rita de Cássia GIRALDI
 
CALENDARIO EVENTOS CONGRESSOS SAO PAULO 2008
CALENDARIO EVENTOS CONGRESSOS SAO PAULO 2008CALENDARIO EVENTOS CONGRESSOS SAO PAULO 2008
CALENDARIO EVENTOS CONGRESSOS SAO PAULO 2008
premierbrasileventos
 
Perfil Brasileiro nas Mídias Sociais - Setor Automotivo
Perfil Brasileiro nas Mídias Sociais - Setor AutomotivoPerfil Brasileiro nas Mídias Sociais - Setor Automotivo
Perfil Brasileiro nas Mídias Sociais - Setor Automotivo
eCMetrics Brasil
 
Patrocínio pense carros_sc
Patrocínio pense carros_scPatrocínio pense carros_sc
Patrocínio pense carros_sc
RBS Group
 
Visão Mercado Automotivo
Visão Mercado AutomotivoVisão Mercado Automotivo
Visão Mercado Automotivo
Luiz Paulo dos Santos
 
Apresentação de Resultados 2T14
Apresentação de Resultados 2T14Apresentação de Resultados 2T14
Apresentação de Resultados 2T14
TegmaRI
 
Pokémon Go - Avaliação do Aplicativo pelos Brasileiros
Pokémon Go - Avaliação do Aplicativo pelos BrasileirosPokémon Go - Avaliação do Aplicativo pelos Brasileiros
Pokémon Go - Avaliação do Aplicativo pelos Brasileiros
eCMetrics Brasil
 
Apresentação Oficial - SPCVB
Apresentação Oficial - SPCVBApresentação Oficial - SPCVB
Apresentação Oficial - SPCVB
Toni Sando
 
PROPOSTAS CHAPA SOU IMPÉRIO SERRANO
PROPOSTAS CHAPA SOU IMPÉRIO SERRANO PROPOSTAS CHAPA SOU IMPÉRIO SERRANO
PROPOSTAS CHAPA SOU IMPÉRIO SERRANO
souimperioserrano
 
Experiência de organização da Atenção Ambulatorial Especializada em Santo Ant...
Experiência de organização da Atenção Ambulatorial Especializada em Santo Ant...Experiência de organização da Atenção Ambulatorial Especializada em Santo Ant...
Experiência de organização da Atenção Ambulatorial Especializada em Santo Ant...
Conselho Nacional de Secretários de Saúde - CONASS
 
Material Promocional Burn Rock In Rio Cliente Spaipa Agência Air Promo
Material Promocional Burn Rock In Rio Cliente Spaipa Agência Air PromoMaterial Promocional Burn Rock In Rio Cliente Spaipa Agência Air Promo
Material Promocional Burn Rock In Rio Cliente Spaipa Agência Air Promo
airpromo12345
 

Destaque (20)

Projeto de eventos
Projeto de eventosProjeto de eventos
Projeto de eventos
 
Planejamento e Org. de Eventos
Planejamento e Org. de EventosPlanejamento e Org. de Eventos
Planejamento e Org. de Eventos
 
Como Elaborar Projetos Sociais
Como Elaborar Projetos SociaisComo Elaborar Projetos Sociais
Como Elaborar Projetos Sociais
 
Cobpaint
CobpaintCobpaint
Cobpaint
 
Comércio Electrónico: Consumidores e Plataformas B2C e C2C- Fábio lima
Comércio Electrónico: Consumidores e Plataformas B2C e C2C- Fábio limaComércio Electrónico: Consumidores e Plataformas B2C e C2C- Fábio lima
Comércio Electrónico: Consumidores e Plataformas B2C e C2C- Fábio lima
 
Mecanismo de mercado no comércio eletrônico
Mecanismo de mercado no comércio eletrônicoMecanismo de mercado no comércio eletrônico
Mecanismo de mercado no comércio eletrônico
 
Guia indicadores desempenho gestao publica jun2010
Guia indicadores desempenho gestao publica jun2010Guia indicadores desempenho gestao publica jun2010
Guia indicadores desempenho gestao publica jun2010
 
Jornada Novos Caminhos para a Gestão Municipal: necessidades e tendências
Jornada Novos Caminhos para a Gestão Municipal: necessidades e tendênciasJornada Novos Caminhos para a Gestão Municipal: necessidades e tendências
Jornada Novos Caminhos para a Gestão Municipal: necessidades e tendências
 
PPT - AGÊNCIA EXPLOSÃO DE EVENTOS
PPT - AGÊNCIA EXPLOSÃO DE EVENTOSPPT - AGÊNCIA EXPLOSÃO DE EVENTOS
PPT - AGÊNCIA EXPLOSÃO DE EVENTOS
 
10 Planejamento financeiro de eventos Profª Drª Rita C. Giraldi
10 Planejamento financeiro de eventos Profª Drª Rita C. Giraldi10 Planejamento financeiro de eventos Profª Drª Rita C. Giraldi
10 Planejamento financeiro de eventos Profª Drª Rita C. Giraldi
 
CALENDARIO EVENTOS CONGRESSOS SAO PAULO 2008
CALENDARIO EVENTOS CONGRESSOS SAO PAULO 2008CALENDARIO EVENTOS CONGRESSOS SAO PAULO 2008
CALENDARIO EVENTOS CONGRESSOS SAO PAULO 2008
 
Perfil Brasileiro nas Mídias Sociais - Setor Automotivo
Perfil Brasileiro nas Mídias Sociais - Setor AutomotivoPerfil Brasileiro nas Mídias Sociais - Setor Automotivo
Perfil Brasileiro nas Mídias Sociais - Setor Automotivo
 
Patrocínio pense carros_sc
Patrocínio pense carros_scPatrocínio pense carros_sc
Patrocínio pense carros_sc
 
Visão Mercado Automotivo
Visão Mercado AutomotivoVisão Mercado Automotivo
Visão Mercado Automotivo
 
Apresentação de Resultados 2T14
Apresentação de Resultados 2T14Apresentação de Resultados 2T14
Apresentação de Resultados 2T14
 
Pokémon Go - Avaliação do Aplicativo pelos Brasileiros
Pokémon Go - Avaliação do Aplicativo pelos BrasileirosPokémon Go - Avaliação do Aplicativo pelos Brasileiros
Pokémon Go - Avaliação do Aplicativo pelos Brasileiros
 
Apresentação Oficial - SPCVB
Apresentação Oficial - SPCVBApresentação Oficial - SPCVB
Apresentação Oficial - SPCVB
 
PROPOSTAS CHAPA SOU IMPÉRIO SERRANO
PROPOSTAS CHAPA SOU IMPÉRIO SERRANO PROPOSTAS CHAPA SOU IMPÉRIO SERRANO
PROPOSTAS CHAPA SOU IMPÉRIO SERRANO
 
Experiência de organização da Atenção Ambulatorial Especializada em Santo Ant...
Experiência de organização da Atenção Ambulatorial Especializada em Santo Ant...Experiência de organização da Atenção Ambulatorial Especializada em Santo Ant...
Experiência de organização da Atenção Ambulatorial Especializada em Santo Ant...
 
Material Promocional Burn Rock In Rio Cliente Spaipa Agência Air Promo
Material Promocional Burn Rock In Rio Cliente Spaipa Agência Air PromoMaterial Promocional Burn Rock In Rio Cliente Spaipa Agência Air Promo
Material Promocional Burn Rock In Rio Cliente Spaipa Agência Air Promo
 

Semelhante a Planejamento Orçamentário em Eventos 2

He 2015-04-mkt adm
He 2015-04-mkt admHe 2015-04-mkt adm
He 2015-04-mkt adm
FlavioCLima
 
fabcr22_apresentação_Descomplicando a Institucionalização da Captação de Recu...
fabcr22_apresentação_Descomplicando a Institucionalização da Captação de Recu...fabcr22_apresentação_Descomplicando a Institucionalização da Captação de Recu...
fabcr22_apresentação_Descomplicando a Institucionalização da Captação de Recu...
ABCR
 
Aula de Captação de Recursos - parte 2
Aula de Captação de Recursos - parte 2Aula de Captação de Recursos - parte 2
Aula de Captação de Recursos - parte 2
Flavia Amorim
 
Projeto organização área comercial e de serviços
Projeto   organização área comercial e de serviçosProjeto   organização área comercial e de serviços
Projeto organização área comercial e de serviços
lucasbissoliba
 
Top 10 v4
Top 10 v4Top 10 v4
Top 10 v4
regenurb
 
Pmi Global 2008 Portfolio
Pmi Global 2008 PortfolioPmi Global 2008 Portfolio
Pmi Global 2008 Portfolio
Peter Mello
 

Semelhante a Planejamento Orçamentário em Eventos 2 (6)

He 2015-04-mkt adm
He 2015-04-mkt admHe 2015-04-mkt adm
He 2015-04-mkt adm
 
fabcr22_apresentação_Descomplicando a Institucionalização da Captação de Recu...
fabcr22_apresentação_Descomplicando a Institucionalização da Captação de Recu...fabcr22_apresentação_Descomplicando a Institucionalização da Captação de Recu...
fabcr22_apresentação_Descomplicando a Institucionalização da Captação de Recu...
 
Aula de Captação de Recursos - parte 2
Aula de Captação de Recursos - parte 2Aula de Captação de Recursos - parte 2
Aula de Captação de Recursos - parte 2
 
Projeto organização área comercial e de serviços
Projeto   organização área comercial e de serviçosProjeto   organização área comercial e de serviços
Projeto organização área comercial e de serviços
 
Top 10 v4
Top 10 v4Top 10 v4
Top 10 v4
 
Pmi Global 2008 Portfolio
Pmi Global 2008 PortfolioPmi Global 2008 Portfolio
Pmi Global 2008 Portfolio
 

Planejamento Orçamentário em Eventos 2

  • 2. O QUE É ORÇAMENTO EM EVENTOS  “O orçamento responderá pelos custos para implantação do projeto apresentado. (...) Todas as atividades propostas à empresa deverão ser amparadas por um orçamento” (FRANÇA e FREITAS, 2002).  O orçamento é composto pela apuração de todas as despesas para o custeio de um projeto, além de identificar as fontes de recursos para a captação de verba para amparar estas despesas planejadas.
  • 3. COMPOSTO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTÁRIO  Relação detalhada e organizada de todos os itens que representam despesas ou necessitam de apoio, patrocínio ou doação para sua captação.  Organização dos itens por assunto e por tipologia (fixos e variáveis, recursos materiais, humanos ou físicos, etc).  Definição dos processos de captação de recursos (fonte própria, apoio, patrocínios).  Levantamento de custos (via processos de concorrência, para projetos maiores, ou levantamento junto à 3 fornecedores, por exemplo).  Avaliação dos custos levantados (avaliação de fornecedores – relação custo x benefício – comparativo de propostas e orçamentos apresentados).
  • 4. COMPOSTO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTÁRIO  No caso da necessidade de captação de apoio ou patrocínio, planejamento de proposta, definição de cotas e benefícios ao patrocinador ou apoiador, e definição do plano de captação (detalhamento sobre o assunto posteriormente).  Apresentação do planejamento orçamentário para aprovação.  Adequações ou revisões que se façam necessárias.  Controle e fluxo de caixa.  Avaliação – verificação de custos não planejados ou “sobras”  Apresentação de relatório sobre os recursos gastos e retornos obtidos (para níveis superiores na empresa, clientes – no caso de agências - patrocinadores ou apoiadores).
  • 5. ESTRUTURA PARA DESENVOLVIMENTO DE PLANO ORÇAMENTÁRIO PARA EVENTOS  Em uma empresa: dedicação de um profissional, preferencialmente com experiência em eventos, que pode ser o mesmo responsável pela organização do evento todo ou ser destacado um profissional para coordenar as atividades relacionadas ao plano orçamentário.  Em uma agência: o setor de atendimento que tem relacionamento com o cliente “brifa” a área de produção para o levantamento de custos e em seguida condensa e avalia as propostas para apresentação ao cliente.  No caso de captação de patrocínios e apoios, pode-se elaborar o plano internamente, ou terceirizar este trabalho para profissionais especializados no assunto (especialmente recomendado para projetos de grande porte ou que envolvam leis de incentivo fiscal).
  • 6. DETALHAMENTO DO COMPOSTO DO PLANO ORÇAMENTÁRIO - RELAÇÃO DETALHADA DOS ITENS  Exemplo 1  Exemplo 2 Planejamento orçamentário – feira Photo Image Brasil 2007 Fonte: Samsung Camera – Maíra Medeiros
  • 7. DETALHAMENTO DO COMPOSTO DO PLANO ORÇAMENTÁRIO - ORGANIZAÇÃO DOS ITENS POR ASSUNTO E POR TIPOLOGIA  Exemplo - Recursos Humanos - 1 mestre de cerimônias - 1 pedreiro - 3 garçons - 2 recepcionistas - Recursos Materiais - 1 Construção de pedra - 1 Livro de presença - 1 Urna para documentos - 200 brindes - Recursos Físicos - 1 Restaurante - 20 diárias de hotel - 1 preparo do local do evento - 3 estacionamento - * Fonte: CESCA, 1997.
  • 8. DETALHAMENTO DO COMPOSTO DO PLANO ORÇAMENTÁRIO - ORGANIZAÇÃO DOS ITENS POR ASSUNTO E POR TIPOLOGIA  Custos fixos e custos variáveis “Os custos fixos são os que se mantêm relativamente estáveis no curso do evento independentemente do número de participantes, tais como despesas de pessoal de atendimento, manutenção, publicidade, hospedagem de convidados, etc. Consideram-se como variáveis custos de alimentação e bebidas, uma vez que há relação direta entre o número de participantes e o consumo de alimentos” (ZANELLA, 2004).
  • 9. DETALHAMENTO DO COMPOSTO DO PLANO ORÇAMENTÁRIO - DEFINIÇÃO DOS PROCESSOS DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS  Fonte própria Custeio das despesas totais ou em parte pela própria empresa organizadora do evento ou pelo cliente (no caso da organização ser realizada através de agência terceirizada).  Fonte externa Captação de recursos externamente, para custeio total ou parcial das despesas do evento, por meio de:  Patrocínio  Apoio  Venda de ingressos ou inscrições  Venda de espaços ou propostas de ações para mídia em geral  Doações  Parcerias
  • 10. DETALHAMENTO DO COMPOSTO DO PLANO ORÇAMENTÁRIO - LEVANTAMENTO DE CUSTOS  De maneira geral, é realizado o levantamento com no mínimo 3 fornecedores para os principais itens do orçamento (alguns itens, em decorrência de algum caráter específico – urgência ou raridade – podem ter seu levantamento realizado com apenas um fornecedor).  Neste caso, é importante avaliar não apenas os valores apresentados, mas também a qualidade dos serviços prestados – aqui, vale pesquisar o histórico de serviços ou produtos do fornecedor junto à clientes anteriores ou pesquisar indicações com profissionais da área de eventos.
  • 11. DETALHAMENTO DO COMPOSTO DO PLANO ORÇAMENTÁRIO - LEVANTAMENTO DE CUSTOS  Na hora do fechamento com os fornecedores, é importante considerar a negociação envolvida, como pedido de descontos, abatimento em troca de benefícios para o fornecedor, entre outras questões.  Para projetos maiores, que envolvam o desenvolvimento completo por apenas uma agência, por exemplo, recomenda-se a escolha da agência fornecedora dos serviços via processo de concorrência (envolvendo a apresentação de propostas por no mínimo 3 agências, a partir de um mesmo briefing, e fazendo comparativo mais complexo para a escolha da empresa vencedora do processo).
  • 12. DETALHAMENTO DO COMPOSTO DO PLANO ORÇAMENTÁRIO - AVALIAÇÃO DOS CUSTOS LEVANTADOS  É importante fazer uma avaliação prévia dos fornecedores – relação custo x benefício (nem sempre o melhor custo representa o melhor benefício ou proposta para o seu evento).  Comparativo de propostas e orçamentos apresentados – detalhar, via planilha ou materiais diversos, os dados objetivos detalhados das peças ou serviços que foram orçados, fazendo- se cruzamento – qualitativo e quantitativo – dos itens apresentados, para poder-se avaliar com o maior número de fundamentos para justificar as escolhas por um ou outro fornecedor ou proposta.
  • 13. DETALHAMENTO DO COMPOSTO DO PLANO ORÇAMENTÁRIO - CAPTAÇÃO DE APOIO OU PATROCÍNIO - PLANEJAMENTO  “O patrocínio de eventos é um investimento feito pelas empresas. Ainda que o resultado não seja mensurável imediatamente, a médio e longo prazo projeta e consolida a imagem no mercado.  (...) As formas tradicionais de patrocínio ou apoio são:  Contribuição financeira;  Doação de brindes para distribuição gratuita ou venda (...);  Empréstimo de equipamentos, utensílios, móveis etc;  Prestação de serviços técnicos;  Cessão de locais ou dependências;  Instalação de pontos-de-venda;  Serviços de transportes; (...)” (ZANELLA, 2004)
  • 14. DETALHAMENTO DO COMPOSTO DO PLANO ORÇAMENTÁRIO - CAPTAÇÃO DE APOIO OU PATROCÍNIO - PLANEJAMENTO  Possíveis benefícios a serem propostos aos potenciais patrocinadores:  “(...) inscrição de logomarca na mídia especializada do evento;  Divulgação da empresa patrocinadora por meio da assessoria de imprensa da promotora do evento;  Promoção da empresa patrocinadora por meio de cartazes publicitários, mala direta, boletins, convites, releases para a imprensa, painéis, murais publicitários etc;  Utilização do mailing da promotora para divulgação de produtos e serviços da patrocinadora;  Divulgação institucional em mídia eletrônica e imprensa;  Inscrição do nome, marca ou logotipo do patrocinador em uniformes, vestuário, utensílios etc;  Inclusão de publicações do patrocinador no encarte oficial do evento.” (ZANELLA, 2004)
  • 15. DETALHAMENTO DO COMPOSTO DO PLANO ORÇAMENTÁRIO - CAPTAÇÃO DE APOIO OU PATROCÍNIO - PLANEJAMENTO  Organização da proposta:  Organização do projeto do evento;  Planejamento das metas de captação (número de patrocinadores, tipo de apoio, valores, cotas de patrocínio – tamanhos: ouro, prata, bronze);  Seleção dos benefícios a serem apresentados ao patrocinador;  Seleção e avaliação das empresas a serem trabalhadas para a captação (avaliando-se seu perfil, seus objetivos de marketing, suas estratégias e orçamentos destinados à eventos);
  • 16. DETALHAMENTO DO COMPOSTO DO PLANO ORÇAMENTÁRIO - CAPTAÇÃO DE APOIO OU PATROCÍNIO - PLANEJAMENTO  Uso de leis de incentivo fiscal: troca de recursos de patrocínio por abatimentos nos impostos da empresa utilizando-se das leis de incentivo fiscal (só pode ser oferecida a projetos culturais ou de terceiro setor). Exemplos: Lei Rouanet (incentivo à cultura), Lei do Audiovisual (cinema); Lei de Institutos e OSCIPS (projetos socioculturais), Lei Mendonça (cidade de São Paulo – incentivo à cultura);  Algumas empresas fazem o provisionamento de verba para patrocínios durante o ano fiscal anterior ao de ocorrência do evento. Assim, é importante que um planejamento com bastante antecedência no caso de eventos de grande porte e de que necessitem de aporte de verbas mais volumosas. Algumas empresas tem departamentos estruturados para o recebimento e a avaliação dos projetos, e costumam abrir editais e inscrições durante os meses de setembro e outubro – época do planejamento orçamentário das grandes empresas.
  • 17. DETALHAMENTO DO COMPOSTO DO PLANO ORÇAMENTÁRIO - APRESENTAÇÃO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTÁRIO PARA APROVAÇÃO  Na apresentação do plano orçamentário para aprovação, é importante:  Estudar com antecedência todos os itens calmamente, para revisá-los e evitar qualquer erro de cálculo;  Estudar as argumentações a favor ou contra determinadas ações ou fornecedores, para estar preparado para argumentar com os níveis superiores de aprovação ou clientes;  Detalhar ao máximo informações e valores, com observações sobre formas de cálculo, conversões e especificações sobre custos fixos e variáveis (as aprovações nem sempre são realizadas com profissionais da área de eventos, portanto, é importante ter em mente que pode-se ter que aprovar um projeto com um profissional leigo.
  • 18. DETALHAMENTO DO COMPOSTO DO PLANO ORÇAMENTÁRIO - ADEQUAÇÕES OU REVISÕES QUE SE FAÇAM NECESSÁRIAS  Após a aprovação, ou apresentação do plano orçamentário, é possível que sejam solicitadas adequações ou revisões em relação às verbas apresentadas.  Reduções de verba ou adequações no projeto podem ser solicitadas, o que requisitará um novo período de tempo de trabalho para a realização da tarefa. Assim, é importante considerar com folga, quando possível, o espaço de tempo no cronograma do projeto para as adequações e revisões de orçamento do evento.  É importante o retorno a todos os fornecedores requisitados para a prestação de orçamentos, mesmo que não sejam os escolhidos para contratação.  Na renegociação de valores, ou solicitação de outras demandas, é importante ter em mente os prazos necessários de que o fornecedor necessitará para readequar as propostas.
  • 19. DETALHAMENTO DO COMPOSTO DO PLANO ORÇAMENTÁRIO - CONTROLE E FLUXO DE CAIXA  O controle do orçamento durante e pós-evento é fundamental. Acompanhar as alterações emergenciais, fazer anotações, receber e ler atentamente notas fiscais recebidas, fazer encaminhamento dos procedimentos fiscais internamente – na agência ou na empresa – são tarefas importantes, que devem ter atenção tanto quanto o desenvolvimento do evento em si, para evitar transtornos posteriores com possíveis falhas ou erros de comunicação.  Ter um fluxo de caixa organizado e atualizado é de igual importância. Anotar e organizar todos os recursos obtidos externamente, e igualmente anotar todos os valores de notas de serviços e produtos prestados durante a realização do projeto são importantes para que o trabalho posterior de produção de relatório de despesas se torne mais fácil, detalhado e real.
  • 20. DETALHAMENTO DO COMPOSTO DO PLANO ORÇAMENTÁRIO - AVALIAÇÃO – VERIFICAÇÃO DE CUSTOS NÃO PLANEJADOS OU “SOBRAS”  Após o término do evento, é necessário o levantamento e análise do fluxo de caixa, para verificação de possíveis desvios ou se tudo ocorreu dentro do planejado. Os desvios podem ocorrer por:  Ações não previstas e alocadas emergencialmente no projeto;  Custos orçados inadequadamente;  Não atualização de custos caso o projeto tenha sido planejado com muita antecedência à sua realização, e não tenham sido considerados aumentos normais da passagem de um ano ao outro;  Verbas orçadas além do necessário (“gorduras” não absorvidas).
  • 21. DETALHAMENTO DO COMPOSTO DO PLANO ORÇAMENTÁRIO - RELATÓRIO DO PLANO ORÇAMENTÁRIO  Ao fim do evento, é necessário também realizar um relatório sobre os recursos gastos e retornos obtidos, para apresentação à níveis superiores na empresa, clientes ou patrocinadores e apoiadores.  Esse relatório deve ser composto pela apresentação de todas as despesas gastas, de forma detalhada – contendo valores, nome do fornecedor e data de pagamentos – e de todos os recursos angariados – por meio de patrocínios, apoios ou ainda de descontos obtidos em negociações com fornecedores, doações ou venda de ingressos ou inscrições.
  • 22. EXERCÍCIO 1  Com base nas fotos apresentadas nos próximos slides, faça o planejamento de orçamento para a organização da participação com estande da Samsung Camera na feira Photo Image Brasil 2008 (mês de realização – agosto).  Considere:  Simulação de processo de concorrência;  Apresentação de custos para:  Construção de estande;  Locação de espaço;  Materiais promocionais (brindes, revista, folder, ou qualquer outra sugestão);  Recursos humanos (recepcionistas, profissional de limpeza, seguranças, etc);  Serviços diversos (buffet, paisagismo, etc);  taxas diversas;  E outros detalhes que considerar importante para o evento.  Considere a captação de parcerias ou recursos com empresas do segmento.  Incremente o planejamento com o máximo de detalhes possíveis que considerar importante.  Apresente o trabalho com os seguintes itens: detalhamento dos pontos do plano orçamentário (de acordo com a proposta de plano apresentada na aula) e tabela ou quadro com os valores resumidos.  Trabalho em grupos de 5 a 6 pessoas.  Tempo para realização do exercício: 30 min.  Apresentação dos grupos: cada um apresentará o planejamento para a sala com 5 min. cada para a apresentação.
  • 23. FOTOS DO ESTANDE EM 2007
  • 24. FOTOS DO ESTANDE EM 2007 Recepcionista Mock-up de produto - interação
  • 25. FOTOS DO ESTANDE EM 2007 Materiais promocionais
  • 26. FOTOS DO ESTANDE EM 2007 Serviços: buffet
  • 27. FOTOS DO ESTANDE EM 2007 Equipe de promotores
  • 28. FOTOS DO ESTANDE EM 2007 Computadores com acesso à internet Exposição de produtos
  • 29. EXERCÍCIO 2  Considerem que os projetos apresentados no exercício anterior foram propostas apresentadas por diversas agências a pedido do cliente, em um processo de concorrência para escolha do melhor projeto.  Agora, em seu grupo, elabore uma defesa, argumentando porque seu projeto deve ser o escolhido pelo cliente.  Tempo para elaboração da defesa – 10 min.  Em seguida, todos os grupos devem apresentar suas defesas – cada grupo terá 5 min. para a apresentação.  Após as apresentações, cada grupo deverá escolher um projeto, excluindo o seu próprio, como o melhor projeto apresentado, justificando, em texto de até 10 linhas, o porquê da escolha. O grupo terá 5 min. para elaborar a resposta e entregar por escrito.
  • 30. BIBLIOGRAFIA  CESCA, Cleuza Gertrude Gimenes. Organização de eventos. São Paulo: Summus, 1997.  FREITAS, Sidinéia G. e FRANÇA, Fábio. Manual da qualidade em projetos de comunicação. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2002.  GIAGAGLIA, Maria Cecília. Eventos: como criar, estruturar e captar recursos. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2006.  HOYLE JR., Leonard H. Marketing de eventos: como promover com sucesso eventos, festivais, convenções e exposições. Trad. Ailton Bomfim Brandão. São Paulo: Atlas, 2003.  ZANELLA, Luiz Carlos. Manual de organização de eventos: planejamento e operacionalização. 2 ed. São Paulo: Atlas, 2004.